SlideShare uma empresa Scribd logo
Acionamentos
Elétricos
Leonardo Adams
Seminário
Assuntos
História
História1
Princípio de Funcionamento2
Tipos de Motores3 Corrente Contínua3.1
Corrente Alternada3.2
Motor de Passo3.3
Servo Motor3.4
Identificação das Partes
RC Servo Motor3.5
1
Funcionamento2
Controle3
Vantagens/Desvantagens4
Aplicações5
Produtos WEG6
História1
641 a.C Tales observou o fenômeno da eletricidade eletrostática
1600 William Gilbert publicou De Magnete (força de atração magnética)
1663 Otto Guericke construiu a primeira máquina eletrostática
1820 Hans Christian Oersted observou a ligação entre magnetismo e
eletricidade (eletromagnetismo) – primeiro passo para o
desenvolvimento do motor elétrico
1825 William Sturgeon inventou o eletroímã
1832 S. Dal Negro construiu a primeira máquina de corrente alternada
com movimento da vaivém
1833 W. Ritchie WInventou o comutador
História
1838 Moritz Hermann von Jacobi desenvolveu um motor elétrico
alimentado por bateria para um bote
1866 Construção de um gerador sem a utilização de ímã permanente
1879 A firma Siemens e Halske desenvolveu a primeira locomotiva
elétrica
1885 Construiu o 1º motor de corrente alternada
1889 Dobrowolski, da empresa AEG, entrou com o pedido de patente
de um motor trifásico com rotor de gaiola
1891 Desenvolveu a primeira fabricação em série de motores
assíncronos
1
Princípio de Funcionamento2
Tipos de Motores3
Motor CA Motor CC
Servo Motor
Motor de Passo
Corrente Contínua3.1
Identificação das Partes1
Rotor (Armadura) Estator (Campo)
Identificação das Partes1
Comutador Escovas
Corrente Contínua3.1
Rotor com Enrolamento
Comutador(7)
Eixo(5)
Carcaça(1)
Pólos de excitação(2)
Pólos de comutação(3)
Enrolamento de compensação
Conjunto porta Escovas e escovas(4)
Rotor (Armadura) Estator (Campo)
Corrente Contínua3.1
Identificação das Partes1
Comutador e Escovas
Corrente Contínua3.1
Funcionamento2
Corrente Contínua3.1
Funcionamento2
Corrente Contínua3.1
Controle3
Variação continua da tensão aplicada no motor(Analógico)
Conversor de corrente CA/CC
Corrente Contínua3.1
Vantagens/Desvantagens4
Corrente Contínua3.1
Corrente Contínua3.1
Aplicações5
Porém, em alguns setores sua utilização ainda é vantajosa:
-Máquinas de Papel
-Bobinadoras e desbobinadoras
-Laminadores
-Máquinas de Impressão
-Extrusoras
-Prensas
-Elevadores
-Movimentação e elevação de cargas
-Moinhos de rolos
-Indústria de borracha
-Mesa de testes de motores
Motores CC estão sendo substituídos por motores CA acionados
por inversores de freqüência
Corrente Contínua3.1
Produtos WEG6
Refrigeração7
Ventilação
Forçada
Independen-
te
Auto
Ventilado
Ventilação
Forçada
Independen-
te Axial
Sem
Ventilação
Ventilação
por Trocador
de Calor AR-
AR
Ventilação
por Trocador
de Calor AR-
ÁGUA
Corrente Contínua3.1
Identificação6
Corrente Contínua3.1
Tipos de
Excitações
6
Corrente Contínua3.1
Motor de Indução TrifásicoPrincipais Partes
Rotor
Estator
Estator
Carcaça(1)
Núcleo de Chapas(2)
Enrolamento Trifásico(8)
Rotor
Eixo(7)
Núcleo de Chapas(3)
Barra de anéis de curto
circuito(12)
Corrente Alternada3.2
Motor de Indução Trifásico
Outras Partes
Tampa (4)
Ventilador (5)
Tampa defletora (6)
Caixa de ligação (9)
Terminais (10)
Rolamentos (11)
Corrente Alternada3.2
Corrente Alternada3.2
Funcionamento2
Motor CA Síncrino
Motor CA Síncrino
Corrente Alternada3.2
Motor de Gaiola
Enrolamento Monofásico Enrolamento Trifásico
Corrente Alternada3.2
Regulagem da velocidade
número de pólos
escorregamento
freqüência da tensão
Motores de indução alimentados por
inversores de freqüência
Vantagens
Facilidade de controle
Economia de energia
Redução do preço dos inversores
Inversor influencia nas características
construtivas do motor (tipo de aplicação
/ faixa de velocidade)
Corrente Alternada3.2
Vantagens/Desvantagens4
