SlideShare uma empresa Scribd logo
DINAMICAS DE GRUPO:
      TROCANDO DE CRACHÁS Participantes: 15 a 30 pessoas Tempo Estimado: 20 minutos
       Modalidade: Apresentação e Memorização de Nomes. Objetivo: Facilitar a memorização dos
       nomes e um melhor conhecimento entre os integrantes. Material: Crachás com os nomes dos
       integrantes. Descrição: O coordenador distribui os crachás aos respectivos integrantes. Após
       algum tempo recolhem-se os crachás e cada um recebe um crachá que não deve ser o seu. Os
       integrantes devem passear pela sala a procura do integrante que possui o seu crachá para
       recebê-lo de volta. Neste momento, ambos devem aproveitar para uma pequena conversa
       informal, onde procurem conhecer algo novo sobre o outro integrante. Após todos terem
       retomado seus crachás, o grupo deve debater sobre as diferentes reações durante a experiência.




      O ESPELHO Participantes: 10 a 20 pessoas Tempo Estimado: 30 minutos Modalidade: Valorização
       Pessoal. Objetivo: Despertar para a valorização de si. Encontrar-se consigo e com seus valores. Material:
       Um espelho escondido dentro de uma caixa, de modo que ao abri-la o integrante veja seu próprio reflexo.
       Descrição: O coordenador motiva o grupo: "Cada um pense em alguém que lhe seja de grande
       significado. Uma pessoa muito importante para você, a quem gostaria de dedicar à maior atenção em
       todos os momentos, alguém que você ama de verdade... com quem estabeleceu íntima comunhão... que
       merece todo seu cuidado, com quem está sintonizado permanentemente... Entre em contato com esta
       pessoa, com os motivos que a tornam tão amada por você, que fazem dela o grande sentido da sua
       vida..." Deve ser criado um ambiente que propicie momentos individuais de reflexão, inclusive com o
       auxílio de alguma música de meditação. Após estes momentos de reflexão, o coordenador deve
       continuar: “... Agora vocês vão encontrar-se aqui, frente a frente com esta pessoa que é o grande
       significado de sua vida." Em seguida, o coordenador orienta para que os integrantes se dirijam ao local
       onde está a caixa (um por vez). Todos devem olhar o conteúdo e voltar silenciosamente para seu lugar,
       continuando a reflexão sem se comunicar com os demais. Finalmente é aberto o debate para que todos
       partilhem seus sentimentos, suas reflexões e conclusões sobre esta pessoa tão especial. É importante
       debater sobre os objetivos da dinâmica.

      DE QUEM SERÁ O PRESENTE ? Material: 1 Presente (pode ser bombons com mensagens, ou
       outra lembrançinha, mas que tenha uma para cada pessoa. Deve estar em uma caixa bonita de presente,
       que desperte a curiosidade de todos.) Desenvolvimento: Pensar em pessoas que sejam organizadas,
       felizes, meigas, extrovertidas, corajosa, inteligente, simpáticas, dinâmicas, solidárias, alegres, elegantes,
       bonitas, transmite paz. (Se quiser pode acrescentar mais algum, de acordo com o grupo)

       Comece fazendo o sorteio entre todos os participantes, sorteando uma pessoa. Parabéns! Você
       tem muita sorte, foi sorteado com este presente. Ele simboliza a compreensão, a confraternização e a
       amizade que temos e ampliaremos. Mas o presente não será seu. Observe os amigos e aquele que
       considera mais organizado será o ganhador dele. A organização é algo de grande valor e você é
       possuidor desta virtude, irá levantar-se para entregar este presente ao amigo que você achar mais feliz.
       Você é feliz, construa sempre a sua felicidade em bases sólidas. A felicidade não depende dos outros,
       mas de todos nós mesmos, mas o presente ainda não será seu. O entregue para uma pessoa que em
       sua opinião é muito meiga. A meiguice é algo muito raro, e você a possui, parabéns. Mas o presente
       ainda não será seu. E você com jeito amigo não vai fazer questão de entregá-lo a quem você acha mais
       extrovertida. Por ter este jeito tão extrovertido é que você está sendo escolhido para receber este
       presente, mas infelizmente ele não é seu, passe-o para quem você considera muito corajoso. Você foi
       contemplada com este presente, e agora demonstrando a virtude da coragem pela qual você foi
       escolhida para recebê-lo, o entregue para quem você acha mais inteligente. A inteligência nos foi dada
       por Deus, parabéns por ter encontrado espaço para demonstrar este talento, pois muitos de nossos
       irmãos são inteligentes, mas a sociedade muitas vezes os impede que desenvolvam sua inteligência.
       Agora passe o presente para quem você acha mais simpático. Para comemorar a escolha distribua
       largos sorrisos aos amigos, o mundo está tão amargo e para melhorar um pouco necessitamos de
       pessoas simpáticas como você. Parabéns pela simpatia, não fique triste, o presente não será seu, passe-
       o a quem você acha mais dinâmica. Dinamismo são a fortaleza, coragem, compromisso e energia. Seja
       sempre agente multiplicador de boas idéias e boas ações em seu meio. Precisamos de pessoas como
       você, parabéns, mas passe o presente a quem você acha mais solidário. Solidariedade é a coisa rara no
       mundo em que vivemos de pessoas egocêntricas. Você está de parabéns por ser solidário com seus
       colegas, mas o presente não será seu, passe-o a quem você acha mais alegre. Alegria!!! Você nessa
       reunião poderá fazer renascer em muitos corações a alegria de viver, pessoas alegres como você
       transmitem otimismo e alto astral. Com sua alegria passe o presente a quem você acha mais elegante.
Parabéns a elegância completa a citação humana e sua presença se torna mais marcante, mas o
            presente não será seu, passe-o para aquele amigo que você acha mais bonito. Que bom!!! Você foi
            escolhido o amigo mais bonito entre o grupo, por isso mostre desfilando para todos observarem o quanto
            você é bonito. Mas o presente não será seu, passe-o para quem lhe transmite paz. O mundo inteiro
            clama por paz e você gratuitamente transmite esta tão riqueza, parabéns!!! Você está fazendo falta a
            grande potência do mundo, responsáveis por tantos conflitos entre a humanidade. O presente é seu!!!
            Pode abri-lo. (espere a pessoa começar a abrir o presente e antes de completar, pede para esperar um
            pouco e continua lendo). Com muita paz, abra o presente e passe-o a todos os seus amigos e deseje-
            lhes em nome de todos nós, muita paz.


