SlideShare uma empresa Scribd logo
LEI DIVINA - Noção de Lei
NORMA, PRECEITO, PRINCÍPIO,
REGRA; OBRIGAÇÃO IMPOSTA
PELA CONSCIÊNCIA E PELA
SOCIEDADE.
LEI QUE É CONHECIDA PELA LUZ
NATURAL DA RAZÃO COMO
DERIVANDO DA NATUREZA DAS
COISAS, QUE PROCEDE DE DEUS
COMO AUTOR DA NATUREZA, E
QUE GOVERNA A ATIVIDADE DO
HOMEM PARA SEU FIM ÚLTIMO
NATURAL.
JUS NATURAE(DIREITONATURAL)
LEI DIVINA
Caracteres da Lei Natural
DEUS É O AUTOR ETERNAS E IMUTÁVEIS
LEIS
FÍSICAS
LEIS
MORAIS
MATÉRIA CIÊNCIA
RELAÇÃO COM DEUS E
SEUS SEMELHANTES
UNIDADE E UNIVERSALIDADE
LEI DIVINA
Conhecimento da Lei Natural
P. 621 – Onde está escrita a Lei de Deus?
R. Na consciência do ser.
Formação da consciência
Mineral Atração
Vegetal Sensação
Animal Instinto
Hominal Razão, Livre-Arbítrio
FOMOS CRIADOS POTENCIALMENTE PERFEITOS
REINO MINERAL
Princípio Inteligente Atração
REINO VEGETAL
Princípio Inteligente Sensação
REINO ANIMAL
Princípio Inteligente Instinto
REINO HOMINAL
Princípio Inteligente Instinto
Pensamento contínuo
Razão
Início do
senso moral
A natureza não dá saltos?
Não há nada de especial na
condição de espírita. A não ser a
incessante busca do
conhecimento. Principalmente o
conhecimento de si mesmo. E é
inevitável que isso se torne uma
prática diária. Caso contrário,
não há como levar adiante o
projeto de reforma íntima, as
tentativas de caridade
A NATUREZA NÃO DÁ SALTOS
Antes de reencarnarmos, nos comprometemos com
um programa envolvendo inúmeros outros
espíritos, encarnados e desencarnados.
LEI DIVINA
DIVISÃO DAS LEIS NATURAIS
PROGRESSO
IGUALDADE
LIBERDADE
ADORAÇÃO
SOCIEDADE
TRABALHO
REPRODUÇÃO
JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE
DESTRUIÇÃO
CONSERVAÇÃO
 Do mesmo modo que a ciência, propriamente
dita, tem por objeto o estudo das leis do
princípio material, o objeto especial do
Espiritismo é o conhecimento das leis do
princípio espiritual, ..., disso resulta que o
conhecimento de um não pode estar completo
sem o conhecimento do outro
 O Espiritismo, caminhando com o progresso,
não será jamais ultrapassado, porque se
novas descobertas lhe demonstrarem que está
em erro sobre um ponto, modificar-se-á sobre
este ponto; se uma nova verdade se revela,
ele a aceita
A Gênese – Cap 1 – Caracteres da Revelação Espírita
A ciência sem
a religião é
manca, a
religião sem a
ciência é cega
Albert Einstein
O Espiritismo e a ciência se
completam um pelo outro; a
ciência sem o Espiritismo se
encontra na impossibilidade de
explicar certos fenômenos
unicamente pelas leis da
matéria; ao Espiritismo, sem a
ciência, lhe faltaria apoio e
controle.
Allan Kardec - A Gênese –
Capítulo 1 – Caracteres da
Revelação Espírita
CONCLUSÃO
SAIBAMOS OUVIR A NOSSA VOZ
INTERIOR, A FIM DE MELHOR
COLOCAR EM PRÁTICA AS LEIS
NATURAIS, ESCRITAS POR DEUS
EM NOSSA CONSCIÊNCIA.
FONTE DE CONSULTA
KARDEC, A. O Livro dos Espíritos. 8. ed., São Paulo, FEESP, 1995.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
Ponte de Luz ASEC
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Denise Aguiar
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Eduardo Ottonelli Pithan
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
balsense
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
Marcos Antônio Alves
 
