SlideShare uma empresa Scribd logo
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
1. Introdução
Cadeias e teias alimentares
         É uma seqüência de seres
      vivos, uns servindo de alimento
         a outros, sucessivamente.

A matéria e a energia de um ecossistema passam
de um ser vivo para o outro por meio da nutrição.

Exemplo.: O capim é comido pelo boi; este é comido
pelo ser humano.
          (Cadeia alimentar)
2. Cadeia alimentar
    Plantas, algas, bactérias e alguns protistas são
 Autotróficos (seres que produzem seu próprio
 alimento)
    Os seres autotróficos
conseguem fabricar açúcares
   a partir de substâncias
  minerais ou inorgânicas,
 como água, gás carbônico e
        sais minerais
2. Cadeia alimentar


  CADEIA
ALIMENTAR   AUTOTRÓFICOS
O que é Quimiossíntese ?

      Processo em que as bactérias encontradas no
solo e no fundo do mar usam energia luminosa na
oxidação de amônia e de outros minerais.


      Essas bactérias podem ser chamadas de
     quimioautotróficas ou quimiossitetizantes.

Os autotróficos são os produtores do ecossistema
            (ou produtores primários)
Fotossintetizantes
  CADEIA                   PRODUTORES
ALIMENTAR   AUTOTRÓFICOS
                            PRIMÁRIOS
                                        Quimiossintetizantes
Agora é com você ......

     01. Porque os produtores são indispensáveis
a uma comunidade?
Agora é com você ......

     01. Porque os produtores são indispensáveis
a uma comunidade?
Agora é com você ......

     01. Porque os produtores são indispensáveis
a uma comunidade?

R: Porque somente eles produzem substâncias
orgânicas a partir de substâncias minerais,
transformando a energia luminosa em química,
que será utilizada pelos demais seres vivos.
Exemplo de
                                 CONSUMIDOR PRIMÁRIO
   cadeia                        (CAPIVARA)

 alimentar   PRODUTORES



TERRESTRE


                          CONSUMIDOR SECUNDÁRIO
                          (ONÇA PINTADA)
Ecossistema Terrestre:

         Produtores:
              Formado por todos os componentes
FLORA   fotossintetizantes, os quais produzem seu
        próprio alimento (autótrofos) tais como
        gramíneas, ervas rasteiras, liquens, arbustos,
        trepadeiras e árvores;
Ecossistema Terrestre:
         Consumidores primários :
           São todos os herbívoros, que no caso dos
        ecossistemas terrestres tratam-se de insetos, roedores,
        aves e ruminantes;
         Consumidores Secundários
           Alimentam-se diretamente dos consumidores
        primários (herbívoros). São formados principalmente
FAUNA   por carnívoros de pequeno porte;
         Consumidores terciários :
           Tratam-se de consumidores de porte maior que
        alimentam-se dos consumidores secundários;
         Decompositores:
           Aqui também como no caso dos ecossistemas
        aquáticos, esta categoria não pertence nem a fauna e
        nem a flora e sendo composta por fungos e bactérias.
CONSUMIDO
                  R TERCIÁRIO
CONSUMIDORE
S SECUNDÁRIOS
 Exemplo de
                     CONSUMIDOR
    cadeia
                     QUATERNÁRIO
  alimentar
 AQUÁTICA
CONSUMIDORES
  PRIMÁRIOS
  (PEQUENOS
CRUSTÁCEOS, LA
    RVAS E             PRODUTOR
PROTOZOÁRIOS)    (ALGAS MICROSCÓPICAS)
Ecossistema
                 aquático:
         PRODUTORES:
           Composto pelas plantas da margem e do
        fundo da lagoa e por algas microscópicas,
FLORA   as quais são as maiores responsáveis pela
        oxigenação do ambiente aquático e
        terrestre; à esta categoria formada pelas
        algas microscópicas chamamos fitoplâncton.
Ecossistema aquático:
         CONSUMIDORES PRIMÁRIOS :
           Composto por pequenos animais flutuantes
        (chamados Zooplâncton), caramujos e peixes
        herbívoros, todos se alimentado diretamente
        dos vegetais.
         CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS:
           São aqueles que alimentam-se do nível anterior,
        ou seja, peixes carnívoros, insetos, cágados, etc.,
FAUNA
         CONSUMIDORES TERCIÁRIOS:
           As aves aquáticas são o principal componente
        desta categoria, alimentando-se dos consumidores
        secundários.
         DECOMPOSITORES:
           Esta categoria não pertence nem a fauna e nem a
        flora, alimentando-se no entanto dos restos destes,
        e sendo composta por fungos e bactérias.
Agora é com você.......

