SlideShare uma empresa Scribd logo
Lucas 5.27-39A Vocação de Levi e A Cerca do Jejum
Lucas 5.27-32   27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.
Lucas 5.33-39    33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
Palavras chave do textoPublicano:"Judeu que cobrava impostos para o governo romano. Era desprezado por trabalhar para um dominador estrangeiro e por ser geralmente desonesto (Lc 3.12-13; v. MATEUS e ZAQUEU).“Levi:1) Terceiro filho de Jacó e Lia (Gn 29.34). 2) Nome de uma das 12 TRIBOS de Israel, a tribo sacerdotal, formada pelos descendentes de Levi (Nm 3.5-39). 3) Outro nome de MATEUS (Mc 2.14).
Palavraschave do textoColetoria:Lugar onde eram pagos os impostos (Mt 9.9).Escriba: Homem que copiava e interpretava as escrituras.Fariseu: Grupo de líderes entre os judeus ao tempo do Novo Testamento, conhecidos por sua oposição a Jesus. (Mateus 5:20)
Palavras chave do textoJesus: "O nome mais importante da bíblia. O filho de Deus, o Messias, o nosso Salvador e Senhor. O nome Jesus é a forma grega do hebraico ""Josué"", que significa ""ungido"".(Isaías 7:14, 53:1-12).“Médico: no texto é uma comparação a JesusSãos: no texto são os justosEnfermos: no texto são os pecadores
Palavras chave do texto    Arrependimento:Profunda mudança de atitude, pela qual já não convergimos para o pecado, mas sim para DEUS. Embora o arrependimento possa corresponder a mero remorso ou desgosto por pensamentos ou ações do passado, conota, em seu sentido pleno, uma mudança de direção que resulta numa retomada deliberada de novas diretrizes para o futuro (At 26,20).
Lucas 5.33-39    33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
Palavraschave do textoJejum:Abstinência parcial ou total de alimentos.
Perguntas:Qual é o problema do primeiro texto (Lc 5.27-32)?Qual é o problema do segundo texto(Lc 5.33-39)?
Perguntas:O que é de um texto que está no outro?As duas perguntas está relacionada a …?
Lucas 5.27-32   27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.
Lucas 5.27-32   27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.
Lucas 5.33-39    33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
Lucas 5.33-39    33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
Entendendo o texto    No primeiro texto os escribas e fariseus estavam preocupados  com o fato de que os discípulos e Jesus comiam com pecadores. Levi por sua vez, após ser chamado pelo mestre, foi dar uma festa. Uma das coisas que mostra o verdadeiro arrependimento é a alegria que em nós se manifesta. Enquanto que os pecadores estavam festejando, os religiosos estavam com inveja. Lembra-se do filho prodigo?	Em síntese, podemos dizer que a comparação feita pelos escritbas e fariseus “porque vocês fazem isto que não fazemos?” foi exatamente que Jesus usou para explicar sobre o judaísmo x cristianismo. Dizendo que ambos não podem permanecer juntos. Mas uma deve dar lugar ao outro.
Entendendo o textoQuando Jesus disse ter vindo para "lançar fogo sobre a terra" Lucas 12:49) e não para "trazer paz, mas espada" (Mateus 10:34), como falou verdadeiramente! Ele não se ajustava aos modos familiares do mundoao qual veio. Mesmo o mais revolucionário pensamento de seu tempo não poderia contê-lo. Suas palavras e modos eram transcendentemente diferentes, inquietantes, ameaçadores. Não poderia haver uma síntese calada do velho e do novo, somente uma colisão descomprometida que conduziria inevitavelmente a rebelião ou rendição. Alguns viriam a gostar do novo, outros a odiá-lo.
