SlideShare uma empresa Scribd logo
Aula 6
Com as expedições ouve a descoberta dos minerais
preciosos.
Primeiramente em minas gerais.
Provoca a corrida do ouro para o brasil.
Os europeus vende tudo que tem para dedicar a
exploração de ouro.
Entres ele e o fluxo de portugueses tão grande que
provoca um confronto no brasil conhecida guerra dos
emboabas.
Guerra dos emboabas
(1706-1709)
Provocado pela vinda de forasteiros para o
brasil. Forasteiros chamados de emboaba.
Causa luta entre forasteiro e colonos
bandeirantes.
Temos dois confrontos:
Rio das mortes e o capão da traição.
Rio das mortes vários colonos cercaram os
forasteiros e falaram, entregue suas armas e a
vida de vocês cera poupada. Mesmo assim são
mortos.
Capão da traição: vários colonos foram
cercados e disseram entregue sua arma e avida
de vocês será poupada.
Temos uma consequência com essas guerras;
Separação das capitanias da minas gerais em
relação a capitania de são Paulo.
Pois minas gerais passa a ter uma
administração independente, após a guerra
dos emboabas.
Começa a montagem de todo um sistema de
administração, para poder arrecadar esse ouro
e mandar para Portugal.
A mineração e a administração metropolitana.
Cria a intendência das minas:
Responsável pela demarcação das arias
mineradoras, dividir em lotes e distribuir para
os interessados.
Casas de fundição:1710
Transformava ouro em barras de ouro.
Lei da época um quinto 1/5 do urro encontrado
erra mandado para Portugal, 20% do oro.
Em 1750, o quinto foi substituído pelas 100
arrobas por ano;
Devido ao contrabando, burlando o fisco.
Feito através de suborno das autoridades e
escondendo o ouro de santos de madeiras os
santos de pau-oco.
Cada arroba equivale a 15 kl
100x15 ou seja uma tonelada de ouro
anualmente.
Com o tempo a escassez do ouro os colonos
não conseguiram recolher essa quantidade de
ouro.
Portugal começou a ameaçar o brasil através
da chamada derrama. A desapropriação dos
bens para saudar as dividas atrasadas.
A ameaça da derrama no século 18 foi motivo
um dos motivos para o inicio da confidencia
mineira.
Essa reforma administrativa do arroba foi feita
através de um ministro chamado o marques de
pombal.
Período chamado administração pombalina.
Essa administração sugava toda reserva
euzauri as reservas de ouro na região:
Sudeste, minas gerais, na região de gois ,
Tocantins e partes do mato grosso.
Nesse contexto aconteceu uma revolta:
Contra o quinto.
Revolta do Felipe dos santos:
Se rebelou contra as casas de fundições e por
outras questões.
A revolta de Felipe dos santos a revolta de
vila rica. Em 1720
Revolta pela cobrança do quinto; não que as
casas de fundições.
Redução de imposto, fim da obrigatoriedade
das casas de fundições e o fim do monopólio
sobre aguardente, sal(vendido a preço de ouro
para minas), fumo e carne;
Condenação e execução de Felipe dos santos;
Na época pombal fez algumas alterações
Permitindo que no brasil fosse produzidos
Os tecidos de fazendas grossas de fazendas
rusticas que eram utilizados parra vestir
escravos ou fazer sacos de alimentos.
Diamantes: arraial do tijuco
Descoberta de diamante em 1729
Demarcação do distrito: envies de cobra o 5, e
feito a demarcação do distrito e uma pessoa
paga pro rei fazendo um contrato de
exploração.
Criação do sistema contratual;
Surgindo o contratador que paga uma taxa fixa
e ganha o direito de explorar a região
O mais famoso João Fernandes: romance com
chica da silva.
Mudanças provocadas pela mineração no brasil
Surgimento de um novo eixo econômico;
Toda economia estava focalizada no nordeste,
a partir da descoberta do ouro e do diamante
Um novo eixo econômico surgiu o centro sul.
Depois que a economia inverteu para o
centro-sul depois da mineração, toda politica
investiu no centro sul.
Que criou uma grande diferença regional entre
o nordeste e o centro sul.
Transferência da capital do brasil;
De salvador e passa a ser a cidade do rio de
janeiro.
Surgimento de uma sociedade urbana e
diversificada;
Cidade de ouro preto
Diversificada: possui diversos estratos sociais,
segmentos sócias e diversas provisões. Surge a
primeira cidade século 18.
Diferente da sociedade nordestina que erra de
senhores e escravos.
Destino do ouro do brasil
Cofre da Inglaterra .tratado de methuen;
.dependência da Inglaterra fez com que
Portugal indiretamente patrocinaria a
revolução industrial.
Boa parte dessa dependência portuguesa
Foi por causa do tratado de methuen
Que os vinhos portugueses eram vendidos
mais baratos na Inglaterra e os tecidos ingleses
eram vendidos mais baratos em Portugal e no
brasil.
A dependência de Portugal que compra mais
vinhos que tecidos. Financiando indiretamente
a revolução industrial.
Aula 6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revolta de Felipe dos Santos
Revolta de Felipe dos SantosRevolta de Felipe dos Santos
Revolta de Felipe dos Santos
poxalivs
 
