SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
CANA-DE-AÇÚCAR
Como calcular o valor da tonelada de cana
A fórmula de cálculo para a remuneração da tonelada de cana-de-açúcar, utilizada pelo
Consecana, utiliza os seguintes parâmetros:
Ao entregar a cana à indústria, o produtor obtém avaliação prévia do grau de
participação da matéria-prima nos custos dos produtos industrializados (açúcar e álcool). O modelo
do Estado de São Paulo calcula esta participação com os seguintes percentuais: açúcar + mel
56.8%; álcool anidro 61.2%; álcool hidratado 61,7%.
Outra variável na formação do valor do ATR é a composição dos preços dos produtos da
cana: açúcar (mercado interno e externo) e álcool carburante (anidro e hidratado). Estes valores
são levantados pela ESALQ, para o Estado de São Paulo, e pela UFP, para o Estado do Paraná.
Os valores médios ponderados destes produtos no mercado interno são convertidas em
quilogramas de ATR, conforme fatores de conversão previamente determinados.
Para determinação dos preços médios, em reais, do quilo do ATR da cana-de-açúcar
entregue pelo produtor, leva-se em conta, também, o mix médio dos percentuais de produção de
açúcar da indústria e do Estado, mais a percentualizado dos preços do item anterior.
A fórmula paramétrica determina a quantidade em quilos de ATR por tonelada de
açúcar: leva em conta a quantidade de sacarose aparente na cana-de-açúcar, a perda industrial
média dos açúcares em função do processo industrial e açúcares redutores (frutose e glicose). A
determinação do ATR é realizada pela amostragem coletada quando o produtor entrega a cana na
indústria, sendo que a média no Estado de São Paulo é de 144 quilos de ATR por tonelada de
cana.
Todos os fatores de conversão dos cálculos para compor o valor do ATR são resultados
de experimentos e dados estatísticos do processo produtivo da cana-de-açúcar até a sua
industrialização. Estes fatores levam em conta a pureza, o total de açúcares redutores, o
percentual de sacarose aparente do caldo e, também, o percentual de fibra na cana.
Para zelar e aprimorar todas as variáveis que resultarão nos valores do ATR, o
Conselho possui a Câmara Técnica (Canatec), que é o foro de discussão e estudo integrado por
técnicos de entidades de produtores de cana e industriais do açúcar e do álcool.
José Ricardo Severo
engenheiro-agrônomo, assessor técnico da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

8051 Timers / Counters
8051 Timers / Counters8051 Timers / Counters
8051 Timers / CountersPatricio Lima
 
FPGA Overview
FPGA OverviewFPGA Overview
FPGA OverviewMetalMath
 
Xilinx design flow -By BhargavTarpara
Xilinx design flow -By BhargavTarparaXilinx design flow -By BhargavTarpara
Xilinx design flow -By BhargavTarparaNirav Desai
 
Advances in VLSI Chapter 6 Superbuffers
Advances in VLSI Chapter 6 SuperbuffersAdvances in VLSI Chapter 6 Superbuffers
Advances in VLSI Chapter 6 SuperbuffersDabbaru Murali
 
microcontroller vs microprocessor
microcontroller vs microprocessormicrocontroller vs microprocessor
microcontroller vs microprocessorsobhadevi
 
8051 Timers and Counters
8051 Timers and Counters8051 Timers and Counters
8051 Timers and CountersShreyans Pathak
 
I/O port programming in 8051
I/O port programming in 8051I/O port programming in 8051
I/O port programming in 8051ssuser3a47cb
 
Visao geral de sistemas de comunicacoes
Visao geral de sistemas de comunicacoesVisao geral de sistemas de comunicacoes
Visao geral de sistemas de comunicacoesElaine Cecília Gatto
 
The sunsparc architecture
The sunsparc architectureThe sunsparc architecture
The sunsparc architectureTaha Malampatti
 
AD-IP-JESD204 JESD204B Interface Framework
AD-IP-JESD204 JESD204B Interface FrameworkAD-IP-JESD204 JESD204B Interface Framework
AD-IP-JESD204 JESD204B Interface FrameworkAnalog Devices, Inc.
 
