SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
GEOGRAFIA
FÍSICA
Uma compreensão objetiva do meio em
que vivemos
Jade Maria Ferreira Farias
Joel Pereira Silva Neto
Concilene Souza Pires
Joelson Pereira da Graça
Apresentam:
Desde o nascimento da geografia e ciências durante o período grego clássico e até o final
do século XIX com o nascimento de antropogeografia ou geografia humana, a geografia
era quase exclusivamente uma ciência natural: o estudo de localização e gazetteer
descritivo de todos os lugares do mundo conhecido. Diversas obras entre as mais
conhecidas durante este longo período pode ser citado como um exemplo, de Estrabão
(Geografia), Eratóstenes (Geografia) ou periegetes Dionisio (Periegesis Oiceumene) na
Idade Antiga
A Geografia Física é uma vertente voltada para a análise dos elementos naturais do
espaço terrestre. Ela aborda as características da Terra, sua dinâmica e elementos
naturais, tais como o clima, relevo, geologia, topografia, cartografia, vegetação,
hidrografia, entre outros.
O que é Geografia física?
A historia da geografia física se confunde com a historia da cartografia. Tendo na antiguidade um caráter
intrinsicamente ligado a descrição das extensões da superfície e tem forte ligação com o conceito de região,
lugar e paisagem dentro da geografia. Os árabes interpretaram e comprovaram os estudos realizados pelos
primeiros geógrafos gregos e romanos, e exploraram a África e o sudoeste da Ásia. No século VIII, uns sábios
árabes traduziram a obra dos geógrafos gregos a sua língua. A tradução destes textos ao latim ajudou à
difusão dos conhecimentos geográficos gregos na Europa. A figura principal da geografia árabe foi a o-
Idrísi (1099-1166), famoso por seus detalhados mapas.
no século XIX a Geografia se consolidou enquanto ciência moderna, isto é, com o seu próprio
objeto de estudo e o seu método científico bem definido.
Alexander Von Humboldt (1769-1859) Karl Ritter (1779-1859)
Geomorfologia
Ramos da Geografia física
Geomorfologia
Hidrologia
Biogeografia
Climatologia
Paleogeografia
Geografia astronômica
Geomorfologia:
Para isso, tende a identificar, descrever e analisar tais formas, entendidas aqui como relevos,
assim como todos seus aspectos genéticos, cronológicos, morfológicos, morfométricos e
dinâmicos, tanto pretéritos como atuais e naturais ou antropogênico;
Estuda as formas residuais da Terra;
A geomorfologia centra-se no estudo das formas das paisagens, mas porque estes são o
resultado da dinâmica da litosfera como um todo, integra o conhecimento, em primeiro lugar de
outros ramos da geografia como a Climatologia, Hidrografia, Pedologia, Glaciologia,
Paleogeografia e, do outro lado, também integra contributos de outras ciências, para incluir o
impacto dos fenómenos biológicos, geológicos e antrópicos no relevo.
Hidrologia
é a ciência que estuda a ocorrência, distribuição e movimentação da água no planeta Terra. A
definição atual deve ser ampliada para incluir aspectos de qualidade da água, ecologia, poluição
e descontaminação.
Algumas áreas em que a hidrologia, foi subdividida são as seguintes:
Hidrometeorologia - é a parte da ciência que trata da água na atmosfera;
Limnologia - refere-se ao estudo dos lagos e reservatórios;
Potamologia ou fluviologia - trata do estudo dos rios;
Glaciologia ou criologia - é a área da ciência relacionada com a neve e o gelo na natureza;
Hidrogeologia - é o campo científico que trata das águas subterrâneas.
Biogeografia
é o estudo da distribuição das espécies e ecossistemas no espaço geográfico e através do tempo
geológico. Organismos e as comunidades biológicas variam de uma forma altamente regular ao
longo de gradientes geográficos de latitude, altitude, isolamento e área de habitat.
A biogeografia, para fins didáticos, é geralmente dividida em duas subáreas:
Biogeografia Histórica: Estuda como os processos ecológicos que ocorrem a longo prazo atuam sobre
o padrão de distribuição dos organismos; Explica a distribuição dos seres vivos em função de fatores
históricos.
Biogeografia Ecológica: Estuda como os processos ecológicos que ocorrem a curto prazo atuam sobre
