SlideShare uma empresa Scribd logo
AULA 11
9º ANO
CIÊNCIAS
PROFESSORA MEIRE
SUSTENTABILIDADE é a capacidade de sustentação ou conservação de um processo ou
sistema.
A palavra sustentável deriva do latim sustentare e significa sustentar, apoiar,conservar e
cuidar.
O conceito de sustentabilidade aborda a maneira como se deve agir em relação à natureza.
Além disso, ele pode ser aplicado desde uma comunidade até todo o planeta.
A sustentabilidade é alcançada através do desenvolvimento sustentável.
VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=Qky8NVaAfK8
O desenvolvimento sustentável é um conceito que corresponde ao desenvolvimento
ambiental das sociedades, aliado aos desenvolvimentos econômico e social.
O conceito clássico de desenvolvimento sustentável é:
“Desenvolvimento Sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da
geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras
gerações”.
Em outras palavras, o desenvolvimento sustentável é aquele que assegura o crescimento
econômico, sem esgotar os recursos para o futuro.
O conceito surgiu, em 1983, criado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e
Desenvolvimento, da Organização das Nações Unidas (ONU).
Ele foi criado para propor uma nova forma de desenvolvimento econômico aliado ao
ambiental:
“Na sua essência, o desenvolvimento sustentável é um processo de mudança no qual a
exploração dos recursos, o direcionamento dos investimentos, a orientação do
desenvolvimento tecnológico e a mudança institucional estão em harmonia e reforçam o atual
e futuro potencial para satisfazer as aspirações e necessidades humanas".
Princípios do desenvolvimento sustentável
O desenvolvimento sustentável tem como princípios:
 Desenvolvimento econômico
 Desenvolvimento social
 Conservação ambiental
Para isso, são priorizadas ações em prol de uma sociedade mais justa, igualitária, consciente,
de modo a trazer benefícios para todos. Ao mesmo tempo, deve-se reconhecer que os
recursos naturais são finitos.
Princípios do Desenvolvimento Sustentável
Objetivos do desenvolvimento sustentável
Em 2015, foram definidos os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS). Eles deverão
orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional até 2030.
O Brasil participou das negociações para a definição dos objetivos do desenvolvimento
sustentável. Após a definição dos ODS, o país criou a Agenda Pós-2015, para articular e
orientar as atividades a serem desenvolvidas.
Ao total, foram definidos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável:
1. Erradicar a pobreza
2. Erradicar a fome
3. Saúde de qualidade
4. Educação de qualidade
5. Igualdade de gênero
6. Água potável e saneamento
7. Energias renováveis e acessíveis
8. Trabalho digno e crescimento econômico
9. Indústrias, inovação e infraestruturas
10. Redução das desigualdades
11. Cidades e comunidades sustentáveis
12. Consumo e produção responsáveis
13. Ação contra a mudança global do clima
14. Vida na água
15. Vida terrestre
16. Paz, justiça e instituições eficazes
17. Parcerias e meios de implementação
Desenvolvimento Sustentável no Brasil
O Brasil considera como prioridade os objetivos do desenvolvimento sustentável, conforme os
documentos criados para direcionar políticas voltadas a eles. Ainda é considerada como
diretriz central a superação das desigualdades.
O Brasil é um país de destaque no cenário internacional em assuntos voltados ao meio
ambiente.
No país, já foram sediadas as duas mais importantes conferências internacionais sobre
sustentabilidade da história:
 Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92)
 Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).
Além disso, teve papel determinante na aprovação dos seguintes documentos internacionais:
 Agenda 21
 Declaração do Rio sobre Ambiente e Desenvolvimento
 Declaração de Princípios sobre Florestas
 Convenções sobre Biodiversidade, sobre Mudança Climática e sobre Desertificação.
Exemplos de ações sustentáveis
 Utilização consciente dos recursos naturais
 Preservação de bens naturais e da dignidade humana
 Mudança ou diminuição nos padrões de consumo
 Conscientização da população por meio de programas e ações socioambientais
 Políticas eficazes voltadas para o desenvolvimento sustentável
 Evitar desperdícios e excessos
 Reciclagem
 Fontes de energia renováveis
 Reflorestamento
VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=t0JL8kzCVl4
VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=01hHBcihhrE
POPULAÇÕES TRADICIONAIS
Populações Tradicionais, Povos Tradicionais ou Comunidades Tradicionais são grupos que
possuem culturas diferenciadas, diferentes da cultura predominante local. Através das formas
próprias de organização social, do uso do territórios e recursos naturais para sua reprodução
