SlideShare uma empresa Scribd logo
Ano lectivo
          2011/2012




                        Trabalho realizado por :
                        oCarlos Neto nº5
                        oJoana Salgado nº10
                        oLuís Faria nº13
                        oMaria Morais nº14
Disciplina: Geografia
Professora : Paula      oRafael Oliveira nº19
Correia
                                                   1
O que são ?
São uma grande variedade de fontes de matérias-
primas, a partir das quais se obtêm os materiais e
a energia que o Homem utiliza, quer para
sobreviver, quer nas mais diversas actividades
quotidianas.                      recursos minerais;
  Estes recursos dividem-se em 4
  grupos:
recursos energéticos;
                   recursos  rochas;
                hídricos;


   Recurso endógeno: Recurso de um país ou região.
  Recurso exógeno: Recurso disponível noutros
 países ou regiões.
                                                       2
Jazidas: concentração significativa no subsolo de uma
substância mineral útil, que pode ser explorada
economicamente.

Recurso: matérias naturais reconhecidas como úteis
para a Humanidade.
Reservas: porção dos recursos identificados em que a
sua exploração é economicamente viável com a
tecnologia existente.

Em muitos casos, à medida que as reservas vão sendo
esgotados pela extracção, o desenvolvimento de novas
técnicas e a identificação de outras jazidas vão permitir a
exploração de novas reservas. Em teoria , todos os
recursos poderão eventualmente, converter-se em
reservas.

                                                              3
Mineral energético: Mineral explorado
para a obtenção de energia ,como
por exemplo, o carvão e o urânio.
                                                Carvão



Mineral metálico: Mineral constituído por
substâncias metálicas, como
por exemplo, o ferro, o cobre e o               Volfrâmio

volfrâmio.

 Mineral não metálico: Mineral
 constituído por substâncias não metálicas,
como por exemplo, o quartzo, o caulino e                    4
                                              Calcário
Águas minerais: Águas naturais,
gasificadas ou não, ricas em determinados
sais minerais, o que lhes confere
propriedades terapêuticas.




Águas termais: Águas muito ricas em
determinados sais minerais, usadas com
fins medicinais e que podem aparecer à
superfície a temperaturas muito elevadas.

                                            5
Recurso não renovável: Recurso esgotável, finito,
como, por exemplo o petróleo, o carvão e o ferro.




Recurso renovável: Recurso que não se esgota, como
por exemplo a energia solar ,eólica e geotérmica.




                                                     6
Rochas industriais: Rochas que têm como destino a
indústria ou a construção civil, como o calcário e a argila .




Rochas ornamentais: Rochas utilizadas para fins
decorativos, como o mármore e o granito




                                                                7
A exploração dos recursos do subsolo centra-se
na crusta terrestre, na medida em que esta
fornece a maior parte dos recursos minerais.

O interior da terra é
constituído
pelo núcleo, pelo
manto, pela crosta
terrestre e pelas
zonas de fissuras
(zonas de contacto
entre as placas
tectónicas).



                                                 8
Eras geológicas




                  9
10
O que são unidades geomorfológicas
 São áreas onde as rochas (litologia), as estruturas
 internas da crosta terrestre e as formas de relevo são
 semelhantes.



       Em Portugal existem 3 grandes unidades
                 geomorfológicas :

 Maciço Hespérico ou Maciço Antigo;
 Orlas Mesocenozoicas Meridional e Ocidental;
 Bacias Sedimentares do rio Tejo e Sado;


                                                          11
Como se
           formaram
Formaram-se ao longo de milhões de anos,
através de processos lentos: movimentos
tectónicos, forças de pressão, afloramento das
rochas e processos de sedimentação.