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
marlete andrade
 
Ciclo do Ouro
Ciclo do OuroCiclo do Ouro
Ciclo do Ouro
raphacorrea
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
Talita Barreto
 
Brasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filéBrasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filé
mundica broda
 
Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)
Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)
Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)
isameucci
 
História do brasil
História do brasilHistória do brasil
História do brasil
Jeesiel Temóteo
 
Ouro em minas gerais
Ouro em minas geraisOuro em minas gerais
Ouro em minas gerais
Marcia Dias da Silva
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
Rafael Vasco
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
Rafael Vasco
 
Aula 13 - Mineração no Brasil
Aula 13 - Mineração no BrasilAula 13 - Mineração no Brasil
Aula 13 - Mineração no Brasil
Natalia Gruber
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
raqueel_costa
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
Marilia Pimentel
 
Economia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIIIEconomia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIII
Lú Carvalho
 
Sociedade Mineradora
Sociedade MineradoraSociedade Mineradora
Sociedade Mineradora
jessycalafaiete
 
A descoberta de ouro
A descoberta de ouroA descoberta de ouro
A descoberta de ouro
Carol Pereira
 
5.ciclo do ouro no brasil
5.ciclo do ouro no brasil5.ciclo do ouro no brasil
5.ciclo do ouro no brasil
valdeck1
 
A exploração do ouro
A exploração do ouroA exploração do ouro
A exploração do ouro
Francisco Ribeiro
 
Do bandeirantismo à exploração aurífera.
Do bandeirantismo à exploração aurífera.Do bandeirantismo à exploração aurífera.
Do bandeirantismo à exploração aurífera.
Privada
 

Mais procurados (20)

Revolta de Felipe dos Santos
Revolta de Felipe dos SantosRevolta de Felipe dos Santos
Revolta de Felipe dos Santos
 
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
 
Ciclo do Ouro
Ciclo do OuroCiclo do Ouro
Ciclo do Ouro
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
 
Brasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filéBrasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filé
 
Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)
Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)
Brasil Colônia - Séc. XVIII (Ciclo do Ouro)
 
História do brasil
História do brasilHistória do brasil
História do brasil
 
Ouro em minas gerais
Ouro em minas geraisOuro em minas gerais
Ouro em minas gerais
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
Aula 13 - Mineração no Brasil
Aula 13 - Mineração no BrasilAula 13 - Mineração no Brasil
Aula 13 - Mineração no Brasil
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
 
Economia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIIIEconomia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIII
 
Sociedade Mineradora
Sociedade MineradoraSociedade Mineradora
Sociedade Mineradora
 
A descoberta de ouro
A descoberta de ouroA descoberta de ouro
A descoberta de ouro
 
5.ciclo do ouro no brasil
5.ciclo do ouro no brasil5.ciclo do ouro no brasil
5.ciclo do ouro no brasil
 
A exploração do ouro
A exploração do ouroA exploração do ouro
A exploração do ouro
 
Do bandeirantismo à exploração aurífera.
Do bandeirantismo à exploração aurífera.Do bandeirantismo à exploração aurífera.
Do bandeirantismo à exploração aurífera.
 

