SlideShare uma empresa Scribd logo
Biomassa/BiogásTrabalho realizado por:David Ferreira Nº7 João Alves Nº10João Vilaça Nº12
Introdução    No mundo construído do Homem para o Homem, tudo se constrói em torno de uma das fontes de energia mais rentáveis, que são os combustíveis fósseis. Mas, como estas fontes são extremamente poluentes, e estão a por em causa a estabilidade nos ecossistemas, o Homem teve necessidade de criar alternativas, que não fossem tão poluentes, e que tivessem uma boa rentabilidade. Assim surgiram as energias renováveis, que nos últimos anos têm sofrido uma subida a nível de utilização.    Uma destas energias renováveis designa-se por biomassa, um recurso inesgotável que tem sido alternativa, principalmente, ao petróleo e ao gás butano. E é sobre essa energia em especifico que iremos abordar neste trabalho, falando sobre as suas utilidades e quais as suas fontes.
Vantagens e desvantagensVantagens:É Barata;È uma fonte de energia inesgotável;Ajuda a desenvolver regiões menos desenvolvidas economicamente, pois cria postos de trabalho entre outras coisas;E uma alternativa competitiva na utilização de combustíveis fosse.Desvantagens:Provoca poluição ambiental;É um grande perigo para a camada do ozono;São necessárias grandes áreas de terreno para produzir biomassa em quantidades rentáveis;Baixa rentabilidade;Altera os ecossistemas.
Uso racional da energia    Hoje em dia, com a tendência do uso de combustíveis e de outros produtos que poluem imenso, e que apesar da boa rentabilidade e vantagem económica para o produtor, é extremamente poluente. Por isso existe uma necessidade de criar alternativas, de igual rentabilidade e económicas para que a necessidade de consumir produtos com um impacto ambiental elevado, diminua. E actualmente existem já várias alternativas como as energias renováveis, que trazem muitas vantagens para o nosso mundo, e que cujas desvantagens são diminutas, e de impacto ambiental reduzido.     Nós enquanto Homem responsável pelos nossos actos, devemos agir e criar construir opções para que a vida no mundo seja possível. Como tal existem várias medidas que tendem a ajudar à sustentabilidade do nosso planeta, como: Investir mais nas energias renováveis (construir zonas de produção de energia eólica, barragens, aproveitamento das forças de ondas e marés, utilização de combustíveis biodegradáveis, etc.); aplicar métodos para poupar água potável, de modo a poupar água uma vez que grande da água disponível no nosso planeta não é potável; aplicar a política dos três Rs (reduzir, reciclar e reutilizar), pois também é um método de reutilizar a energia
Biomassa solidaTem como fonte os produtos e resíduos da agricultura, incluindo substâncias vegetais e animais, os resíduos da floresta, resíduos das indústrias conexas e a parte biodegradável dos resíduos industriais e urbanos.    Grande parte da biomassa sólida tem origem em resíduos feitos de madeira. Muitos são obtidos nas operações de retirada de lenha das florestas ou de processos da indústria madeira. Na desflorestação, para além dos troncos das árvores utilizados na indústria do mobiliário e construção, são recolhidos resíduos de madeira de menor qualidade.    Em muitos locais, outros produtos, como a palha ou o feno são utilizados para na produção de energia, a partir da biomassa. Os resíduos de pós-colheita estão usualmente disponíveis a nível local e em grandes quantidades.
Biomassa liquidaTendo em conta que as emissões de CO2 dos biocombustíveis líquidos são neutras para o aumento do efeito de estufa, a utilização de biocombustíveis tem um menor impacto ambiental em comparação com os combustíveis fósseis. Mas como tem menores níveis de produtividade na sua produção e eficiência na combustão e/ou a utilização de espécies para fins de alimentação origina alguns problemas, principalmente nos biocombustíveis da chamada primeira geração, ou seja, da 1ª colheita de resíduos.     Os biocombustíveis de primeira geração tem origem nas matérias vegetais produzidas pela agricultura, como a beterraba, o trigo, o milho, o girassol e a cana-de-açúcar, que entram em concorrência com culturas alimentícias.     O biocombustíveis de segunda geração (fabricados a partir dos 1os) tem origem na celulose e noutras fibras vegetais presentes na madeira ou nas partes não comestíveis dos vegetais.     Os principais biocombustíveis líquidos são: Biodiesel, Etanol, ETBE (derivado do etanol), Metanol (derivado do biometanol).
Biogás       Os biocombustíveis gasosos são originados nos efluentes agro-pecuários, da agro-indústria e urbanos (lamas das estações de tratamento dos efluentes domésticos) e ainda nos aterros de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos).        Estes têm resultado na degradação biológica anaeróbia da matéria orgânica contida nos resíduos anteriormente referidos, sendo constituído essencialmente por Metano (CH4). Podendo também ser obtidos pela conversão termoquímica da biomassa sólida em processos de gaseificação.Biogás por fermentação       O biogás pode ser pela fermentação da biomassa animal e vegetal, sem a acção do oxigénio. Neste caso, uma simbiose de grupos de bactérias realiza a decomposição química dos compostos de Carbono (C), em produtos finais gasosos: Metano (CH4) em percentagens que variam entre os 50% e os 70% sendo o restante essencialmente Dióxido de Carbono (CO2) e pequenas quantidades de outros gases como o Nitrogénio (N), sulfureto de hidrogénio (H2S) e o hidrogénio (H). Na prática, esta situação acontece, por exemplo, em aterros ou ETARs. Biogás por gaseificação       A conversão termoquímica da biomassa sólida em gases combustíveis tem lugar durante a gaseificação ou durante a combustão lenta, com pouco oxigénio. Das cadeias de carbono na biomassa originam-se os gases combustíveis, monóxido de carbono (CO), hidrogénio (H2) e, em pequenas quantidades, o metano (CH4).
Conclusão     Como já foi possível mostrar, existem várias maneiras de preservar o nosso planeta, e garantir a vida futura. E existe cada vez mais necessidade de agir, e uma das hipóteses é a utilização de energias renováveis, entre elas a biomassa, que já é utilizada em vários sítios e em maior quantidade no nosso planeta.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho Sobre Biomassa Power Point
Trabalho Sobre Biomassa Power PointTrabalho Sobre Biomassa Power Point
Trabalho Sobre Biomassa Power Point
cavaco_and_telmao
 
