SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
Os Mensageiros
A vida no mundo espiritual
Pelo Espirito André Luiz
Francisco Candido Xavier
Estudo por Mirna Moutinho
Dubai, 10/09/2013
A queda de Otávio

Mediunidade
Compromisso mediúnico
Cultura Evangélica
Auxílio do Alto
Preparação do trabalho / Responsabilidades assumidas
Dívidas passadas
Orgulho e vaidade
Livre arbítrio
http://espacodespertar.blogspot.com

2
A queda de Otávio
Mediunidade

A mediunidade é um atributo do espírito, não depende de qualidades
humanas para existir na sua função natural. No entanto, há leis que
asseguram a sua posição, no campo que opera. O médium pode
transmitir mensagens de alto teor educativo e científico, em favor da
humanidade, como também servir de canal para espíritos
zombeteiros ou pseudossábios. Essa variação esta na dependência de
como o médium leva a vida, seus sentimentos e as condições
espirituais que vibram em seu coração. Não basta somente ter boa
vontade, é necessário ter compreensão do objetivo do seu mandato e
trilhar os caminhos que a ordem e a moralidade impõem, numa vida
pautada nas diretrizes da luz espiritual. ( Miramez )
http://espacodespertar.blogspot.com

3
A queda de Otávio
Mediunidade

Geralmente o desenvolvimento da mediunidade é ciclico, ou seja, se
processa-se por etapas sucessivas em forma de espiral. As crianças a
possuem a flor da pele, mas resguardada pela influência benéfica e
controladora dos espíritos protetores, que as religiões chamam de
anjos da guarda. Nessa fase infantil as manifestações mediúnicas são
mais de caráter anímico. A criança projeta a sua alma nas coisas e nos
seres que a rodeiam, recebem intuições orientadoras dos seus
protetores, as vezes vêem e denunciam a presença de espíritos e não
raro trasmitem avisos e recados dos espíritos aos familiares. Quando
passam dos sete oito anos integram-se melhor no condicionamento
da vida terrena, desligando –se progressivamente das relações
espirituais e dando importância as relações humanas. O espírito se
ajusta a matéria para enfrentar os problemas do mundo. Fecha-se o
primeiro ciclo mediúnico, para a seguir abre-se o segundo.
http://espacodespertar.blogspot.com

4
A queda de Otávio
Mediunidade

Ė geralmente na adolescência, a partir dos doze ou treze anos, que se
inicia o segundo ciclo. No primeiro ciclo so se deve intervir no
processo mediúnico com preces e passes, para abrandar as excitações
naturais da criança, quase sempre carregadas de reminiscências
estranhas do passado carnal ou espiritual. Na adolescência o seu
corpo já amadureceu o suficiente para as manifestações mediúnicas
se tornem mais intensas e positivas. Ė tempo de encaminhá-la com
informações mais precisas sobre o problema mediúnico. O passe, a
prece as reuniões para estudo doutrinário são os meios de auxiliar no
processo sem força-lo, dando-lhe a orientação necessária. Certos
adolescentes integram-se rápida e naturalmente na nova situação e se
preparam a sério para atividade mediúnica. Outros rejeitam.
http://espacodespertar.blogspot.com

5
A queda de Otávio
Mediunidade

http://espacodespertar.blogspot.com

6
A queda de Otávio
Mediunidade
Epífise = Glândula Pineal
A Epífise neural, Glândula pineal ou simplesmente Pineal é uma pequena
glândula endócrina localizada perto do centro do cérebro, é uma estrutura
cinza-avermelhada do tamanho aproximado de caroço de uma laranja ( 25
por 12mm).
O cientista Sérgio Felipe de Oliveira ( diretor – presidente da Asssociacao
Medica- Espirita de SP (AMESP); após analisar a composição da glândula
Pineal, detectou na sua estrutura cristais de apatita, mineral também
encontrado na natureza sob a forma de pedras laminadas. Segundo suas
pesquisas, esse cristal capta campos eletromagnéticos. “ E o Plano Espiritual
age por meio desses campos. A interferência Divina sempre acontece
obedecendo as Leis da própria natureza.
Os médiuns pessoas capazes de entrar em contato com outras dimensões
espirituais apresentam maior quantidade de cristais de apatita na pineal.
http://espacodespertar.blogspot.com

