SlideShare uma empresa Scribd logo
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação
Departamento de Governo Eletrônico
Modelo Brasileiro
de Acessibilidade
em Governo
Eletrônico
Formulários
<input type="checkbox" value="yes" id=“apples“ name="apples">
<label for=“apples"> Apples</label>
<input type="checkbox" value="yes" id=“oranges“ name="oranges">
<label for=“oranges"> Oranges</label>
<input type="checkbox" value="yes" id=“lemmons“ name="lemons">
<label for=“lemons"> Lemons</label>
<input type="checkbox" value="yes" id=“limes“ name="limes">
<label for=“limes"> Limes</label>
5
O DGE e a Sociedade
DGE – Departamento de Governo
Eletrônico

Implantar de forma unificada serviços por meios eletrônicos
no governo federal;

Integrar outros níveis de governo na prestação de serviços;

Desenvolver e-serviços orientado por eventos da vida de
cidadãos e demais setores sociais;

Definir e Implantar padrões de usabilidade e
acessibilidade para e-Serviços;
Tim Berners-Lee, diretor do W3C
afirma que o poder da Web está na
sua universalidade. Para ele, “ser
acessada por todos, independente
de deficiência, é um aspecto
essencial”.
A acessibilidade na Web significa,
portanto, permitir o acesso a
todos, independente do tipo de
usuário, situação ou ferramenta.
A Web é acessível na sua origem
João é
tetraplégico
Michele é surda
Carlos é cego
Deficiência temporáriaFoto: Flickr.com - Tuftronic10000
Acessibilidade na web: A quem se destina?
Usuários de Dispositivos Móveis
Foto: everystockphoto.com -bartimaeus-
Idade Avançada
Nós, daqui
alguns
anos
Foto: Flickr.com - Jacob Bøtter
Medo de usar o
computador
65%
Falta de habilidade com o
computador/internet
Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2012 – CGI.br
Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador.
Motivos pelos quais nunca utilizou a internet
Fonte: http://www.cetic.br/
18
Em números: Quem se beneficiaria da acessibilidade?
Falta cidadania – foto de Milton
Jung
Carros estacionados em vagas
especiais
http://www.flickr.com/photos/cbnsp/5360821409/
CC licence

23,8% da população brasileira (ou
cerca de 45 milhões de pessoas) ;

7,4% tem 65 anos ou mais;

9,63% são analfabetos;

65% das pessoas Pessoas que
nunca acessaram a internet, mas
usaram um computador alegam que
não usam Internet por falta de
habilidade.
Acessibilidade na web: A quem se destina?
Acessibilidade é para todos !
http://acessibilidade.w3c.br/pesquisa/resultados-preliminares/
Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2010 – CGI.br
Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador.
Percentual (%)
Acessar sites
ou páginas
que
demoram
para
aparecer
(muito
pesadas)
Não
encontrar a
informação
desejada no
site
Ler um texto
longo na
Internet
Acessar
páginas com
janelas que
aparecem na
tela (pop up)
Lidar com
itens de
segurança
em páginas
da Internet
como testes
anti-spam,
senhas,
cadastros,
logins
Localizar um
site
específico
pelas
ferramentas
de busca,
como o
Google
Usar
teclados
virtuais de
sites (para
senhas)
TOTAL
BRASIL 46 35 29 28 21 14 10
CaPtcHa
Pessoas são diferentes
Já testou seu site?
Já testou o seu site?
Sem CSS
e imagens
Foto: Flickr.com - Baddog_
sem monitor ?
Como as pessoas navegam pelo leitor
de tela?
Como as pessoas navegam pelo leitor
de tela?
Como as pessoas navegam pelo leitor
de tela?
Já ouviu seu site hoje?
Apenas 6,96% das páginas do Governo Federal
eram acessíveis em 2011
(em 2010 eram 4,83% de acordo com o Censo na Web do CGI.Br)
Processo para desenvolver sítio
acessível:
●
Seguir os padrões Web;
●
Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade;
●
Realizar avaliação de acessibilidade.
Código acessível

Conteúdo alternativo para elementos não-textuais;