Energia de Biomassa
Energia de BiomassaEnergia de Biomassa
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º DMatéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Física Química A
 
Combustíveis Fósseis x Combustíveis da Biomassa
Combustíveis Fósseis x Combustíveis da BiomassaCombustíveis Fósseis x Combustíveis da Biomassa
Combustíveis Fósseis x Combustíveis da Biomassa
Junior Ozono
 
Energia RenováVel
Energia RenováVelEnergia RenováVel
Energia RenováVel
Guihl
 
Bioenergias
BioenergiasBioenergias
Bioenergias
Isabella Galdino
 
Biomassa para Produção de Energia
Biomassa para Produção de EnergiaBiomassa para Produção de Energia
Biomassa para Produção de Energia
Rural Pecuária
 
Trabalho Final
Trabalho FinalTrabalho Final
Trabalho Final
ap8bgrp11
 
37583132 biomass-a
37583132 biomass-a37583132 biomass-a
37583132 biomass-a
Pelo Siro
 
Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil
Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil
Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil
EnergiaUni
 
Projeto de geração de energia térmica a biomassa
Projeto de geração de energia térmica a biomassaProjeto de geração de energia térmica a biomassa
Projeto de geração de energia térmica a biomassa
Victor Clarck
 
Biomassa do lixo
Biomassa do lixoBiomassa do lixo
Biomassa do lixo
Fernanda Bauer
 
Biogás energia limpa e renovável mercado favorável 2014
Biogás  energia limpa e renovável mercado favorável 2014Biogás  energia limpa e renovável mercado favorável 2014
Biogás energia limpa e renovável mercado favorável 2014
Marcelo Lois
 