Entendendo o textoEm suas três analogias, em Mateus 9:14-17 (Marcos 2:18-22; Lucas 5:33-39), Jesus responde aos seus críticos gentilmente, mas ilustra o inevitável do conflito: como pode pano novo ser usado para remendar roupa velha? Como pode o explosivo vinho novo ser contido em velhos e inflexíveis odres?
Entendendo o textoO provérbio de Jesus sobre o remendo novo na roupa velha saiu facilmente de sua própria vida. Aquele que "não tinha lugar para repousar sua cabeça" não deveria desconhecer vestes remendadas. E todos sabiam que uma tentativa de remendar uma roupa gasta com pano novo levaria a dois desastres, um estrutural e outro estético. O pano novo encolheria com a primeira lavagem e aplicaria tal tensão sobre o pano velho que faria um rasgo maior do que antes (Marcos 2:21); e, por sua própria novidade, o remendo novo faria com que a roupa velha parecesse ainda mais desbotada e velha (Lucas 9:36). Às vezes, o velho é irreparável e tem simplesmente que ceder lugar ao novo.
Entendendo o textoO judaísmo rabínico, com suas corrupções farisaicas, estava além da recuperação. Sua atitude estava totalmente tão afastada do espírito da lei e dos profetas que o único meio de ir além dela era saindo dela. E ainda que a mensagem de arrependimento e de abatida contrição de João fosse de Deus e vital para o seu tempo, ela era preparatória, e não permanente (Atos 18:25-26; 19:1-5). O novo caminho de Jesus era um pano inteiro e não uma colcha de retalhos. Ele não tinha vindo para enxertar suas novas verdades no esfarrapado tecido religioso das tradições humanas e ímpias atitudes, ou para sentar-se imóvel a uma das paradas da estrada do propósito eterno de Deus. Tivesse feito isso e teria destruído tudo. Em Cristo, todas as coisas teriam que ser novas (2 Coríntios 5:17).
Entendendo o textoA incredulidade judaica vigente recusou-se a renunciar aos seus caminhos tradicionais para receber a palavra de Deus, e crucificou Jesus. Os judaizantes da igreja primitiva relutavam em deixar a lei pelo evangelho e, em seu esforço para acomodar o evangelho à lei, manobraram para rasgar e destruir tudo (Gálatas 1:6-9; 5:3-4). A mesma disposição mental vive hoje. Velhos e ímpios caminhos, recusando a entregar a alma, nos desafiarão a acomodar o evangelho a eles ou a sair. Nesses momentos precisamos correr, e não andar, para a saída mais próxima.
Entendendo o textoO terceiro destes provérbios que Jesus usa para responder a seus críticos simplesmente reforça a mensagem dos dois primeiros: certas coisas não se ajustam. Os homens, ele disse, não colocam vinho novo, ainda fermentando e expandindo, em velhos e ressecados odres porque eles se rasgariam e seriam destruídos e o vinho novo escorreria e se perderia (Mateus 9:17). O Senhor está advertindo que mentalidades rígidas custarão aos homens a incomparável qualidade especial do evangelho. Porque ela é imprevisivelmente nova e inimaginável (1 Coríntios 2:9)e não se ajusta confortavelmente nos trilhos familiares, estamos demasiado dispostos a tentar forçá-la, através de nossas categorias congeladas, até que ela saia parecendo mais com o que esperávamos e desejávamos que fosse. Não há meio melhor do que este para simplesmente derramar no chão o precioso vinho novo do reino eterno de Deus.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo sobre casamento
Estudo sobre casamentoEstudo sobre casamento
Estudo sobre casamento
Euta Martins Barbosa
 