Vantagens:
-Rede de energia é alternada
-Barato
Corrente Alternada3.2
Aplicações5 Produtos WEG6
Motor Trifásico
IP55
Bombas,
ventiladores,
exaustores,
compressores
Motor Trifásico
para bomba de
combustível
Motor Trifásico
para bomba de
combustível
Corrente Alternada3.2
Corrente Alternada3.2
Partida7
Partida direta através de contatores
Corrente de partida
elevada
- Queda de tensão
- Sistema de proteção deve ser
superdimensionado
- Concessionárias limitam a queda
de tensão
Sistemas de
partida indireta
Chave estrala triângulo
Chave Compensadora
Chave série-paralelo
Partida Eletrônica (Soft-Tarter)
Corrente Alternada3.2
Motor de Passo3.3
Rotor
Rotor 1 (Norte)
Rotor 2 (Sul)
Ímã permanente
Estator
Bobinas (Fases)
Identificação das partes1
Características1.1
Motor de Passo3.3
Motores de passo são construídos com:
12,24,72,144 e 200 passos por revolução
3 etapas: parado, ativado com rotor travado ou girando em etapas
Movimento pode ser brusco ou suave, dependendo da freq e da
amplitude dos passos
Resultam em incrementos de:
30,15,5,2.5,2,1.8
Funcionamento2
Motor de Passo3.3
Motor de Passo3.3
Motor de Passo3.3
Controle3
Unipolar
Excitação
Simples
Motor unipolar com passo inteiro
Motor de Passo3.3
Excitação de
Duas Bobinas
Meio Passo
Motor de Passo3.3
Motor unipolar com meio passo
Bipolar
Motor bipolar com passo inteiro
Motor bipolar com meio passo
Motor de Passo3.3
Motor de Passo3.3
Controlador
Digital Driver
Motor de
Passo
Escolha de motor de passo
Características elétricas
Requisitos mecânicos
Projeto eletrônico de controle
Normal
(Full-step)
Excitação
Única
Normal
(Full-step)
Excitação
Dupla
Meio passo
(Half-step)
Micro Passo
-torque e velocidade não são importantes
-problemas com ressonância podem impedir a
operação em baixas velocidades
-Bom torque e velocidade
-Pouco problema com ressonância
-Requer o dobro de potência da fonte
-Dobra a resolução;
-O torque do motor varia ao alternar o passo
-Opera em grande faixa de velocidade
-Livre de problemas de ressonâncias
-Opera com qualquer carga encontrada comumente
-Usado onde é necessário movimento macio ou maior
resolução
Motor de Passo3.3
Motor de Passo3.3
Vantagens/Desvantagens4
Vantagens:
-Tamanho e custos reduzidos
-Total adaptação à lógica digital (controle preciso da velocidade,
direção e distância)
-Características de bloqueio
-Pouco desgaste
-Dispensa realimentação
Desvantagens:
-má relação potência-volume
Aplicações5
-Mesas XY
-Periféricos de computadores
-Célula de manufatura integrada
-Sistemas robóticos
Motor de Passo3.3
Servo Motor3.4
Identificação das Partes1
Todo motor projetado para ser um servo motor deve:
-Operar em escalas de velocidade sem aquecer
-Habilidade para operar em velocidade zero
-Reter torque suficiente para segurar uma carga em posição
-Habilidade para operar em baixas velocidades por longos
períodos sem aquecer
Servo Motor3.4
Servo Motor3.4
Funcionamento2
Motor CC ou CA
Controle3
-PWM - Acionamento
-Encoder,Resolver,etc - sensor
-Controle lógico
-Controle Eletrônico – amplificador do sinal (driver)
Servo Motor3.4
Servo Motor3.4
Vantagens/Desvantagens4
Vantagens:
-Maior Precisão
-Maior Torque
-Maiores Velocidades
-Garantia de movimento contínuo
Aplicações5
-Máquinas CNC
-Carrinho de controle remoto
-Robótica
-Sistemas fly-by-wire
RC Servo Motor3.5
Servo Motor DC utilizado em modelos controlados por controle remoto
Motor, realimentador, engrenagens, circuito de controle
Motor DC unido mecanicamente a um potenciômetro (dispositivo
realimentador)
Aplicação:
Leme de barco
Flaps de aviões
RC Servo Motor3.5
Acionamentos Elétricos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação motores de indução
Apresentação motores de induçãoApresentação motores de indução
Apresentação motores de indução
Luiz Carlos Farkas
 
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladderApostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
marv2
 
válvulas de instrumentação
válvulas de instrumentaçãoválvulas de instrumentação
válvulas de instrumentação
Rafael Bruno
 
5ª aula pratica com inversor de frequencia
5ª aula pratica com inversor de frequencia5ª aula pratica com inversor de frequencia
5ª aula pratica com inversor de frequencia
AnaMacedoeletrical
 
Máquinas cc
Máquinas ccMáquinas cc
Máquinas cc
A.C MADEIRA
 
[Motores sincronos e assincronos]
[Motores sincronos e assincronos][Motores sincronos e assincronos]
[Motores sincronos e assincronos]
Daniel Santos
 
Motores cc
Motores ccMotores cc
Motores cc
Daiane Krupa
 
Eletrica.ppt 2
Eletrica.ppt 2Eletrica.ppt 2
Eletrica.ppt 2
ragrellos
 
Aula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem LadderAula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem Ladder
Anderson Pontes
 
Motores de inducao
Motores de inducaoMotores de inducao
Motores de inducao
Ademir Santos
 
Exercícios pneumática solução
Exercícios pneumática    soluçãoExercícios pneumática    solução
Exercícios pneumática solução
Cynthia Janei
 
Acionamentos elétricos inversores de frequência
Acionamentos elétricos   inversores de frequênciaAcionamentos elétricos   inversores de frequência
Acionamentos elétricos inversores de frequência
Angelo Hafner
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
wagner26
 
Apostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazer
Apostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazerApostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazer
Apostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazer
Claudio Arkan
 
2 representação sep
2 representação sep2 representação sep
2 representação sep
Lucas Dorneles
 
Apostila de comandos elétricos (senai sp)
Apostila de comandos elétricos (senai   sp)Apostila de comandos elétricos (senai   sp)
Apostila de comandos elétricos (senai sp)
Antonio Carlos
 
Apostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesseApostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesse
Jhurengo Margon
 
Relês de proteção
Relês de proteçãoRelês de proteção
Relês de proteção
Fabio Souza
 
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosPorque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Alex Davoglio
 
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternadaAula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
Vander Bernardi
 

Mais procurados (20)

Apresentação motores de indução
Apresentação motores de induçãoApresentação motores de indução
Apresentação motores de indução
 
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladderApostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
 
válvulas de instrumentação
válvulas de instrumentaçãoválvulas de instrumentação
válvulas de instrumentação
 
5ª aula pratica com inversor de frequencia
5ª aula pratica com inversor de frequencia5ª aula pratica com inversor de frequencia
5ª aula pratica com inversor de frequencia
 
Máquinas cc
Máquinas ccMáquinas cc
Máquinas cc
 
[Motores sincronos e assincronos]
[Motores sincronos e assincronos][Motores sincronos e assincronos]
[Motores sincronos e assincronos]
 
Motores cc
Motores ccMotores cc
Motores cc
 
Eletrica.ppt 2
Eletrica.ppt 2Eletrica.ppt 2
Eletrica.ppt 2
 
Aula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem LadderAula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem Ladder
 
Motores de inducao
Motores de inducaoMotores de inducao
Motores de inducao
 
Exercícios pneumática solução
Exercícios pneumática    soluçãoExercícios pneumática    solução
Exercícios pneumática solução
 
Acionamentos elétricos inversores de frequência
Acionamentos elétricos   inversores de frequênciaAcionamentos elétricos   inversores de frequência
Acionamentos elétricos inversores de frequência
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
 
Apostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazer
Apostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazerApostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazer
Apostila com 20 comandos elétricos fáceis de fazer
 
2 representação sep
2 representação sep2 representação sep
2 representação sep
 
Apostila de comandos elétricos (senai sp)
Apostila de comandos elétricos (senai   sp)Apostila de comandos elétricos (senai   sp)
Apostila de comandos elétricos (senai sp)
 
Apostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesseApostila de eletropneumáticaesse
Apostila de eletropneumáticaesse
 
Relês de proteção
Relês de proteçãoRelês de proteção
Relês de proteção
 
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosPorque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
 
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternadaAula 3 corrente contínua e corrente alternada
Aula 3 corrente contínua e corrente alternada
 

Destaque

Acionamentos eletricos 2008 neemias
Acionamentos eletricos 2008 neemiasAcionamentos eletricos 2008 neemias
Acionamentos eletricos 2008 neemias
andydurdem
 
Bombas hidráulicas
Bombas hidráulicasBombas hidráulicas
Bombas hidráulicas
Elias Figueiredo
 
06a compressores
06a compressores06a compressores
Bombas industriais
Bombas industriaisBombas industriais
Bombas industriais
Renato Leitão
 
Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).
Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).
Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).
wagnergoess
 
Principio de funcionamento dos compressores
Principio de funcionamento dos compressoresPrincipio de funcionamento dos compressores
Principio de funcionamento dos compressores
Marcio projetos
 
Compressores
CompressoresCompressores
Compressores
Ricardo Ramalho
 

Destaque (7)

Acionamentos eletricos 2008 neemias
Acionamentos eletricos 2008 neemiasAcionamentos eletricos 2008 neemias
Acionamentos eletricos 2008 neemias
 
Bombas hidráulicas
Bombas hidráulicasBombas hidráulicas
Bombas hidráulicas
 
06a compressores
06a compressores06a compressores
06a compressores
 
Bombas industriais
Bombas industriaisBombas industriais
Bombas industriais
 
Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).
Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).
Apresentação - Projeto Final de Curso (SENAI).
 
Principio de funcionamento dos compressores
Principio de funcionamento dos compressoresPrincipio de funcionamento dos compressores
Principio de funcionamento dos compressores
 
Compressores
CompressoresCompressores
Compressores
 

Semelhante a Acionamentos Elétricos

Acionamentos eletricos neo
Acionamentos eletricos neoAcionamentos eletricos neo
Acionamentos eletricos neo
jean
 
Acionamentos eletricos
Acionamentos eletricosAcionamentos eletricos
Acionamentos eletricos
Reginaldo Steinhardt
 
Partida eletrônica de inversor de frequencia.pptx
Partida eletrônica de inversor de frequencia.pptxPartida eletrônica de inversor de frequencia.pptx
Partida eletrônica de inversor de frequencia.pptx
ssuserc460cf
 
Hidraulica proporcional senai - mg
Hidraulica proporcional   senai - mgHidraulica proporcional   senai - mg
Hidraulica proporcional senai - mg
Jeziel Alves
 
Hidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdf
Hidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdfHidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdf
Hidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdf
fernandosantossantos6
 
Single phase and special propose motors
Single phase and special propose motorsSingle phase and special propose motors
Single phase and special propose motors
Angelo Hafner
 
Single phase and special propose motors
Single phase and special propose motorsSingle phase and special propose motors
Single phase and special propose motors
Angelo Hafner
 
Descrição de MotoresElectricos-5AulasT.ppt
Descrição de MotoresElectricos-5AulasT.pptDescrição de MotoresElectricos-5AulasT.ppt
Descrição de MotoresElectricos-5AulasT.ppt
HlderSilva42
 
Mec variadores velocidade
Mec variadores velocidadeMec variadores velocidade
Mec variadores velocidade
Joaquim Pedro
 
Apostila manutenã§ã£o eletrica
Apostila manutenã§ã£o eletricaApostila manutenã§ã£o eletrica
Apostila manutenã§ã£o eletrica
Rui Pedro Sousa
 
Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02
Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02
Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02
Miguel Eletricista
 
Siemens guia do eletricista (192)
Siemens   guia do eletricista (192)Siemens   guia do eletricista (192)
Siemens guia do eletricista (192)
Marcellus Figueiredo
 
MD1 Motores Elétricos.pdf
MD1 Motores Elétricos.pdfMD1 Motores Elétricos.pdf
MD1 Motores Elétricos.pdf
MarcosBornelli1
 
1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww
1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww
1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww
ladydayboutiqueee
 
gerador sincrono aula 1.pdf
gerador sincrono aula 1.pdfgerador sincrono aula 1.pdf
gerador sincrono aula 1.pdf
vasco74
 
Sel0437 aula08 motores01_2017
Sel0437 aula08 motores01_2017Sel0437 aula08 motores01_2017
Sel0437 aula08 motores01_2017
Monilson Salles
 
Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)
Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)
Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)
Adailton Brito
 
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshareApresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
Watson Oliveira
 
Assincronas
AssincronasAssincronas
Assincronas
redesinforma
 
Guia do eletricista
Guia do eletricistaGuia do eletricista
Guia do eletricista
Milton Menezes
 

Semelhante a Acionamentos Elétricos (20)

Acionamentos eletricos neo
Acionamentos eletricos neoAcionamentos eletricos neo
Acionamentos eletricos neo
 
Acionamentos eletricos
Acionamentos eletricosAcionamentos eletricos
Acionamentos eletricos
 
Partida eletrônica de inversor de frequencia.pptx
Partida eletrônica de inversor de frequencia.pptxPartida eletrônica de inversor de frequencia.pptx
Partida eletrônica de inversor de frequencia.pptx
 
Hidraulica proporcional senai - mg
Hidraulica proporcional   senai - mgHidraulica proporcional   senai - mg
Hidraulica proporcional senai - mg
 
Hidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdf
Hidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdfHidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdf
Hidráulica Proporcional - SENAI - MG.pdf
 
Single phase and special propose motors
Single phase and special propose motorsSingle phase and special propose motors
Single phase and special propose motors
 
Single phase and special propose motors
Single phase and special propose motorsSingle phase and special propose motors
Single phase and special propose motors
 
Descrição de MotoresElectricos-5AulasT.ppt
Descrição de MotoresElectricos-5AulasT.pptDescrição de MotoresElectricos-5AulasT.ppt
Descrição de MotoresElectricos-5AulasT.ppt
 
Mec variadores velocidade
Mec variadores velocidadeMec variadores velocidade
Mec variadores velocidade
 
Apostila manutenã§ã£o eletrica
Apostila manutenã§ã£o eletricaApostila manutenã§ã£o eletrica
Apostila manutenã§ã£o eletrica
 
Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02
Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02
Manualdoeletricista 120321090924-phpapp02
 
Siemens guia do eletricista (192)
Siemens   guia do eletricista (192)Siemens   guia do eletricista (192)
Siemens guia do eletricista (192)
 
MD1 Motores Elétricos.pdf
MD1 Motores Elétricos.pdfMD1 Motores Elétricos.pdf
MD1 Motores Elétricos.pdf
 
1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww
1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww
1000000679.PDFwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww
 
gerador sincrono aula 1.pdf
gerador sincrono aula 1.pdfgerador sincrono aula 1.pdf
gerador sincrono aula 1.pdf
 
Sel0437 aula08 motores01_2017
Sel0437 aula08 motores01_2017Sel0437 aula08 motores01_2017
Sel0437 aula08 motores01_2017
 
Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)
Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)
Aula 2 __comandos_eletricos___ligacao_de_motores___imprimir (1)
 
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshareApresentação de motores e servomecanismos slideshare
Apresentação de motores e servomecanismos slideshare
 
Assincronas
AssincronasAssincronas
Assincronas
 
Guia do eletricista
Guia do eletricistaGuia do eletricista
Guia do eletricista
 

Mais de elliando dias

Clojurescript slides
Clojurescript slidesClojurescript slides
Clojurescript slides
elliando dias
 
Why you should be excited about ClojureScript
Why you should be excited about ClojureScriptWhy you should be excited about ClojureScript
Why you should be excited about ClojureScript
elliando dias
 
Functional Programming with Immutable Data Structures
Functional Programming with Immutable Data StructuresFunctional Programming with Immutable Data Structures
Functional Programming with Immutable Data Structures
elliando dias
 
Nomenclatura e peças de container
Nomenclatura  e peças de containerNomenclatura  e peças de container
Nomenclatura e peças de container
elliando dias
 
Geometria Projetiva
Geometria ProjetivaGeometria Projetiva
Geometria Projetiva
elliando dias
 
Polyglot and Poly-paradigm Programming for Better Agility
Polyglot and Poly-paradigm Programming for Better AgilityPolyglot and Poly-paradigm Programming for Better Agility
Polyglot and Poly-paradigm Programming for Better Agility
elliando dias
 
Javascript Libraries
Javascript LibrariesJavascript Libraries
Javascript Libraries
elliando dias
 
How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!
How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!
How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!
elliando dias
 
Ragel talk
Ragel talkRagel talk
Ragel talk
elliando dias
 
A Practical Guide to Connecting Hardware to the Web
A Practical Guide to Connecting Hardware to the WebA Practical Guide to Connecting Hardware to the Web
A Practical Guide to Connecting Hardware to the Web
elliando dias
 
Introdução ao Arduino
Introdução ao ArduinoIntrodução ao Arduino
Introdução ao Arduino
elliando dias
 
Minicurso arduino
Minicurso arduinoMinicurso arduino
Minicurso arduino
elliando dias
 
Incanter Data Sorcery
Incanter Data SorceryIncanter Data Sorcery
Incanter Data Sorcery
elliando dias
 
Rango
RangoRango
Fab.in.a.box - Fab Academy: Machine Design
Fab.in.a.box - Fab Academy: Machine DesignFab.in.a.box - Fab Academy: Machine Design
Fab.in.a.box - Fab Academy: Machine Design
elliando dias
 
The Digital Revolution: Machines that makes
The Digital Revolution: Machines that makesThe Digital Revolution: Machines that makes
The Digital Revolution: Machines that makes
elliando dias
 
Hadoop + Clojure
Hadoop + ClojureHadoop + Clojure
Hadoop + Clojure
elliando dias
 
Hadoop - Simple. Scalable.
Hadoop - Simple. Scalable.Hadoop - Simple. Scalable.
Hadoop - Simple. Scalable.
elliando dias
 
Hadoop and Hive Development at Facebook
Hadoop and Hive Development at FacebookHadoop and Hive Development at Facebook
Hadoop and Hive Development at Facebook
elliando dias
 
Multi-core Parallelization in Clojure - a Case Study
Multi-core Parallelization in Clojure - a Case StudyMulti-core Parallelization in Clojure - a Case Study
Multi-core Parallelization in Clojure - a Case Study
elliando dias
 

