O slideshow foi denunciado.
CAFÉ COM O MUNDO  BRT – Bus Rapid Transit  Visitas Técnicas realizadas à Colômbia (Bogotá) e             Equador (Guayaqui...
VIAGEM TÉCNICA                 BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL                       EQUIPE PBHBHTRANS : Daniel Marx Couto,     ...
VIAGEM TÉCNICA               BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL                    Objetivos Específicos1) Conhecer soluções técnic...
VIAGEM TÉCNICA                BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL                         ATIVIDADESEm Bogotá: Empresa TransMilenio...
VIAGEM TÉCNICA                BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL                          ATIVIDADESEm Quito: Empresa Metrobus-Q T...
VIAGEM TÉCNICA                BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL                        ATIVIDADESEm Guayaquil: Fundación Municipa...
VIAGEM TÉCNICA      BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUILBOAS PRÁTICAS E APRENDIZADOS
Boas práticas: Informação ao usuário
Boas práticas: Informação ao usuário
Boas práticas:Informação ao usuário
Boas práticas:Integração com outros modos
Boas práticas:Treinamento Operacional
Aprendizado:Integração entre módulos de estação
Aprendizado(quebra de mitos): Estações largas e     estreitas
Aprendizado:Estações de Conexão
Aprendizado:Estações de Conexão
Aprendizado:Aprendizado: Área Central - Exclusivo para           Estações de Conexão          Transporte Coletivo
Aprendizado:Aprendizado: Área Central - Exclusivo para Aprendizado: CCO – Centro de Controle           Estações de Conexão...
Aprendizado: Operaçãode Controle                  Aprendizado: dinâmica  Aprendizado: Área Central - Exclusivo para     Ap...
Soluções simples e funcionais:Contingência para concretagem       da pista do BRT                                 Quito - ...
O quê não fazer:Excesso de linhas nas Estações de Transferência
O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de            grande movimento
O O que aprender: Marketing doEstações de  quê não fazer: Bilheterias nas produto            grande movimento            (...
O O que aprender: Marketing doEstações de  quê não fazer: Bilheterias nas produto  Projetos Alternativos: BRT Light       ...
QUITO              Estações de corredor   Sistema Ecovia (ônibus) – porta esquerda.Operação com 1 faixa/sentido sem ultrap...
QUITO              Estações de corredor     Sistema Trole (trolebus) – porta direita.Operação com 1 faixa/sentido sem ultr...
QUITO          Estações de corredorInterior das estações do sistema Trole.
QUITOEstações em situações atípicasEstação em via com declive.
QUITO          Estações em situações atípicasSistema de abertura de portas em piso inclinado.
QUITO            Estações em situações atípicasEstação implantada em via sem calçada e mão dupla, sendo um dos sentidos so...
QUITO             Estações em situações atípicasEstação implantada em via sem calçada e mão dupla, sendo um dos sentidos s...
QUITO   Estações em situações atípicasEstação implantada em uma praça.
QUITO          Estações em situações atípicasEstação implantada em nível inferior, no centro de                 uma rotató...
QUITO               Tratamento viárioVia de mão única com 1 faixa exclusiva para otransporte coletivo e 1 faixa para o tra...
QUITO                  Tratamento viárioEquipamentos utilizados em situações de emergência             para acesso aos ôni...
Projetos Alternativos: BRT Light                Quito - EquadorO O que aprender: Marketing doEstações de  quê não fazer: B...
Projetos Alternativos:O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de   Soluçõesgrandeembarque em nível             para movi...
Projetosquê não fazer: Bilheterias nas Estações de      O Alternativos:Soluções para embarque em nívelQuito - Equador     ...
O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de                              Projetos Alternativos:            grande movimen...
O quê não fazer: Bilheterias Projetos Alternativos:                             nas Estações de                           ...
O quê não fazer: orgulho pelo nas Estações de      Respeito e Bilheterias sistema: Alternativos:                          ...
O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de            grande movimento
Respeito e não fazer: Bilheterias nas Estações de   O quê orgulho pelo sistema:E sempre buscando melhorar!!               ...
QUITO        Centro de Controle OperacionalEquipe PBH com o Gerente General Carlos e o Gerente Técnico Galo da Metrobus-Q ...
GUAYAQUILEstações de corredor
GUAYAQUIL                       Estações no centroEntrada da estação. Via exclusiva para o transporte coletivo.Operação po...
GUAYAQUIL        Estações no centroBilheteria e linha de bloqueio.
GUAYAQUIL                 Estações no centroEquipamentos com informações sobre o sistema de           transporte e publici...
GUAYAQUIL       Estações no centroControle na saída da estação.
GUAYAQUIL      Terminal Bastion PopularVista das plataformas e travessias.
GUAYAQUIL     Terminal Bastion PopularBilheteria e linha de bloqueio.
GUAYAQUIL           Terminal Bastion PopularCentro de atendimento da TACOM próximo à       bilheteria e linha de bloqueio.
GUAYAQUIL         Terminal Bastion Popular     Operação das linhas troncais.Plataforma elevada e porta a esquerda.
GUAYAQUIL        Terminal Bastion PopularOperação das linhas alimentadoras. Plataforma baixa e porta a direita.
GUAYAQUIL             Terminal Bastion PopularOperação das linhas troncais e alimentadoras na mesma plataforma. Painéis e ...
GUAYAQUIL          Terminal Bastion PopularTravessia da pista e acesso a plataforma.
GUAYAQUIL        Terminal Bastion PopularTravessia central e rampas de acesso.
GUAYAQUIL             Terminal Bastion PopularCentro de Controle Operacional do Sistema MetroVia.
GUAYAQUIL               Terminal Bastion PopularÁrea de estocagem e manutenção da empresa operadora.
GUAYAQUIL                 Terminal Bastion PopularPassarela de acesso ao terminal com estrutura estaiada.
GUAYAQUIL            Tratamento viárioPassarela para transposição de avenidas.
GUAYAQUIL                 Tratamento viárioOs pilares dos viadutos são revestidos com material         cerâmico, com desen...
GUAYAQUIL    Escritório da Fundación Municipal TransporteEquipe PBH com Federico presidente da fundação e                a...
Experiência e Desafio da Implantação do BRT             em Belo Horizonte         Congreso SIBRT - Guayaquil, 25 a 28/04/2...
• Segregação da via para                     operação de ônibus                     articulado                   • Embarqu...
Estações de embarque
BRT BH – Soluções evolutivas
Análise Crítica e Recomendações1)   Conhecer soluções técnicas, operacionais e tecnológicas implementadas     em cada loca...
OBRIGADO!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Daniel Marx Couto

