SlideShare uma empresa Scribd logo
«A história de Inês de Castro
                       ou
A dama lourinha que depois de morta virou rainha»

             de Fábio Sombra


               Turma de 6º ano da SP do LI (2011-2012)
leitu ra:
                        min   ha
                ação da
   uto   a vali
•A
Os 20 alunos da turma ouviram o seu trabalho e avaliaram-no assim:

•   Eu achei que a minha leitura expressiva foi boa. O ponto fraco foi: no final da estrofe a minha voz começou a ficar
    bem fraca e não deu para ouvir o final tão bem. Os pontos fortes foram: ao ler todas as estrofes eu consegui falar
    com uma voz alta, eu respeitei a maior parte das vírgulas. (claudia)
•   Na minha leitura eu tive dificuldade de pronunciar a palavra justiça, eu penso que a minha pronúncia é muito
    francesa. Eu também tenho dificuldade com os "pr" ou "po". (nl)
•   Eu achei a minha leitura boa. Os pontos fortes foram: a leitura fluída e o tom da voz alto. O ponto fraco foi que
    num momento eu não articulei bem “ foi por eles praticado “. Eu acho que a minha leitura vale 15/20. (sandra)
•   Os meus pontos fortes na leitura foram: percebe-se a história lida, articulei as palavras, respeitei a pontuação. Os
    pontos fracos foi ter baixado a voz no final. (catarina rebelo)
•   O ponto forte da minha leitura foi o ritmo. (gaby)
•   Eu acho que li bem mas muito rápido e também tenho que articular mais. (lola)
•   Os pontos fortes da minha leitura foram a tonalidade da minha voz e a clareza de minha articulação. Os pontos
    fracos foram: a dificuldade em controlar o estresse que me levou a cometer um erro. Uma preparação mais eficaz
    poderá ajudar-me na próxima leitura. (LAJ)
•   Respeitei a pontuação e a minha dicção foi boa. Havia também expressividade e ritmo. No entanto, eu poderia ter
    lido mais alto e ter colocado melhor a minha voz pois não houve muitas pausas na minha leitura. (sofia)
•   Os meus pontos fracos foram: os erros, uma ou duas vezes, e a leitura um bocado rápida. Os meus pontos fortes
    foram: respeitei a pontuação e a tive boa dicção. Eu penso que a minha leitura expressiva foi razoável. (silvia)
•   O ponto fraco da minha leitura é eu não ter lido alto. O meu ponto forte é que leio bem. Eu acho que a minha
    leitura foi bem feita mas eu devo articular melhor no futuro. (luca100)
Os 20 alunos da turma ouviram o seu trabalho e avaliaram-no assim:

