SlideShare uma empresa Scribd logo
Biocombustível
Introdução:
Os Biocombustíveis são combustíveis de
origem biológica. São fabricados a partir
de vegetais, tais como, milho, soja, cana-
de-açúcar, mamona, canola, babaçu,
cânhamo, entre outros. O lixo orgânico
também pode ser usado para a
fabricação de biocombustível.
Exemplos de biocombustíveis
Os principais biocombustíveis são: etanol
(produzido a partir da cana-de-açúcar e
milho), biogás (produzido a partir da
biomassa), bioetanol, bioéter, biodiesel,
entre outros.
• Os biocombustíveis são
fontes de energia renováveis
oriundas de produtos vegetais
e animais.
• O processamento dessa
matéria orgânica origina um
óleo, que pode ser misturado
aos derivados do petróleo
(gasolina, diesel, etc.) ou
utilizado puro.
Desenvolvimento:
• Redução de lixo no planeta;
• O biodiesel substitui o óleo diesel convencional
sem necessidade de ajustes no motor;
• Há grande área para cultivo de plantas que
podem ser usadas para produção de
biocombustíveis aqui no Brasil;
• Permite o fechamento do ciclo do CO2,
contribuindo para estabilização da concentração
desse gás na atmosfera – amenizando o
aquecimento global;
• Menor investimento em pesquisas se comparado
às do petróleo, que são muito caras;
• Armazenamento e manuseio muito mais seguros
que os dos combustíveis fósseis;
• Geração de emprego e renda no campo –
evitando também o inchaço urbano.
Vantagens:
• Aumenta o consumo de água para irrigação das
culturas;
• Pode reduzir a biodiversidade;
• As culturas para produção dos mesmos
consomem muitos fertilizantes nitrogenados,
com liberação de óxidos de nitrogênio, que são
também gases do efeito estufa;
• Possibilidade de redução da produção de
alimentos em detrimento do aumento da
produção de biocombustíveis, o que pode
implicar no encarecimento dos alimentos.
• Possível contaminação de lençóis freáticos por
nitritos e nitratos contidos nos fertilizantes.
Ingerir tais produtos pode causar problemas
respiratórios.
• Grandes quantidades de gases nitrogenados
liberados pela queima da cana, causando um mal
intitulado “chuva seca”.
Desvantagens:
• Qualquer produto usado como fonte de
energia produzida a partir de biomassa
renovável
• Tema muito importante nas discussões
da matriz energética mundial.
• alternativas para contenção do
aquecimento global
Conclusão:
• Paloma S.
• Mércia S.
• Letícia
• Ana Carolina F.
• Elízia
• Bruna F.
Componentes:
2º Ano – CERV
2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biodiesel slide
Biodiesel slideBiodiesel slide
Biodiesel slide
wddan
 
Compostagem
CompostagemCompostagem
Compostagem
Josimar Oliveira
 
BiocombustíVeis
BiocombustíVeisBiocombustíVeis
BiocombustíVeis
maiquelsulz
 
Bioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimerosBioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimeros
Thiago Santos
 
Compostagem G.VINICIUS
Compostagem G.VINICIUSCompostagem G.VINICIUS
Compostagem G.VINICIUS
GVinicius Silva
 
Ciclo Do NitrogêNio
Ciclo Do NitrogêNioCiclo Do NitrogêNio
Ciclo Do NitrogêNio
maria luiza de paula mazzucatto
 
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
Trabalhando  com a  química dos sabões  e detergentesTrabalhando  com a  química dos sabões  e detergentes
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
Adrianne Mendonça
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
Gabriela de Lima
 
Agroenergia
AgroenergiaAgroenergia
Agroenergia
Zeca B.
 
Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)
Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)
Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)
qsustentavel
 
O lixo urbano
O lixo urbanoO lixo urbano
Biocombustíveis
BiocombustíveisBiocombustíveis
Biocombustíveis
Paulo Campino
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Óleo de cozinha - Sabão Ecológico
Óleo de cozinha - Sabão EcológicoÓleo de cozinha - Sabão Ecológico
Óleo de cozinha - Sabão Ecológico
Amália Beims
 
Bioenergias
BioenergiasBioenergias
Bioenergias
Isabella Galdino
 
Slides compostagem
Slides compostagemSlides compostagem
Slides compostagem
paulo roberto
 
Apresentação compostagem
Apresentação   compostagemApresentação   compostagem
Apresentação compostagem
Universidade Federal de Juiz de Fora
 
Slides - Reciclagem
Slides - ReciclagemSlides - Reciclagem
Slides - Reciclagem
Samira Machado
 
Aula 16 combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11
Aula 16   combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11Aula 16   combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11
Aula 16 combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
Widmer Ariel
 

Mais procurados (20)

Biodiesel slide
Biodiesel slideBiodiesel slide
Biodiesel slide
 
Compostagem
CompostagemCompostagem
Compostagem
 
BiocombustíVeis
BiocombustíVeisBiocombustíVeis
BiocombustíVeis
 
Bioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimerosBioplásticos e biopolimeros
Bioplásticos e biopolimeros
 
