SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
Texto: Jane Caneca
Ilustrações: Raisa Christina
Fortaleza - Ceará - 2013
A borboleta rosa
Às netas Taciane e Talissa. Aos filhos, Janeville, Jaciele e Jandro.
Às crianças futuras leitoras.
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
Ceará. Secretaria da Educação.
A borboleta rosa/ Jane Caneca; ilustrações de Raisa Christina. – Fortaleza: SEDUC,
2013.
24p.; il. (Coleção PAIC Prosa Poesia)
ISBN: 978-85-8171-093-8
1.Literatura infanto-juvenil. I. Título.
CDD 028.5
CDU 37+028.1(813.1)
Copyright © 2013 Jane Caneca
Ilustrador: Raisa Christina
Governador
Cid Ferreira Gomes
Vice-Governador
Domingos Gomes de Aguiar Filho
Secretária da Educação
Maria Izolda Cela de Arruda Coelho
Secretário Adjunto
Maurício Holanda Maia
Coordenadora de Cooperação com os Municípios
Lucidalva Pereira Bacelar
Orientadora da Célula de Programas e Projetos Estaduais
Maria Socorro Bezerra Leal
Coordenação editorial,
preparação de originais e revisões
Kelsen Bravos
Projeto e Coordenação Gráfica
Daniel Diaz
Conselho Editorial
Maria Fabiana Skeff de Paula Miranda
Leniza Romero Frota Quinderé
Marta Maria Braide Lima
Isabel Sofia Mascarenhas de Abreu Ponte
Sammya Santos Araújo
Maria de Jesus Filizola
Antônio Élder Monteiro de Sales
Catalogação e Normalização
Gabriela Alves Gomes
Maria do Carmo Andrade
Era uma vez uma linda borboleta
cor-de-rosa que só voava, voava, voava e
voava como estivesse a dançar. Certo dia,
ela chegou perto do lago da floresta e viu
seu reflexo na água:
	— Oh! Por que será que não nasci azul
da cor do céu?
4 5
A borboletinha ficou muito triste por não
ser azul. Era tudo que ela mais queria, pois
não se achava bonita. Por causa disso, parou
de voar e dançar, e ficou tão tristonha que
pousou numa flor e se pôs a chorar.
6 7
Uma linda menininha, que gostava de
passear na floresta, estava passando por
ali e viu o estado da borboleta. Ela ficou
encantada com a borboletinha, apesar de
estar chorando:
— Que linda borboleta rosa! – disse a
menina, chegando mais perto.
8 9
A borboleta, ouvindo aquilo, ficou
contente e falou:
— Você me acha bonita, mesmo sendo
cor-de-rosa?
— Claro que sim! – respondeu a menina.
– E agora quero vê-la voar e dançar!
10 11
A borboleta, então, se animou e começou
a voar. A menina dançava, muito alegre a
acompanhar o lindo voo da borboletinha.
12 13
De repente, a borboleta começou a mudar
de cor. Seu corpinho ficou amarelo, suas
anteninhas ficaram azuis e suas asinhas se
tornaram bem vivas e coloridas. A menina,
muito surpresa e feliz, disse:
— Borboletinha, você está como um arco-íris!
14 15
A borboleta, emocionada e muito feliz,
pergunta:
— Nossa, é mesmo! E isso é bom, menina?
— É muito lindo! – responde a menina,
saltando de felicidade.
16 17
— Vá se olhar ali no lago e veja como você
está mais bonita ainda.
A borboleta vai até o lago e fica a se
contemplar.
18 19
— Oh, menina, como estou linda!
E agradeço a você. A sua amizade e a sua
alegria que me fizeram ficar toda colorida.
Agora posso voltar a voar! Vamos ser
amigas pra sempre?
— Vamos sim, borboletinha! Amigas para
sempre!
20 21
Assim, a menina e a borboleta
colorida se encontravam todo dia para
brincar, dançar, desenhando com suas
asinhas um lindo céu cheio de alegria!
22 23
Jane Caneca
Nasci em Recife no ano de1954. Sou conhecida
na educação como Janeville Feitosa. Formada
em Pedagogia e Letras, tenho pós-graduação
em Psicopedagogia, Metodologia do ensino das
Artes. Atualmente no ensino infantil, dedico-me
a ser contadora das próprias estórias. Ao ser avó,
aflorou um desejo enorme de escrever para
as crianças.
Raisa Christina
Nasci em abril de 1987, no interior do Ceará.
Cresci num ambiente envolvido pelas curiosas
histórias que meu pai contava e pelos videoclipes
da geração grunge transmitidos pela MTV.
Moro em Fortaleza há dez anos, onde estudo
artes visuais e cinema, pesquisando sobretudo
questões da narrativa. A ilustração me possibilita
estender pontes entre desenhos e palavras, além
de impulsionar a fabulação como maneira de
compreender o mundo. Ilustrei o livro Abença,
vovó! para a coleção PAIC - Prosa e Poesia de 2011.
Mantenho o tumblr: corposonoro.tumblr.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As vacas não voam
As vacas não voamAs vacas não voam
As vacas não voamjleiteg
 