Biogás e Biodisel
Biogás e BiodiselBiogás e Biodisel
Biogás e Biodisel
Anacleto Damiani
 
Recursos energéticos renováveis - biomassa
Recursos energéticos renováveis - biomassaRecursos energéticos renováveis - biomassa
Recursos energéticos renováveis - biomassa
Teresa Monteiro
 
Biogás No Brasil
Biogás No BrasilBiogás No Brasil
Biogás No Brasil
whocares2112
 
Biogás
Biogás Biogás
Biogás
Compagas
 
Geração Biomassa
Geração BiomassaGeração Biomassa
Geração Biomassa
carlosbaccan
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
Artur Lara
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
Douglas Brites
 

Mais procurados (20)

Trabalho Sobre Biomassa Power Point
Trabalho Sobre Biomassa Power PointTrabalho Sobre Biomassa Power Point
Trabalho Sobre Biomassa Power Point
 
Energia de Biomassa
Energia de BiomassaEnergia de Biomassa
Energia de Biomassa
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º DMatéria Orgânica em Decomposição - 10º D
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º D
 
Combustíveis Fósseis x Combustíveis da Biomassa
Combustíveis Fósseis x Combustíveis da BiomassaCombustíveis Fósseis x Combustíveis da Biomassa
Combustíveis Fósseis x Combustíveis da Biomassa
 
Energia RenováVel
Energia RenováVelEnergia RenováVel
Energia RenováVel
 
Bioenergias
BioenergiasBioenergias
Bioenergias
 
Biomassa para Produção de Energia
Biomassa para Produção de EnergiaBiomassa para Produção de Energia
Biomassa para Produção de Energia
 
Trabalho Final
Trabalho FinalTrabalho Final
Trabalho Final
 
37583132 biomass-a
37583132 biomass-a37583132 biomass-a
37583132 biomass-a
 
Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil
Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil
Futuro da Biomassa e Bioenergia no Brasil
 
Projeto de geração de energia térmica a biomassa
Projeto de geração de energia térmica a biomassaProjeto de geração de energia térmica a biomassa
Projeto de geração de energia térmica a biomassa
 
Biomassa do lixo
Biomassa do lixoBiomassa do lixo
Biomassa do lixo
 
Biogás energia limpa e renovável mercado favorável 2014
Biogás  energia limpa e renovável mercado favorável 2014Biogás  energia limpa e renovável mercado favorável 2014
Biogás energia limpa e renovável mercado favorável 2014
 
Biogás e Biodisel
Biogás e BiodiselBiogás e Biodisel
Biogás e Biodisel
 
Recursos energéticos renováveis - biomassa
Recursos energéticos renováveis - biomassaRecursos energéticos renováveis - biomassa
Recursos energéticos renováveis - biomassa
 
Biogás No Brasil
Biogás No BrasilBiogás No Brasil
Biogás No Brasil
 
Biogás
Biogás Biogás
Biogás
 
Geração Biomassa
Geração BiomassaGeração Biomassa
Geração Biomassa
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
 

Destaque

Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Física Química A
 
siderurgia carvao vegetal
siderurgia carvao vegetalsiderurgia carvao vegetal
siderurgia carvao vegetal
Rogerio de Oliveira Mateus
 
Urânio - 10º C
Urânio - 10º CUrânio - 10º C
Urânio - 10º C
Física Química A
 
Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...
Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...
Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...
Instituto Besc
 
Refinaria de Biomassa
Refinaria de BiomassaRefinaria de Biomassa
Refinaria de Biomassa
biel099
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
Hawston Pedrosa
 
Estudo do caso
Estudo do casoEstudo do caso
Estudo do caso
Mayjö .
 