o padrão de distribuição dos organismos; Analisa a distribuição dos seres vivos em função de suas
adaptações às condições atuais do meio.
Climatologia significa o estudo do clima. A palavra Clima deriva do grego e significa inclinação,
referindo-se à inclinação ou curvatura da Terra, que condiciona em grande parte os climas
terrestres.
O tempo atmosférico, por sua vez, é o estado atual ou momentâneo da atmosfera em um
determinado lugar e instante, caracterizado por vários elementos do clima: temperatura,
umidade, ventos, radiação, precipitação etc.
A climatologia é um ramo importante da Geografia e parte integrante da Meteorologia, embora
seja enfocada de maneira diversa por essas duas ciências.
Climatologia
Paleogeografia
A Paleogeografia consiste no estudo e descrição da Geografia Física do passado geológico, tal como
a reconstrução histórica do padrão da superfície terrestre ou de uma dada área num determinado
tempo do passado geológico, ou o estudo de sucessivas mudanças da superfície durante o tempo
geológico.
Geografia astronômica
A geografia astronômica ou areografia é o estudo da superfície de planetas sólidos como Vênus,
Marte e Mercúrio. Também é o estudo dos satélites que certos planetas possuem, caso da Lua de
nossa Terra. Ainda são estudos incipientes devido a falta, ou poucos dados que se tem sobre os
planetas e satélites do Sistema Solar. A geografia de Marte, no entanto, já esta relativamente
conhecida. Estes estudos geográficos são realizados por equipes multidisciplinares.
Geografia física do Brasil
Localização Geográfica: leste da América do Sul
Coordenadas Geográficas: 10º S 55º O
Limites geográficos: Guiana Francesa, Suriname, Guiana e Venezuela (Norte); Colômbia, Peru,
Bolívia, Paraguai e Argentina (Oeste) Uruguai (Sul) e Oceano Atlântico (Leste).
Área: 8.515.767,049 km² (fonte IBGE)
Fronteiras com os seguintes países: Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana,
Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.
Fronteira terrestre: 15.719 km
Extensão do litoral: 7.367 km
Clima: equatorial, tropical, tropical de altitude, tropical atlântico, subtropical e semi-árido
O primeiro fuso horário brasileiro encontra-se duas
horas atrasado em relação ao Meridiano de Greenwich
e uma hora adiantado em relação ao horário de
Brasília. Esse fuso abrange apenas algumas ilhas
oceânicas pertencentes ao Brasil, como Fernando de
Noronha e Penedos de São Pedro e São Paulo.
O segundo fuso horário do país encontra-se três horas
atrasado em relação a Greenwich e abrange a maior
parte do território nacional, com a totalidade das
regiões Nordeste, Sudeste e Sul, além dos estados do
Pará, Amapá, Tocantins, Goiás e o Distrito Federal. É o
horário oficial de Brasília.
Fusos horários
O terceiro fuso horário encontra-se quatro horas
atrasado em relação a Greenwich e uma hora em
relação ao horário de Brasília. No horário de verão,
essa diferença aumenta para duas horas, em relação
ao horário de Brasília, nos estados de Roraima,
Rondônia e Amazonas(que não adotam esse horário
especial) e permanece igual no Mato Grosso e Mato
Grosso do Sul (estados que adotam o horário de
verão).
O quarto fuso horário encontra-se cinco horas
atrasado em relação a Greenwich e duas horas em
relação ao horário de Brasília, aumentando para três
horas durante o horário de verão. Abrange somente o
estado do Acre e uma pequena parte oeste do
Amazonas. Esse fuso foi extinto no ano de 2008, onde
a área passou a integrar o fuso de -4, no entanto, em
setembro de 2013, essa extinção foi revogada após
aprovação em um referendo promulgado em 2010.
A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas:
escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos.
• Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano,
essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro.
Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do
país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em
terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas,
onde se formam minerais como ferro e manganês.
• Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que
abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era
Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era
Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um
intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies.
• Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território
nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram
submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o
basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais
férteis do Brasil, a “terra roxa”.
Geologia
Solos
Solo corresponde à decomposição de
rochas que ocorre por meio de ações
ligadas à temperatura, como o calor,
além de processos erosivos
provenientes da ação dos ventos,
chuva e seres vivos, tais como
bactérias e fungos.
O Brasil destaca-se como grande
produtor agrícola, fato proveniente
do extenso território e também da
fertilidade do solo.
Em razão da dimensão territorial do
Brasil, é possível identificar diversos
tipos de solo que são diferenciados
segundo a tonalidade, composição e
granulação.
Altitudes
Os planaltos e as depressões
representam as formas
predominantes, ocupando
cerca de 95% do território, e
têm origem e tanto cristalina
quanto sedimentar. Em
alguns pontos do território,
especialmente nas bordas dos
planaltos, o relevo apresenta-
se muito acidentado, como a
ocorrência de serras e
escarpas. As planícies
representam os 5% restantes
do território brasileiro e são
exclusivamente de origem
sedimentar.
Chuvas
O território nacional é
reconhecidamente diverso e
heterogêneo, apresentando
consigo um número muito
grande de características
naturais, a exemplo dos regimes
de chuvas. Em alguns locais,
chove mais e tem-se uma maior
disponibilidade natural de água;
em outros, as secas são mais
frequentes e a escassez hídrica
torna-se um problema a ser
enfrentado
Climas
O Brasil tem 93% de seu território
localizado no Hemisfério Sul, o
restante (7%) encontra-se no
Hemisfério Norte, isso significa que
o território está na zona
intertropical do planeta, com
exceção da região Sul.
Em virtude da imensidão do
território brasileiro (8 514 876 km²),
são identificados diversos tipos de
climas, sendo os principais:
equatorial, tropical, tropical de
altitude, tropical úmido, semiárido e
subtropical.
Vegetação
O tipo de vegetação de
determinada região irá
depender,
primordialmente, do seu
tipo de clima. Entretanto,
essa regra aplica-se
somente a vegetações
naturais ou nativas, pois
a formação vegetal é o
primeiro elemento da
paisagem que o homem
modifica e, portanto, está
em constante
transformação.
Por ter grandes
dimensões territoriais o
Brasil abriga oito tipos
principais de vegetação
natural.
Bacias hidrográficas
Bacia hidrográfica é uma área
onde ocorre a drenagem da água
das chuvas para um
determinado curso de água
(geralmente um rio). Com o
terreno em declive, a água de
diversas fontes (rios, ribeirões,
córregos, etc.) deságuam num
determinado rio, formando
assim uma bacia hidrográfica.
Logo, uma bacia hidrográfica é
formada por um rio principal (as
vezes dois ou três) e um
conjunto de afluentes que
deságuam neste rio principal.
A Importância da Geografia física está relacionada à necessidade de se conhecer o espaço
geográfico. Este pode ser entendido como o espaço produzido pelo homem e que está em constante
transformação ao longo do tempo. Podemos dizer, então, que o espaço geográfico possui um caráter
histórico e, por isso, é capaz de contar a história e as características da ação humana sobre o meio
em que vive.
REFERENCIAS:
IBGE-www.ibge.gov/geografia
Só Geografia- www.sogeografia.com.br
Mendonca,Francisco-Geografia Física: ciência Humana?-1989
PAISAGEM E GEOGRAFIA FÍSICA GLOBAL. ESBOÇO METODOLÓGICO-Georges BERTRAND
AB’SABER, A.N – Espaços Ocupados pela expansão dos climas secos na américa do sul, São Paulo,1997
Geossitemas: a história de uma procura Carlos Augusto de Figueiredo Monteiro
DAVIS, W.M.. (Nov 1899). "The geographical cycle
HACK, J.T. Dynamic equilibrium and landscape evolution
http://www.agb.org.br/publicacoes/index.php/terralivre/article/view/337