                                                 12
Designa-se por
                           Pangeia o
                           continente
                           que, segundo a
                           teoria da deriva
                           continental, existi
                           u até há 200
                           milhões de
                           anos, durante a
                           era
                           Mesozoica, poré
                           m, há relatos
                           também de 540
                           milhões de anos.
                           Foi inicialmente
                           sugerida a
                           hipótese, no
                           início do século
                           XX, pelo
                           meteorologista
                           alemão Alfred
Harold V. Thurman , 1997
                           Wegener               13
Maciço Antigo
O Maciço Antigo, é a unidade geomorfológica mais
antiga, formou-se há mais de 250 milhões de anos na
era paleozóica e também aquela que abrange maior
área, é constituído por rochas muito antigas e de grande
dureza que são: os granitos, os xistos, os calcários
cristalinos
 É nesta unidade que se localizam as jazidas mais
 importantes de :
 • minerais metálicos (cobre, volfrânico, ferro e estanho);
 • minerais energéticos (carvão e ucrânio);
 • rochas ornamentais (mármore e granito).




                                                              14
Rochas do Maciço Antigo



   Granito     Xisto




 Calcário      Cristalinos

                             15
Serra do Açor

            16
Pedreira de Granito




Pedreira de cabreira no concelho de Pinhel
                                             17
Pedreira de Mármore




             Pedreira de Estremoz
                                    18
Orlas Sedimentares

As Orlas Sedimentares formaram-se na era
Mesocenozóica há mais de 2000 milhões de anos.
Correspondem a antigas áreas deprimidas, nas quais
se foram acumulando numerosos sedimentos
provenientes do desgaste ocorrido no Maciço Antigo,
são constituídas pelas rochas de tipo sedimentar tais
como as areias, os arenitos, as margas, as argilas e os
calcários. Em certas áreas existem também as rochas
magmáticas, tal como o basalto.



                                                          19
Rochas Das Orlas sedimentares




 Areias            Arenitos




  Margas             Basalto

                                20
Cascais
          21
Pedreira de Calcário




Pedreira d’anca                  22
As Bacias Sedimentares do Tejo
           e do Sado
As Bacias de sedimentação do Tejo e do
Sado        correspondem      à     unidade
geomorfológica mais recente, formada na era
cenozóica, nos últimos 25 e 2 milhões de
anos     respectivamente.   nestas    áreas
predominam, naturalmente , as rochas
sedimentares, como as areias, o cascalho, as
argilas e o calcário.


                                               23
Rochas das Bacias Sedimentares




  Cascalho           Areias




   Argila             Calcário
                                 24
Estuário do tejo

               25
Unidades Geomorfológicas da
      Península Ibérica




                              26
Unidades Geomorfológicas de Portugal
            continental

                  Maciço Antigo


                  Orlas Sedimentares
                  ou Mesocenozóicas




                  Bacias sedimentares
                   do tejo e do sado




                                        27
28

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricasAs disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricas
Ilda Bicacro
 
Geografia11ºano
Geografia11ºanoGeografia11ºano
Geografia11ºano
Gonçalo Paiva
 
Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
Ilda Bicacro
 
GEOGRAFIA A - Síntese 2
GEOGRAFIA A - Síntese 2GEOGRAFIA A - Síntese 2
GEOGRAFIA A - Síntese 2
Idalina Leite
 
Recursos marítimos
Recursos marítimosRecursos marítimos
Recursos marítimos
manjosp
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
Ilda Bicacro
 
Principais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesaPrincipais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesa
Thepatriciamartins12
 
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptxrecursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
RitaMagalhaes16
 
As regiões agrárias: Entre Douro e Minho
As regiões agrárias: Entre Douro e MinhoAs regiões agrárias: Entre Douro e Minho
As regiões agrárias: Entre Douro e Minho
Sara Guerra
 
Agricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantesAgricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantes
Idalina Leite
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Raffaella Ergün
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Raffaella Ergün
 
Resumos Globais 10º
Resumos Globais 10ºResumos Globais 10º
Resumos Globais 10º
Gonçalo Paiva
 
Resumo matéria global - Geografia
Resumo matéria global - GeografiaResumo matéria global - Geografia
Resumo matéria global - Geografia
Ana Delgado
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
Ilda Bicacro
 
Gil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereiraGil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereira
David Caçador
 
A formosura desta fresca serra
A formosura desta fresca serraA formosura desta fresca serra
A formosura desta fresca serra
Helena Coutinho
 
Poder régio
Poder régioPoder régio
Poder régio
Carina Vale
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
acbaptista
 