       AMAR AO PRÓXIMO Duração: 30 min. Material: papel, lápis. Divida a turma em grupos ou times
        opostos. Sugira preparar uma gincana ou concurso, em que cada grupo vai pensar em cinco perguntas e
        uma tarefa para o outro grupo executar. Deixe cerca de 15 minutos, para que cada grupo prepare as
        perguntas e tarefas para o outro grupo.Após este tempo, veja se todos terminaram e diga que na verdade, as
        tarefas e perguntas serão executadas pelo mesmo grupo que as preparou.Observe as reações. Peça que
        formem um círculo e proponha que conversem sobre:Se você soubesse que o seu próprio grupo responderia
        às perguntas, as teria feito mais fáceis?E a tarefa? Vocês dedicaram tempo a escolher a mais difícil de
        realizar?Como isso se parece ou difere do mandamento de Jesus? "Amarás ao teu próximo como a ti
        mesmo". Como nos comportamos no nosso dia a dia? Queremos que os outros executem as tarefas difíceis
        ou procuramos ajudá-los? Encerre com uma oração. Se houver tempo, cumpram as tarefas sugeridas, não
        numa forma competitiva, mas todos os grupos se ajudando.




     CONTE CANTANDO

      Chame os participantes para frente. Escolha um corinho para eles cantarem (deve ser o mesmo hino para todos)
Junte uns 30 grãos de feijão (ou qualquer outro grão). O participante deverá cantar um hino em voz audível para que
todos os que estão assistindo escutem e ao mesmo tempo em que canta deverá mentalmente contar os grãos. Quando
terminar de cantar o hino, ele deverá dizer quantos grãos ele contou. O dirigente deverá conferir para ver se realmente
tem a quantidade que ele disse. Se não tiver a mesma quantidade, ele está fora. Aquele que no final tiver contado mais
grãos este será o vencedor. OBJETIVO: Mostrar como difícil é servir a dois senhores




Brincadeiras
 IMITANDO OS ANIMAIS
Todas as crianças podem estar de pé ou sentadas, formando um círculo;
Dizer no ouvido de cada um o nome de um animal, e a um sinal dado todos deverão imitar o grito do animal soprado
no ouvido; A seguir, dizer novamente no ouvido de cada criança o nome de outro animal. (na verdade, dizer no
ouvido de cada um para ficar quieto, menos no ouvido de uma das crianças. Talvez a mais esportiva ou gaiata, pedir
para imitar um galo ou um bode); Uma vez que tiver passado a falar no ouvido de todos, pedirem que cada qual imite
com toda a força o grito do animal soprado no ouvido.O resultado será bem divertido, pois todos ficarão calados e
somente um imitará o animal...
 CORRIDA DA CENTOPÉIA

Dado o sinal para começar, todas as equipes devem estar formadas, por exemplo, em grupos de 5 crianças; Cada
equipe deve formar uma “fila”(um atrás do outro), estando cada criança com as mãos na cintura do colega da frente;
Devem ir em direção à linha de chegada, sem ter desfeita a fila; Caso a corrente se rompa (se uma das crianças
soltar o colega da frente), a equipe deve voltar ao lugar de partida e recomeçar o trajeto. Vencerá a equipe que
chegar primeiro à linha de chegada sem romper a fila..
ELEFANTE COLORIDO: Reúna as crianças no centro e forme uma roda. Enquanto caminham, você diz:
Elefante Colorido. As crianças perguntam: Que cor? Você indica uma cor a partir das cores das roupas das crianças.
Ao ouvir o nome da cor, cada criança procura tocar na roupa da criança que tenha a cor citada. Volta-se a caminhar
novamente e reinicia-se o diálogo para chegar à outra cor. Cuide para que todas as crianças tenham a cor de sua
roupa citada pelo menos uma vez.

ROLETA: Os participantes fazem uma roda. Uma garrafa é colocada no meio deles e girada pelo orientador. A
criança para qual ela apontar deve continuar a seguinte frase: "Jesus disse que sou o sal da terra, por isso vou..."
(descrever tudo o que ela faria). Ou: "Jesus disse que sou a luz do mundo, por isso vou..."
JOGO DA CHUVA E DO SOL: Coloque-se à frente do grupo e explique as regras de comando. Peça a todas
as crianças que posicionem suas mãos como se estivessem prontas para abrir um guarda-chuva. Se você disser a
palavra "CHUVA", todas deverão abrir o seu guarda-chuva. Se disser as palavras "NÃO-CHUVA" ou "NÃO-CHOVE",
todas devem fechar o guarda-chuva (fazer o movimento). Se disser a palavra "SOL", todas devem levantar os braços
e abanar. Se você disser "SAIU O SOL", as crianças se abraçam e se cumprimentam. Varie os comandos para
confundir e divertir o grupo.




JOGO DO ESPELHO: Forme duplas. A criança é o espelho, e a outra se olha no mesmo. A criança que está na
frente do espelho faz gestos que o espelho deve imitar. Não podem conversar. Só fazer gestos e mímicas. Motive a
criança a realizar o jogo em casa.