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cartografia HistóRia
Cartografia   HistóRiaCartografia   HistóRia
Cartografia HistóRia
Mateus Silva
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
Professor
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
Renata Rodrigues
 
Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1
Palloma Luana
 
1 lugar, território, espaço e paisagem
1 lugar, território, espaço e paisagem1 lugar, território, espaço e paisagem
1 lugar, território, espaço e paisagem
Fernanda Lopes
 
Introdução geografia
Introdução geografiaIntrodução geografia
Introdução geografia
aroudus
 

Mais procurados (20)

Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
 
Estruturas geológicas no mundo e Brasil
 Estruturas geológicas no mundo e Brasil Estruturas geológicas no mundo e Brasil
Estruturas geológicas no mundo e Brasil
 
Conceitos geograficos
Conceitos geograficosConceitos geograficos
Conceitos geograficos
 
Cartografia HistóRia
Cartografia   HistóRiaCartografia   HistóRia
Cartografia HistóRia
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
 
Intemperismo
IntemperismoIntemperismo
Intemperismo
 
As categorias da geografia
As categorias da geografiaAs categorias da geografia
As categorias da geografia
 
A Terra no Sistema Solar
A Terra no Sistema SolarA Terra no Sistema Solar
A Terra no Sistema Solar
 
Evolução do pensamento geográfico
Evolução do pensamento geográficoEvolução do pensamento geográfico
Evolução do pensamento geográfico
 
Introdução A Geografia
Introdução A GeografiaIntrodução A Geografia
Introdução A Geografia
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
 
Crosta terrestre
Crosta terrestreCrosta terrestre
Crosta terrestre
 
Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
 
1 lugar, território, espaço e paisagem
1 lugar, território, espaço e paisagem1 lugar, território, espaço e paisagem
1 lugar, território, espaço e paisagem
 
Introdução geografia
Introdução geografiaIntrodução geografia
Introdução geografia
 
Regionalização
RegionalizaçãoRegionalização
Regionalização
 

Destaque

LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIROLOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
DANUBIA ZANOTELLI
 
Tipos de solos
Tipos de solosTipos de solos
Tipos de solos
dela28
 
Direitos humanos - Direito à Educação
Direitos humanos - Direito à EducaçãoDireitos humanos - Direito à Educação
Direitos humanos - Direito à Educação
AK47J
 
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiroExtensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
Marco Santos
 
Educação em direitos humanos
Educação em direitos humanosEducação em direitos humanos
Educação em direitos humanos
escolamuller
 
Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba
Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm baGeografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba
Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba
Nilberte
 
O TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio BrasileiroO TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio Brasileiro
guest36d66b7
 
A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
Nilberte Correia
 

Destaque (16)

LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIROLOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
 
Tipos de solos
Tipos de solosTipos de solos
Tipos de solos
 
Direitos humanos - Direito à Educação
Direitos humanos - Direito à EducaçãoDireitos humanos - Direito à Educação
Direitos humanos - Direito à Educação
 
Brasil físico (geografia física - mapas)
Brasil físico (geografia física - mapas)Brasil físico (geografia física - mapas)
Brasil físico (geografia física - mapas)
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
 
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiroExtensão, localização e regionalização do território brasileiro
Extensão, localização e regionalização do território brasileiro
 
Brasil PosiçAo Geografica, Fusos,Fronteiras
Brasil PosiçAo Geografica, Fusos,FronteirasBrasil PosiçAo Geografica, Fusos,Fronteiras
Brasil PosiçAo Geografica, Fusos,Fronteiras
 
Educação em direitos humanos
Educação em direitos humanosEducação em direitos humanos
Educação em direitos humanos
 
Powerpoint Solo
Powerpoint   SoloPowerpoint   Solo
Powerpoint Solo
 
Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba
Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm baGeografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba
Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos humanos
Direitos humanos Direitos humanos
Direitos humanos
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
O TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio BrasileiroO TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio Brasileiro
 
Slides Geografia do Brasil
Slides Geografia do BrasilSlides Geografia do Brasil
Slides Geografia do Brasil
 
A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
 

Semelhante a Geografia física

Trabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matievicz
Trabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matieviczTrabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matievicz
Trabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matievicz
mauromati
 
Apostila de geografia 100% formatada certa
Apostila de geografia 100% formatada certaApostila de geografia 100% formatada certa
Apostila de geografia 100% formatada certa
Renato Brasil
 