Vida financeira equilibrada (2)
Vida financeira equilibrada (2)Vida financeira equilibrada (2)
Vida financeira equilibrada (2)
Eliel Soares de Paula
 
A parábola dos talentos
A parábola dos talentosA parábola dos talentos
A parábola dos talentos
Mauricio Borges
 
A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!
A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!
A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!
alexandrep7
 
Os Sacrifícios
Os SacrifíciosOs Sacrifícios
Os Sacrifícios
Alberto Simonton
 
1000 Ilustrações para Sermões
1000 Ilustrações para Sermões1000 Ilustrações para Sermões
1000 Ilustrações para Sermões
Milene Lorena Murça de Oliveira
 
Aula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangue
Aula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangueAula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangue
Aula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangue
Andre Nascimento
 
LIBERTAÇÃO
LIBERTAÇÃOLIBERTAÇÃO
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
Gesiel Oliveira
 
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
EliasdosSantosVascon
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugal
Pr Ismael Carvalho
 
Mãe Modelo
Mãe ModeloMãe Modelo
Mãe Modelo
Eid Marques
 
Resgatando os valores basicos
Resgatando os valores basicosResgatando os valores basicos
Resgatando os valores basicos
Daniel de Carvalho Luz
 
Estudo familiar para encontro de casal
Estudo familiar para encontro de casalEstudo familiar para encontro de casal
Estudo familiar para encontro de casal
Valtemir Guimaraes
 
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
Vilma Longuini
 
O jovem rico - passagem bíblica
O jovem rico - passagem bíblicaO jovem rico - passagem bíblica
O jovem rico - passagem bíblica
matheusmmiranda
 
A vinha de Nabote
A vinha de NaboteA vinha de Nabote
A vinha de Nabote
Moisés Sampaio
 
O cristão que intercede kenneth e. hagin
O cristão que intercede   kenneth e. haginO cristão que intercede   kenneth e. hagin
O cristão que intercede kenneth e. hagin
prfavinho
 
10 Lições para um casamento feliz [E-book]
10 Lições para um casamento feliz [E-book]10 Lições para um casamento feliz [E-book]
10 Lições para um casamento feliz [E-book]
Mauro Ribeiro
 
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhorEu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Estudo sobre casamento
Estudo sobre casamentoEstudo sobre casamento
Estudo sobre casamento
 
Vida financeira equilibrada (2)
Vida financeira equilibrada (2)Vida financeira equilibrada (2)
Vida financeira equilibrada (2)
 
A parábola dos talentos
A parábola dos talentosA parábola dos talentos
A parábola dos talentos
 
A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!
A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!
A mulher do fluxo de sangue, Deus se revela!
 
Os Sacrifícios
Os SacrifíciosOs Sacrifícios
Os Sacrifícios
 
1000 Ilustrações para Sermões
1000 Ilustrações para Sermões1000 Ilustrações para Sermões
1000 Ilustrações para Sermões
 
Aula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangue
Aula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangueAula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangue
Aula Jonatas 26: A mulher do fluxo de sangue
 
LIBERTAÇÃO
LIBERTAÇÃOLIBERTAÇÃO
LIBERTAÇÃO
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
 
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugal
 
Mãe Modelo
Mãe ModeloMãe Modelo
Mãe Modelo
 
Resgatando os valores basicos
Resgatando os valores basicosResgatando os valores basicos
Resgatando os valores basicos
 
Estudo familiar para encontro de casal
Estudo familiar para encontro de casalEstudo familiar para encontro de casal
Estudo familiar para encontro de casal
 
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
 
O jovem rico - passagem bíblica
O jovem rico - passagem bíblicaO jovem rico - passagem bíblica
O jovem rico - passagem bíblica
 
A vinha de Nabote
A vinha de NaboteA vinha de Nabote
A vinha de Nabote
 
O cristão que intercede kenneth e. hagin
O cristão que intercede   kenneth e. haginO cristão que intercede   kenneth e. hagin
O cristão que intercede kenneth e. hagin
 
10 Lições para um casamento feliz [E-book]
10 Lições para um casamento feliz [E-book]10 Lições para um casamento feliz [E-book]
10 Lições para um casamento feliz [E-book]
 
Eu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhorEu e minha casa serviremos ao senhor
Eu e minha casa serviremos ao senhor
 

