SlideShare uma empresa Scribd logo
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
ACÇÃO
ACÇÃO PRINCIPAL
Viagem de ida e volta do Cavaleiro desde a Dinamarca até à
Palestina e vice-versa
ACÇÕES SECUNDÁRIAS

História 1

História 2

História 3

Vanina e
Guidobaldo

Giotto e
Cimabué

Dante e
Beatriz

História 4
Das
expedições
portuguesas

N.B. As histórias 1, 2, 3 e 4 quanto ao modo de organização acção são
narrativas de encaixe.
Classifica cada uma das acções quanto à delimitação da acção:
História do Cavaleiro – narrativa aberta
História de Vanina e Guidobaldo – Narrativa aberta
História de Giotto e Cimabué – Narrativa aberta
História de Dante e Beatriz Narrativa aberta
História das expedições portuguesas Narrativa aberta
Viagem de ida

TEMPO
Dinamarca
Floresta
Casa
Sala

Dinamarca
Partida para
a Palestina

Palestina
Jerusalém

(Cidade com
porto de mar)

ESPAÇO
Noite de
Natal

Primavera
(Março?)

Muito antes
do Natal
Viagem de regresso

Jerusalém

Jafa

Veneza
Ravena

Casa
Mercador
História
Hist. 1
1

Fins de
Fevereiro

Bruges
Alpes

Meados
de
Março

Flandres

Março

Bolonha

Florença
Banqueiro
Averardo um
mês

Hist. 2 e 3

Fins Abril

Antuérpia
Casa Negociante
Flamengo

Ferrara

Floresta

Maio

Aldeia
Lenhadores

Convento
de Frades
A pouca

distância de
Génova
5 semanas
doente

Verão

Casa

Hist. 4
Inverno

Novembro

Antevéspera
Natal

Génova

24
Dezembro

Fins de
Setembro
PERSONAGENS DA ACÇÃO PRINCIPAL
Dinamarca

Cavaleiro
Família (Mulher / Filhos…..)
Criados
Amigos
Servos da Floresta
Lenhadores
Veneza
Mercador
Florença
Banqueiro
Intelectuais
Filippo
Convento
Clero (Frades)
Antuérpia
Negociante
Capitão
Retrato Físico e Psicológico
Personagens

Cavaleiro

Retrato
Físico

Retrato Psicológico

Vou em peregrinação à Terra Santa - p. 1 1
Também quero rezar ali - p. 11
Rezarei pela paz e alegria no mundo - p. 13
Pediu para ser um homem capaz de amar os outros - p. 14
Nunca o Cavaleiro tinha reparado que pudesse
existir no mundo tanta riqueza e tanta beleza - p.18
Tenho de partir. Prometi à minha mulher, aos meus filhos,
aos meus parentes, aos meus criados - p.27
0 espanto do cavaleiro cresceu.
Na sua terra os trovadores e os viajantes .... ali em
Florença falavam matemática..... - p.30
Quem é Giotto? - p.31
Quem é Cimabué?
_
Vê-se que conheces mais o mundo novo. - p.31 )
0 Cavaleiro espanta-se com o paladar da comida -p.47
A alegria de estar perto dos seus - p.61
Caminhava ao acaso, levado por pura esperança -p.69
Deus seja bendito - p. 70
Retrato Físico

Retrato Psicológico

Personagens
Mulher do
Cavaleiro

A mulher do cavaleiro ficou aflita e inquieta
-p. 11
Não tentou convencer o marido a ficar - p.
11/12

Filhos do
Cavaleiro
Criados do
Cavaleiro /
Servos da
floresta
Amigos do
Cavaleiro
Lenhadores

Velho
grandes

com Fica connosco e dorme na minha cabana p.64
PERSONAGENS QUE O CAVALEIRO CONHECE NA VIAGEM
Personagens

Retrato Físico

Retrato Psicológico

Mercador de
Veneza

Entre esse peregrinos havia um mercador -p.14
0 mercador alojou o cavaleiro no seu palácio
-p.19 Antes ali também morou Vanina - p.20
Sala de mármore, faisões - p. 19
Um belo cavalo que o mercador lhe oferecera
-p.27
Cartas de apresentação para o cavaleiro ser bem
recebido

Banqueiro
Averardo

0 banqueiro recebeu com grande alegria - p.29
Deu-lhe uma carta de recomendação - p. 42
Tem uma biblioteca - p.29
Nas paredes quadros maravilhosos - p.29
Era uma bela casa - p.29

Filippo
(amigo do
Banqueiro)
Amigos do
Banqueiro

Um homem belo de Giotto - respondeu Filippo - p.31
aspecto e longos
cabelos anelados
Falavam de astronomia, matemática, filosofia,
pintura, passado, presente, futuro, poesia,
música, arquitectura - p.30
Personagens

