SlideShare uma empresa Scribd logo
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
DESIGN DE INTERAÇÃO SOCIAL: UM ESTUDO DE DESIGN DE
INTERAÇÃO APLICADO A REDE SOCIAL
Ingrid de Castro Mendes
Orientador: Prof. Ms. Lívia Nojoza Amorin
Banca Examinadora: Prof. Ms. Adail Nunes da Silva
Prof. Ms Valneide Cabral
Junho - 2012
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
SUMÁRIO
• Introdução
• Objetivos da Pesquisa
• Referencial Teórico
• Metodologia
• Análise dos dados
• Conclusão
• Referências
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Introdução: Contextualização e Delimitação do
Tema
• Os produtos, inclusive software, devem fornecer suporte as nossas
atividades cotidianas.
• O design de interação visa trazer técnicas de IHC para o projetos dos
produtos interativos.
• O design de interação social projeta a experiência que deverá melhorar e
ampliar a interação e comunicação entre as pessoas, com uma visão
social do sistema.
• Estudar o design de interação social em redes sociais significa
compreender o impacto e o poder que uma interface no contexto social
pode causar na vida das pessoas.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Introdução: Problematização
• Qual a importância do design de interação no
projeto de sites de redes sociais?
• Quais as características ou princípios de design de
interação que estão presentes nas redes sociais?
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Introdução: Justificativa
O estudo de design de interação social em redes
sociais levanta a questão de como a projeção de
interfaces baseadas no contexto social pode
garantir a aceitabilidade de um sistema.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Introdução: Objetivos da pesquisa
• Geral
Conceituar e analisar a utilização de técnicas de design de
interação social e sua aplicabilidade em redes sociais.
• Específicos
• Estudar design de interação como disciplinar complementar da
Interação Homem-Computador (IHC);
• Estudar design de interação social e suas características;
• Identificar técnicas de design de interação social; e
• Identificar a utilização dessas técnicas em redes sociais.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Introdução: Pressupostos
Existem técnicas de design de interação que são utilizadas por redes
sociais em maior ou menor grau, que permitem a mediação da
comunicação e interação entre os usuários desse sistema.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referencial Teórico
Design de Interação
Aplicação de técnicas de Interação Humano Computador para projetar
interfaces que visem atingir metas de usabilidade de sistemas e metas
de experiência de usuário.
• Usabilidade – grau em que a interface de um software
proporciona a memorização, aprendizagem, segurança em
uso, eficácia e eficiência do usuário.
• Experiência de Usuário - busca adaptar os sistemas interativos
para atender a expectativa dos usuários ao interagir com um
artefato.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referencial Teórico
Design de Interação Social ou Social Design Interaction (DxS).
• Seres humanos, sociabilidade e comunicação.
• Produtos Sociais, ou mídias sociais, representam novas formas de
aumentar a comunicação entre humanos.
• DxS representa a mediação entre a tecnologia e a comunicação
entre pessoas, por meio de uma interface social. O Sistema de
Informação deve abranger (Preece, Rogers e Sharp, 2005) :
• mecanismos conversacionais;
• mecanismos de coordenação;
• mecanismos de percepção (awareness).
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referencial Teórico
Homem Ser Social e Redes Sociais
Benyon (2011) destaca quatro aspectos-chave do papel do homem
engajado em interação social:
• a comunicação humana;
• a participação em grupos;
• questões de presença; e
• cultura e identidade.
Redes Sociais são sistemas onde há perfis e há espaços específicos
para a publicitação das conexões entre os indivíduos (Recuero, 2010).
• Comunicações
• Interações
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referencial Teórico
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Metodologia da pesquisa
• Classificação da pesquisa
• quanto à abordagem do problema: qualitativa.