7
A queda de Otávio

http://espacodespertar.blogspot.com

8
A queda de Otávio
…Possivelmente o amigo terá a seu favor o fato de haver ignorado as verdades
eternas, no mundo. O mesmo não ocorre comigo. Não desconhecia o roteiro
certo, que o Pai me designava para as lutas na terra… dispunha de considerável
cultura evangélica , coisa que para a vida eterna, é de maior importância… tive
amigos do plano superior, que se faziam visíveis aos meus olhos… recebi
mensagens de amor e sabedoria…
Guias espirituais todos temos, pois isso é uma lei nascida da misericórdia de
Deus. Carece saber se respeitamos esses companheiros da espiritualidade
maior, não os envergonhando com os nosso feitos. Ė de importância grandiosa
que os convidemos para assitirem o que pensamos e o que falamos e, sentindo
as suas presenças, passemos a pensar e falar com mais segurança. Não
podemos ignorar as nossas companhias espirituais. Percebemos seus
pensamentos permeando os nossos, a nos chamar. E o médium espírita não
pode se esquecer dessa realidade. ( Miramez)
http://espacodespertar.blogspot.com
9
A queda de Otávio
… as tarefas espirituais, ocupam-se de interesses eternos e daí a enormidade
de minha falta . Os mordomos de bens da alma estão investidos de
responsabilidades pesadíssimas, os estudiosos, os crentes, os simpatizantes,
no campo de fé, podem alegar ignorância e inibição, todavia os sacerdotes
não tem desculpa. Ė o mesmo que se verifica na tarefa mediunica…
Preparou-se durante 30 anos em Nosso lar para a tarefa mediúnica,
benfeitores o acompanharam durante todo o processo, não faltaram
recursos para que tudo desse certo da parte dos colaboradores espirituais,
iria colaborar com as falanges espirituais no Brasil, atendendo irmãos
ignorantes, pertubados ou infelizes. Assumindo as 6 criancas orfãs, seu
extinto a leviandade e vascilações em relação ao sexo seriam suprimidas pela
boa ação que pratica da caridade opera em corações que ouvem o chamado
do mais Alto.
http://espacodespertar.blogspot.com

10
A queda de Otávio
Aos 15 anos começaram os chamados da esfera Superior. Vivia revoltado entre
queixas e lamentações descabidas. Foi conduzido ao grupo espiritista, onde
suas faculdades seriam postas em ação, duvidava dos orientadores espirituais e
tinha acentuado pendor para a crítica dos atos alheios compeliam-lhe a
desagradável estacionamento. Ele interpretava os fenômenos como
alucinações, procurou um médico que orientou-lhe experiências sexuais.
Livre-arbítrio
Questão 845 - Livro dos Espíritos
As predisposicões instintivas que o homem traz ao nascer nao são um obstáculo
ao exercício do livre-arbítrio?
R. As predisposições instintivas são as do Espírito antes de sua encarnação.
Conforme ele for mais ou menos adiantado, elas podem induzí-lo a atos
repreensíveis, e ele e secundado nisso pelos Espíritos que simpatizam com essas
disposições. No entanto, não há atração irresistível, quando se tem a vontade de
resistir. Lembrai-vos de que querer e poder.
http://espacodespertar.blogspot.com

11
A queda de Otávio
Escreve Walter Barcelos – “Sexo e Evolução”
A maioria humana , imersa, ainda no caldeirão das emoções desequilibradas e
dos prazeres sensoriais, advindas dos abusos, especialmente tristes no âmbito
da sexualidade, onde a invigilância emocional, levando a agressão,
compromete perigosamente o equipamento psicossômico, além de, sustentar
obsessões.
Efetivamente, entre todos os vícios das criaturas humanas, nenhum ocasiona
desequilíbrios tão vastos e profundos na organização do corpo espiritual como
a viciação sexual. A mente se desarmoniza provocando a desestruturação do
perispírito, com grave comprometimento dos centros vitais, só reparável por
doridas experiências impostas pelo processo cármico, sempre certo e infalível.
http://espacodespertar.blogspot.com

12

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros Apresentação da obra
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  Apresentação da obraEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  Apresentação da obra
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros Apresentação da obraJose Luiz Maio
 
Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces Patricia Farias
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 RenovaçãoEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 RenovaçãoJose Luiz Maio
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusTatiana Bonfim
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 04 O caso vicente
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 04 O caso vicenteEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 04 O caso vicente
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 04 O caso vicenteJose Luiz Maio
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23Jose Luiz Maio
 
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucuraO processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucurajcevadro
 
