SlideShare uma empresa Scribd logo
Pensando além das grandes
hidroelétricas
A flexibilização da demanda e da oferta de eletricidade no Brasil e a
crescente importância de sistemas de armazenagem de energia
Gilberto M Jannuzzi - UNICAMP
Mudanças significativas
• Setor energético – passa a ser setor-chave para a futura política
climática do Brasil (MITIGAÇÃO e ADAPTAÇÃO)
• Custos da expansão tradicional e operação do setor elétrico
• Revolução tecnológica: tecnologias de geração a partir de fontes
renováveis e sistemas de armazenagem de energia
• Novos instrumentos regulatórios, novas instituições e mecanismos
financeiros
• Novos negócios, novos agentes econômicos
http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/atlas/energia_hidraulica/4_3.htm
ENERGIA ARMAZENADA EM RESERVATÓRIOS: 2000 a 2014
Fonte: Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS (2014) 4
0
25,000
50,000
75,000
100,000
125,000
150,000
175,000
200,000
225,000
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
EnergiaHídricamédiaArmazenada[MW/ano]
ANO
SIN
SE/CO
S
N
NE
8%
69%
18% 5% S
SE/CO
NE
N
que utilizam combustíveis fósseis, aumentando a emissão de gases de efeito estufa.
O Gráfico 26 mostra a quantidade de energia que pode ser armazenada nos reservatórios em cada
região do país, no início e no final do horizonte do estudo.
Gráfico 26 – Evolução da capacidade de armazenamento do SIN
201 GWmed 204 GWmed
20 GWmed 22 GWmed
52 GWmed 52 GWmed
15 GWmed 17 GWmed
0%
10%
20%
30%
40%
50%
60%
70%
80%
90%
100%
2013 2022
%ArmazenamentoMáximodoSIN
SE/CO S NE N
FONTE: EPE.
Acréscimo 2013 a 2022
7 Gwmed
(2%)
6
Solar Radiation (kWh/m2/day)
DSM,
consumer
behaviour
DEMAND-SIDE
RESOURCES
End-use
efficiency
Demand-
response
Materials,
Storage
technologies
INTERFACE
TECHNOLOGIES
Smart
appliances,
grids,
meters
Energy
sources
(primary and
secndary)
SUPPLY-SIDE RESOURCES
Supply side
efficiency
Integrated Resources Planning
Flexibilize and
Integrate Supply
And Demand
Resources
Curva de carga para o setor residencial
Sources: Tomé (MA), 2014, Analise do impacto do chuveiro eletrico em redes de distribuicao no contexto da tarifa horossazonall
Composição da carga de consumidores
residenciais
𝐶𝑜𝑛𝑠𝑢𝑚𝑜 𝑟𝑒𝑠𝑖𝑑𝑒𝑛𝑐𝑖𝑎𝑙 𝑟𝑒𝑔𝑖ã𝑜 𝑖 =
1
8760
𝐴 ∗ 𝑐𝑎𝑟𝑔𝑎 𝑑𝑒 𝑏𝑎𝑠𝑒 + 𝐵 ∗ 𝑐𝑎𝑟𝑔𝑎 𝐴𝐶 + 𝐶 ∗ 𝑎𝑞𝑢𝑒𝑐𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 á𝑔𝑢𝑎
Carga não flexível
armagenagem em
baterias
Carga flexível com
armazenagem
térmica
Carga flexível com
armazenagem
térmica
Geração descentralizada
Buscamos estratégias para enfrentar desafios
• Ampliar as opções disponíveis para atender os requerimentos de
serviços de energia
• Descentralização da geração e operação de um sistema interligado
• Integrar opções de oferta e demanda
• Entender, resolver e aprender a tirar proveito da intermitência das
fontes renováveis
• Participação em grande escala de fontes intemitentes
• Participação de consumidores-produtores. Novos negócios. Novos
tipos de concessionárias
• Aumentar a eficiência dos consumidores e tecnologias de uso final.
Obrigado!
Gilberto M Jannuzzi
gmjannuzzi@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...
ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...
ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...
Anelise Morgan
 
Energia solar um esforço a caminho da regulação
Energia solar   um esforço a caminho da regulaçãoEnergia solar   um esforço a caminho da regulação
Energia solar um esforço a caminho da regulação
Isadora Chansky Cohen
 
Ricardo Baitelo - Greenpeace
Ricardo Baitelo - GreenpeaceRicardo Baitelo - Greenpeace
Ricardo Baitelo - Greenpeace
CartaCapital
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
forumsustentar
 
A comin
A cominA comin
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São PauloO Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
slides-mci
 
18.ago ametista 14.00_297_cemig-d
18.ago ametista 14.00_297_cemig-d18.ago ametista 14.00_297_cemig-d
18.ago ametista 14.00_297_cemig-d
itgfiles
 
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e EletrobrásProcel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Ampla Energia S.A.
 