2. Observe a descrição a seguir:
 Na água de um manguezal o fitoplâncton serve de alimento
tanto para microcrustáceos como para as larvas de crustáceos.
Esses animais são comidos por peixes, os quais, por sua vez, são
ingeridos por garças. As folhas das árvores de mangue, que caem
na água, são comidas por caranguejos que são caçados por
guaximins. Estes mamíferos são picados por insetos que se
alimentam de seu sangue. Pode-se concluir que, nessas relações
tróficas do manguezal:

a)Os crustáceos são consumidores primários
b) Os peixes são consumidores terciários
c) As garças são consumidores secundários
d) Os guaximins são consumidores terciários
e) Os insetos são consumidores quaternários.
Agora é com você.......

2. Observe a descrição a seguir:
 Na água de um manguezal o fitoplâncton serve de alimento
tanto para microcrustáceos como para as larvas de crustáceos.
Esses animais são comidos por peixes, os quais, por sua vez, são
ingeridos por garças. As folhas das árvores de mangue, que caem
na água, são comidas por caranguejos que são caçados por
guaximins. Estes mamíferos são picados por insetos que se
alimentam de seu sangue. Pode-se concluir que, nessas relações
tróficas do manguezal:

a)Os crustáceos são consumidores primários
b) Os peixes são consumidores terciários
c) As garças são consumidores secundários
d) Os guaximins são consumidores terciários
e) Os insetos são consumidores quaternários.
Agora é com você.......

2. Observe a descrição a seguir:
 Na água de um manguezal o fitoplâncton serve de alimento
tanto para microcrustáceos como para as larvas de crustáceos.
Esses animais são comidos por peixes, os quais, por sua vez, são
ingeridos por garças. As folhas das árvores de mangue, que caem
na água, são comidas por caranguejos que são caçados por
guaximins. Estes mamíferos são picados por insetos que se
alimentam de seu sangue. Pode-se concluir que, nessas relações
tróficas do manguezal:

a)Os crustáceos são consumidores primários
b) Os peixes são consumidores terciários
c) As garças são consumidores secundários
d) Os guaximins são consumidores terciários
e) Os insetos são consumidores quaternários.
Fotossintetizantes
                             PRODUTORES
            AUTOTRÓFICOS      PRIMÁRIOS

                                            Quimiossintetizantes
  CADEIA
ALIMENTAR


            HETEROTRÓFICOS    PRODUTORES
                              SECUNDÁRIOS
O que é nível trófico?



      Nível trófico é cada etapa da cadeia
alimentar.
      Inicia-se nos produtores, passa pelos
consumidores e termina com os decompositores.
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
Decompositores, sapróbios, saprófagos ou
saprófitos: seres que atacam cadáveres e as
 excretas, quebrando e oxidando a matéria
orgânica para obter a energia necessária ao
   funcionamento do seu organismo.
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
Agora é com você.....

03. Qual a importância dos decompositores para um
ecossistema?
Agora é com você.....

03. Qual a importância dos decompositores para um
ecossistema?
Agora é com você.....

03. Qual a importância dos decompositores para um
ecossistema?

R: Promovem a reciclagem da matéria.
RESUMINDO:


                                           Fotossintetizantes
                             PRODUTORES
            AUTOTRÓFICOS      PRIMÁRIOS

                                           Quimiossintetizantes


  CADEIA
ALIMENTAR   HETEROTRÓFICOS   PRODUTORES
                             SECUNDÁRIOS




            DECOMPOSITORES
2. Teia Alimentar

       Animais de alimentação diversificada, e outros
  servem de alimento a mais de uma espécie, não se
  prendendo a um nível trófico.

     Animais onívoros = (omni = tudo ; vorare = devorar)
     Ex: O ser humano.


Portanto, em uma comunidade há um conjunto de cadeias
  interligadas, que formam uma teia ou rede alimentar
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
Fotossintetizantes
                                PRODUTORES
              AUTOTRÓFICOS       PRIMÁRIOS

                                                 Quimiossintetizantes
   CADEIA
 ALIMENTAR


              HETEROTRÓFICOS      PRODUTORES
                                  SECUNDÁRIOS


                                                Fotossintetizantes
                               PRODUTORES
             AUTOTRÓFICOS       PRIMÁRIOS

                                                Quimiossintetizantes
   TEIA
ALIMENTAR


             HETEROTRÓFICOS     PRODUTORES
                                SECUNDÁRIOS
Fotossintetizantes
                                PRODUTORES
              AUTOTRÓFICOS       PRIMÁRIOS

                                                 Quimiossintetizantes
   CADEIA
 ALIMENTAR


              HETEROTRÓFICOS      PRODUTORES
                                  SECUNDÁRIOS


                                                Fotossintetizantes
                               PRODUTORES
             AUTOTRÓFICOS       PRIMÁRIOS

                                                Quimiossintetizantes
   TEIA
ALIMENTAR


             HETEROTRÓFICOS     PRODUTORES
                                SECUNDÁRIOS
Agora é com você.....
04. O esquema abaixo representa uma teia alimentar de
uma lagoa, onde foi aplicado DDT. Sabendo-se que o DDT
tem efeito acumulativo, em qual dos elementos da cadeia
alimentar haverá maior concentração de inseticida?