Dados de tabelas acessíveis;

Formulários acessíveis;

Menus de escape;

Teclas de acesso;

Folhas de estilo com medidas relativas;

Documentos legíveis sem a folha de estilos;

Semântica;
Código acessível

Programação em camadas;

Não usar tabelas para diagramar;

Não utilizar frames;

Não utilizar elementos proprietários;
Vídeos com legendas
Imagens acessíveis
Cabeçalhos
<H1>Título Principal</H1>
<H2>Subtítulo</H2>
<H3>Sub-Subtítulo</H3>
<H2>Subtítulo</H2>
<H3>Sub-Subtítulo</H3>
<H4>....</H4>
Contraste
Formulários
Formulários
<input type="checkbox" value="yes" name="apples">
Apples
<input type="checkbox" value="yes" name="oranges"> Oranges
<input type="checkbox" value="yes" name="lemons"> Lemons
<input type="checkbox" value="yes" name="limes">
Limes
Formulários
<input type="checkbox" value="yes" id=“apples“ name="apples">
<label for=“apples"> Apples</label>
<input type="checkbox" value="yes" id=“oranges“ name="oranges">
<label for=“oranges"> Oranges</label>
<input type="checkbox" value="yes" id=“lemmons“ name="lemons">
<label for=“lemons"> Lemons</label>
<input type="checkbox" value="yes" id=“limes“ name="limes">
<label for=“limes"> Limes</label>
Tabelas
Tabelas
A5 - TIPO DE CONEXÃO PARA ACESSO À INTERNET NO DOMICÍLIO
Percentual sobre o total de domicílios com acesso à Internet 1 Percentual
(%) Modem Tradicional (acesso discado linha telefônica) Banda Larga 2
Outros NS/NR 3 TOTAL Banda Larga Modem digital via linha telefônica
(tecnologia DSL) Modem via cabo Conexão via rádio Conexão via satélite
TOTAL BRASIL 20 66 23 25 14 3 6 10 ÁREA URBANA 19 66 24 26 14 3 6 9
RURAL 21 55 17 14 20 5 8 16 REGIÕES DO PAÍS SUDESTE 22 65 21 30 11
3 4 10 NORDESTE 19 64 12 32 18 1 10 9 SUL 13 71 34 12 22 3 8 10
NORTE 31 49 23 11 11 5 14 7 CENTRO-OESTE 13 67 34 18 13 2 8 13
RENDA FAMILIAR Até R$465 16 51 14 20 14 3 12 21 R$466-R$930 22 61
18 24 15 4 4 14 R$931-R$1395 23 62 22 24 13 2 6 9 R$1396-R$2325 23 63
23 22 15 3 6 8 R$2326-R$4650 16 75 32 28 11 4 7 4 R$4651 ou mais 12 78
27 34 16 1 6 5 CLASSE SOCIAL 4 A 11 81 24 41 14 3 9 3 B 18 71 28 26 13 3
6 7 C 22 61 19 24 15 3 5 12 DE 26 41 10 15 15 2 3 29
Acessível via teclado
HTML e CSS
Princípios do W3C
Web para todos, em
qualquer
dispositivo, em
qualquer lugar,
segura e confiável!
Foto: everystockphoto.com - woodleywonderworks
46 de
Estrutura

Pragmático (estruturado de acordo
com os problemas a serem
abordados);

Dividido por áreas de atuação;

Padronização de funcionalidades.
O que é o e-MAG 3.0
47 de
Itens padrões para o Governo Federal:
1.Página com a descrição dos recursos de
acessibilidade;
2.Teclas de atalho (3);
3.Barra de acessibilidade;
4.Apresentação do mapa do sitio;
5.Apresentação de formulário;
6.Conteúdo alternativo para imagens;
7.Apresentação de documentos.
O que é o e-MAG 3.0
48 de
●
Divisão: 6 seções:
– Marcação (9)
– Comportamento (6)
– Conteúdo/Informação (12)
– Apresentação/Design (5)
– Multimídia (5)
– Formulário (8)
●
Total de 45 recomendações (Todas são importantes).
Recomendações de acessibilidade
●
Cursos em EAD
●
CMS acessível Suindara
●
Checklists
●
Pesquisas
●
Tutoriais
●
Consultoria SISP
●
ASES
E-MAG 3.0 - arcabouço
ASES
1. Avaliadores