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moralPalestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moralDivulgador do Espiritismo
 
Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9Leonardo Pereira
 
Os Mensageiros - Capítulo 01
Os Mensageiros - Capítulo 01Os Mensageiros - Capítulo 01
Os Mensageiros - Capítulo 01Patricia Farias
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33Jose Luiz Maio
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50Jose Luiz Maio
 
Livro os mensageiros sinopse
Livro os mensageiros sinopseLivro os mensageiros sinopse
Livro os mensageiros sinopseSolange Montosa
 

Mais procurados (20)

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros Apresentação da obra
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  Apresentação da obraEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  Apresentação da obra
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros Apresentação da obra
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
 
Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 RenovaçãoEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 04 O caso vicente
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 04 O caso vicenteEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 04 O caso vicente
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 04 O caso vicente
 
Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
 
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucuraO processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
 
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moralPalestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
 
Obsessao 1
Obsessao 1Obsessao 1
Obsessao 1
 
Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9
 
O Poder do Pensamento
O Poder do PensamentoO Poder do Pensamento
O Poder do Pensamento
 
Os Mensageiros - Capítulo 01
Os Mensageiros - Capítulo 01Os Mensageiros - Capítulo 01
Os Mensageiros - Capítulo 01
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 24 a 33
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Livro os mensageiros sinopse
Livro os mensageiros sinopseLivro os mensageiros sinopse
Livro os mensageiros sinopse
 

Destaque

De graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiDe graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiGraça Maciel
 
Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30Patricia Farias
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavioEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavioJose Luiz Maio
 
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Roberta Andrade
 
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteEse   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteHumberto E. Hasegawa
 

Destaque (7)

De graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiDe graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça dai
 
Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavioEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
 
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
 
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteEse   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
 
Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...Dai gratuitamente...
Dai gratuitamente...
 
Palestra dai de graça...
Palestra  dai de graça...Palestra  dai de graça...
Palestra dai de graça...
 

Semelhante a Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio

André Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdf
André Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdfAndré Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdf
André Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdfVIEIRA RESENDE
 
Capitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaCapitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaMarta Gomes
 
Procrastinação e Obsessão Espiritual
Procrastinação e Obsessão EspiritualProcrastinação e Obsessão Espiritual
Procrastinação e Obsessão EspiritualRicardo Azevedo
 
Resenha de estudos espiritas 06
Resenha de estudos espiritas 06Resenha de estudos espiritas 06
Resenha de estudos espiritas 06MRS
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014grupodepaisceb
 
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptA Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptEdsonAguiar30
 
Adolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagemAdolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagemccmoiac
 
Adolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagemAdolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagemanaccc2013
 
Eclosão da mediunidade.pptx
Eclosão da mediunidade.pptxEclosão da mediunidade.pptx
Eclosão da mediunidade.pptxM.R.L
 
Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes
Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes
Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes Raiza Santos
 
Autismo e Espiritismo.pdf
Autismo e Espiritismo.pdfAutismo e Espiritismo.pdf
Autismo e Espiritismo.pdfKarineGiotti
 
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Dalila Melo
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosTiburcio Santos
 

Semelhante a Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio (20)

André Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdf
André Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdfAndré Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdf
André Luiz - Conduta Espírita - Psicografia de Waldo Vieira.pdf
 
Capitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaCapitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espirita
 
Procrastinação e Obsessão Espiritual
Procrastinação e Obsessão EspiritualProcrastinação e Obsessão Espiritual
Procrastinação e Obsessão Espiritual
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 03 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 03 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 03 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 03 doc
 
Pág 1
Pág 1Pág 1
Pág 1
 
Universalismo crstico apostila - 014 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 014 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 014 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 014 - 2011 - lar
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
 
Resenha de estudos espiritas 06
Resenha de estudos espiritas 06Resenha de estudos espiritas 06
Resenha de estudos espiritas 06
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 03 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 03 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 03 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 03 doc
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
 
Moment cons
Moment consMoment cons
Moment cons
 
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptA Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
 
Adolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagemAdolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagem
 
Universalismo crstico apostila - 009 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 009 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 009 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 009 - 2011 - lar
 
Adolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagemAdolescente, mas de passagem
Adolescente, mas de passagem
 
Eclosão da mediunidade.pptx
Eclosão da mediunidade.pptxEclosão da mediunidade.pptx
Eclosão da mediunidade.pptx
 
Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes
Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes
Psicologia e mediunidade - Adenauer novaes
 