 1.  Eu acho que os pontos fracos da minha leitura são ler muito rápido e “como” um bocadinho as palavras, ie não
     as articulo sempre bem. (mama)
 2. Os pontos fortes da minha leitura foram uma boa dicção, ler expressivamente com tom de voz seguro e bem
     audível. Penso não haver pontos fracos neste meu trabalho. (titi)
 3. Tive algumas hesitações na minha leitura. No início da estrofe 29 pareceu haver um ponto que na verdade não
     existe. A voz era audível, mas a entoação da voz podia ser melhor. (sandra pereira)
 4. Penso que fiz uma boa leitura. Como ponto forte considero a pontuação correta e também a altura da voz.
     Talvez possa melhorar se acrescentar um pouco mais de musicalidade na leitura dos textos em verso. (vitor)
 5. A mim pareceu-me que li bem, que se compreende bem as palavras que eu digo. No entanto, há uma palavra
     que podia ter articulado melhor: carreguei muito no "r" de "rígida". No geral, gostei da minha leitura mas é
     estranho ouvir a gravação da nossa voz. (carolina)
 6. Os meus pontos fracos: fiz pausas onde não devia, em cada final de verso. Os meus pontos fortes : dei
     entoação e articulei. (lisa)
 7. (danette)
 8. (liliana)
 9. (DIA)
 10. (happy)
rida é…
                   ra p refe
        n ha l eitu
•A mi
Leitura com 7 votos
Leitura da lisa
1. A minha leitura expressiva preferida foi a da lisa. Eu gostei da leitura dela, porque:
   a altura da voz dela está boa e também gostei das entoações que ela deu ao texto.
   Ela respeitou as vírgulas muito bem durante toda a leitura. Para mim ela não tem
   nenhum ponto fraco. (cláudia)
2. A melhor leitura é da lisa porque ela leu muito bem, a leitura era fluída e ela
   articulou bem. (sandra)
3. Para mim a melhor leitura foi a leitura da lisa pois leu com boa entoação a estrofe,
   respeitou a pontuação os pontos e as vírgulas. Foi pena ter lido tão alto! (sandra
   pereira)
4. A melhor leitura foi a de lisa porque ela lê bem, com entoação. (luca100)
5. Eu penso que a melhor leitura é a da lisa. Porque ela respeita a pontuação, a sua
   leitura tem ritmo e acentuação e a dicção está perfeita. (silvia)
6. A minha leitura preferida é a da lisa porque eu consegui perceber muito bem a
   história, ela fazia as pausas quando devia, articulou e falou alto. (catarina rebelo)
7. A melhor leitura é a da lisa. Ela deu o tom, vê-se pela leitura que ela é portuguesa.
   (nina)
Leituras com 2 votos
Leitura da silvia
1. Achei que a melhor leitura foi a da silvia
  porque tive o mesmo texto, então conheço as
  dificuldades para o ler. A silvia articulou bem
  e soube dar o bom tom a esse texto. (lola)
2.A leitura que eu gostei mais foi a da silvia,
  porque ela lê muito calmamente e coloca as
  pausas nos lugares certos. Também gostei
  muito da sua entoação ! (lisa)
Leitura da sandra pereira
1. Acho que a melhor leitura da turma foi a da sandra pereira,
   pois acho que ela teve uma dicção perfeita e uma muito boa
   expressividade. Ela leu com um bom ritmo e colocou bem a
   sua voz. (sofia)
2. A leitura que preferi foi a da sandra pereira porque acho que
   respeitou bem a pontuação e também articulou bem. Ela
   pronunciou bem as palavras. Ela conhece bem o seu texto e
   isto é uma das coisas mais importantes para a leitura
   expressiva, se não conhecemos bem o nosso texto a nossa
   leitura não vai ser boa porque vamos hesitar ao ler as palavras.
   Ela deu um bom ritmo ao texto. Eu escolhi esta leitura por
   todos os pontos fortes que já indiquei. Para mim nesta leitura
   não há pontos fracos e é por isso que a escolhi. (maria)
Leituras com 1 voto
Leitura da cláudia

1.Acho que a melhor leitura da
 classe foi a da cláudia, porque
 para alguém que estuda o
 português pela primeira vez
 pareceu-me que leu muito bem.
 Não comeu as palavras, fez as
 pausas e deu entoação. (mama)
Leitura da carolina

1. Eu gostei mais da leitura
   da carolina,      porque
   ela leu com voz alta, ela
   articula bem e respeita a
   pontuação. (happy)
Leitura da titi
1. Para mim a melhor leitura foi a da
   titi porque ela pronunciou bem as
   palabras, articulou, deu entoação,
   respeitou a pontuação. Também
   gostei muito da ilustração que ela
   fez para ilustrar as estrofes que leu.
   (liliana)
Leitura do vitor

1. Escolhi a leitura do
   vitor. Gosto da sua
   pronúncia e da sua
   expressão que é muito
   clara. (LAJ)
Leitura da lola

2.A leitura que eu preferi foi a da
 lola. Gostei muito porque leu alto,
 articulou, soube dar o tom certo
 ao texto e ela transmitiu-me as
 emoções! (DIA)
Não participaram nesta tarefa:
1.   danette
2.   vitor
3.   carolina
4.   titi

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 6e avaliação de leituras

Leitura em voz alta
Leitura em voz altaLeitura em voz alta
Leitura em voz alta
Efacil Ler
 
O ministério do leitor parte 2
O ministério do leitor parte 2O ministério do leitor parte 2
O ministério do leitor parte 2
Diocese de Aveiro
 
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Evilane Alves
 
Propósitos da leitura - Quadro.pdf
Propósitos da leitura - Quadro.pdfPropósitos da leitura - Quadro.pdf
Propósitos da leitura - Quadro.pdf
ChicoMendes4
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
Agnes Roberta de Giulio
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
efomm2013
 

Semelhante a 6e avaliação de leituras (6)

Leitura em voz alta
Leitura em voz altaLeitura em voz alta
Leitura em voz alta
 
O ministério do leitor parte 2
O ministério do leitor parte 2O ministério do leitor parte 2
O ministério do leitor parte 2
 