A viagem da sementinha
A viagem da sementinha A viagem da sementinha
A viagem da sementinha Aldalu
 
O caso da lagarta que tomou um chá de sumiço
O caso da lagarta que tomou um chá de sumiçoO caso da lagarta que tomou um chá de sumiço
O caso da lagarta que tomou um chá de sumiçoRosemary Batista
 
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraConto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraClara Sousa
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoSilvares
 
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)Isa ...
 
Ciclo do chocolate
Ciclo do chocolateCiclo do chocolate
Ciclo do chocolateIsa Crowe
 
A HISTÓRIA DO QUADRADINHO
A HISTÓRIA DO QUADRADINHOA HISTÓRIA DO QUADRADINHO
A HISTÓRIA DO QUADRADINHOMarisa Seara
 
O Coelhinho que não era de Páscoa
O Coelhinho que não era de PáscoaO Coelhinho que não era de Páscoa
O Coelhinho que não era de PáscoaPatricia Carvalho
 

Mais procurados (20)

As vacas não voam
As vacas não voamAs vacas não voam
As vacas não voam
 
A Abóbora Gigante
A Abóbora GiganteA Abóbora Gigante
A Abóbora Gigante
 
Um bocadinho inverno
Um bocadinho invernoUm bocadinho inverno
Um bocadinho inverno
 
Rita não grita!
Rita não grita!Rita não grita!
Rita não grita!
 
O Urso Polar Que NãO Gostava Do Frio.
O Urso Polar Que NãO Gostava Do Frio.O Urso Polar Que NãO Gostava Do Frio.
O Urso Polar Que NãO Gostava Do Frio.
 
A viagem da sementinha
A viagem da sementinha A viagem da sementinha
A viagem da sementinha
 
Ser amigo
Ser amigoSer amigo
Ser amigo
 
O caso da lagarta que tomou um chá de sumiço
O caso da lagarta que tomou um chá de sumiçoO caso da lagarta que tomou um chá de sumiço
O caso da lagarta que tomou um chá de sumiço
 
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraConto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
 
A minha mae
A minha maeA minha mae
A minha mae
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoleto
 
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
Quem soltou o Pum (Livro adaptado em fonte ampliada para alunos baixa visão)
 
O coelho branco
O coelho brancoO coelho branco
O coelho branco
 
Ciclo do chocolate
Ciclo do chocolateCiclo do chocolate
Ciclo do chocolate
 
O meu pai
O meu paiO meu pai
O meu pai
 
Camilão o comilao em cx alta
Camilão o comilao em cx altaCamilão o comilao em cx alta
Camilão o comilao em cx alta
 
A HISTÓRIA DO QUADRADINHO
A HISTÓRIA DO QUADRADINHOA HISTÓRIA DO QUADRADINHO
A HISTÓRIA DO QUADRADINHO
 
O Coelhinho que não era de Páscoa
O Coelhinho que não era de PáscoaO Coelhinho que não era de Páscoa
O Coelhinho que não era de Páscoa
 
O polvo coceguinhas
O polvo coceguinhasO polvo coceguinhas
O polvo coceguinhas
 
O girassol solitario
O girassol solitarioO girassol solitario
O girassol solitario
 

Semelhante a A borboleta rosa

A princesa diferente-livro
A princesa diferente-livroA princesa diferente-livro
A princesa diferente-livrozarinha
 
Uma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini minUma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini minPamellaSilveira3
 
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdfOUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdfAllysonFerreiraAdv
 
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdfOUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdfAllysonFerreiraAdv
 
A menina do mar final
A menina do mar finalA menina do mar final
A menina do mar finalmargaflor
 
Historia de lobisomen
Historia de lobisomenHistoria de lobisomen
Historia de lobisomenMarcia Gomes
 
brincar de quê
brincar de quêbrincar de quê
brincar de quêmaizagama
 
Planejamento de páscoa
Planejamento de páscoaPlanejamento de páscoa
Planejamento de páscoakekinhaborges
 
Uma aventura na frei luís de sousa
Uma aventura na frei luís de sousaUma aventura na frei luís de sousa
Uma aventura na frei luís de sousaFilipa Albuquerque
 
Livro o tempo que o inf.
Livro o tempo que o inf.Livro o tempo que o inf.
Livro o tempo que o inf.Fátima Fah
 
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodoNascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodobibliotecaoureana
 
