SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Dança Realizado por: Maria de Lurdes Marrinhas      Nº12  8ºA             Nicole Cunha Henriques          Nº14  8ºA ÁREA DE PROJECTO Dezembro 2009 Agrupamento de Escolas da MurtosaESCOLA E.B. 2/3 com SECUNDÁRIO Padre António Morais da Fonseca
Índice:  Subtemas: Ballet: A História do Ballet;             Tipos de Ballet; Valsa: A História da Valsa;             Tipos de Valsa; Tango: A História do Tango; Salsa: A História da Salsa; Merengue: A História do Merengue; ChaChaChá: A História do ChaChaChá;                   Tipos de ChaChaChá Tecktonik
A História do Ballet As origens do ballet surgiram em celebrações públicas italianas e francesas nos séculos XV, XVI e XVII. Na Itália a impulsiva representação dramática resultou em enormes espectáculos durando horas (e até mesmo dias) e utilizando dança, poemas recitados, canções e efeitos cénicos, todos organizados em torno de um enredo principal e com homens e garotos ricamente trajados no lugar da corte encenando os principais papéis. Os espectáculos eram apresentados em grandes salões ou em quadras de ténis (Teatros modernos não eram construídos antes do séc. XVI). A audiência para estas apresentações era composta principalmente por pessoas da corte, que contratavam dançarinos de alto escalão para ensinar aos amadores.
Tipos de Ballet: Ballet Contemporâneo: mais conhecido por Ballet Moderno, foi criado no início do século XXI e ainda preserva o uso das pontas e gestuais ainda muito próximos do Ballet Clássico. Neste estilo de dança a coreografias começam a ter ideologias diferentes. As roupas usadas no Ballet Contemporâneo são geralmente colãs e malhas, como em uma aula normal, para dar maior liberdade de movimento aos dançarinos.  Ballet Clássico: surgiu numa época de intrigas entre os Ballets Russo e Italiano, que disputavam o título de melhor técnica do mundo. Sua principal função era exprimir ao máximo a habilidade técnica dos bailarinos e bailarinas e o virtuosismo que os passos de ballet poderiam mostrar e encantar toda a plateia. Um exemplo deste virtuosismo é 'O Lago dos Cisnes', Ballet Romântico: é um dos mais antigos e que se consolidaram mais cedo na história do Ballet. Neste tipo de Ballet usam-se os chamados tutus românticos, saias mais longas que o tutu prato. Estas saias de tule com adornos são geralmente floridas, lembrando raparigas do campo.
Ballet:
História da Valsa: A primeira dança de salão oficial – a Valsa – é a primeira dança que qualquer bailarino aprende, foi apresentada ao mundo em Viena, Áustria, no ano 1776. Curiosamente, uma das danças mais elegantes de todos os tempos teve a sua origem nas danças tradicionais dos camponeses austríacos!
Tipos de Valsa: Valsa Vienesa – a pioneira, dança-se a um ritmo bastante rápido. Valsa Moderna ou Inglesa – uma derivação da Valsa Vienesa, dança-se a um ritmo mais lento. Valsa Internacional Standard – o par mantém sempre a “posição fechada”, normalmente é apenas dançada em competições internacionais.  Valsa Estilo Americano – incorpora vários movimentos onde o par deixa praticamente de ter contacto um com o outro.  Valsa Peruana – muito semelhante à Valsa Moderna, difere na música, que é fortemente influenciada por sons latinos e espanhóis.  Valsa Venezuelana – os venezuelanos incluíram novos passos e a sua própria música à Valsa clássica.  Valsa “CrossStep” – tal como o próprio nome indica, esta Valsa inclui um passo especial, que é cruzado.
Valsa:
História do Tango: Originariamente, o tango nasce no final do século XIX de uma mistura de vários ritmos provenientes dos subúrbios de Buenos Aires. Esteve associado desde o princípio com bordéis e cabarés, âmbito de contenção da população imigrante massivamente masculina. Devido a que só as prostitutas aceitariam esse baile, em seus começos era comum que o tango fosse dançado por um casal de homens.
Tango:
História da Salsa: Este ritmo nasceu nos campos do oriente cubano na segunda metade do século XVIII, tendo como antecedentes a influência hispânica, francesa e africana. Devido a essa união perfeita, ao chegar nas cidades no início do século XIX, contagiou a população.
Salsa:
História do Merengue: O merengue é a dança nacional da República Dominicana e, de certa forma, do Haiti, o vizinho que compartilha a ilha. É uma combinação de duas danças: o africano e o minueto francês, dos finais de 1700, princípios de 1800. Os escravos negros viram as danças de salão nos bailes das "Casas Grandes" e começaram a imitar essas danças nas suas próprias festas. Porém, as danças dos Europeus não eram divertidas, sendo demasiado calmas e enfadonhas. Por esse motivo, e com o passar do tempo, os escravos adicionaram uma batida especial, providenciada pelos tambores.
Merengue:
A História do ChaChaChá: Chachachá é um estilo de dança latino-americano derivado da rumba, do mambo e do danzo cubano. Corresponde ao estilo musical de mesmo nome, introduzida pelo compositor e violinista cubano Enrique Jorrín. Na dança de salão é popularmente chamado por cha-cha. Inspirado no som dos pés dos dançarinos ao arrastá-los pelo chão, esse estilo acabou tornando-se independente, com características próprias de música e dança. Popularizou-se no mundo com as formações das Big Bands, onde havia claro predomínio de instrumentos de sopro. O chachachá nasceu originalmente em Havana nos anos 40.
ChaChaChá:
Tecktonik: Tecktonik é o novo estilo de dança! Este estilo de dança nasceu nos subúrbios de Paris, criado pelos adeptos do hip-hop. A dança é uma mistura de dois géneros musicais, o hip-hop e o electrónico, em que se mexe muito mais (mas mesmo muito mais) os braços do que as pernas, porque eles mexem os braços para todos os lados até ao limite.
Tecktonik:
Fim