Valorização da radiação solar
Valorização da radiação solarValorização da radiação solar
Valorização da radiação solar
Catarina Castro
 

Mais procurados (20)

As disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricasAs disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricas
 
Geografia11ºano
Geografia11ºanoGeografia11ºano
Geografia11ºano
 
Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
 
GEOGRAFIA A - Síntese 2
GEOGRAFIA A - Síntese 2GEOGRAFIA A - Síntese 2
GEOGRAFIA A - Síntese 2
 
Recursos marítimos
Recursos marítimosRecursos marítimos
Recursos marítimos
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
 
Principais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesaPrincipais acidentes da costa portuguesa
Principais acidentes da costa portuguesa
 
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptxrecursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
recursos do subsolo e unidades geomorfológicas ALUNOS.pptx
 
As regiões agrárias: Entre Douro e Minho
As regiões agrárias: Entre Douro e MinhoAs regiões agrárias: Entre Douro e Minho
As regiões agrárias: Entre Douro e Minho
 
Agricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantesAgricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantes
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
 
Resumos Globais 10º
Resumos Globais 10ºResumos Globais 10º
Resumos Globais 10º
 
Resumo matéria global - Geografia
Resumo matéria global - GeografiaResumo matéria global - Geografia
Resumo matéria global - Geografia
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
 
Gil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereiraGil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereira
 
A formosura desta fresca serra
A formosura desta fresca serraA formosura desta fresca serra
A formosura desta fresca serra
 
Poder régio
Poder régioPoder régio
Poder régio
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
 
Valorização da radiação solar
Valorização da radiação solarValorização da radiação solar
Valorização da radiação solar
 

Semelhante a Conceitos subsolo 10ºse

Geologia e Rochas
Geologia e RochasGeologia e Rochas
Geologia e Rochas
Joselma Alencar
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
Prof.Paulo/geografia
 
Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010
landipaula
 
Eras geologicas placas_tectonicas
Eras geologicas placas_tectonicasEras geologicas placas_tectonicas
Eras geologicas placas_tectonicas
Maicon Evilazio Silva
 
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
ProfMario De Mori
 
Aula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologiaAula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologia
Italo Alan
 
Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02
Regis Barbosa Batista
 
1VD GEOLOGIA - LORENA
1VD GEOLOGIA - LORENA1VD GEOLOGIA - LORENA
1VD GEOLOGIA - LORENA
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
Filipe Leal
 
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
ProfMario De Mori
 
Dinâmica da crosta terrestre
Dinâmica da  crosta terrestreDinâmica da  crosta terrestre
Dinâmica da crosta terrestre
vitor moraes ribeiro
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
Filipe Leal
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
espacoaberto
 
Geografia ii período 2014
Geografia ii período 2014Geografia ii período 2014
Geografia ii período 2014
Rebeca_15
 
Mariana
MarianaMariana
Mariana
dennysosm
 
Estrutura geológica da terra e solo
Estrutura geológica da terra e soloEstrutura geológica da terra e solo
Estrutura geológica da terra e solo
landipaula
 
Recursos Minerais: 8ºano/9ºano
Recursos Minerais: 8ºano/9ºanoRecursos Minerais: 8ºano/9ºano
Recursos Minerais: 8ºano/9ºano
Francisco Teixeira
 
Apostila Geologia - Pedologia - sol213
Apostila Geologia - Pedologia - sol213Apostila Geologia - Pedologia - sol213
Apostila Geologia - Pedologia - sol213
IF Baiano - Campus Catu
 
Geo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 anoGeo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 ano
Jose Luiz de Oliveira
 
Gabarito exercícios 1
Gabarito exercícios 1Gabarito exercícios 1
Gabarito exercícios 1
Raquel Avila
 

Semelhante a Conceitos subsolo 10ºse (20)

Geologia e Rochas
Geologia e RochasGeologia e Rochas
Geologia e Rochas
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
 
Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010
 
Eras geologicas placas_tectonicas
Eras geologicas placas_tectonicasEras geologicas placas_tectonicas
Eras geologicas placas_tectonicas
 