a) Moluscos           fitoplâncton         copépodes

b) Insetos                                             Insetos
c) Copépodes
                      Bactérias e fungos                 peixes
d) Peixes
e) fitoplânton
Agora é com você.....
04. O esquema abaixo representa uma teia alimentar de
uma lagoa, onde foi aplicado DDT. Sabendo-se que o DDT
tem efeito acumulativo, em qual dos elementos da cadeia
alimentar haverá maior concentração de inseticida?


a) Moluscos           fitoplâncton         copépodes

b) Insetos                                             Insetos
c) Copépodes
                      Bactérias e fungos                 peixes
d) Peixes
e) fitoplânton
Agora é com você.....
04. O esquema abaixo representa uma teia alimentar de
uma lagoa, onde foi aplicado DDT. Sabendo-se que o DDT
tem efeito acumulativo, em qual dos elementos da cadeia
alimentar haverá maior concentração de inseticida?


a) Moluscos           fitoplâncton         copépodes

b) Insetos                                             Insetos
c) Copépodes
                      Bactérias e fungos                 peixes
d) Peixes
e) fitoplânton
Fluxo de energia:
Agora é com você....

(UFRJ) Ao deixarem de ser nômades, caçadores e coletores,
os humanos se estabeleceram em áreas determinadas e
começaram a cultivar plantas. Nesse processo, as paisagens
naturais foram modificadas, sendo retirada a cobertura
vegetal original para dar lugar às plantas cultivadas. Ao
mesmo tempo, começou-se a domesticar animais, dentre
estes, os gatos. Estudos paleontológicos recentes mostraram
que os felinos se aproximavam atraídos por roedores, dentre
estes, os ratos, que por sua vez eram atraídos pelos grãos
que eram colhidos e armazenados. Aponte o gráfico que
melhor represeta o fluxo de energia da interação entre grãos,
ratos e gatos.
a)             grãos
                                                                                b)
                                                                                                                  gatos




                                Quantidade
                                de energia




                                                                                     Quantidade
                                                                                     de energia
                                                            ratos
                                                                                                          ratos
                                                                    gatos                         grãos

                                                  Direção do fluxo                                    Direção do fluxo
                                                     de energia                                          de energia



c)
             grãos           gatos           d)                                        e)             grãos
                                                                    ratos
Quantidade
de energia




                                              Quantidade




                                                                                         Quantidade
                                              de energia




                                                                                         de energia
                                                                                                              ratos gatos
                     ratos                                 grãos            gatos


               Direção do fluxo
                  de energia                                 Direção do fluxo                           Direção do fluxo
                                                                de energia                                 de energia
Agora é com você....

(UFRJ) Ao deixarem de ser nômades, caçadores e
coletores, os humanos se estabeleceram em áreas
determinadas e começaram a cultivar plantas. Nesse
processo, as paisagens naturais foram modificadas, sendo
retirada a cobertura vegetal original para dar lugar às plantas
cultivadas. Ao mesmo tempo, começou-se a domesticar
animais, dentre estes, os gatos. Estudos paleontológicos
recentes mostraram que os felinos se aproximavam atraídos
por roedores, dentre estes, os ratos, que por sua vez eram
atraídos pelos grãos que eram colhidos e armazenados.
Aponte o gráfico que melhor represeta o fluxo de energia da
interação entre grãos, ratos e gatos.
a)             grãos
                                                                                b)
                                                                                                                  gatos




                                Quantidade
                                de energia




                                                                                     Quantidade
                                                                                     de energia
                                                            ratos
                                                                                                          ratos
                                                                    gatos                         grãos

                                                  Direção do fluxo                                    Direção do fluxo
                                                     de energia                                          de energia



c)
             grãos           gatos           d)                                        e)             grãos
                                                                    ratos
Quantidade
de energia




                                              Quantidade




                                                                                         Quantidade
                                              de energia




                                                                                         de energia
                                                                                                              ratos gatos
                     ratos                                 grãos            gatos


               Direção do fluxo
                  de energia                                 Direção do fluxo                           Direção do fluxo
                                                                de energia                                 de energia
PRODUTIVIDADE:
• PPL (Produtividade Primária Líquida): é toda a energia que os
  produtores armazenam a partir da fotossíntese(PPB) menos o
  que eles gastam na respiração (R), assim a PPL é o que o
  consumidor primário vai ter disponível do produtor.