Políticas Públicas para Conservação de Energia
Políticas Públicas para Conservação de EnergiaPolíticas Públicas para Conservação de Energia
Políticas Públicas para Conservação de Energia
Habitante Verde
 
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil? Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Instituto Escolhas
 
Brasil no Contexto Mundial em Energia Solar Fotovoltaica
Brasil no Contexto Mundial em Energia Solar FotovoltaicaBrasil no Contexto Mundial em Energia Solar Fotovoltaica
Brasil no Contexto Mundial em Energia Solar Fotovoltaica
Thales Araujo
 
Resumo ma
Resumo maResumo ma
Agua e energia ppa eip - 16nov2012
Agua e energia   ppa eip - 16nov2012Agua e energia   ppa eip - 16nov2012
Agua e energia ppa eip - 16nov2012
Alexandra Serra
 
SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no Brasil
SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no BrasilSISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no Brasil
SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no Brasil
Robson Josué Molgaro
 
Release estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligence
Release estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligenceRelease estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligence
Release estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligence
Carlos Ferreira
 
Crescimento depende da oferta de energia
Crescimento depende da oferta de energiaCrescimento depende da oferta de energia
Crescimento depende da oferta de energia
Agricultura Sao Paulo
 
Eficiencia
EficienciaEficiencia
Eficiencia
Alexandre Castro
 
Bons Ventos
Bons VentosBons Ventos
Bons Ventos
Marco Coghi
 
ENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTEENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTE
Luiz Carvalheira Junior
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 

Mais procurados (20)

ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...
ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...
ANÁLISE DO CONSUMO ENERGÉTICO EM HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL (HIS) VISANDO ...
 
Energia solar um esforço a caminho da regulação
Energia solar   um esforço a caminho da regulaçãoEnergia solar   um esforço a caminho da regulação
Energia solar um esforço a caminho da regulação
 
Ricardo Baitelo - Greenpeace
Ricardo Baitelo - GreenpeaceRicardo Baitelo - Greenpeace
Ricardo Baitelo - Greenpeace
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
 
A comin
A cominA comin
A comin
 
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São PauloO Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
 
18.ago ametista 14.00_297_cemig-d
18.ago ametista 14.00_297_cemig-d18.ago ametista 14.00_297_cemig-d
18.ago ametista 14.00_297_cemig-d
 
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e EletrobrásProcel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
 
Políticas Públicas para Conservação de Energia
Políticas Públicas para Conservação de EnergiaPolíticas Públicas para Conservação de Energia
Políticas Públicas para Conservação de Energia
 
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil? Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
 
Brasil no Contexto Mundial em Energia Solar Fotovoltaica
Brasil no Contexto Mundial em Energia Solar FotovoltaicaBrasil no Contexto Mundial em Energia Solar Fotovoltaica
Brasil no Contexto Mundial em Energia Solar Fotovoltaica
 
Resumo ma
Resumo maResumo ma
Resumo ma
 
Agua e energia ppa eip - 16nov2012
Agua e energia   ppa eip - 16nov2012Agua e energia   ppa eip - 16nov2012
Agua e energia ppa eip - 16nov2012
 
SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no Brasil
SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no BrasilSISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no Brasil
SISTEMA ELÉTRICO DE POTÊNCIA - Histórico no Brasil
 
Release estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligence
Release estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligenceRelease estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligence
Release estudo economia verde 2011 e trading corporate intelligence
 
Crescimento depende da oferta de energia
Crescimento depende da oferta de energiaCrescimento depende da oferta de energia
Crescimento depende da oferta de energia
 
Eficiencia
EficienciaEficiencia
Eficiencia
 
Bons Ventos
Bons VentosBons Ventos
Bons Ventos
 
ENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTEENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTE
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
 