Minicurso biogás
Minicurso biogásMinicurso biogás
Minicurso biogás
Sebastião Nascimento
 
Energia Química no Cotidiano - Enem
Energia Química no Cotidiano - Enem  Energia Química no Cotidiano - Enem
Energia Química no Cotidiano - Enem
Joelson Barral
 
PresentacióN Biomasa
PresentacióN BiomasaPresentacióN Biomasa
PresentacióN Biomasa
jeniferenergia2010
 
Primary school mikleuš
Primary school mikleušPrimary school mikleuš
Primary school mikleuš
Andrea Ćurić
 
O som
O somO som
Ciclo da matéria e fluxo energia
Ciclo da matéria e fluxo energiaCiclo da matéria e fluxo energia
Ciclo da matéria e fluxo energia
Ana Castro
 
Energía Biomasa
Energía BiomasaEnergía Biomasa
Energía Biomasa
Victoria Villa
 
Biomasa
BiomasaBiomasa
Biomasa
geopaloma
 
O som
O somO som
O som
Vera_Reis
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
adelinoqueiroz
 

Destaque (18)

Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
 
siderurgia carvao vegetal
siderurgia carvao vegetalsiderurgia carvao vegetal
siderurgia carvao vegetal
 
Urânio - 10º C
Urânio - 10º CUrânio - 10º C
Urânio - 10º C
 
Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...
Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...
Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimen...
 
Refinaria de Biomassa
Refinaria de BiomassaRefinaria de Biomassa
Refinaria de Biomassa
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
 
Estudo do caso
Estudo do casoEstudo do caso
Estudo do caso
 
Minicurso biogás
Minicurso biogásMinicurso biogás
Minicurso biogás
 
Energia Química no Cotidiano - Enem
Energia Química no Cotidiano - Enem  Energia Química no Cotidiano - Enem
Energia Química no Cotidiano - Enem
 
PresentacióN Biomasa
PresentacióN BiomasaPresentacióN Biomasa
PresentacióN Biomasa
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
 
Primary school mikleuš
Primary school mikleušPrimary school mikleuš
Primary school mikleuš
 
O som
O somO som
O som
 
Ciclo da matéria e fluxo energia
Ciclo da matéria e fluxo energiaCiclo da matéria e fluxo energia
Ciclo da matéria e fluxo energia
 
Energía Biomasa
Energía BiomasaEnergía Biomasa
Energía Biomasa
 
Biomasa
BiomasaBiomasa
Biomasa
 
O som
O somO som
O som
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
 

Semelhante a Matéria orgânica em decomposição - 10º A

Gilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogasGilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogas
Georgina Gomes
 
Etanol Lignocelulósico
Etanol Lignocelulósico Etanol Lignocelulósico
Etanol Lignocelulósico
RadwanJamal
 
Aires Rudie
Aires RudieAires Rudie
Aires Rudie
Rudi Luis
 
BiocombustíVeis
BiocombustíVeisBiocombustíVeis
BiocombustíVeis
maiquelsulz
 
Geografiaaa
GeografiaaaGeografiaaa
Geografiaaa
acfprofessor
 
Legislação ambiental
Legislação ambientalLegislação ambiental
Legislação ambiental
Andressa Bruger
 
03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo
03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo
03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo
Fernanda Franzoni Pescumo
 
Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8
Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8
Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8
Elvys Santos
 
Biomassa brasil
Biomassa brasilBiomassa brasil
Biomassa brasil
Ana Paula Schunemann
 
Energias renováveis
Energias renováveisEnergias renováveis
Energias renováveis
Regis Scatolin
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM  - BiocombustíveisIntregração de conhecimentos para o ENEM  - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Maiquel Vieira
 
Eficiência energética de biocombustíveis compressão de biogás
Eficiência energética de biocombustíveis compressão de biogásEficiência energética de biocombustíveis compressão de biogás
Eficiência energética de biocombustíveis compressão de biogás
Jose de Souza
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
marade
 
Rodrigo simoes city_
Rodrigo simoes city_Rodrigo simoes city_
Rodrigo simoes city_
lalopes_
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Enem questoes por assunto2
Enem  questoes por assunto2Enem  questoes por assunto2
Enem questoes por assunto2
brandaobio
 
