SlideShare uma empresa Scribd logo
HISTÓRIA PROFESSOR: VITOR FERREIRA AS CULTURAS INDÍGENAS AMERICANAS
1. O autor agrupa as diferentes nações indígenas da América em dois grandes grupos.
a) Que grupos são esses?
b) Que populações nativas fazem parte de cada grupo?
2. Existia (e existe) uma divisão sexual do trabalho nas sociedades de caçadores, coletores e agricultores. Explique essa
afirmação.
3. O texto a seguir é do arqueólogo Noberto Guarinello e fala sobre os primeiros habitantes das terras onde hoje é o Brasil. Leia-
o com atenção e depois responda às perguntas.
“Na verdade, sabemos muito pouco sobre esses desbravadores. Viviam preferencialmente em cavernas, que talvez já
decorassem com pinturas, e faziam instrumentos empregando bloco de pedras, que iam lascando até tomarem a forma de
machados. O fogo era muito importante para esses primeiros habitantes, e em suas habitações sempre encontramos grandes
fogueiras, que serviam para protegê-los do frio, para afastar os animais selvagens, para assar a carne da caça, também, para
fabricar instrumentos. Algumas pedras grandes e duras, por exemplo, eram quebradas no fogo, antes de serem transformadas
em instrumentos.”
(GUARINELLO, Noberto Luiz. Os primeiros habitantes do Brasil. São Paulo: Atual, 1994)
a) Que utilidades o fogo tinha para eles?
b) Eles viviam de modo semelhante aos seres humanos do Paleolítico ou do Neolítico?
4. “O mundo natural é o concreto, que tocamos, sentimos no qual vivemos. O mundo social é resultado da nossa vida em grupo
e em determinado meio ambiente. O mundo sobrenatural é o das religiões, da magia, aos quais os homens só tem acesso
parcial, por meio de determinados ritos e cerimônias. Ele é mais ou menos importante, dependendo da sociedade. Numa
sociedade como a nossa, na qual quase tudo é explicado pela ciência, e pelo pensamento lógico e racional, o espaço do
sobrenatural é bastante limitado”. (Laura de Melo e Souza)
a) Em que acreditavam os tupis-guaranis?
b) Em sua opinião, temos as mesmas crenças?
5. Relato antropofágico:
“Voltando da guerra, trouxeram prisioneiros. Levaram-nos para sua cabana: mas a muitos feridos desembarcaram e os mataram
logo, cortaram-nos em pedaços e assaram a carne. Um era português. O outro se chamava Hyeronimus; este foi assado de noite.
No dia seguinte – às ave-maria a julgar pelo sol – avistamos suas habitações. Tínhamos levado três dias de caminho e percorrido
de Bertioga onde eu tinha sido aprisionado, trinta milhas. Quando nos aproximamos, vimos uma pequena aldeia de sete choças.
Chamavam-na Ubatuba. Dirigimo-nos para uma praia, aberto ao mar. Bem perto trabalhavam as mulheres numa cultura de
plantas de raízes, que eles chamam mandioca. Estavam aí uma delas, que arrancava, raízes, e tive que lhes gritar em sua língua:
‘Aju ne xê peê remiurama’, isto é: ‘Estou chegando eu, vossa comida’ (Hans Staden-Duas viagens ao Brasil)
a) a partir da leitura desse texto e do texto das páginas 20 e 21, responda a questão 1 e 2.
ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR GABRIEL DE ALMEIDA CAFÉ
ALUNO (A):_________________________________________________________________________________________________
SÉRIE: 2º ANO TURMA:_____________ TURNO:____________ DATA:____/____/____

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a As culturas indígenas da america

Indígenas na américa
Indígenas na américaIndígenas na américa
Indígenas na américa
harlissoncarvalho
 
Slides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianasSlides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianas
RomarioRafael
 
O impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américaO impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américa
Carlos Teles de Menezes Junior
 