Projeto primavera páscoa-2012
Projeto  primavera páscoa-2012Projeto  primavera páscoa-2012
Projeto primavera páscoa-2012Armindo Costa
 

Semelhante a A borboleta rosa (20)

A princesa diferente-livro
A princesa diferente-livroA princesa diferente-livro
A princesa diferente-livro
 
Uma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini minUma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini min
 
Cada passarinho no seu cantinho
Cada passarinho no seu cantinhoCada passarinho no seu cantinho
Cada passarinho no seu cantinho
 
O passeio de mariana
O passeio de marianaO passeio de mariana
O passeio de mariana
 
Azuleta
AzuletaAzuleta
Azuleta
 
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdfOUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
 
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdfOUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
OUTRA HISTÓRIA DE IRACEMA.pdf
 
A menina do mar final
A menina do mar finalA menina do mar final
A menina do mar final
 
Historia de lobisomen
Historia de lobisomenHistoria de lobisomen
Historia de lobisomen
 
Histria de lobisomem
Histria de lobisomemHistria de lobisomem
Histria de lobisomem
 
brincar de quê
brincar de quêbrincar de quê
brincar de quê
 
InfâNcia
InfâNciaInfâNcia
InfâNcia
 
Planejamento de páscoa
Planejamento de páscoaPlanejamento de páscoa
Planejamento de páscoa
 
10 o principezinho malcriado
10 o principezinho malcriado10 o principezinho malcriado
10 o principezinho malcriado
 
Uma aventura na frei luís de sousa
Uma aventura na frei luís de sousaUma aventura na frei luís de sousa
Uma aventura na frei luís de sousa
 
Livro o tempo que o inf.
Livro o tempo que o inf.Livro o tempo que o inf.
Livro o tempo que o inf.
 
O tempo que o tempo tem
O tempo que o tempo temO tempo que o tempo tem
O tempo que o tempo tem
 
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodoNascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
 
177.projeto primavera
177.projeto primavera177.projeto primavera
177.projeto primavera
 
Projeto primavera páscoa-2012
Projeto  primavera páscoa-2012Projeto  primavera páscoa-2012
Projeto primavera páscoa-2012
 

Mais de PamellaSilveira3

A joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhasA joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhasPamellaSilveira3
 
Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosaCarlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosaPamellaSilveira3
 
A escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth RochaA escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth RochaPamellaSilveira3
 
O reizinho mandao ruth rocha
O reizinho mandao  ruth rochaO reizinho mandao  ruth rocha
O reizinho mandao ruth rochaPamellaSilveira3
 
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino PamellaSilveira3
 
Anna llenas o monstro das cores
Anna llenas   o monstro das coresAnna llenas   o monstro das cores
Anna llenas o monstro das coresPamellaSilveira3
 
Stephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixasStephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixasPamellaSilveira3
 
A gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona EcologiaA gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona EcologiaPamellaSilveira3
 
O menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativoO menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativoPamellaSilveira3
 
O melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativoO melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativoPamellaSilveira3
 

Mais de PamellaSilveira3 (20)

A joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhasA joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhas
 
Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosaCarlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosa
 
O sapato que miava
O sapato que miavaO sapato que miava
O sapato que miava
 
A escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth RochaA escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth Rocha
 
Alegria
AlegriaAlegria
Alegria
 
A menina das estrelas
A menina das estrelasA menina das estrelas
A menina das estrelas
 
Cheirar - Ruth rocha
Cheirar - Ruth rocha   Cheirar - Ruth rocha
Cheirar - Ruth rocha
 
O reizinho mandao ruth rocha
O reizinho mandao  ruth rochaO reizinho mandao  ruth rocha
O reizinho mandao ruth rocha
 
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
 
Anna llenas o monstro das cores
Anna llenas   o monstro das coresAnna llenas   o monstro das cores
Anna llenas o monstro das cores
 
Stephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixasStephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixas
 
Que bicho este
Que bicho  este Que bicho  este
Que bicho este
 
A gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona EcologiaA gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona Ecologia
 
O menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativoO menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativo
 
O melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativoO melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativo
 
Mauro e o dinossauro
Mauro e o dinossauro  Mauro e o dinossauro
Mauro e o dinossauro
 
O ratinho roi roi
O ratinho roi roiO ratinho roi roi
O ratinho roi roi
 
Lobo mau arrependido
Lobo mau arrependido Lobo mau arrependido
Lobo mau arrependido
 
A casa dos animais
A casa dos animais A casa dos animais
A casa dos animais
 
O menino e o cata vento
O menino e o cata vento O menino e o cata vento
O menino e o cata vento
 

Último

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persafelipescherner
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 

Último (20)