Apresentação+energias+renováveis
Apresentação+energias+renováveisApresentação+energias+renováveis
Apresentação+energias+renováveis
Weliton Araújo
 
20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)
03109100
 
Biocombustível
BiocombustívelBiocombustível
Biocombustível
Paloma Santos
 
Trabalho Bimestral
Trabalho BimestralTrabalho Bimestral
Trabalho Bimestral
MatheusNonaka
 

Semelhante a Matéria orgânica em decomposição - 10º A (20)

Gilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogasGilliane trabalho de ciencias biogas
Gilliane trabalho de ciencias biogas
 
Etanol Lignocelulósico
Etanol Lignocelulósico Etanol Lignocelulósico
Etanol Lignocelulósico
 
Aires Rudie
Aires RudieAires Rudie
Aires Rudie
 
BiocombustíVeis
BiocombustíVeisBiocombustíVeis
BiocombustíVeis
 
Geografiaaa
GeografiaaaGeografiaaa
Geografiaaa
 
Legislação ambiental
Legislação ambientalLegislação ambiental
Legislação ambiental
 
03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo
03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo
03 qs-3207 - biocombustível - o mito do combustível limpo
 
Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8
Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8
Trabalho sobre-biomassa-power-point-1209386643689282-8
 
Biomassa brasil
Biomassa brasilBiomassa brasil
Biomassa brasil
 
Energias renováveis
Energias renováveisEnergias renováveis
Energias renováveis
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM  - BiocombustíveisIntregração de conhecimentos para o ENEM  - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
 
Eficiência energética de biocombustíveis compressão de biogás
Eficiência energética de biocombustíveis compressão de biogásEficiência energética de biocombustíveis compressão de biogás
Eficiência energética de biocombustíveis compressão de biogás
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Rodrigo simoes city_
Rodrigo simoes city_Rodrigo simoes city_
Rodrigo simoes city_
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Mudanças Climáticas
 
Enem questoes por assunto2
Enem  questoes por assunto2Enem  questoes por assunto2
Enem questoes por assunto2
 
Apresentação+energias+renováveis
Apresentação+energias+renováveisApresentação+energias+renováveis
Apresentação+energias+renováveis
 
20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)20. instalação de biodigestores (1)
20. instalação de biodigestores (1)
 
Biocombustível
BiocombustívelBiocombustível
Biocombustível
 
Trabalho Bimestral
Trabalho BimestralTrabalho Bimestral
Trabalho Bimestral
 

Mais de Física Química A

Carvão - 10º E
Carvão - 10º ECarvão - 10º E
Carvão - 10º E
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º COndas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º C
Física Química A
 
Petróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º CPetróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º C
Física Química A
 
Carvão - 10º C
Carvão - 10º CCarvão - 10º C
Carvão - 10º C
Física Química A
 
Vento - 10º C
Vento - 10º CVento - 10º C
Vento - 10º C
Física Química A
 
Água - 10º C
Água - 10º CÁgua - 10º C
Água - 10º C
Física Química A
 
Vento - 10º B
Vento - 10º BVento - 10º B
Vento - 10º B
Física Química A
 
Urânio - 10º B
Urânio - 10º BUrânio - 10º B
Urânio - 10º B
Física Química A
 
Sol - 10º B
Sol - 10º BSol - 10º B
Sol - 10º B
Física Química A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º BPetróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º BOndas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º B
Física Química A
 
Carvão - 10º B
Carvão - 10º BCarvão - 10º B
Carvão - 10º B
Física Química A
 
Água - 10º B
Água - 10º BÁgua - 10º B
Água - 10º B
Física Química A
 
Urânio - 10º A
Urânio - 10º AUrânio - 10º A
Urânio - 10º A
Física Química A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º APetróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º AOndas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º A
Física Química A
 
Vento - 10º A
Vento - 10º AVento - 10º A
Vento - 10º A
Física Química A
 
Sol - 10º A
Sol - 10º ASol - 10º A
Sol - 10º A
Física Química A
 
Carvão - 10º A
Carvão - 10º ACarvão - 10º A
Carvão - 10º A
Física Química A
 
Água - 10º A
Água - 10º AÁgua - 10º A
Água - 10º A
Física Química A
 

Mais de Física Química A (20)