1.007 visualizações

Publicada em

Diretor de Desenvolvimento e Implantação dos Projetos DDI da BHTrans

Publicada em: Notícias e política
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Daniel Marx Couto

  1. 1. CAFÉ COM O MUNDO BRT – Bus Rapid Transit Visitas Técnicas realizadas à Colômbia (Bogotá) e Equador (Guayaquil e Quito) Jun/2010 (visitas técnicas) e abr/2011 (Assembléia SIBRT) Daniel Marx Couto Diretor de Desenvolvimento e Implantação de Projetos da BHTRANSBoas práticas: Informação ao usuário
  2. 2. VIAGEM TÉCNICA BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL EQUIPE PBHBHTRANS : Daniel Marx Couto, Elizabeth Gomes de Moura, Celina Andrade Perdigão Costa.PRODABEL : Lauro Sigaud Ferreira, Marconi Oliveira Campos. PERÍODO : 21 a 29.06.10 OBJETIVO DA VIAGEMVisita técnica aos sistemas de BRT’s (Bus Rapid Transit) das cidades deBogotá, Quito e Guayaquil, visando conhecer soluções técnicas eoperacionais utilizadas e sua aplicabilidade nos projetos emdesenvolvimento para os BRT’s de Belo Horizonte.
  3. 3. VIAGEM TÉCNICA BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL Objetivos Específicos1) Conhecer soluções técnicas, operacionais e tecnológicas implementadas em cada localidade;2) Conhecer e vivenciar a operação de sistemas de BRT de diferentes portes;3) Conhecer os CCO s dos três Sistemas;4) Conhecer e avaliar solução adotada para portas automáticas em BRT com aclive/declive (Quito);5) Avaliar sistema de “SITBus” de Guayaquil;
  4. 4. VIAGEM TÉCNICA BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL ATIVIDADESEm Bogotá: Empresa TransMilenio (palestra e visita ao Centro de Controle Operacional); Utilização do sistema TransMilenio nos horários de pico da manhã e tarde, acompanhados por consultores do ITDP que participaram do desenvolvimento dos projetos; Vista técnica aos terminais de ponta; Visita técnica a duas empresas operadoras SI02 e SI99; Visita ao escritório de consultores do ITDP para conhecer propostas em desenvolvimento para outras cidades.
  5. 5. VIAGEM TÉCNICA BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL ATIVIDADESEm Quito: Empresa Metrobus-Q Trole (palestra e visita ao Centro de Controle Operacional); Utilização dos sistemas Trole (trolebus) e Ecovia (ônibus), acompanhados pelo Gerente General e Gerente Técnico da empresa Metrobus-Q Trole; Vista técnica aos terminais de ponta, garagens e escritórios.
  6. 6. VIAGEM TÉCNICA BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUIL ATIVIDADESEm Guayaquil: Fundación Municipal Transporte Masivo Urbano de Guayaquil (visita ao Centro de Controle Operacional e conversa com o presidente); Vista técnica aos corredores, estações, terminais de ponta, garagens e escritórios do sistema MetroVia, acompanhados pela diretora da fundação.
  7. 7. VIAGEM TÉCNICA BOGOTÁ, QUITO e GUAYAQUILBOAS PRÁTICAS E APRENDIZADOS
  8. 8. Boas práticas: Informação ao usuário
  9. 9. Boas práticas: Informação ao usuário
  10. 10. Boas práticas:Informação ao usuário
  11. 11. Boas práticas:Integração com outros modos
  12. 12. Boas práticas:Treinamento Operacional
  13. 13. Aprendizado:Integração entre módulos de estação
  14. 14. Aprendizado(quebra de mitos): Estações largas e estreitas
  15. 15. Aprendizado:Estações de Conexão
  16. 16. Aprendizado:Estações de Conexão
  17. 17. Aprendizado:Aprendizado: Área Central - Exclusivo para Estações de Conexão Transporte Coletivo
  18. 18. Aprendizado:Aprendizado: Área Central - Exclusivo para Aprendizado: CCO – Centro de Controle Estações de Conexão Operacional Coletivo TransporteIntegrado
