SlideShare uma empresa Scribd logo
A Princesa e a Ervilha
É sempre bom assistir
E procurar pelo mundo.
Mas a nossa felicidade
Pode surgir num segundo
Era uma vez um príncipe que sonhava casar
com uma Princesa. Mas não queria uma
donzela qualquer, tinha de arranjar uma
Princesa que fosse realmente verdadeira.
Decidido a procurar a
sua amada,
resolveu partir.
Só regressaria ao seu
reino quando
encontrasse,
para se casar com ela
Durante algum tempo, a Príncipe
viajou por todo o lado , mas não
havia maneira de arranjar
a rapariga
perfeita para casar.
Conheceu muitas,
umas lindas, outras
alegres, umas
simpáticas, outras
elegantes, mas todas
tinham sempre algum
defeito, por mais
pequenino que fosse
Quando regressou
ao castelo, já
desesperado, disse
ao rei e á Rainha.
Andei pelo mundo fora,
Encontrei muitas donzelas,
mas todas têm defeito…
Não quero nenhuma delas.
Ao perceber a tristeza do seu filho , a rainha
prometeu:
- Meu filho, sabes que podes contar com a minha
ajuda. Juntos , encontraremos uma Princesa de
verdade, genuína! Hás-de ser muito feliz ao lado
da mulher dos teus sonhos
Nessa noite, houve uma
terrível tempestade. O vento
soprava muito forte, a chuva
caía intensamente, os
relâmpagos iluminavam a
escuridão e o som dos trovões
fazia estremecer todo o
castelo. No meio daquele
tremendo barulho, alguém
bateu à porta. O príncipe
depressa a abriu e deparou
com uma linda rapariga que
procurava abrigar-se do frio e
da chuva:
Podem deixar-me ficar?
Sou a princesa de
verdade.
Por favor, deixem-me
entrar!
Não trago qualquer
maldade.
Ao ouvir isto, o
Principie nem queria
acreditar! Seria
mesmo verdade? Teria
encontrado a sua
futura noiva? Não
perdeu tempo, pediu à
Princesa que entrasse,
chamou a Rainha e
muito entusiasmado,
contou-lhe tudo:
- Minha mãe, esta
donzela diz que é uma
Princesa de verdade!
Assim, já passo casar…
É esta a noiva que
procuro há muito.
Sempre muito
cautelosa, a
Rainha não queria
correr qualquer
risco de ser
enganada e disse
ao Principie:
Temos de tirar a limpo
não podemos arriscar.
Se é Princesa verdadeira,
Ela terá de o provar!
O Príncipe ficou muito intrigado. Não fazia ideia
de como a sua mãe conseguiria ter a certeza de
que esta donzela era uma Princesa autentica:
-Mas como é que vamos confirmar se ela é uma
verdadeira Princesa?
A Rainha respondeu:
- Não te preocupes
filho! Eu tratarei de
tudo.
De seguida foi até ao
quarto onde esta passaria
a noite, colocou uma
ervilha na cama e, depois,
pois vinte colchões e vinte
cobertores por cima.
Satisfeita, chamou a
donzela e disse-lhe:
- Nesta cama poderá dormir
confortavelmente!
Boa-noite, Linda Princesa!
Isto era o suficiente para
descobrir se aquela era a
rapariga ideal para casar com
o seu filho.
Ora bem vamos saber:
Esta noite dormiu bem?
Não está com boa cara,
Diga lá, o que é que tem?
Na manhã seguinte, ao ver a Princesa, a
Rainha perguntou, cheia de curiosidade:
Na verdade, a Princesa tinha
passado uma noite horrível:
- Dormi muito mal! Tenho o
corpo dorido! Não sei o que
havia naquela cama, mas
durante toda a noite senti
qualquer coisa dura debaixo dos
colchões… Procurei, procurei,
mas não consegui descobrir
nada.
Para a Rainha já não havia
dúvidas, agora tinha a
certeza de que estava
perante uma Princesa
autentica. É que só uma
verdadeira Princesa seria
capaz de ter uma
sensibilidade tão apurada
para sentir o desconforto
causado por uma pequena
ervilha. Correu a chamar o
seu filho para lhe contar:
Afinal é uma princesa,
Genuína, verdadeira!
Consegui confirmar isso
Com uma simples brincadeira!
O Príncipe ficou muito feliz.
Finalmente, iria concretizar o
seu sonho. Mandou chamar os
criados e pediu-lhes que
arranjassem o melhor
banquete, que mandassem vir
flores mais bonitas para
decorar o palácio e que não
falassem os músicos. Queria
que a sua boda fosse farta e
muito animada. Queria que a
sua boda fosse farta e muito
animada. Depois, agradeceu à
mãe:
Obrigado, querida mãe,
Pela ajuda preciosa!
Agora vou ser feliz
Com uma donzela formosa
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos
Tânia Alves
 