Carvão - 10º E
Carvão - 10º ECarvão - 10º E
Carvão - 10º E
 
Ondas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º COndas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º C
 
Petróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º CPetróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º C
 
Carvão - 10º C
Carvão - 10º CCarvão - 10º C
Carvão - 10º C
 
Vento - 10º C
Vento - 10º CVento - 10º C
Vento - 10º C
 
Água - 10º C
Água - 10º CÁgua - 10º C
Água - 10º C
 
Vento - 10º B
Vento - 10º BVento - 10º B
Vento - 10º B
 
Urânio - 10º B
Urânio - 10º BUrânio - 10º B
Urânio - 10º B
 
Sol - 10º B
Sol - 10º BSol - 10º B
Sol - 10º B
 
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º BPetróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º B
 
Ondas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º BOndas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º B
 
Carvão - 10º B
Carvão - 10º BCarvão - 10º B
Carvão - 10º B
 
Água - 10º B
Água - 10º BÁgua - 10º B
Água - 10º B
 
Urânio - 10º A
Urânio - 10º AUrânio - 10º A
Urânio - 10º A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º APetróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º A
 
Ondas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º AOndas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º A
 
Vento - 10º A
Vento - 10º AVento - 10º A
Vento - 10º A
 
Sol - 10º A
Sol - 10º ASol - 10º A
Sol - 10º A
 
Carvão - 10º A
Carvão - 10º ACarvão - 10º A
Carvão - 10º A
 
Água - 10º A
Água - 10º AÁgua - 10º A
Água - 10º A
 

Matéria orgânica em decomposição - 10º A

  • 1. Biomassa/BiogásTrabalho realizado por:David Ferreira Nº7 João Alves Nº10João Vilaça Nº12
  • 2. Introdução No mundo construído do Homem para o Homem, tudo se constrói em torno de uma das fontes de energia mais rentáveis, que são os combustíveis fósseis. Mas, como estas fontes são extremamente poluentes, e estão a por em causa a estabilidade nos ecossistemas, o Homem teve necessidade de criar alternativas, que não fossem tão poluentes, e que tivessem uma boa rentabilidade. Assim surgiram as energias renováveis, que nos últimos anos têm sofrido uma subida a nível de utilização. Uma destas energias renováveis designa-se por biomassa, um recurso inesgotável que tem sido alternativa, principalmente, ao petróleo e ao gás butano. E é sobre essa energia em especifico que iremos abordar neste trabalho, falando sobre as suas utilidades e quais as suas fontes.
  • 3. Vantagens e desvantagensVantagens:É Barata;È uma fonte de energia inesgotável;Ajuda a desenvolver regiões menos desenvolvidas economicamente, pois cria postos de trabalho entre outras coisas;E uma alternativa competitiva na utilização de combustíveis fosse.Desvantagens:Provoca poluição ambiental;É um grande perigo para a camada do ozono;São necessárias grandes áreas de terreno para produzir biomassa em quantidades rentáveis;Baixa rentabilidade;Altera os ecossistemas.
  • 4. Uso racional da energia Hoje em dia, com a tendência do uso de combustíveis e de outros produtos que poluem imenso, e que apesar da boa rentabilidade e vantagem económica para o produtor, é extremamente poluente. Por isso existe uma necessidade de criar alternativas, de igual rentabilidade e económicas para que a necessidade de consumir produtos com um impacto ambiental elevado, diminua. E actualmente existem já várias alternativas como as energias renováveis, que trazem muitas vantagens para o nosso mundo, e que cujas desvantagens são diminutas, e de impacto ambiental reduzido. Nós enquanto Homem responsável pelos nossos actos, devemos agir e criar construir opções para que a vida no mundo seja possível. Como tal existem várias medidas que tendem a ajudar à sustentabilidade do nosso planeta, como: Investir mais nas energias renováveis (construir zonas de produção de energia eólica, barragens, aproveitamento das forças de ondas e marés, utilização de combustíveis biodegradáveis, etc.); aplicar métodos para poupar água potável, de modo a poupar água uma vez que grande da água disponível no nosso planeta não é potável; aplicar a política dos três Rs (reduzir, reciclar e reutilizar), pois também é um método de reutilizar a energia