Destaque

أسباب شرح الصدور
أسباب شرح الصدورأسباب شرح الصدور
أسباب شرح الصدور
Taha Rabea
 
InterConnecta - Case Study - Healthcare - Clinics
InterConnecta - Case Study - Healthcare - ClinicsInterConnecta - Case Study - Healthcare - Clinics
InterConnecta - Case Study - Healthcare - Clinics
Alin Suarez
 
Article - Educating Girls About Violence
Article - Educating Girls About ViolenceArticle - Educating Girls About Violence
Article - Educating Girls About ViolenceLori Blinn
 
Hasil Akhir Project Client
Hasil Akhir Project ClientHasil Akhir Project Client
Hasil Akhir Project Client
Fauzia_Isnayni
 
Práctica power point transiciones, animaciones
Práctica power point   transiciones, animacionesPráctica power point   transiciones, animaciones
Práctica power point transiciones, animaciones
Veronica Centeno
 
Veronicacentenotrabajotictac
VeronicacentenotrabajotictacVeronicacentenotrabajotictac
Veronicacentenotrabajotictac
Veronica Centeno
 
PR Council Q4 2016 Quick Survey
PR Council Q4 2016 Quick SurveyPR Council Q4 2016 Quick Survey
PR Council Q4 2016 Quick Survey
PR Council
 
2016 Sport Analysis for March Madness
2016 Sport Analysis for March Madness2016 Sport Analysis for March Madness
2016 Sport Analysis for March Madness
Nan Wang
 
LRS - What you need to know - at Learning Solutions Conference
LRS - What you need to know - at Learning Solutions ConferenceLRS - What you need to know - at Learning Solutions Conference
LRS - What you need to know - at Learning Solutions Conference
TorranceLearning
 
prmdのドキュメントが読みやすくなる話
prmdのドキュメントが読みやすくなる話prmdのドキュメントが読みやすくなる話
prmdのドキュメントが読みやすくなる話
ota42y
 
دليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحى
دليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحىدليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحى
دليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحى
خالد المسيهيج
 
All-American Model United Nations 2016-2017 Program Guide
All-American Model United Nations 2016-2017 Program GuideAll-American Model United Nations 2016-2017 Program Guide
All-American Model United Nations 2016-2017 Program Guide
Frank E Pobutkiewicz
 

Destaque (12)

أسباب شرح الصدور
أسباب شرح الصدورأسباب شرح الصدور
أسباب شرح الصدور
 
InterConnecta - Case Study - Healthcare - Clinics
InterConnecta - Case Study - Healthcare - ClinicsInterConnecta - Case Study - Healthcare - Clinics
InterConnecta - Case Study - Healthcare - Clinics
 
Article - Educating Girls About Violence
Article - Educating Girls About ViolenceArticle - Educating Girls About Violence
Article - Educating Girls About Violence
 
Hasil Akhir Project Client
Hasil Akhir Project ClientHasil Akhir Project Client
Hasil Akhir Project Client
 
Práctica power point transiciones, animaciones
Práctica power point   transiciones, animacionesPráctica power point   transiciones, animaciones
Práctica power point transiciones, animaciones
 
Veronicacentenotrabajotictac
VeronicacentenotrabajotictacVeronicacentenotrabajotictac
Veronicacentenotrabajotictac
 
PR Council Q4 2016 Quick Survey
PR Council Q4 2016 Quick SurveyPR Council Q4 2016 Quick Survey
PR Council Q4 2016 Quick Survey
 
2016 Sport Analysis for March Madness
2016 Sport Analysis for March Madness2016 Sport Analysis for March Madness
2016 Sport Analysis for March Madness
 
LRS - What you need to know - at Learning Solutions Conference
LRS - What you need to know - at Learning Solutions ConferenceLRS - What you need to know - at Learning Solutions Conference
LRS - What you need to know - at Learning Solutions Conference
 
prmdのドキュメントが読みやすくなる話
prmdのドキュメントが読みやすくなる話prmdのドキュメントが読みやすくなる話
prmdのドキュメントが読みやすくなる話
 
دليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحى
دليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحىدليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحى
دليل المتدرب لبرنامج الذكاء الروحى
 
All-American Model United Nations 2016-2017 Program Guide
All-American Model United Nations 2016-2017 Program GuideAll-American Model United Nations 2016-2017 Program Guide
All-American Model United Nations 2016-2017 Program Guide
 