      (A) A produtividade primária líquida é relativamente
  maior nos ecossistemas marinhos que nos terrestres. Isso
  porque os produtores do fitoplâncton (B) têm crescimento
  rápido e acumulam pouca matéria orgânica em seus corpos. O
  inverso ocorre em uma floresta (C), em que as árvores crescem
  lentamente e acumulam muita matéria em seus troncos.
                      •   Fonte: Amabis e Martho - Biologia 3
Produtividade secundária líquida
• PSL (Produtividade Secundária Líquida): é a energia que o
consumidor primário conseguiu retirar dos produtores (PPL)
menos o que ele gastou no metabolismo (M): sendo assim o
que estará disponível para os consumidores secundários
PSL (Produtividade Secundária
                                  Líquida):
1 BEZERRO                                                   300 COELHOS
  500 kg              Peso Corporal                               500 kg
  8,3 kg          Consumo diário de feno                          33,3 kg
 120 dias            Duração do feno                              30 dias
  0,9 kg           Ganho de peso por dia                            3,6 kg
 109 kg         Ganho de peso com 1 t de feno                      109 kg
20.000 kcal         Perda diária de calor                        80.000 kcal
   A produtividade secundária líquida (PSL) dos coelhos é cerca
de quatro vezes maior que a do gado. O cálculo de produtividade
leva em conta que coelhos, com a mesma quantidade de
alimento, ficam prontos para o abate em um quarto do tempo
necessário ao gado.
        (Dados de Philipson, em Ecologia energética. São Paulo, Companhia Editora
                                   Nacional/EDUSP, 1969.)
PIRÂMIDES
           Biomassa:
    corresponde a matéria orgânica de cada nível
trófico (sua pirâmide é igual a de energia já que a
energia está na biomassa, assim quanto maior a
biomassa, maior a energia).
Energia:
         Corresponde a energia contida na
biomassa de cada nível trófico, assim cada parte
da pirâmide terá indicada a energia de um nível
trófico.
• Números:
      A largura dos níveis representam o número de
  representantes de cada espécie naquela cadeia
  alimentar; é a mais variada.
ATENÇÃO AS TRÊS PIRÂMIDES

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
Facos - Cnec
 
Você já caiu na teia
Você já caiu na teiaVocê já caiu na teia
Você já caiu na teia
ANA LUCIA FARIAS
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentarwww.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
Videoaulas De Biologia Apoio
 
Cadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentarCadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentar
ISJ
 
00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc
00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc
00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc
Teresa Monteiro
 
Cadeias e teias
Cadeias e teiasCadeias e teias
Cadeias e teias
Carla Martins
 
Cadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentarCadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentar
Estude Mais
 
Ecossistemas engamb1 (1)
Ecossistemas  engamb1 (1)Ecossistemas  engamb1 (1)
Ecossistemas engamb1 (1)
marianax3
 
Cadeias alimentares
Cadeias alimentaresCadeias alimentares
Cadeias alimentares
powerpointsmc
 
Cadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentarCadeia e teia alimentar
Fluxo de energia e cadeias alimentares
Fluxo de energia e cadeias alimentaresFluxo de energia e cadeias alimentares
Fluxo de energia e cadeias alimentares
Pelo Siro
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Cadeias e Teias Alimentares
Cadeias e Teias AlimentaresCadeias e Teias Alimentares
Cadeias e Teias Alimentares
Bio Sem Limites
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
Turma Olímpica
 
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Silvana Sanches
 
Cadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMidesCadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMides
Sérgio Luiz
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
Raquel Figueiredo
 

Mais procurados (18)

2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
2 fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas 1ano
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
 
Você já caiu na teia
Você já caiu na teiaVocê já caiu na teia
Você já caiu na teia
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentarwww.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.aulasdebiologiaapoio.com - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
 
Cadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentarCadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentar
 
00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc
00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc
00 cadeias e teias alimentares 2011_20102011_tc
 
Cadeias e teias
Cadeias e teiasCadeias e teias
Cadeias e teias
 
Cadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentarCadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentar
 
Ecossistemas engamb1 (1)
Ecossistemas  engamb1 (1)Ecossistemas  engamb1 (1)
Ecossistemas engamb1 (1)
 
Cadeias alimentares
Cadeias alimentaresCadeias alimentares
Cadeias alimentares
 
Cadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentarCadeia e teia alimentar
Cadeia e teia alimentar
 
Fluxo de energia e cadeias alimentares
Fluxo de energia e cadeias alimentaresFluxo de energia e cadeias alimentares
Fluxo de energia e cadeias alimentares
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
 
Cadeias e Teias Alimentares
Cadeias e Teias AlimentaresCadeias e Teias Alimentares
Cadeias e Teias Alimentares
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
 
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
 
Cadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMidesCadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMides
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
 

Semelhante a www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar

www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Teia Alimentar e Cadeia Alimentarwww.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
AulasEnsinoMedio
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
A teia e cadeia alimentar.pptx
A teia e cadeia alimentar.pptxA teia e cadeia alimentar.pptx
A teia e cadeia alimentar.pptx
FlviaDelBello
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Particular
 
Cadeia e teia alimentar beth
Cadeia e teia alimentar  bethCadeia e teia alimentar  beth
Cadeia e teia alimentar beth
Christie Freitas
 
Trabalho de biologia ecologia
Trabalho de biologia ecologiaTrabalho de biologia ecologia
Trabalho de biologia ecologia
João Paulo Souza Simão da Silva
 
1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf
1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf
1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf
DanielDias872409
 
ecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptxecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptx
rafaelbrandao22
 