Avaliador de acessibilidade web;

Avaliador de código HTML/XHTML;

Avaliador de código CSS.
2. Simuladores

Simulador de navegação para cegos;

Simulador de navegação para baixa visão.
3. Ferramentas de apoio
51 de
Alguns relatos pessoais
53
Em seu trabalho pela acessibilidade, o
Departamento de Governo eletrônico (DGE)
dispõe de uma equipe de consultores, no âmbito
do C3S do SISP, que é especialista no assunto. A
equipe avaliou praticamente todos os sítios
institucionais do primeiro escalão do governo
federal e enviou os respectivos relatórios desta
análise aos órgãos.
Consultores C3S
54
http://premio.w3c.br/
Inscrições até 30 de Setembro
55
Fernanda Hoffmann Lobato
governoeletronico.gov.br
Twitter: @egovbr
fernanda.lobato@planejamento.gov.br
+55 (61) 2020 1738

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Sítios Acessiveis

Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013
Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013
Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013
Elife Brasil
 
Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...
Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...
Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...
Rubens Guimarães - MTAC MVP
 
Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...
Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...
Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Uso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporânea
Uso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporâneaUso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporânea
Uso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporânea
Gabriel Luiz Ramos
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
Flávio Araújo
 
Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012
Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012
Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012
Reinaldo Ferraz
 
Desenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter Kit
Desenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter KitDesenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter Kit
Desenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter Kit
Rodrigo Antinarelli
 
Evento Cinteq - apresentando e-MAG
Evento Cinteq - apresentando e-MAGEvento Cinteq - apresentando e-MAG
Evento Cinteq - apresentando e-MAG
GovBR
 
Acessibilidade na Web - Senac 2013
Acessibilidade na Web - Senac 2013Acessibilidade na Web - Senac 2013
Acessibilidade na Web - Senac 2013
Reinaldo Ferraz
 
Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)
Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)
Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)
Santhyago Gallao
 
Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.
Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.
Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.
GovBR
 
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de InteroperabilidadeGOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
EloGroup
 
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
EloGroup
 
Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...
Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...
Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...
Suelybcs .
 
Acessibilidade web
Acessibilidade webAcessibilidade web
Acessibilidade web
Ubirajara Pelli
 
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
GovBR
 
Mobile, por onde começar
Mobile, por onde começarMobile, por onde começar
Mobile, por onde começar
Paulo Afonso
 
Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro
GovBR
 
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAGModelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
GovBR
 
2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt
2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt
2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt
MardemCasagrande1
 

Semelhante a Sítios Acessiveis (20)

Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013
Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013
Estudo habitos do internauta brasileiro elife 2013
 
Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...
Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...
Workshop Web - Do Pensamento ao Desenvolvimento - Design, Programação e Banco...
 
Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...
Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...
Introdução aos Padrões Web e Tecnologias para o Ambiente Digital - Aula 3 - 1...
 
Uso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporânea
Uso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporâneaUso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporânea
Uso acessivel - O cumprimento das premissas na web contemporânea
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012
Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012
Acessibilidade na Web - Front In Poa - 2012
 
Desenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter Kit
Desenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter KitDesenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter Kit
Desenvolvimento Web multi-devices com Google Web Starter Kit
 
Evento Cinteq - apresentando e-MAG
Evento Cinteq - apresentando e-MAGEvento Cinteq - apresentando e-MAG
Evento Cinteq - apresentando e-MAG
 
Acessibilidade na Web - Senac 2013
Acessibilidade na Web - Senac 2013Acessibilidade na Web - Senac 2013
Acessibilidade na Web - Senac 2013
 
Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)
Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)
Android: História, Mercado e Possibilidades (FLISOL - Indaiatuba - 2011)
 
Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.
Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.
Sexta com Projetos do SISP: Padrões e Projetos de Governo Eletrônico.
 