Semelhante a 20151110 sj campos

O planejamento numa nova era da energia
O planejamento numa nova era da energiaO planejamento numa nova era da energia
O planejamento numa nova era da energia
Gabriel Konzen
 
Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)
Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)
Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)
Jim Naturesa
 
Apresentação Artigo 1.pptx
Apresentação Artigo 1.pptxApresentação Artigo 1.pptx
Apresentação Artigo 1.pptx
ValquiroLima
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
fpv_transilvania
 
Perspectivas do Setor Elétrico
Perspectivas do Setor ElétricoPerspectivas do Setor Elétrico
Perspectivas do Setor Elétrico
ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica
 
WWF Study Brazil
WWF Study BrazilWWF Study Brazil

Semelhante a 20151110 sj campos (7)

O planejamento numa nova era da energia
O planejamento numa nova era da energiaO planejamento numa nova era da energia
O planejamento numa nova era da energia
 
Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)
Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)
Críticas ao SIN (Sistema Interligado Nacional)
 
Apresentação Artigo 1.pptx
Apresentação Artigo 1.pptxApresentação Artigo 1.pptx
Apresentação Artigo 1.pptx
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
 
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
As Energias Solar e Eólica casasolar 2013
 
Perspectivas do Setor Elétrico
Perspectivas do Setor ElétricoPerspectivas do Setor Elétrico
Perspectivas do Setor Elétrico
 
WWF Study Brazil
WWF Study BrazilWWF Study Brazil
WWF Study Brazil
 

Mais de Gilberto De Martino Jannuzzi

Electricity Governance Initiative: 2014 Meeting Report
Electricity Governance Initiative: 2014 Meeting ReportElectricity Governance Initiative: 2014 Meeting Report
Electricity Governance Initiative: 2014 Meeting Report
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Evaluating Public Policy Mechanisms for Climate Change
Evaluating Public Policy Mechanisms for Climate ChangeEvaluating Public Policy Mechanisms for Climate Change
Evaluating Public Policy Mechanisms for Climate Change
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
20140321 geopolítica da energia
20140321 geopolítica da energia20140321 geopolítica da energia
20140321 geopolítica da energia
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Desafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas considerações
Desafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas consideraçõesDesafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas considerações
Desafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas considerações
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
3inovafv conclusoes
3inovafv conclusoes3inovafv conclusoes
3inovafv conclusoes
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Copper contributions to fight climate change 1
Copper contributions to fight climate change 1Copper contributions to fight climate change 1
Copper contributions to fight climate change 1
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1
Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1
Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1
Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1
Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...
Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...
Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...
Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...
Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
AKR Annual Prize
AKR Annual PrizeAKR Annual Prize
Fapesp
FapespFapesp
Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...
Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...
Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Reporting on instruments for clean electricity generation in Brazil
Reporting on instruments for clean electricity generation in BrazilReporting on instruments for clean electricity generation in Brazil
Reporting on instruments for clean electricity generation in Brazil
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...
PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...
PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Report Final V1 Doc
Report Final V1 DocReport Final V1 Doc
Report Final V1 Doc
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Gilberto De Martino Jannuzzi
 

Mais de Gilberto De Martino Jannuzzi (20)

Electricity Governance Initiative: 2014 Meeting Report
Electricity Governance Initiative: 2014 Meeting ReportElectricity Governance Initiative: 2014 Meeting Report
Electricity Governance Initiative: 2014 Meeting Report
 
20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi
 
Evaluating Public Policy Mechanisms for Climate Change
Evaluating Public Policy Mechanisms for Climate ChangeEvaluating Public Policy Mechanisms for Climate Change
Evaluating Public Policy Mechanisms for Climate Change
 
20140321 geopolítica da energia
20140321 geopolítica da energia20140321 geopolítica da energia
20140321 geopolítica da energia
 
Desafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas considerações
Desafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas consideraçõesDesafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas considerações
Desafios das Fontes Limpas de Energia: Algumas considerações
 
3inovafv conclusoes
3inovafv conclusoes3inovafv conclusoes
3inovafv conclusoes
 
Copper contributions to fight climate change 1
Copper contributions to fight climate change 1Copper contributions to fight climate change 1
Copper contributions to fight climate change 1
 
Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1
Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1
Contribui›es do cobre ao comb ate as mudanças climaticas 1
 
Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1
Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1
Contribuci—n del cobre para com batir los cambios climáticos 1
 
Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...
Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...
Tools and methods for integrated resource planning: improving energy efficien...
 
Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...
Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...
Detailed comparison of Brazilian and French obligation schemes to promote ene...
 
Financial times-deutschland-rio20
Financial times-deutschland-rio20Financial times-deutschland-rio20
Financial times-deutschland-rio20
 
AKR Annual Prize
AKR Annual PrizeAKR Annual Prize
AKR Annual Prize
 
Fapesp
FapespFapesp
Fapesp
 
Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...
Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...
Serviços ancilares através da geração distribuída: reserva de potência ativa ...
 
Reporting on instruments for clean electricity generation in Brazil
Reporting on instruments for clean electricity generation in BrazilReporting on instruments for clean electricity generation in Brazil
Reporting on instruments for clean electricity generation in Brazil
 
PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...
PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...
PROJETO: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVOS À SUBSTITUIÇÃO DE LÂMPADAS INCAN...
 
Report Final V1 Doc
Report Final V1 DocReport Final V1 Doc
Report Final V1 Doc
 
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
 
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
Energias Do Futuro Final V6 19 07 2008
 

Último

Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 

Último (20)

Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 

20151110 sj campos

  • 1. Pensando além das grandes hidroelétricas A flexibilização da demanda e da oferta de eletricidade no Brasil e a crescente importância de sistemas de armazenagem de energia Gilberto M Jannuzzi - UNICAMP
  • 2. Mudanças significativas • Setor energético – passa a ser setor-chave para a futura política climática do Brasil (MITIGAÇÃO e ADAPTAÇÃO) • Custos da expansão tradicional e operação do setor elétrico • Revolução tecnológica: tecnologias de geração a partir de fontes renováveis e sistemas de armazenagem de energia • Novos instrumentos regulatórios, novas instituições e mecanismos financeiros • Novos negócios, novos agentes econômicos
  • 4. ENERGIA ARMAZENADA EM RESERVATÓRIOS: 2000 a 2014 Fonte: Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS (2014) 4 0 25,000 50,000 75,000 100,000 125,000 150,000 175,000 200,000 225,000 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 EnergiaHídricamédiaArmazenada[MW/ano] ANO SIN SE/CO S N NE 8% 69% 18% 5% S SE/CO NE N
  • 5. que utilizam combustíveis fósseis, aumentando a emissão de gases de efeito estufa. O Gráfico 26 mostra a quantidade de energia que pode ser armazenada nos reservatórios em cada região do país, no início e no final do horizonte do estudo. Gráfico 26 – Evolução da capacidade de armazenamento do SIN 201 GWmed 204 GWmed 20 GWmed 22 GWmed 52 GWmed 52 GWmed 15 GWmed 17 GWmed 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% 2013 2022 %ArmazenamentoMáximodoSIN SE/CO S NE N FONTE: EPE. Acréscimo 2013 a 2022 7 Gwmed (2%)
  • 6. 6
  • 7.
  • 10. Curva de carga para o setor residencial Sources: Tomé (MA), 2014, Analise do impacto do chuveiro eletrico em redes de distribuicao no contexto da tarifa horossazonall
  • 11. Composição da carga de consumidores residenciais 𝐶𝑜𝑛𝑠𝑢𝑚𝑜 𝑟𝑒𝑠𝑖𝑑𝑒𝑛𝑐𝑖𝑎𝑙 𝑟𝑒𝑔𝑖ã𝑜 𝑖 = 1 8760 𝐴 ∗ 𝑐𝑎𝑟𝑔𝑎 𝑑𝑒 𝑏𝑎𝑠𝑒 + 𝐵 ∗ 𝑐𝑎𝑟𝑔𝑎 𝐴𝐶 + 𝐶 ∗ 𝑎𝑞𝑢𝑒𝑐𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 á𝑔𝑢𝑎 Carga não flexível armagenagem em baterias Carga flexível com armazenagem térmica Carga flexível com armazenagem térmica
  • 13. Buscamos estratégias para enfrentar desafios • Ampliar as opções disponíveis para atender os requerimentos de serviços de energia • Descentralização da geração e operação de um sistema interligado • Integrar opções de oferta e demanda • Entender, resolver e aprender a tirar proveito da intermitência das fontes renováveis • Participação em grande escala de fontes intemitentes • Participação de consumidores-produtores. Novos negócios. Novos tipos de concessionárias • Aumentar a eficiência dos consumidores e tecnologias de uso final.