SlideShare uma empresa Scribd logo
• Não se imagina o Tropicalismo sem os trabalhos
precursores de Tom Jobim, Vinícius de Moraes e João
Gilberto. Movimento que revolucionou o ambiente
musical brasileiro em finais dos anos 50, a Bossa Nova
foi um momento histórico da cultura brasileira.
• Ruptura com o passado e renovação da tradição estão
juntas nas inovações formais e temáticas de suas
canções...
• O grande marco do movimento foi o lançamento do
disco Chega de Saudade, do baiano João Gilberto, em
1959.
•O disco influenciou toda uma geração de músicos como
Chico Buarque, Edu Lobo, Jorge Ben, Milton
Nascimento e, principalmente, os tropicalistas Caetano
Veloso e Gilberto Gil.
• Inicialmente influenciada pelo jazz, be-bop e cool jazz, a
Bossa Nova, com a sua explosão internacional no início
dos anos 60, passa a ser influenciadora da música
americana, impondo-se como um produto nacional
moderno e universal. A batida nascida na beira do mar
em Copacabana constitui-se, assim, num caso típico
do “canibalismo cultural” pensado pela antropofagia de
Oswald de Andrade.
•E é com os olhos postos na Bossa Nova e o ouvido colado
na voz e violão de João Gilberto, que Caetano Veloso
propõe, em maio de 1966, a “retomada da linha
evolutiva” da música brasileira.
• O Tropicalismo foi um movimento de ruptura que sacudiu
o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre
1967 e 1968. Seus participantes formaram um grande
coletivo, cujos destaques foram os cantores-compositores
Caetano Veloso e Gilberto Gil, além das participações da
cantora Gal Costa e do cantor-compositor Tom Zé, da
banda Mutantes, e do maestro Rogério Duprat. A cantora
Nara Leão e os letristas José Carlos Capinan e Torquato
Neto completaram o grupo, que teve também o artista
gráfico, compositor e poeta Rogério Duarte como um de
seus principais mentores intelectuais.
• Sincrético e inovador, aberto e incorporador,
o Tropicalismo misturou rock, bossa nova, samba, rumba,
bolero, baião. Sua atuação quebrou as rígidas barreiras que
permaneciam no País. Pop x folclore, Alta cultura x cultura
de massas. Tradição x vanguarda.
• Irreverente, a Tropicália transformou os critérios de
gosto vigentes, não só quanto à música e à política, mas
também à moral e ao comportamento,
ao corpo, ao sexo e ao vestuário. A contracultura hippie
foi assimilada, com a adoção da moda dos cabelos
longos encaracolados e das roupas escandalosamente
coloridas.
• O movimento, libertário por excelência, durou pouco
mais de um ano e acabou reprimido pelo governo
militar. Seu fim começou com a prisão de Gil e Caetano,
em dezembro de 1968. A cultura do País, porém, já
estava marcada para sempre pela descoberta da
modernidade e dos trópicos.
• Os Novos Baianos foi um conjunto musical
brasileiro, nascido na Bahia, ativo entre os anos de
1969 e 1979. Eles marcaram a música popular
brasileira e até o rock brasileiro dos anos 70,
utilizando-se de vários ritmos musicais brasileiros
que vão de bossa nova, frevo, baião, choro, afoxé
ao rock n’roll. O grupo lançou oito trabalhos
antológicos para MPB. Influenciados pelo
conjuntos de manifestações e pela emergente
Tropicália. Contava com Moraes
Moreira(compositor, vocal e violão), Baby
Consuelo (vocal), Pepeu Gomes(Guitarra),
Paulinho Boca de Cantor(vocal), Dadi (baixo) e
Luiz Galvão(letras) entre outros.
Herdeiros do Tropicalismo
Bossa Nova e Tropicália - Arte.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acçãoDança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acção
Carla Silva
 
FUTURISMO
FUTURISMOFUTURISMO
FUTURISMO
Cristiane Seibt
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
Roselynn B. Araújo
 
Arte Contemporanea no Brasil
Arte Contemporanea no BrasilArte Contemporanea no Brasil
Arte Contemporanea no Brasil
pagodes
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Andrea Garcia
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
guest9bd847
 
Henri Matisse
Henri MatisseHenri Matisse
Henri Matisse
hcaslides
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
Colégio Santa Luzia
 
Estilos de dança
Estilos de dançaEstilos de dança
Estilos de dança
Paola Oniesko
 
Forró
ForróForró
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
VIVIAN TROMBINI
 