Retrato Físico

Retrato Psicológico

Frades

Os Frades trataram-no com chás de
raízes de flores, xaropes de mel, pós
misteriosos, emplastros de farinhas
e ervas - p. 43/44
Convento calmo e silencioso
Cânticos / uma grande paz - p.44/45

Negociante Vestido com uma
bela roupa de pano
verde, larga e
debruada de peles
pretas - p. 46

0 flamengo recebeu o viajante com
grande amabilidade - p.47

Capitão

Desde muito novo tinha seguido a
carreira de marinheiro -p. 49
Um dia teve desejo de ir mais longe,
até terras desconhecidas - p.49

Homem alto e forte,
aspecto rude, pele
queimada pelo sol,
andar baloiçado - p.
47
ACCÕES SECUNDÁRIAS
Mundo de passagem

História 1
Vanina /
Guidobaldo

História 2
Giotto /
Cimabué

História 3
Dante /
Beatriz

História 4
Expedições
Portuguesas
Lisboa/ Costa
de África
PERSONAGENS DAS ACÇÕES SECUNDÁRIAS OU INTERCALARES

Histórias

Personagem Principal P. Secundárias

Figurantes

Vanina

Vanina / Guidobaldo

Aias

Jacob Orso
Arrigo

Jovens venezianos
Amigos do Capitão
Doge

Giotto

Giotto / Cimabué

Dante

Dante / Beatriz

Virgílio

Capitão

Capitão

Portugueses

Pero Dias / Negro

Animais
Condenados
Almas
Monstros
Demónios
Anjos
HISTÓRIA DE VANINA E GUIDOBALDO
Personagens

Retrato Físico

Retrato Psicológico

Vanina

Rapariga mais bela de
Itália - p. 20
Cabelos loiros,
compridos, perfumados,
brilhantes - p. 21
Jovem - p. 22
18 anos -p. 20

Suspirava
Bordava
Penteava os seus cabelos
Sem amor

Guidobaldo

Cabelo preso era azulado
Pele queimada pelo sol e
pelo sal - p. 22
Belo - p. 22

Forte Destemido - p. 23

Jacob Orso
Amigo
Aias

Prometeu-a em casamento a um
amigo Fechava-a em casa - p. 20
Velho
Espiavam - p. 21
HISTÓRIA DE VANINA E GUIDOBALDO
HISTÓRIA DE GIOTTO E CIMABUÉ
Personagens Retrato Físico

Retrato Psicológico

Giotto

Talento - p. 31

Cimabué

Jovem - p. 3 1

Lhe ensinou todos os segredos
da sua arte
´HISTÓRIA

DE DANTE E BEATRIZ

Personagens Retrato Físico

Retrato Psicológico

Dante

9 anos - p. 34

Amou-a - p.35
Tormento - p.35
Vida loucuras e erros p.35

Beatriz

Jovem - p. 34

Ar grave / honesto - p.35

Bela
Olhos verdes e
brilhantes
Pescoço alto e fino
Cabelos leves e vivos - p.35
HISTÓRIA DAS EXPEDIÇÕES PORTUGUESAS
Personagens
Capitão

Pero Dias

Retrato Físico
Homem alto e
forte

Retrato Psicológico
“Desde muito novo (..) marinheiro”p.49
Resolveu alistar-se nas expedições
Português mal ficou sozinho p.53
Começou a falar por gestos p.54
Fez um gesto para o sossegar p. 55

Negro
NARRADOR
Narrador Principal – Viagem do Cavaleiro

Narradores Secundários
Mercador
Veneza

Filippo

Capitão

Florença

Antuérpia
CLASSES SOCIAIS REPRESENTADAS NA OBRA CAVALEIRO DA DINAMARCA
Nobreza

Clero

B
U
R
G
U
E
S
I
A

Negociante

Banqueiro

Mercador

Povo

Trataram-no com chá de raízes de flores, com pílulas de aloés, com
xaropes de mel, com pós misteriosos, emplastros - p.43/44
Cela caiada – p.44; Cânticos religiosos - p.44
Reino de aliança e amor – p. 45
Vestido com uma bela roupa, debruada a peles. – p.46
Comida temperada com especiarias desconhecidas. – p.47
Uma bela casa
Paredes com quadros maravilhosos
Biblioteca de antigos manuscritos – p.29
Amigos do banqueiro falavam de matemática, astronomia, filosofia. p.30
No seu palácio; Grande sala de mármore, Criados
Faisões
Copos transparentes
Varanda – p.19
Criados da casa; Cozinheiro - p.8;
Criados passavam travessas. - p. 19
Aldeia de lenhadores - p.63; Cabana / pão com mel e leite quente p.64
Vestuário