Destaque

Lucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadores
Lucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadoresLucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadores
Lucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadores
AdolesBetel
 
Lucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o Jejum
Lucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o JejumLucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o Jejum
Lucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o Jejum
AdolesBetel
 
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosMuitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Silvana Godoy
 
As Parábolas de Jesus parte 2/2
As Parábolas de Jesus parte 2/2As Parábolas de Jesus parte 2/2
As Parábolas de Jesus parte 2/2
Ney Bellas
 
Lição 1 lucas
Lição 1 lucasLição 1 lucas
Lição 1 lucas
Pr. Gerson Eller
 
Mateus 009
Mateus   009Mateus   009
Mateus 009
Marcos Nori
 
Muitos os Chamados, Poucos os Escolhidos
Muitos os Chamados, Poucos os EscolhidosMuitos os Chamados, Poucos os Escolhidos
Muitos os Chamados, Poucos os Escolhidos
Almir Silva
 
Um Chamado para Mudar de Vida
Um Chamado para Mudar de VidaUm Chamado para Mudar de Vida
Um Chamado para Mudar de Vida
IBMemorialJC
 
Mudanças de paradigmas
Mudanças de paradigmasMudanças de paradigmas
Mudanças de paradigmas
Marcos De Oliveira Leite
 
1. curso de preparação de líderes
1. curso de preparação de líderes1. curso de preparação de líderes
1. curso de preparação de líderes
Joziran Vieira joziran
 
Rússia 2
Rússia 2Rússia 2
Rússia 2
Luísa Amaral
 
burlando um WAF
burlando um WAFburlando um WAF
burlando um WAF
Antonio Costa aka Cooler_
 
I Corintios Inicio
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios Inicio
UEPB
 
As Parábolas de Jesus parte 1/2
As Parábolas de Jesus parte 1/2As Parábolas de Jesus parte 1/2
As Parábolas de Jesus parte 1/2
Ney Bellas
 
1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)
Daniel Junior
 
Todas as Parábolas da Bíblia - Herbert Lockyer
Todas as Parábolas da Bíblia - Herbert LockyerTodas as Parábolas da Bíblia - Herbert Lockyer
Todas as Parábolas da Bíblia - Herbert Lockyer
Arão Zuconelli
 
Livro parabolas jesus_2011_etc
Livro parabolas jesus_2011_etcLivro parabolas jesus_2011_etc
Livro parabolas jesus_2011_etc
Anderson Luiz Soares
 
Todas as parabolas da biblia
Todas as parabolas da bibliaTodas as parabolas da biblia
Todas as parabolas da biblia
Evan Gouveia de Deus
 
Parábolas de Jesus
Parábolas de JesusParábolas de Jesus
Parábolas de Jesus
Gérson Fagundes da Cunha
 
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela FamíliaLição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Andrew Guimarães
 

Destaque (20)

Lucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadores
Lucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadoresLucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadores
Lucas Capitulo 5:27-32 - Jesus ama os pecadores
 
Lucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o Jejum
Lucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o JejumLucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o Jejum
Lucas Capítulo 5-33-39 - Jesus e o Jejum
 
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosMuitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
 
As Parábolas de Jesus parte 2/2
As Parábolas de Jesus parte 2/2As Parábolas de Jesus parte 2/2
As Parábolas de Jesus parte 2/2
 
Lição 1 lucas
Lição 1 lucasLição 1 lucas
Lição 1 lucas
 
Mateus 009
Mateus   009Mateus   009
Mateus 009
 
Muitos os Chamados, Poucos os Escolhidos
Muitos os Chamados, Poucos os EscolhidosMuitos os Chamados, Poucos os Escolhidos
Muitos os Chamados, Poucos os Escolhidos
 
Um Chamado para Mudar de Vida
Um Chamado para Mudar de VidaUm Chamado para Mudar de Vida
Um Chamado para Mudar de Vida
 