Semelhante a Aula 6

ciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdfciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdf
DenisBrito16
 
Sociedade mineradora (1).pptx
Sociedade mineradora (1).pptxSociedade mineradora (1).pptx
Sociedade mineradora (1).pptx
YasmimRaissa
 
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino FundamentalA Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
Alinnie Moreira
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
Jerry Guimarães
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
Tonya H Buckholz
 
G2 – o ciclo do ouro final
G2 – o ciclo do ouro finalG2 – o ciclo do ouro final
G2 – o ciclo do ouro final
Rafael Vasco
 
A economia do brasil colonial
A economia do brasil colonialA economia do brasil colonial
A economia do brasil colonial
Nelia Salles Nantes
 
22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...
22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...
22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...
Franciele Marques
 
Mineração 8º ano
Mineração 8º anoMineração 8º ano
Mineração 8º ano
Cristine Becker
 
Mineração no Brasil Colonial.pptx
Mineração no Brasil Colonial.pptxMineração no Brasil Colonial.pptx
Mineração no Brasil Colonial.pptx
GabrielDominguesRoch
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
Lucas Reis
 
Mineracao no brasil
Mineracao no brasilMineracao no brasil
Mineracao no brasil
Loredana Ruffo
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
Deusirene Aparecida
 
Mineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema ColonialMineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema Colonial
João Medeiros
 
Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)
Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)
Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)
isameucci
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
ariirodriguees
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
arirodriguess
 
001 2º ano história rafael - américa portuguesa até mineração 2015
001  2º ano  história   rafael  - américa portuguesa até mineração 2015001  2º ano  história   rafael  - américa portuguesa até mineração 2015
001 2º ano história rafael - américa portuguesa até mineração 2015
Rafael Noronha
 
A economia do brasil colonial
A economia do brasil colonialA economia do brasil colonial
A economia do brasil colonial
historiando
 
Historia cn2
Historia cn2Historia cn2
Historia cn2
2marrow
 

Semelhante a Aula 6 (20)

ciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdfciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdf
 
Sociedade mineradora (1).pptx
Sociedade mineradora (1).pptxSociedade mineradora (1).pptx
Sociedade mineradora (1).pptx
 
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino FundamentalA Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
G2 – o ciclo do ouro final
G2 – o ciclo do ouro finalG2 – o ciclo do ouro final
G2 – o ciclo do ouro final
 
A economia do brasil colonial
A economia do brasil colonialA economia do brasil colonial
A economia do brasil colonial
 
22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...
22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...
22024408 historia-brasil-colonia-mineracao-resumo-questoes-gabarito-prof-marc...
 
Mineração 8º ano
Mineração 8º anoMineração 8º ano
Mineração 8º ano
 
Mineração no Brasil Colonial.pptx
Mineração no Brasil Colonial.pptxMineração no Brasil Colonial.pptx
Mineração no Brasil Colonial.pptx
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
Mineracao no brasil
Mineracao no brasilMineracao no brasil
Mineracao no brasil
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
Mineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema ColonialMineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema Colonial
 
Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)
Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)
Apogeu de desagregação do sistema colonial (Mineração)
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
 
001 2º ano história rafael - américa portuguesa até mineração 2015
001  2º ano  história   rafael  - américa portuguesa até mineração 2015001  2º ano  história   rafael  - américa portuguesa até mineração 2015
001 2º ano história rafael - américa portuguesa até mineração 2015
 
A economia do brasil colonial
A economia do brasil colonialA economia do brasil colonial
A economia do brasil colonial
 