Grafite
GrafiteGrafite
O que é simbolismo
O que é simbolismoO que é simbolismo
O que é simbolismo
William Barcellos
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
Carlos Zaranza
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
Eline Lima
 
A dança através dos tempos
A dança através dos temposA dança através dos tempos
A dança através dos tempos
José Marques
 
A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
Meire Falco
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
CEF16
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
cafumilena
 

Mais procurados (20)

Dança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acçãoDança ,corpo em acção
Dança ,corpo em acção
 
FUTURISMO
FUTURISMOFUTURISMO
FUTURISMO
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
 
Arte Contemporanea no Brasil
Arte Contemporanea no BrasilArte Contemporanea no Brasil
Arte Contemporanea no Brasil
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Henri Matisse
Henri MatisseHenri Matisse
Henri Matisse
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Estilos de dança
Estilos de dançaEstilos de dança
Estilos de dança
 
Forró
ForróForró
Forró
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
 
Grafite
GrafiteGrafite
Grafite
 
O que é simbolismo
O que é simbolismoO que é simbolismo
O que é simbolismo
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
 
A dança através dos tempos
A dança através dos temposA dança através dos tempos
A dança através dos tempos
 
A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
 

Destaque

Bossa Nova - Apresentação de Slides
Bossa Nova - Apresentação de SlidesBossa Nova - Apresentação de Slides
Bossa Nova - Apresentação de Slides
Nilton Anschau Júnior
 
Turma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa novaTurma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa nova
Manuel de Abreu
 
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
Fabio Salvari
 
Bossa Nova 8ªB
Bossa Nova   8ªBBossa Nova   8ªB
Bossa Nova 8ªB
cecilianoclaro
 
Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
TinaCriis
 
Anos 60, 70 e 80 cultura
Anos 60, 70 e 80 culturaAnos 60, 70 e 80 cultura
Anos 60, 70 e 80 cultura
samonois
 

Destaque (6)

Bossa Nova - Apresentação de Slides
Bossa Nova - Apresentação de SlidesBossa Nova - Apresentação de Slides
Bossa Nova - Apresentação de Slides
 
Turma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa novaTurma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa nova
 
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
 
Bossa Nova 8ªB
Bossa Nova   8ªBBossa Nova   8ªB
Bossa Nova 8ªB
 
Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
 
Anos 60, 70 e 80 cultura
Anos 60, 70 e 80 culturaAnos 60, 70 e 80 cultura
Anos 60, 70 e 80 cultura
 

Semelhante a Bossa Nova e Tropicália - Arte.

Tropicalismo
TropicalismoTropicalismo
Tropicalismo
Tio Pablo Virtual
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
Caroline Souza
 
Apresentação t3004
Apresentação t3004Apresentação t3004
Apresentação t3004
Manuel de Abreu
 
MOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptx
MOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptxMOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptx
MOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptx
monikinhaveras13
 
Bossanova3
Bossanova3Bossanova3
Bossanova3
Elô Ribeiro
 
Nana
NanaNana
Cultura
CulturaCultura
Um retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime Militar
Um retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime MilitarUm retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime Militar
Um retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime Militar
josafaslima
 
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Gerson Francisco de Moraes
 
Bossa Nova
Bossa NovaBossa Nova
Bossa Nova
Fábio Roque
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
Jéssica Cristina
 
Bossa Nova 13
Bossa Nova 13Bossa Nova 13
Bossa Nova 13
pedrohlsobre
 
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
Curso Livre Redação-Eliani Martins
 
Tropicalismo1
Tropicalismo1Tropicalismo1
Tropicalismo1
sandra
 
Canto orfeônico by Delziene Perdoncini
Canto orfeônico by Delziene PerdonciniCanto orfeônico by Delziene Perdoncini
Canto orfeônico by Delziene Perdoncini
Delziene Jesus
 
ApresentaçãO2
ApresentaçãO2ApresentaçãO2
ApresentaçãO2
martinsramon
 
Tropicalismo
TropicalismoTropicalismo
Tropicalismo
Ruth L
 
A tropicália
A tropicáliaA tropicália
A tropicália
Francisco Nascimento
 
Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
TinaCriis
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
martinsramon
 

Semelhante a Bossa Nova e Tropicália - Arte. (20)

Tropicalismo
TropicalismoTropicalismo
Tropicalismo
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Apresentação t3004
Apresentação t3004Apresentação t3004
Apresentação t3004
 
MOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptx
MOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptxMOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptx
MOVIMENTO TROPICALISTA slide. Thiago Monteiro.pptx
 