Penteados

Homens vestidos de damasco
Longos cabelos anelados. - p.31
Mulheres arrastavam no chão a orla
dos vestidos bordados. - p. 18

Tipos de Viagem
Naquele tempo as viagens eram
longas, perigosas e difíceis. Ir da
Dinamarca à Palestina era uma
grande aventura. - p. 11

Tipos de meio de transporte
0 navio de velas novas. - p. 14/15
Montado num belo cavalo. - p.27
Seguir viagem por terra, a cavalo. p.46
Caravela - p. 49
DIVERSÕES
Diversões

Artes

Festejos

Serões Sociais

Natal
Preparativos - p.8/9
Cozinheiro amassar bolos de
mel e trigo.
Criadas varriam
Escadas lavadas
Em cima das portas coroas
de azevinho
Armava-se uma mesa
Ceia - p.9
Grandes peças de carne
assada, vinho quente e
cerveja com mel.
Serão - p.9/10
Terminada a ceia, começava
a narração de histórias.

Histórias
Vanina. - p. 21
Giotto. - p.31
Dante - p.35
Música
Alaúde - p.19/20
Guitarra - p.19/20
Artes
/Conhecimentos
Matemática - p.30
Astronomia - p. 30
Filosofia - p. 30
Pintura - p.30
Poesia - p.30
Arquitectura - p.30

Pintura - p.31
Giotto é um pintor
Cimabué foi o primeiro
pintor de Itália
Poesia (escrita) - p.34/35
Dante foi o maior poeta
da Itália
Mundo Histórico
Itália
Portugal
Ano 1300
Expedições Portuguesas que
navegavam para o sul
Caravela
Explorar as costas de África
Seguiram das margens do Tejo
Dobraram o Cabo Bojador
Junto ao Cabo Branco - p. 49
Primeiro cofre cheio de pérolas
/ oiro / pimenta
Pimenta era tão rara como o
ouro - p. 48

Época do Cavaleiro

Florença apaixonada
por
grandes
lutas
políticas
Nesse tempo dois
partidos
que dividiam Itália: Os
Guelfos e os Gibelinos
- p.40

Atravessarás o Norte de
Itália e conhecerás as
belas e ricas cidades
cuja fama enche a
Europa
Veneza era nesse tempo
uma das cidades mais
poderosas do mundo p.17
Se vendiam aves raras,
rendas, tecidos do
Oriente, pérolas, oiro e
prata, espadas ....
• p.19
RECURSOS ESTILÍSTICOS
Adjectivação

Personificação

Comparação

Noites muito compridas
Dias curtos, pálidos
gelados
Pinheiros verdes
Florestas geladas e
despidas
Finas agulhas duras e
brilhantes - p.5
Vidro finíssimo,
multicolor e leve - p. 19
Belo palácio com finas
colunas esculpidas - p.20
Pequenos pontos
brilhantes, avermelhados
e vivos / Branco cruel
dos seus dentes agudos.
-p. 67/68

Silêncio imóvel e
branco -p.5
Corrente recomeçava a
contar / Brisa
sussurrava. -p.6
Floresta imóvel e
muda presa em seus
vestidos de neve e
gelo. - p.8
Os mastros e cabos
gemiam. - p. 15

Ramos parecem vivos.
- p.5
Vidro finíssimo
multicolor como as
águas e leve como
espuma. - p. 19
Veneza parece
suspensa no ar. - p.20
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Anlisedeocavaleirodadinamarca
AnlisedeocavaleirodadinamarcaAnlisedeocavaleirodadinamarca
Anlisedeocavaleirodadinamarca
cnlx
 
Apresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarcaApresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarca
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
43548929 teste-cavaleiro-dinamarca
43548929 teste-cavaleiro-dinamarca43548929 teste-cavaleiro-dinamarca
43548929 teste-cavaleiro-dinamarca
Fernanda Antunes
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Inês Moreira
 
Cavaleiro da dinamarca trabalho final
Cavaleiro da dinamarca trabalho finalCavaleiro da dinamarca trabalho final
Cavaleiro da dinamarca trabalho final
belabarata
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
Helena Coutinho
 
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
sin3stesia
 
A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen
A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen
A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen
becre-palmeiras
 
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Avó e neto contra vento e areia
Avó e neto contra vento e areiaAvó e neto contra vento e areia
Avó e neto contra vento e areia
Ana Silva
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
Lara Morgado
 
Ilha dos Amores
Ilha dos AmoresIlha dos Amores
Ilha dos Amores
Vanda Marques
 
«Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca
«Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca «Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca
«Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca
Ana Silva
 
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Sandra Gil Miranda
 
Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca
Lurdes Augusto
 
Cantigas de amigo
Cantigas de amigoCantigas de amigo
Cantigas de amigo
Paula Oliveira Cruz
 
Exploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner Andresen
Exploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner AndresenExploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner Andresen
Exploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner Andresen
5julho55
 
Teste Luis de Camões
Teste Luis de CamõesTeste Luis de Camões
Teste Luis de Camões
Ana Rodrigues Parreira
 
Cantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoCantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumo
Gijasilvelitz 2
 
Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"
Inês Moreira
 

Mais procurados (20)

Anlisedeocavaleirodadinamarca
AnlisedeocavaleirodadinamarcaAnlisedeocavaleirodadinamarca
Anlisedeocavaleirodadinamarca
 
Apresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarcaApresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarca
 
43548929 teste-cavaleiro-dinamarca
43548929 teste-cavaleiro-dinamarca43548929 teste-cavaleiro-dinamarca
43548929 teste-cavaleiro-dinamarca
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
 
Cavaleiro da dinamarca trabalho final
Cavaleiro da dinamarca trabalho finalCavaleiro da dinamarca trabalho final
Cavaleiro da dinamarca trabalho final
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
 
A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen
A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen
A Saga de Sophia de Mello Breyner Andresen
 
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
 
Avó e neto contra vento e areia
Avó e neto contra vento e areiaAvó e neto contra vento e areia
Avó e neto contra vento e areia
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
 
Ilha dos Amores
Ilha dos AmoresIlha dos Amores
Ilha dos Amores
 
«Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca
«Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca «Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca
«Mestre Finezas» de Manuel da Fonseca
 
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
 
Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca
 
Cantigas de amigo
Cantigas de amigoCantigas de amigo
Cantigas de amigo
 
Exploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner Andresen
Exploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner AndresenExploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner Andresen
Exploração da obra Cavaleiro da Dinamarca de Sophia de Mello Breyner Andresen
 
Teste Luis de Camões
Teste Luis de CamõesTeste Luis de Camões
Teste Luis de Camões
 
Cantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoCantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumo
 
Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"
 

Destaque

Pedro alecrim
 Pedro alecrim Pedro alecrim
Pedro alecrim
EBSC carmo
 
A fada oriana
A fada orianaA fada oriana
A fada oriana
catarina01
 
Semana da leitura 13 14
Semana da leitura 13 14Semana da leitura 13 14
Semana da leitura 13 14
Biblioteca Escolar
 
Guião de leitura da obra a fada oriana (1)
Guião de leitura da obra a fada oriana (1)Guião de leitura da obra a fada oriana (1)
Guião de leitura da obra a fada oriana (1)
bibliotecap
 
Lista de obras e textos 2ciclo
Lista de obras e textos 2cicloLista de obras e textos 2ciclo
Lista de obras e textos 2ciclo
Vera Rigaud
 
Fada oriana
Fada oriana Fada oriana
Fada oriana
Misterytu8
 
Canção da Fada Oriana
Canção da Fada OrianaCanção da Fada Oriana
Canção da Fada Oriana
aniparis
 
A fada oriana
A fada orianaA fada oriana
A fada oriana
1molhodeles
 
A fada Oriana- sistematização
A fada Oriana- sistematizaçãoA fada Oriana- sistematização
A fada Oriana- sistematização
Marisa Neves
 
A fada oriana joaquim santos 5ºg
A fada oriana   joaquim santos 5ºgA fada oriana   joaquim santos 5ºg
A fada oriana joaquim santos 5ºg
IsabelPereira2010
 
Pedro alecrim
Pedro alecrimPedro alecrim
Pedro alecrim
Belmira Baptista
 

Destaque (11)

Pedro alecrim
 Pedro alecrim Pedro alecrim
Pedro alecrim
 
A fada oriana
A fada orianaA fada oriana
A fada oriana
 
Semana da leitura 13 14
Semana da leitura 13 14Semana da leitura 13 14
Semana da leitura 13 14
 
Guião de leitura da obra a fada oriana (1)
Guião de leitura da obra a fada oriana (1)Guião de leitura da obra a fada oriana (1)
Guião de leitura da obra a fada oriana (1)
 
Lista de obras e textos 2ciclo
Lista de obras e textos 2cicloLista de obras e textos 2ciclo
Lista de obras e textos 2ciclo
 
Fada oriana
Fada oriana Fada oriana
Fada oriana
 
Canção da Fada Oriana
Canção da Fada OrianaCanção da Fada Oriana
Canção da Fada Oriana
 
A fada oriana
A fada orianaA fada oriana
A fada oriana
 
A fada Oriana- sistematização
A fada Oriana- sistematizaçãoA fada Oriana- sistematização
A fada Oriana- sistematização
 
A fada oriana joaquim santos 5ºg
A fada oriana   joaquim santos 5ºgA fada oriana   joaquim santos 5ºg
A fada oriana joaquim santos 5ºg
 