  • 5. Biomassa solidaTem como fonte os produtos e resíduos da agricultura, incluindo substâncias vegetais e animais, os resíduos da floresta, resíduos das indústrias conexas e a parte biodegradável dos resíduos industriais e urbanos. Grande parte da biomassa sólida tem origem em resíduos feitos de madeira. Muitos são obtidos nas operações de retirada de lenha das florestas ou de processos da indústria madeira. Na desflorestação, para além dos troncos das árvores utilizados na indústria do mobiliário e construção, são recolhidos resíduos de madeira de menor qualidade. Em muitos locais, outros produtos, como a palha ou o feno são utilizados para na produção de energia, a partir da biomassa. Os resíduos de pós-colheita estão usualmente disponíveis a nível local e em grandes quantidades.
  • 6. Biomassa liquidaTendo em conta que as emissões de CO2 dos biocombustíveis líquidos são neutras para o aumento do efeito de estufa, a utilização de biocombustíveis tem um menor impacto ambiental em comparação com os combustíveis fósseis. Mas como tem menores níveis de produtividade na sua produção e eficiência na combustão e/ou a utilização de espécies para fins de alimentação origina alguns problemas, principalmente nos biocombustíveis da chamada primeira geração, ou seja, da 1ª colheita de resíduos. Os biocombustíveis de primeira geração tem origem nas matérias vegetais produzidas pela agricultura, como a beterraba, o trigo, o milho, o girassol e a cana-de-açúcar, que entram em concorrência com culturas alimentícias. O biocombustíveis de segunda geração (fabricados a partir dos 1os) tem origem na celulose e noutras fibras vegetais presentes na madeira ou nas partes não comestíveis dos vegetais. Os principais biocombustíveis líquidos são: Biodiesel, Etanol, ETBE (derivado do etanol), Metanol (derivado do biometanol).
  • 7. Biogás Os biocombustíveis gasosos são originados nos efluentes agro-pecuários, da agro-indústria e urbanos (lamas das estações de tratamento dos efluentes domésticos) e ainda nos aterros de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos). Estes têm resultado na degradação biológica anaeróbia da matéria orgânica contida nos resíduos anteriormente referidos, sendo constituído essencialmente por Metano (CH4). Podendo também ser obtidos pela conversão termoquímica da biomassa sólida em processos de gaseificação.Biogás por fermentação O biogás pode ser pela fermentação da biomassa animal e vegetal, sem a acção do oxigénio. Neste caso, uma simbiose de grupos de bactérias realiza a decomposição química dos compostos de Carbono (C), em produtos finais gasosos: Metano (CH4) em percentagens que variam entre os 50% e os 70% sendo o restante essencialmente Dióxido de Carbono (CO2) e pequenas quantidades de outros gases como o Nitrogénio (N), sulfureto de hidrogénio (H2S) e o hidrogénio (H). Na prática, esta situação acontece, por exemplo, em aterros ou ETARs. Biogás por gaseificação A conversão termoquímica da biomassa sólida em gases combustíveis tem lugar durante a gaseificação ou durante a combustão lenta, com pouco oxigénio. Das cadeias de carbono na biomassa originam-se os gases combustíveis, monóxido de carbono (CO), hidrogénio (H2) e, em pequenas quantidades, o metano (CH4).
  • 8. Conclusão Como já foi possível mostrar, existem várias maneiras de preservar o nosso planeta, e garantir a vida futura. E existe cada vez mais necessidade de agir, e uma das hipóteses é a utilização de energias renováveis, entre elas a biomassa, que já é utilizada em vários sítios e em maior quantidade no nosso planeta.