sócio-cultural-religiosa e econômica, utilizando conhecimentos transmitidos oralmente e na
prática cotidiana. De modo geral, são tradicionais os povos que mantêm um modo de vida
intimamente ligado ao meio ambiente em que vivem.
Oficialmente, de acordo com o Governo Federal, para ser reconhecido como tradicional, é
necessário realizar práticas cotidianas de produção baseadas no desenvolvimento
sustentável. Estima-se que no Brasil cerca de 4,5 milhões de pessoas fazem parte dessas
comunidades, ocupando 25% do território nacional, representados
por: Caboclos; Caiçaras; Extrativistas; Indígenas; Jangadeiros; Pescadores; Quilombolas; Ribeiri
nhos, e; Seringueiros.
Para entender com precisão as populações tradicionais, é fundamental entender a cultura que
está ligado as relações de produção e de sobrevivência, as características:
 Dependência da natureza, constroem o "modo de vida" a partir dos ciclos naturais e os
recursos naturais renováveis. Esse conhecimento é transferido entre gerações por via oral;
 Noção de território onde o grupo se reproduz econômica e socialmente;
 Moradia nesse território por várias gerações, ainda que alguns membros individuais
desloquem-se para os centros urbanos e depois retornam para a terra dos antepassados;
 Predominância da atividades de subsistência, ainda que o comércio possa ser
desenvolvido;
 Reduzida acumulação de capital;
 Importância dada à unidade familiar e às relações de parentesco ou de compadrio para o
exercício das atividades econômicas, sociais e culturais;
 Importância de rituais associados à caça, à pesca e extrativismo;
 Uso de tecnologia simples, de impacto reduzido sobre o meio ambiente
 Reduzida divisão técnica e social do trabalho, sobressaindo o trabalho artesanal. Onde o
produtor e sua família, dominam o processo de trabalho até o produto final;
 Fraco poder político, que em geral reside com os grupos de poder dos centros urbanos;
 Auto identificação ou identificação pelos outros de pertencer a uma cultura distinta da
maioria.
INDÍGENAS
SERINGUEIRO
PESCADOR
QUILOMBOLAS
APANHADOR DE AÇAÍ
CARANGUEJEIRO
CASTANHEIRO
POVOS TRADICIONAIS E O MEIO AMBIENTE
Através do decreto de número 4339, de 22 de agosto de 2002, é instituída a Política Nacional
da Biodiversidade, que prevê que os povos e as comunidades tradicionais atuem de forma
sustentável no manejo da biodiversidade, garantindo a conservação, sugerindo, dessa forma a
valorização e o resgate da diversidade cultural nacional.
Nesse contexto, se insere o crescente reconhecimento do papel das populações tradicionais na
preservação da natureza e uso sustentável dos recursos naturais. Essas populações possuem
um papel de guardiães do patrimônio biogenético do planeta.
VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=5eaMUJag-Vk
ATIVIDADES
QUESTÃO 1
O que é desenvolvimento sustentável?
QUESTÃO 2
(UFRJ) A inevitável devastação ambiental decorrente do processo de desenvolvimento
industrial é um "quadro" que começa a se modificar a partir da defesa pública de um novo
conceito: O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.
O uso dessa expressão tem a finalidade de:
a) sustentar a inevitável necessidade do desenvolvimento.
b) garantir que o desenvolvimento contemporâneo não se sustenta.
c) sustentar o meio ambiente em detrimento do desenvolvimento.
d) propor a conciliação do desenvolvimento com o meio ambiente.
e) divulgar a insustentável situação do meio ambiente.
QUESTÃO 3
Vivemos numa sociedade extremamente consumista, havendo grande utilização dos recursos
naturais e degradação ambiental. Com os atuais modos de produção e consumo é possível
alcançar o desenvolvimento sustentável?
QUESTÃO 4
Quais as atitudes para se alcançar o desenvolvimento sustentável?
QUESTÃO 5
Cite algumas possíveis atitudes individuais para promover o desenvolvimento sustentável.
QUESTÃO 6
(UNIRIO-RJ) A ideia de desenvolvimento sustentável tem sido cada vez mais discutida junto às
questões que se referem ao crescimento econômico. De acordo com este conceito considera-
se que:
a) o meio ambiente é fundamental para a vida humana e, portanto, deve ser intocável.
b) os países subdesenvolvidos são os únicos que praticam esta ideia, pois, por sua baixa
industrialização, preservam melhor o seu meio ambiente do que os países ricos.
c) ocorre uma oposição entre desenvolvimento e proteção ao meio ambiente e, portanto, é
inevitável que os riscos ambientais sustentem o crescimento econômico dos povos.
d) deve-se buscar uma forma de progresso socioeconômico que não comprometa o meio
ambiente sem que, com isso, deixemos de utilizar os recursos nele disponíveis.
e) são as riquezas acumuladas nos países ricos, em prejuízo das antigas colônias durante a
expansão colonial, que devem, hoje, sustentar o crescimento econômico dos povos.