Pedro alecrim
Pedro alecrimPedro alecrim
Pedro alecrim
 

Semelhante a O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese

Cavaleiro Da Dinamarca
Cavaleiro Da DinamarcaCavaleiro Da Dinamarca
Cavaleiro Da Dinamarca
Maria André
 
dial7_cavaleiro.pptx
dial7_cavaleiro.pptxdial7_cavaleiro.pptx
dial7_cavaleiro.pptx
ssuserf8961a1
 
cavaleiro.ppsx
cavaleiro.ppsxcavaleiro.ppsx
cavaleiro.ppsx
PedroRaimundo17
 
cavaleiro da dinamarca _______________________________________
cavaleiro da dinamarca  _______________________________________cavaleiro da dinamarca  _______________________________________
cavaleiro da dinamarca _______________________________________
josedomingues1013
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
colveromachado
 
Resumo cavaleiro dinamarca_hp
Resumo cavaleiro dinamarca_hpResumo cavaleiro dinamarca_hp
Resumo cavaleiro dinamarca_hp
ziquinha
 
O cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão catO cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão cat
Mariana
 
O cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão catO cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão cat
Isabel Ribeiro
 
Dança renascentista
Dança renascentista  Dança renascentista
Dança renascentista
Maria Gomes
 
O cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão catO cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão cat
partilhando
 
Natal brasileiro
Natal brasileiroNatal brasileiro
Natal brasileiro
Fatima de Luzie Cavalcante
 
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaFicha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
AntonioEsposende
 
Fernão mendes pinto versão simples
Fernão mendes pinto versão simplesFernão mendes pinto versão simples
Fernão mendes pinto versão simples
Ministério da Educação
 
Waldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdf
Waldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdfWaldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdf
Waldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdf
Veronica Santos
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
Dimas Junior
 
Erico Veríssimo As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)
Erico Veríssimo   As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)Erico Veríssimo   As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)
Erico Veríssimo As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)
Museu Erico Veríssimo Cruz Alta
 
Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01
ma.no.el.ne.ves
 
Gil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_iiGil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_ii
Aparecida Mallagoli
 
Fernão mendes pinto
Fernão mendes pintoFernão mendes pinto
Fernão mendes pinto
Helena Coutinho
 
Gil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_iiGil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_ii
Aparecida Mallagoli
 

Semelhante a O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese (20)

Cavaleiro Da Dinamarca
Cavaleiro Da DinamarcaCavaleiro Da Dinamarca
Cavaleiro Da Dinamarca
 
dial7_cavaleiro.pptx
dial7_cavaleiro.pptxdial7_cavaleiro.pptx
dial7_cavaleiro.pptx
 
cavaleiro.ppsx
cavaleiro.ppsxcavaleiro.ppsx
cavaleiro.ppsx
 
cavaleiro da dinamarca _______________________________________
cavaleiro da dinamarca  _______________________________________cavaleiro da dinamarca  _______________________________________
cavaleiro da dinamarca _______________________________________
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
Resumo cavaleiro dinamarca_hp
Resumo cavaleiro dinamarca_hpResumo cavaleiro dinamarca_hp
Resumo cavaleiro dinamarca_hp
 
O cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão catO cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão cat
 
O cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão catO cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão cat
 
Dança renascentista
Dança renascentista  Dança renascentista
Dança renascentista
 
O cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão catO cavaleiro da dinamarca versão cat
O cavaleiro da dinamarca versão cat
 
Natal brasileiro
Natal brasileiroNatal brasileiro
Natal brasileiro
 
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaFicha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
 
Fernão mendes pinto versão simples
Fernão mendes pinto versão simplesFernão mendes pinto versão simples
Fernão mendes pinto versão simples
 
Waldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdf
Waldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdfWaldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdf
Waldeloir Rego - Capoeira Angola (1).pdf
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
Erico Veríssimo As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)
Erico Veríssimo   As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)Erico Veríssimo   As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)
Erico Veríssimo As aventuras de tibicuera (pdf) (rev)
 
Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01
 
Gil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_iiGil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_ii
 
Fernão mendes pinto
Fernão mendes pintoFernão mendes pinto
Fernão mendes pinto
 
Gil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_iiGil vicente -_slides_ii
Gil vicente -_slides_ii
 

Mais de Paulo Fonseca Pauloprofpt

A notícia
A notíciaA notícia
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Síntese cav da dinamarca
Síntese cav da dinamarcaSíntese cav da dinamarca
Síntese cav da dinamarca
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Apresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarcaApresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarca
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Sinais pontuação auxiliares_escrita
Sinais pontuação auxiliares_escritaSinais pontuação auxiliares_escrita
Sinais pontuação auxiliares_escrita
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
2 pontuação
2 pontuação2 pontuação
A carta
A cartaA carta
Banda desenhada 2
Banda desenhada 2Banda desenhada 2
Banda desenhada 2
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Texto publicitário
Texto publicitárioTexto publicitário
Texto publicitário
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Notícias alunos
Notícias alunosNotícias alunos
Notícias alunos
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Nome
NomeNome
Nome
NomeNome