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
 
Propósitos da leitura - Quadro.pdf
Propósitos da leitura - Quadro.pdfPropósitos da leitura - Quadro.pdf
Propósitos da leitura - Quadro.pdf
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
 

Mais de Isabel DA COSTA

LUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de Almeida
LUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de AlmeidaLUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de Almeida
LUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de Almeida
Isabel DA COSTA
 
Guia do encontro de 12 4-2019
Guia do encontro de 12 4-2019Guia do encontro de 12 4-2019
Guia do encontro de 12 4-2019
Isabel DA COSTA
 
Projeto Unesco 3e (avril 2019)
Projeto Unesco 3e (avril 2019)Projeto Unesco 3e (avril 2019)
Projeto Unesco 3e (avril 2019)
Isabel DA COSTA
 
Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)
Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)
Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)
Isabel DA COSTA
 
Criação de peças à maneira de joana vasconcelos
Criação de peças à maneira de joana vasconcelosCriação de peças à maneira de joana vasconcelos
Criação de peças à maneira de joana vasconcelos
Isabel DA COSTA
 
5e avaliação de leituras
5e avaliação de leituras5e avaliação de leituras
5e avaliação de leituras
Isabel DA COSTA
 
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Isabel DA COSTA
 
Texto preferido o mundo ao contrário 6º ano
Texto preferido o mundo ao contrário 6º anoTexto preferido o mundo ao contrário 6º ano
Texto preferido o mundo ao contrário 6º ano
Isabel DA COSTA
 
Mandela texto preferido
Mandela   texto preferidoMandela   texto preferido
Mandela texto preferido
Isabel DA COSTA
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
Isabel DA COSTA
 
Retratos portugueses cm1 (2)
Retratos portugueses cm1 (2)Retratos portugueses cm1 (2)
Retratos portugueses cm1 (2)
Isabel DA COSTA
 
Qual a história preferida?
Qual a história preferida?Qual a história preferida?
Qual a história preferida?
Isabel DA COSTA
 
Entrada de diário
Entrada de diárioEntrada de diário
Entrada de diário
Isabel DA COSTA
 
O twinny na exposição índios xingu
O twinny na exposição índios xingu O twinny na exposição índios xingu
O twinny na exposição índios xingu
Isabel DA COSTA
 
O Twinny em Petrópolis
O Twinny em PetrópolisO Twinny em Petrópolis
O Twinny em Petrópolis
Isabel DA COSTA
 
Twinny em Parati
Twinny em ParatiTwinny em Parati
Twinny em Parati
Isabel DA COSTA
 
A turma de 4º ano apresenta-se
A turma de 4º ano apresenta-seA turma de 4º ano apresenta-se
A turma de 4º ano apresenta-se
Isabel DA COSTA
 
A turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-seA turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-se
Isabel DA COSTA
 
A turma de 7º ano apresenta-se
A turma de 7º ano apresenta-seA turma de 7º ano apresenta-se
A turma de 7º ano apresenta-se
Isabel DA COSTA
 
A turma de 8º ano apresenta-se
A turma de 8º ano apresenta-seA turma de 8º ano apresenta-se
A turma de 8º ano apresenta-se
Isabel DA COSTA
 

Mais de Isabel DA COSTA (20)

LUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de Almeida
LUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de AlmeidaLUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de Almeida
LUANDA LISBOA PARAISO de Djaimilia Pereira de Almeida
 
Guia do encontro de 12 4-2019
Guia do encontro de 12 4-2019Guia do encontro de 12 4-2019
Guia do encontro de 12 4-2019
 
Projeto Unesco 3e (avril 2019)
Projeto Unesco 3e (avril 2019)Projeto Unesco 3e (avril 2019)
Projeto Unesco 3e (avril 2019)
 
Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)
Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)
Projeto Unesco - Turma do 10º ano (Secção Portugesa do LI)
 
Criação de peças à maneira de joana vasconcelos
Criação de peças à maneira de joana vasconcelosCriação de peças à maneira de joana vasconcelos
Criação de peças à maneira de joana vasconcelos
 
5e avaliação de leituras
5e avaliação de leituras5e avaliação de leituras
5e avaliação de leituras
 
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
 
Texto preferido o mundo ao contrário 6º ano
Texto preferido o mundo ao contrário 6º anoTexto preferido o mundo ao contrário 6º ano
Texto preferido o mundo ao contrário 6º ano
 
Mandela texto preferido
Mandela   texto preferidoMandela   texto preferido
Mandela texto preferido
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
Retratos portugueses cm1 (2)
Retratos portugueses cm1 (2)Retratos portugueses cm1 (2)
Retratos portugueses cm1 (2)
 
Qual a história preferida?
Qual a história preferida?Qual a história preferida?
Qual a história preferida?
 