Um Beijo Na MãO.Ppt
Um Beijo Na MãO.PptUm Beijo Na MãO.Ppt
Um Beijo Na MãO.Ppt
Cláudia Cardoso
 
A maior-flor-do-mundo
A maior-flor-do-mundoA maior-flor-do-mundo
A maior-flor-do-mundo
beebgondomar Judite
 
Destrava linguas
Destrava linguasDestrava linguas
Destrava linguas
Luisa Dinis
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdf
Isa Crowe
 
História de outono
História de outonoHistória de outono
História de outono
Biblioteca Caliços
 
A que sabe a lua
A que sabe a luaA que sabe a lua
A que sabe a lua
Prudenciana Martins
 
A história da bruxinha
A história da bruxinhaA história da bruxinha
A história da bruxinha
Katia Martinez
 
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai NatalNinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
daliatrigo
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natal
Maria Sousa
 
O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto
Sousa Martins
 
A Sopa Verde
A Sopa VerdeA Sopa Verde
A Sopa Verde
Be Antonio Macheira
 
Uma Prenda de Natal
Uma Prenda de NatalUma Prenda de Natal
Uma Prenda de Natal
Biblioteca Escolar Sobreira
 
A minha mae
A minha maeA minha mae
A minha mae
Joana Sobrenome
 
A galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio motaA galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio mota
Colégio Colibri
 
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantarA ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
Ofelia Liborio
 
Apresentação o som das cores
Apresentação o som das cores Apresentação o som das cores
Apresentação o som das cores
Maria Correia
 
A minha professora é um monstro pp
A minha professora é um monstro ppA minha professora é um monstro pp
A minha professora é um monstro pp
Sonia Moreira
 

Mais procurados (20)

Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos
 
Um Beijo Na MãO.Ppt
Um Beijo Na MãO.PptUm Beijo Na MãO.Ppt
Um Beijo Na MãO.Ppt
 
A maior-flor-do-mundo
A maior-flor-do-mundoA maior-flor-do-mundo
A maior-flor-do-mundo
 
Destrava linguas
Destrava linguasDestrava linguas
Destrava linguas
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdf
 
História de outono
História de outonoHistória de outono
História de outono
 
A que sabe a lua
A que sabe a luaA que sabe a lua
A que sabe a lua
 
A história da bruxinha
A história da bruxinhaA história da bruxinha
A história da bruxinha
 
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai NatalNinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natal
 
O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto O beijo da palavrinha mia couto
O beijo da palavrinha mia couto
 
A Sopa Verde
A Sopa VerdeA Sopa Verde
A Sopa Verde
 
Uma Prenda de Natal
Uma Prenda de NatalUma Prenda de Natal
Uma Prenda de Natal
 
A minha mae
A minha maeA minha mae
A minha mae
 
Pe de pai
Pe de paiPe de pai
Pe de pai
 
A galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio motaA galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio mota
 
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantarA ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
 
Apresentação o som das cores
Apresentação o som das cores Apresentação o som das cores
Apresentação o som das cores
 
A minha professora é um monstro pp
A minha professora é um monstro ppA minha professora é um monstro pp
A minha professora é um monstro pp
 
O livro dos medos
O livro dos medosO livro dos medos
O livro dos medos
 

Semelhante a A princesa e a ervilha

A princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºbA princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºb
IsabelPereira2010
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
vera1979
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
Luísa Marques
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
Suzy Santana
 
Conto
ContoConto
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
Helena Coutinho
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
Roseli Aparecida Tavares
 
Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15
Paula Rebelo
 
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
Roseli Aparecida Tavares
 
Adormecida
AdormecidaAdormecida
Adormecida
Marina Carvalho
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Vilma Amaral
 
Tic conto infantil
Tic conto infantilTic conto infantil
Tic conto infantil
VPS1
 
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia ciaA bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
Milena Sampaio
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...
Nome Sobrenome
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades Educativas
Ana Pacheco
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
Carmen Miranda
 
Bela
BelaBela
Bela
CJM
 
Historias Etc
Historias EtcHistorias Etc
Historias Etc
Ivone Pedroso
 
Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...
Maria Pinto
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
Inês Gonçalves
 

Semelhante a A princesa e a ervilha (20)

A princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºbA princesa e a ervilha 4ºb
A princesa e a ervilha 4ºb
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
Conto
ContoConto
Conto
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
 
A princesa e a ervilha
A princesa e a ervilhaA princesa e a ervilha
A princesa e a ervilha
 
Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15Dial5cp pg14 15
Dial5cp pg14 15
 
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineiraA princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
A princesa e a ervilha e caça palavras Oh jardineira
 
Adormecida
AdormecidaAdormecida
Adormecida
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
 
Tic conto infantil
Tic conto infantilTic conto infantil
Tic conto infantil
 
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia ciaA bela adormecida - Augusto, Evelim e  Grecia cia
A bela adormecida - Augusto, Evelim e Grecia cia
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades Educativas
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 
Bela
BelaBela
Bela
 