Compostagem G.VINICIUS
Compostagem G.VINICIUSCompostagem G.VINICIUS
Compostagem G.VINICIUS
 
Ciclo Do NitrogêNio
Ciclo Do NitrogêNioCiclo Do NitrogêNio
Ciclo Do NitrogêNio
 
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
Trabalhando  com a  química dos sabões  e detergentesTrabalhando  com a  química dos sabões  e detergentes
Trabalhando com a química dos sabões e detergentes
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
 
Agroenergia
AgroenergiaAgroenergia
Agroenergia
 
Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)
Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)
Polímeros (biodegradáveis, oxibiodegradáveis, biopolímeros e polímeros verdes)
 
O lixo urbano
O lixo urbanoO lixo urbano
O lixo urbano
 
Biocombustíveis
BiocombustíveisBiocombustíveis
Biocombustíveis
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
 
Óleo de cozinha - Sabão Ecológico
Óleo de cozinha - Sabão EcológicoÓleo de cozinha - Sabão Ecológico
Óleo de cozinha - Sabão Ecológico
 
Bioenergias
BioenergiasBioenergias
Bioenergias
 
Slides compostagem
Slides compostagemSlides compostagem
Slides compostagem
 
Apresentação compostagem
Apresentação   compostagemApresentação   compostagem
Apresentação compostagem
 
Slides - Reciclagem
Slides - ReciclagemSlides - Reciclagem
Slides - Reciclagem
 
Aula 16 combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11
Aula 16   combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11Aula 16   combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11
Aula 16 combustão industrial e controle das emissões - parte ii - 20.05.11
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
 

Semelhante a Biocombustível

ENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdf
ENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdfENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdf
ENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdf
ssuser38300a
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM  - BiocombustíveisIntregração de conhecimentos para o ENEM  - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Maiquel Vieira
 
Girassol
GirassolGirassol
Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados
Ana Roberta Souza
 
Biomassa jorge fernandes e rui cortes
Biomassa jorge fernandes e rui cortesBiomassa jorge fernandes e rui cortes
Biomassa jorge fernandes e rui cortes
dani999
 
Agronegócio
AgronegócioAgronegócio
Agronegócio
leonardoenginer
 
Biodiesel apertir do oleo de cozinha
Biodiesel apertir do oleo de cozinhaBiodiesel apertir do oleo de cozinha
Biodiesel apertir do oleo de cozinha
gustavo augusto
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Física Química A
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º DMatéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Física Química A
 
Gilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogasGilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogas
Georgina Gomes
 
20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)
03109100
 
Biogás e biodisel
Biogás e biodiselBiogás e biodisel
Biogás e biodisel
Anacleto Damiani
 
Biogás e biodisel
Biogás e biodiselBiogás e biodisel
Biogás e biodisel
Anacleto Damiani
 
O abandono dos combustíveis fósseis 2 b
O abandono dos combustíveis fósseis 2 bO abandono dos combustíveis fósseis 2 b
O abandono dos combustíveis fósseis 2 b
maripeu
 
Geografiaaa
GeografiaaaGeografiaaa
Geografiaaa
acfprofessor
 
Legislação ambiental
Legislação ambientalLegislação ambiental
Legislação ambiental
Andressa Bruger
 
Trabalho de bioenergia sérgio valadão
Trabalho de bioenergia  sérgio valadãoTrabalho de bioenergia  sérgio valadão
Trabalho de bioenergia sérgio valadão
Sérgio Valadão
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º AMatéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Física Química A
 
O papel do biogás na política agropecuária
O papel do biogás na política agropecuáriaO papel do biogás na política agropecuária
O papel do biogás na política agropecuária
Embaixada da República Federal da Alemanha no Brasil
 
PMI 2008 - Sherman
PMI 2008 - ShermanPMI 2008 - Sherman

Semelhante a Biocombustível (20)

ENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdf
ENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdfENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdf
ENERGIAS RENOVAVEIS - Aula 07-2016.pdf
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM  - BiocombustíveisIntregração de conhecimentos para o ENEM  - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
 
Girassol
GirassolGirassol
Girassol
 
Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados
 
Biomassa jorge fernandes e rui cortes
Biomassa jorge fernandes e rui cortesBiomassa jorge fernandes e rui cortes
Biomassa jorge fernandes e rui cortes
 
Agronegócio
AgronegócioAgronegócio
Agronegócio
 
Biodiesel apertir do oleo de cozinha
Biodiesel apertir do oleo de cozinhaBiodiesel apertir do oleo de cozinha
Biodiesel apertir do oleo de cozinha
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º DMatéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
 
Gilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogasGilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogas
 
20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)
 
Biogás e biodisel
Biogás e biodiselBiogás e biodisel
Biogás e biodisel
 
Biogás e biodisel
Biogás e biodiselBiogás e biodisel
Biogás e biodisel
 
O abandono dos combustíveis fósseis 2 b
O abandono dos combustíveis fósseis 2 bO abandono dos combustíveis fósseis 2 b
O abandono dos combustíveis fósseis 2 b
 
