O que é?
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Ou EcodesenvolvimentoOu Ecodesenvolvimento
Consiste na pos...
DESENVOLVIMENTO AMBIENTALMENTEDESENVOLVIMENTO AMBIENTALMENTE
SUSTENTÁVELSUSTENTÁVEL
 O desenvolvimento econômico e o bem
...
 O desenvolvimento econômico e o cuidado
com o meio ambiente são compatíveis,
interdependentes e necessários.
 A alta pr...
DESENVOLVIMENTO SOCIALMENTEDESENVOLVIMENTO SOCIALMENTE
SUSTENTÁVELSUSTENTÁVEL
 A chave para o desenvolvimento é a
partici...
Contradições para a vida sustentávelContradições para a vida sustentável
a) O desenvolvimento com base no uso
intensivo e ...
c) Ampliação infinita dos espaços de
liberdade comunicativa, transporte,
produção, lazer e consumo,
anestesiando a consciê...
Princípios da vida sustentávelPrincípios da vida sustentável
1. Respeitar e cuidar da comunidade dos seres
vivos: princípi...
3. Conservar a vitalidade e a diversidade do
planeta Terra: Proteger a estrutura, as
funções e a diversidade dos sistemas ...
4. Minimizar o esgotamento de recursos não
renováveis: Minérios em geral, petróleo, gás e
carvão são recursos não renováve...
6. Modificar atitudes e práticas pessoais: para
adotar a vida sustentável, as pessoas têm
de reexaminar seus valores e alt...
8. Gerar uma estrutura nacional para a
integração de desenvolvimento e
conservação:
- Todas as sociedades precisam de um a...
- Política econômica e melhoria de tecnologias
para aumentar os benefícios dos recursos
disponíveis e manter a riqueza nat...
 Destruição da flora e fauna
 Esgotamento dos recursos naturais não-renováveis
 Esgotamento e poluição dos recursos híd...
Produção Sustentável: as normas da ISO 14.000Produção Sustentável: as normas da ISO 14.000
 A composição das legítimas ne...
Mas o que vem a ser ISO 14.000?Mas o que vem a ser ISO 14.000?
 ISO – International for Standardisation
Organization, sed...
 É uma norma de PROCESSO e não de
DESEMPENHO, cuja certificação é
voluntária e trata exatamente de
aspectos relativos à p...
 Os aspectos ambientais incluídos na série
ISO-14.000 abrangem emissões líquidas
e gasosas; lixos de diversas espécies e
...
Limitação da ISO 14.000
 É uma organização técnico-cientifica não
governamental, a ISO não pode,
evidentemente, legislar....
Impacto da sociedade na naturezaImpacto da sociedade na natureza
 As cidades são os locais onde o homem
produz o seu maio...
 As relações dos seres humanos X ambiente
natural se tornaram complexas depois da
criação dos aglomerados urbanos e do
ve...
TRABALHOTRABALHO
Descrever uma atividade realizada de forma
sustentável
• Quem desenvolve?
• Aonde desenvolve?
• Como é re...
DÉCADA DE 60DÉCADA DE 60
 Início de mudança de comportamento com o
descaso em relação às emissões de poluente;
 Preocupa...
 DDT – extremamente tóxico ao meio ambiente, por
ser persistente ao meio (100 anos) e bioacumulativo
através da cadeia tr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavel

485 visualizações

Publicada em

sustentabilidade

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
485
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 ___desenvolvimento_sustentavel

  1. 1. O que é? Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável Ou EcodesenvolvimentoOu Ecodesenvolvimento Consiste na possível e desejávelConsiste na possível e desejável conciliação entre e o crescimentoconciliação entre e o crescimento econômico, a preservação do meioeconômico, a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade deambiente e a melhoria da qualidade de vida.vida.
  2. 2. DESENVOLVIMENTO AMBIENTALMENTEDESENVOLVIMENTO AMBIENTALMENTE SUSTENTÁVELSUSTENTÁVEL  O desenvolvimento econômico e o bem estar do ser humano dependem dos recursos da terra. O desenvolvimento sustentável é simplesmente impossível se for permitido que a degradação ambiental continue.  Os recursos da Terra são suficientes para atender às necessidades de todos os seres vivos do planeta se forem manejados de forma eficiente e sustentada. Tanto a opulência quanto a pobreza podem causar problemas ao meio ambiente.
  3. 3.  O desenvolvimento econômico e o cuidado com o meio ambiente são compatíveis, interdependentes e necessários.  A alta produtividade, a tecnologia moderna e o desenvolvimento econômico podem e devem coexistir com um meio ambiente saudável.
  4. 4. DESENVOLVIMENTO SOCIALMENTEDESENVOLVIMENTO SOCIALMENTE SUSTENTÁVELSUSTENTÁVEL  A chave para o desenvolvimento é a participação, a organização, a educação e o fortalecimento das pessoas.  O desenvolvimento sustentável não é centrado na produção, é centrado nas pessoas.  Deve ser apropriado não só aos recursos e ao meio ambiente, mas também à cultura, história e sistemas sociais do local. Deve ser eqüitativo, agradável.
  5. 5. Contradições para a vida sustentávelContradições para a vida sustentável a) O desenvolvimento com base no uso intensivo e extensivo da natureza, entendida como existente bruto, infinita em sua generosa oferta de energia e matérias primas e receptora das centenas de milhares de toneladas/ano de lixo químico, hospitalar, industrial e orgânico. b) Sistema desejado de vida, sem caráter classista, orientado por consumo crescente, à custa do desgaste da biosfera, da camada de protetora de ozônio, da qualidade de ar e da água, da disponibilidade da terra, da existência de outras espécies.
  6. 6. c) Ampliação infinita dos espaços de liberdade comunicativa, transporte, produção, lazer e consumo, anestesiando a consciência do dano por formar utopias tecnológicas quanto ao futuro. d)d) Desatenção coletiva para os aspectosDesatenção coletiva para os aspectos negativos devido ao fascínio da massanegativos devido ao fascínio da massa pelopelo ""positivopositivo“.“. Viver de forma sustentável implica aceitação do dever da busca de harmonia com as outras pessoas e com a natureza.
  7. 7. Princípios da vida sustentávelPrincípios da vida sustentável 1. Respeitar e cuidar da comunidade dos seres vivos: princípio ético que reflete o dever de nos preocupamos com as outras pessoas e formas de vida. Embora nossa sobrevivência dependa de uso de outras espécies, não precisamos e não devemos usá-las cruel ou perdulariamente. 2. Melhorar a qualidade de vida humana: Vivam com dignidade, acesso à educação, liberdade política, garantia de direitos humanos e ausência de violência.
  8. 8. 3. Conservar a vitalidade e a diversidade do planeta Terra: Proteger a estrutura, as funções e a diversidade dos sistemas naturais do planeta, tais: - Conservar sistemas de sustentação da vida, isto é, os processos ecológicos que definem o clima, limpam o ar e a água, regulam o fluxo das águas, reciclam elementos essenciais, criam e regeneram o solo e permitem que os ecossistemas se renovem sozinhos; - Conservar a biodiversidade: que compreende todas as espécies de plantas, animais e outros organismos. O uso do recurso natural é considerado sustentável se for delimitado pela capacidade de regeneração.
  9. 9. 4. Minimizar o esgotamento de recursos não renováveis: Minérios em geral, petróleo, gás e carvão são recursos não renováveis. Todavia, o seu uso pode ser prolongado, através de reciclagem, uso em menor quantidade ou substituição por outros recursos renováveis. 5. Permanecer nos limites da capacidade de suporte do planeta Terra: São limitados os impactos que os ecossistemas e a bioesfera em geral podem suportar, sem chegar a uma perigosa deteriorização. Esses limites variam de região para região e os impactos dependem da quantidade de pessoas, alimento, água, energia e matéria-prima que cada pessoa usa e desperdiça.
  10. 10. 6. Modificar atitudes e práticas pessoais: para adotar a vida sustentável, as pessoas têm de reexaminar seus valores e alterar o seu comportamento. 7. Permitir que as comunidades cuidem de seu próprio meio ambiente: As comunidades e grupos locais constituem os melhores canais para as pessoas expressarem suas preocupações e tomarem atitudes relativas à criação de bases sólidas para sociedades sustentáveis.
  11. 11. 8. Gerar uma estrutura nacional para a integração de desenvolvimento e conservação: - Todas as sociedades precisam de um alicerce de informação e conhecimento, de uma estrutura de leis e instituições e de políticas econômicas e sociais sólidas para poder progredir de forma racional, tais como: - Instituições capazes de uma abordagem integrada, intersetorial e dirigida, no tocante de decisões. - Sistemas de leis ambientais abrangentes que salvaguardem os direitos humanos, os interesses das gerações futuras e a produtividade e diversidade do planeta Terra.