Mudanças de paradigmas
Mudanças de paradigmasMudanças de paradigmas
Mudanças de paradigmas
 
1. curso de preparação de líderes
1. curso de preparação de líderes1. curso de preparação de líderes
1. curso de preparação de líderes
 
Rússia 2
Rússia 2Rússia 2
Rússia 2
 
burlando um WAF
burlando um WAFburlando um WAF
burlando um WAF
 
I Corintios Inicio
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios Inicio
 
As Parábolas de Jesus parte 1/2
As Parábolas de Jesus parte 1/2As Parábolas de Jesus parte 1/2
As Parábolas de Jesus parte 1/2
 
1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)
 
Todas as Parábolas da Bíblia - Herbert Lockyer
Todas as Parábolas da Bíblia - Herbert LockyerTodas as Parábolas da Bíblia - Herbert Lockyer
Todas as Parábolas da Bíblia - Herbert Lockyer
 
Livro parabolas jesus_2011_etc
Livro parabolas jesus_2011_etcLivro parabolas jesus_2011_etc
Livro parabolas jesus_2011_etc
 
Todas as parabolas da biblia
Todas as parabolas da bibliaTodas as parabolas da biblia
Todas as parabolas da biblia
 
Parábolas de Jesus
Parábolas de JesusParábolas de Jesus
Parábolas de Jesus
 
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela FamíliaLição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
Lição 8 - Rute, Deus Trabalha pela Família
 

Semelhante a Estudo Em Lc 5.27 39

Lucas 5
Lucas 5Lucas 5
Evangelho segundo Joao 1
Evangelho segundo Joao 1Evangelho segundo Joao 1
Evangelho segundo Joao 1
Mensagens Virtuais
 
Evangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresmaEvangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresma
JMVSobreiro
 
Evangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresmaEvangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresma
JMVSobreiro
 
Apócrifos agrapha extra-evangelho
Apócrifos   agrapha extra-evangelhoApócrifos   agrapha extra-evangelho
Apócrifos agrapha extra-evangelho
Lux Ana Lopes
 
Marcos 002
Marcos   002Marcos   002
Marcos 002
Marcos Nori
 
Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014
Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014
Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014
Gerson G. Ramos
 
Semana santa os ultimos dias de jesus cristo
Semana santa   os ultimos dias de jesus cristoSemana santa   os ultimos dias de jesus cristo
Semana santa os ultimos dias de jesus cristo
Martin M Flynn
 
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.docApócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Rafael Monteiro Moyses
 
Apocrifo_Evangelho_Agrapha.pdf
Apocrifo_Evangelho_Agrapha.pdfApocrifo_Evangelho_Agrapha.pdf
Apocrifo_Evangelho_Agrapha.pdf
Mendes56
 
Lucas 6
Lucas 6Lucas 6
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano BLeituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
José Lima
 
Lucas 24
Lucas 24Lucas 24
Lucas 24
Elva Judy Nieri
 
Lição_1122016_eventos finais_GGR
Lição_1122016_eventos finais_GGRLição_1122016_eventos finais_GGR
Lição_1122016_eventos finais_GGR
Gerson G. Ramos
 
Celula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique caladoCelula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique calado
IBR (Instituto Bíblico Restauração)
 
Misericordia e sacrificio e incompatibilidade
Misericordia e sacrificio e incompatibilidadeMisericordia e sacrificio e incompatibilidade
Misericordia e sacrificio e incompatibilidade
SEMINÁRIO BATISTA RENASCER -SABER
 
Respostas_1122016_eventos finais_GGR
Respostas_1122016_eventos finais_GGRRespostas_1122016_eventos finais_GGR
Respostas_1122016_eventos finais_GGR
Gerson G. Ramos
 
Jesus sozinho na multidão
Jesus   sozinho na multidãoJesus   sozinho na multidão
Jesus sozinho na multidão
Tarcísio Picaglia
 