Mais de Paulo Fonseca Pauloprofpt (20)

A notícia
A notíciaA notícia
A notícia
 
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 3
 
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2
Síntese Cavaleiro da Dinamarca 2
 
Síntese Cavaleiro da Dinamarca
Síntese Cavaleiro da DinamarcaSíntese Cavaleiro da Dinamarca
Síntese Cavaleiro da Dinamarca
 
Síntese cav da dinamarca
Síntese cav da dinamarcaSíntese cav da dinamarca
Síntese cav da dinamarca
 
Apresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarcaApresentação c. dinamarca
Apresentação c. dinamarca
 
F informativa texto_opinião
F informativa texto_opiniãoF informativa texto_opinião
F informativa texto_opinião
 
Sinais pontuação auxiliares_escrita
Sinais pontuação auxiliares_escritaSinais pontuação auxiliares_escrita
Sinais pontuação auxiliares_escrita
 
F informativa texto_opinião
F informativa texto_opiniãoF informativa texto_opinião
F informativa texto_opinião
 
2 pontuação
2 pontuação2 pontuação
2 pontuação
 
F informativa texto_opinião
F informativa texto_opiniãoF informativa texto_opinião
F informativa texto_opinião
 
Preposições exercícos práticos
Preposições exercícos práticosPreposições exercícos práticos
Preposições exercícos práticos
 