Industrial electronics n2
Industrial electronics n2Industrial electronics n2
Industrial electronics n2Jude Jay
 
Speed sensor
Speed sensorSpeed sensor
Speed sensorjjytuj
 

Mais procurados (20)

ARM Architecture
ARM ArchitectureARM Architecture
ARM Architecture
 
8051 Timers / Counters
8051 Timers / Counters8051 Timers / Counters
8051 Timers / Counters
 
FPGA Overview
FPGA OverviewFPGA Overview
FPGA Overview
 
Xilinx design flow -By BhargavTarpara
Xilinx design flow -By BhargavTarparaXilinx design flow -By BhargavTarpara
Xilinx design flow -By BhargavTarpara
 
Advances in VLSI Chapter 6 Superbuffers
Advances in VLSI Chapter 6 SuperbuffersAdvances in VLSI Chapter 6 Superbuffers
Advances in VLSI Chapter 6 Superbuffers
 
microcontroller vs microprocessor
microcontroller vs microprocessormicrocontroller vs microprocessor
microcontroller vs microprocessor
 
Anten ve Propagasyonu
Anten ve PropagasyonuAnten ve Propagasyonu
Anten ve Propagasyonu
 
Embedded _c_
Embedded  _c_Embedded  _c_
Embedded _c_
 
Arm teaching material
Arm teaching materialArm teaching material
Arm teaching material
 
8051 Timers and Counters
8051 Timers and Counters8051 Timers and Counters
8051 Timers and Counters
 
I/O port programming in 8051
I/O port programming in 8051I/O port programming in 8051
I/O port programming in 8051
 
8051 programming in c
8051 programming in c8051 programming in c
8051 programming in c
 
Visao geral de sistemas de comunicacoes
Visao geral de sistemas de comunicacoesVisao geral de sistemas de comunicacoes
Visao geral de sistemas de comunicacoes
 
8051 i/o port circuit
8051 i/o port circuit8051 i/o port circuit
8051 i/o port circuit
 
MICROCONTROLLER - INTEL 8051
MICROCONTROLLER - INTEL 8051MICROCONTROLLER - INTEL 8051
MICROCONTROLLER - INTEL 8051
 
The sunsparc architecture
The sunsparc architectureThe sunsparc architecture
The sunsparc architecture
 
AD-IP-JESD204 JESD204B Interface Framework
AD-IP-JESD204 JESD204B Interface FrameworkAD-IP-JESD204 JESD204B Interface Framework
AD-IP-JESD204 JESD204B Interface Framework
 
Industrial electronics n2
Industrial electronics n2Industrial electronics n2
Industrial electronics n2
 
Speed sensor
Speed sensorSpeed sensor
Speed sensor
 
8051 serial communication-UART
8051 serial communication-UART8051 serial communication-UART
8051 serial communication-UART
 

Destaque

Primordios da administração apresentação
Primordios da administração apresentaçãoPrimordios da administração apresentação
Primordios da administração apresentaçãocalinesa
 
What Makes Great Infographics
What Makes Great InfographicsWhat Makes Great Infographics
What Makes Great InfographicsSlideShare
 
10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization
10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization
10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation OptimizationOneupweb
 
Masters of SlideShare
Masters of SlideShareMasters of SlideShare
Masters of SlideShareKapost
 
STOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to Slideshare
STOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to SlideshareSTOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to Slideshare
STOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to SlideshareEmpowered Presentations
 
How To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content Marketing
How To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content MarketingHow To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content Marketing
How To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content MarketingContent Marketing Institute
 
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...SlideShare
 
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & TricksHow to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & TricksSlideShare
 

Destaque (10)

1-Treinamento Pcts
1-Treinamento Pcts1-Treinamento Pcts
1-Treinamento Pcts
 
Primordios da administração apresentação
Primordios da administração apresentaçãoPrimordios da administração apresentação
Primordios da administração apresentação
 
What Makes Great Infographics
What Makes Great InfographicsWhat Makes Great Infographics
What Makes Great Infographics
 
10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization
10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization
10 Ways to Win at SlideShare SEO & Presentation Optimization
 
Masters of SlideShare
Masters of SlideShareMasters of SlideShare
Masters of SlideShare
 
STOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to Slideshare
STOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to SlideshareSTOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to Slideshare
STOP! VIEW THIS! 10-Step Checklist When Uploading to Slideshare
 
How To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content Marketing
How To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content MarketingHow To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content Marketing
How To Get More From SlideShare - Super-Simple Tips For Content Marketing
 
You Suck At PowerPoint!
You Suck At PowerPoint!You Suck At PowerPoint!
You Suck At PowerPoint!
 