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de InteroperabilidadeGOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
 
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
 
Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...
Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...
Cultura digital mobile: serviços e aplicativos para uso pessoal e profissiona...
 
Acessibilidade web
Acessibilidade webAcessibilidade web
Acessibilidade web
 
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
 
Mobile, por onde começar
Mobile, por onde começarMobile, por onde começar
Mobile, por onde começar
 
Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro
 
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAGModelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
 
2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt
2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt
2- E-commerce - e-business - e-marketing.ppt
 

Mais de GovBR

"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos""A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
GovBR
 
Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal
Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo FederalIdentidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal
Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal
GovBR
 
Acessibilidade na Web: Boas práticas
Acessibilidade na Web: Boas práticasAcessibilidade na Web: Boas práticas
Acessibilidade na Web: Boas práticas
GovBR
 
“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!
“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!
“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!
GovBR
 
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
GovBR
 
O Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
O Governo Eletrônico Brasileiro em PerspectivaO Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
O Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
GovBR
 
Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
 Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
GovBR
 
Relatos da WWW2013
Relatos da WWW2013Relatos da WWW2013
Relatos da WWW2013
GovBR
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
GovBR
 
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
GovBR
 
Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
 Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
GovBR
 
Guia de Serviços Públicos do Governo Federal
Guia de Serviços Públicos do Governo FederalGuia de Serviços Públicos do Governo Federal
Guia de Serviços Públicos do Governo Federal
GovBR
 
Integração de Protocolos do Governo Federal
Integração de Protocolos do Governo FederalIntegração de Protocolos do Governo Federal
Integração de Protocolos do Governo Federal
GovBR
 
Cartilha do SICONV
Cartilha do SICONVCartilha do SICONV
Cartilha do SICONV
GovBR
 
Cartilha do Software Público Brasileiro
Cartilha do Software Público BrasileiroCartilha do Software Público Brasileiro
Cartilha do Software Público Brasileiro
GovBR
 
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de RepasseSiconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
GovBR
 
Novo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras GovernamentaisNovo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras Governamentais
GovBR
 
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados AbertosSoftware Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
GovBR
 
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos MunicípiosUso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
GovBR
 
Novo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta PúblicaNovo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta Pública
GovBR
 

Mais de GovBR (20)

"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos""A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
 
Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal
Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo FederalIdentidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal
Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal
 
Acessibilidade na Web: Boas práticas
Acessibilidade na Web: Boas práticasAcessibilidade na Web: Boas práticas
Acessibilidade na Web: Boas práticas
 
“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!
“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!
“Guia Turismo Acessível” um País onde Todos podem Viajar!
 
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
 
O Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
O Governo Eletrônico Brasileiro em PerspectivaO Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
O Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
 
Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
 Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
 
Relatos da WWW2013
Relatos da WWW2013Relatos da WWW2013
Relatos da WWW2013
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
 
Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
 Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
 
Guia de Serviços Públicos do Governo Federal
Guia de Serviços Públicos do Governo FederalGuia de Serviços Públicos do Governo Federal
Guia de Serviços Públicos do Governo Federal
 
Integração de Protocolos do Governo Federal
Integração de Protocolos do Governo FederalIntegração de Protocolos do Governo Federal
Integração de Protocolos do Governo Federal
 
Cartilha do SICONV
Cartilha do SICONVCartilha do SICONV
Cartilha do SICONV
 
Cartilha do Software Público Brasileiro
Cartilha do Software Público BrasileiroCartilha do Software Público Brasileiro
Cartilha do Software Público Brasileiro
 
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de RepasseSiconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
 
Novo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras GovernamentaisNovo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras Governamentais
 
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados AbertosSoftware Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
 
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos MunicípiosUso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
 
Novo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta PúblicaNovo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta Pública
 

Último

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Jonathas Muniz
 

Último (7)