Da Lei de Sociedade
Da Lei de SociedadeDa Lei de Sociedade
Da Lei de Sociedade
home
 
A reencarnação visão geral
A reencarnação visão geralA reencarnação visão geral
A reencarnação visão geral
Anderson Dias
 
Sócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismoSócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismo
Vera Apolinario
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
Lisete B.
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
Clair Bianchini
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
grupodepaisceb
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
paikachambi
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
Dalila Melo
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Divulgador do Espiritismo
 
2.9.2 Possessos - Convulsionários
2.9.2   Possessos - Convulsionários2.9.2   Possessos - Convulsionários
2.9.2 Possessos - Convulsionários
Marta Gomes
 
Palestra a reencarnacao
Palestra   a reencarnacaoPalestra   a reencarnacao
Palestra a reencarnacao
Victor Passos
 
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Fernando Pinto
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
Lorena Dias
 
Pedi e Obtereis 2016
Pedi e Obtereis 2016Pedi e Obtereis 2016
Pedi e Obtereis 2016
Ricardo Azevedo
 

Mais procurados (20)

Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
 
Da Lei de Sociedade
Da Lei de SociedadeDa Lei de Sociedade
Da Lei de Sociedade
 
A reencarnação visão geral
A reencarnação visão geralA reencarnação visão geral
A reencarnação visão geral
 
Sócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismoSócrates e platão prec. espiritismo
Sócrates e platão prec. espiritismo
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
 
2.9.2 Possessos - Convulsionários
2.9.2   Possessos - Convulsionários2.9.2   Possessos - Convulsionários
2.9.2 Possessos - Convulsionários
 
Palestra a reencarnacao
Palestra   a reencarnacaoPalestra   a reencarnacao
Palestra a reencarnacao
 
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
 
Pedi e Obtereis 2016
Pedi e Obtereis 2016Pedi e Obtereis 2016
Pedi e Obtereis 2016
 

Semelhante a Leis divinas

Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objeto
Roteiro 2   espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objetoRoteiro 2   espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objeto
Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objeto
Bruno Cechinel Filho
 
Aula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivo
Aula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivoAula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivo
Aula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivo
Kclitiacadente
 
Elementos gerais do universo video
Elementos gerais do universo videoElementos gerais do universo video
Elementos gerais do universo video
Ceile Bernardo
 
Os milagres e as predições
Os milagres e as prediçõesOs milagres e as predições
Os milagres e as predições
Dalila Melo
 
Deus - Descobrindo
Deus - DescobrindoDeus - Descobrindo
Deus - Descobrindo
Sergio Nalini
 
Caracteres da lei natural - n.27
Caracteres da lei natural - n.27Caracteres da lei natural - n.27
Caracteres da lei natural - n.27
Graça Maciel
 
Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural
carlos freire
 
Lei divina ou natural e lei de adoração
Lei divina ou natural e lei de adoraçãoLei divina ou natural e lei de adoração
Lei divina ou natural e lei de adoração
NILTON CARVALHO
 
Um pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismoUm pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismo
Helio Cruz
 
Revista1859
Revista1859Revista1859
Módulo II - Aula III - Mansão Espírita
Módulo II - Aula III - Mansão EspíritaMódulo II - Aula III - Mansão Espírita
Módulo II - Aula III - Mansão Espírita
brunoquadros
 
Fund I Mód II Rot 3
Fund I Mód II Rot 3 Fund I Mód II Rot 3
Fund I Mód II Rot 3
Shantappa Jewur
 
Evangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismo
Evangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismoEvangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismo
Evangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismo
Antonino Silva
 
Elementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do UniversoElementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do Universo
Ceile Maria Bernardo
 
Revista espírita 1868
Revista espírita   1868Revista espírita   1868
Revista espírita 1868
anaccc2013
 
O que é espiritismo
O que é espiritismoO que é espiritismo
O que é espiritismo
Melita Andrade
 
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
Angelo Baptista
 
A ciencia espirita (autoria desconhecida)
A ciencia espirita (autoria desconhecida)A ciencia espirita (autoria desconhecida)
A ciencia espirita (autoria desconhecida)
MovimentoEspirita
 
Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espirita
Roteiro 2   espiritismo ou doutrina espiritaRoteiro 2   espiritismo ou doutrina espirita
Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espirita
Rose Menezes
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Alessandru2
 

Semelhante a Leis divinas (20)

Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objeto
Roteiro 2   espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objetoRoteiro 2   espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objeto
Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espírito - conceito e objeto
 
Aula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivo
Aula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivoAula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivo
Aula 1 Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objetivo
 
Elementos gerais do universo video
Elementos gerais do universo videoElementos gerais do universo video
Elementos gerais do universo video
 
Os milagres e as predições
Os milagres e as prediçõesOs milagres e as predições
Os milagres e as predições
 
Deus - Descobrindo
Deus - DescobrindoDeus - Descobrindo
Deus - Descobrindo
 
Caracteres da lei natural - n.27
Caracteres da lei natural - n.27Caracteres da lei natural - n.27
Caracteres da lei natural - n.27
 
Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural
 
Lei divina ou natural e lei de adoração
Lei divina ou natural e lei de adoraçãoLei divina ou natural e lei de adoração
Lei divina ou natural e lei de adoração
 
Um pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismoUm pouco sobre o espiritismo
Um pouco sobre o espiritismo
 
Revista1859
Revista1859Revista1859
Revista1859
 
Módulo II - Aula III - Mansão Espírita
Módulo II - Aula III - Mansão EspíritaMódulo II - Aula III - Mansão Espírita
Módulo II - Aula III - Mansão Espírita
 
Fund I Mód II Rot 3
Fund I Mód II Rot 3 Fund I Mód II Rot 3
Fund I Mód II Rot 3
 
Evangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismo
Evangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismoEvangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismo
Evangeliza - Doutrina Espírita - Introdução ao espiritismo
 
Elementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do UniversoElementos Gerais do Universo
Elementos Gerais do Universo
 
Revista espírita 1868
Revista espírita   1868Revista espírita   1868
Revista espírita 1868
 
O que é espiritismo
O que é espiritismoO que é espiritismo
O que é espiritismo
 
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
O Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita. Allan Kardec e as Obras da Codificação.
 
A ciencia espirita (autoria desconhecida)
A ciencia espirita (autoria desconhecida)A ciencia espirita (autoria desconhecida)
A ciencia espirita (autoria desconhecida)
 
Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espirita
Roteiro 2   espiritismo ou doutrina espiritaRoteiro 2   espiritismo ou doutrina espirita
Roteiro 2 espiritismo ou doutrina espirita
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
 

Mais de Francisco de Assis Alencar

Formas de caridade segundo Doutrina Espírita
Formas de caridade segundo Doutrina EspíritaFormas de caridade segundo Doutrina Espírita
Formas de caridade segundo Doutrina Espírita
Francisco de Assis Alencar
 
O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)
O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)
O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)
Francisco de Assis Alencar
 
Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos"
Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos" Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos"
Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos"
Francisco de Assis Alencar
 
O poder do pensamento
O poder do pensamentoO poder do pensamento
O poder do pensamento
Francisco de Assis Alencar
 
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
Francisco de Assis Alencar
 
Atuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGO
Atuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGOAtuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGO
Atuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGO
Francisco de Assis Alencar
 
Transformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. Barsanulfo
Transformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. BarsanulfoTransformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. Barsanulfo
Transformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. Barsanulfo
Francisco de Assis Alencar
 
Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)
Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)
Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)
Francisco de Assis Alencar
 
Palestra vivência do evangelho
Palestra vivência do evangelhoPalestra vivência do evangelho
Palestra vivência do evangelho
Francisco de Assis Alencar
 
A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10
A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10
A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10
Francisco de Assis Alencar
 
O perdão
O perdãoO perdão
Perdão e autoperdão
Perdão e autoperdãoPerdão e autoperdão
Perdão e autoperdão
Francisco de Assis Alencar
 
Cristo consolador cap vi Evang. Seg. Espiritismo
Cristo consolador   cap vi Evang. Seg. EspiritismoCristo consolador   cap vi Evang. Seg. Espiritismo
Cristo consolador cap vi Evang. Seg. Espiritismo
Francisco de Assis Alencar
 
Não se pode servir da deus e a mamón
Não se pode servir da deus e a mamónNão se pode servir da deus e a mamón
Não se pode servir da deus e a mamón
Francisco de Assis Alencar
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
Francisco de Assis Alencar
 
Opções diante da vida
Opções diante da vidaOpções diante da vida
Opções diante da vida
Francisco de Assis Alencar
 
O bem e o mal
O bem e o malO bem e o mal
Aprendendo a amar
Aprendendo a amarAprendendo a amar
Aprendendo a amar
Francisco de Assis Alencar
 
O médico jesus terapia do amor
O médico jesus terapia do amorO médico jesus terapia do amor
O médico jesus terapia do amor
Francisco de Assis Alencar
 
A codificação espírita
A codificação espíritaA codificação espírita
A codificação espírita
Francisco de Assis Alencar
 

Mais de Francisco de Assis Alencar (20)

Formas de caridade segundo Doutrina Espírita
Formas de caridade segundo Doutrina EspíritaFormas de caridade segundo Doutrina Espírita
Formas de caridade segundo Doutrina Espírita
 
O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)
O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)
O reino de amor segundo jesus (evangelho seg. o espiritismo cap 2)
 
Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos"
Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos" Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos"
Pagar o mal com o bem "Amai os vossos inimigos"
 
O poder do pensamento
O poder do pensamentoO poder do pensamento
O poder do pensamento
 
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
 
Atuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGO
Atuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGOAtuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGO
Atuação do Assistente Social no Comando de Saúde PMGO
 
Transformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. Barsanulfo
Transformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. BarsanulfoTransformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. Barsanulfo
Transformando nossas vidas - Núcleo Espírita Cristão E. Barsanulfo
 
Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)
Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)
Gratidao palestra livro Psicologia da Gratidão (Divaldo Franco)
 
Palestra vivência do evangelho
Palestra vivência do evangelhoPalestra vivência do evangelho
Palestra vivência do evangelho
 
A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10
A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10
A cólera - E.S.E. Cap IX itens 9 e 10
 
O perdão
O perdãoO perdão
O perdão
 
Perdão e autoperdão
Perdão e autoperdãoPerdão e autoperdão
Perdão e autoperdão
 
Cristo consolador cap vi Evang. Seg. Espiritismo
Cristo consolador   cap vi Evang. Seg. EspiritismoCristo consolador   cap vi Evang. Seg. Espiritismo
Cristo consolador cap vi Evang. Seg. Espiritismo
 
Não se pode servir da deus e a mamón
Não se pode servir da deus e a mamónNão se pode servir da deus e a mamón
Não se pode servir da deus e a mamón
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
 
Opções diante da vida
Opções diante da vidaOpções diante da vida
Opções diante da vida
 
O bem e o mal
O bem e o malO bem e o mal
O bem e o mal
 
Aprendendo a amar
Aprendendo a amarAprendendo a amar
Aprendendo a amar
 
O médico jesus terapia do amor
O médico jesus terapia do amorO médico jesus terapia do amor
O médico jesus terapia do amor
 
