Oficina Kas 09 E 10 De Fevereiro Rio De Janeiro

748 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
748
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oficina Kas 09 E 10 De Fevereiro Rio De Janeiro

  1. 1. Formação Política e Métodos: Refletindo sobre nossas Práticas <ul><li>Maria Fernanda </li></ul><ul><li>Teixeira da Costa </li></ul><ul><li>@mafeteca </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>http://mafeteco.wordpress.com </li></ul>
  2. 2. Nuvem de Expectativas
  3. 3. Agenda BLOCO MÉTODO TEMA 3a feira Tarde I 1h Exposição Dialogada Agenda, expectativas, pressupostos e estratégias Tarde II 2h Investigação Apreciativa Características de encontros humanos bem sucedidos Tarde III 2h World Café e Aquário Estratégias para criar encontros bem sucedidos 4a feira Manhã I 2h Open Space Troca sobre projetos específicos Manhã II 2h Diálogo Aprendizagens e conclusões
  4. 4. Convites <ul><li>Horários </li></ul><ul><li>Presença </li></ul><ul><li>Pressupostos </li></ul><ul><li>Observador-participante </li></ul>
  5. 5. Pressupostos <ul><li>“ As conversas são as células-tronco da aprendizagem, porque a criação e transmissão de conhecimento se dá através delas. Conversações frequentes e abertas incrementam a inovação. Trocar idéias energiza as pessoas.” </li></ul><ul><li>Jay Cross </li></ul><ul><li>Informal Learning </li></ul>
  6. 6. Estratégia <ul><li>Espaço de conforto e confiança; </li></ul><ul><li>Todas as experiências são válidas; </li></ul><ul><li>Construção colaborativa de conteúdo; </li></ul><ul><li>Definições conceituais posteriores; </li></ul>
  7. 7. Trabalhar com formação política é estressante e desafiador. Nessa agitação, é fácil esquecer os momentos em que nos percebemos fazendo um trabalho realmente importante e excepcional. Reflita por um minuto sobre seu dia-a-dia e especialmente sobre aquilo que o conecta com a criação da democracia no Brasil. Compartilhe um momento em que você se sentiu energizado, inspirado e emocionado com seu trabalho, quando você sentiu que sua ação tem significado para outros. Quando foi? O que aconteceu? O que tornou esse momento memorável e significativo para você? Pergunta 1
  8. 8. Pergunta 2 Todos nós já tivemos a oportunidade de participar de grandes ou pequenos encontros, eventos que visavam sensibilizar pessoas. Agora gostaria que você me contasse de um evento muito bem sucedido do qual participou (não importa como). Aquele inesquecível.. Descreva em detalhes os ingredientes que fizeram desse evento um sucesso.
  9. 9. Investigação Apreciativa <ul><li>Pesquisar o que dá vida à uma comunidade humana, apropriando-se das melhores experiências do passado e criando uma visão positiva compartilhada de um futuro atraente. </li></ul><ul><li>“ A pergunta gera a mudança” </li></ul>
  10. 10. Investigação Apreciativa
  11. 11. Pergunta Depois de entender melhor quais os elementos essenciais para um encontro humano bem sucedido, vamos explorar os processos pelos quais conseguimos obtê-los. Então, quais são as estratégias, os “como fazer” encontros de sucesso?
  12. 12. World Café <ul><li>Troca de experiências e emergência de reflexões de um grupo a partir de uma questão central. </li></ul><ul><li>Acesso ao “consciente coletivo” </li></ul>
  13. 13. World Café O World Café Principios para hospedar conversações significativas Estabeleça o CONTEXTO Crie um ESPAÇO Acolhedor Explore QUESTÕES Significativas Estimule a CONTRIBUIÇÃO de todos Conecte diferentes PONTOS DE VISTA ESCUTEM juntos para descobrir percepções Compartilhe DESCOBERTAS coletivas Estabeleça o contexto: Especifique a finalidade e os parâmetros amplos dentro dos quais o diálogo irá se desenrolar. Crie um espaço acolhedor: Assegure que existe o espaço de boas-vindas e de segurança psicológica que estimula conforto pessoal e respeito mútuo. Explore questões significativas: Focalize a atenção coletiva sobre questões poderosas que atraiam o envolvimento colaborativo. Estimule a Contribuição de todos: Anime a relação entre o “eu” e o “nós” convidando à participação total e ao compartilhar. Conecte diferentes pontos de vista: Use a dinâmica de emergência dos sistemas vivos pelo aumento intencional da diversidade e da densidade de ligações entre as perspectivas enquanto se conserva um foco comum sobre questões essenciais. Escutem juntos para descobrir padrões, percepções e questões mais profundas: Focalize a atenção compartilhada de modo que alimente a coerência de pensamento sem perder as contribuições individuais . Colha e compartilhe descobertas coletivas: Faça com que o conhecimento e a percepção coletivos se tornem visíveis e possam levar à ação.
  14. 14. Feira de Idéias Sobre o que quero continuar a conversar? Tenho um projeto a compartilhar? Tenho uma dúvida a esclarecer? Quero opiniões sobre uma idéia?
  15. 15. Open Space A Lei dos 2 Pés: Se você se encontra em uma situação onde não está aprendendo ou contribuindo, mova-se para algum lugar onde possa fazê-lo. <ul><li>Os 4 Princípios: </li></ul><ul><li>Está aqui quem tinha que estar </li></ul><ul><li>Acontece o que é para acontecer </li></ul><ul><li>Começa quando é para começar </li></ul><ul><li>Acaba quando termina. </li></ul>
  16. 16. Perguntas O que aprendi O que levo de mais valioso Insights Reflexões
  17. 17. Diálogo <ul><li>&quot;E se suspendermos ao menos temporariamente os nossos modos habituais de pensar, nossas ‘certezas’, e conversarmos livremente para ver o que acontece?&quot; </li></ul>
  18. 18. Diálogo <ul><li>Identificar e diminuir a freqüência dos hábitos mentais que travam a nossa capacidade de ouvir — entre eles, os automatismos como o concordo-discordo, gosto-não gosto, as polarizações competitivas em torno de preferências pessoais, etc; </li></ul><ul><li>Buscar alternativas para esses hábitos, ou seja, um novo modelo mental e de comunicação que inclua mais acesso e referências à experiência direta, não às interpretações que fazemos dela; um ouvir o outro mais completo; a capacidade de observar para além dos juízos de valor que normalmente antepomos à realidade; mais respeito, mais troca, silêncios mais significativos; uma consciência maior daquilo que realmente queremos expressar. </li></ul>
  19. 19. Para maiores informações... Investigação Apreciativa http://mafeteco.wordpress.com http://appreciativeinquiry.case.edu/ World Café http://wiki.papagallis.com.br http://www.theworldcafe.com Open Space http://pt.wikipedia.org/wiki/espaçoaberto http://www.openspaceworld.org/ Diálogo http://www.escoladedialogo.com.br http://www.david-bohm.net/ Aprendizagem Informal http://www.dobra.com.br/aprendizagem http://internettime.pbworks.com/

×