Uma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdf
Uma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdfUma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdf
Uma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdf
DavidCota13
 
História da Terra
História da TerraHistória da Terra
História da Terra
Zé Matos
 
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Paulo Andrade
 
Geografia biblica slide
Geografia biblica slideGeografia biblica slide
Geografia biblica slide
André Rocha
 
Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)
Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)
Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)
Alexandre Alves
 

Semelhante a Geografia física (20)

1º E.M (mód. 01)
1º E.M (mód. 01)1º E.M (mód. 01)
1º E.M (mód. 01)
 
A Estrutura Geológica.ppt
A Estrutura Geológica.pptA Estrutura Geológica.ppt
A Estrutura Geológica.ppt
 
Trabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matievicz
Trabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matieviczTrabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matievicz
Trabalho Complementação Pedagogica Em Informatica Tie power mauro_matievicz
 
Apostila de geografia 100% formatada certa
Apostila de geografia 100% formatada certaApostila de geografia 100% formatada certa
Apostila de geografia 100% formatada certa
 
Geografia estrutura geologica
Geografia   estrutura geologicaGeografia   estrutura geologica
Geografia estrutura geologica
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
Geologia brasileira
Geologia brasileiraGeologia brasileira
Geologia brasileira
 
Uma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdf
Uma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdfUma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdf
Uma pequena introdução a diferente ramos da geologia - 1 - Aula 1 Geologia.pdf
 
História da Terra
História da TerraHistória da Terra
História da Terra
 
Estruturas e formas do planeta terra
Estruturas e formas do planeta terraEstruturas e formas do planeta terra
Estruturas e formas do planeta terra
 
Geografia relevo aprovação virtual
Geografia relevo aprovação virtualGeografia relevo aprovação virtual
Geografia relevo aprovação virtual
 
Tema: Geografia e importancia de conhecer essa ciência. Aula 01 - O que é Geo...
Tema: Geografia e importancia de conhecer essa ciência. Aula 01 - O que é Geo...Tema: Geografia e importancia de conhecer essa ciência. Aula 01 - O que é Geo...
Tema: Geografia e importancia de conhecer essa ciência. Aula 01 - O que é Geo...
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
 
Prof Demétrio Melo - Geografia TD Brasil: Estrutura Geológica, Relevo e Minerais
Prof Demétrio Melo - Geografia TD Brasil: Estrutura Geológica, Relevo e MineraisProf Demétrio Melo - Geografia TD Brasil: Estrutura Geológica, Relevo e Minerais
Prof Demétrio Melo - Geografia TD Brasil: Estrutura Geológica, Relevo e Minerais
 
A GRANDE COLISÃO PRÉ-CAMBRIANA DO SUDESTE BRASILEIRO E A ESTRUTURAÇÃO REGIONAL
A GRANDE COLISÃO PRÉ-CAMBRIANA DO SUDESTE BRASILEIRO E A ESTRUTURAÇÃO REGIONALA GRANDE COLISÃO PRÉ-CAMBRIANA DO SUDESTE BRASILEIRO E A ESTRUTURAÇÃO REGIONAL
A GRANDE COLISÃO PRÉ-CAMBRIANA DO SUDESTE BRASILEIRO E A ESTRUTURAÇÃO REGIONAL
 
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
 
Geografia biblica slide
Geografia biblica slideGeografia biblica slide
Geografia biblica slide
 
História da Terra
História da TerraHistória da Terra
História da Terra
 
Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)
Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)
Cap2 7ºano (1ºbi – 2ºts)
 