A codificação espírita
A codificação espíritaA codificação espírita
A codificação espírita
 

Último

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 

Último (12)

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 

Leis divinas

  • 1.
  • 2. LEI DIVINA - Noção de Lei NORMA, PRECEITO, PRINCÍPIO, REGRA; OBRIGAÇÃO IMPOSTA PELA CONSCIÊNCIA E PELA SOCIEDADE. LEI QUE É CONHECIDA PELA LUZ NATURAL DA RAZÃO COMO DERIVANDO DA NATUREZA DAS COISAS, QUE PROCEDE DE DEUS COMO AUTOR DA NATUREZA, E QUE GOVERNA A ATIVIDADE DO HOMEM PARA SEU FIM ÚLTIMO NATURAL. JUS NATURAE(DIREITONATURAL)
  • 3. LEI DIVINA Caracteres da Lei Natural DEUS É O AUTOR ETERNAS E IMUTÁVEIS LEIS FÍSICAS LEIS MORAIS MATÉRIA CIÊNCIA RELAÇÃO COM DEUS E SEUS SEMELHANTES UNIDADE E UNIVERSALIDADE
  • 4. LEI DIVINA Conhecimento da Lei Natural P. 621 – Onde está escrita a Lei de Deus? R. Na consciência do ser. Formação da consciência Mineral Atração Vegetal Sensação Animal Instinto Hominal Razão, Livre-Arbítrio FOMOS CRIADOS POTENCIALMENTE PERFEITOS
  • 5.
  • 9. REINO HOMINAL Princípio Inteligente Instinto Pensamento contínuo Razão Início do senso moral
  • 10. A natureza não dá saltos? Não há nada de especial na condição de espírita. A não ser a incessante busca do conhecimento. Principalmente o conhecimento de si mesmo. E é inevitável que isso se torne uma prática diária. Caso contrário, não há como levar adiante o projeto de reforma íntima, as tentativas de caridade
  • 11. A NATUREZA NÃO DÁ SALTOS Antes de reencarnarmos, nos comprometemos com um programa envolvendo inúmeros outros espíritos, encarnados e desencarnados.
  • 12. LEI DIVINA DIVISÃO DAS LEIS NATURAIS PROGRESSO IGUALDADE LIBERDADE ADORAÇÃO SOCIEDADE TRABALHO REPRODUÇÃO JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE DESTRUIÇÃO CONSERVAÇÃO
  • 13.  Do mesmo modo que a ciência, propriamente dita, tem por objeto o estudo das leis do princípio material, o objeto especial do Espiritismo é o conhecimento das leis do princípio espiritual, ..., disso resulta que o conhecimento de um não pode estar completo sem o conhecimento do outro  O Espiritismo, caminhando com o progresso, não será jamais ultrapassado, porque se novas descobertas lhe demonstrarem que está em erro sobre um ponto, modificar-se-á sobre este ponto; se uma nova verdade se revela, ele a aceita A Gênese – Cap 1 – Caracteres da Revelação Espírita
  • 14. A ciência sem a religião é manca, a religião sem a ciência é cega Albert Einstein O Espiritismo e a ciência se completam um pelo outro; a ciência sem o Espiritismo se encontra na impossibilidade de explicar certos fenômenos unicamente pelas leis da matéria; ao Espiritismo, sem a ciência, lhe faltaria apoio e controle. Allan Kardec - A Gênese – Capítulo 1 – Caracteres da Revelação Espírita
  • 15. CONCLUSÃO SAIBAMOS OUVIR A NOSSA VOZ INTERIOR, A FIM DE MELHOR COLOCAR EM PRÁTICA AS LEIS NATURAIS, ESCRITAS POR DEUS EM NOSSA CONSCIÊNCIA. FONTE DE CONSULTA KARDEC, A. O Livro dos Espíritos. 8. ed., São Paulo, FEESP, 1995.