Autismo e Espiritismo.pdf
Autismo e Espiritismo.pdfAutismo e Espiritismo.pdf
Autismo e Espiritismo.pdf
 
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
 

Mais de Patricia Farias

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxPatricia Farias
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaPatricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...Patricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5Patricia Farias
 

Mais de Patricia Farias (20)

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptx
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptx
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptx
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptx
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptx
 
Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1
 
Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
 
Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1
 
Evangelho cap11 item13
Evangelho cap11 item13Evangelho cap11 item13
Evangelho cap11 item13
 
Evangelho cap11 item11
Evangelho cap11 item11Evangelho cap11 item11
Evangelho cap11 item11
 

Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio

  • 1. Os Mensageiros A vida no mundo espiritual Pelo Espirito André Luiz Francisco Candido Xavier Estudo por Mirna Moutinho Dubai, 10/09/2013
  • 2. A queda de Otávio Mediunidade Compromisso mediúnico Cultura Evangélica Auxílio do Alto Preparação do trabalho / Responsabilidades assumidas Dívidas passadas Orgulho e vaidade Livre arbítrio http://espacodespertar.blogspot.com 2
  • 3. A queda de Otávio Mediunidade A mediunidade é um atributo do espírito, não depende de qualidades humanas para existir na sua função natural. No entanto, há leis que asseguram a sua posição, no campo que opera. O médium pode transmitir mensagens de alto teor educativo e científico, em favor da humanidade, como também servir de canal para espíritos zombeteiros ou pseudossábios. Essa variação esta na dependência de como o médium leva a vida, seus sentimentos e as condições espirituais que vibram em seu coração. Não basta somente ter boa vontade, é necessário ter compreensão do objetivo do seu mandato e trilhar os caminhos que a ordem e a moralidade impõem, numa vida pautada nas diretrizes da luz espiritual. ( Miramez ) http://espacodespertar.blogspot.com 3
  • 4. A queda de Otávio Mediunidade Geralmente o desenvolvimento da mediunidade é ciclico, ou seja, se processa-se por etapas sucessivas em forma de espiral. As crianças a possuem a flor da pele, mas resguardada pela influência benéfica e controladora dos espíritos protetores, que as religiões chamam de anjos da guarda. Nessa fase infantil as manifestações mediúnicas são mais de caráter anímico. A criança projeta a sua alma nas coisas e nos seres que a rodeiam, recebem intuições orientadoras dos seus protetores, as vezes vêem e denunciam a presença de espíritos e não raro trasmitem avisos e recados dos espíritos aos familiares. Quando passam dos sete oito anos integram-se melhor no condicionamento da vida terrena, desligando –se progressivamente das relações espirituais e dando importância as relações humanas. O espírito se ajusta a matéria para enfrentar os problemas do mundo. Fecha-se o primeiro ciclo mediúnico, para a seguir abre-se o segundo. http://espacodespertar.blogspot.com 4
  • 5. A queda de Otávio Mediunidade Ė geralmente na adolescência, a partir dos doze ou treze anos, que se inicia o segundo ciclo. No primeiro ciclo so se deve intervir no processo mediúnico com preces e passes, para abrandar as excitações naturais da criança, quase sempre carregadas de reminiscências estranhas do passado carnal ou espiritual. Na adolescência o seu corpo já amadureceu o suficiente para as manifestações mediúnicas se tornem mais intensas e positivas. Ė tempo de encaminhá-la com informações mais precisas sobre o problema mediúnico. O passe, a prece as reuniões para estudo doutrinário são os meios de auxiliar no processo sem força-lo, dando-lhe a orientação necessária. Certos adolescentes integram-se rápida e naturalmente na nova situação e se preparam a sério para atividade mediúnica. Outros rejeitam. http://espacodespertar.blogspot.com 5
  • 6. A queda de Otávio Mediunidade http://espacodespertar.blogspot.com 6