A história da terra
A história da terraA história da terra
A história da terra
 

Geografia física

  • 1. GEOGRAFIA FÍSICA Uma compreensão objetiva do meio em que vivemos Jade Maria Ferreira Farias Joel Pereira Silva Neto Concilene Souza Pires Joelson Pereira da Graça Apresentam:
  • 2. Desde o nascimento da geografia e ciências durante o período grego clássico e até o final do século XIX com o nascimento de antropogeografia ou geografia humana, a geografia era quase exclusivamente uma ciência natural: o estudo de localização e gazetteer descritivo de todos os lugares do mundo conhecido. Diversas obras entre as mais conhecidas durante este longo período pode ser citado como um exemplo, de Estrabão (Geografia), Eratóstenes (Geografia) ou periegetes Dionisio (Periegesis Oiceumene) na Idade Antiga
  • 3. A Geografia Física é uma vertente voltada para a análise dos elementos naturais do espaço terrestre. Ela aborda as características da Terra, sua dinâmica e elementos naturais, tais como o clima, relevo, geologia, topografia, cartografia, vegetação, hidrografia, entre outros. O que é Geografia física?
  • 4. A historia da geografia física se confunde com a historia da cartografia. Tendo na antiguidade um caráter intrinsicamente ligado a descrição das extensões da superfície e tem forte ligação com o conceito de região, lugar e paisagem dentro da geografia. Os árabes interpretaram e comprovaram os estudos realizados pelos primeiros geógrafos gregos e romanos, e exploraram a África e o sudoeste da Ásia. No século VIII, uns sábios árabes traduziram a obra dos geógrafos gregos a sua língua. A tradução destes textos ao latim ajudou à difusão dos conhecimentos geográficos gregos na Europa. A figura principal da geografia árabe foi a o- Idrísi (1099-1166), famoso por seus detalhados mapas.
  • 5. no século XIX a Geografia se consolidou enquanto ciência moderna, isto é, com o seu próprio objeto de estudo e o seu método científico bem definido. Alexander Von Humboldt (1769-1859) Karl Ritter (1779-1859)
  • 6.
  • 8. Ramos da Geografia física Geomorfologia Hidrologia Biogeografia Climatologia Paleogeografia Geografia astronômica
  • 9. Geomorfologia: Para isso, tende a identificar, descrever e analisar tais formas, entendidas aqui como relevos, assim como todos seus aspectos genéticos, cronológicos, morfológicos, morfométricos e dinâmicos, tanto pretéritos como atuais e naturais ou antropogênico; Estuda as formas residuais da Terra; A geomorfologia centra-se no estudo das formas das paisagens, mas porque estes são o resultado da dinâmica da litosfera como um todo, integra o conhecimento, em primeiro lugar de outros ramos da geografia como a Climatologia, Hidrografia, Pedologia, Glaciologia, Paleogeografia e, do outro lado, também integra contributos de outras ciências, para incluir o impacto dos fenómenos biológicos, geológicos e antrópicos no relevo.
  • 10. Hidrologia é a ciência que estuda a ocorrência, distribuição e movimentação da água no planeta Terra. A definição atual deve ser ampliada para incluir aspectos de qualidade da água, ecologia, poluição e descontaminação. Algumas áreas em que a hidrologia, foi subdividida são as seguintes: Hidrometeorologia - é a parte da ciência que trata da água na atmosfera; Limnologia - refere-se ao estudo dos lagos e reservatórios; Potamologia ou fluviologia - trata do estudo dos rios; Glaciologia ou criologia - é a área da ciência relacionada com a neve e o gelo na natureza; Hidrogeologia - é o campo científico que trata das águas subterrâneas.
  • 11. Biogeografia é o estudo da distribuição das espécies e ecossistemas no espaço geográfico e através do tempo geológico. Organismos e as comunidades biológicas variam de uma forma altamente regular ao longo de gradientes geográficos de latitude, altitude, isolamento e área de habitat. A biogeografia, para fins didáticos, é geralmente dividida em duas subáreas: Biogeografia Histórica: Estuda como os processos ecológicos que ocorrem a longo prazo atuam sobre o padrão de distribuição dos organismos; Explica a distribuição dos seres vivos em função de fatores históricos. Biogeografia Ecológica: Estuda como os processos ecológicos que ocorrem a curto prazo atuam sobre o padrão de distribuição dos organismos; Analisa a distribuição dos seres vivos em função de suas adaptações às condições atuais do meio.