• quanto aos objetivos: exploratória; e
• quanto aos procedimentos: pesquisa bibliográfica e estudo de
caso
• Ambiente da pesquisa ou unidade de análise
• Unidade de Análise: Rede social Facebook
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Metodologia da pesquisa
• Local e período de estudo
Para a realização desta pesquisa foi utilizado o acesso on-line na rede
social Facebook, entre os meses de abril e maio de 2012.
• Universo e amostra
Para o uso do Facebook como unidade de análise, foi-se necessário
utilizar uma conta ou perfil de usuário. Neste caso, foi o utilizado a conta
da própria autora.
• Instrumentos de coleta de dados
Utilizou-se de análise documental para contextualizar o design de
interação social como complemento do design de interação, onde o foco
na interação humano-computador passa a ser humano-humano.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Análise e interpretação dos dados
Com base nos elementos de design de
interação social, é possível identificar sua existência
ou não na rede social estudada, Facebook, mediando
elementos de comportamento humano e interação
social.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso
O Facebook é um software de serviços sociais que oferece
ferramentas de comunicação e de interação a seus membros.
O que alimenta uma rede social é o seu conteúdo, e seu
conteúdo são as pessoas e suas interconexões.
Características:
• cria plug-ins de compartilhamento e interconexão com outras
redes e sites de diversos segmentos.
• possui objetos de interação e comunicação que disponibilizam
a seus usuários uma grande variedade de atividades, fazendo
com que o usuário sinta-se engajado por mais tempo e de
forma transparente, sem perceber que está fazendo.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
O Design de Interação Social é representado nas redes sociais
por meio da mediação da interação e comunicação entre os
usuários.
• Comportamento desejado do usuário
• Relações
• Dinâmica de grupo e colaboração
• Ferramentas de Interação e Comunicação
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Comportamento desejado do usuário
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Relações
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Relações (cont.)
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Relações (cont.)
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Dinâmica de Grupo e colaboração
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Ferramentas de interação e comunicação
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Estudo de Caso (cont.)
• Ferramentas de interação e comunicação
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Conclusão
O trabalho apresentou:
 Design de interação como disciplina complementar do IHC e
sua diferenciação em relação ao design de interação social;
 Identificação das características e técnicas de design de
interação social;
 Análise das características de um site de rede social
enquanto objeto de aplicação das técnicas de design de
interação social;
 Características de design de interação social presentes no
Facebook:
 As funcionalidades que visam trabalhar a comunicação
entre os usuários ocorrem em maior frequência.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Conclusão (cont.)
 Como trabalhos futuros, podem ser realizados os seguintes
estudos:
 avaliação do grau de utilização das técnicas de design de
interação utilizadas em redes sociais por tipo de rede social;
 avaliação do grau de utilização das técnicas de design de
interação utilizadas em redes sociais comparando as redes
sociais mais utilizadas entre si;
 avaliação da utilização das técnicas de design de interação
utilizadas em redes sociais por foco social (interação e
conversação);
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Conclusão (cont.)
 realizar estudos psicológicos sobre o impacto do emocional
do usuário e a sua manifestação na rede; e
 projetar sistemas interativos mais focados no contexto
social do que nas funcionalidades em si.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referências
ANDRADE, Antônio Luiz Lordelo. Usabilidade de Interface Web: avaliação
heurística no jornalismo on-line. E-pappers: Rio de Janeiro, 2007.