A carta
A cartaA carta
A carta
 
Banda desenhada 2
Banda desenhada 2Banda desenhada 2
Banda desenhada 2
 
Banda desenhada
Banda desenhadaBanda desenhada
Banda desenhada
 
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
 
Texto publicitário
Texto publicitárioTexto publicitário
Texto publicitário
 
Notícias alunos
Notícias alunosNotícias alunos
Notícias alunos
 
Nome
NomeNome
Nome
 
Nome
NomeNome
Nome
 

O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese

  • 3. ACÇÃO ACÇÃO PRINCIPAL Viagem de ida e volta do Cavaleiro desde a Dinamarca até à Palestina e vice-versa ACÇÕES SECUNDÁRIAS História 1 História 2 História 3 Vanina e Guidobaldo Giotto e Cimabué Dante e Beatriz História 4 Das expedições portuguesas N.B. As histórias 1, 2, 3 e 4 quanto ao modo de organização acção são narrativas de encaixe. Classifica cada uma das acções quanto à delimitação da acção: História do Cavaleiro – narrativa aberta História de Vanina e Guidobaldo – Narrativa aberta História de Giotto e Cimabué – Narrativa aberta História de Dante e Beatriz Narrativa aberta História das expedições portuguesas Narrativa aberta
  • 4. Viagem de ida TEMPO Dinamarca Floresta Casa Sala Dinamarca Partida para a Palestina Palestina Jerusalém (Cidade com porto de mar) ESPAÇO Noite de Natal Primavera (Março?) Muito antes do Natal
  • 5. Viagem de regresso Jerusalém Jafa Veneza Ravena Casa Mercador História Hist. 1 1 Fins de Fevereiro Bruges Alpes Meados de Março Flandres Março Bolonha Florença Banqueiro Averardo um mês Hist. 2 e 3 Fins Abril Antuérpia Casa Negociante Flamengo Ferrara Floresta Maio Aldeia Lenhadores Convento de Frades A pouca distância de Génova 5 semanas doente Verão Casa Hist. 4 Inverno Novembro Antevéspera Natal Génova 24 Dezembro Fins de Setembro
  • 6. PERSONAGENS DA ACÇÃO PRINCIPAL Dinamarca Cavaleiro Família (Mulher / Filhos…..) Criados Amigos Servos da Floresta Lenhadores Veneza Mercador Florença Banqueiro Intelectuais Filippo Convento Clero (Frades) Antuérpia Negociante Capitão
  • 7. Retrato Físico e Psicológico Personagens Cavaleiro Retrato Físico Retrato Psicológico Vou em peregrinação à Terra Santa - p. 1 1 Também quero rezar ali - p. 11 Rezarei pela paz e alegria no mundo - p. 13 Pediu para ser um homem capaz de amar os outros - p. 14 Nunca o Cavaleiro tinha reparado que pudesse existir no mundo tanta riqueza e tanta beleza - p.18 Tenho de partir. Prometi à minha mulher, aos meus filhos, aos meus parentes, aos meus criados - p.27 0 espanto do cavaleiro cresceu. Na sua terra os trovadores e os viajantes .... ali em Florença falavam matemática..... - p.30 Quem é Giotto? - p.31 Quem é Cimabué? _ Vê-se que conheces mais o mundo novo. - p.31 ) 0 Cavaleiro espanta-se com o paladar da comida -p.47 A alegria de estar perto dos seus - p.61 Caminhava ao acaso, levado por pura esperança -p.69 Deus seja bendito - p. 70
  • 8. Retrato Físico Retrato Psicológico Personagens Mulher do Cavaleiro A mulher do cavaleiro ficou aflita e inquieta -p. 11 Não tentou convencer o marido a ficar - p. 11/12 Filhos do Cavaleiro Criados do Cavaleiro / Servos da floresta Amigos do Cavaleiro Lenhadores Velho grandes com Fica connosco e dorme na minha cabana p.64
  • 9. PERSONAGENS QUE O CAVALEIRO CONHECE NA VIAGEM Personagens Retrato Físico Retrato Psicológico Mercador de Veneza Entre esse peregrinos havia um mercador -p.14 0 mercador alojou o cavaleiro no seu palácio -p.19 Antes ali também morou Vanina - p.20 Sala de mármore, faisões - p. 19 Um belo cavalo que o mercador lhe oferecera -p.27 Cartas de apresentação para o cavaleiro ser bem recebido Banqueiro Averardo 0 banqueiro recebeu com grande alegria - p.29 Deu-lhe uma carta de recomendação - p. 42 Tem uma biblioteca - p.29 Nas paredes quadros maravilhosos - p.29 Era uma bela casa - p.29 Filippo (amigo do Banqueiro) Amigos do Banqueiro Um homem belo de Giotto - respondeu Filippo - p.31 aspecto e longos cabelos anelados Falavam de astronomia, matemática, filosofia, pintura, passado, presente, futuro, poesia, música, arquitectura - p.30
  • 10. Personagens Retrato Físico Retrato Psicológico Frades Os Frades trataram-no com chás de raízes de flores, xaropes de mel, pós misteriosos, emplastros de farinhas e ervas - p. 43/44 Convento calmo e silencioso Cânticos / uma grande paz - p.44/45 Negociante Vestido com uma bela roupa de pano verde, larga e debruada de peles pretas - p. 46 0 flamengo recebeu o viajante com grande amabilidade - p.47 Capitão Desde muito novo tinha seguido a carreira de marinheiro -p. 49 Um dia teve desejo de ir mais longe, até terras desconhecidas - p.49 Homem alto e forte, aspecto rude, pele queimada pelo sol, andar baloiçado - p. 47
  • 11. ACCÕES SECUNDÁRIAS Mundo de passagem História 1 Vanina / Guidobaldo História 2 Giotto / Cimabué História 3 Dante / Beatriz História 4 Expedições Portuguesas Lisboa/ Costa de África
  • 12. PERSONAGENS DAS ACÇÕES SECUNDÁRIAS OU INTERCALARES Histórias Personagem Principal P. Secundárias Figurantes Vanina Vanina / Guidobaldo Aias Jacob Orso Arrigo Jovens venezianos Amigos do Capitão Doge Giotto Giotto / Cimabué Dante Dante / Beatriz Virgílio Capitão Capitão Portugueses Pero Dias / Negro Animais Condenados Almas Monstros Demónios Anjos
