SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCOLA DE AVIAÇÃO ASAS DE SOCORRO
CURSO DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO
AERONÁUTICA – MÓDULO CÉLULA
PROVA DE INSTRUMENTOS
NOME:_____________________________________________________
DATA:___/___/___. AVALIAÇÃO:________________
____________________________________________________________
01- As caixas dos instrumentos são feitas de:
a) Liga de plástico, ferro ou carvão.
b) Liga de ferro, aço e isopor.
c) Liga de magnésio, alumínio, ferro ou plástico.
d) Nenhuma das anteriores.
02- O plástico mais usado é:
a) Plastibom.
b) Baquelite.
c) Caucho.
d) Platão.
03- Mecanismos de instrumentos são embalados em caixas isoladas do ar, enquanto
outras:
a) Possuem lacres.
b) Possuem pintura especial.
c) Possuem orifício de ventilação.
d) Possuem janela de inspeção.
04- Alguns instrumentos usam pintura:
a) Sulphide Calcium.
b) Sulphide radium.
c) Northphide calcium.
d) Northphide radium.
05- As marcações de limites são coloridas em:
a) Preto, branco, azul e marrom.
b) Marrom, verde, azul e rosa.
c) Vermelho, amarelo, verde, azul e branco.
d) Azul, verde, marrom e lilás.
06- Os painéis de instrumentos são construídos em:
a) Chapa de Inox, brilhante, fria.
b) Chapa de alumínio, resistente e deflexão, com tinta fosca.
c) Chapa de aço grossa fácil de dobrar e sem pintura.
d) 2; 1 para cada piloto.
07- Os manômetros indicam:
a) Massa.
b) Peso.
c) Pressão.
d) Temperatura.
1
08- O instrumento que indicar errado, deve:
a) Ser reparado pelo mecânico no local.
b) Ser enviado para a fabrica a fim de ser reparado.
c) Deve ser enviado para a oficina a fim de ser reparado.
d) Nenhuma das acima.
09- A leitura do instrumento de sucção indica:
a) Diferença entre a temperatura atmosférica e o vácuo negativo.
b) Soma do vácuo com pressão atmosférico com pressão e atmosférica
c) Pressão e diferença de temperatura positiva.
d) Diferença entre pressão atmosférica e pressão negativa no sistema de vácuo.
10- As capsulas aneróide podem ser usadas para medir:
a) Pressões internas.
b) Pressões externas.
c) Pressões internas e externas, conforme o instrumento.
d) Pressões residuais ou acumulativas.
11- O tubo de Bourdon é usado para:
a) Medir dilatação.
b) Medir temperatura.
c) Medir pressão.
d) Medir Vácuo.
12- O elemento sensor para verificar temperatura dos gases de escape de turbina é:
a) Elemento capacitivo.
b) Termopar.
c) Resistor variável.
d) Capa.
13- O indicador de pressão de admissão é calibrado em:
a) Polegadas de Hg.
b) Polegadas de gH.
c) Centímetros de Hg.
d) Centímetros de gH.
14- Os instrumentos de vôo conectados a um sistema pitot-estático são:
a) Razão de subida e descida, velocímetro e climb.
b) Altímetro, velocímetro e climb de cabine.
c) Climb do velocímetro, altímetro e Variômetro.
d) Velocímetro, altímetro, razão subida e descida.
15- O tubo de pitot é montado no:
a) Lado interno da aeronave, evitando turbulência.
b) Lado médio da aeronave, centrando igualdade de pressões.
c) Lado de fora da aeronave, onde o fluxo sopra menos turbulência.
d) Lado de dentro e de fora, resultando na media.
2
16- A corrosão de um altímetro é:
a) Mecanismo audroide.
b) Mecanismo aneróide.
c) Mecanismo cardídeo.
d) Mecanismo arterial.
17- Os sensores medidores de temperatura tipo Temopor são ligadas em:
a) Serie.
b) Paralelo.
c) Serie-Paralelo.
d) Misto.
18- Nos indicadores de pressão são usados instrumentos que usam:
a) Diafragma.
b) Aneróide.
c) Capsula.
d) Tubo de Bourdon.
19- Velocímetros são instrumentos sensíveis que medem a:
a) Igualdade de pressão e indicam pressão de impacto e dinâmica.
b) Diferencia de pressão e indicam diferença entre pressão dinâmica e estática.
c) Soma de depressão e indicam igualdade entre pressões e temperatura.
d) Diferencia de pressão e indicam diferentes temperaturas com altitude.
20- O instrumento TURN AND BANK indica:
a) Execução correta de aproximação e inclinação de curva do avião.
b) Execução correta de curva coordenada e inclinação lateral do avião no solo.
c) Execução correta de curva coordenada e inclinação lateral do avião em vôo.
d) Nenhuma acima.
21- O sistema de indicação remota tipo “SINCRO” vem da palavra sicronía e se refere a
qualquer positivo elétrico capaz de:
a) Medir e indicar deflexão sincronizada.
b) Medir e indicar deflexão angular.
c) Medir e indicar deflexão linear.
d) Medir e indicar deflexão diferencial.
22- Num sistema de quantidade de combustível tipo capacitor, a capacitancia de um
capacitor depende de:
a) Perfil da chapa, distancia entre chapa e dialético.
b) Dialético, chapa 2 e isolamento.
c) Distância do dialético, grossura da chapa, a chapa.
d) Dialética, distancia entre as chapas, área chapas.
23- O medidor de RPM ( tacômetro) indica:
a) Velocidade anemometrica.
b) Velocidade do motor.
c) Velocidade do eixo de manivela e velocidade do eixo principal ou uma turbina.
d) Velocidade da caixa de engrenagem.
3
24- Termômetro do ar do comburador e da mistura ar combustível poderá ter um limite
de operação entre:
a) – 35 até + 35º C.
b) -35 até + 35º C.
c) –50 até + 85º C.
d) – 50 até + 50º C.
25- O termômetro de resistência elétrica opera pelo principio da mudança de resistência
elétrica. A resistência elétrica de um metal aumenta quando a:
a) Temperatura desce.
b) Temperatura sobe.
c) Temperatura permanece constante.
d) Pressão ambiente do campo aumenta.
26- Metais usados nos termo pares dos motores radiais e a jato são:
a) Cobre e ferro- alumel e cromel.
b) Ferro e cromel – alumel e cobre.
c) Ferro e constatam – Cromel e alumel.
d) Cromel e cobre – Alumel e ferro.
27- Indicadores de medir fluxo de combustível ( “Fuel Flow”) indicam:
a) Consumo de combustível.
b) Quantidade de combustível.
c) Galões de combustível.
d) Libras de combustível.
28- Um fator da rigidez giroscópica:
a) Rotação de mancais.
b) Massa.
c) Peso.
d) Velocidade direta.
29- O Valor do vácuo necessário para operação de instrumentos esta entre:
a) 3.0 e 4.0 polegadas.
b) 3.1/2 e 4 1/2 polegadas.
c) 4.0 e 5.0 polegadas
d) 4.1/2 e 5.1/2 polegadas.
30- No sistema de alarme de alerta auditivo, em aeronave com trem de pouso retratil, a
buzina sairá se:
a) Manete na frente e flap recolhido.
b) Manete na frente e o trem em transito.
c) Manete na frente e o trem em baixo.
d) Manete reduzidas e o trem em cima.
4