Mais conteúdo relacionado

Semelhante a CIÊNCIASsssssssssssssssssssssssddsssssssssss

Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentávelGestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Mayjö .
 
2ª apostila 2ª série 3º bi
2ª apostila 2ª série 3º bi2ª apostila 2ª série 3º bi
2ª apostila 2ª série 3º bi
Nicholas Muraro
 
Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavel
Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavelAula 2 ___desenvolvimento_sustentavel
Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavel
Naisa Leal
 
Dp agenda 2030
Dp agenda 2030Dp agenda 2030
Dp agenda 2030
EdinhoLarruscain1
 
Conceito
ConceitoConceito
Consumo e-ambiente-jb
Consumo e-ambiente-jbConsumo e-ambiente-jb
Consumo e-ambiente-jb
turma12c1617
 
Aula: Consumismo e sustentabilidade
Aula: Consumismo e sustentabilidadeAula: Consumismo e sustentabilidade
Aula: Consumismo e sustentabilidade
Elisane Almeida Pires
 
Sustentabilidade 2 E
Sustentabilidade 2 ESustentabilidade 2 E
Sustentabilidade 2 E
Maria Teresa Iannaco Grego
 
ENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do Futuro
ENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do FuturoENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do Futuro
ENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do Futuro
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Trab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptx
Trab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptxTrab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptx
Trab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptx
TimoteoCapece
 
Manual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavelManual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavel
karlawilla
 
geografiaderondoniajg.blogspot.com
geografiaderondoniajg.blogspot.comgeografiaderondoniajg.blogspot.com
geografiaderondoniajg.blogspot.com
profsimone2010
 
mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'
mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'
mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'
Suellen Vitória
 
Fundamentos pc brasil_e_book
Fundamentos pc brasil_e_bookFundamentos pc brasil_e_book
Fundamentos pc brasil_e_book
Alexandre Panerai
 
Permacultura fundamentos
Permacultura fundamentosPermacultura fundamentos
Permacultura fundamentos
Joyce Muzy
 
Permacultura fundamentos
Permacultura fundamentosPermacultura fundamentos
Permacultura fundamentos
Míriam Morata Novaes
 
Desenvolvimento sustentavel rgtsd
Desenvolvimento sustentavel  rgtsdDesenvolvimento sustentavel  rgtsd
Desenvolvimento sustentavel rgtsd
Ilda Bicacro
 
Jornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento Sustentável
Jornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento SustentávelJornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento Sustentável
Jornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento Sustentável
Leila Silva
 
AULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdf
AULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdfAULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdf
AULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdf
MichelleMendoncaAgui
 
Desenvolvimento sustentavel
Desenvolvimento sustentavelDesenvolvimento sustentavel
Desenvolvimento sustentavel
Joyce Domingues
 

Semelhante a CIÊNCIASsssssssssssssssssssssssddsssssssssss (20)

Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentávelGestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
 
2ª apostila 2ª série 3º bi
2ª apostila 2ª série 3º bi2ª apostila 2ª série 3º bi
2ª apostila 2ª série 3º bi
 
Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavel
Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavelAula 2 ___desenvolvimento_sustentavel
Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavel
 
Dp agenda 2030
Dp agenda 2030Dp agenda 2030
Dp agenda 2030
 
Conceito
ConceitoConceito
Conceito
 
Consumo e-ambiente-jb
Consumo e-ambiente-jbConsumo e-ambiente-jb
Consumo e-ambiente-jb
 
Aula: Consumismo e sustentabilidade
Aula: Consumismo e sustentabilidadeAula: Consumismo e sustentabilidade
Aula: Consumismo e sustentabilidade
 
Sustentabilidade 2 E
Sustentabilidade 2 ESustentabilidade 2 E
Sustentabilidade 2 E
 
ENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do Futuro
ENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do FuturoENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do Futuro
ENCOAD 2017 - O Desenvolvimento Sustentável e o Administrador do Futuro
 
Trab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptx
Trab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptxTrab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptx
Trab I - Desenvolvimento Sustentavel-2.pptx
 
Manual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavelManual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavel
 
geografiaderondoniajg.blogspot.com
geografiaderondoniajg.blogspot.comgeografiaderondoniajg.blogspot.com
geografiaderondoniajg.blogspot.com
 
mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'
mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'
mini seminário 'Em busca da qualidade de vida'
 
Fundamentos pc brasil_e_book
Fundamentos pc brasil_e_bookFundamentos pc brasil_e_book
Fundamentos pc brasil_e_book
 
Permacultura fundamentos
Permacultura fundamentosPermacultura fundamentos
Permacultura fundamentos
 
Permacultura fundamentos
Permacultura fundamentosPermacultura fundamentos
Permacultura fundamentos
 
Desenvolvimento sustentavel rgtsd
Desenvolvimento sustentavel  rgtsdDesenvolvimento sustentavel  rgtsd
Desenvolvimento sustentavel rgtsd
 
Jornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento Sustentável
Jornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento SustentávelJornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento Sustentável
Jornada dos Desafios Objetivos do Desenvolimento Sustentável
 
AULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdf
AULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdfAULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdf
AULA 2 - DESENVOLVIMENTO SUSTETAVEL.pdf
 
Desenvolvimento sustentavel
Desenvolvimento sustentavelDesenvolvimento sustentavel
Desenvolvimento sustentavel
 

Último

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
marcos oliveira
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
dataprovider
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Shakil Y. Rahim
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 

CIÊNCIASsssssssssssssssssssssssddsssssssssss

  • 1. AULA 11 9º ANO CIÊNCIAS PROFESSORA MEIRE SUSTENTABILIDADE é a capacidade de sustentação ou conservação de um processo ou sistema. A palavra sustentável deriva do latim sustentare e significa sustentar, apoiar,conservar e cuidar. O conceito de sustentabilidade aborda a maneira como se deve agir em relação à natureza. Além disso, ele pode ser aplicado desde uma comunidade até todo o planeta. A sustentabilidade é alcançada através do desenvolvimento sustentável. VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=Qky8NVaAfK8
  • 2. O desenvolvimento sustentável é um conceito que corresponde ao desenvolvimento ambiental das sociedades, aliado aos desenvolvimentos econômico e social. O conceito clássico de desenvolvimento sustentável é: “Desenvolvimento Sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações”. Em outras palavras, o desenvolvimento sustentável é aquele que assegura o crescimento econômico, sem esgotar os recursos para o futuro. O conceito surgiu, em 1983, criado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, da Organização das Nações Unidas (ONU). Ele foi criado para propor uma nova forma de desenvolvimento econômico aliado ao ambiental: “Na sua essência, o desenvolvimento sustentável é um processo de mudança no qual a exploração dos recursos, o direcionamento dos investimentos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e a mudança institucional estão em harmonia e reforçam o atual e futuro potencial para satisfazer as aspirações e necessidades humanas". Princípios do desenvolvimento sustentável O desenvolvimento sustentável tem como princípios:  Desenvolvimento econômico  Desenvolvimento social  Conservação ambiental
  • 3. Para isso, são priorizadas ações em prol de uma sociedade mais justa, igualitária, consciente, de modo a trazer benefícios para todos. Ao mesmo tempo, deve-se reconhecer que os recursos naturais são finitos. Princípios do Desenvolvimento Sustentável Objetivos do desenvolvimento sustentável Em 2015, foram definidos os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS). Eles deverão orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional até 2030. O Brasil participou das negociações para a definição dos objetivos do desenvolvimento sustentável. Após a definição dos ODS, o país criou a Agenda Pós-2015, para articular e orientar as atividades a serem desenvolvidas. Ao total, foram definidos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável: 1. Erradicar a pobreza 2. Erradicar a fome 3. Saúde de qualidade 4. Educação de qualidade 5. Igualdade de gênero 6. Água potável e saneamento 7. Energias renováveis e acessíveis 8. Trabalho digno e crescimento econômico 9. Indústrias, inovação e infraestruturas 10. Redução das desigualdades 11. Cidades e comunidades sustentáveis 12. Consumo e produção responsáveis 13. Ação contra a mudança global do clima 14. Vida na água 15. Vida terrestre 16. Paz, justiça e instituições eficazes 17. Parcerias e meios de implementação
  • 4. Desenvolvimento Sustentável no Brasil O Brasil considera como prioridade os objetivos do desenvolvimento sustentável, conforme os documentos criados para direcionar políticas voltadas a eles. Ainda é considerada como diretriz central a superação das desigualdades. O Brasil é um país de destaque no cenário internacional em assuntos voltados ao meio ambiente. No país, já foram sediadas as duas mais importantes conferências internacionais sobre sustentabilidade da história:  Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92)  Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). Além disso, teve papel determinante na aprovação dos seguintes documentos internacionais:  Agenda 21  Declaração do Rio sobre Ambiente e Desenvolvimento  Declaração de Princípios sobre Florestas  Convenções sobre Biodiversidade, sobre Mudança Climática e sobre Desertificação. Exemplos de ações sustentáveis  Utilização consciente dos recursos naturais  Preservação de bens naturais e da dignidade humana  Mudança ou diminuição nos padrões de consumo  Conscientização da população por meio de programas e ações socioambientais  Políticas eficazes voltadas para o desenvolvimento sustentável  Evitar desperdícios e excessos  Reciclagem  Fontes de energia renováveis  Reflorestamento VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=t0JL8kzCVl4 VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=01hHBcihhrE POPULAÇÕES TRADICIONAIS