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
 
Aula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologiaAula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologia
 
Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02
 
1VD GEOLOGIA - LORENA
1VD GEOLOGIA - LORENA1VD GEOLOGIA - LORENA
1VD GEOLOGIA - LORENA
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
 
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
 
Dinâmica da crosta terrestre
Dinâmica da  crosta terrestreDinâmica da  crosta terrestre
Dinâmica da crosta terrestre
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
Geografia ii período 2014
Geografia ii período 2014Geografia ii período 2014
Geografia ii período 2014
 
Mariana
MarianaMariana
Mariana
 
Estrutura geológica da terra e solo
Estrutura geológica da terra e soloEstrutura geológica da terra e solo
Estrutura geológica da terra e solo
 
Recursos Minerais: 8ºano/9ºano
Recursos Minerais: 8ºano/9ºanoRecursos Minerais: 8ºano/9ºano
Recursos Minerais: 8ºano/9ºano
 
Apostila Geologia - Pedologia - sol213
Apostila Geologia - Pedologia - sol213Apostila Geologia - Pedologia - sol213
Apostila Geologia - Pedologia - sol213
 
Geo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 anoGeo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 ano
 
Gabarito exercícios 1
Gabarito exercícios 1Gabarito exercícios 1
Gabarito exercícios 1
 

Mais de mariajosantos

Problemas subsolo 10º se
Problemas subsolo 10º seProblemas subsolo 10º se
Problemas subsolo 10º se
mariajosantos
 
Trabalho da industria extrativa 10º se
Trabalho da industria extrativa  10º seTrabalho da industria extrativa  10º se
Trabalho da industria extrativa 10º se
mariajosantos
 
Recursos subsolo potencialidades 10ºse
Recursos subsolo   potencialidades 10ºseRecursos subsolo   potencialidades 10ºse
Recursos subsolo potencialidades 10ºse
mariajosantos
 
Calendário solar 2ºpgsi
Calendário solar 2ºpgsiCalendário solar 2ºpgsi
Calendário solar 2ºpgsi
mariajosantos
 
Calendário lunar 2º pgsi
Calendário lunar 2º pgsiCalendário lunar 2º pgsi
Calendário lunar 2º pgsi
mariajosantos
 
Recursos do subsolo lh2
Recursos do subsolo lh2Recursos do subsolo lh2
Recursos do subsolo lh2
mariajosantos
 
Problemas da exploração do subsolo lh2
Problemas da exploração do subsolo lh2Problemas da exploração do subsolo lh2
Problemas da exploração do subsolo lh2
mariajosantos
 
Distribuição recursos do subsolo lh2
Distribuição recursos do subsolo lh2Distribuição recursos do subsolo lh2
Distribuição recursos do subsolo lh2
mariajosantos
 
Turismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais seTurismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais se
mariajosantos
 
Silvcultura se
Silvcultura seSilvcultura se
Silvcultura se
mariajosantos
 
Leader se
Leader seLeader se
Leader se
mariajosantos
 
Indústria e serviços 11ºlh1
Indústria e serviços 11ºlh1Indústria e serviços 11ºlh1
Indústria e serviços 11ºlh1
mariajosantos
 
Indústria e desenvolvimento rural 11ºse
Indústria e desenvolvimento rural 11ºseIndústria e desenvolvimento rural 11ºse
Indústria e desenvolvimento rural 11ºse
mariajosantos
 
Silvicultura 11º lh1
Silvicultura 11º lh1Silvicultura 11º lh1
Silvicultura 11º lh1
mariajosantos
 
Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1
mariajosantos
 
Multifuncionalidade 11ºlh1
Multifuncionalidade 11ºlh1Multifuncionalidade 11ºlh1
Multifuncionalidade 11ºlh1
mariajosantos
 
Indústria
IndústriaIndústria
Indústria
mariajosantos
 
Rurais
RuraisRurais
Sustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluidoSustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluido
mariajosantos
 
Silvicultura
SilviculturaSilvicultura
Silvicultura
mariajosantos
 

Mais de mariajosantos (20)

Problemas subsolo 10º se
Problemas subsolo 10º seProblemas subsolo 10º se
Problemas subsolo 10º se
 