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Instrumentos (8)

Instrumento i celula02
Instrumento i celula02Instrumento i celula02
Instrumento i celula02
Evanildo Leal
 
Instrumentos (1)
Instrumentos  (1)Instrumentos  (1)
Instrumentos (1)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (2)
Instrumentos  (2)Instrumentos  (2)
Instrumentos (2)
Evanildo Leal
 
Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02
Evanildo Leal
 
Instrumentos (7)
Instrumentos  (7)Instrumentos  (7)
Instrumentos (7)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (6)
Instrumentos  (6)Instrumentos  (6)
Instrumentos (6)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (4)
Instrumentos  (4)Instrumentos  (4)
Instrumentos (4)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (3)
Instrumentos  (3)Instrumentos  (3)
Instrumentos (3)
Evanildo Leal
 
Instrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gabInstrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gab
Evanildo Leal
 
Instrumentos (5)
Instrumentos  (5)Instrumentos  (5)
Instrumentos (5)
Evanildo Leal
 
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docxSistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Evanildo Leal
 
Eletricidade 40 questoes
Eletricidade   40 questoesEletricidade   40 questoes
Eletricidade 40 questoes
Evanildo Leal
 
Prova aplicada de metrologia
Prova aplicada de metrologiaProva aplicada de metrologia
Prova aplicada de metrologia
12out10
 
Eletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabaritoEletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabarito
Evanildo Leal
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Ftq4 mediçoes alg signif
Ftq4 mediçoes alg signifFtq4 mediçoes alg signif
Ftq4 mediçoes alg signif
Maria Joao Sargento
 
Parte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docxParte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docx
Evanildo Leal
 
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
Tarcisio Lopes
 
Documento aula de manometro.pptx
Documento aula de manometro.pptxDocumento aula de manometro.pptx
Documento aula de manometro.pptx
RobertaRamos53
 
Engenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânica
Engenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânicaEngenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânica
Engenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânica
Renato Cibinelli Baccaro
 

Semelhante a Instrumentos (8) (20)

Instrumento i celula02
Instrumento i celula02Instrumento i celula02
Instrumento i celula02
 
Instrumentos (1)
Instrumentos  (1)Instrumentos  (1)
Instrumentos (1)
 
Instrumentos (2)
Instrumentos  (2)Instrumentos  (2)
Instrumentos (2)
 
Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02
 
Instrumentos (7)
Instrumentos  (7)Instrumentos  (7)
Instrumentos (7)
 
Instrumentos (6)
Instrumentos  (6)Instrumentos  (6)
Instrumentos (6)
 
Instrumentos (4)
Instrumentos  (4)Instrumentos  (4)
Instrumentos (4)
 
Instrumentos (3)
Instrumentos  (3)Instrumentos  (3)
Instrumentos (3)
 
Instrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gabInstrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gab
 
Instrumentos (5)
Instrumentos  (5)Instrumentos  (5)
Instrumentos (5)
 
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docxSistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
 
Eletricidade 40 questoes
Eletricidade   40 questoesEletricidade   40 questoes
Eletricidade 40 questoes
 
Prova aplicada de metrologia
Prova aplicada de metrologiaProva aplicada de metrologia
Prova aplicada de metrologia
 
Eletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabaritoEletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabarito
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Aula 5
 
Ftq4 mediçoes alg signif
Ftq4 mediçoes alg signifFtq4 mediçoes alg signif
Ftq4 mediçoes alg signif
 
Parte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docxParte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docx
 
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
 
Documento aula de manometro.pptx
Documento aula de manometro.pptxDocumento aula de manometro.pptx
Documento aula de manometro.pptx
 
Engenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânica
Engenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânicaEngenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânica
Engenheiro de equipamentos_petrobras_2010-_mecânica
 

Mais de Evanildo Leal

Sistema de oxigênio2
Sistema  de oxigênio2Sistema  de oxigênio2
Sistema de oxigênio2
Evanildo Leal
 
35 oxygen
35 oxygen35 oxygen
35 oxygen
Evanildo Leal
 
Sistema de oxigênio
Sistema de oxigênioSistema de oxigênio
Sistema de oxigênio
Evanildo Leal
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesEvanildo Leal
 
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.docHc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Evanildo Leal
 
Contexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.docContexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.doc
Evanildo Leal
 
Básico helicoptero
Básico helicopteroBásico helicoptero
Básico helicoptero
Evanildo Leal
 
Noções de eletricidade
Noções de eletricidadeNoções de eletricidade
Noções de eletricidade
Evanildo Leal
 
Eletricidade básica & motores e geradores gab
Eletricidade básica & motores e geradores   gabEletricidade básica & motores e geradores   gab
Eletricidade básica & motores e geradores gab
Evanildo Leal
 
Atividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básicaAtividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básica
Evanildo Leal
 
Eletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradoresEletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradores
Evanildo Leal
 
07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao
Evanildo Leal
 
06 materiais eletricos
06 materiais eletricos06 materiais eletricos
06 materiais eletricos
Evanildo Leal
 
05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos
Evanildo Leal
 
04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor
Evanildo Leal
 
03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao
Evanildo Leal
 
02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo
Evanildo Leal
 
01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos
Evanildo Leal
 
00 conteudo
00 conteudo00 conteudo
00 conteudo
Evanildo Leal
 
08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao
Evanildo Leal
 

Mais de Evanildo Leal (20)