 CONTANDO PALAVRAS: Com antecedência, escolher um versículo bíblico pouco conhecido e contar o
número de palavras que ele contém inclusive artigos, preposições e conjunções. Alguém deverá lê-lo com certa
rapidez, sem indicar onde se encontra. Os participantes deverão ser avisados de que, durante a leitura, terão de
contar as palavras do versículo. Em seguida, um representante de cada grupo dirá o numero de palavras
encontradas por seu grupo.Será vencedor o grupo que informa o número mais próximo do número exato de palavras
contidas no versículo lido.
 TELEGRAMA BÍBLICO: Distribuir lápis e papel entre os grupos. Cada grupo tentará redigir um telegrama a um
personagem do Velho testamento. O telegrama deverá ter, na mesma ordem, palavras que iniciem com as letras da
palavra JERENIAS. Esta palavra tem oito letras. Assim sendo, o telegrama deverá ter oito palavras que comecem
com as letras desta palavra. O grupo deverá indicar a que personagem bíblico seria enviado o telegrama. Depois de
alguns minutos, será ouvida a leitura de todos os telegramas. Uma comissão julgadora deverá julgar os telegramas,
indicando o melhor. Será vencedor o grupo que redigir o melhor telegrama.
 O GATO E OS RATOS
Idade: 2 a 7 anos.
COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS: exige movimentos rápidos, que envolvem espaço, velocidade, direção, reação
rápida a sinais verbais, capacidade de coordenação sensório-motora.
HABILIDADES SOCIAIS QUE DESENVOLVE: respeito a regras simples, cooperação. HABILIDADES REQUERIDAS:
saber caminhar de quatro pés.
NÚMERO DE PARTICIPANTES: varia de acordo com o espaço que se tem à disposição.
AMBIENTE: o canto do tapete.
MATERIAL: um lençol.
DESCRIÇÃO DO JOGO: os ratos têm uma cabana, feita com o lençol segurado nas extremidades pelos adultos, sob
o qual as crianças podem se esconder. Quando o gato (um adulto ou uma das crianças) dorme, os ratinhos
passeiam. Quan do o gato se acorda e grita: "Miau!", os ratos correm para se abrigar na cabana. O ratinho que for
pego se transformará em gato.
REGRAS DO JOGO: apenas pode haver deslocamento em quatro pés, tanto dos gatos quanto dos ratos. Quem for
preso precisa aceitar o nosso papel. Na cabana, somente é possível refugiar-se quando o gato está acordado.
 ERA UMA VEZ UMA PEQUENA CASINHA

Idade: 1 a 3 anos.
ONDE COLOCAR: em qualquer sala de educação infantil.
DESCRIÇÃO E FINALIDADE: é uma casinha de madeira com uma janelinha apenas em um dos lados, que serve
como local para entrar e sair. A casa é pequena e as almofadas dão a ideia de um refúgio para a criança usar
sozinha ou convidar um amigo. No telhado, coberto com tecido, algumas aberturas deixam entrar a luz.
DIMENSÕES: 1 m de altura (com o telhado, 1,40 m) x 1m de largura.
MATERIAL: madeira e tecido para o telhado.

 BONECO DE PANO

Idade: a partir de dois anos
FINALIDADES: possibilitar ações vinculadas ao cuidado do corpo, como vestir e desvestir; realizar jogo de papéis e
jogo simbólico.
DESCRIÇÃO: boneco grande, de preferência maior que as crianças, que deve ser feito de pano e recheado com
espuma, jornais, fibras que o tornem macio e agradável ao tato. Sua vestimenta deve ser completa e ter fecho, botão,
velcro, ganchos, etc.
COLOCAÇÃO: o boneco pode permanecer na sala à disposição das crianças.
USO: o boneco pode ser usado nas dramatizações de diferentes situações, como adoecimento, acidentes e morte,
além de ações cotidianas, como vestir e desvestir. As crianças podem brincar com ele de médico, de enfermeiro, etc.
 CORRIDA DE TARTARUGA

Dividir o grupo em pares.
Colocar uma corda ou marca para o inicio da corrida e o fim.
Duas crianças deve andar ate o fim, mas devem andar devagar. Não podem parar de andar nem podem andar pra
trás.
Quem conseguir chegar por ultimo é o vencedor.
 O QUE ESTA FALTANDO?

-Após contar a historia Bíblica
- Colocar alguns objetos referentes a lição do dia numa mesa ou no chão.Todas as crianças os olham bem .
-Uma criança é convidada a sair da sala. Tirar um objeto. A criança volta e fala o que esta faltando. Continua assim.
Usar variedades de objetos.
Objetivo: Fixa a lição.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dinâmica do presente
Dinâmica do presenteDinâmica do presente
Dinâmica do presente
Rayani Salen
 
Dinâmicas divertidas
Dinâmicas divertidasDinâmicas divertidas
Dinâmicas divertidas
Wálmada Santos da Silva
 
dinâmicas de grupo
dinâmicas de grupodinâmicas de grupo
dinâmicas de grupo
Verinha Ramos
 
Dinamicas de grupos
Dinamicas de gruposDinamicas de grupos
Dinamicas de grupos
Nilma Melo
 
Plano da feirinha_ebd
Plano da feirinha_ebdPlano da feirinha_ebd
Plano da feirinha_ebd
Debora Soares
 
60 dinamicas-de-grupo
60 dinamicas-de-grupo60 dinamicas-de-grupo
60 dinamicas-de-grupo
Paula Coaglio
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamica1
Dinamica1Dinamica1
Dinamica1
jorge cousseiro
 
A bagagem da vida
A bagagem da vidaA bagagem da vida
A bagagem da vida
Marta Gomes
 
Dinâmica do quebra cabeça
Dinâmica do quebra cabeçaDinâmica do quebra cabeça
Dinâmica do quebra cabeça
Governo do Estado do Ceará
 
Dinâmica: Mulher sábia
  Dinâmica: Mulher sábia  Dinâmica: Mulher sábia
Dinâmica: Mulher sábia
Luis Hamilton Arruda
 
DINÂMICA DE GRUPO.pdf
DINÂMICA DE GRUPO.pdfDINÂMICA DE GRUPO.pdf
DINÂMICA DE GRUPO.pdf
ssuser408e791
 
A parábola do lápis
A parábola do lápisA parábola do lápis
A parábola do lápis
fatimacris123
 
Dinâmica da familia
Dinâmica da familiaDinâmica da familia
Dinâmica da familia
profcici
 
Dinâmica do presente
Dinâmica do presenteDinâmica do presente
Dinâmica do presente
Márcio Cerbella Freire
 
Dinamicas para professores
Dinamicas para professoresDinamicas para professores
Dinamicas para professores
Vinicius O Resiliente
 
Dinâmicas criativas
Dinâmicas criativasDinâmicas criativas
Dinâmicas criativas
Leo Aguiar
 
Casamento caipira
Casamento caipiraCasamento caipira
Casamento caipira
Andréia Rodrigues
 
Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)
Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)
Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)
Adilson P Motta Motta
 
O que vou trazer na minha mochila
O que vou trazer na minha mochilaO que vou trazer na minha mochila
O que vou trazer na minha mochila
Antonio Miranda Pereira
 

Mais procurados (20)

Dinâmica do presente
Dinâmica do presenteDinâmica do presente
Dinâmica do presente
 
Dinâmicas divertidas
Dinâmicas divertidasDinâmicas divertidas
Dinâmicas divertidas
 
dinâmicas de grupo
dinâmicas de grupodinâmicas de grupo
dinâmicas de grupo
 
Dinamicas de grupos
Dinamicas de gruposDinamicas de grupos
Dinamicas de grupos
 
Plano da feirinha_ebd
Plano da feirinha_ebdPlano da feirinha_ebd
Plano da feirinha_ebd
 
60 dinamicas-de-grupo
60 dinamicas-de-grupo60 dinamicas-de-grupo
60 dinamicas-de-grupo
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinamica1
Dinamica1Dinamica1
Dinamica1
 
A bagagem da vida
A bagagem da vidaA bagagem da vida
A bagagem da vida
 
Dinâmica do quebra cabeça
Dinâmica do quebra cabeçaDinâmica do quebra cabeça
Dinâmica do quebra cabeça
 
Dinâmica: Mulher sábia
  Dinâmica: Mulher sábia  Dinâmica: Mulher sábia
Dinâmica: Mulher sábia
 
DINÂMICA DE GRUPO.pdf
DINÂMICA DE GRUPO.pdfDINÂMICA DE GRUPO.pdf
DINÂMICA DE GRUPO.pdf
 
A parábola do lápis
A parábola do lápisA parábola do lápis
A parábola do lápis
 
Dinâmica da familia
Dinâmica da familiaDinâmica da familia
Dinâmica da familia
 
Dinâmica do presente
Dinâmica do presenteDinâmica do presente
Dinâmica do presente
 
Dinamicas para professores
Dinamicas para professoresDinamicas para professores
Dinamicas para professores
 
Dinâmicas criativas
Dinâmicas criativasDinâmicas criativas
Dinâmicas criativas
 
Casamento caipira
Casamento caipiraCasamento caipira
Casamento caipira
 
Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)
Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)
Estamos Todos no Mesmo Barco (Trabalho em Equipe)
 
O que vou trazer na minha mochila
O que vou trazer na minha mochilaO que vou trazer na minha mochila
O que vou trazer na minha mochila
 

Destaque

Palestra Times Vencedores
Palestra Times VencedoresPalestra Times Vencedores
Palestra Times Vencedores
Grupo E. Fabris
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
aavbatista
 
O Perfil de um Vencedor
O Perfil de um VencedorO Perfil de um Vencedor
O Perfil de um Vencedor
Douglas Yamashita
 
Marketing
Marketing Marketing
Slide do time campeao
Slide do time campeaoSlide do time campeao
Slide do time campeao
Lucia
 
Um novo vencedor slide
Um novo vencedor   slide Um novo vencedor   slide
Um novo vencedor slide
Diaconisa Cris Silva
 
Palestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - VixPalestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - Vix
Milton Henrique do Couto Neto
 
20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas
Silvana
 

Destaque (8)

Palestra Times Vencedores
Palestra Times VencedoresPalestra Times Vencedores
Palestra Times Vencedores
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
O Perfil de um Vencedor
O Perfil de um VencedorO Perfil de um Vencedor
O Perfil de um Vencedor
 
Marketing
Marketing Marketing
Marketing
 
Slide do time campeao
Slide do time campeaoSlide do time campeao
Slide do time campeao
 
Um novo vencedor slide
Um novo vencedor   slide Um novo vencedor   slide
Um novo vencedor slide
 
Palestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - VixPalestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - Vix
 
20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas
 

Semelhante a Dinamicas de grupo andreia

Dinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatroDinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatro
Jorge Luciano
 
Dinâmica para aniversário
Dinâmica para aniversárioDinâmica para aniversário
Dinâmica para aniversário
Sheila Silva
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
Jackie Barbosa
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
manuzis
 
Dinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesDinâmica das emoções
Dinâmica das emoções
Thais Fraga
 
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micasApostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Susana Godinho
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Andréia Sousa
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
Aninhada12
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Geizi Gabriel
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas de grupo
Dinamicas de grupoDinamicas de grupo
Dinamicas de grupo
Ellysabeth Santos
 