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
 
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & TricksHow to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
 

Semelhante a Como calcular o valor da tonelada de cana

121128 luciano-rodrigues
121128 luciano-rodrigues121128 luciano-rodrigues
121128 luciano-rodriguesAgroTalento
 
analises mineral e vegetal
analises mineral e vegetalanalises mineral e vegetal
analises mineral e vegetalaline silva
 
introdução slides 28_07 final.ppt
introdução slides 28_07 final.pptintrodução slides 28_07 final.ppt
introdução slides 28_07 final.pptssuser2b53fe
 
Seminário stab 2013 industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...
Seminário stab 2013   industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...Seminário stab 2013   industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...
Seminário stab 2013 industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...STAB Setentrional
 
PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA
PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA
PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA Lucas Wallace Sousa Alves
 
Relatório de Estágio - LIRA, A. B.
Relatório de Estágio - LIRA, A. B.Relatório de Estágio - LIRA, A. B.
Relatório de Estágio - LIRA, A. B.Arthur Lira
 
8-Treinamento Boletim Diário
8-Treinamento Boletim Diário8-Treinamento Boletim Diário
8-Treinamento Boletim DiárioLeandro Cândido
 
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
RTC  Medindo a Eficiencia da Industria RTC  Medindo a Eficiencia da Industria
RTC Medindo a Eficiencia da Industria Marcos Abreu
 
3-Treinamento Tratamento De Caldo
3-Treinamento Tratamento De Caldo3-Treinamento Tratamento De Caldo
3-Treinamento Tratamento De CaldoLeandro Cândido
 

Semelhante a Como calcular o valor da tonelada de cana (10)

121128 luciano-rodrigues
121128 luciano-rodrigues121128 luciano-rodrigues
121128 luciano-rodrigues
 
analises mineral e vegetal
analises mineral e vegetalanalises mineral e vegetal
analises mineral e vegetal
 
introdução slides 28_07 final.ppt
introdução slides 28_07 final.pptintrodução slides 28_07 final.ppt
introdução slides 28_07 final.ppt
 
20130401161058t wdbrxm4rx
20130401161058t wdbrxm4rx20130401161058t wdbrxm4rx
20130401161058t wdbrxm4rx
 
Seminário stab 2013 industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...
Seminário stab 2013   industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...Seminário stab 2013   industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...
Seminário stab 2013 industrial - 02. evolução do modelo consecana no estado...
 
PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA
PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA
PRODUÇÃO DE ÁLCOOL DA MANDIOCA E DA CANA
 
Relatório de Estágio - LIRA, A. B.
Relatório de Estágio - LIRA, A. B.Relatório de Estágio - LIRA, A. B.
Relatório de Estágio - LIRA, A. B.
 
8-Treinamento Boletim Diário
8-Treinamento Boletim Diário8-Treinamento Boletim Diário
8-Treinamento Boletim Diário
 
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
RTC  Medindo a Eficiencia da Industria RTC  Medindo a Eficiencia da Industria
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
 
3-Treinamento Tratamento De Caldo
3-Treinamento Tratamento De Caldo3-Treinamento Tratamento De Caldo
3-Treinamento Tratamento De Caldo
 

Mais de Rural Pecuária

Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...
Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...
Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...Rural Pecuária
 
50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).
50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).
50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).Rural Pecuária
 
Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...
Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...
Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...Rural Pecuária
 
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...Rural Pecuária
 
Tecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animal
Tecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animalTecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animal
Tecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animalRural Pecuária
 
BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...
BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...
BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...Rural Pecuária
 
Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...
Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...
Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...Rural Pecuária
 
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtorBoas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtorRural Pecuária
 
Catálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela EmbrapaCatálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela EmbrapaRural Pecuária
 
Dez dicas para produção de milho
Dez dicas para produção de milhoDez dicas para produção de milho
Dez dicas para produção de milhoRural Pecuária
 
Criação de Bezerras Leiteiras
Criação de Bezerras LeiteirasCriação de Bezerras Leiteiras
Criação de Bezerras LeiteirasRural Pecuária
 
Como produzir-Goiaba Orgânica
Como produzir-Goiaba Orgânica Como produzir-Goiaba Orgânica
Como produzir-Goiaba Orgânica Rural Pecuária
 
Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...
Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...
Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...Rural Pecuária
 
Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes” ap...
Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes”  ap...Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes”  ap...
Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes” ap...Rural Pecuária
 
Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...
Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...
Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...Rural Pecuária
 
Silício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais aprovado
Silício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais  aprovadoSilício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais  aprovado
Silício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais aprovadoRural Pecuária
 
Manual Técnico de Ranicultura está disponível
Manual Técnico de Ranicultura está disponívelManual Técnico de Ranicultura está disponível
Manual Técnico de Ranicultura está disponívelRural Pecuária
 
Infiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixes
Infiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixesInfiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixes
Infiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixesRural Pecuária
 
A importância da longevidade das vacas de corte
A importância da longevidade das vacas de corteA importância da longevidade das vacas de corte
A importância da longevidade das vacas de corteRural Pecuária
 
Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira
Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira
Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira Rural Pecuária
 

Mais de Rural Pecuária (20)

Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...
Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...
Pecuária leiteira de precisão: uso de sensores para monitoramento e detecção ...
 