Historia cn2
Historia cn2Historia cn2
Historia cn2
 

Aula 6

  • 1. Aula 6 Com as expedições ouve a descoberta dos minerais preciosos. Primeiramente em minas gerais. Provoca a corrida do ouro para o brasil. Os europeus vende tudo que tem para dedicar a exploração de ouro. Entres ele e o fluxo de portugueses tão grande que provoca um confronto no brasil conhecida guerra dos emboabas. Guerra dos emboabas (1706-1709) Provocado pela vinda de forasteiros para o brasil. Forasteiros chamados de emboaba. Causa luta entre forasteiro e colonos bandeirantes. Temos dois confrontos:
  • 2. Rio das mortes e o capão da traição. Rio das mortes vários colonos cercaram os forasteiros e falaram, entregue suas armas e a vida de vocês cera poupada. Mesmo assim são mortos. Capão da traição: vários colonos foram cercados e disseram entregue sua arma e avida de vocês será poupada. Temos uma consequência com essas guerras; Separação das capitanias da minas gerais em relação a capitania de são Paulo. Pois minas gerais passa a ter uma administração independente, após a guerra dos emboabas.
  • 3. Começa a montagem de todo um sistema de administração, para poder arrecadar esse ouro e mandar para Portugal. A mineração e a administração metropolitana. Cria a intendência das minas: Responsável pela demarcação das arias mineradoras, dividir em lotes e distribuir para os interessados. Casas de fundição:1710 Transformava ouro em barras de ouro. Lei da época um quinto 1/5 do urro encontrado erra mandado para Portugal, 20% do oro. Em 1750, o quinto foi substituído pelas 100 arrobas por ano; Devido ao contrabando, burlando o fisco.
  • 4. Feito através de suborno das autoridades e escondendo o ouro de santos de madeiras os santos de pau-oco. Cada arroba equivale a 15 kl 100x15 ou seja uma tonelada de ouro anualmente. Com o tempo a escassez do ouro os colonos não conseguiram recolher essa quantidade de ouro. Portugal começou a ameaçar o brasil através da chamada derrama. A desapropriação dos bens para saudar as dividas atrasadas. A ameaça da derrama no século 18 foi motivo um dos motivos para o inicio da confidencia mineira.
  • 5. Essa reforma administrativa do arroba foi feita através de um ministro chamado o marques de pombal. Período chamado administração pombalina. Essa administração sugava toda reserva euzauri as reservas de ouro na região: Sudeste, minas gerais, na região de gois , Tocantins e partes do mato grosso. Nesse contexto aconteceu uma revolta: Contra o quinto. Revolta do Felipe dos santos: Se rebelou contra as casas de fundições e por outras questões. A revolta de Felipe dos santos a revolta de vila rica. Em 1720
  • 6. Revolta pela cobrança do quinto; não que as casas de fundições. Redução de imposto, fim da obrigatoriedade das casas de fundições e o fim do monopólio sobre aguardente, sal(vendido a preço de ouro para minas), fumo e carne; Condenação e execução de Felipe dos santos; Na época pombal fez algumas alterações Permitindo que no brasil fosse produzidos Os tecidos de fazendas grossas de fazendas rusticas que eram utilizados parra vestir escravos ou fazer sacos de alimentos. Diamantes: arraial do tijuco Descoberta de diamante em 1729
  • 7. Demarcação do distrito: envies de cobra o 5, e feito a demarcação do distrito e uma pessoa paga pro rei fazendo um contrato de exploração. Criação do sistema contratual; Surgindo o contratador que paga uma taxa fixa e ganha o direito de explorar a região O mais famoso João Fernandes: romance com chica da silva. Mudanças provocadas pela mineração no brasil Surgimento de um novo eixo econômico; Toda economia estava focalizada no nordeste, a partir da descoberta do ouro e do diamante Um novo eixo econômico surgiu o centro sul.
  • 8. Depois que a economia inverteu para o centro-sul depois da mineração, toda politica investiu no centro sul. Que criou uma grande diferença regional entre o nordeste e o centro sul. Transferência da capital do brasil; De salvador e passa a ser a cidade do rio de janeiro. Surgimento de uma sociedade urbana e diversificada; Cidade de ouro preto Diversificada: possui diversos estratos sociais, segmentos sócias e diversas provisões. Surge a primeira cidade século 18. Diferente da sociedade nordestina que erra de senhores e escravos.
  • 9. Destino do ouro do brasil Cofre da Inglaterra .tratado de methuen; .dependência da Inglaterra fez com que Portugal indiretamente patrocinaria a revolução industrial. Boa parte dessa dependência portuguesa Foi por causa do tratado de methuen Que os vinhos portugueses eram vendidos mais baratos na Inglaterra e os tecidos ingleses eram vendidos mais baratos em Portugal e no brasil. A dependência de Portugal que compra mais vinhos que tecidos. Financiando indiretamente a revolução industrial.