Dinâmica do sociograma
Dinâmica do sociogramaDinâmica do sociograma
Dinâmica do sociograma
Talita Tavares
 
Dinamicas de-grupo-60
Dinamicas de-grupo-60Dinamicas de-grupo-60
Dinamicas de-grupo-60
joao paulo
 
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp0112731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
Sarah Gmiranda
 
Apostilajovem
ApostilajovemApostilajovem
Apostilajovem
Ourofino
 
DinâMicas Diversas
DinâMicas DiversasDinâMicas Diversas
DinâMicas Diversas
Ana Cristina Freitas
 
Dinamica de grupo ii
Dinamica de grupo  iiDinamica de grupo  ii
Dinamica de grupo ii
Silvana
 
Dinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudoDinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudo
Lilian Gomes
 
Jogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantisJogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantis
Julia Paula
 
Dinâmicas em grupo
Dinâmicas em grupoDinâmicas em grupo
Dinâmicas em grupo
Nubia Fernandes
 

Semelhante a Dinamicas de grupo andreia (20)

Dinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatroDinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatro
 
Dinâmica para aniversário
Dinâmica para aniversárioDinâmica para aniversário
Dinâmica para aniversário
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesDinâmica das emoções
Dinâmica das emoções
 
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micasApostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinamicas de grupo
Dinamicas de grupoDinamicas de grupo
Dinamicas de grupo
 
Dinâmica do sociograma
Dinâmica do sociogramaDinâmica do sociograma
Dinâmica do sociograma
 
Dinamicas de-grupo-60
Dinamicas de-grupo-60Dinamicas de-grupo-60
Dinamicas de-grupo-60
 
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp0112731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
 
Apostilajovem
ApostilajovemApostilajovem
Apostilajovem
 
DinâMicas Diversas
DinâMicas DiversasDinâMicas Diversas
DinâMicas Diversas
 
Dinamica de grupo ii
Dinamica de grupo  iiDinamica de grupo  ii
Dinamica de grupo ii
 
Dinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudoDinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudo
 
Jogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantisJogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantis
 
Dinâmicas em grupo
Dinâmicas em grupoDinâmicas em grupo
Dinâmicas em grupo
 

Mais de Maria Andreia Alves Andreia

file1.ppt
file1.pptfile1.ppt
Seminário.pptx
Seminário.pptxSeminário.pptx
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptx
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptxDESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptx
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Atividade sobre a história de Bodocó.docx
Atividade sobre a história de Bodocó.docxAtividade sobre a história de Bodocó.docx
Atividade sobre a história de Bodocó.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Conteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docx
Conteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docxConteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docx
Conteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
HISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docx
HISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docxHISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docx
HISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
HISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docx
HISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docxHISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docx
HISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Hino de Bodocó.docx
Hino de Bodocó.docxHino de Bodocó.docx
Hino de Bodocó.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Atividades Quinzenais outubro e novembro.pdf
Atividades Quinzenais outubro e novembro.pdfAtividades Quinzenais outubro e novembro.pdf
Atividades Quinzenais outubro e novembro.pdf
Maria Andreia Alves Andreia
 
Atividades Revisão III Bimestre .docx
Atividades Revisão III Bimestre .docxAtividades Revisão III Bimestre .docx
Atividades Revisão III Bimestre .docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Atividades quinzenais.pdf
Atividades quinzenais.pdfAtividades quinzenais.pdf
Atividades quinzenais.pdf
Maria Andreia Alves Andreia
 
Atividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdf
Atividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdfAtividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdf
Atividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdf
Maria Andreia Alves Andreia
 
Atividades Revisão IV Bimestre.pdf
Atividades Revisão IV Bimestre.pdfAtividades Revisão IV Bimestre.pdf
Atividades Revisão IV Bimestre.pdf
Maria Andreia Alves Andreia
 
simulado 2º ano.docx
simulado 2º ano.docxsimulado 2º ano.docx
simulado 2º ano.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Ciências Sol.docx
Ciências Sol.docxCiências Sol.docx
Ciências Sol.docx
Maria Andreia Alves Andreia
 
Aprova Brasil
Aprova BrasilAprova Brasil
Atividades semanal 16 à 18 março copia
Atividades semanal 16 à 18 março  copiaAtividades semanal 16 à 18 março  copia
Atividades semanal 16 à 18 março copia
Maria Andreia Alves Andreia
 
I bimestre ciências
I bimestre ciênciasI bimestre ciências
I bimestre ciências
Maria Andreia Alves Andreia
 
Rio para colozrir
Rio para colozrirRio para colozrir
Rio para colozrir
Maria Andreia Alves Andreia
 
Rio para colorxir
Rio para colorxirRio para colorxir
Rio para colorxir
Maria Andreia Alves Andreia
 

Mais de Maria Andreia Alves Andreia (20)

file1.ppt
file1.pptfile1.ppt
file1.ppt
 
Seminário.pptx
Seminário.pptxSeminário.pptx
Seminário.pptx
 
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptx
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptxDESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptx
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.pptx
 
Atividade sobre a história de Bodocó.docx
Atividade sobre a história de Bodocó.docxAtividade sobre a história de Bodocó.docx
Atividade sobre a história de Bodocó.docx
 
Conteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docx
Conteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docxConteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docx
Conteúdo HISTÓRIA DE BODOCÓ 4º ano.docx
 
HISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docx
HISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docxHISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docx
HISTÓRICO de Bodocó 5º ano.docx
 
HISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docx
HISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docxHISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docx
HISTÓRICO DE CACIMBA NOVA.docx
 