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptxresumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
MarcelinoAraujo3
 
Ppt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptx
Ppt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptxPpt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptx
Ppt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptx
RodrigoBrito411997
 
Ecologia 1º ano
Ecologia 1º anoEcologia 1º ano
Ecologia 1º ano
João Amorim
 
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistemaCiências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Dorinha Matias
 
Ecologia Cida
Ecologia CidaEcologia Cida
Ecologia Cida
guest81df6e
 
Aula - cadeia_e_teia_alimentar.ppt
Aula - cadeia_e_teia_alimentar.pptAula - cadeia_e_teia_alimentar.ppt
Aula - cadeia_e_teia_alimentar.ppt
RodrigoLucas51
 
Aula reino-monera
Aula reino-moneraAula reino-monera
Aula reino-monera
professorbevilacqua
 
aula-reino-monera pdf leitor.pdf
aula-reino-monera pdf leitor.pdfaula-reino-monera pdf leitor.pdf
aula-reino-monera pdf leitor.pdf
andreferreira289855
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
Ivaneide B S
 
Cadeia alimentar norma e ilma
Cadeia alimentar norma e ilmaCadeia alimentar norma e ilma
Cadeia alimentar norma e ilma
normalima
 
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemasConceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Renata Lemos Garcia
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
Reinan Santos
 

Semelhante a www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar (20)

www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Teia Alimentar e Cadeia Alimentarwww.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
 
A teia e cadeia alimentar.pptx
A teia e cadeia alimentar.pptxA teia e cadeia alimentar.pptx
A teia e cadeia alimentar.pptx
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Cadeia e teia alimentar beth
Cadeia e teia alimentar  bethCadeia e teia alimentar  beth
Cadeia e teia alimentar beth
 
Trabalho de biologia ecologia
Trabalho de biologia ecologiaTrabalho de biologia ecologia
Trabalho de biologia ecologia
 
1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf
1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf
1. Cadeias e Teias Alimentares 11-03.pdf
 
ecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptxecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptx
 
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptxresumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
 
Ppt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptx
Ppt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptxPpt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptx
Ppt6.1_Ciclo de matéria e fluxo de energia_8ºano (1).pptx
 
Ecologia 1º ano
Ecologia 1º anoEcologia 1º ano
Ecologia 1º ano
 
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistemaCiências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
 
Ecologia Cida
Ecologia CidaEcologia Cida
Ecologia Cida
 
Aula - cadeia_e_teia_alimentar.ppt
Aula - cadeia_e_teia_alimentar.pptAula - cadeia_e_teia_alimentar.ppt
Aula - cadeia_e_teia_alimentar.ppt
 
Aula reino-monera
Aula reino-moneraAula reino-monera
Aula reino-monera
 
aula-reino-monera pdf leitor.pdf
aula-reino-monera pdf leitor.pdfaula-reino-monera pdf leitor.pdf
aula-reino-monera pdf leitor.pdf
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
 
Cadeia alimentar norma e ilma
Cadeia alimentar norma e ilmaCadeia alimentar norma e ilma
Cadeia alimentar norma e ilma
 
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemasConceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
 

Mais de Manuela Mendes

www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondas
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânicawww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânica
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Movimento Circular
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Movimento Circularwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Movimento Circular
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Movimento Circular
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesen...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesen...www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesen...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesen...
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Frações
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Fraçõeswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Frações
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Frações
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Figura de Linguagem (Parte 1)
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Figura de Linguagem (Parte 1)www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Figura de Linguagem (Parte 1)
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Figura de Linguagem (Parte 1)
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicoswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicos
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Efeito Estufa e Aquecimento ...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Efeito Estufa  e Aquecimento ...www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Efeito Estufa  e Aquecimento ...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Efeito Estufa e Aquecimento ...
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Concordância Verbal
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Concordância Verbalwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Concordância Verbal
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Concordância Verbal
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Ciclo Trigonométricowww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Ciclo Trigonométrico
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - - História - Unificação Italiana e Alemã
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br -  - História -  Unificação Italiana e Alemãwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br -  - História -  Unificação Italiana e Alemã
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - - História - Unificação Italiana e Alemã
Manuela Mendes
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genética
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genéticawww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genética
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genética
Manuela Mendes
 