América
AméricaAmérica
América
RODRIGO Cicéro
 
História.docx
História.docxHistória.docx
História.docx
ElmaraArajo1
 
Serrano miguel nacional socialismo
Serrano miguel   nacional socialismoSerrano miguel   nacional socialismo
Serrano miguel nacional socialismo
Alma Heil 916 NOS
 
Jb news informativo nr. 0131
Jb news   informativo nr. 0131Jb news   informativo nr. 0131
Jb news informativo nr. 0131
JB News
 
A pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordesteA pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordeste
Andre Lucas
 
Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.
Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.
Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.
Lauri Rene Reis Filho
 
Botocudos
BotocudosBotocudos
Povos indígenas
Povos indígenasPovos indígenas
Povos indígenas
Nael.Passos
 
Brasil: Índios 2020
Brasil: Índios 2020Brasil: Índios 2020
XIII congresso estadual de ensino religioso
XIII congresso estadual de ensino religiosoXIII congresso estadual de ensino religioso
XIII congresso estadual de ensino religioso
Pedro Moraes
 
A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdf
A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdfA escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdf
A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdf
GabrielaDuarte699486
 
Semana básica
Semana básicaSemana básica
Semana básica
Lú Carvalho
 
HISTORIA-PRE-HISTORIA.pdf
HISTORIA-PRE-HISTORIA.pdfHISTORIA-PRE-HISTORIA.pdf
HISTORIA-PRE-HISTORIA.pdf
ElisabethAndrade7
 
Tl n7 a luta dos povos da floresta (chico mendes)
Tl n7   a luta dos povos da floresta (chico mendes)Tl n7   a luta dos povos da floresta (chico mendes)
Tl n7 a luta dos povos da floresta (chico mendes)
eduardo carneiro
 
Indios do brasil
Indios do brasilIndios do brasil
Indios do brasil
nefthales
 
Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)
Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)
Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)
Sâmia De Freitas Lima
 
América demoníaca
América demoníacaAmérica demoníaca
América demoníaca
atadeu2012
 

Semelhante a As culturas indígenas da america (20)

Indígenas na américa
Indígenas na américaIndígenas na américa
Indígenas na américa
 
Slides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianasSlides aulas civilizações pre colombianas
Slides aulas civilizações pre colombianas
 
O impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américaO impacto da conquista da américa
O impacto da conquista da américa
 
América
AméricaAmérica
América
 
História.docx
História.docxHistória.docx
História.docx
 
Serrano miguel nacional socialismo
Serrano miguel   nacional socialismoSerrano miguel   nacional socialismo
Serrano miguel nacional socialismo
 
Jb news informativo nr. 0131
Jb news   informativo nr. 0131Jb news   informativo nr. 0131
Jb news informativo nr. 0131
 
A pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordesteA pré história do Brasil e do nordeste
A pré história do Brasil e do nordeste
 
Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.
Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.
Ra ef-hi-01População mineira e brasileira: várias origens, várias histórias.
 
Botocudos
BotocudosBotocudos
Botocudos
 
Povos indígenas
Povos indígenasPovos indígenas
Povos indígenas
 
Brasil: Índios 2020
Brasil: Índios 2020Brasil: Índios 2020
Brasil: Índios 2020
 
XIII congresso estadual de ensino religioso
XIII congresso estadual de ensino religiosoXIII congresso estadual de ensino religioso
XIII congresso estadual de ensino religioso
 
A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdf
A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdfA escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdf
A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América.pdf
 
Semana básica
Semana básicaSemana básica
Semana básica
 
HISTORIA-PRE-HISTORIA.pdf
HISTORIA-PRE-HISTORIA.pdfHISTORIA-PRE-HISTORIA.pdf
HISTORIA-PRE-HISTORIA.pdf
 
Tl n7 a luta dos povos da floresta (chico mendes)
Tl n7   a luta dos povos da floresta (chico mendes)Tl n7   a luta dos povos da floresta (chico mendes)
Tl n7 a luta dos povos da floresta (chico mendes)
 