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 

A borboleta rosa

  • 1. Texto: Jane Caneca Ilustrações: Raisa Christina Fortaleza - Ceará - 2013 A borboleta rosa
  • 2. Às netas Taciane e Talissa. Aos filhos, Janeville, Jaciele e Jandro. Às crianças futuras leitoras. Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Ceará. Secretaria da Educação. A borboleta rosa/ Jane Caneca; ilustrações de Raisa Christina. – Fortaleza: SEDUC, 2013. 24p.; il. (Coleção PAIC Prosa Poesia) ISBN: 978-85-8171-093-8 1.Literatura infanto-juvenil. I. Título. CDD 028.5 CDU 37+028.1(813.1) Copyright © 2013 Jane Caneca Ilustrador: Raisa Christina Governador Cid Ferreira Gomes Vice-Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho Secretário Adjunto Maurício Holanda Maia Coordenadora de Cooperação com os Municípios Lucidalva Pereira Bacelar Orientadora da Célula de Programas e Projetos Estaduais Maria Socorro Bezerra Leal Coordenação editorial, preparação de originais e revisões Kelsen Bravos Projeto e Coordenação Gráfica Daniel Diaz Conselho Editorial Maria Fabiana Skeff de Paula Miranda Leniza Romero Frota Quinderé Marta Maria Braide Lima Isabel Sofia Mascarenhas de Abreu Ponte Sammya Santos Araújo Maria de Jesus Filizola Antônio Élder Monteiro de Sales Catalogação e Normalização Gabriela Alves Gomes Maria do Carmo Andrade
  • 3. Era uma vez uma linda borboleta cor-de-rosa que só voava, voava, voava e voava como estivesse a dançar. Certo dia, ela chegou perto do lago da floresta e viu seu reflexo na água: — Oh! Por que será que não nasci azul da cor do céu? 4 5
  • 4. A borboletinha ficou muito triste por não ser azul. Era tudo que ela mais queria, pois não se achava bonita. Por causa disso, parou de voar e dançar, e ficou tão tristonha que pousou numa flor e se pôs a chorar. 6 7
  • 5. Uma linda menininha, que gostava de passear na floresta, estava passando por ali e viu o estado da borboleta. Ela ficou encantada com a borboletinha, apesar de estar chorando: — Que linda borboleta rosa! – disse a menina, chegando mais perto. 8 9
  • 6. A borboleta, ouvindo aquilo, ficou contente e falou: — Você me acha bonita, mesmo sendo cor-de-rosa? — Claro que sim! – respondeu a menina. – E agora quero vê-la voar e dançar! 10 11
  • 7. A borboleta, então, se animou e começou a voar. A menina dançava, muito alegre a acompanhar o lindo voo da borboletinha. 12 13
  • 8. De repente, a borboleta começou a mudar de cor. Seu corpinho ficou amarelo, suas anteninhas ficaram azuis e suas asinhas se tornaram bem vivas e coloridas. A menina, muito surpresa e feliz, disse: — Borboletinha, você está como um arco-íris! 14 15
  • 9. A borboleta, emocionada e muito feliz, pergunta: — Nossa, é mesmo! E isso é bom, menina? — É muito lindo! – responde a menina, saltando de felicidade. 16 17
  • 10. — Vá se olhar ali no lago e veja como você está mais bonita ainda. A borboleta vai até o lago e fica a se contemplar. 18 19
  • 11. — Oh, menina, como estou linda! E agradeço a você. A sua amizade e a sua alegria que me fizeram ficar toda colorida. Agora posso voltar a voar! Vamos ser amigas pra sempre? — Vamos sim, borboletinha! Amigas para sempre! 20 21
  • 12. Assim, a menina e a borboleta colorida se encontravam todo dia para brincar, dançar, desenhando com suas asinhas um lindo céu cheio de alegria! 22 23
  • 13. Jane Caneca Nasci em Recife no ano de1954. Sou conhecida na educação como Janeville Feitosa. Formada em Pedagogia e Letras, tenho pós-graduação em Psicopedagogia, Metodologia do ensino das Artes. Atualmente no ensino infantil, dedico-me a ser contadora das próprias estórias. Ao ser avó, aflorou um desejo enorme de escrever para as crianças. Raisa Christina Nasci em abril de 1987, no interior do Ceará. Cresci num ambiente envolvido pelas curiosas histórias que meu pai contava e pelos videoclipes da geração grunge transmitidos pela MTV. Moro em Fortaleza há dez anos, onde estudo artes visuais e cinema, pesquisando sobretudo questões da narrativa. A ilustração me possibilita estender pontes entre desenhos e palavras, além de impulsionar a fabulação como maneira de compreender o mundo. Ilustrei o livro Abença, vovó! para a coleção PAIC - Prosa e Poesia de 2011. Mantenho o tumblr: corposonoro.tumblr.com