Mais de Manuela Mendes (15)

www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Ondas
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânicawww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Trabalho e Energia Mecânica
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Trabalho e Energia Mecânica
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Movimento Circular
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Movimento Circularwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física -  Movimento Circular
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Movimento Circular
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Equilíbr...
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesen...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesen...www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesen...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesen...
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Frações
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Fraçõeswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Frações
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Frações
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Figura de Linguagem (Parte 1)
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Figura de Linguagem (Parte 1)www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Figura de Linguagem (Parte 1)
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Figura de Linguagem (Parte 1)
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicoswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia – Blocos Econômicos
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Efeito Estufa e Aquecimento ...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Efeito Estufa  e Aquecimento ...www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia -  Efeito Estufa  e Aquecimento ...
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Geografia - Efeito Estufa e Aquecimento ...
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Concordância Verbal
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Concordância Verbalwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português -  Concordância Verbal
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Português - Concordância Verbal
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Ciclo Trigonométricowww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática -  Ciclo Trigonométrico
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - - História - Unificação Italiana e Alemã
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br -  - História -  Unificação Italiana e Alemãwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br -  - História -  Unificação Italiana e Alemã
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - - História - Unificação Italiana e Alemã
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genética
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genéticawww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genética
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Genética
 

www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar

  • 2. 1. Introdução Cadeias e teias alimentares É uma seqüência de seres vivos, uns servindo de alimento a outros, sucessivamente. A matéria e a energia de um ecossistema passam de um ser vivo para o outro por meio da nutrição. Exemplo.: O capim é comido pelo boi; este é comido pelo ser humano. (Cadeia alimentar)
  • 3. 2. Cadeia alimentar Plantas, algas, bactérias e alguns protistas são Autotróficos (seres que produzem seu próprio alimento) Os seres autotróficos conseguem fabricar açúcares a partir de substâncias minerais ou inorgânicas, como água, gás carbônico e sais minerais
  • 4. 2. Cadeia alimentar CADEIA ALIMENTAR AUTOTRÓFICOS
  • 5. O que é Quimiossíntese ? Processo em que as bactérias encontradas no solo e no fundo do mar usam energia luminosa na oxidação de amônia e de outros minerais. Essas bactérias podem ser chamadas de quimioautotróficas ou quimiossitetizantes. Os autotróficos são os produtores do ecossistema (ou produtores primários)
  • 6. Fotossintetizantes CADEIA PRODUTORES ALIMENTAR AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes
  • 7. Agora é com você ...... 01. Porque os produtores são indispensáveis a uma comunidade?
  • 8. Agora é com você ...... 01. Porque os produtores são indispensáveis a uma comunidade?
  • 9. Agora é com você ...... 01. Porque os produtores são indispensáveis a uma comunidade? R: Porque somente eles produzem substâncias orgânicas a partir de substâncias minerais, transformando a energia luminosa em química, que será utilizada pelos demais seres vivos.
  • 10. Exemplo de CONSUMIDOR PRIMÁRIO cadeia (CAPIVARA) alimentar PRODUTORES TERRESTRE CONSUMIDOR SECUNDÁRIO (ONÇA PINTADA)
  • 11. Ecossistema Terrestre:  Produtores: Formado por todos os componentes FLORA fotossintetizantes, os quais produzem seu próprio alimento (autótrofos) tais como gramíneas, ervas rasteiras, liquens, arbustos, trepadeiras e árvores;
  • 12. Ecossistema Terrestre:  Consumidores primários : São todos os herbívoros, que no caso dos ecossistemas terrestres tratam-se de insetos, roedores, aves e ruminantes;  Consumidores Secundários Alimentam-se diretamente dos consumidores primários (herbívoros). São formados principalmente FAUNA por carnívoros de pequeno porte;  Consumidores terciários : Tratam-se de consumidores de porte maior que alimentam-se dos consumidores secundários;  Decompositores: Aqui também como no caso dos ecossistemas aquáticos, esta categoria não pertence nem a fauna e nem a flora e sendo composta por fungos e bactérias.