Indios do brasil
Indios do brasilIndios do brasil
Indios do brasil
 
Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)
Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)
Cap 5 a pré- história brasileira(6º ano)
 
América demoníaca
América demoníacaAmérica demoníaca
América demoníaca
 

Mais de Vitor Ferreira

O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)
Vitor Ferreira
 
O congresso de viena
O congresso de vienaO congresso de viena
O congresso de viena
Vitor Ferreira
 
O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)
Vitor Ferreira
 
Conjurações coloniais
Conjurações coloniaisConjurações coloniais
Conjurações coloniais
Vitor Ferreira
 
O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)
Vitor Ferreira
 
A revolução francesa (1789)
A revolução francesa (1789)A revolução francesa (1789)
A revolução francesa (1789)
Vitor Ferreira
 
A expansão territorial na américa portuguesa
A expansão territorial na américa portuguesaA expansão territorial na américa portuguesa
A expansão territorial na américa portuguesa
Vitor Ferreira
 
Capítulo 6 a economia na américa portuguesa
Capítulo 6 a economia na américa portuguesaCapítulo 6 a economia na américa portuguesa
Capítulo 6 a economia na américa portuguesa
Vitor Ferreira
 
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América PortuguesaCapítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Vitor Ferreira
 
Quarto capítulo colonização da américa inglesa e francesa
Quarto capítulo colonização da américa inglesa e francesaQuarto capítulo colonização da américa inglesa e francesa
Quarto capítulo colonização da américa inglesa e francesa
Vitor Ferreira
 
3 capitulo a colonização espanhola na américa
3 capitulo a colonização espanhola na américa3 capitulo a colonização espanhola na américa
3 capitulo a colonização espanhola na américa
Vitor Ferreira
 
Segunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antigaSegunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antiga
Vitor Ferreira
 
Segunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antigaSegunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antiga
Vitor Ferreira
 
Primeira aula 1 ano 2014
Primeira aula 1 ano 2014Primeira aula 1 ano 2014
Primeira aula 1 ano 2014
Vitor Ferreira
 
Primeira aula 2 ano cca 2014
Primeira aula 2 ano cca 2014Primeira aula 2 ano cca 2014
Primeira aula 2 ano cca 2014
Vitor Ferreira
 

Mais de Vitor Ferreira (15)

O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)
 
O congresso de viena
O congresso de vienaO congresso de viena
O congresso de viena
 
O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)O processo de independência (1808 1822)
O processo de independência (1808 1822)
 
Conjurações coloniais
Conjurações coloniaisConjurações coloniais
Conjurações coloniais
 
O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)O período napoleônico (1799 1815)
O período napoleônico (1799 1815)
 
A revolução francesa (1789)
A revolução francesa (1789)A revolução francesa (1789)
A revolução francesa (1789)
 
A expansão territorial na américa portuguesa
A expansão territorial na américa portuguesaA expansão territorial na américa portuguesa
A expansão territorial na américa portuguesa
 
Capítulo 6 a economia na américa portuguesa
Capítulo 6 a economia na américa portuguesaCapítulo 6 a economia na américa portuguesa
Capítulo 6 a economia na américa portuguesa
 
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América PortuguesaCapítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
 
Quarto capítulo colonização da américa inglesa e francesa
Quarto capítulo colonização da américa inglesa e francesaQuarto capítulo colonização da américa inglesa e francesa
Quarto capítulo colonização da américa inglesa e francesa
 
3 capitulo a colonização espanhola na américa
3 capitulo a colonização espanhola na américa3 capitulo a colonização espanhola na américa
3 capitulo a colonização espanhola na américa
 
Segunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antigaSegunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antiga
 
Segunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antigaSegunda aula 2104 a grécia antiga
Segunda aula 2104 a grécia antiga
 
Primeira aula 1 ano 2014
Primeira aula 1 ano 2014Primeira aula 1 ano 2014
Primeira aula 1 ano 2014
 
Primeira aula 2 ano cca 2014
Primeira aula 2 ano cca 2014Primeira aula 2 ano cca 2014
Primeira aula 2 ano cca 2014
 

As culturas indígenas da america

  • 1. HISTÓRIA PROFESSOR: VITOR FERREIRA AS CULTURAS INDÍGENAS AMERICANAS 1. O autor agrupa as diferentes nações indígenas da América em dois grandes grupos. a) Que grupos são esses? b) Que populações nativas fazem parte de cada grupo? 2. Existia (e existe) uma divisão sexual do trabalho nas sociedades de caçadores, coletores e agricultores. Explique essa afirmação. 3. O texto a seguir é do arqueólogo Noberto Guarinello e fala sobre os primeiros habitantes das terras onde hoje é o Brasil. Leia- o com atenção e depois responda às perguntas. “Na verdade, sabemos muito pouco sobre esses desbravadores. Viviam preferencialmente em cavernas, que talvez já decorassem com pinturas, e faziam instrumentos empregando bloco de pedras, que iam lascando até tomarem a forma de machados. O fogo era muito importante para esses primeiros habitantes, e em suas habitações sempre encontramos grandes fogueiras, que serviam para protegê-los do frio, para afastar os animais selvagens, para assar a carne da caça, também, para fabricar instrumentos. Algumas pedras grandes e duras, por exemplo, eram quebradas no fogo, antes de serem transformadas em instrumentos.” (GUARINELLO, Noberto Luiz. Os primeiros habitantes do Brasil. São Paulo: Atual, 1994) a) Que utilidades o fogo tinha para eles? b) Eles viviam de modo semelhante aos seres humanos do Paleolítico ou do Neolítico? 4. “O mundo natural é o concreto, que tocamos, sentimos no qual vivemos. O mundo social é resultado da nossa vida em grupo e em determinado meio ambiente. O mundo sobrenatural é o das religiões, da magia, aos quais os homens só tem acesso parcial, por meio de determinados ritos e cerimônias. Ele é mais ou menos importante, dependendo da sociedade. Numa sociedade como a nossa, na qual quase tudo é explicado pela ciência, e pelo pensamento lógico e racional, o espaço do sobrenatural é bastante limitado”. (Laura de Melo e Souza) a) Em que acreditavam os tupis-guaranis? b) Em sua opinião, temos as mesmas crenças? 5. Relato antropofágico: “Voltando da guerra, trouxeram prisioneiros. Levaram-nos para sua cabana: mas a muitos feridos desembarcaram e os mataram logo, cortaram-nos em pedaços e assaram a carne. Um era português. O outro se chamava Hyeronimus; este foi assado de noite. No dia seguinte – às ave-maria a julgar pelo sol – avistamos suas habitações. Tínhamos levado três dias de caminho e percorrido de Bertioga onde eu tinha sido aprisionado, trinta milhas. Quando nos aproximamos, vimos uma pequena aldeia de sete choças. Chamavam-na Ubatuba. Dirigimo-nos para uma praia, aberto ao mar. Bem perto trabalhavam as mulheres numa cultura de plantas de raízes, que eles chamam mandioca. Estavam aí uma delas, que arrancava, raízes, e tive que lhes gritar em sua língua: ‘Aju ne xê peê remiurama’, isto é: ‘Estou chegando eu, vossa comida’ (Hans Staden-Duas viagens ao Brasil) a) a partir da leitura desse texto e do texto das páginas 20 e 21, responda a questão 1 e 2. ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR GABRIEL DE ALMEIDA CAFÉ ALUNO (A):_________________________________________________________________________________________________ SÉRIE: 2º ANO TURMA:_____________ TURNO:____________ DATA:____/____/____