  12. 12. - Política econômica e melhoria de tecnologias para aumentar os benefícios dos recursos disponíveis e manter a riqueza natural. - Conhecimento, baseado em pesquisa e controle. Assim, planos de ação para sustentabilidade terão fundamento e credibilidade. 9. Constituir uma aliança global: Os recursos globais e comuns a todos, especialmente a atmosfera, os oceanos e ecossistemas coletivos, só podem ser controlados com base em propósitos e resoluções coletivas. Nenhuma naçao é auto-suficiente. Todos lucrarão com a sustentabilidade mundial e todos estarão ameaçados se não conseguirmos atingi-la.
  13. 13.  Destruição da flora e fauna  Esgotamento dos recursos naturais não-renováveis  Esgotamento e poluição dos recursos hídricos  Ocupação desordenada do solo  Alto crescimento populacional  Grande produção de lixo  Falta de saneamento básico  Poluição atmosférica PRINCIPAIS PROBLEMAS AMBIENTAISPRINCIPAIS PROBLEMAS AMBIENTAIS PROMOVIDOS POR CONDUTAS NÃOPROMOVIDOS POR CONDUTAS NÃO SUSTENTÁVEISSUSTENTÁVEIS
  14. 14. Produção Sustentável: as normas da ISO 14.000Produção Sustentável: as normas da ISO 14.000  A composição das legítimas necessidades da espécie humana com as legítimas necessidades do planeta Terra efetiva-se no seio do processo de desenvolvimento sustentável.  Os padrões sustentáveis de produção e de consumo estão estreitamente inter- relacionados.  Consome-se o que se produz? Produz-se o que é demandado para consumir?  Essas questões vêm sendo destacadas com freqüência pela Comissão das Nações Unidas sobre o desenvolvimento Sustentáveis.
  15. 15. Mas o que vem a ser ISO 14.000?Mas o que vem a ser ISO 14.000?  ISO – International for Standardisation Organization, sediada em Genebra.  As normas da série ISO 14.000 visam a resguardar, sob o aspecto da qualidade ambiental, não apenas os produtos como também os processos produtivos.
  16. 16.  É uma norma de PROCESSO e não de DESEMPENHO, cuja certificação é voluntária e trata exatamente de aspectos relativos à proteção ambiental, junto às atividades produtivas.  A ISO-14.000 é para ser aplicada a todos os tipos e tamanhos de organizações, procurando dar um tratamento único para condições diferentes, quer sejam elas sociais, culturais, políticas ou geográficas.
  17. 17.  Os aspectos ambientais incluídos na série ISO-14.000 abrangem emissões líquidas e gasosas; lixos de diversas espécies e procedências; combustíveis; energia; liberação de energias térmicas e vibratórias e até impactos visuais.  A série ISO-14.000 abrange análises, diretrizes e testes compreendidos, entre outros assuntos, o Sistema de Gestão propriamente dito; a avaliação do desempenho ambiental, incluída a auditoria; a avaliação do produto e sua implicação no meio ambiente, desde a origem até o uso e descarte.
  18. 18. Limitação da ISO 14.000  É uma organização técnico-cientifica não governamental, a ISO não pode, evidentemente, legislar. Suas normas são de caráter suasório, sem força jurídica, a menos que o Poder Público lhes confira tal virtude. Contudo, a seriedade das normas ISO, elaboradas com critérios insuspeitos de valor técnico e científico reconhecido universalmente, confere às mesmas uma autoridade inconteste.
  19. 19. Impacto da sociedade na naturezaImpacto da sociedade na natureza  As cidades são os locais onde o homem produz o seu maior impacto sobre a natureza;  A construção das cidades altera o meio ambiente natural;  O homem consome diariamente:  560 L de água  1,8 kg de alimentos  8,6 kg de combustível fóssil  produz cerca de 450 L de água suja  1,8 kg de lixo  0,9 de poluentes do ar (Unesco/Unp,1983)
  20. 20.  As relações dos seres humanos X ambiente natural se tornaram complexas depois da criação dos aglomerados urbanos e do vertiginoso crescimento e complexidade e intensidade do metabolismo desses novos ecossistemas.  As sociedades urbanizadas estão desajustadas em relação a dinâmica dos ambientes naturais. Conseqüência: As pessoas ficam expostas as mazelas biológicas e psicossociais como: violência, perda de identidade, tensão, alta competitividade, frustração e conflitos de toda a ordem.
  21. 21. TRABALHOTRABALHO Descrever uma atividade realizada de forma sustentável • Quem desenvolve? • Aonde desenvolve? • Como é realizada? Aponte os fatores positivos e os negativos e como estes podem ser minimizados. Aponte os ganhos ambientais e sociais do projeto sustentável descrito.
  22. 22. DÉCADA DE 60DÉCADA DE 60  Início de mudança de comportamento com o descaso em relação às emissões de poluente;  Preocupação com o aumento da população e do consumo, visualizando-se o esgotamento futuro dos recursos naturais: Petróleo, madeira água e etc.);  DDT (dicloro difenil tricloroetano) grande descoberta do químico de Suíço Paul Muller (prêmio Nobel de Medicina), usado no combate dos mosquitos causadores de malária e Tifo. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVELDESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
  23. 23.  DDT – extremamente tóxico ao meio ambiente, por ser persistente ao meio (100 anos) e bioacumulativo através da cadeia trófica;  1968 – Criado o Clube de Roma: Estudar o impacto global das interações dinâmicas entre a produção industrial, a população, o dano no meio ambiente, o consumo de alimentos e o uso de recursos naturais. DÉCADA DE 60DÉCADA DE 60 DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVELDESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

×