Entrada de diário
Entrada de diárioEntrada de diário
Entrada de diário
 
O twinny na exposição índios xingu
O twinny na exposição índios xingu O twinny na exposição índios xingu
O twinny na exposição índios xingu
 
O Twinny em Petrópolis
O Twinny em PetrópolisO Twinny em Petrópolis
O Twinny em Petrópolis
 
Twinny em Parati
Twinny em ParatiTwinny em Parati
Twinny em Parati
 
A turma de 4º ano apresenta-se
A turma de 4º ano apresenta-seA turma de 4º ano apresenta-se
A turma de 4º ano apresenta-se
 
A turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-seA turma de 6º ano apresenta-se
A turma de 6º ano apresenta-se
 
A turma de 7º ano apresenta-se
A turma de 7º ano apresenta-seA turma de 7º ano apresenta-se
A turma de 7º ano apresenta-se
 
A turma de 8º ano apresenta-se
A turma de 8º ano apresenta-seA turma de 8º ano apresenta-se
A turma de 8º ano apresenta-se
 

Último

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 

6e avaliação de leituras

  • 1. «A história de Inês de Castro ou A dama lourinha que depois de morta virou rainha» de Fábio Sombra Turma de 6º ano da SP do LI (2011-2012)
  • 2. leitu ra: min ha ação da uto a vali •A
  • 3. Os 20 alunos da turma ouviram o seu trabalho e avaliaram-no assim: • Eu achei que a minha leitura expressiva foi boa. O ponto fraco foi: no final da estrofe a minha voz começou a ficar bem fraca e não deu para ouvir o final tão bem. Os pontos fortes foram: ao ler todas as estrofes eu consegui falar com uma voz alta, eu respeitei a maior parte das vírgulas. (claudia) • Na minha leitura eu tive dificuldade de pronunciar a palavra justiça, eu penso que a minha pronúncia é muito francesa. Eu também tenho dificuldade com os "pr" ou "po". (nl) • Eu achei a minha leitura boa. Os pontos fortes foram: a leitura fluída e o tom da voz alto. O ponto fraco foi que num momento eu não articulei bem “ foi por eles praticado “. Eu acho que a minha leitura vale 15/20. (sandra) • Os meus pontos fortes na leitura foram: percebe-se a história lida, articulei as palavras, respeitei a pontuação. Os pontos fracos foi ter baixado a voz no final. (catarina rebelo) • O ponto forte da minha leitura foi o ritmo. (gaby) • Eu acho que li bem mas muito rápido e também tenho que articular mais. (lola) • Os pontos fortes da minha leitura foram a tonalidade da minha voz e a clareza de minha articulação. Os pontos fracos foram: a dificuldade em controlar o estresse que me levou a cometer um erro. Uma preparação mais eficaz poderá ajudar-me na próxima leitura. (LAJ) • Respeitei a pontuação e a minha dicção foi boa. Havia também expressividade e ritmo. No entanto, eu poderia ter lido mais alto e ter colocado melhor a minha voz pois não houve muitas pausas na minha leitura. (sofia) • Os meus pontos fracos foram: os erros, uma ou duas vezes, e a leitura um bocado rápida. Os meus pontos fortes foram: respeitei a pontuação e a tive boa dicção. Eu penso que a minha leitura expressiva foi razoável. (silvia) • O ponto fraco da minha leitura é eu não ter lido alto. O meu ponto forte é que leio bem. Eu acho que a minha leitura foi bem feita mas eu devo articular melhor no futuro. (luca100)
  • 4. Os 20 alunos da turma ouviram o seu trabalho e avaliaram-no assim: 1. Eu acho que os pontos fracos da minha leitura são ler muito rápido e “como” um bocadinho as palavras, ie não as articulo sempre bem. (mama) 2. Os pontos fortes da minha leitura foram uma boa dicção, ler expressivamente com tom de voz seguro e bem audível. Penso não haver pontos fracos neste meu trabalho. (titi) 3. Tive algumas hesitações na minha leitura. No início da estrofe 29 pareceu haver um ponto que na verdade não existe. A voz era audível, mas a entoação da voz podia ser melhor. (sandra pereira) 4. Penso que fiz uma boa leitura. Como ponto forte considero a pontuação correta e também a altura da voz. Talvez possa melhorar se acrescentar um pouco mais de musicalidade na leitura dos textos em verso. (vitor) 5. A mim pareceu-me que li bem, que se compreende bem as palavras que eu digo. No entanto, há uma palavra que podia ter articulado melhor: carreguei muito no "r" de "rígida". No geral, gostei da minha leitura mas é estranho ouvir a gravação da nossa voz. (carolina) 6. Os meus pontos fracos: fiz pausas onde não devia, em cada final de verso. Os meus pontos fortes : dei entoação e articulei. (lisa) 7. (danette) 8. (liliana) 9. (DIA) 10. (happy)