  • 13. HISTÓRIA DE VANINA E GUIDOBALDO Personagens Retrato Físico Retrato Psicológico Vanina Rapariga mais bela de Itália - p. 20 Cabelos loiros, compridos, perfumados, brilhantes - p. 21 Jovem - p. 22 18 anos -p. 20 Suspirava Bordava Penteava os seus cabelos Sem amor Guidobaldo Cabelo preso era azulado Pele queimada pelo sol e pelo sal - p. 22 Belo - p. 22 Forte Destemido - p. 23 Jacob Orso Amigo Aias Prometeu-a em casamento a um amigo Fechava-a em casa - p. 20 Velho Espiavam - p. 21
  • 14. HISTÓRIA DE VANINA E GUIDOBALDO
  • 15. HISTÓRIA DE GIOTTO E CIMABUÉ Personagens Retrato Físico Retrato Psicológico Giotto Talento - p. 31 Cimabué Jovem - p. 3 1 Lhe ensinou todos os segredos da sua arte
  • 16. ´HISTÓRIA DE DANTE E BEATRIZ Personagens Retrato Físico Retrato Psicológico Dante 9 anos - p. 34 Amou-a - p.35 Tormento - p.35 Vida loucuras e erros p.35 Beatriz Jovem - p. 34 Ar grave / honesto - p.35 Bela Olhos verdes e brilhantes Pescoço alto e fino Cabelos leves e vivos - p.35
  • 17. HISTÓRIA DAS EXPEDIÇÕES PORTUGUESAS Personagens Capitão Pero Dias Retrato Físico Homem alto e forte Retrato Psicológico “Desde muito novo (..) marinheiro”p.49 Resolveu alistar-se nas expedições Português mal ficou sozinho p.53 Começou a falar por gestos p.54 Fez um gesto para o sossegar p. 55 Negro
  • 18. NARRADOR Narrador Principal – Viagem do Cavaleiro Narradores Secundários Mercador Veneza Filippo Capitão Florença Antuérpia
  • 19. CLASSES SOCIAIS REPRESENTADAS NA OBRA CAVALEIRO DA DINAMARCA Nobreza Clero B U R G U E S I A Negociante Banqueiro Mercador Povo Trataram-no com chá de raízes de flores, com pílulas de aloés, com xaropes de mel, com pós misteriosos, emplastros - p.43/44 Cela caiada – p.44; Cânticos religiosos - p.44 Reino de aliança e amor – p. 45 Vestido com uma bela roupa, debruada a peles. – p.46 Comida temperada com especiarias desconhecidas. – p.47 Uma bela casa Paredes com quadros maravilhosos Biblioteca de antigos manuscritos – p.29 Amigos do banqueiro falavam de matemática, astronomia, filosofia. p.30 No seu palácio; Grande sala de mármore, Criados Faisões Copos transparentes Varanda – p.19 Criados da casa; Cozinheiro - p.8; Criados passavam travessas. - p. 19 Aldeia de lenhadores - p.63; Cabana / pão com mel e leite quente p.64
  • 20. Vestuário Penteados Homens vestidos de damasco Longos cabelos anelados. - p.31 Mulheres arrastavam no chão a orla dos vestidos bordados. - p. 18 Tipos de Viagem Naquele tempo as viagens eram longas, perigosas e difíceis. Ir da Dinamarca à Palestina era uma grande aventura. - p. 11 Tipos de meio de transporte 0 navio de velas novas. - p. 14/15 Montado num belo cavalo. - p.27 Seguir viagem por terra, a cavalo. p.46 Caravela - p. 49
  • 21. DIVERSÕES Diversões Artes Festejos Serões Sociais Natal Preparativos - p.8/9 Cozinheiro amassar bolos de mel e trigo. Criadas varriam Escadas lavadas Em cima das portas coroas de azevinho Armava-se uma mesa Ceia - p.9 Grandes peças de carne assada, vinho quente e cerveja com mel. Serão - p.9/10 Terminada a ceia, começava a narração de histórias. Histórias Vanina. - p. 21 Giotto. - p.31 Dante - p.35 Música Alaúde - p.19/20 Guitarra - p.19/20 Artes /Conhecimentos Matemática - p.30 Astronomia - p. 30 Filosofia - p. 30 Pintura - p.30 Poesia - p.30 Arquitectura - p.30 Pintura - p.31 Giotto é um pintor Cimabué foi o primeiro pintor de Itália Poesia (escrita) - p.34/35 Dante foi o maior poeta da Itália
  • 22. Mundo Histórico Itália Portugal Ano 1300 Expedições Portuguesas que navegavam para o sul Caravela Explorar as costas de África Seguiram das margens do Tejo Dobraram o Cabo Bojador Junto ao Cabo Branco - p. 49 Primeiro cofre cheio de pérolas / oiro / pimenta Pimenta era tão rara como o ouro - p. 48 Época do Cavaleiro Florença apaixonada por grandes lutas políticas Nesse tempo dois partidos que dividiam Itália: Os Guelfos e os Gibelinos - p.40 Atravessarás o Norte de Itália e conhecerás as belas e ricas cidades cuja fama enche a Europa Veneza era nesse tempo uma das cidades mais poderosas do mundo p.17 Se vendiam aves raras, rendas, tecidos do Oriente, pérolas, oiro e prata, espadas .... • p.19
  • 23. RECURSOS ESTILÍSTICOS Adjectivação Personificação Comparação Noites muito compridas Dias curtos, pálidos gelados Pinheiros verdes Florestas geladas e despidas Finas agulhas duras e brilhantes - p.5 Vidro finíssimo, multicolor e leve - p. 19 Belo palácio com finas colunas esculpidas - p.20 Pequenos pontos brilhantes, avermelhados e vivos / Branco cruel dos seus dentes agudos. -p. 67/68 Silêncio imóvel e branco -p.5 Corrente recomeçava a contar / Brisa sussurrava. -p.6 Floresta imóvel e muda presa em seus vestidos de neve e gelo. - p.8 Os mastros e cabos gemiam. - p. 15 Ramos parecem vivos. - p.5 Vidro finíssimo multicolor como as águas e leve como espuma. - p. 19 Veneza parece suspensa no ar. - p.20