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
 

Sítios Acessiveis

  • 1.
  • 2.
  • 3. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico
  • 4. Formulários <input type="checkbox" value="yes" id=“apples“ name="apples"> <label for=“apples"> Apples</label> <input type="checkbox" value="yes" id=“oranges“ name="oranges"> <label for=“oranges"> Oranges</label> <input type="checkbox" value="yes" id=“lemmons“ name="lemons"> <label for=“lemons"> Lemons</label> <input type="checkbox" value="yes" id=“limes“ name="limes"> <label for=“limes"> Limes</label>
  • 5. 5 O DGE e a Sociedade DGE – Departamento de Governo Eletrônico  Implantar de forma unificada serviços por meios eletrônicos no governo federal;  Integrar outros níveis de governo na prestação de serviços;  Desenvolver e-serviços orientado por eventos da vida de cidadãos e demais setores sociais;  Definir e Implantar padrões de usabilidade e acessibilidade para e-Serviços;
  • 6. Tim Berners-Lee, diretor do W3C afirma que o poder da Web está na sua universalidade. Para ele, “ser acessada por todos, independente de deficiência, é um aspecto essencial”. A acessibilidade na Web significa, portanto, permitir o acesso a todos, independente do tipo de usuário, situação ou ferramenta. A Web é acessível na sua origem
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 14. Acessibilidade na web: A quem se destina? Usuários de Dispositivos Móveis Foto: everystockphoto.com -bartimaeus-
  • 15. Idade Avançada Nós, daqui alguns anos Foto: Flickr.com - Jacob Bøtter
  • 16. Medo de usar o computador
  • 17. 65% Falta de habilidade com o computador/internet Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2012 – CGI.br Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador. Motivos pelos quais nunca utilizou a internet Fonte: http://www.cetic.br/
  • 18. 18 Em números: Quem se beneficiaria da acessibilidade? Falta cidadania – foto de Milton Jung Carros estacionados em vagas especiais http://www.flickr.com/photos/cbnsp/5360821409/ CC licence  23,8% da população brasileira (ou cerca de 45 milhões de pessoas) ;  7,4% tem 65 anos ou mais;  9,63% são analfabetos;  65% das pessoas Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador alegam que não usam Internet por falta de habilidade.
  • 19. Acessibilidade na web: A quem se destina? Acessibilidade é para todos !
  • 21. Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2010 – CGI.br Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador. Percentual (%) Acessar sites ou páginas que demoram para aparecer (muito pesadas) Não encontrar a informação desejada no site Ler um texto longo na Internet Acessar páginas com janelas que aparecem na tela (pop up) Lidar com itens de segurança em páginas da Internet como testes anti-spam, senhas, cadastros, logins Localizar um site específico pelas ferramentas de busca, como o Google Usar teclados virtuais de sites (para senhas) TOTAL BRASIL 46 35 29 28 21 14 10
  • 23. Já testou seu site?
  • 24. Já testou o seu site? Sem CSS e imagens Foto: Flickr.com - Baddog_
  • 26. Como as pessoas navegam pelo leitor de tela?
  • 27. Como as pessoas navegam pelo leitor de tela?
  • 28. Como as pessoas navegam pelo leitor de tela?
  • 29. Já ouviu seu site hoje?
  • 30. Apenas 6,96% das páginas do Governo Federal eram acessíveis em 2011 (em 2010 eram 4,83% de acordo com o Censo na Web do CGI.Br)
  • 31. Processo para desenvolver sítio acessível: ● Seguir os padrões Web; ● Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; ● Realizar avaliação de acessibilidade.