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A dança através dos tempos
A dança através dos temposA dança através dos tempos
A dança através dos tempos
José Marques
 
Danças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaDanças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joana
Jorge Luiz Queiroz
 
FUNK - MOVIMENTO CULTURAL
FUNK - MOVIMENTO CULTURALFUNK - MOVIMENTO CULTURAL
FUNK - MOVIMENTO CULTURAL
Dayane SLima
 

Mais procurados (20)

DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEADANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
 
Danças Urbanas 2023.pptx
Danças Urbanas 2023.pptxDanças Urbanas 2023.pptx
Danças Urbanas 2023.pptx
 
O FREVO
O FREVOO FREVO
O FREVO
 
Dança
DançaDança
Dança
 
MúSica
MúSicaMúSica
MúSica
 
Dança de rua
Dança de ruaDança de rua
Dança de rua
 
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃODANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
DANÇA CLÁSSICA E DANÇA DE SALÃO
 
A dança através dos tempos
A dança através dos temposA dança através dos tempos
A dança através dos tempos
 
Danças Urbanas.pptx
Danças Urbanas.pptxDanças Urbanas.pptx
Danças Urbanas.pptx
 
Dança moderna
Dança modernaDança moderna
Dança moderna
 
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
 
A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
 
Danças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaDanças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joana
 
FUNK - MOVIMENTO CULTURAL
FUNK - MOVIMENTO CULTURALFUNK - MOVIMENTO CULTURAL
FUNK - MOVIMENTO CULTURAL
 
Frevo
Frevo Frevo
Frevo
 
Forró
ForróForró
Forró
 
Forró
ForróForró
Forró
 
Apresentação sobre a Capoeira
Apresentação sobre a CapoeiraApresentação sobre a Capoeira
Apresentação sobre a Capoeira
 
Samba
SambaSamba
Samba
 
Capoeira
CapoeiraCapoeira
Capoeira
 

Destaque (9)

Dança
DançaDança
Dança
 
Dança
DançaDança
Dança
 
O Diamante
O DiamanteO Diamante
O Diamante
 
Dança conteúdos conceptuais
Dança   conteúdos conceptuaisDança   conteúdos conceptuais
Dança conteúdos conceptuais
 
Estilos de dança
Estilos de dançaEstilos de dança
Estilos de dança
 
Tipos de danças
Tipos de dançasTipos de danças
Tipos de danças
 
Slide dança
Slide dançaSlide dança
Slide dança
 
Oficina de dança e expressão
Oficina de dança e expressãoOficina de dança e expressão
Oficina de dança e expressão
 
Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança
 

Semelhante a Dança

201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca
Maria Manuel
 
ABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptx
ABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptxABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptx
ABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptx
ThiagoBarroso26
 
A dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artesA dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artes
CATEUS
 
Dança espanhola 3 ano a tarde
Dança espanhola 3 ano a tardeDança espanhola 3 ano a tarde
Dança espanhola 3 ano a tarde
Gleudo Mendonça
 

Semelhante a Dança (20)

201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca
 
Flamenco 3º manhã
Flamenco 3º  manhãFlamenco 3º  manhã
Flamenco 3º manhã
 
[Danca][26 05][2a]gabarito
[Danca][26 05][2a]gabarito[Danca][26 05][2a]gabarito
[Danca][26 05][2a]gabarito
 
Danças de Salão - 9ª ano.pptx
Danças de Salão - 9ª ano.pptxDanças de Salão - 9ª ano.pptx
Danças de Salão - 9ª ano.pptx
 
Trabalho De Artes
Trabalho De ArtesTrabalho De Artes
Trabalho De Artes
 
[Danca][26 05][2a]gabarito (1)
[Danca][26 05][2a]gabarito (1)[Danca][26 05][2a]gabarito (1)
[Danca][26 05][2a]gabarito (1)
 
Apostila ensino médio danca
Apostila ensino médio dancaApostila ensino médio danca
Apostila ensino médio danca
 
Trabalho de midias
Trabalho de midiasTrabalho de midias
Trabalho de midias
 
[Danca]gabarito
[Danca]gabarito[Danca]gabarito
[Danca]gabarito
 
dança de salão
dança de salãodança de salão
dança de salão
 
Texto sobre dança classica
Texto sobre dança classicaTexto sobre dança classica
Texto sobre dança classica
 
ABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptx
ABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptxABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptx
ABORDAGEM HISTÓRICA DAS DANÇAS DE SALÃO INTERNACIONAIS (TANGO, BOLERO...).pptx
 
Dança maxixe
Dança maxixeDança maxixe
Dança maxixe
 
A dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artesA dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artes
 
Dança espanhola 3 ano a tarde
Dança espanhola 3 ano a tardeDança espanhola 3 ano a tarde
Dança espanhola 3 ano a tarde
 
A Arte Do Balé
A Arte Do BaléA Arte Do Balé
A Arte Do Balé
 
A arte do balé
A arte do baléA arte do balé
A arte do balé
 
As danças latinas
As danças latinasAs danças latinas
As danças latinas
 
As danças latinas
As danças latinasAs danças latinas
As danças latinas
 
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciaisAtividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
Atividades Rítmicas e Dança conceitos iniciais
 

Mais de Juliana Costa

Medicinas Alternativas
Medicinas AlternativasMedicinas Alternativas
Medicinas Alternativas
Juliana Costa
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
Juliana Costa
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
Juliana Costa
 
Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares
Juliana Costa
 
Exerciciofisico Bem-Estar e Silhueta
Exerciciofisico Bem-Estar e SilhuetaExerciciofisico Bem-Estar e Silhueta
Exerciciofisico Bem-Estar e Silhueta
Juliana Costa
 
Gestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedadeGestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedade
Juliana Costa
 
Influência do Homem no Ambiente e vice-versa
Influência do Homem no Ambiente e vice-versaInfluência do Homem no Ambiente e vice-versa
Influência do Homem no Ambiente e vice-versa
Juliana Costa
 

Mais de Juliana Costa (20)

Violência
ViolênciaViolência
Violência
 
Medicinas Alternativas
Medicinas AlternativasMedicinas Alternativas
Medicinas Alternativas
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
 
Animais Marinhos
Animais MarinhosAnimais Marinhos
Animais Marinhos
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares Disturbios Alimentares
Disturbios Alimentares
 
Exerciciofisico Bem-Estar e Silhueta
Exerciciofisico Bem-Estar e SilhuetaExerciciofisico Bem-Estar e Silhueta
Exerciciofisico Bem-Estar e Silhueta
 
Gestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedadeGestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedade
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
Jobs
JobsJobs
Jobs
 
Jobs
JobsJobs
Jobs
 
Jobs
Jobs Jobs
Jobs
 
Jobs
Jobs Jobs
Jobs
 
Jobs
JobsJobs
Jobs
 
Jobs
Jobs Jobs
Jobs
 
Jobs
Jobs Jobs
Jobs
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Influência do Homem no Ambiente e vice-versa
Influência do Homem no Ambiente e vice-versaInfluência do Homem no Ambiente e vice-versa
Influência do Homem no Ambiente e vice-versa
 
SIDA
SIDASIDA
SIDA
 
Higiene
HigieneHigiene
Higiene
 

Último

472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
GisellySobral
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 