Hino de Bodocó.docx
Hino de Bodocó.docxHino de Bodocó.docx
Hino de Bodocó.docx
 
Atividades Quinzenais outubro e novembro.pdf
Atividades Quinzenais outubro e novembro.pdfAtividades Quinzenais outubro e novembro.pdf
Atividades Quinzenais outubro e novembro.pdf
 
Atividades Revisão III Bimestre .docx
Atividades Revisão III Bimestre .docxAtividades Revisão III Bimestre .docx
Atividades Revisão III Bimestre .docx
 
Atividades quinzenais.pdf
Atividades quinzenais.pdfAtividades quinzenais.pdf
Atividades quinzenais.pdf
 
Atividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdf
Atividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdfAtividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdf
Atividades semanal Andreia 16 à 18 Março- Copia.pdf
 
Atividades Revisão IV Bimestre.pdf
Atividades Revisão IV Bimestre.pdfAtividades Revisão IV Bimestre.pdf
Atividades Revisão IV Bimestre.pdf
 
simulado 2º ano.docx
simulado 2º ano.docxsimulado 2º ano.docx
simulado 2º ano.docx
 
Ciências Sol.docx
Ciências Sol.docxCiências Sol.docx
Ciências Sol.docx
 
Aprova Brasil
Aprova BrasilAprova Brasil
Aprova Brasil
 
Atividades semanal 16 à 18 março copia
Atividades semanal 16 à 18 março  copiaAtividades semanal 16 à 18 março  copia
Atividades semanal 16 à 18 março copia
 
I bimestre ciências
I bimestre ciênciasI bimestre ciências
I bimestre ciências
 
Rio para colozrir
Rio para colozrirRio para colozrir
Rio para colozrir
 
Rio para colorxir
Rio para colorxirRio para colorxir
Rio para colorxir
 

Dinamicas de grupo andreia

  • 1. DINAMICAS DE GRUPO:  TROCANDO DE CRACHÁS Participantes: 15 a 30 pessoas Tempo Estimado: 20 minutos Modalidade: Apresentação e Memorização de Nomes. Objetivo: Facilitar a memorização dos nomes e um melhor conhecimento entre os integrantes. Material: Crachás com os nomes dos integrantes. Descrição: O coordenador distribui os crachás aos respectivos integrantes. Após algum tempo recolhem-se os crachás e cada um recebe um crachá que não deve ser o seu. Os integrantes devem passear pela sala a procura do integrante que possui o seu crachá para recebê-lo de volta. Neste momento, ambos devem aproveitar para uma pequena conversa informal, onde procurem conhecer algo novo sobre o outro integrante. Após todos terem retomado seus crachás, o grupo deve debater sobre as diferentes reações durante a experiência.  O ESPELHO Participantes: 10 a 20 pessoas Tempo Estimado: 30 minutos Modalidade: Valorização Pessoal. Objetivo: Despertar para a valorização de si. Encontrar-se consigo e com seus valores. Material: Um espelho escondido dentro de uma caixa, de modo que ao abri-la o integrante veja seu próprio reflexo. Descrição: O coordenador motiva o grupo: "Cada um pense em alguém que lhe seja de grande significado. Uma pessoa muito importante para você, a quem gostaria de dedicar à maior atenção em todos os momentos, alguém que você ama de verdade... com quem estabeleceu íntima comunhão... que merece todo seu cuidado, com quem está sintonizado permanentemente... Entre em contato com esta pessoa, com os motivos que a tornam tão amada por você, que fazem dela o grande sentido da sua vida..." Deve ser criado um ambiente que propicie momentos individuais de reflexão, inclusive com o auxílio de alguma música de meditação. Após estes momentos de reflexão, o coordenador deve continuar: “... Agora vocês vão encontrar-se aqui, frente a frente com esta pessoa que é o grande significado de sua vida." Em seguida, o coordenador orienta para que os integrantes se dirijam ao local onde está a caixa (um por vez). Todos devem olhar o conteúdo e voltar silenciosamente para seu lugar, continuando a reflexão sem se comunicar com os demais. Finalmente é aberto o debate para que todos partilhem seus sentimentos, suas reflexões e conclusões sobre esta pessoa tão especial. É importante debater sobre os objetivos da dinâmica.  DE QUEM SERÁ O PRESENTE ? Material: 1 Presente (pode ser bombons com mensagens, ou outra lembrançinha, mas que tenha uma para cada pessoa. Deve estar em uma caixa bonita de presente, que desperte a curiosidade de todos.) Desenvolvimento: Pensar em pessoas que sejam organizadas, felizes, meigas, extrovertidas, corajosa, inteligente, simpáticas, dinâmicas, solidárias, alegres, elegantes, bonitas, transmite paz. (Se quiser pode acrescentar mais algum, de acordo com o grupo) Comece fazendo o sorteio entre todos os participantes, sorteando uma pessoa. Parabéns! Você tem muita sorte, foi sorteado com este presente. Ele simboliza a compreensão, a confraternização e a amizade que temos e ampliaremos. Mas o presente não será seu. Observe os amigos e aquele que considera mais organizado será o ganhador dele. A organização é algo de grande valor e você é possuidor desta virtude, irá levantar-se para entregar este presente ao amigo que você achar mais feliz. Você é feliz, construa sempre a sua felicidade em bases sólidas. A felicidade não depende dos outros, mas de todos nós mesmos, mas o presente ainda não será seu. O entregue para uma pessoa que em sua opinião é muito meiga. A meiguice é algo muito raro, e você a possui, parabéns. Mas o presente ainda não será seu. E você com jeito amigo não vai fazer questão de entregá-lo a quem você acha mais extrovertida. Por ter este jeito tão extrovertido é que você está sendo escolhido para receber este presente, mas infelizmente ele não é seu, passe-o para quem você considera muito corajoso. Você foi contemplada com este presente, e agora demonstrando a virtude da coragem pela qual você foi escolhida para recebê-lo, o entregue para quem você acha mais inteligente. A inteligência nos foi dada por Deus, parabéns por ter encontrado espaço para demonstrar este talento, pois muitos de nossos irmãos são inteligentes, mas a sociedade muitas vezes os impede que desenvolvam sua inteligência. Agora passe o presente para quem você acha mais simpático. Para comemorar a escolha distribua largos sorrisos aos amigos, o mundo está tão amargo e para melhorar um pouco necessitamos de pessoas simpáticas como você. Parabéns pela simpatia, não fique triste, o presente não será seu, passe- o a quem você acha mais dinâmica. Dinamismo são a fortaleza, coragem, compromisso e energia. Seja sempre agente multiplicador de boas idéias e boas ações em seu meio. Precisamos de pessoas como você, parabéns, mas passe o presente a quem você acha mais solidário. Solidariedade é a coisa rara no mundo em que vivemos de pessoas egocêntricas. Você está de parabéns por ser solidário com seus colegas, mas o presente não será seu, passe-o a quem você acha mais alegre. Alegria!!! Você nessa reunião poderá fazer renascer em muitos corações a alegria de viver, pessoas alegres como você transmitem otimismo e alto astral. Com sua alegria passe o presente a quem você acha mais elegante.
  • 2. Parabéns a elegância completa a citação humana e sua presença se torna mais marcante, mas o presente não será seu, passe-o para aquele amigo que você acha mais bonito. Que bom!!! Você foi escolhido o amigo mais bonito entre o grupo, por isso mostre desfilando para todos observarem o quanto você é bonito. Mas o presente não será seu, passe-o para quem lhe transmite paz. O mundo inteiro clama por paz e você gratuitamente transmite esta tão riqueza, parabéns!!! Você está fazendo falta a grande potência do mundo, responsáveis por tantos conflitos entre a humanidade. O presente é seu!!! Pode abri-lo. (espere a pessoa começar a abrir o presente e antes de completar, pede para esperar um pouco e continua lendo). Com muita paz, abra o presente e passe-o a todos os seus amigos e deseje- lhes em nome de todos nós, muita paz.  AMAR AO PRÓXIMO Duração: 30 min. Material: papel, lápis. Divida a turma em grupos ou times opostos. Sugira preparar uma gincana ou concurso, em que cada grupo vai pensar em cinco perguntas e uma tarefa para o outro grupo executar. Deixe cerca de 15 minutos, para que cada grupo prepare as perguntas e tarefas para o outro grupo.Após este tempo, veja se todos terminaram e diga que na verdade, as tarefas e perguntas serão executadas pelo mesmo grupo que as preparou.Observe as reações. Peça que formem um círculo e proponha que conversem sobre:Se você soubesse que o seu próprio grupo responderia às perguntas, as teria feito mais fáceis?E a tarefa? Vocês dedicaram tempo a escolher a mais difícil de realizar?Como isso se parece ou difere do mandamento de Jesus? "Amarás ao teu próximo como a ti mesmo". Como nos comportamos no nosso dia a dia? Queremos que os outros executem as tarefas difíceis ou procuramos ajudá-los? Encerre com uma oração. Se houver tempo, cumpram as tarefas sugeridas, não numa forma competitiva, mas todos os grupos se ajudando.  