Mais de elliando dias (20)

Clojurescript slides
Clojurescript slidesClojurescript slides
Clojurescript slides
 
Why you should be excited about ClojureScript
Why you should be excited about ClojureScriptWhy you should be excited about ClojureScript
Why you should be excited about ClojureScript
 
Functional Programming with Immutable Data Structures
Functional Programming with Immutable Data StructuresFunctional Programming with Immutable Data Structures
Functional Programming with Immutable Data Structures
 
Nomenclatura e peças de container
Nomenclatura  e peças de containerNomenclatura  e peças de container
Nomenclatura e peças de container
 
Geometria Projetiva
Geometria ProjetivaGeometria Projetiva
Geometria Projetiva
 
Polyglot and Poly-paradigm Programming for Better Agility
Polyglot and Poly-paradigm Programming for Better AgilityPolyglot and Poly-paradigm Programming for Better Agility
Polyglot and Poly-paradigm Programming for Better Agility
 
Javascript Libraries
Javascript LibrariesJavascript Libraries
Javascript Libraries
 
How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!
How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!
How to Make an Eight Bit Computer and Save the World!
 
Ragel talk
Ragel talkRagel talk
Ragel talk
 
A Practical Guide to Connecting Hardware to the Web
A Practical Guide to Connecting Hardware to the WebA Practical Guide to Connecting Hardware to the Web
A Practical Guide to Connecting Hardware to the Web
 
Introdução ao Arduino
Introdução ao ArduinoIntrodução ao Arduino
Introdução ao Arduino
 
Minicurso arduino
Minicurso arduinoMinicurso arduino
Minicurso arduino
 
Incanter Data Sorcery
Incanter Data SorceryIncanter Data Sorcery
Incanter Data Sorcery
 
Rango
RangoRango
Rango
 
Fab.in.a.box - Fab Academy: Machine Design
Fab.in.a.box - Fab Academy: Machine DesignFab.in.a.box - Fab Academy: Machine Design
Fab.in.a.box - Fab Academy: Machine Design
 
The Digital Revolution: Machines that makes
The Digital Revolution: Machines that makesThe Digital Revolution: Machines that makes
The Digital Revolution: Machines that makes
 
Hadoop + Clojure
Hadoop + ClojureHadoop + Clojure
Hadoop + Clojure
 
Hadoop - Simple. Scalable.
Hadoop - Simple. Scalable.Hadoop - Simple. Scalable.
Hadoop - Simple. Scalable.
 
Hadoop and Hive Development at Facebook
Hadoop and Hive Development at FacebookHadoop and Hive Development at Facebook
Hadoop and Hive Development at Facebook
 
Multi-core Parallelization in Clojure - a Case Study
Multi-core Parallelization in Clojure - a Case StudyMulti-core Parallelization in Clojure - a Case Study
Multi-core Parallelization in Clojure - a Case Study
 

Último

Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdfPor que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Ian Oliveira
 
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço BrasilOrientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
EliakimArajo2
 
Teoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .docTeoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .doc
anpproferick
 
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Annelise Gripp
 
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product ownerPRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
anpproferick
 
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptxComo fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
tnrlucas
 
Gestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefíciosGestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefícios
Rafael Santos
 

Último (7)

Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdfPor que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
Por que escolhi o Flutter - Campus Party Piauí.pdf
 
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço BrasilOrientações para utilizar Drone no espaço Brasil
Orientações para utilizar Drone no espaço Brasil
 
Teoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .docTeoria de redes de computadores redes .doc
Teoria de redes de computadores redes .doc
 
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
Ferramentas e Técnicas para aplicar no seu dia a dia numa Transformação Digital!
 
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product ownerPRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
PRATICANDO O SCRUM Scrum team, product owner
 
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptxComo fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
Como fui de 0 a lead na gringa em 3 anos.pptx
 
Gestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefíciosGestão de dados: sua importância e benefícios
Gestão de dados: sua importância e benefícios
 

Acionamentos Elétricos