Sistema de oxigênio2
Sistema  de oxigênio2Sistema  de oxigênio2
Sistema de oxigênio2
 
35 oxygen
35 oxygen35 oxygen
35 oxygen
 
Sistema de oxigênio
Sistema de oxigênioSistema de oxigênio
Sistema de oxigênio
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidades
 
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.docHc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
 
Contexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.docContexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.doc
 
Básico helicoptero
Básico helicopteroBásico helicoptero
Básico helicoptero
 
Noções de eletricidade
Noções de eletricidadeNoções de eletricidade
Noções de eletricidade
 
Eletricidade básica & motores e geradores gab
Eletricidade básica & motores e geradores   gabEletricidade básica & motores e geradores   gab
Eletricidade básica & motores e geradores gab
 
Atividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básicaAtividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básica
 
Eletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradoresEletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradores
 
07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao
 
06 materiais eletricos
06 materiais eletricos06 materiais eletricos
06 materiais eletricos
 
05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos
 
04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor
 
03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao
 
02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo
 
01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos
 
00 conteudo
00 conteudo00 conteudo
00 conteudo
 
08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao
 

Último

Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 

Último (20)

Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 

Instrumentos (8)

  • 1. ESCOLA DE AVIAÇÃO ASAS DE SOCORRO CURSO DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA – MÓDULO CÉLULA PROVA DE INSTRUMENTOS NOME:_____________________________________________________ DATA:___/___/___. AVALIAÇÃO:________________ ____________________________________________________________ 01- As caixas dos instrumentos são feitas de: a) Liga de plástico, ferro ou carvão. b) Liga de ferro, aço e isopor. c) Liga de magnésio, alumínio, ferro ou plástico. d) Nenhuma das anteriores. 02- O plástico mais usado é: a) Plastibom. b) Baquelite. c) Caucho. d) Platão. 03- Mecanismos de instrumentos são embalados em caixas isoladas do ar, enquanto outras: a) Possuem lacres. b) Possuem pintura especial. c) Possuem orifício de ventilação. d) Possuem janela de inspeção. 04- Alguns instrumentos usam pintura: a) Sulphide Calcium. b) Sulphide radium. c) Northphide calcium. d) Northphide radium. 05- As marcações de limites são coloridas em: a) Preto, branco, azul e marrom. b) Marrom, verde, azul e rosa. c) Vermelho, amarelo, verde, azul e branco. d) Azul, verde, marrom e lilás. 06- Os painéis de instrumentos são construídos em: a) Chapa de Inox, brilhante, fria. b) Chapa de alumínio, resistente e deflexão, com tinta fosca. c) Chapa de aço grossa fácil de dobrar e sem pintura. d) 2; 1 para cada piloto. 07- Os manômetros indicam: a) Massa. b) Peso. c) Pressão. d) Temperatura. 1
  • 2. 08- O instrumento que indicar errado, deve: a) Ser reparado pelo mecânico no local. b) Ser enviado para a fabrica a fim de ser reparado. c) Deve ser enviado para a oficina a fim de ser reparado. d) Nenhuma das acima. 09- A leitura do instrumento de sucção indica: a) Diferença entre a temperatura atmosférica e o vácuo negativo. b) Soma do vácuo com pressão atmosférico com pressão e atmosférica c) Pressão e diferença de temperatura positiva. d) Diferença entre pressão atmosférica e pressão negativa no sistema de vácuo. 10- As capsulas aneróide podem ser usadas para medir: a) Pressões internas. b) Pressões externas. c) Pressões internas e externas, conforme o instrumento. d) Pressões residuais ou acumulativas. 11- O tubo de Bourdon é usado para: a) Medir dilatação. b) Medir temperatura. c) Medir pressão. d) Medir Vácuo. 12- O elemento sensor para verificar temperatura dos gases de escape de turbina é: a) Elemento capacitivo. b) Termopar. c) Resistor variável. d) Capa. 13- O indicador de pressão de admissão é calibrado em: a) Polegadas de Hg. b) Polegadas de gH. c) Centímetros de Hg. d) Centímetros de gH. 14- Os instrumentos de vôo conectados a um sistema pitot-estático são: a) Razão de subida e descida, velocímetro e climb. b) Altímetro, velocímetro e climb de cabine. c) Climb do velocímetro, altímetro e Variômetro. d) Velocímetro, altímetro, razão subida e descida. 15- O tubo de pitot é montado no: a) Lado interno da aeronave, evitando turbulência. b) Lado médio da aeronave, centrando igualdade de pressões. c) Lado de fora da aeronave, onde o fluxo sopra menos turbulência. d) Lado de dentro e de fora, resultando na media. 2
  • 3. 16- A corrosão de um altímetro é: a) Mecanismo audroide. b) Mecanismo aneróide. c) Mecanismo cardídeo. d) Mecanismo arterial. 17- Os sensores medidores de temperatura tipo Temopor são ligadas em: a) Serie. b) Paralelo. c) Serie-Paralelo. d) Misto. 18- Nos indicadores de pressão são usados instrumentos que usam: a) Diafragma. b) Aneróide. c) Capsula. d) Tubo de Bourdon. 19- Velocímetros são instrumentos sensíveis que medem a: a) Igualdade de pressão e indicam pressão de impacto e dinâmica. b) Diferencia de pressão e indicam diferença entre pressão dinâmica e estática. c) Soma de depressão e indicam igualdade entre pressões e temperatura. d) Diferencia de pressão e indicam diferentes temperaturas com altitude. 20- O instrumento TURN AND BANK indica: a) Execução correta de aproximação e inclinação de curva do avião. b) Execução correta de curva coordenada e inclinação lateral do avião no solo. c) Execução correta de curva coordenada e inclinação lateral do avião em vôo. d) Nenhuma acima. 21- O sistema de indicação remota tipo “SINCRO” vem da palavra sicronía e se refere a qualquer positivo elétrico capaz de: a) Medir e indicar deflexão sincronizada. b) Medir e indicar deflexão angular. c) Medir e indicar deflexão linear. d) Medir e indicar deflexão diferencial. 22- Num sistema de quantidade de combustível tipo capacitor, a capacitancia de um capacitor depende de: a) Perfil da chapa, distancia entre chapa e dialético. b) Dialético, chapa 2 e isolamento. c) Distância do dialético, grossura da chapa, a chapa. d) Dialética, distancia entre as chapas, área chapas. 23- O medidor de RPM ( tacômetro) indica: a) Velocidade anemometrica. b) Velocidade do motor. c) Velocidade do eixo de manivela e velocidade do eixo principal ou uma turbina. d) Velocidade da caixa de engrenagem. 3
  • 4. 24- Termômetro do ar do comburador e da mistura ar combustível poderá ter um limite de operação entre: a) – 35 até + 35º C. b) -35 até + 35º C. c) –50 até + 85º C. d) – 50 até + 50º C. 25- O termômetro de resistência elétrica opera pelo principio da mudança de resistência elétrica. A resistência elétrica de um metal aumenta quando a: a) Temperatura desce. b) Temperatura sobe. c) Temperatura permanece constante. d) Pressão ambiente do campo aumenta. 26- Metais usados nos termo pares dos motores radiais e a jato são: a) Cobre e ferro- alumel e cromel. b) Ferro e cromel – alumel e cobre. c) Ferro e constatam – Cromel e alumel. d) Cromel e cobre – Alumel e ferro. 27- Indicadores de medir fluxo de combustível ( “Fuel Flow”) indicam: a) Consumo de combustível. b) Quantidade de combustível. c) Galões de combustível. d) Libras de combustível. 28- Um fator da rigidez giroscópica: a) Rotação de mancais. b) Massa. c) Peso. d) Velocidade direta. 29- O Valor do vácuo necessário para operação de instrumentos esta entre: a) 3.0 e 4.0 polegadas. b) 3.1/2 e 4 1/2 polegadas. c) 4.0 e 5.0 polegadas d) 4.1/2 e 5.1/2 polegadas. 30- No sistema de alarme de alerta auditivo, em aeronave com trem de pouso retratil, a buzina sairá se: a) Manete na frente e flap recolhido. b) Manete na frente e o trem em transito. c) Manete na frente e o trem em baixo. d) Manete reduzidas e o trem em cima. 4