BLACK, Ian. Palestra: Publicidade, Marketing e Redes Sociais. In: Desencontro
2012: Um evento diferente sobre tecnologia. Fortaleza, 2012.
BENYON, David. Interação Humano-Computador. Tradução Heloisa Coimbra de
Souza. 2 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011.
CHAN, Adrian. Principles of Social Interaction Design: an essay. 2012. Disponível
em: <http://gravity7.com/SxD_Principles-AdrianChan-2012.pdf> Acesso em: 27 fev.
2012.
FONSECA, João José Saraiva da. Apostila de Metodologia da Pesquisa
Científica. Fortaleza: Universidade Estadual do Ceará, 2002.
CAVAZZA, Fred. Social Media Landscape 2012. Disponível em: <
http://www.fredcavazza.net/2012/02/22/social-media-landscape-2012/>. Acesso em:
12 mai. 2012.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referências (cont.)
DRUMMOND, Karine e ALVES, Leandro. Métodos ágeis para design de sistemas
interativos centrados no usuário. In: Latitude14, 2007. Disponível em <
http://www.slideshare.net/karinedrumond/mtodos-geis-para-design-de-sistemas-
interativos-centrados-no-usurio-presentation-655452>. Acesso em: 25 mai. 2012.
IBOPE Nielsen Online. Total de Pessoas com acesso à internet atinge 77,8
milhões. Disponível em: <http://migre.me/9lA5j>. Acesso em: 25 mai. 2012.
IXDA.org. Interaction Design Association. Disponível em: <http://www.ixda.org>
Acesso em: 27 fev. 2012.
GARRET, Jesse James. The Elements of User Experience: user centered design
for the Web and beyound. Second Edition. California: New Rider, 2010.
KAPLAN, Andreas M.; HAENLEIN, Michael. Users of the world, unite! The
challenges and opportunities of Social Media. Disponível em <
http://openmediart.com/log/pics/sdarticle.pdf> Acesso em: 04 mai. 2012.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referências (cont.)
KLEMMER, Scott. Course Online of Human-Computer Interaction: Stanford
University. In: Coursera.org, 2012. Disponível em < http://www.hci-class.org> .
Acesso em: 29 mai. 2012.
KRUG, Steve. Não me faça pensar: Uma abordagem de bom senso à usabilidade
na web. 2 ed. São Paulo: Editora Alta Books, 2006.
O ESTADÃO. Os números do Facebook no Brasil. Disponível em: <
http://blogs.estadao.com.br/link/os-numeros-do-Facebook-no-brasil/>. Acesso em: 22
mar. 2012.
TI INSIDE ONLINE. Brasil é o segundo no mundo com mais usuários no
Facebook. Disponível em: <http://www.tiinside.com.br/03/05/2012/brasil-e-o-
segundo-no-mundo-com-mais-usuarios-do-Facebook/ti/275450/news.aspx> Acesso
em: 04 mai. 2012.
TOP TEN REVIEWS. 2012 Social Networking Websites Comparisons. Disponível
em: < http://social-networking-websites-review.toptenreviews.com/> Acesso em: 04
mai. 2012.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referências (cont.)
NIELSEN, J., ESTES, J., SCHADE. Streams, Walls and Feeds: 109 User
Experience Guidelines foi Improving Notifications, Messages e alerts sent through
Social Network and RSS. Nilsen Norman Group, 2009. Disponível em
<http://www.nngroup.com/reports/streams/social-media-user-experience.pdf>; Acesso
em: 27 mar 2012.
NORMAN, Donald A. Sociable Design. 2008. Disponível em
<http://www.jnd.org/ms/1.1%20Sociable%20Design.pdf> Acesso em: 27 fev. 2012.
PREECE, J., ROGERS, Y., SHARP, H. Design de Interação: além da interação
homem-computador. Editora Bookman. Versão Traduzida. São Paulo, 2005.
RASKIN, Jeff. The Human Interface: New Directions for Designing Interative
Systens. California: Addison Wesley, 2000.
RECUERO, Roberta. Redes Sociais na Internet. 1 ed. Porto Alegre: Sulina, 2010.
SAFFER, Dan. Designing for interaction: creating innovative applications and
device. Second Edition. California: New Ryder, 2009.
FACULDADE CHRISTUS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC
Referências (cont.)
SHNEIDERMAN, Ben. O laptop de Leonardo. 1 ed. Versão Traduzida. Rio de
Janeiro: Nova Fronteira, 2006.
SPOLSKY, Joel. It’s Not Just Usability: in site Joel on Software. 2006. Disponível
em < http://www.joelonsoftware.com/articles/NotJustUsability.html >, Acesso em 01
mai. 2012.
VERGARA, Sylvia Constant. Métodos de pesquisa em Administração. São Paulo:
Atlas, 2005.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Aspectos cognitivos
Aspectos cognitivosAspectos cognitivos
Aspectos cognitivos
Bento Gustavo de Sousa Pimentel
 
Oficina de Introdução ao Design de Interação
Oficina de Introdução ao Design de InteraçãoOficina de Introdução ao Design de Interação
Oficina de Introdução ao Design de Interação
Rodrigo Freese Gonzatto
 
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
Tatiana Tavares
 
Apresentação Simog 2
Apresentação Simog 2Apresentação Simog 2
Apresentação Simog 2
Ricardo van der Laan da Fonsca
 
Princípios cognitivos para designers de informação
Princípios cognitivos para designers de informaçãoPrincípios cognitivos para designers de informação
Princípios cognitivos para designers de informação
Paula Faria
 
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
Josimar Lima
 
Tcc
TccTcc
Interação Humano Computador Capítulo 11 - Análise de Atividades
Interação Humano Computador Capítulo 11 - Análise de AtividadesInteração Humano Computador Capítulo 11 - Análise de Atividades
Interação Humano Computador Capítulo 11 - Análise de Atividades
Wellington Oliveira
 
Concept art para video games
Concept art para video gamesConcept art para video games
Concept art para video games
Kao Tokio
 
Aula - Interfaces e Estilos de Interação
Aula - Interfaces e Estilos de InteraçãoAula - Interfaces e Estilos de Interação
Aula - Interfaces e Estilos de Interação
Fabio Moura Pereira
 
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game DesignGamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
vincevader
 
O que é pastoral da acolhida
O que é pastoral da acolhidaO que é pastoral da acolhida
O que é pastoral da acolhida
Seminario Emaus
 
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃOTCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
Jeorge Sávio
 
Apresentação TCC Games
Apresentação TCC GamesApresentação TCC Games
Apresentação TCC Games
Daybson B. Salles Paisante
 
Metodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game design
Metodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game designMetodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game design
Metodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game design
Caio Vinicius Marques Teixeira
 
Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...
Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...
Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...
Luis Henrique Ferreira
 
TCC - Sistemas de Informação
TCC - Sistemas de InformaçãoTCC - Sistemas de Informação
TCC - Sistemas de Informação
Juliano Garcia
 
TCC Tecnologia em Sistemas para Internet
TCC Tecnologia em Sistemas para InternetTCC Tecnologia em Sistemas para Internet
TCC Tecnologia em Sistemas para Internet
Claudeir Novais
 
Estrutura do modelo de tcc pronto
Estrutura do modelo de tcc prontoEstrutura do modelo de tcc pronto
Estrutura do modelo de tcc pronto
Nathalya_Vera
 
A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...
A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...
A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...
Renata Tonezi
 

Destaque (20)

Aspectos cognitivos
Aspectos cognitivosAspectos cognitivos
Aspectos cognitivos
 
Oficina de Introdução ao Design de Interação
Oficina de Introdução ao Design de InteraçãoOficina de Introdução ao Design de Interação
Oficina de Introdução ao Design de Interação
 
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
 
Apresentação Simog 2
Apresentação Simog 2Apresentação Simog 2
Apresentação Simog 2
 
Princípios cognitivos para designers de informação
Princípios cognitivos para designers de informaçãoPrincípios cognitivos para designers de informação
Princípios cognitivos para designers de informação
 
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
 
Tcc
TccTcc
Tcc
 
Interação Humano Computador Capítulo 11 - Análise de Atividades
Interação Humano Computador Capítulo 11 - Análise de AtividadesInteração Humano Computador Capítulo 11 - Análise de Atividades
Interação Humano Computador Capítulo 11 - Análise de Atividades
 
Concept art para video games
Concept art para video gamesConcept art para video games
Concept art para video games
 
Aula - Interfaces e Estilos de Interação
Aula - Interfaces e Estilos de InteraçãoAula - Interfaces e Estilos de Interação
Aula - Interfaces e Estilos de Interação
 
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game DesignGamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
 
O que é pastoral da acolhida
O que é pastoral da acolhidaO que é pastoral da acolhida
O que é pastoral da acolhida
 
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃOTCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
TCC - CURSO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO
 
Apresentação TCC Games
Apresentação TCC GamesApresentação TCC Games
Apresentação TCC Games
 
Metodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game design
Metodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game designMetodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game design
Metodologias de desenvolvimento de jogos e introdução a game design
 
Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...
Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...
Tcc - Desenvolvimento de jogos eletrônicos utilizando a tecnologia Unity - Lu...
 
TCC - Sistemas de Informação
TCC - Sistemas de InformaçãoTCC - Sistemas de Informação
TCC - Sistemas de Informação
 
TCC Tecnologia em Sistemas para Internet
TCC Tecnologia em Sistemas para InternetTCC Tecnologia em Sistemas para Internet
TCC Tecnologia em Sistemas para Internet
 
Estrutura do modelo de tcc pronto
Estrutura do modelo de tcc prontoEstrutura do modelo de tcc pronto
Estrutura do modelo de tcc pronto
 
A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...
A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...
A busca da experiência perfeita: aspectos cognitivos e emocionais do design d...
 

Semelhante a DESIGN DE INTERAÇÃO SOCIAL: UM ESTUDO DE DESIGN DE INTERAÇÃO APLICADO A REDE SOCIAL

Weihc2015 claudiabordinrodrigues
Weihc2015 claudiabordinrodriguesWeihc2015 claudiabordinrodrigues
Weihc2015 claudiabordinrodrigues
Claudia Bordin Rodrigues
 
Dai guião 14_15
Dai guião 14_15Dai guião 14_15
Dai guião 14_15
Rui Raposo
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
Elainemat
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
mardasrour
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
julivibruno
 
Palestra oficina de design instrucional di
Palestra oficina de design instrucional diPalestra oficina de design instrucional di
Palestra oficina de design instrucional di
Flavia Pereira de Morais
 
Arquitetura da Informação
Arquitetura da InformaçãoArquitetura da Informação
Arquitetura da Informação
Marcello Cardoso
 
Atividades interdisciplinares02
Atividades interdisciplinares02Atividades interdisciplinares02
Atividades interdisciplinares02
IDELAN OLIVEIRA
 
Apresentação do Programa Proinfo
Apresentação do Programa ProinfoApresentação do Programa Proinfo
Apresentação do Programa Proinfo
carmelitalh
 
Testes e avaliação de protótipos
Testes e avaliação de protótiposTestes e avaliação de protótipos
Testes e avaliação de protótipos
Robson Santos
 
Aula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de Usuário
Aula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de UsuárioAula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de Usuário
Aula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de Usuário
André Constantino da Silva
 
Ponto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos Públicos
Ponto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos PúblicosPonto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos Públicos
Ponto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos Públicos
Ricardo Magalhães
 
Redes sociais - Teoria e Prática - Plataformas
Redes sociais - Teoria e Prática - PlataformasRedes sociais - Teoria e Prática - Plataformas
Redes sociais - Teoria e Prática - Plataformas
Ricardo Murer
 
ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...
ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...
ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...
Universidade Estadual do Ceará
 
Web 2.0
Web 2.0Web 2.0
Oficina de planejamento
Oficina de planejamentoOficina de planejamento
Oficina de planejamento
acaidigital
 
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
Fábio Costa
 
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
Fábio Costa
 
3presentación ucm
3presentación ucm3presentación ucm
3presentación ucm
Márcia Marques
 
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Mehran Misaghi
 

Semelhante a DESIGN DE INTERAÇÃO SOCIAL: UM ESTUDO DE DESIGN DE INTERAÇÃO APLICADO A REDE SOCIAL (20)

Weihc2015 claudiabordinrodrigues
Weihc2015 claudiabordinrodriguesWeihc2015 claudiabordinrodrigues
Weihc2015 claudiabordinrodrigues
 
Dai guião 14_15
Dai guião 14_15Dai guião 14_15
Dai guião 14_15
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Palestra oficina de design instrucional di
Palestra oficina de design instrucional diPalestra oficina de design instrucional di
Palestra oficina de design instrucional di
 
Arquitetura da Informação
Arquitetura da InformaçãoArquitetura da Informação
Arquitetura da Informação
 
Atividades interdisciplinares02
Atividades interdisciplinares02Atividades interdisciplinares02
Atividades interdisciplinares02
 
Apresentação do Programa Proinfo
Apresentação do Programa ProinfoApresentação do Programa Proinfo
Apresentação do Programa Proinfo
 
Testes e avaliação de protótipos
Testes e avaliação de protótiposTestes e avaliação de protótipos
Testes e avaliação de protótipos
 
Aula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de Usuário
Aula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de UsuárioAula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de Usuário
Aula 6 - Design e Processo de Design de Interfaces de Usuário
 
Ponto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos Públicos
Ponto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos PúblicosPonto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos Públicos
Ponto UA: Modelos e Paradigmas de Interacção em Sistemas Interactivos Públicos
 
Redes sociais - Teoria e Prática - Plataformas
Redes sociais - Teoria e Prática - PlataformasRedes sociais - Teoria e Prática - Plataformas
Redes sociais - Teoria e Prática - Plataformas
 
ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...
ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...
ARQUITETURA LÓGICA DO MODELO E-MATURITY -DESENVOLVIMENTO E FUNCIONAMENTO DO S...
 