  • 12. Climatologia significa o estudo do clima. A palavra Clima deriva do grego e significa inclinação, referindo-se à inclinação ou curvatura da Terra, que condiciona em grande parte os climas terrestres. O tempo atmosférico, por sua vez, é o estado atual ou momentâneo da atmosfera em um determinado lugar e instante, caracterizado por vários elementos do clima: temperatura, umidade, ventos, radiação, precipitação etc. A climatologia é um ramo importante da Geografia e parte integrante da Meteorologia, embora seja enfocada de maneira diversa por essas duas ciências. Climatologia
  • 13. Paleogeografia A Paleogeografia consiste no estudo e descrição da Geografia Física do passado geológico, tal como a reconstrução histórica do padrão da superfície terrestre ou de uma dada área num determinado tempo do passado geológico, ou o estudo de sucessivas mudanças da superfície durante o tempo geológico.
  • 14. Geografia astronômica A geografia astronômica ou areografia é o estudo da superfície de planetas sólidos como Vênus, Marte e Mercúrio. Também é o estudo dos satélites que certos planetas possuem, caso da Lua de nossa Terra. Ainda são estudos incipientes devido a falta, ou poucos dados que se tem sobre os planetas e satélites do Sistema Solar. A geografia de Marte, no entanto, já esta relativamente conhecida. Estes estudos geográficos são realizados por equipes multidisciplinares.
  • 15. Geografia física do Brasil Localização Geográfica: leste da América do Sul Coordenadas Geográficas: 10º S 55º O Limites geográficos: Guiana Francesa, Suriname, Guiana e Venezuela (Norte); Colômbia, Peru, Bolívia, Paraguai e Argentina (Oeste) Uruguai (Sul) e Oceano Atlântico (Leste). Área: 8.515.767,049 km² (fonte IBGE) Fronteiras com os seguintes países: Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Fronteira terrestre: 15.719 km Extensão do litoral: 7.367 km Clima: equatorial, tropical, tropical de altitude, tropical atlântico, subtropical e semi-árido
  • 16. O primeiro fuso horário brasileiro encontra-se duas horas atrasado em relação ao Meridiano de Greenwich e uma hora adiantado em relação ao horário de Brasília. Esse fuso abrange apenas algumas ilhas oceânicas pertencentes ao Brasil, como Fernando de Noronha e Penedos de São Pedro e São Paulo. O segundo fuso horário do país encontra-se três horas atrasado em relação a Greenwich e abrange a maior parte do território nacional, com a totalidade das regiões Nordeste, Sudeste e Sul, além dos estados do Pará, Amapá, Tocantins, Goiás e o Distrito Federal. É o horário oficial de Brasília. Fusos horários
  • 17. O terceiro fuso horário encontra-se quatro horas atrasado em relação a Greenwich e uma hora em relação ao horário de Brasília. No horário de verão, essa diferença aumenta para duas horas, em relação ao horário de Brasília, nos estados de Roraima, Rondônia e Amazonas(que não adotam esse horário especial) e permanece igual no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul (estados que adotam o horário de verão). O quarto fuso horário encontra-se cinco horas atrasado em relação a Greenwich e duas horas em relação ao horário de Brasília, aumentando para três horas durante o horário de verão. Abrange somente o estado do Acre e uma pequena parte oeste do Amazonas. Esse fuso foi extinto no ano de 2008, onde a área passou a integrar o fuso de -4, no entanto, em setembro de 2013, essa extinção foi revogada após aprovação em um referendo promulgado em 2010.
  • 18. A superfície brasileira é constituída basicamente por três estruturas geológicas: escudos cristalinos, bacias sedimentares e terrenos vulcânicos. • Escudos cristalinos: são áreas cuja superfície se constituiu no Pré-Cambriano, essa estrutura geológica abrange aproximadamente 36% do território brasileiro. Nas regiões que se formaram no éon Arqueano (o qual ocupa cerca de 32% do país) existem diversos tipos de rochas, com destaque para o granito. Em terrenos formados no éon Proterozoico são encontradas rochas metamórficas, onde se formam minerais como ferro e manganês. • Bacias sedimentares: estrutura geológica de formação mais recente, que abrange pelo menos 58% do país. Em regiões onde o terreno se formou na era Paleozoica existem jazidas carboníferas. Em terrenos formados na era Mesozoica existem jazidas petrolíferas. Em áreas da era Cenozoica ocorre um intenso processo de sedimentação que corresponde às planícies. • Terrenos vulcânicos: esse tipo de estrutura ocupa somente 8% do território nacional, isso acontece por ser uma formação mais rara. Tais terrenos foram submetidos a derrames vulcânicos, as lavas deram origem a rochas, como o basalto e o diabásio, o primeiro é responsável pela formação dos solos mais férteis do Brasil, a “terra roxa”. Geologia
  • 19. Solos Solo corresponde à decomposição de rochas que ocorre por meio de ações ligadas à temperatura, como o calor, além de processos erosivos provenientes da ação dos ventos, chuva e seres vivos, tais como bactérias e fungos. O Brasil destaca-se como grande produtor agrícola, fato proveniente do extenso território e também da fertilidade do solo. Em razão da dimensão territorial do Brasil, é possível identificar diversos tipos de solo que são diferenciados segundo a tonalidade, composição e granulação.
  • 20. Altitudes Os planaltos e as depressões representam as formas predominantes, ocupando cerca de 95% do território, e têm origem e tanto cristalina quanto sedimentar. Em alguns pontos do território, especialmente nas bordas dos planaltos, o relevo apresenta- se muito acidentado, como a ocorrência de serras e escarpas. As planícies representam os 5% restantes do território brasileiro e são exclusivamente de origem sedimentar.
  • 21. Chuvas O território nacional é reconhecidamente diverso e heterogêneo, apresentando consigo um número muito grande de características naturais, a exemplo dos regimes de chuvas. Em alguns locais, chove mais e tem-se uma maior disponibilidade natural de água; em outros, as secas são mais frequentes e a escassez hídrica torna-se um problema a ser enfrentado
  • 22. Climas O Brasil tem 93% de seu território localizado no Hemisfério Sul, o restante (7%) encontra-se no Hemisfério Norte, isso significa que o território está na zona intertropical do planeta, com exceção da região Sul. Em virtude da imensidão do território brasileiro (8 514 876 km²), são identificados diversos tipos de climas, sendo os principais: equatorial, tropical, tropical de altitude, tropical úmido, semiárido e subtropical.
  • 23. Vegetação O tipo de vegetação de determinada região irá depender, primordialmente, do seu tipo de clima. Entretanto, essa regra aplica-se somente a vegetações naturais ou nativas, pois a formação vegetal é o primeiro elemento da paisagem que o homem modifica e, portanto, está em constante transformação. Por ter grandes dimensões territoriais o Brasil abriga oito tipos principais de vegetação natural.
  • 24. Bacias hidrográficas Bacia hidrográfica é uma área onde ocorre a drenagem da água das chuvas para um determinado curso de água (geralmente um rio). Com o terreno em declive, a água de diversas fontes (rios, ribeirões, córregos, etc.) deságuam num determinado rio, formando assim uma bacia hidrográfica. Logo, uma bacia hidrográfica é formada por um rio principal (as vezes dois ou três) e um conjunto de afluentes que deságuam neste rio principal.
  • 25. A Importância da Geografia física está relacionada à necessidade de se conhecer o espaço geográfico. Este pode ser entendido como o espaço produzido pelo homem e que está em constante transformação ao longo do tempo. Podemos dizer, então, que o espaço geográfico possui um caráter histórico e, por isso, é capaz de contar a história e as características da ação humana sobre o meio em que vive.
  • 26.
  • 27. REFERENCIAS: IBGE-www.ibge.gov/geografia Só Geografia- www.sogeografia.com.br Mendonca,Francisco-Geografia Física: ciência Humana?-1989 PAISAGEM E GEOGRAFIA FÍSICA GLOBAL. ESBOÇO METODOLÓGICO-Georges BERTRAND AB’SABER, A.N – Espaços Ocupados pela expansão dos climas secos na américa do sul, São Paulo,1997 Geossitemas: a história de uma procura Carlos Augusto de Figueiredo Monteiro DAVIS, W.M.. (Nov 1899). "The geographical cycle HACK, J.T. Dynamic equilibrium and landscape evolution http://www.agb.org.br/publicacoes/index.php/terralivre/article/view/337