Geografiaaa
GeografiaaaGeografiaaa
Geografiaaa
 
Legislação ambiental
Legislação ambientalLegislação ambiental
Legislação ambiental
 
Trabalho de bioenergia sérgio valadão
Trabalho de bioenergia  sérgio valadãoTrabalho de bioenergia  sérgio valadão
Trabalho de bioenergia sérgio valadão
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º AMatéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
 
O papel do biogás na política agropecuária
O papel do biogás na política agropecuáriaO papel do biogás na política agropecuária
O papel do biogás na política agropecuária
 
PMI 2008 - Sherman
PMI 2008 - ShermanPMI 2008 - Sherman
PMI 2008 - Sherman
 

Mais de Paloma Santos

Obesidade Mórbida
Obesidade MórbidaObesidade Mórbida
Obesidade Mórbida
Paloma Santos
 
Crack
Crack Crack
Urbanização do Rio de janeiro
Urbanização do Rio de janeiro   Urbanização do Rio de janeiro
Urbanização do Rio de janeiro
Paloma Santos
 
Eça de queirós
Eça de queirós Eça de queirós
Eça de queirós
Paloma Santos
 
Características do Barroco
 Características do Barroco Características do Barroco
Características do Barroco
Paloma Santos
 
Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)
Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)
Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)
Paloma Santos
 
Tratado antártico
Tratado antárticoTratado antártico
Tratado antártico
Paloma Santos
 
Copa do mundo de 2014
Copa do mundo de 2014Copa do mundo de 2014
Copa do mundo de 2014
Paloma Santos
 

Mais de Paloma Santos (8)

Obesidade Mórbida
Obesidade MórbidaObesidade Mórbida
Obesidade Mórbida
 
Crack
Crack Crack
Crack
 
Urbanização do Rio de janeiro
Urbanização do Rio de janeiro   Urbanização do Rio de janeiro
Urbanização do Rio de janeiro
 
Eça de queirós
Eça de queirós Eça de queirós
Eça de queirós
 
Características do Barroco
 Características do Barroco Características do Barroco
Características do Barroco
 
Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)
Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)
Ações trabalhistas e sindicais na era vargas (slide)
 
Tratado antártico
Tratado antárticoTratado antártico
Tratado antártico
 
Copa do mundo de 2014
Copa do mundo de 2014Copa do mundo de 2014
Copa do mundo de 2014
 

Biocombustível

  • 2. Introdução: Os Biocombustíveis são combustíveis de origem biológica. São fabricados a partir de vegetais, tais como, milho, soja, cana- de-açúcar, mamona, canola, babaçu, cânhamo, entre outros. O lixo orgânico também pode ser usado para a fabricação de biocombustível. Exemplos de biocombustíveis Os principais biocombustíveis são: etanol (produzido a partir da cana-de-açúcar e milho), biogás (produzido a partir da biomassa), bioetanol, bioéter, biodiesel, entre outros.
  • 3. • Os biocombustíveis são fontes de energia renováveis oriundas de produtos vegetais e animais. • O processamento dessa matéria orgânica origina um óleo, que pode ser misturado aos derivados do petróleo (gasolina, diesel, etc.) ou utilizado puro. Desenvolvimento:
  • 4. • Redução de lixo no planeta; • O biodiesel substitui o óleo diesel convencional sem necessidade de ajustes no motor; • Há grande área para cultivo de plantas que podem ser usadas para produção de biocombustíveis aqui no Brasil; • Permite o fechamento do ciclo do CO2, contribuindo para estabilização da concentração desse gás na atmosfera – amenizando o aquecimento global; • Menor investimento em pesquisas se comparado às do petróleo, que são muito caras; • Armazenamento e manuseio muito mais seguros que os dos combustíveis fósseis; • Geração de emprego e renda no campo – evitando também o inchaço urbano. Vantagens:
  • 5. • Aumenta o consumo de água para irrigação das culturas; • Pode reduzir a biodiversidade; • As culturas para produção dos mesmos consomem muitos fertilizantes nitrogenados, com liberação de óxidos de nitrogênio, que são também gases do efeito estufa; • Possibilidade de redução da produção de alimentos em detrimento do aumento da produção de biocombustíveis, o que pode implicar no encarecimento dos alimentos. • Possível contaminação de lençóis freáticos por nitritos e nitratos contidos nos fertilizantes. Ingerir tais produtos pode causar problemas respiratórios. • Grandes quantidades de gases nitrogenados liberados pela queima da cana, causando um mal intitulado “chuva seca”. Desvantagens:
  • 6. • Qualquer produto usado como fonte de energia produzida a partir de biomassa renovável • Tema muito importante nas discussões da matriz energética mundial. • alternativas para contenção do aquecimento global Conclusão:
  • 7. • Paloma S. • Mércia S. • Letícia • Ana Carolina F. • Elízia • Bruna F. Componentes: 2º Ano – CERV 2013