  • 7. A queda de Otávio Mediunidade Epífise = Glândula Pineal A Epífise neural, Glândula pineal ou simplesmente Pineal é uma pequena glândula endócrina localizada perto do centro do cérebro, é uma estrutura cinza-avermelhada do tamanho aproximado de caroço de uma laranja ( 25 por 12mm). O cientista Sérgio Felipe de Oliveira ( diretor – presidente da Asssociacao Medica- Espirita de SP (AMESP); após analisar a composição da glândula Pineal, detectou na sua estrutura cristais de apatita, mineral também encontrado na natureza sob a forma de pedras laminadas. Segundo suas pesquisas, esse cristal capta campos eletromagnéticos. “ E o Plano Espiritual age por meio desses campos. A interferência Divina sempre acontece obedecendo as Leis da própria natureza. Os médiuns pessoas capazes de entrar em contato com outras dimensões espirituais apresentam maior quantidade de cristais de apatita na pineal. http://espacodespertar.blogspot.com 7
  • 8. A queda de Otávio http://espacodespertar.blogspot.com 8
  • 9. A queda de Otávio …Possivelmente o amigo terá a seu favor o fato de haver ignorado as verdades eternas, no mundo. O mesmo não ocorre comigo. Não desconhecia o roteiro certo, que o Pai me designava para as lutas na terra… dispunha de considerável cultura evangélica , coisa que para a vida eterna, é de maior importância… tive amigos do plano superior, que se faziam visíveis aos meus olhos… recebi mensagens de amor e sabedoria… Guias espirituais todos temos, pois isso é uma lei nascida da misericórdia de Deus. Carece saber se respeitamos esses companheiros da espiritualidade maior, não os envergonhando com os nosso feitos. Ė de importância grandiosa que os convidemos para assitirem o que pensamos e o que falamos e, sentindo as suas presenças, passemos a pensar e falar com mais segurança. Não podemos ignorar as nossas companhias espirituais. Percebemos seus pensamentos permeando os nossos, a nos chamar. E o médium espírita não pode se esquecer dessa realidade. ( Miramez) http://espacodespertar.blogspot.com 9
  • 10. A queda de Otávio … as tarefas espirituais, ocupam-se de interesses eternos e daí a enormidade de minha falta . Os mordomos de bens da alma estão investidos de responsabilidades pesadíssimas, os estudiosos, os crentes, os simpatizantes, no campo de fé, podem alegar ignorância e inibição, todavia os sacerdotes não tem desculpa. Ė o mesmo que se verifica na tarefa mediunica… Preparou-se durante 30 anos em Nosso lar para a tarefa mediúnica, benfeitores o acompanharam durante todo o processo, não faltaram recursos para que tudo desse certo da parte dos colaboradores espirituais, iria colaborar com as falanges espirituais no Brasil, atendendo irmãos ignorantes, pertubados ou infelizes. Assumindo as 6 criancas orfãs, seu extinto a leviandade e vascilações em relação ao sexo seriam suprimidas pela boa ação que pratica da caridade opera em corações que ouvem o chamado do mais Alto. http://espacodespertar.blogspot.com 10
  • 11. A queda de Otávio Aos 15 anos começaram os chamados da esfera Superior. Vivia revoltado entre queixas e lamentações descabidas. Foi conduzido ao grupo espiritista, onde suas faculdades seriam postas em ação, duvidava dos orientadores espirituais e tinha acentuado pendor para a crítica dos atos alheios compeliam-lhe a desagradável estacionamento. Ele interpretava os fenômenos como alucinações, procurou um médico que orientou-lhe experiências sexuais. Livre-arbítrio Questão 845 - Livro dos Espíritos As predisposicões instintivas que o homem traz ao nascer nao são um obstáculo ao exercício do livre-arbítrio? R. As predisposições instintivas são as do Espírito antes de sua encarnação. Conforme ele for mais ou menos adiantado, elas podem induzí-lo a atos repreensíveis, e ele e secundado nisso pelos Espíritos que simpatizam com essas disposições. No entanto, não há atração irresistível, quando se tem a vontade de resistir. Lembrai-vos de que querer e poder. http://espacodespertar.blogspot.com 11
  • 12. A queda de Otávio Escreve Walter Barcelos – “Sexo e Evolução” A maioria humana , imersa, ainda no caldeirão das emoções desequilibradas e dos prazeres sensoriais, advindas dos abusos, especialmente tristes no âmbito da sexualidade, onde a invigilância emocional, levando a agressão, compromete perigosamente o equipamento psicossômico, além de, sustentar obsessões. Efetivamente, entre todos os vícios das criaturas humanas, nenhum ocasiona desequilíbrios tão vastos e profundos na organização do corpo espiritual como a viciação sexual. A mente se desarmoniza provocando a desestruturação do perispírito, com grave comprometimento dos centros vitais, só reparável por doridas experiências impostas pelo processo cármico, sempre certo e infalível. http://espacodespertar.blogspot.com 12