  • 5. rida é… ra p refe n ha l eitu •A mi
  • 7. Leitura da lisa 1. A minha leitura expressiva preferida foi a da lisa. Eu gostei da leitura dela, porque: a altura da voz dela está boa e também gostei das entoações que ela deu ao texto. Ela respeitou as vírgulas muito bem durante toda a leitura. Para mim ela não tem nenhum ponto fraco. (cláudia) 2. A melhor leitura é da lisa porque ela leu muito bem, a leitura era fluída e ela articulou bem. (sandra) 3. Para mim a melhor leitura foi a leitura da lisa pois leu com boa entoação a estrofe, respeitou a pontuação os pontos e as vírgulas. Foi pena ter lido tão alto! (sandra pereira) 4. A melhor leitura foi a de lisa porque ela lê bem, com entoação. (luca100) 5. Eu penso que a melhor leitura é a da lisa. Porque ela respeita a pontuação, a sua leitura tem ritmo e acentuação e a dicção está perfeita. (silvia) 6. A minha leitura preferida é a da lisa porque eu consegui perceber muito bem a história, ela fazia as pausas quando devia, articulou e falou alto. (catarina rebelo) 7. A melhor leitura é a da lisa. Ela deu o tom, vê-se pela leitura que ela é portuguesa. (nina)
  • 9. Leitura da silvia 1. Achei que a melhor leitura foi a da silvia porque tive o mesmo texto, então conheço as dificuldades para o ler. A silvia articulou bem e soube dar o bom tom a esse texto. (lola) 2.A leitura que eu gostei mais foi a da silvia, porque ela lê muito calmamente e coloca as pausas nos lugares certos. Também gostei muito da sua entoação ! (lisa)
  • 10. Leitura da sandra pereira 1. Acho que a melhor leitura da turma foi a da sandra pereira, pois acho que ela teve uma dicção perfeita e uma muito boa expressividade. Ela leu com um bom ritmo e colocou bem a sua voz. (sofia) 2. A leitura que preferi foi a da sandra pereira porque acho que respeitou bem a pontuação e também articulou bem. Ela pronunciou bem as palavras. Ela conhece bem o seu texto e isto é uma das coisas mais importantes para a leitura expressiva, se não conhecemos bem o nosso texto a nossa leitura não vai ser boa porque vamos hesitar ao ler as palavras. Ela deu um bom ritmo ao texto. Eu escolhi esta leitura por todos os pontos fortes que já indiquei. Para mim nesta leitura não há pontos fracos e é por isso que a escolhi. (maria)
  • 12. Leitura da cláudia 1.Acho que a melhor leitura da classe foi a da cláudia, porque para alguém que estuda o português pela primeira vez pareceu-me que leu muito bem. Não comeu as palavras, fez as pausas e deu entoação. (mama)
  • 13. Leitura da carolina 1. Eu gostei mais da leitura da carolina, porque ela leu com voz alta, ela articula bem e respeita a pontuação. (happy)
  • 14. Leitura da titi 1. Para mim a melhor leitura foi a da titi porque ela pronunciou bem as palabras, articulou, deu entoação, respeitou a pontuação. Também gostei muito da ilustração que ela fez para ilustrar as estrofes que leu. (liliana)
  • 15. Leitura do vitor 1. Escolhi a leitura do vitor. Gosto da sua pronúncia e da sua expressão que é muito clara. (LAJ)
  • 16. Leitura da lola 2.A leitura que eu preferi foi a da lola. Gostei muito porque leu alto, articulou, soube dar o tom certo ao texto e ela transmitiu-me as emoções! (DIA)
  • 17. Não participaram nesta tarefa: 1. danette 2. vitor 3. carolina 4. titi