50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).
50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).
50 perguntas, 50 respostas sobre a Carne Carbono Neutro (CCN).
 
Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...
Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...
Soro de queijo tipo coalho de leite bovino: alternativa para a terminação de ...
 
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
 
Tecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animal
Tecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animalTecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animal
Tecnologia e custo da cana-de-açúcar para a alimentação animal
 
BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...
BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...
BRS Capiaçu: cultivar de capim-elefante de alto rendimento para produção de s...
 
Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...
Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...
Reaproveitamento de água residuária em sistemas de produção de leite em confi...
 
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtorBoas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
 
Catálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela EmbrapaCatálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
 
Dez dicas para produção de milho
Dez dicas para produção de milhoDez dicas para produção de milho
Dez dicas para produção de milho
 
Criação de Bezerras Leiteiras
Criação de Bezerras LeiteirasCriação de Bezerras Leiteiras
Criação de Bezerras Leiteiras
 
Como produzir-Goiaba Orgânica
Como produzir-Goiaba Orgânica Como produzir-Goiaba Orgânica
Como produzir-Goiaba Orgânica
 
Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...
Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...
Principais cogumelos comestíveis cultivados e nativos do estado de são paulo ...
 
Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes” ap...
Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes”  ap...Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes”  ap...
Potencial de cultivo da planta alimentícia não convencional “major gomes” ap...
 
Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...
Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...
Horticultura de baixo carbono e segurança hídrica no cultivo de bananeira agr...
 
Silício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais aprovado
Silício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais  aprovadoSilício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais  aprovado
Silício auxilia as plantas na defesa contra os estresses ambientais aprovado
 
Manual Técnico de Ranicultura está disponível
Manual Técnico de Ranicultura está disponívelManual Técnico de Ranicultura está disponível
Manual Técnico de Ranicultura está disponível
 
Infiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixes
Infiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixesInfiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixes
Infiltração em viveiros escavados destinados à criação de peixes
 
A importância da longevidade das vacas de corte
A importância da longevidade das vacas de corteA importância da longevidade das vacas de corte
A importância da longevidade das vacas de corte
 
Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira
Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira
Uso da água no enraizamento de estacas de Amoreira
 

Como calcular o valor da tonelada de cana

  • 1. CANA-DE-AÇÚCAR Como calcular o valor da tonelada de cana A fórmula de cálculo para a remuneração da tonelada de cana-de-açúcar, utilizada pelo Consecana, utiliza os seguintes parâmetros: Ao entregar a cana à indústria, o produtor obtém avaliação prévia do grau de participação da matéria-prima nos custos dos produtos industrializados (açúcar e álcool). O modelo do Estado de São Paulo calcula esta participação com os seguintes percentuais: açúcar + mel 56.8%; álcool anidro 61.2%; álcool hidratado 61,7%. Outra variável na formação do valor do ATR é a composição dos preços dos produtos da cana: açúcar (mercado interno e externo) e álcool carburante (anidro e hidratado). Estes valores são levantados pela ESALQ, para o Estado de São Paulo, e pela UFP, para o Estado do Paraná. Os valores médios ponderados destes produtos no mercado interno são convertidas em quilogramas de ATR, conforme fatores de conversão previamente determinados. Para determinação dos preços médios, em reais, do quilo do ATR da cana-de-açúcar entregue pelo produtor, leva-se em conta, também, o mix médio dos percentuais de produção de açúcar da indústria e do Estado, mais a percentualizado dos preços do item anterior. A fórmula paramétrica determina a quantidade em quilos de ATR por tonelada de açúcar: leva em conta a quantidade de sacarose aparente na cana-de-açúcar, a perda industrial média dos açúcares em função do processo industrial e açúcares redutores (frutose e glicose). A determinação do ATR é realizada pela amostragem coletada quando o produtor entrega a cana na indústria, sendo que a média no Estado de São Paulo é de 144 quilos de ATR por tonelada de cana. Todos os fatores de conversão dos cálculos para compor o valor do ATR são resultados de experimentos e dados estatísticos do processo produtivo da cana-de-açúcar até a sua industrialização. Estes fatores levam em conta a pureza, o total de açúcares redutores, o percentual de sacarose aparente do caldo e, também, o percentual de fibra na cana. Para zelar e aprimorar todas as variáveis que resultarão nos valores do ATR, o Conselho possui a Câmara Técnica (Canatec), que é o foro de discussão e estudo integrado por técnicos de entidades de produtores de cana e industriais do açúcar e do álcool. José Ricardo Severo engenheiro-agrônomo, assessor técnico da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar