SlideShare uma empresa Scribd logo
I Conferência Virtual Global sobre Produção Orgânica de Bovinos de Corte
                          02 de setembro à 15 de outubro de 2002 — — Via Internet

   CONTROLE COMPLEMENTAR DE CARRAPATOS
 (BOOPHILUS MICROPLUS) EM GADO LEITEIRO (BOS
  TAURUS) - HOLANDÊS (PURO E CRUZADO) COM A
   ADMINSTRAÇÃO DO PRODUTO HOMEOPÁTICO -
 FATOR C&MC c , NA FAZENDA DA "EPAMIG". BRASIL.
                    Arenales, Maria Do Carmo*                                  Coelho, Evanio Nogueira

                                      R TAGIPURU, 194 - PERDIZES*
                                   SÃO PAULO - SP - CEP: 01156-000
                             FONES: (11) 3662-5789 ou 3662-5791 ou 3825-5020




1     INTRODUÇÃO
    Os carrapatos são destrutivos parasitas hematófagos encontrados na maioria, senão todos, os
países do mundo, mas de maior importância econômica nas zonas tropicais e subtropicais. Podem
produzir perdas na produção de carne, leite, lã, ovos, e diminuir o valor do couro. As infestações
severas podem causar anemia e igualmente a morte. Os carrapatos também podem transmitir outros
agentes de doenças graves.
    O controle dos carrapatos nas fazendas de gado é um dos grandes desafios nas regiões tropicais
devido à proliferação e o difícil controle destes parasitas. Outro problema grande a ser enfrentado, é
a resistência que os parasitas demonstram aos produtos convencionais e também o risco potencial de
que estes produtos deixam resíduos no leite e na carne. Na atualidade, a necessidade de controlar os
resíduos no leite e na carne está se tornando cada vez mais importante.
    A Homeopatia entra exatamente de forma a reunir estes requisitos porque controlam os carrapatos
com o tratamento através de produtos energizados, que não produzem resistência e não transmitem
resíduos aos produtos de origem animal.
    O controle dos carrapatos com remédios energizados (produtos homeopáticos) não faz parte das
alternativas tradicionais, mas pesquisas recentes demonstram que alguns remédios homeopáticos
controlam a infestação por carrapatos em bovinos, cavalos e cães, por piolhos em aves, por mosca
do chifre em bovinos, por mosca doméstica quando atraída pelo esterco de bovinos e suínos e também
o de vermes em bovinos e ovinos.
    Segundo avaliação muito estrita do Ministério de Agricultura no Brasil, há uma indicação
estabelecendo um NÃO tempo de RETIRADA para o consumo de alimentos de origem animal ou
vegetal após o tratamento com produtos homeopáticos, pois entendem que estes medicamentos não
deixam resíduos.



2     OBJETIVOS
     O objetivo deste experimento foi demonstrar a eficácia do FATOR C&MC c (produto homeopático)
(Boophilus microplus-CH12) como um medicamento auxiliar no controle de ectoparasitas em gado
leiteiro [Bos taurus, Holstein PO].

    Editored by:
       University of Contestado - UnC - Concordia Unit - Concordia - SC - Brazil
       Embrapa Pantanal - Corumba - MS - Brazil
       c UnC – Concordia – Brazil – 10 de setembro de 2002




                                                                      1
I Conferência Virtual Global sobre Produção Orgânica de Bovinos de Corte
                     02 de setembro à 15 de outubro de 2002 — — Via Internet

3    MATERIAL E MÉTODOS
   O experimento foi realizado na fazenda da EPAMIG "Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado
de Minas Gerais"-A fazenda está localizada no Município de Três Pontas, Estado de Minas Gerais,
Brasil, América do Sul. Todos os animais foram designados ao acaso a um dos seguintes grupos,
segundo a idade e o manejo do rebanho:

    • GRUPO I - Vacas em Ordenha = 25-30
    • GRUPO II - Novilhas próximas ao parto = 10-12
    • GRUPO III - Vacas Vazias = 10-12
    • GRUPO IV - Bezerros entre 3-6 meses = 7-10

    A fazenda enfrentou muitos problemas devido ao nível alto de infestação por parasitas externos
(ectoparasitas), levando à necessidade de tratamentos muito freqüentes com produtos químicos.
    Considerando o produto homeopático como um complemento no controle destes parasitas o
objetivo do experimento foi o uso do produto para aumentar o intervalo da administração dos compostos
químicos, usando um saco (400 gramas) de FATOR C&MC c , misturado ao suplemento mineral, a ser
administrado a todo o rebanho, em duas possíveis alternativas: suplemento mineral misturado com o
FACTOR C&MC c e oferecido à vontade, e para vacas em ordenha, forçando o consumo, misturando o
produto na ração.



4    RESULTADOS
    O uso do FATOR C&MC c começou em 1 de março de 1998, sendo administrado aos animais
durante 24 meses de tratamento continuo.
    Durante o primeiro ano de tratamento com o produto homeopático (1998), a necessidade de
controle químico diminuiu em 79.2% e durante o segundo ano (1999), usando a homeopatia, o número
de banhos carrapaticidas neste rebanho diminuiu em 91.6%.



5    CONCLUSÕES
    A eficácia de um tratamento não pode ser considerada apenas através da avaliação em base
individual mas sim com base em todo o rebanho.
    Além da redução do número de tratamentos por ano, o tratamento homeopático com o uso do
produto homeopático FATOR C&MC foi muito eficaz como um complemento, controlando a infestação
de carrapatos na fazenda, levando a um tratamento mais eficaz que modelo tradicional, com menor
possibilidade de induz à resistência, nenhum resíduo tóxico e tendo custo mais baixo. Esta formulação
homeopática, aliada aos medicamentos para o gado leiteiro e de corte na pecuária, completa o ciclo
para a produtividade de um gado mais saudável.




                                                 2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Herbert Dos Anjos
 
Artigo abmba v8_n1_2020_01
Artigo abmba v8_n1_2020_01Artigo abmba v8_n1_2020_01
Artigo abmba v8_n1_2020_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Artigo abmba v6_n2_2018_01
Artigo abmba v6_n2_2018_01Artigo abmba v6_n2_2018_01
Artigo abmba v6_n2_2018_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Produção De Frangos
Produção De FrangosProdução De Frangos
Produção De Frangos
Felipe Tavares
 
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corteComposição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Ulisses Nilo Landi
 
Artigo abmba v5_n1_2017_01
Artigo abmba v5_n1_2017_01Artigo abmba v5_n1_2017_01
Artigo abmba v5_n1_2017_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Sistema de criação bovina
 Sistema de criação bovina Sistema de criação bovina
Sistema de criação bovina
Raphaella Huhu
 
Comercialização avícola
Comercialização avícolaComercialização avícola
Comercialização avícola
Priscila de Oliveira
 
Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...
Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...
Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...
Rural Pecuária
 
Pcr para o diagnóstico da mastite bovina
Pcr para o diagnóstico da mastite bovinaPcr para o diagnóstico da mastite bovina
Pcr para o diagnóstico da mastite bovina
Marília Gomes
 
Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Mastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio iiMastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio ii
Thalita Maciel de Melo
 
Mastite
MastiteMastite
Manual de Ordenha Manual de Bovinos
Manual de Ordenha Manual de BovinosManual de Ordenha Manual de Bovinos
Manual de Ordenha Manual de Bovinos
Sérgio Amaral
 
Aac estimativasdecusto
Aac estimativasdecustoAac estimativasdecusto
Aac estimativasdecusto
Diogo Agnelo
 
Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul
Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul
Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul
Rural Pecuária
 
Apostila Produçao de Leite Agroecologico
Apostila Produçao de Leite AgroecologicoApostila Produçao de Leite Agroecologico
Apostila Produçao de Leite Agroecologico
Daniel Mol
 
Tristeza
TristezaTristeza
Tristeza
Renato Villela
 
Pós dipping milkpoint
Pós dipping milkpointPós dipping milkpoint
Pós dipping milkpoint
BeefPoint
 
Pós dipping milkpoint
Pós dipping milkpointPós dipping milkpoint
Pós dipping milkpoint
BeefPoint
 

Mais procurados (20)

Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
 
Artigo abmba v8_n1_2020_01
Artigo abmba v8_n1_2020_01Artigo abmba v8_n1_2020_01
Artigo abmba v8_n1_2020_01
 
Artigo abmba v6_n2_2018_01
Artigo abmba v6_n2_2018_01Artigo abmba v6_n2_2018_01
Artigo abmba v6_n2_2018_01
 
Produção De Frangos
Produção De FrangosProdução De Frangos
Produção De Frangos
 
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corteComposição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
 
Artigo abmba v5_n1_2017_01
Artigo abmba v5_n1_2017_01Artigo abmba v5_n1_2017_01
Artigo abmba v5_n1_2017_01
 
Sistema de criação bovina
 Sistema de criação bovina Sistema de criação bovina
Sistema de criação bovina
 
Comercialização avícola
Comercialização avícolaComercialização avícola
Comercialização avícola
 
Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...
Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...
Controle seletivo do carrapato dos bovinos em pequenas propriedades do vale d...
 
Pcr para o diagnóstico da mastite bovina
Pcr para o diagnóstico da mastite bovinaPcr para o diagnóstico da mastite bovina
Pcr para o diagnóstico da mastite bovina
 
Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01
 
Mastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio iiMastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio ii
 
Mastite
MastiteMastite
Mastite
 
Manual de Ordenha Manual de Bovinos
Manual de Ordenha Manual de BovinosManual de Ordenha Manual de Bovinos
Manual de Ordenha Manual de Bovinos
 
Aac estimativasdecusto
Aac estimativasdecustoAac estimativasdecusto
Aac estimativasdecusto
 
Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul
Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul
Surtos da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul
 
Apostila Produçao de Leite Agroecologico
Apostila Produçao de Leite AgroecologicoApostila Produçao de Leite Agroecologico
Apostila Produçao de Leite Agroecologico
 
Tristeza
TristezaTristeza
Tristeza
 
Pós dipping milkpoint
Pós dipping milkpointPós dipping milkpoint
Pós dipping milkpoint
 
Pós dipping milkpoint
Pós dipping milkpointPós dipping milkpoint
Pós dipping milkpoint
 

Destaque

201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02
201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02
201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02
Glenda Pacheco
 
Sexta cultura educação e cultura em um show de talentos
Sexta cultura  educação e cultura em um show de talentosSexta cultura  educação e cultura em um show de talentos
Sexta cultura educação e cultura em um show de talentos
Helder Batista
 
Folheto alimentação
Folheto alimentaçãoFolheto alimentação
Folheto alimentação
Ana Paula Santos
 
Ev.correg.
Ev.correg.Ev.correg.
Ev.correg.
Yuuki Konoe
 
Actividades
ActividadesActividades
Actividades
davidgarciareyes13
 
Reportagem especial parana
Reportagem especial paranaReportagem especial parana
Reportagem especial parana
Meio & Mensagem
 
Microsoft word p1-202-1º trimestre-2014
Microsoft word   p1-202-1º trimestre-2014Microsoft word   p1-202-1º trimestre-2014
Microsoft word p1-202-1º trimestre-2014
Airton Coelho
 
CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543
CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543
CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543
Claudinei Machado
 
Actividades de fisica 2
Actividades de fisica 2Actividades de fisica 2
Actividades de fisica 2
emamao
 
Listão do 2º ano história - semanas da 23 a 27
Listão do 2º ano   história - semanas da 23 a 27Listão do 2º ano   história - semanas da 23 a 27
Listão do 2º ano história - semanas da 23 a 27
Isaquel Silva
 
Carta empresa
Carta empresaCarta empresa
Carta empresa
itz0989
 
Os benefícios de ter um cão para diabéticos
Os benefícios de ter um cão para diabéticosOs benefícios de ter um cão para diabéticos
Os benefícios de ter um cão para diabéticos
Joe Pinheiro
 
Regulamento escultura 2
Regulamento escultura 2Regulamento escultura 2
Regulamento escultura 2
Marquês de Pombal
 
Eurovision por Ana Paula Garrido
Eurovision por Ana Paula GarridoEurovision por Ana Paula Garrido
Eurovision por Ana Paula Garrido
Ana Paula Garrido
 
Sonia fois
Sonia foisSonia fois
Sonia fois
Sonia Fois
 
O dom de deus é para o bem comum
O dom de deus é para o bem comumO dom de deus é para o bem comum
O dom de deus é para o bem comum
Ngari Stephen
 
Convênio mulheres da paz Juazeiro do Norte
Convênio mulheres da paz Juazeiro do NorteConvênio mulheres da paz Juazeiro do Norte
Convênio mulheres da paz Juazeiro do Norte
Marcelo Alves
 
ARIEL PAVO - DIPLOMA
ARIEL PAVO - DIPLOMAARIEL PAVO - DIPLOMA
ARIEL PAVO - DIPLOMAAriel Pavo
 
REP Marque Ponto
REP Marque PontoREP Marque Ponto
REP Marque Ponto
ScanSource Brasil
 

Destaque (20)

201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02
201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02
201591 82745 sist-iii-trabalho2015-02
 
Sexta cultura educação e cultura em um show de talentos
Sexta cultura  educação e cultura em um show de talentosSexta cultura  educação e cultura em um show de talentos
Sexta cultura educação e cultura em um show de talentos
 
Folheto alimentação
Folheto alimentaçãoFolheto alimentação
Folheto alimentação
 
Ev.correg.
Ev.correg.Ev.correg.
Ev.correg.
 
Actividades
ActividadesActividades
Actividades
 
Reportagem especial parana
Reportagem especial paranaReportagem especial parana
Reportagem especial parana
 
Microsoft word p1-202-1º trimestre-2014
Microsoft word   p1-202-1º trimestre-2014Microsoft word   p1-202-1º trimestre-2014
Microsoft word p1-202-1º trimestre-2014
 
CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543
CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543
CGA G7-1 2011 - Ar Grau D - NBR 12543
 
Actividades de fisica 2
Actividades de fisica 2Actividades de fisica 2
Actividades de fisica 2
 
Protesta de Egresado
Protesta de EgresadoProtesta de Egresado
Protesta de Egresado
 
Listão do 2º ano história - semanas da 23 a 27
Listão do 2º ano   história - semanas da 23 a 27Listão do 2º ano   história - semanas da 23 a 27
Listão do 2º ano história - semanas da 23 a 27
 
Carta empresa
Carta empresaCarta empresa
Carta empresa
 
Os benefícios de ter um cão para diabéticos
Os benefícios de ter um cão para diabéticosOs benefícios de ter um cão para diabéticos
Os benefícios de ter um cão para diabéticos
 
Regulamento escultura 2
Regulamento escultura 2Regulamento escultura 2
Regulamento escultura 2
 
Eurovision por Ana Paula Garrido
Eurovision por Ana Paula GarridoEurovision por Ana Paula Garrido
Eurovision por Ana Paula Garrido
 
Sonia fois
Sonia foisSonia fois
Sonia fois
 
O dom de deus é para o bem comum
O dom de deus é para o bem comumO dom de deus é para o bem comum
O dom de deus é para o bem comum
 
Convênio mulheres da paz Juazeiro do Norte
Convênio mulheres da paz Juazeiro do NorteConvênio mulheres da paz Juazeiro do Norte
Convênio mulheres da paz Juazeiro do Norte
 
ARIEL PAVO - DIPLOMA
ARIEL PAVO - DIPLOMAARIEL PAVO - DIPLOMA
ARIEL PAVO - DIPLOMA
 
REP Marque Ponto
REP Marque PontoREP Marque Ponto
REP Marque Ponto
 

Semelhante a 02pt06

Material
MaterialMaterial
Material
AgriPoint
 
Cartilha carbono-web
Cartilha carbono-webCartilha carbono-web
Cartilha carbono-web
Fábio Santos
 
Tuberculose Bovina
Tuberculose BovinaTuberculose Bovina
Tuberculose Bovina
ricardo morita
 
Comunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídio
Comunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídioComunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídio
Comunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídio
João Siqueira da Mata
 
Nutricao Animal
Nutricao AnimalNutricao Animal
Filippsen et al. 1999 prevalência da mastite bovina causada por prototheca...
Filippsen et al. 1999   prevalência da mastite bovina causada por  prototheca...Filippsen et al. 1999   prevalência da mastite bovina causada por  prototheca...
Filippsen et al. 1999 prevalência da mastite bovina causada por prototheca...
AgriPoint
 
Artigo qualidade leite
Artigo qualidade leiteArtigo qualidade leite
Artigo qualidade leite
Daniele Gawlik
 
Parte escrita mastite
Parte escrita mastiteParte escrita mastite
Parte escrita mastite
Diana Cleide Silva
 
revista pecuária corte - artigo treo ace
revista pecuária corte - artigo treo acerevista pecuária corte - artigo treo ace
revista pecuária corte - artigo treo ace
AgriPoint
 
Carrapatos
CarrapatosCarrapatos
01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos
Andre Moraes Costa
 
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Rodrigo Penna
 
Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Manejo Ambiental, sanitário e repr..pptx
Manejo Ambiental, sanitário e repr..pptxManejo Ambiental, sanitário e repr..pptx
Manejo Ambiental, sanitário e repr..pptx
THAYZRODRIGUESENEDIN
 
08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf
08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf
08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf
Wargney
 
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira AgropecuáriaApresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Oxya Agro e Biociências
 
Artigo bioterra v19_n2_06
Artigo bioterra v19_n2_06Artigo bioterra v19_n2_06
Artigo bioterra v19_n2_06
Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
Relatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologio
Relatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologioRelatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologio
Relatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologio
luancamargodesouza
 
Verminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e OvinosVerminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e Ovinos
Natália Borges
 
Analise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CE
Analise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CEAnalise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CE
Analise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CE
Francisco Pereira da Silva
 

Semelhante a 02pt06 (20)

Material
MaterialMaterial
Material
 
Cartilha carbono-web
Cartilha carbono-webCartilha carbono-web
Cartilha carbono-web
 
Tuberculose Bovina
Tuberculose BovinaTuberculose Bovina
Tuberculose Bovina
 
Comunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídio
Comunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídioComunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídio
Comunicado 14 leite de vaca cru para o controle de oídio
 
Nutricao Animal
Nutricao AnimalNutricao Animal
Nutricao Animal
 
Filippsen et al. 1999 prevalência da mastite bovina causada por prototheca...
Filippsen et al. 1999   prevalência da mastite bovina causada por  prototheca...Filippsen et al. 1999   prevalência da mastite bovina causada por  prototheca...
Filippsen et al. 1999 prevalência da mastite bovina causada por prototheca...
 
Artigo qualidade leite
Artigo qualidade leiteArtigo qualidade leite
Artigo qualidade leite
 
Parte escrita mastite
Parte escrita mastiteParte escrita mastite
Parte escrita mastite
 
revista pecuária corte - artigo treo ace
revista pecuária corte - artigo treo acerevista pecuária corte - artigo treo ace
revista pecuária corte - artigo treo ace
 
Carrapatos
CarrapatosCarrapatos
Carrapatos
 
01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos
 
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
 
Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01
 
Manejo Ambiental, sanitário e repr..pptx
Manejo Ambiental, sanitário e repr..pptxManejo Ambiental, sanitário e repr..pptx
Manejo Ambiental, sanitário e repr..pptx
 
08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf
08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf
08 AULA - PRINCIPAIS DOENÇAS DE ANIMAIS DE PRODUÇÃO.pdf
 
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira AgropecuáriaApresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
 
Artigo bioterra v19_n2_06
Artigo bioterra v19_n2_06Artigo bioterra v19_n2_06
Artigo bioterra v19_n2_06
 
Relatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologio
Relatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologioRelatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologio
Relatorio de estagio supervisionado 1 - controle biologio
 
Verminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e OvinosVerminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e Ovinos
 
Analise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CE
Analise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CEAnalise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CE
Analise de Mesófilos em Leite Cru Comercializado na Cidade de Quixeramobim - CE
 

02pt06

  • 1. I Conferência Virtual Global sobre Produção Orgânica de Bovinos de Corte 02 de setembro à 15 de outubro de 2002 — — Via Internet CONTROLE COMPLEMENTAR DE CARRAPATOS (BOOPHILUS MICROPLUS) EM GADO LEITEIRO (BOS TAURUS) - HOLANDÊS (PURO E CRUZADO) COM A ADMINSTRAÇÃO DO PRODUTO HOMEOPÁTICO - FATOR C&MC c , NA FAZENDA DA "EPAMIG". BRASIL. Arenales, Maria Do Carmo* Coelho, Evanio Nogueira R TAGIPURU, 194 - PERDIZES* SÃO PAULO - SP - CEP: 01156-000 FONES: (11) 3662-5789 ou 3662-5791 ou 3825-5020 1 INTRODUÇÃO Os carrapatos são destrutivos parasitas hematófagos encontrados na maioria, senão todos, os países do mundo, mas de maior importância econômica nas zonas tropicais e subtropicais. Podem produzir perdas na produção de carne, leite, lã, ovos, e diminuir o valor do couro. As infestações severas podem causar anemia e igualmente a morte. Os carrapatos também podem transmitir outros agentes de doenças graves. O controle dos carrapatos nas fazendas de gado é um dos grandes desafios nas regiões tropicais devido à proliferação e o difícil controle destes parasitas. Outro problema grande a ser enfrentado, é a resistência que os parasitas demonstram aos produtos convencionais e também o risco potencial de que estes produtos deixam resíduos no leite e na carne. Na atualidade, a necessidade de controlar os resíduos no leite e na carne está se tornando cada vez mais importante. A Homeopatia entra exatamente de forma a reunir estes requisitos porque controlam os carrapatos com o tratamento através de produtos energizados, que não produzem resistência e não transmitem resíduos aos produtos de origem animal. O controle dos carrapatos com remédios energizados (produtos homeopáticos) não faz parte das alternativas tradicionais, mas pesquisas recentes demonstram que alguns remédios homeopáticos controlam a infestação por carrapatos em bovinos, cavalos e cães, por piolhos em aves, por mosca do chifre em bovinos, por mosca doméstica quando atraída pelo esterco de bovinos e suínos e também o de vermes em bovinos e ovinos. Segundo avaliação muito estrita do Ministério de Agricultura no Brasil, há uma indicação estabelecendo um NÃO tempo de RETIRADA para o consumo de alimentos de origem animal ou vegetal após o tratamento com produtos homeopáticos, pois entendem que estes medicamentos não deixam resíduos. 2 OBJETIVOS O objetivo deste experimento foi demonstrar a eficácia do FATOR C&MC c (produto homeopático) (Boophilus microplus-CH12) como um medicamento auxiliar no controle de ectoparasitas em gado leiteiro [Bos taurus, Holstein PO]. Editored by: University of Contestado - UnC - Concordia Unit - Concordia - SC - Brazil Embrapa Pantanal - Corumba - MS - Brazil c UnC – Concordia – Brazil – 10 de setembro de 2002 1
  • 2. I Conferência Virtual Global sobre Produção Orgânica de Bovinos de Corte 02 de setembro à 15 de outubro de 2002 — — Via Internet 3 MATERIAL E MÉTODOS O experimento foi realizado na fazenda da EPAMIG "Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado de Minas Gerais"-A fazenda está localizada no Município de Três Pontas, Estado de Minas Gerais, Brasil, América do Sul. Todos os animais foram designados ao acaso a um dos seguintes grupos, segundo a idade e o manejo do rebanho: • GRUPO I - Vacas em Ordenha = 25-30 • GRUPO II - Novilhas próximas ao parto = 10-12 • GRUPO III - Vacas Vazias = 10-12 • GRUPO IV - Bezerros entre 3-6 meses = 7-10 A fazenda enfrentou muitos problemas devido ao nível alto de infestação por parasitas externos (ectoparasitas), levando à necessidade de tratamentos muito freqüentes com produtos químicos. Considerando o produto homeopático como um complemento no controle destes parasitas o objetivo do experimento foi o uso do produto para aumentar o intervalo da administração dos compostos químicos, usando um saco (400 gramas) de FATOR C&MC c , misturado ao suplemento mineral, a ser administrado a todo o rebanho, em duas possíveis alternativas: suplemento mineral misturado com o FACTOR C&MC c e oferecido à vontade, e para vacas em ordenha, forçando o consumo, misturando o produto na ração. 4 RESULTADOS O uso do FATOR C&MC c começou em 1 de março de 1998, sendo administrado aos animais durante 24 meses de tratamento continuo. Durante o primeiro ano de tratamento com o produto homeopático (1998), a necessidade de controle químico diminuiu em 79.2% e durante o segundo ano (1999), usando a homeopatia, o número de banhos carrapaticidas neste rebanho diminuiu em 91.6%. 5 CONCLUSÕES A eficácia de um tratamento não pode ser considerada apenas através da avaliação em base individual mas sim com base em todo o rebanho. Além da redução do número de tratamentos por ano, o tratamento homeopático com o uso do produto homeopático FATOR C&MC foi muito eficaz como um complemento, controlando a infestação de carrapatos na fazenda, levando a um tratamento mais eficaz que modelo tradicional, com menor possibilidade de induz à resistência, nenhum resíduo tóxico e tendo custo mais baixo. Esta formulação homeopática, aliada aos medicamentos para o gado leiteiro e de corte na pecuária, completa o ciclo para a produtividade de um gado mais saudável. 2