Trabalho da industria extrativa 10º se
Trabalho da industria extrativa  10º seTrabalho da industria extrativa  10º se
Trabalho da industria extrativa 10º se
 
Recursos subsolo potencialidades 10ºse
Recursos subsolo   potencialidades 10ºseRecursos subsolo   potencialidades 10ºse
Recursos subsolo potencialidades 10ºse
 
Calendário solar 2ºpgsi
Calendário solar 2ºpgsiCalendário solar 2ºpgsi
Calendário solar 2ºpgsi
 
Calendário lunar 2º pgsi
Calendário lunar 2º pgsiCalendário lunar 2º pgsi
Calendário lunar 2º pgsi
 
Recursos do subsolo lh2
Recursos do subsolo lh2Recursos do subsolo lh2
Recursos do subsolo lh2
 
Problemas da exploração do subsolo lh2
Problemas da exploração do subsolo lh2Problemas da exploração do subsolo lh2
Problemas da exploração do subsolo lh2
 
Distribuição recursos do subsolo lh2
Distribuição recursos do subsolo lh2Distribuição recursos do subsolo lh2
Distribuição recursos do subsolo lh2
 
Turismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais seTurismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais se
 
Silvcultura se
Silvcultura seSilvcultura se
Silvcultura se
 
Leader se
Leader seLeader se
Leader se
 
Indústria e serviços 11ºlh1
Indústria e serviços 11ºlh1Indústria e serviços 11ºlh1
Indústria e serviços 11ºlh1
 
Indústria e desenvolvimento rural 11ºse
Indústria e desenvolvimento rural 11ºseIndústria e desenvolvimento rural 11ºse
Indústria e desenvolvimento rural 11ºse
 
Silvicultura 11º lh1
Silvicultura 11º lh1Silvicultura 11º lh1
Silvicultura 11º lh1
 
Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1
 
Multifuncionalidade 11ºlh1
Multifuncionalidade 11ºlh1Multifuncionalidade 11ºlh1
Multifuncionalidade 11ºlh1
 
Indústria
IndústriaIndústria
Indústria
 
Rurais
RuraisRurais
Rurais
 
Sustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluidoSustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluido
 