Historias Etc
Historias EtcHistorias Etc
Historias Etc
 
Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 

A princesa e a ervilha

  • 1. A Princesa e a Ervilha
  • 2. É sempre bom assistir E procurar pelo mundo. Mas a nossa felicidade Pode surgir num segundo
  • 3. Era uma vez um príncipe que sonhava casar com uma Princesa. Mas não queria uma donzela qualquer, tinha de arranjar uma Princesa que fosse realmente verdadeira. Decidido a procurar a sua amada, resolveu partir. Só regressaria ao seu reino quando encontrasse, para se casar com ela
  • 4. Durante algum tempo, a Príncipe viajou por todo o lado , mas não havia maneira de arranjar a rapariga perfeita para casar.
  • 5. Conheceu muitas, umas lindas, outras alegres, umas simpáticas, outras elegantes, mas todas tinham sempre algum defeito, por mais pequenino que fosse
  • 6. Quando regressou ao castelo, já desesperado, disse ao rei e á Rainha.
  • 7. Andei pelo mundo fora, Encontrei muitas donzelas, mas todas têm defeito… Não quero nenhuma delas.
  • 8. Ao perceber a tristeza do seu filho , a rainha prometeu: - Meu filho, sabes que podes contar com a minha ajuda. Juntos , encontraremos uma Princesa de verdade, genuína! Hás-de ser muito feliz ao lado da mulher dos teus sonhos
  • 9. Nessa noite, houve uma terrível tempestade. O vento soprava muito forte, a chuva caía intensamente, os relâmpagos iluminavam a escuridão e o som dos trovões fazia estremecer todo o castelo. No meio daquele tremendo barulho, alguém bateu à porta. O príncipe depressa a abriu e deparou com uma linda rapariga que procurava abrigar-se do frio e da chuva:
  • 10. Podem deixar-me ficar? Sou a princesa de verdade. Por favor, deixem-me entrar! Não trago qualquer maldade.
  • 11. Ao ouvir isto, o Principie nem queria acreditar! Seria mesmo verdade? Teria encontrado a sua futura noiva? Não perdeu tempo, pediu à Princesa que entrasse, chamou a Rainha e muito entusiasmado, contou-lhe tudo:
  • 12. - Minha mãe, esta donzela diz que é uma Princesa de verdade! Assim, já passo casar… É esta a noiva que procuro há muito.
  • 13. Sempre muito cautelosa, a Rainha não queria correr qualquer risco de ser enganada e disse ao Principie:
  • 14. Temos de tirar a limpo não podemos arriscar. Se é Princesa verdadeira, Ela terá de o provar!
  • 15. O Príncipe ficou muito intrigado. Não fazia ideia de como a sua mãe conseguiria ter a certeza de que esta donzela era uma Princesa autentica: -Mas como é que vamos confirmar se ela é uma verdadeira Princesa? A Rainha respondeu: - Não te preocupes filho! Eu tratarei de tudo.
  • 16. De seguida foi até ao quarto onde esta passaria a noite, colocou uma ervilha na cama e, depois, pois vinte colchões e vinte cobertores por cima. Satisfeita, chamou a donzela e disse-lhe:
  • 17. - Nesta cama poderá dormir confortavelmente! Boa-noite, Linda Princesa! Isto era o suficiente para descobrir se aquela era a rapariga ideal para casar com o seu filho.
  • 18. Ora bem vamos saber: Esta noite dormiu bem? Não está com boa cara, Diga lá, o que é que tem? Na manhã seguinte, ao ver a Princesa, a Rainha perguntou, cheia de curiosidade:
  • 19. Na verdade, a Princesa tinha passado uma noite horrível: - Dormi muito mal! Tenho o corpo dorido! Não sei o que havia naquela cama, mas durante toda a noite senti qualquer coisa dura debaixo dos colchões… Procurei, procurei, mas não consegui descobrir nada.
  • 20. Para a Rainha já não havia dúvidas, agora tinha a certeza de que estava perante uma Princesa autentica. É que só uma verdadeira Princesa seria capaz de ter uma sensibilidade tão apurada para sentir o desconforto causado por uma pequena ervilha. Correu a chamar o seu filho para lhe contar:
  • 21. Afinal é uma princesa, Genuína, verdadeira! Consegui confirmar isso Com uma simples brincadeira!
  • 22. O Príncipe ficou muito feliz. Finalmente, iria concretizar o seu sonho. Mandou chamar os criados e pediu-lhes que arranjassem o melhor banquete, que mandassem vir flores mais bonitas para decorar o palácio e que não falassem os músicos. Queria que a sua boda fosse farta e muito animada. Queria que a sua boda fosse farta e muito animada. Depois, agradeceu à mãe:
  • 23. Obrigado, querida mãe, Pela ajuda preciosa! Agora vou ser feliz Com uma donzela formosa FIM