O cristão e o compromisso com a cruz 20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...
O cristão e o compromisso com a cruz   20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...O cristão e o compromisso com a cruz   20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...
O cristão e o compromisso com a cruz 20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...
Paulo Dias Nogueira
 
Evangelho de Mateus 9
Evangelho de Mateus 9Evangelho de Mateus 9
Evangelho de Mateus 9
Mensagens Virtuais
 

Semelhante a Estudo Em Lc 5.27 39 (20)

Lucas 5
Lucas 5Lucas 5
Lucas 5
 
Evangelho segundo Joao 1
Evangelho segundo Joao 1Evangelho segundo Joao 1
Evangelho segundo Joao 1
 
Evangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresmaEvangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresma
 
Evangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresmaEvangelhos semana ii quaresma
Evangelhos semana ii quaresma
 
Apócrifos agrapha extra-evangelho
Apócrifos   agrapha extra-evangelhoApócrifos   agrapha extra-evangelho
Apócrifos agrapha extra-evangelho
 
Marcos 002
Marcos   002Marcos   002
Marcos 002
 
Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014
Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014
Os discípulos e as Escrituras_Lição_original com textos_112014
 
Semana santa os ultimos dias de jesus cristo
Semana santa   os ultimos dias de jesus cristoSemana santa   os ultimos dias de jesus cristo
Semana santa os ultimos dias de jesus cristo
 
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.docApócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
Apócrifos - Agrapha Extra-Evangelho.doc
 
Apocrifo_Evangelho_Agrapha.pdf
Apocrifo_Evangelho_Agrapha.pdfApocrifo_Evangelho_Agrapha.pdf
Apocrifo_Evangelho_Agrapha.pdf
 
Lucas 6
Lucas 6Lucas 6
Lucas 6
 
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano BLeituras: Domingo de Ramos - Ano B
Leituras: Domingo de Ramos - Ano B
 
Lucas 24
Lucas 24Lucas 24
Lucas 24
 
Lição_1122016_eventos finais_GGR
Lição_1122016_eventos finais_GGRLição_1122016_eventos finais_GGR
Lição_1122016_eventos finais_GGR
 
Celula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique caladoCelula o que e isso pr. henrique calado
Celula o que e isso pr. henrique calado
 
Misericordia e sacrificio e incompatibilidade
Misericordia e sacrificio e incompatibilidadeMisericordia e sacrificio e incompatibilidade
Misericordia e sacrificio e incompatibilidade
 
Respostas_1122016_eventos finais_GGR
Respostas_1122016_eventos finais_GGRRespostas_1122016_eventos finais_GGR
Respostas_1122016_eventos finais_GGR
 
Jesus sozinho na multidão
Jesus   sozinho na multidãoJesus   sozinho na multidão
Jesus sozinho na multidão
 
O cristão e o compromisso com a cruz 20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...
O cristão e o compromisso com a cruz   20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...O cristão e o compromisso com a cruz   20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...
O cristão e o compromisso com a cruz 20 03 2005 - domingo de ramos - culto ...
 
Evangelho de Mateus 9
Evangelho de Mateus 9Evangelho de Mateus 9
Evangelho de Mateus 9
 

Mais de Catedral de Adoração

Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima HoraPreparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
Catedral de Adoração
 
Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima HoraPreparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
Catedral de Adoração
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
Catedral de Adoração
 
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De RodapéComo Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Catedral de Adoração
 
Tecnica De Interpretação
Tecnica De InterpretaçãoTecnica De Interpretação
Tecnica De Interpretação
Catedral de Adoração
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
Catedral de Adoração
 
Jejum
JejumJejum

Mais de Catedral de Adoração (8)

Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima HoraPreparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
 
Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima HoraPreparando Obreiros Para A úLtima Hora
Preparando Obreiros Para A úLtima Hora
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
 
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De RodapéComo Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
 