Silvicultura
SilviculturaSilvicultura
Silvicultura
 

Conceitos subsolo 10ºse

  • 1. Ano lectivo 2011/2012 Trabalho realizado por : oCarlos Neto nº5 oJoana Salgado nº10 oLuís Faria nº13 oMaria Morais nº14 Disciplina: Geografia Professora : Paula oRafael Oliveira nº19 Correia 1
  • 2. O que são ? São uma grande variedade de fontes de matérias- primas, a partir das quais se obtêm os materiais e a energia que o Homem utiliza, quer para sobreviver, quer nas mais diversas actividades quotidianas. recursos minerais; Estes recursos dividem-se em 4 grupos: recursos energéticos; recursos rochas; hídricos; Recurso endógeno: Recurso de um país ou região. Recurso exógeno: Recurso disponível noutros países ou regiões. 2
  • 3. Jazidas: concentração significativa no subsolo de uma substância mineral útil, que pode ser explorada economicamente. Recurso: matérias naturais reconhecidas como úteis para a Humanidade. Reservas: porção dos recursos identificados em que a sua exploração é economicamente viável com a tecnologia existente. Em muitos casos, à medida que as reservas vão sendo esgotados pela extracção, o desenvolvimento de novas técnicas e a identificação de outras jazidas vão permitir a exploração de novas reservas. Em teoria , todos os recursos poderão eventualmente, converter-se em reservas. 3
  • 4. Mineral energético: Mineral explorado para a obtenção de energia ,como por exemplo, o carvão e o urânio. Carvão Mineral metálico: Mineral constituído por substâncias metálicas, como por exemplo, o ferro, o cobre e o Volfrâmio volfrâmio. Mineral não metálico: Mineral constituído por substâncias não metálicas, como por exemplo, o quartzo, o caulino e 4 Calcário
  • 5. Águas minerais: Águas naturais, gasificadas ou não, ricas em determinados sais minerais, o que lhes confere propriedades terapêuticas. Águas termais: Águas muito ricas em determinados sais minerais, usadas com fins medicinais e que podem aparecer à superfície a temperaturas muito elevadas. 5
  • 6. Recurso não renovável: Recurso esgotável, finito, como, por exemplo o petróleo, o carvão e o ferro. Recurso renovável: Recurso que não se esgota, como por exemplo a energia solar ,eólica e geotérmica. 6
  • 7. Rochas industriais: Rochas que têm como destino a indústria ou a construção civil, como o calcário e a argila . Rochas ornamentais: Rochas utilizadas para fins decorativos, como o mármore e o granito 7
  • 8. A exploração dos recursos do subsolo centra-se na crusta terrestre, na medida em que esta fornece a maior parte dos recursos minerais. O interior da terra é constituído pelo núcleo, pelo manto, pela crosta terrestre e pelas zonas de fissuras (zonas de contacto entre as placas tectónicas). 8
  • 10. 10
  • 11. O que são unidades geomorfológicas São áreas onde as rochas (litologia), as estruturas internas da crosta terrestre e as formas de relevo são semelhantes. Em Portugal existem 3 grandes unidades geomorfológicas :  Maciço Hespérico ou Maciço Antigo;  Orlas Mesocenozoicas Meridional e Ocidental;  Bacias Sedimentares do rio Tejo e Sado; 11
  • 12. Como se formaram Formaram-se ao longo de milhões de anos, através de processos lentos: movimentos tectónicos, forças de pressão, afloramento das rochas e processos de sedimentação. 12
  • 13. Designa-se por Pangeia o continente que, segundo a teoria da deriva continental, existi u até há 200 milhões de anos, durante a era Mesozoica, poré m, há relatos também de 540 milhões de anos. Foi inicialmente sugerida a hipótese, no início do século XX, pelo meteorologista alemão Alfred Harold V. Thurman , 1997 Wegener 13
  • 14. Maciço Antigo O Maciço Antigo, é a unidade geomorfológica mais antiga, formou-se há mais de 250 milhões de anos na era paleozóica e também aquela que abrange maior área, é constituído por rochas muito antigas e de grande dureza que são: os granitos, os xistos, os calcários cristalinos É nesta unidade que se localizam as jazidas mais importantes de : • minerais metálicos (cobre, volfrânico, ferro e estanho); • minerais energéticos (carvão e ucrânio); • rochas ornamentais (mármore e granito). 14
  • 15. Rochas do Maciço Antigo Granito Xisto Calcário Cristalinos 15
  • 17. Pedreira de Granito Pedreira de cabreira no concelho de Pinhel 17
  • 18. Pedreira de Mármore Pedreira de Estremoz 18
  • 19. Orlas Sedimentares As Orlas Sedimentares formaram-se na era Mesocenozóica há mais de 2000 milhões de anos. Correspondem a antigas áreas deprimidas, nas quais se foram acumulando numerosos sedimentos provenientes do desgaste ocorrido no Maciço Antigo, são constituídas pelas rochas de tipo sedimentar tais como as areias, os arenitos, as margas, as argilas e os calcários. Em certas áreas existem também as rochas magmáticas, tal como o basalto. 19
  • 20. Rochas Das Orlas sedimentares Areias Arenitos Margas Basalto 20
  • 21. Cascais 21
  • 23. As Bacias Sedimentares do Tejo e do Sado As Bacias de sedimentação do Tejo e do Sado correspondem à unidade geomorfológica mais recente, formada na era cenozóica, nos últimos 25 e 2 milhões de anos respectivamente. nestas áreas predominam, naturalmente , as rochas sedimentares, como as areias, o cascalho, as argilas e o calcário. 23
  • 24. Rochas das Bacias Sedimentares Cascalho Areias Argila Calcário 24
  • 26. Unidades Geomorfológicas da Península Ibérica 26
  • 27. Unidades Geomorfológicas de Portugal continental Maciço Antigo Orlas Sedimentares ou Mesocenozóicas Bacias sedimentares do tejo e do sado 27
  • 28. 28