SlideShare uma empresa Scribd logo
ESE - Capítulo 26 – DAR DE
GRAÇA O QUE DE GRAÇA
RECEBER
Centro Espírita Caminho de Damasco
Expositor: Humberto E. Hasegawa
• No Evangelho de Mateus (10:1-10), temos:
• Tendo chamado os seus doze discípulos,
deu-lhes Jesus autoridade sobre espíritos
imundos para os expelir e para curar toda sorte
de doenças e enfermidades (de acordo com os
postulados espíritas, podemos deduzir que
Jesus apenas estimulou em seus discípulos uma
faculdade que eles já traziam em estado
latente). Ora, os nomes dos dozes apóstolos são
estes: Simão, por sobrenome Pedro, e André,
seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu
irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o
publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão,
o Zelote, e Judas, que foi quem o traiu.
A estes doze enviou Jesus, dando-lhes
as seguintes instruções: (...) Curai
enfermos, ressuscitai mortos, purificai
leprosos, expeli demônios; de graça
recebeste, de graça dai. Não vos provereis
de ouro, nem de prata, nem de cobre nos
vossos cintos; nem de alforje para o
caminho, nem de duas túnicas, nem de
sandálias, nem de bordão; porque digno é
o trabalhador de seu alimento.
Nessas considerações, podemos
encontrar a possível motivação da
advertência de Jesus. Ele sabia que se
seus discípulos não fossem
suficientemente firmes em suas
responsabilidades perante os
necessitados, poderiam desvirtuar-se,
principalmente se deixassem seduzir-
se pelos atrativos, ilusões e facilidades
da vida material.
–Temos em Chico Xavier um exemplo bem
conhecido de como um dom divino foi
utilizado somente para o bem daqueles que
necessitavam de um alento em seus
momentos de necessidade.
–Deus nos deu a vida e não nos cobra nada
por ela. Tudo o que nós passamos, de bom
e de ruim é para o nosso crescimento moral
e intelectual. Olhemos à nossa volta e
prestemos atenção em tudo o que temos a
disposição sem que se cobre algo por isso.
VOLUNTARIADO
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
Ponte de Luz ASEC
 
Reconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obrasReconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obras
Izabel Cristina Fonseca
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
Jorge Luiz dos Santos
 
Aula espiritos errantes
Aula espiritos errantesAula espiritos errantes
Aula espiritos errantes
Oribes Teixeira
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Deborah Oliver
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
Izabel Cristina Fonseca
 
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Leonardo Pereira
 
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan KardecSonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
marjoriestavismeyer
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
Lorena Dias
 
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
manumino
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
igmateus
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
paikachambi
 
Objetivo da encarnação
Objetivo da encarnaçãoObjetivo da encarnação
Objetivo da encarnação
Izabel Cristina Fonseca
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
Dalila Melo
 
Sintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoSintonia e vibração
Sintonia e vibração
Louis Oliver
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
Marta Gomes
 
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo). Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Leonardo Pereira
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouroNão vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Henrique Vieira
 

Mais procurados (20)

Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
 
Reconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obrasReconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obras
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
 
Aula espiritos errantes
Aula espiritos errantesAula espiritos errantes
Aula espiritos errantes
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
 
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"Estudos do evangelho " Fé e caridade"
Estudos do evangelho " Fé e caridade"
 
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan KardecSonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
 
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
 
Falsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da ErraticidadeFalsos Profetas da Erraticidade
Falsos Profetas da Erraticidade
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
 
Objetivo da encarnação
Objetivo da encarnaçãoObjetivo da encarnação
Objetivo da encarnação
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
 
Sintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoSintonia e vibração
Sintonia e vibração
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
 
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo). Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
Deus Mamom e o Evangelho ( segundo o espiritismo).
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouroNão vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouro
 

Destaque

Palestra dai de graça...
Palestra  dai de graça...Palestra  dai de graça...
Palestra dai de graça...
virginiacarisioscalia
 
De graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiDe graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça dai
Graça Maciel
 
Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...
Mirian De Lima Mendes
 
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Roberta Andrade
 
Mediunidade gratuita
Mediunidade gratuitaMediunidade gratuita
Mediunidade gratuita
Ceile Bernardo
 
Dai de Graça
Dai de GraçaDai de Graça
Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3
Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3
Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3
Patricia Farias
 
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Patricia Farias
 
Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10
Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10
Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10
Patricia Farias
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavioEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
Jose Luiz Maio
 
Os médiuns
Os médiunsOs médiuns
Os médiuns
Pâm Alves
 
A MEDIUNIDADE DE MOISÉS
A MEDIUNIDADE DE MOISÉSA MEDIUNIDADE DE MOISÉS
A MEDIUNIDADE DE MOISÉS
Isnande Mota Barros
 
Mediunidade gratuita2
Mediunidade gratuita2Mediunidade gratuita2
Mediunidade gratuita2
Alex Peccini CRC
 
Buscai e achareis
Buscai e achareisBuscai e achareis
Buscai e achareis
grupodepaisceb
 
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de OtavioMensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Patricia Farias
 
Lei de Reprodução
Lei de ReproduçãoLei de Reprodução
Lei de Reprodução
Ceile Bernardo
 
Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5
Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5
Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5
Patricia Farias
 
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamenteDai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
pietra bravo
 
Travessia - Reforma Íntima
Travessia - Reforma ÍntimaTravessia - Reforma Íntima
Travessia - Reforma Íntima
Ricardo Azevedo
 
Historia do espiritismo
Historia do espiritismoHistoria do espiritismo
Historia do espiritismo
Arlete Laenzlinger
 

Destaque (20)

Palestra dai de graça...
Palestra  dai de graça...Palestra  dai de graça...
Palestra dai de graça...
 
De graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiDe graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça dai
 
Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...
 
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
 
Mediunidade gratuita
Mediunidade gratuitaMediunidade gratuita
Mediunidade gratuita
 
Dai de Graça
Dai de GraçaDai de Graça
Dai de Graça
 
Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3
Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3
Livro dos Espíritos-Kardec ESE cap.26 item 3
 
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
 
Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10
Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10
Livro dos Espíritos Q 312 ESE Cap.26 item 10
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavioEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
 
Os médiuns
Os médiunsOs médiuns
Os médiuns
 
A MEDIUNIDADE DE MOISÉS
A MEDIUNIDADE DE MOISÉSA MEDIUNIDADE DE MOISÉS
A MEDIUNIDADE DE MOISÉS
 
Mediunidade gratuita2
Mediunidade gratuita2Mediunidade gratuita2
Mediunidade gratuita2
 
Buscai e achareis
Buscai e achareisBuscai e achareis
Buscai e achareis
 
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de OtavioMensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
 
Lei de Reprodução
Lei de ReproduçãoLei de Reprodução
Lei de Reprodução
 
Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5
Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5
Livro dos Espíritos Q.308 ESE - cap26 item 5
 
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamenteDai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
 
Travessia - Reforma Íntima
Travessia - Reforma ÍntimaTravessia - Reforma Íntima
Travessia - Reforma Íntima
 
Historia do espiritismo
Historia do espiritismoHistoria do espiritismo
Historia do espiritismo
 

Mais de Humberto E. Hasegawa

A felicidade existe
A felicidade existeA felicidade existe
A felicidade existe
Humberto E. Hasegawa
 
Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02
Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02
Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02
Humberto E. Hasegawa
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
Humberto E. Hasegawa
 
Uniões antipáticas
Uniões antipáticasUniões antipáticas
Uniões antipáticas
Humberto E. Hasegawa
 
Orgulho
OrgulhoOrgulho
Perdão
PerdãoPerdão
Ressurreição e reencarnação
Ressurreição e reencarnaçãoRessurreição e reencarnação
Ressurreição e reencarnação
Humberto E. Hasegawa
 
Tolerância
TolerânciaTolerância
Uniões antipáticas
Uniões antipáticasUniões antipáticas
Uniões antipáticas
Humberto E. Hasegawa
 
Atividade aula 08
Atividade aula 08Atividade aula 08
Atividade aula 08
Humberto E. Hasegawa
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitosBem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
Humberto E. Hasegawa
 

Mais de Humberto E. Hasegawa (11)

A felicidade existe
A felicidade existeA felicidade existe
A felicidade existe
 
Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02
Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02
Afamlianavisoesprita18jan13 130122144451-phpapp02
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Uniões antipáticas
Uniões antipáticasUniões antipáticas
Uniões antipáticas
 
Orgulho
OrgulhoOrgulho
Orgulho
 
Perdão
PerdãoPerdão
Perdão
 
Ressurreição e reencarnação
Ressurreição e reencarnaçãoRessurreição e reencarnação
Ressurreição e reencarnação
 
Tolerância
TolerânciaTolerância
Tolerância
 
Uniões antipáticas
Uniões antipáticasUniões antipáticas
Uniões antipáticas
 
Atividade aula 08
Atividade aula 08Atividade aula 08
Atividade aula 08
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitosBem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
 

Último

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 

Último (10)

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 

Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste

  • 1. ESE - Capítulo 26 – DAR DE GRAÇA O QUE DE GRAÇA RECEBER Centro Espírita Caminho de Damasco Expositor: Humberto E. Hasegawa
  • 2. • No Evangelho de Mateus (10:1-10), temos: • Tendo chamado os seus doze discípulos, deu-lhes Jesus autoridade sobre espíritos imundos para os expelir e para curar toda sorte de doenças e enfermidades (de acordo com os postulados espíritas, podemos deduzir que Jesus apenas estimulou em seus discípulos uma faculdade que eles já traziam em estado latente). Ora, os nomes dos dozes apóstolos são estes: Simão, por sobrenome Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o Zelote, e Judas, que foi quem o traiu.
  • 3. A estes doze enviou Jesus, dando-lhes as seguintes instruções: (...) Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebeste, de graça dai. Não vos provereis de ouro, nem de prata, nem de cobre nos vossos cintos; nem de alforje para o caminho, nem de duas túnicas, nem de sandálias, nem de bordão; porque digno é o trabalhador de seu alimento.
  • 4. Nessas considerações, podemos encontrar a possível motivação da advertência de Jesus. Ele sabia que se seus discípulos não fossem suficientemente firmes em suas responsabilidades perante os necessitados, poderiam desvirtuar-se, principalmente se deixassem seduzir- se pelos atrativos, ilusões e facilidades da vida material.
  • 5. –Temos em Chico Xavier um exemplo bem conhecido de como um dom divino foi utilizado somente para o bem daqueles que necessitavam de um alento em seus momentos de necessidade. –Deus nos deu a vida e não nos cobra nada por ela. Tudo o que nós passamos, de bom e de ruim é para o nosso crescimento moral e intelectual. Olhemos à nossa volta e prestemos atenção em tudo o que temos a disposição sem que se cobre algo por isso.
  • 6.