Web 2.0
Web 2.0Web 2.0
Web 2.0
 
Oficina de planejamento
Oficina de planejamentoOficina de planejamento
Oficina de planejamento
 
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
 
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
2015 1 ciencia_da_computacao_1_sistemas_aplicacoes_multimidia
 
3presentación ucm
3presentación ucm3presentación ucm
3presentación ucm
 
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
 

Último

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 

Último (7)

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 

DESIGN DE INTERAÇÃO SOCIAL: UM ESTUDO DE DESIGN DE INTERAÇÃO APLICADO A REDE SOCIAL

  • 1. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC DESIGN DE INTERAÇÃO SOCIAL: UM ESTUDO DE DESIGN DE INTERAÇÃO APLICADO A REDE SOCIAL Ingrid de Castro Mendes Orientador: Prof. Ms. Lívia Nojoza Amorin Banca Examinadora: Prof. Ms. Adail Nunes da Silva Prof. Ms Valneide Cabral Junho - 2012
  • 2. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC SUMÁRIO • Introdução • Objetivos da Pesquisa • Referencial Teórico • Metodologia • Análise dos dados • Conclusão • Referências
  • 3. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Introdução: Contextualização e Delimitação do Tema • Os produtos, inclusive software, devem fornecer suporte as nossas atividades cotidianas. • O design de interação visa trazer técnicas de IHC para o projetos dos produtos interativos. • O design de interação social projeta a experiência que deverá melhorar e ampliar a interação e comunicação entre as pessoas, com uma visão social do sistema. • Estudar o design de interação social em redes sociais significa compreender o impacto e o poder que uma interface no contexto social pode causar na vida das pessoas.
  • 4. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Introdução: Problematização • Qual a importância do design de interação no projeto de sites de redes sociais? • Quais as características ou princípios de design de interação que estão presentes nas redes sociais?
  • 5. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Introdução: Justificativa O estudo de design de interação social em redes sociais levanta a questão de como a projeção de interfaces baseadas no contexto social pode garantir a aceitabilidade de um sistema.
  • 6. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Introdução: Objetivos da pesquisa • Geral Conceituar e analisar a utilização de técnicas de design de interação social e sua aplicabilidade em redes sociais. • Específicos • Estudar design de interação como disciplinar complementar da Interação Homem-Computador (IHC); • Estudar design de interação social e suas características; • Identificar técnicas de design de interação social; e • Identificar a utilização dessas técnicas em redes sociais.
  • 7. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Introdução: Pressupostos Existem técnicas de design de interação que são utilizadas por redes sociais em maior ou menor grau, que permitem a mediação da comunicação e interação entre os usuários desse sistema.
  • 8. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referencial Teórico Design de Interação Aplicação de técnicas de Interação Humano Computador para projetar interfaces que visem atingir metas de usabilidade de sistemas e metas de experiência de usuário. • Usabilidade – grau em que a interface de um software proporciona a memorização, aprendizagem, segurança em uso, eficácia e eficiência do usuário. • Experiência de Usuário - busca adaptar os sistemas interativos para atender a expectativa dos usuários ao interagir com um artefato.
  • 9. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referencial Teórico Design de Interação Social ou Social Design Interaction (DxS). • Seres humanos, sociabilidade e comunicação. • Produtos Sociais, ou mídias sociais, representam novas formas de aumentar a comunicação entre humanos. • DxS representa a mediação entre a tecnologia e a comunicação entre pessoas, por meio de uma interface social. O Sistema de Informação deve abranger (Preece, Rogers e Sharp, 2005) : • mecanismos conversacionais; • mecanismos de coordenação; • mecanismos de percepção (awareness).
  • 10. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referencial Teórico Homem Ser Social e Redes Sociais Benyon (2011) destaca quatro aspectos-chave do papel do homem engajado em interação social: • a comunicação humana; • a participação em grupos; • questões de presença; e • cultura e identidade. Redes Sociais são sistemas onde há perfis e há espaços específicos para a publicitação das conexões entre os indivíduos (Recuero, 2010). • Comunicações • Interações
  • 11. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referencial Teórico
  • 12. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Metodologia da pesquisa • Classificação da pesquisa • quanto à abordagem do problema: qualitativa. • quanto aos objetivos: exploratória; e • quanto aos procedimentos: pesquisa bibliográfica e estudo de caso • Ambiente da pesquisa ou unidade de análise • Unidade de Análise: Rede social Facebook
  • 13. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Metodologia da pesquisa • Local e período de estudo Para a realização desta pesquisa foi utilizado o acesso on-line na rede social Facebook, entre os meses de abril e maio de 2012. • Universo e amostra Para o uso do Facebook como unidade de análise, foi-se necessário utilizar uma conta ou perfil de usuário. Neste caso, foi o utilizado a conta da própria autora. • Instrumentos de coleta de dados Utilizou-se de análise documental para contextualizar o design de interação social como complemento do design de interação, onde o foco na interação humano-computador passa a ser humano-humano.
  • 14. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Análise e interpretação dos dados Com base nos elementos de design de interação social, é possível identificar sua existência ou não na rede social estudada, Facebook, mediando elementos de comportamento humano e interação social.
  • 15. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso O Facebook é um software de serviços sociais que oferece ferramentas de comunicação e de interação a seus membros. O que alimenta uma rede social é o seu conteúdo, e seu conteúdo são as pessoas e suas interconexões. Características: • cria plug-ins de compartilhamento e interconexão com outras redes e sites de diversos segmentos. • possui objetos de interação e comunicação que disponibilizam a seus usuários uma grande variedade de atividades, fazendo com que o usuário sinta-se engajado por mais tempo e de forma transparente, sem perceber que está fazendo.
  • 16. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) O Design de Interação Social é representado nas redes sociais por meio da mediação da interação e comunicação entre os usuários. • Comportamento desejado do usuário • Relações • Dinâmica de grupo e colaboração • Ferramentas de Interação e Comunicação
  • 17. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Comportamento desejado do usuário
  • 18. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Relações
  • 19. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Relações (cont.)
  • 20. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Relações (cont.)
  • 21. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Dinâmica de Grupo e colaboração
  • 22. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Ferramentas de interação e comunicação
  • 23. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Estudo de Caso (cont.) • Ferramentas de interação e comunicação
  • 24. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Conclusão O trabalho apresentou:  Design de interação como disciplina complementar do IHC e sua diferenciação em relação ao design de interação social;  Identificação das características e técnicas de design de interação social;  Análise das características de um site de rede social enquanto objeto de aplicação das técnicas de design de interação social;  Características de design de interação social presentes no Facebook:  As funcionalidades que visam trabalhar a comunicação entre os usuários ocorrem em maior frequência.
  • 25. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Conclusão (cont.)  Como trabalhos futuros, podem ser realizados os seguintes estudos:  avaliação do grau de utilização das técnicas de design de interação utilizadas em redes sociais por tipo de rede social;  avaliação do grau de utilização das técnicas de design de interação utilizadas em redes sociais comparando as redes sociais mais utilizadas entre si;  avaliação da utilização das técnicas de design de interação utilizadas em redes sociais por foco social (interação e conversação);
  • 26. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Conclusão (cont.)  realizar estudos psicológicos sobre o impacto do emocional do usuário e a sua manifestação na rede; e  projetar sistemas interativos mais focados no contexto social do que nas funcionalidades em si.
  • 27. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referências ANDRADE, Antônio Luiz Lordelo. Usabilidade de Interface Web: avaliação heurística no jornalismo on-line. E-pappers: Rio de Janeiro, 2007. BLACK, Ian. Palestra: Publicidade, Marketing e Redes Sociais. In: Desencontro 2012: Um evento diferente sobre tecnologia. Fortaleza, 2012. BENYON, David. Interação Humano-Computador. Tradução Heloisa Coimbra de Souza. 2 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011. CHAN, Adrian. Principles of Social Interaction Design: an essay. 2012. Disponível em: <http://gravity7.com/SxD_Principles-AdrianChan-2012.pdf> Acesso em: 27 fev. 2012. FONSECA, João José Saraiva da. Apostila de Metodologia da Pesquisa Científica. Fortaleza: Universidade Estadual do Ceará, 2002. CAVAZZA, Fred. Social Media Landscape 2012. Disponível em: < http://www.fredcavazza.net/2012/02/22/social-media-landscape-2012/>. Acesso em: 12 mai. 2012.
  • 28. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referências (cont.) DRUMMOND, Karine e ALVES, Leandro. Métodos ágeis para design de sistemas interativos centrados no usuário. In: Latitude14, 2007. Disponível em < http://www.slideshare.net/karinedrumond/mtodos-geis-para-design-de-sistemas- interativos-centrados-no-usurio-presentation-655452>. Acesso em: 25 mai. 2012. IBOPE Nielsen Online. Total de Pessoas com acesso à internet atinge 77,8 milhões. Disponível em: <http://migre.me/9lA5j>. Acesso em: 25 mai. 2012. IXDA.org. Interaction Design Association. Disponível em: <http://www.ixda.org> Acesso em: 27 fev. 2012. GARRET, Jesse James. The Elements of User Experience: user centered design for the Web and beyound. Second Edition. California: New Rider, 2010. KAPLAN, Andreas M.; HAENLEIN, Michael. Users of the world, unite! The challenges and opportunities of Social Media. Disponível em < http://openmediart.com/log/pics/sdarticle.pdf> Acesso em: 04 mai. 2012.
  • 29. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referências (cont.) KLEMMER, Scott. Course Online of Human-Computer Interaction: Stanford University. In: Coursera.org, 2012. Disponível em < http://www.hci-class.org> . Acesso em: 29 mai. 2012. KRUG, Steve. Não me faça pensar: Uma abordagem de bom senso à usabilidade na web. 2 ed. São Paulo: Editora Alta Books, 2006. O ESTADÃO. Os números do Facebook no Brasil. Disponível em: < http://blogs.estadao.com.br/link/os-numeros-do-Facebook-no-brasil/>. Acesso em: 22 mar. 2012. TI INSIDE ONLINE. Brasil é o segundo no mundo com mais usuários no Facebook. Disponível em: <http://www.tiinside.com.br/03/05/2012/brasil-e-o- segundo-no-mundo-com-mais-usuarios-do-Facebook/ti/275450/news.aspx> Acesso em: 04 mai. 2012. TOP TEN REVIEWS. 2012 Social Networking Websites Comparisons. Disponível em: < http://social-networking-websites-review.toptenreviews.com/> Acesso em: 04 mai. 2012.
  • 30. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referências (cont.) NIELSEN, J., ESTES, J., SCHADE. Streams, Walls and Feeds: 109 User Experience Guidelines foi Improving Notifications, Messages e alerts sent through Social Network and RSS. Nilsen Norman Group, 2009. Disponível em <http://www.nngroup.com/reports/streams/social-media-user-experience.pdf>; Acesso em: 27 mar 2012. NORMAN, Donald A. Sociable Design. 2008. Disponível em <http://www.jnd.org/ms/1.1%20Sociable%20Design.pdf> Acesso em: 27 fev. 2012. PREECE, J., ROGERS, Y., SHARP, H. Design de Interação: além da interação homem-computador. Editora Bookman. Versão Traduzida. São Paulo, 2005. RASKIN, Jeff. The Human Interface: New Directions for Designing Interative Systens. California: Addison Wesley, 2000. RECUERO, Roberta. Redes Sociais na Internet. 1 ed. Porto Alegre: Sulina, 2010. SAFFER, Dan. Designing for interaction: creating innovative applications and device. Second Edition. California: New Ryder, 2009.
  • 31. FACULDADE CHRISTUS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC Referências (cont.) SHNEIDERMAN, Ben. O laptop de Leonardo. 1 ed. Versão Traduzida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. SPOLSKY, Joel. It’s Not Just Usability: in site Joel on Software. 2006. Disponível em < http://www.joelonsoftware.com/articles/NotJustUsability.html >, Acesso em 01 mai. 2012. VERGARA, Sylvia Constant. Métodos de pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas, 2005.