Logo Novo
Logo NovoLogo Novo
Logo Novo
 
Tecnica De Interpretação
Tecnica De InterpretaçãoTecnica De Interpretação
Tecnica De Interpretação
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
 
Jejum
JejumJejum
Jejum
 

Último

10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 

Último (14)

10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 

Estudo Em Lc 5.27 39

  • 1. Lucas 5.27-39A Vocação de Levi e A Cerca do Jejum
  • 2. Lucas 5.27-32 27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.
  • 3. Lucas 5.33-39 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
  • 4. Palavras chave do textoPublicano:"Judeu que cobrava impostos para o governo romano. Era desprezado por trabalhar para um dominador estrangeiro e por ser geralmente desonesto (Lc 3.12-13; v. MATEUS e ZAQUEU).“Levi:1) Terceiro filho de Jacó e Lia (Gn 29.34). 2) Nome de uma das 12 TRIBOS de Israel, a tribo sacerdotal, formada pelos descendentes de Levi (Nm 3.5-39). 3) Outro nome de MATEUS (Mc 2.14).
  • 5. Palavraschave do textoColetoria:Lugar onde eram pagos os impostos (Mt 9.9).Escriba: Homem que copiava e interpretava as escrituras.Fariseu: Grupo de líderes entre os judeus ao tempo do Novo Testamento, conhecidos por sua oposição a Jesus. (Mateus 5:20)
  • 6. Palavras chave do textoJesus: "O nome mais importante da bíblia. O filho de Deus, o Messias, o nosso Salvador e Senhor. O nome Jesus é a forma grega do hebraico ""Josué"", que significa ""ungido"".(Isaías 7:14, 53:1-12).“Médico: no texto é uma comparação a JesusSãos: no texto são os justosEnfermos: no texto são os pecadores
  • 7. Palavras chave do texto Arrependimento:Profunda mudança de atitude, pela qual já não convergimos para o pecado, mas sim para DEUS. Embora o arrependimento possa corresponder a mero remorso ou desgosto por pensamentos ou ações do passado, conota, em seu sentido pleno, uma mudança de direção que resulta numa retomada deliberada de novas diretrizes para o futuro (At 26,20).
  • 8. Lucas 5.33-39 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
  • 9. Palavraschave do textoJejum:Abstinência parcial ou total de alimentos.
  • 10. Perguntas:Qual é o problema do primeiro texto (Lc 5.27-32)?Qual é o problema do segundo texto(Lc 5.33-39)?
  • 11. Perguntas:O que é de um texto que está no outro?As duas perguntas está relacionada a …?
  • 12. Lucas 5.27-32 27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.
  • 13. Lucas 5.27-32 27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.
  • 14. Lucas 5.33-39 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
  • 15. Lucas 5.33-39 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.
  • 16. Entendendo o texto No primeiro texto os escribas e fariseus estavam preocupados com o fato de que os discípulos e Jesus comiam com pecadores. Levi por sua vez, após ser chamado pelo mestre, foi dar uma festa. Uma das coisas que mostra o verdadeiro arrependimento é a alegria que em nós se manifesta. Enquanto que os pecadores estavam festejando, os religiosos estavam com inveja. Lembra-se do filho prodigo? Em síntese, podemos dizer que a comparação feita pelos escritbas e fariseus “porque vocês fazem isto que não fazemos?” foi exatamente que Jesus usou para explicar sobre o judaísmo x cristianismo. Dizendo que ambos não podem permanecer juntos. Mas uma deve dar lugar ao outro.