  • 13. CONSUMIDO R TERCIÁRIO CONSUMIDORE S SECUNDÁRIOS Exemplo de CONSUMIDOR cadeia QUATERNÁRIO alimentar AQUÁTICA CONSUMIDORES PRIMÁRIOS (PEQUENOS CRUSTÁCEOS, LA RVAS E PRODUTOR PROTOZOÁRIOS) (ALGAS MICROSCÓPICAS)
  • 14. Ecossistema aquático:  PRODUTORES: Composto pelas plantas da margem e do fundo da lagoa e por algas microscópicas, FLORA as quais são as maiores responsáveis pela oxigenação do ambiente aquático e terrestre; à esta categoria formada pelas algas microscópicas chamamos fitoplâncton.
  • 15. Ecossistema aquático:  CONSUMIDORES PRIMÁRIOS : Composto por pequenos animais flutuantes (chamados Zooplâncton), caramujos e peixes herbívoros, todos se alimentado diretamente dos vegetais.  CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS: São aqueles que alimentam-se do nível anterior, ou seja, peixes carnívoros, insetos, cágados, etc., FAUNA  CONSUMIDORES TERCIÁRIOS: As aves aquáticas são o principal componente desta categoria, alimentando-se dos consumidores secundários.  DECOMPOSITORES: Esta categoria não pertence nem a fauna e nem a flora, alimentando-se no entanto dos restos destes, e sendo composta por fungos e bactérias.
  • 16. Agora é com você....... 2. Observe a descrição a seguir: Na água de um manguezal o fitoplâncton serve de alimento tanto para microcrustáceos como para as larvas de crustáceos. Esses animais são comidos por peixes, os quais, por sua vez, são ingeridos por garças. As folhas das árvores de mangue, que caem na água, são comidas por caranguejos que são caçados por guaximins. Estes mamíferos são picados por insetos que se alimentam de seu sangue. Pode-se concluir que, nessas relações tróficas do manguezal: a)Os crustáceos são consumidores primários b) Os peixes são consumidores terciários c) As garças são consumidores secundários d) Os guaximins são consumidores terciários e) Os insetos são consumidores quaternários.
  • 17. Agora é com você....... 2. Observe a descrição a seguir: Na água de um manguezal o fitoplâncton serve de alimento tanto para microcrustáceos como para as larvas de crustáceos. Esses animais são comidos por peixes, os quais, por sua vez, são ingeridos por garças. As folhas das árvores de mangue, que caem na água, são comidas por caranguejos que são caçados por guaximins. Estes mamíferos são picados por insetos que se alimentam de seu sangue. Pode-se concluir que, nessas relações tróficas do manguezal: a)Os crustáceos são consumidores primários b) Os peixes são consumidores terciários c) As garças são consumidores secundários d) Os guaximins são consumidores terciários e) Os insetos são consumidores quaternários.
  • 18. Agora é com você....... 2. Observe a descrição a seguir: Na água de um manguezal o fitoplâncton serve de alimento tanto para microcrustáceos como para as larvas de crustáceos. Esses animais são comidos por peixes, os quais, por sua vez, são ingeridos por garças. As folhas das árvores de mangue, que caem na água, são comidas por caranguejos que são caçados por guaximins. Estes mamíferos são picados por insetos que se alimentam de seu sangue. Pode-se concluir que, nessas relações tróficas do manguezal: a)Os crustáceos são consumidores primários b) Os peixes são consumidores terciários c) As garças são consumidores secundários d) Os guaximins são consumidores terciários e) Os insetos são consumidores quaternários.
  • 19. Fotossintetizantes PRODUTORES AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes CADEIA ALIMENTAR HETEROTRÓFICOS PRODUTORES SECUNDÁRIOS
  • 20. O que é nível trófico? Nível trófico é cada etapa da cadeia alimentar. Inicia-se nos produtores, passa pelos consumidores e termina com os decompositores.
  • 22. Decompositores, sapróbios, saprófagos ou saprófitos: seres que atacam cadáveres e as excretas, quebrando e oxidando a matéria orgânica para obter a energia necessária ao funcionamento do seu organismo.
  • 24. Agora é com você..... 03. Qual a importância dos decompositores para um ecossistema?
  • 25. Agora é com você..... 03. Qual a importância dos decompositores para um ecossistema?
  • 26. Agora é com você..... 03. Qual a importância dos decompositores para um ecossistema? R: Promovem a reciclagem da matéria.
  • 27. RESUMINDO: Fotossintetizantes PRODUTORES AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes CADEIA ALIMENTAR HETEROTRÓFICOS PRODUTORES SECUNDÁRIOS DECOMPOSITORES
  • 28. 2. Teia Alimentar Animais de alimentação diversificada, e outros servem de alimento a mais de uma espécie, não se prendendo a um nível trófico. Animais onívoros = (omni = tudo ; vorare = devorar) Ex: O ser humano. Portanto, em uma comunidade há um conjunto de cadeias interligadas, que formam uma teia ou rede alimentar
  • 31. Fotossintetizantes PRODUTORES AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes CADEIA ALIMENTAR HETEROTRÓFICOS PRODUTORES SECUNDÁRIOS Fotossintetizantes PRODUTORES AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes TEIA ALIMENTAR HETEROTRÓFICOS PRODUTORES SECUNDÁRIOS