Bossanova3
Bossanova3Bossanova3
Bossanova3
 
Nana
NanaNana
Nana
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Um retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime Militar
Um retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime MilitarUm retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime Militar
Um retrato da Cultura Brasileira da Era Vargas ao Regime Militar
 
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
 
Bossa Nova
Bossa NovaBossa Nova
Bossa Nova
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
 
Bossa Nova 13
Bossa Nova 13Bossa Nova 13
Bossa Nova 13
 
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
 
Tropicalismo1
Tropicalismo1Tropicalismo1
Tropicalismo1
 
Canto orfeônico by Delziene Perdoncini
Canto orfeônico by Delziene PerdonciniCanto orfeônico by Delziene Perdoncini
Canto orfeônico by Delziene Perdoncini
 
ApresentaçãO2
ApresentaçãO2ApresentaçãO2
ApresentaçãO2
 
Tropicalismo
TropicalismoTropicalismo
Tropicalismo
 
A tropicália
A tropicáliaA tropicália
A tropicália
 
Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 

Último

A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 

Último (20)

A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 

Bossa Nova e Tropicália - Arte.

  • 1.
  • 2. • Não se imagina o Tropicalismo sem os trabalhos precursores de Tom Jobim, Vinícius de Moraes e João Gilberto. Movimento que revolucionou o ambiente musical brasileiro em finais dos anos 50, a Bossa Nova foi um momento histórico da cultura brasileira. • Ruptura com o passado e renovação da tradição estão juntas nas inovações formais e temáticas de suas canções... • O grande marco do movimento foi o lançamento do disco Chega de Saudade, do baiano João Gilberto, em 1959. •O disco influenciou toda uma geração de músicos como Chico Buarque, Edu Lobo, Jorge Ben, Milton Nascimento e, principalmente, os tropicalistas Caetano Veloso e Gilberto Gil.
  • 3. • Inicialmente influenciada pelo jazz, be-bop e cool jazz, a Bossa Nova, com a sua explosão internacional no início dos anos 60, passa a ser influenciadora da música americana, impondo-se como um produto nacional moderno e universal. A batida nascida na beira do mar em Copacabana constitui-se, assim, num caso típico do “canibalismo cultural” pensado pela antropofagia de Oswald de Andrade. •E é com os olhos postos na Bossa Nova e o ouvido colado na voz e violão de João Gilberto, que Caetano Veloso propõe, em maio de 1966, a “retomada da linha evolutiva” da música brasileira.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. • O Tropicalismo foi um movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre 1967 e 1968. Seus participantes formaram um grande coletivo, cujos destaques foram os cantores-compositores Caetano Veloso e Gilberto Gil, além das participações da cantora Gal Costa e do cantor-compositor Tom Zé, da banda Mutantes, e do maestro Rogério Duprat. A cantora Nara Leão e os letristas José Carlos Capinan e Torquato Neto completaram o grupo, que teve também o artista gráfico, compositor e poeta Rogério Duarte como um de seus principais mentores intelectuais. • Sincrético e inovador, aberto e incorporador, o Tropicalismo misturou rock, bossa nova, samba, rumba, bolero, baião. Sua atuação quebrou as rígidas barreiras que permaneciam no País. Pop x folclore, Alta cultura x cultura de massas. Tradição x vanguarda.
  • 8. • Irreverente, a Tropicália transformou os critérios de gosto vigentes, não só quanto à música e à política, mas também à moral e ao comportamento, ao corpo, ao sexo e ao vestuário. A contracultura hippie foi assimilada, com a adoção da moda dos cabelos longos encaracolados e das roupas escandalosamente coloridas. • O movimento, libertário por excelência, durou pouco mais de um ano e acabou reprimido pelo governo militar. Seu fim começou com a prisão de Gil e Caetano, em dezembro de 1968. A cultura do País, porém, já estava marcada para sempre pela descoberta da modernidade e dos trópicos.
  • 9.
  • 10. • Os Novos Baianos foi um conjunto musical brasileiro, nascido na Bahia, ativo entre os anos de 1969 e 1979. Eles marcaram a música popular brasileira e até o rock brasileiro dos anos 70, utilizando-se de vários ritmos musicais brasileiros que vão de bossa nova, frevo, baião, choro, afoxé ao rock n’roll. O grupo lançou oito trabalhos antológicos para MPB. Influenciados pelo conjuntos de manifestações e pela emergente Tropicália. Contava com Moraes Moreira(compositor, vocal e violão), Baby Consuelo (vocal), Pepeu Gomes(Guitarra), Paulinho Boca de Cantor(vocal), Dadi (baixo) e Luiz Galvão(letras) entre outros.
  • 11.