  • 17. Entendendo o textoQuando Jesus disse ter vindo para "lançar fogo sobre a terra" Lucas 12:49) e não para "trazer paz, mas espada" (Mateus 10:34), como falou verdadeiramente! Ele não se ajustava aos modos familiares do mundoao qual veio. Mesmo o mais revolucionário pensamento de seu tempo não poderia contê-lo. Suas palavras e modos eram transcendentemente diferentes, inquietantes, ameaçadores. Não poderia haver uma síntese calada do velho e do novo, somente uma colisão descomprometida que conduziria inevitavelmente a rebelião ou rendição. Alguns viriam a gostar do novo, outros a odiá-lo.
  • 18. Entendendo o textoEm suas três analogias, em Mateus 9:14-17 (Marcos 2:18-22; Lucas 5:33-39), Jesus responde aos seus críticos gentilmente, mas ilustra o inevitável do conflito: como pode pano novo ser usado para remendar roupa velha? Como pode o explosivo vinho novo ser contido em velhos e inflexíveis odres?
  • 19. Entendendo o textoO provérbio de Jesus sobre o remendo novo na roupa velha saiu facilmente de sua própria vida. Aquele que "não tinha lugar para repousar sua cabeça" não deveria desconhecer vestes remendadas. E todos sabiam que uma tentativa de remendar uma roupa gasta com pano novo levaria a dois desastres, um estrutural e outro estético. O pano novo encolheria com a primeira lavagem e aplicaria tal tensão sobre o pano velho que faria um rasgo maior do que antes (Marcos 2:21); e, por sua própria novidade, o remendo novo faria com que a roupa velha parecesse ainda mais desbotada e velha (Lucas 9:36). Às vezes, o velho é irreparável e tem simplesmente que ceder lugar ao novo.
  • 20. Entendendo o textoO judaísmo rabínico, com suas corrupções farisaicas, estava além da recuperação. Sua atitude estava totalmente tão afastada do espírito da lei e dos profetas que o único meio de ir além dela era saindo dela. E ainda que a mensagem de arrependimento e de abatida contrição de João fosse de Deus e vital para o seu tempo, ela era preparatória, e não permanente (Atos 18:25-26; 19:1-5). O novo caminho de Jesus era um pano inteiro e não uma colcha de retalhos. Ele não tinha vindo para enxertar suas novas verdades no esfarrapado tecido religioso das tradições humanas e ímpias atitudes, ou para sentar-se imóvel a uma das paradas da estrada do propósito eterno de Deus. Tivesse feito isso e teria destruído tudo. Em Cristo, todas as coisas teriam que ser novas (2 Coríntios 5:17).
  • 21. Entendendo o textoA incredulidade judaica vigente recusou-se a renunciar aos seus caminhos tradicionais para receber a palavra de Deus, e crucificou Jesus. Os judaizantes da igreja primitiva relutavam em deixar a lei pelo evangelho e, em seu esforço para acomodar o evangelho à lei, manobraram para rasgar e destruir tudo (Gálatas 1:6-9; 5:3-4). A mesma disposição mental vive hoje. Velhos e ímpios caminhos, recusando a entregar a alma, nos desafiarão a acomodar o evangelho a eles ou a sair. Nesses momentos precisamos correr, e não andar, para a saída mais próxima.
  • 22. Entendendo o textoO terceiro destes provérbios que Jesus usa para responder a seus críticos simplesmente reforça a mensagem dos dois primeiros: certas coisas não se ajustam. Os homens, ele disse, não colocam vinho novo, ainda fermentando e expandindo, em velhos e ressecados odres porque eles se rasgariam e seriam destruídos e o vinho novo escorreria e se perderia (Mateus 9:17). O Senhor está advertindo que mentalidades rígidas custarão aos homens a incomparável qualidade especial do evangelho. Porque ela é imprevisivelmente nova e inimaginável (1 Coríntios 2:9)e não se ajusta confortavelmente nos trilhos familiares, estamos demasiado dispostos a tentar forçá-la, através de nossas categorias congeladas, até que ela saia parecendo mais com o que esperávamos e desejávamos que fosse. Não há meio melhor do que este para simplesmente derramar no chão o precioso vinho novo do reino eterno de Deus.
  • 23. FIM