  • 32. Fotossintetizantes PRODUTORES AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes CADEIA ALIMENTAR HETEROTRÓFICOS PRODUTORES SECUNDÁRIOS Fotossintetizantes PRODUTORES AUTOTRÓFICOS PRIMÁRIOS Quimiossintetizantes TEIA ALIMENTAR HETEROTRÓFICOS PRODUTORES SECUNDÁRIOS
  • 33. Agora é com você..... 04. O esquema abaixo representa uma teia alimentar de uma lagoa, onde foi aplicado DDT. Sabendo-se que o DDT tem efeito acumulativo, em qual dos elementos da cadeia alimentar haverá maior concentração de inseticida? a) Moluscos fitoplâncton copépodes b) Insetos Insetos c) Copépodes Bactérias e fungos peixes d) Peixes e) fitoplânton
  • 34. Agora é com você..... 04. O esquema abaixo representa uma teia alimentar de uma lagoa, onde foi aplicado DDT. Sabendo-se que o DDT tem efeito acumulativo, em qual dos elementos da cadeia alimentar haverá maior concentração de inseticida? a) Moluscos fitoplâncton copépodes b) Insetos Insetos c) Copépodes Bactérias e fungos peixes d) Peixes e) fitoplânton
  • 35. Agora é com você..... 04. O esquema abaixo representa uma teia alimentar de uma lagoa, onde foi aplicado DDT. Sabendo-se que o DDT tem efeito acumulativo, em qual dos elementos da cadeia alimentar haverá maior concentração de inseticida? a) Moluscos fitoplâncton copépodes b) Insetos Insetos c) Copépodes Bactérias e fungos peixes d) Peixes e) fitoplânton
  • 37. Agora é com você.... (UFRJ) Ao deixarem de ser nômades, caçadores e coletores, os humanos se estabeleceram em áreas determinadas e começaram a cultivar plantas. Nesse processo, as paisagens naturais foram modificadas, sendo retirada a cobertura vegetal original para dar lugar às plantas cultivadas. Ao mesmo tempo, começou-se a domesticar animais, dentre estes, os gatos. Estudos paleontológicos recentes mostraram que os felinos se aproximavam atraídos por roedores, dentre estes, os ratos, que por sua vez eram atraídos pelos grãos que eram colhidos e armazenados. Aponte o gráfico que melhor represeta o fluxo de energia da interação entre grãos, ratos e gatos.
  • 38. a) grãos b) gatos Quantidade de energia Quantidade de energia ratos ratos gatos grãos Direção do fluxo Direção do fluxo de energia de energia c) grãos gatos d) e) grãos ratos Quantidade de energia Quantidade Quantidade de energia de energia ratos gatos ratos grãos gatos Direção do fluxo de energia Direção do fluxo Direção do fluxo de energia de energia
  • 39. Agora é com você.... (UFRJ) Ao deixarem de ser nômades, caçadores e coletores, os humanos se estabeleceram em áreas determinadas e começaram a cultivar plantas. Nesse processo, as paisagens naturais foram modificadas, sendo retirada a cobertura vegetal original para dar lugar às plantas cultivadas. Ao mesmo tempo, começou-se a domesticar animais, dentre estes, os gatos. Estudos paleontológicos recentes mostraram que os felinos se aproximavam atraídos por roedores, dentre estes, os ratos, que por sua vez eram atraídos pelos grãos que eram colhidos e armazenados. Aponte o gráfico que melhor represeta o fluxo de energia da interação entre grãos, ratos e gatos.
  • 40. a) grãos b) gatos Quantidade de energia Quantidade de energia ratos ratos gatos grãos Direção do fluxo Direção do fluxo de energia de energia c) grãos gatos d) e) grãos ratos Quantidade de energia Quantidade Quantidade de energia de energia ratos gatos ratos grãos gatos Direção do fluxo de energia Direção do fluxo Direção do fluxo de energia de energia
  • 41. PRODUTIVIDADE: • PPL (Produtividade Primária Líquida): é toda a energia que os produtores armazenam a partir da fotossíntese(PPB) menos o que eles gastam na respiração (R), assim a PPL é o que o consumidor primário vai ter disponível do produtor. (A) A produtividade primária líquida é relativamente maior nos ecossistemas marinhos que nos terrestres. Isso porque os produtores do fitoplâncton (B) têm crescimento rápido e acumulam pouca matéria orgânica em seus corpos. O inverso ocorre em uma floresta (C), em que as árvores crescem lentamente e acumulam muita matéria em seus troncos. • Fonte: Amabis e Martho - Biologia 3
  • 42. Produtividade secundária líquida • PSL (Produtividade Secundária Líquida): é a energia que o consumidor primário conseguiu retirar dos produtores (PPL) menos o que ele gastou no metabolismo (M): sendo assim o que estará disponível para os consumidores secundários
  • 43. PSL (Produtividade Secundária Líquida): 1 BEZERRO 300 COELHOS 500 kg Peso Corporal 500 kg 8,3 kg Consumo diário de feno 33,3 kg 120 dias Duração do feno 30 dias 0,9 kg Ganho de peso por dia 3,6 kg 109 kg Ganho de peso com 1 t de feno 109 kg 20.000 kcal Perda diária de calor 80.000 kcal A produtividade secundária líquida (PSL) dos coelhos é cerca de quatro vezes maior que a do gado. O cálculo de produtividade leva em conta que coelhos, com a mesma quantidade de alimento, ficam prontos para o abate em um quarto do tempo necessário ao gado. (Dados de Philipson, em Ecologia energética. São Paulo, Companhia Editora Nacional/EDUSP, 1969.)
  • 44. PIRÂMIDES Biomassa: corresponde a matéria orgânica de cada nível trófico (sua pirâmide é igual a de energia já que a energia está na biomassa, assim quanto maior a biomassa, maior a energia).
  • 45. Energia: Corresponde a energia contida na biomassa de cada nível trófico, assim cada parte da pirâmide terá indicada a energia de um nível trófico.
  • 46. • Números: A largura dos níveis representam o número de representantes de cada espécie naquela cadeia alimentar; é a mais variada.
  • 47. ATENÇÃO AS TRÊS PIRÂMIDES