Metodologia de conversação - Oficina na UFMG

493 visualizações

Publicada em

Oficina oferecida em congresso de educação, organizado pelo GIZ, na UFMG.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
493
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia de conversação - Oficina na UFMG

  1. 1. Metodologias baseadas em colaboração e conversação
  2. 2. O papel do facilitador: você
  3. 3. Open Space
  4. 4. -os participantes propõem e se responsabilizam pelos temas a serem discutidos e aprofundados, -todos criam a agenda do evento de forma colaborativa -exercita a capacidade de auto-organização inerente a qualquer sistema vivo (neste caso, o grupo de pessoas) -cria uma migração dos participantes da posição de expectadores para protagonistas do processo. -pode ser usado para o planejamento de ações, resolver conflitos, gerar novas idéias…
  5. 5. Modelo CAÓRDICO Conceito foi criado por Dee Hock, fundador e primeiro CEO da Visa Internacional e foi o princípio por trás do crescimento da maior rede de cartões de crédito do mundo.
  6. 6. Lei dos 2 pés “Se você está em um lugar onde não esteja nem contribuindo, nem aprendendo, use os seus dois pés e vá para outro lugar.” + 4 princípios Quem quer que venha, são as pessoas certas. Quando começar é a hora certa. O que quer aconteça é a única coisa que poderia ter acontecido. Quando acabar, acabou.
  7. 7. Para que flua -Trabalhamos com situações reais -Criamos o sincero desejo de aproveitar a diversidade de pessoas e opiniões -Desejo de abandonar hierarquias e criar dinâmica colaborativa -Fale com intenção, sentindo o que tem relevância para o coletivo no momento. -Ouça com atenção e curiosidade, respeitando o processo de todos. -Cuide do bem-estar do grupo onde está, permanecendo alerta ao impacto das suas contribuições.
  8. 8. World Cafe
  9. 9. “World Café é o processo que uso quando queremos descobrir o que o coletivo sabe.” – Chris Corrigan #insights
  10. 10. "Anfitrião Ancora" = você
  11. 11. O método foi criado em 1995 quase que por acaso por Juanita Brown e David Isaacs, professores do MIT. No livro "O World Café: Dando forma ao nosso futuro por meio de conversações Significativas e Estratégicas", eles explicam que em uma tarde com chuva torrencial tiveram que mudar a arrumação da tradicional formação do círculo de diálogo. O jeito foi espalhar algumas mesas pequenas e cadeiras pelo espaço disponível. Tomi Nagai-Rothe, primeira a chegar, comentou que as mesinhas estavam parecendo mesas de um café. Juanita decide, então, enfeitar com plantinhas. Tomi põe crayons em cada uma das mesas e faz um cartaz "Bem-Vindo ao Homestead Café", em referência ao endereço.
  12. 12. “O Word Café é um processo participativo aparentemente simples que tem uma fenomenal capacidade de trabalhar a diversidade e complexidade no grupo, fazendo emergir a inteligência coletiva. Trata-se de um processo de diálogo em grupos, que pode levar de algumas horas a alguns dias, nos quais participantes se dividem em diversas mesas, e conversam em torno de uma pergunta central. O processo é organizado de forma que as pessoas circulem entre os diversos grupos e conversas, conectando e polinizando as idéias, tornando visível a inteligência e a sabedoria do coletivo.” Texto da Cocriar
  13. 13. 1. Explique o propósito do todo e de todos. 2. Crie um ambiente acolhedor e hospitaleiro. 3. Foco nas perguntas que importam 4. Incentive a participação de todos 5. Provoque perceções diferenciadas (por exemplo, misture grupos diferentes, provoque pensamentos diferentes) 6. Identifique padrões e ofereça insights 7. Compartilhe as descobertas.
  14. 14. Etiqueta do Café Foque no que importa. Contribua com o seu pensamento. Fale através de sua mente e seu coração. Escute para compreender. Ligue e conecte idéias. Escutem juntos os insights e perguntas mais profundas. Brinque, rabisque, desenhe – escrever nas toalhas de mesa é desejável! Divirta-se!
  15. 15. Aquário
  16. 16. PQ?
  17. 17. Mais dicas e ferramentas: http://escoladeredes. net/profiles/blogs/ferramentas-de-dialogo Eventos da Lhama.me :)

×