CONTE CANTANDO Chame os participantes para frente. Escolha um corinho para eles cantarem (deve ser o mesmo hino para todos) Junte uns 30 grãos de feijão (ou qualquer outro grão). O participante deverá cantar um hino em voz audível para que todos os que estão assistindo escutem e ao mesmo tempo em que canta deverá mentalmente contar os grãos. Quando terminar de cantar o hino, ele deverá dizer quantos grãos ele contou. O dirigente deverá conferir para ver se realmente tem a quantidade que ele disse. Se não tiver a mesma quantidade, ele está fora. Aquele que no final tiver contado mais grãos este será o vencedor. OBJETIVO: Mostrar como difícil é servir a dois senhores Brincadeiras  IMITANDO OS ANIMAIS Todas as crianças podem estar de pé ou sentadas, formando um círculo; Dizer no ouvido de cada um o nome de um animal, e a um sinal dado todos deverão imitar o grito do animal soprado no ouvido; A seguir, dizer novamente no ouvido de cada criança o nome de outro animal. (na verdade, dizer no ouvido de cada um para ficar quieto, menos no ouvido de uma das crianças. Talvez a mais esportiva ou gaiata, pedir para imitar um galo ou um bode); Uma vez que tiver passado a falar no ouvido de todos, pedirem que cada qual imite com toda a força o grito do animal soprado no ouvido.O resultado será bem divertido, pois todos ficarão calados e somente um imitará o animal...  CORRIDA DA CENTOPÉIA Dado o sinal para começar, todas as equipes devem estar formadas, por exemplo, em grupos de 5 crianças; Cada equipe deve formar uma “fila”(um atrás do outro), estando cada criança com as mãos na cintura do colega da frente; Devem ir em direção à linha de chegada, sem ter desfeita a fila; Caso a corrente se rompa (se uma das crianças soltar o colega da frente), a equipe deve voltar ao lugar de partida e recomeçar o trajeto. Vencerá a equipe que chegar primeiro à linha de chegada sem romper a fila.. ELEFANTE COLORIDO: Reúna as crianças no centro e forme uma roda. Enquanto caminham, você diz: Elefante Colorido. As crianças perguntam: Que cor? Você indica uma cor a partir das cores das roupas das crianças. Ao ouvir o nome da cor, cada criança procura tocar na roupa da criança que tenha a cor citada. Volta-se a caminhar novamente e reinicia-se o diálogo para chegar à outra cor. Cuide para que todas as crianças tenham a cor de sua roupa citada pelo menos uma vez. ROLETA: Os participantes fazem uma roda. Uma garrafa é colocada no meio deles e girada pelo orientador. A criança para qual ela apontar deve continuar a seguinte frase: "Jesus disse que sou o sal da terra, por isso vou..." (descrever tudo o que ela faria). Ou: "Jesus disse que sou a luz do mundo, por isso vou..."
  • 3. JOGO DA CHUVA E DO SOL: Coloque-se à frente do grupo e explique as regras de comando. Peça a todas as crianças que posicionem suas mãos como se estivessem prontas para abrir um guarda-chuva. Se você disser a palavra "CHUVA", todas deverão abrir o seu guarda-chuva. Se disser as palavras "NÃO-CHUVA" ou "NÃO-CHOVE", todas devem fechar o guarda-chuva (fazer o movimento). Se disser a palavra "SOL", todas devem levantar os braços e abanar. Se você disser "SAIU O SOL", as crianças se abraçam e se cumprimentam. Varie os comandos para confundir e divertir o grupo. JOGO DO ESPELHO: Forme duplas. A criança é o espelho, e a outra se olha no mesmo. A criança que está na frente do espelho faz gestos que o espelho deve imitar. Não podem conversar. Só fazer gestos e mímicas. Motive a criança a realizar o jogo em casa.  CONTANDO PALAVRAS: Com antecedência, escolher um versículo bíblico pouco conhecido e contar o número de palavras que ele contém inclusive artigos, preposições e conjunções. Alguém deverá lê-lo com certa rapidez, sem indicar onde se encontra. Os participantes deverão ser avisados de que, durante a leitura, terão de contar as palavras do versículo. Em seguida, um representante de cada grupo dirá o numero de palavras encontradas por seu grupo.Será vencedor o grupo que informa o número mais próximo do número exato de palavras contidas no versículo lido.  TELEGRAMA BÍBLICO: Distribuir lápis e papel entre os grupos. Cada grupo tentará redigir um telegrama a um personagem do Velho testamento. O telegrama deverá ter, na mesma ordem, palavras que iniciem com as letras da palavra JERENIAS. Esta palavra tem oito letras. Assim sendo, o telegrama deverá ter oito palavras que comecem com as letras desta palavra. O grupo deverá indicar a que personagem bíblico seria enviado o telegrama. Depois de alguns minutos, será ouvida a leitura de todos os telegramas. Uma comissão julgadora deverá julgar os telegramas, indicando o melhor. Será vencedor o grupo que redigir o melhor telegrama.  O GATO E OS RATOS Idade: 2 a 7 anos. COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS: exige movimentos rápidos, que envolvem espaço, velocidade, direção, reação rápida a sinais verbais, capacidade de coordenação sensório-motora. HABILIDADES SOCIAIS QUE DESENVOLVE: respeito a regras simples, cooperação. HABILIDADES REQUERIDAS: saber caminhar de quatro pés. NÚMERO DE PARTICIPANTES: varia de acordo com o espaço que se tem à disposição. AMBIENTE: o canto do tapete. MATERIAL: um lençol. DESCRIÇÃO DO JOGO: os ratos têm uma cabana, feita com o lençol segurado nas extremidades pelos adultos, sob o qual as crianças podem se esconder. Quando o gato (um adulto ou uma das crianças) dorme, os ratinhos passeiam. Quan do o gato se acorda e grita: "Miau!", os ratos correm para se abrigar na cabana. O ratinho que for pego se transformará em gato. REGRAS DO JOGO: apenas pode haver deslocamento em quatro pés, tanto dos gatos quanto dos ratos. Quem for preso precisa aceitar o nosso papel. Na cabana, somente é possível refugiar-se quando o gato está acordado.  ERA UMA VEZ UMA PEQUENA CASINHA Idade: 1 a 3 anos. ONDE COLOCAR: em qualquer sala de educação infantil. DESCRIÇÃO E FINALIDADE: é uma casinha de madeira com uma janelinha apenas em um dos lados, que serve como local para entrar e sair. A casa é pequena e as almofadas dão a ideia de um refúgio para a criança usar sozinha ou convidar um amigo. No telhado, coberto com tecido, algumas aberturas deixam entrar a luz. DIMENSÕES: 1 m de altura (com o telhado, 1,40 m) x 1m de largura. MATERIAL: madeira e tecido para o telhado.  BONECO DE PANO Idade: a partir de dois anos FINALIDADES: possibilitar ações vinculadas ao cuidado do corpo, como vestir e desvestir; realizar jogo de papéis e jogo simbólico. DESCRIÇÃO: boneco grande, de preferência maior que as crianças, que deve ser feito de pano e recheado com espuma, jornais, fibras que o tornem macio e agradável ao tato. Sua vestimenta deve ser completa e ter fecho, botão, velcro, ganchos, etc. COLOCAÇÃO: o boneco pode permanecer na sala à disposição das crianças. USO: o boneco pode ser usado nas dramatizações de diferentes situações, como adoecimento, acidentes e morte, além de ações cotidianas, como vestir e desvestir. As crianças podem brincar com ele de médico, de enfermeiro, etc.  CORRIDA DE TARTARUGA Dividir o grupo em pares.
  • 4. Colocar uma corda ou marca para o inicio da corrida e o fim. Duas crianças deve andar ate o fim, mas devem andar devagar. Não podem parar de andar nem podem andar pra trás. Quem conseguir chegar por ultimo é o vencedor.  O QUE ESTA FALTANDO? -Após contar a historia Bíblica - Colocar alguns objetos referentes a lição do dia numa mesa ou no chão.Todas as crianças os olham bem . -Uma criança é convidada a sair da sala. Tirar um objeto. A criança volta e fala o que esta faltando. Continua assim. Usar variedades de objetos. Objetivo: Fixa a lição.