Dança

  • 1. Dança Realizado por: Maria de Lurdes Marrinhas Nº12 8ºA Nicole Cunha Henriques Nº14 8ºA ÁREA DE PROJECTO Dezembro 2009 Agrupamento de Escolas da MurtosaESCOLA E.B. 2/3 com SECUNDÁRIO Padre António Morais da Fonseca
  • 2. Índice: Subtemas: Ballet: A História do Ballet; Tipos de Ballet; Valsa: A História da Valsa; Tipos de Valsa; Tango: A História do Tango; Salsa: A História da Salsa; Merengue: A História do Merengue; ChaChaChá: A História do ChaChaChá; Tipos de ChaChaChá Tecktonik
  • 3. A História do Ballet As origens do ballet surgiram em celebrações públicas italianas e francesas nos séculos XV, XVI e XVII. Na Itália a impulsiva representação dramática resultou em enormes espectáculos durando horas (e até mesmo dias) e utilizando dança, poemas recitados, canções e efeitos cénicos, todos organizados em torno de um enredo principal e com homens e garotos ricamente trajados no lugar da corte encenando os principais papéis. Os espectáculos eram apresentados em grandes salões ou em quadras de ténis (Teatros modernos não eram construídos antes do séc. XVI). A audiência para estas apresentações era composta principalmente por pessoas da corte, que contratavam dançarinos de alto escalão para ensinar aos amadores.
  • 4. Tipos de Ballet: Ballet Contemporâneo: mais conhecido por Ballet Moderno, foi criado no início do século XXI e ainda preserva o uso das pontas e gestuais ainda muito próximos do Ballet Clássico. Neste estilo de dança a coreografias começam a ter ideologias diferentes. As roupas usadas no Ballet Contemporâneo são geralmente colãs e malhas, como em uma aula normal, para dar maior liberdade de movimento aos dançarinos. Ballet Clássico: surgiu numa época de intrigas entre os Ballets Russo e Italiano, que disputavam o título de melhor técnica do mundo. Sua principal função era exprimir ao máximo a habilidade técnica dos bailarinos e bailarinas e o virtuosismo que os passos de ballet poderiam mostrar e encantar toda a plateia. Um exemplo deste virtuosismo é 'O Lago dos Cisnes', Ballet Romântico: é um dos mais antigos e que se consolidaram mais cedo na história do Ballet. Neste tipo de Ballet usam-se os chamados tutus românticos, saias mais longas que o tutu prato. Estas saias de tule com adornos são geralmente floridas, lembrando raparigas do campo.
  • 6. História da Valsa: A primeira dança de salão oficial – a Valsa – é a primeira dança que qualquer bailarino aprende, foi apresentada ao mundo em Viena, Áustria, no ano 1776. Curiosamente, uma das danças mais elegantes de todos os tempos teve a sua origem nas danças tradicionais dos camponeses austríacos!
  • 7. Tipos de Valsa: Valsa Vienesa – a pioneira, dança-se a um ritmo bastante rápido. Valsa Moderna ou Inglesa – uma derivação da Valsa Vienesa, dança-se a um ritmo mais lento. Valsa Internacional Standard – o par mantém sempre a “posição fechada”, normalmente é apenas dançada em competições internacionais. Valsa Estilo Americano – incorpora vários movimentos onde o par deixa praticamente de ter contacto um com o outro. Valsa Peruana – muito semelhante à Valsa Moderna, difere na música, que é fortemente influenciada por sons latinos e espanhóis. Valsa Venezuelana – os venezuelanos incluíram novos passos e a sua própria música à Valsa clássica. Valsa “CrossStep” – tal como o próprio nome indica, esta Valsa inclui um passo especial, que é cruzado.
  • 9. História do Tango: Originariamente, o tango nasce no final do século XIX de uma mistura de vários ritmos provenientes dos subúrbios de Buenos Aires. Esteve associado desde o princípio com bordéis e cabarés, âmbito de contenção da população imigrante massivamente masculina. Devido a que só as prostitutas aceitariam esse baile, em seus começos era comum que o tango fosse dançado por um casal de homens.
  • 11. História da Salsa: Este ritmo nasceu nos campos do oriente cubano na segunda metade do século XVIII, tendo como antecedentes a influência hispânica, francesa e africana. Devido a essa união perfeita, ao chegar nas cidades no início do século XIX, contagiou a população.
  • 13. História do Merengue: O merengue é a dança nacional da República Dominicana e, de certa forma, do Haiti, o vizinho que compartilha a ilha. É uma combinação de duas danças: o africano e o minueto francês, dos finais de 1700, princípios de 1800. Os escravos negros viram as danças de salão nos bailes das "Casas Grandes" e começaram a imitar essas danças nas suas próprias festas. Porém, as danças dos Europeus não eram divertidas, sendo demasiado calmas e enfadonhas. Por esse motivo, e com o passar do tempo, os escravos adicionaram uma batida especial, providenciada pelos tambores.
  • 15. A História do ChaChaChá: Chachachá é um estilo de dança latino-americano derivado da rumba, do mambo e do danzo cubano. Corresponde ao estilo musical de mesmo nome, introduzida pelo compositor e violinista cubano Enrique Jorrín. Na dança de salão é popularmente chamado por cha-cha. Inspirado no som dos pés dos dançarinos ao arrastá-los pelo chão, esse estilo acabou tornando-se independente, com características próprias de música e dança. Popularizou-se no mundo com as formações das Big Bands, onde havia claro predomínio de instrumentos de sopro. O chachachá nasceu originalmente em Havana nos anos 40.
  • 17. Tecktonik: Tecktonik é o novo estilo de dança! Este estilo de dança nasceu nos subúrbios de Paris, criado pelos adeptos do hip-hop. A dança é uma mistura de dois géneros musicais, o hip-hop e o electrónico, em que se mexe muito mais (mas mesmo muito mais) os braços do que as pernas, porque eles mexem os braços para todos os lados até ao limite.
  • 19. Fim