SlideShare uma empresa Scribd logo
A princesa e a ervilha
Era uma vez um príncipe que queria se casar com uma
princesa, mas uma princesa de verdade, de sangue real
meeeeesmo. Viajou pelo mundo inteiro, à procura da
princesa dos seus sonhos, mas todas as que
encontravam tinham algum defeito. Não é que faltassem
princesas, não: havia de sobra, mas a dificuldade era
saber se realmente eram de sangue real.
E o príncipe retornou ao seu castelo
muito triste e desiludido,
pois queria muito casar
com uma princesa de verdade.
Uma noite desabou uma tempestade medonha. Chovia
desabaladamente, com trovoadas, raios, relâmpagos.
Um espetáculo tremendo! De repente bateram à porta
do castelo, e o rei em pessoa foi atender, pois os
criados estavam ocupados enxugando as salas cujas
janelas foram abertas pela tempestade.
Era uma moça, que dizia ser uma
princesa. Mas estava encharcada
de tal maneira, os cabelos
escorrendo, as roupas grudadas
ao corpo, os sapatos quase
desmanchando...
Que era difícil acreditar que
fosse realmente uma princesa real.
A moça tanto afirmou que era uma princesa que a rainha
pensou numa forma de provar se o que ela dizia era verdade.
Ordenou que sua criada de confiança empilhasse vinte
colchões no quarto de hóspedes e colocou sob eles uma
ervilha. Aquela seria a cama da “princesa”.
A moça estranhou a altura da cama,
mas conseguiu, com a ajuda de uma
escada, se deitar.
No dia seguinte, a rainha perguntou
como ela havia dormido.
_Oh! Não consegui dormir
_respondeu a moça,
_havia algo duro na minha cama,
e me deixou até manchas roxas no corpo!
O rei, a rainha e o príncipe se olharam com surpresa. A
moça era realmente uma princesa! Só mesmo uma
princesa verdadeira teria pele tão sensível para sentir um
grão de ervilha sob vinte colchões!!!
O príncipe casou com a princesa, feliz da vida, e a ervilha
foi enviada para um museu, e ainda deve estar por lá...
Acredite se quiser, mas esta história realmente aconteceu!
Adaptado do conto de
Hans Christian Andersen
EXPLORANDO O TEXTO
• O texto é apropriado para trabalhar
com alunos do Ciclo Complementar?
• Podemos “Desenvolver atitudes e
disposições favoráveis a leitura” a
partir deste texto?
• Podemos avaliar essa capacidade por
meio de uma atividade escrita?
• Com este texto conseguimos identificar o
gênero textual? Qual é o gênero?
• E a função, podemos identificá-la? Qual é
a função deste texto?
• Conseguimos, a partir do gênero,
antecipar o conteúdo? Este texto é um
conto e pode ter, por exemplo, conteúdos
como ingredientes e modo de fazer? Qual
seria o conteúdo deste texto?
• É possível compreender frases ou partes
deste texto? Identificar o assunto, o tema,
ou seja, o sentido global? Com este texto os
alunos identificam informações explícitas?
• Neste texto há alguma palavra que
podemos inferir o sentido pelo contexto de
uso? Qual palavra é esta?
• Neste texto podemos perceber diferentes
falas? De quem?
• Neste texto há ironia? Há humor?
• Podemos identificar neste texto
palavras que indicam tempo?
Intensidade?
• Neste texto há relação causa/
consequência marcada por
conjunções entre partes e elementos
do texto?
• Observe a imagem. O que ela nos
diz?
• A pontuação deste texto contribui
para orientar na produção de
sentido? O que marca o diálogo
neste texto? É comum?
• Neste texto existe alguma palavra ou
expressão que ( substitui) algum
personagem do texto?
• Este texto permite o aluno posicionar-
se criticamente?
• Com este texto o aluno pode fazer uma
leitura oral com fluência e
expressividade? É possível avaliar esta
capacidade com uma questão escrita?
• Qual o conflito gerador deste texto?
• É possível identificar elementos da
narrativa neste texto?
 Explorando o texto a princesa e a ervilha

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios de revisão
Exercícios de revisãoExercícios de revisão
Exercícios de revisão
PaolaLins
 
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivosExercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Pastor Juscelino Freitas
 
Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação
Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação
Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação
Lorena Lopes
 
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
João Medeiros
 
Atividade sobre o genero textual relato
Atividade sobre o genero textual relatoAtividade sobre o genero textual relato
Atividade sobre o genero textual relato
Marilza Fuentes
 
A maior flor do mundo atividades interpretação
A maior flor do mundo atividades interpretaçãoA maior flor do mundo atividades interpretação
A maior flor do mundo atividades interpretação
Constantino Alves
 
Crônicas para o 5º ano
Crônicas para o 5º anoCrônicas para o 5º ano
Sequência didática - resenha e sinopse
Sequência didática  - resenha e sinopse Sequência didática  - resenha e sinopse
Sequência didática - resenha e sinopse
Roberta Vuaden
 
Apresentação sobre contos de aventura.pdf
Apresentação sobre contos de aventura.pdfApresentação sobre contos de aventura.pdf
Apresentação sobre contos de aventura.pdf
2014fernanda
 
A princesa e o sapo
A princesa e o sapoA princesa e o sapo
A princesa e o sapo
Suzy Santana
 
Paradigmas de conjugação de verbos regulares
Paradigmas de conjugação de verbos regularesParadigmas de conjugação de verbos regulares
Paradigmas de conjugação de verbos regulares
ma.no.el.ne.ves
 
Redação: Fábula, Parábola e Apólogo
Redação: Fábula, Parábola e ApólogoRedação: Fábula, Parábola e Apólogo
Redação: Fábula, Parábola e Apólogo
7 de Setembro
 
Contos - 7G - Uma Aventura na Ilha
Contos - 7G - Uma Aventura na IlhaContos - 7G - Uma Aventura na Ilha
Contos - 7G - Uma Aventura na Ilha
bedjoaoii
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Vilma Amaral
 
Contos, causos e fábulas
Contos, causos e fábulasContos, causos e fábulas
Contos, causos e fábulas
Escola Silene de Andrade
 
Simulado 5c2ba-ano-lp-2
Simulado 5c2ba-ano-lp-2Simulado 5c2ba-ano-lp-2
Simulado 5c2ba-ano-lp-2
Cidinha Paulo
 
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos AdvérbiosAula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
Letras Mágicas
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
Ana Arminda Moreira
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
Any Tabuada
 
Uma aventura literária 2013 texto original - a casa assombrada - marta coel...
Uma aventura literária 2013   texto original - a casa assombrada - marta coel...Uma aventura literária 2013   texto original - a casa assombrada - marta coel...
Uma aventura literária 2013 texto original - a casa assombrada - marta coel...
tecaromeugil
 

Mais procurados (20)

Exercícios de revisão
Exercícios de revisãoExercícios de revisão
Exercícios de revisão
 
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivosExercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
Exercícios de língua portuguesa substantivos e adjetivos
 
Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação
Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação
Conto: A princesa e o sapo Leitura e interpretação
 
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
Atividades de Português: Uso dos Porquês - Numeral - Interjeição.
 
Atividade sobre o genero textual relato
Atividade sobre o genero textual relatoAtividade sobre o genero textual relato
Atividade sobre o genero textual relato
 
A maior flor do mundo atividades interpretação
A maior flor do mundo atividades interpretaçãoA maior flor do mundo atividades interpretação
A maior flor do mundo atividades interpretação
 
Crônicas para o 5º ano
Crônicas para o 5º anoCrônicas para o 5º ano
Crônicas para o 5º ano
 
Sequência didática - resenha e sinopse
Sequência didática  - resenha e sinopse Sequência didática  - resenha e sinopse
Sequência didática - resenha e sinopse
 
Apresentação sobre contos de aventura.pdf
Apresentação sobre contos de aventura.pdfApresentação sobre contos de aventura.pdf
Apresentação sobre contos de aventura.pdf
 
A princesa e o sapo
A princesa e o sapoA princesa e o sapo
A princesa e o sapo
 
Paradigmas de conjugação de verbos regulares
Paradigmas de conjugação de verbos regularesParadigmas de conjugação de verbos regulares
Paradigmas de conjugação de verbos regulares
 
Redação: Fábula, Parábola e Apólogo
Redação: Fábula, Parábola e ApólogoRedação: Fábula, Parábola e Apólogo
Redação: Fábula, Parábola e Apólogo
 
Contos - 7G - Uma Aventura na Ilha
Contos - 7G - Uma Aventura na IlhaContos - 7G - Uma Aventura na Ilha
Contos - 7G - Uma Aventura na Ilha
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
 
Contos, causos e fábulas
Contos, causos e fábulasContos, causos e fábulas
Contos, causos e fábulas
 
Simulado 5c2ba-ano-lp-2
Simulado 5c2ba-ano-lp-2Simulado 5c2ba-ano-lp-2
Simulado 5c2ba-ano-lp-2
 
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos AdvérbiosAula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
Uma aventura literária 2013 texto original - a casa assombrada - marta coel...
Uma aventura literária 2013   texto original - a casa assombrada - marta coel...Uma aventura literária 2013   texto original - a casa assombrada - marta coel...
Uma aventura literária 2013 texto original - a casa assombrada - marta coel...
 

Destaque

Grelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilha
Grelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilhaGrelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilha
Grelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilha
Luísa Marques
 
O preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadasO preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadas
Clarice-Borges
 
História da princesa Violeta
História da princesa VioletaHistória da princesa Violeta
História da princesa Violetajinfcorredoura
 
Princesas africanas livros
Princesas africanas   livrosPrincesas africanas   livros
Princesas africanas livros
Regina Celi Rocha
 
Literatura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenilLiteratura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenil
Juciara Brito
 
Histórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power pointHistórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power point
dione mompean fernandes
 

Destaque (6)

Grelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilha
Grelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilhaGrelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilha
Grelha de análise de trabalhos a princesa e a ervilha
 
O preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadasO preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadas
 
História da princesa Violeta
História da princesa VioletaHistória da princesa Violeta
História da princesa Violeta
 
Princesas africanas livros
Princesas africanas   livrosPrincesas africanas   livros
Princesas africanas livros
 
Literatura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenilLiteratura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenil
 
Histórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power pointHistórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power point
 

Semelhante a Explorando o texto a princesa e a ervilha

A princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritoresA princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritores
pipatcleopoldina
 
Conto
ContoConto
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
EduardaMedeiros18
 
Ficha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdfFicha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdf
lasalete marques
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
Suzy Santana
 
Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15
Paula Rebelo
 
Lp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilhaLp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilha
Central Didática
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdfCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
ANAPAULADEPAIVAMAITA
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdfCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
Antônia marta Silvestre da Silva
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
vera1979
 
1 trimestral 6 ano
1 trimestral  6 ano1 trimestral  6 ano
Anexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - MercesAnexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - Merces
MariadasMerces
 
A princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºbA princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºb
IsabelPereira2010
 
Prova portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdau
Prova portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdauProva portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdau
Prova portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdau
analuciaTJ
 
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
Roseli Aparecida Tavares
 
Resumo sobre conto e lenda ...
Resumo sobre conto e lenda ...Resumo sobre conto e lenda ...
Resumo sobre conto e lenda ...
Patrícia Tobias Aluna especial 2011
 
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitosContos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Vânia Salvo Orso
 
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano AIndicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
escoladavila
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
Luísa Marques
 
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano AIndicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
escoladavila
 

Semelhante a Explorando o texto a princesa e a ervilha (20)

A princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritoresA princesa e a ervilha descritores
A princesa e a ervilha descritores
 
Conto
ContoConto
Conto
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
Ficha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdfFicha a princesa e a ervilha pdf
Ficha a princesa e a ervilha pdf
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15
 
Lp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilhaLp teste diag princesa e ervilha
Lp teste diag princesa e ervilha
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdfCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdfCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA.pdf
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
 
1 trimestral 6 ano
1 trimestral  6 ano1 trimestral  6 ano
1 trimestral 6 ano
 
Anexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - MercesAnexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - Merces
 
A princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºbA princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºb
 
Prova portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdau
Prova portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdauProva portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdau
Prova portugues bimestre 1 prof ana lucia turma 6 e e f hugo gerdau
 
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
 
Resumo sobre conto e lenda ...
Resumo sobre conto e lenda ...Resumo sobre conto e lenda ...
Resumo sobre conto e lenda ...
 
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitosContos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
 
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano AIndicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
 
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano AIndicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
Indicações literárias de contos de Hans Christian Andersen - 3º ano A
 

Explorando o texto a princesa e a ervilha

  • 1. A princesa e a ervilha Era uma vez um príncipe que queria se casar com uma princesa, mas uma princesa de verdade, de sangue real meeeeesmo. Viajou pelo mundo inteiro, à procura da princesa dos seus sonhos, mas todas as que encontravam tinham algum defeito. Não é que faltassem princesas, não: havia de sobra, mas a dificuldade era saber se realmente eram de sangue real. E o príncipe retornou ao seu castelo muito triste e desiludido, pois queria muito casar com uma princesa de verdade.
  • 2. Uma noite desabou uma tempestade medonha. Chovia desabaladamente, com trovoadas, raios, relâmpagos. Um espetáculo tremendo! De repente bateram à porta do castelo, e o rei em pessoa foi atender, pois os criados estavam ocupados enxugando as salas cujas janelas foram abertas pela tempestade. Era uma moça, que dizia ser uma princesa. Mas estava encharcada de tal maneira, os cabelos escorrendo, as roupas grudadas ao corpo, os sapatos quase desmanchando... Que era difícil acreditar que fosse realmente uma princesa real.
  • 3. A moça tanto afirmou que era uma princesa que a rainha pensou numa forma de provar se o que ela dizia era verdade. Ordenou que sua criada de confiança empilhasse vinte colchões no quarto de hóspedes e colocou sob eles uma ervilha. Aquela seria a cama da “princesa”. A moça estranhou a altura da cama, mas conseguiu, com a ajuda de uma escada, se deitar. No dia seguinte, a rainha perguntou como ela havia dormido. _Oh! Não consegui dormir _respondeu a moça, _havia algo duro na minha cama, e me deixou até manchas roxas no corpo!
  • 4. O rei, a rainha e o príncipe se olharam com surpresa. A moça era realmente uma princesa! Só mesmo uma princesa verdadeira teria pele tão sensível para sentir um grão de ervilha sob vinte colchões!!! O príncipe casou com a princesa, feliz da vida, e a ervilha foi enviada para um museu, e ainda deve estar por lá... Acredite se quiser, mas esta história realmente aconteceu! Adaptado do conto de Hans Christian Andersen
  • 5. EXPLORANDO O TEXTO • O texto é apropriado para trabalhar com alunos do Ciclo Complementar? • Podemos “Desenvolver atitudes e disposições favoráveis a leitura” a partir deste texto? • Podemos avaliar essa capacidade por meio de uma atividade escrita?
  • 6. • Com este texto conseguimos identificar o gênero textual? Qual é o gênero? • E a função, podemos identificá-la? Qual é a função deste texto? • Conseguimos, a partir do gênero, antecipar o conteúdo? Este texto é um conto e pode ter, por exemplo, conteúdos como ingredientes e modo de fazer? Qual seria o conteúdo deste texto?
  • 7. • É possível compreender frases ou partes deste texto? Identificar o assunto, o tema, ou seja, o sentido global? Com este texto os alunos identificam informações explícitas? • Neste texto há alguma palavra que podemos inferir o sentido pelo contexto de uso? Qual palavra é esta? • Neste texto podemos perceber diferentes falas? De quem?
  • 8. • Neste texto há ironia? Há humor? • Podemos identificar neste texto palavras que indicam tempo? Intensidade? • Neste texto há relação causa/ consequência marcada por conjunções entre partes e elementos do texto?
  • 9. • Observe a imagem. O que ela nos diz? • A pontuação deste texto contribui para orientar na produção de sentido? O que marca o diálogo neste texto? É comum? • Neste texto existe alguma palavra ou expressão que ( substitui) algum personagem do texto?
  • 10. • Este texto permite o aluno posicionar- se criticamente? • Com este texto o aluno pode fazer uma leitura oral com fluência e expressividade? É possível avaliar esta capacidade com uma questão escrita? • Qual o conflito gerador deste texto? • É possível identificar elementos da narrativa neste texto?