  • 5. Populações Tradicionais, Povos Tradicionais ou Comunidades Tradicionais são grupos que possuem culturas diferenciadas, diferentes da cultura predominante local. Através das formas próprias de organização social, do uso do territórios e recursos naturais para sua reprodução sócio-cultural-religiosa e econômica, utilizando conhecimentos transmitidos oralmente e na prática cotidiana. De modo geral, são tradicionais os povos que mantêm um modo de vida intimamente ligado ao meio ambiente em que vivem. Oficialmente, de acordo com o Governo Federal, para ser reconhecido como tradicional, é necessário realizar práticas cotidianas de produção baseadas no desenvolvimento sustentável. Estima-se que no Brasil cerca de 4,5 milhões de pessoas fazem parte dessas comunidades, ocupando 25% do território nacional, representados por: Caboclos; Caiçaras; Extrativistas; Indígenas; Jangadeiros; Pescadores; Quilombolas; Ribeiri nhos, e; Seringueiros. Para entender com precisão as populações tradicionais, é fundamental entender a cultura que está ligado as relações de produção e de sobrevivência, as características:  Dependência da natureza, constroem o "modo de vida" a partir dos ciclos naturais e os recursos naturais renováveis. Esse conhecimento é transferido entre gerações por via oral;  Noção de território onde o grupo se reproduz econômica e socialmente;  Moradia nesse território por várias gerações, ainda que alguns membros individuais desloquem-se para os centros urbanos e depois retornam para a terra dos antepassados;  Predominância da atividades de subsistência, ainda que o comércio possa ser desenvolvido;  Reduzida acumulação de capital;  Importância dada à unidade familiar e às relações de parentesco ou de compadrio para o exercício das atividades econômicas, sociais e culturais;  Importância de rituais associados à caça, à pesca e extrativismo;  Uso de tecnologia simples, de impacto reduzido sobre o meio ambiente  Reduzida divisão técnica e social do trabalho, sobressaindo o trabalho artesanal. Onde o produtor e sua família, dominam o processo de trabalho até o produto final;  Fraco poder político, que em geral reside com os grupos de poder dos centros urbanos;  Auto identificação ou identificação pelos outros de pertencer a uma cultura distinta da maioria. INDÍGENAS
  • 9. CASTANHEIRO POVOS TRADICIONAIS E O MEIO AMBIENTE Através do decreto de número 4339, de 22 de agosto de 2002, é instituída a Política Nacional da Biodiversidade, que prevê que os povos e as comunidades tradicionais atuem de forma sustentável no manejo da biodiversidade, garantindo a conservação, sugerindo, dessa forma a valorização e o resgate da diversidade cultural nacional. Nesse contexto, se insere o crescente reconhecimento do papel das populações tradicionais na preservação da natureza e uso sustentável dos recursos naturais. Essas populações possuem um papel de guardiães do patrimônio biogenético do planeta. VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=5eaMUJag-Vk ATIVIDADES QUESTÃO 1 O que é desenvolvimento sustentável?
  • 10. QUESTÃO 2 (UFRJ) A inevitável devastação ambiental decorrente do processo de desenvolvimento industrial é um "quadro" que começa a se modificar a partir da defesa pública de um novo conceito: O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. O uso dessa expressão tem a finalidade de: a) sustentar a inevitável necessidade do desenvolvimento. b) garantir que o desenvolvimento contemporâneo não se sustenta. c) sustentar o meio ambiente em detrimento do desenvolvimento. d) propor a conciliação do desenvolvimento com o meio ambiente. e) divulgar a insustentável situação do meio ambiente. QUESTÃO 3 Vivemos numa sociedade extremamente consumista, havendo grande utilização dos recursos naturais e degradação ambiental. Com os atuais modos de produção e consumo é possível alcançar o desenvolvimento sustentável? QUESTÃO 4 Quais as atitudes para se alcançar o desenvolvimento sustentável? QUESTÃO 5 Cite algumas possíveis atitudes individuais para promover o desenvolvimento sustentável. QUESTÃO 6
  • 11. (UNIRIO-RJ) A ideia de desenvolvimento sustentável tem sido cada vez mais discutida junto às questões que se referem ao crescimento econômico. De acordo com este conceito considera- se que: a) o meio ambiente é fundamental para a vida humana e, portanto, deve ser intocável. b) os países subdesenvolvidos são os únicos que praticam esta ideia, pois, por sua baixa industrialização, preservam melhor o seu meio ambiente do que os países ricos. c) ocorre uma oposição entre desenvolvimento e proteção ao meio ambiente e, portanto, é inevitável que os riscos ambientais sustentem o crescimento econômico dos povos. d) deve-se buscar uma forma de progresso socioeconômico que não comprometa o meio ambiente sem que, com isso, deixemos de utilizar os recursos nele disponíveis. e) são as riquezas acumuladas nos países ricos, em prejuízo das antigas colônias durante a expansão colonial, que devem, hoje, sustentar o crescimento econômico dos povos.     