  • 32. Código acessível  Conteúdo alternativo para elementos não-textuais;  Dados de tabelas acessíveis;  Formulários acessíveis;  Menus de escape;  Teclas de acesso;  Folhas de estilo com medidas relativas;  Documentos legíveis sem a folha de estilos;  Semântica;
  • 33. Código acessível  Programação em camadas;  Não usar tabelas para diagramar;  Não utilizar frames;  Não utilizar elementos proprietários;
  • 39. Formulários <input type="checkbox" value="yes" name="apples"> Apples <input type="checkbox" value="yes" name="oranges"> Oranges <input type="checkbox" value="yes" name="lemons"> Lemons <input type="checkbox" value="yes" name="limes"> Limes
  • 40. Formulários <input type="checkbox" value="yes" id=“apples“ name="apples"> <label for=“apples"> Apples</label> <input type="checkbox" value="yes" id=“oranges“ name="oranges"> <label for=“oranges"> Oranges</label> <input type="checkbox" value="yes" id=“lemmons“ name="lemons"> <label for=“lemons"> Lemons</label> <input type="checkbox" value="yes" id=“limes“ name="limes"> <label for=“limes"> Limes</label>
  • 42. Tabelas A5 - TIPO DE CONEXÃO PARA ACESSO À INTERNET NO DOMICÍLIO Percentual sobre o total de domicílios com acesso à Internet 1 Percentual (%) Modem Tradicional (acesso discado linha telefônica) Banda Larga 2 Outros NS/NR 3 TOTAL Banda Larga Modem digital via linha telefônica (tecnologia DSL) Modem via cabo Conexão via rádio Conexão via satélite TOTAL BRASIL 20 66 23 25 14 3 6 10 ÁREA URBANA 19 66 24 26 14 3 6 9 RURAL 21 55 17 14 20 5 8 16 REGIÕES DO PAÍS SUDESTE 22 65 21 30 11 3 4 10 NORDESTE 19 64 12 32 18 1 10 9 SUL 13 71 34 12 22 3 8 10 NORTE 31 49 23 11 11 5 14 7 CENTRO-OESTE 13 67 34 18 13 2 8 13 RENDA FAMILIAR Até R$465 16 51 14 20 14 3 12 21 R$466-R$930 22 61 18 24 15 4 4 14 R$931-R$1395 23 62 22 24 13 2 6 9 R$1396-R$2325 23 63 23 22 15 3 6 8 R$2326-R$4650 16 75 32 28 11 4 7 4 R$4651 ou mais 12 78 27 34 16 1 6 5 CLASSE SOCIAL 4 A 11 81 24 41 14 3 9 3 B 18 71 28 26 13 3 6 7 C 22 61 19 24 15 3 5 12 DE 26 41 10 15 15 2 3 29
  • 45. Princípios do W3C Web para todos, em qualquer dispositivo, em qualquer lugar, segura e confiável! Foto: everystockphoto.com - woodleywonderworks
  • 46. 46 de Estrutura  Pragmático (estruturado de acordo com os problemas a serem abordados);  Dividido por áreas de atuação;  Padronização de funcionalidades. O que é o e-MAG 3.0
  • 47. 47 de Itens padrões para o Governo Federal: 1.Página com a descrição dos recursos de acessibilidade; 2.Teclas de atalho (3); 3.Barra de acessibilidade; 4.Apresentação do mapa do sitio; 5.Apresentação de formulário; 6.Conteúdo alternativo para imagens; 7.Apresentação de documentos. O que é o e-MAG 3.0
  • 48. 48 de ● Divisão: 6 seções: – Marcação (9) – Comportamento (6) – Conteúdo/Informação (12) – Apresentação/Design (5) – Multimídia (5) – Formulário (8) ● Total de 45 recomendações (Todas são importantes). Recomendações de acessibilidade
  • 49. ● Cursos em EAD ● CMS acessível Suindara ● Checklists ● Pesquisas ● Tutoriais ● Consultoria SISP ● ASES E-MAG 3.0 - arcabouço
  • 50. ASES 1. Avaliadores  Avaliador de acessibilidade web;  Avaliador de código HTML/XHTML;  Avaliador de código CSS. 2. Simuladores  Simulador de navegação para cegos;  Simulador de navegação para baixa visão. 3. Ferramentas de apoio
  • 51. 51 de
  • 53. 53 Em seu trabalho pela acessibilidade, o Departamento de Governo eletrônico (DGE) dispõe de uma equipe de consultores, no âmbito do C3S do SISP, que é especialista no assunto. A equipe avaliou praticamente todos os sítios institucionais do primeiro escalão do governo federal e enviou os respectivos relatórios desta análise aos órgãos. Consultores C3S
  • 55. 55 Fernanda Hoffmann Lobato governoeletronico.gov.br Twitter: @egovbr fernanda.lobato@planejamento.gov.br +55 (61) 2020 1738