  19. 19. Aprendizado: Operaçãode Controle Aprendizado: dinâmica Aprendizado: Área Central - Exclusivo para Aprendizado: CCO – Centro(estocagem próximos aos pontos de controle) Operacionalde Conexão Estações Coletivo TransporteIntegrado
  20. 20. Soluções simples e funcionais:Contingência para concretagem da pista do BRT Quito - Equador
  21. 21. O quê não fazer:Excesso de linhas nas Estações de Transferência
  22. 22. O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de grande movimento
  23. 23. O O que aprender: Marketing doEstações de quê não fazer: Bilheterias nas produto grande movimento (ex. Transmilênio)
  24. 24. O O que aprender: Marketing doEstações de quê não fazer: Bilheterias nas produto Projetos Alternativos: BRT Light grande movimento (ex. Transmilênio) Quito - Equador
  25. 25. QUITO Estações de corredor Sistema Ecovia (ônibus) – porta esquerda.Operação com 1 faixa/sentido sem ultrapassagem.
  26. 26. QUITO Estações de corredor Sistema Trole (trolebus) – porta direita.Operação com 1 faixa/sentido sem ultrapassagem.
  27. 27. QUITO Estações de corredorInterior das estações do sistema Trole.
  28. 28. QUITOEstações em situações atípicasEstação em via com declive.
  29. 29. QUITO Estações em situações atípicasSistema de abertura de portas em piso inclinado.
  30. 30. QUITO Estações em situações atípicasEstação implantada em via sem calçada e mão dupla, sendo um dos sentidos somente para o transporte coletivo.
  31. 31. QUITO Estações em situações atípicasEstação implantada em via sem calçada e mão dupla, sendo um dos sentidos somente para o transporte coletivo.
  32. 32. QUITO Estações em situações atípicasEstação implantada em uma praça.
  33. 33. QUITO Estações em situações atípicasEstação implantada em nível inferior, no centro de uma rotatória.
  34. 34. QUITO Tratamento viárioVia de mão única com 1 faixa exclusiva para otransporte coletivo e 1 faixa para o transporte individual, separadas com delimitador físico.
  35. 35. QUITO Tratamento viárioEquipamentos utilizados em situações de emergência para acesso aos ônibus.
  36. 36. Projetos Alternativos: BRT Light Quito - EquadorO O que aprender: Marketing doEstações de quê não fazer: Bilheterias nas produto grande movimento (ex. Transmilênio)
  37. 37. Projetos Alternativos:O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de Soluçõesgrandeembarque em nível para movimento Quito - Equador
  38. 38. Projetosquê não fazer: Bilheterias nas Estações de O Alternativos:Soluções para embarque em nívelQuito - Equador grande movimento
  39. 39. O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de Projetos Alternativos: grande movimento Transição e evolução Quito - Equador
  40. 40. O quê não fazer: Bilheterias Projetos Alternativos: nas Estações de Projetos Alternativos: grande movimento deve ser único? Transição e evolução O modelo Quito - Equador Quito - Equador
  41. 41. O quê não fazer: orgulho pelo nas Estações de Respeito e Bilheterias sistema: Alternativos: Projetos Muito simples! Mas limpo e funcional!!e evolução grande movimento Transição Quito - Equador Quito - Equador
  42. 42. O quê não fazer: Bilheterias nas Estações de grande movimento
  43. 43. Respeito e não fazer: Bilheterias nas Estações de O quê orgulho pelo sistema:E sempre buscando melhorar!! grande movimentoQuito - Equador
  44. 44. QUITO Centro de Controle OperacionalEquipe PBH com o Gerente General Carlos e o Gerente Técnico Galo da Metrobus-Q Trole.
  45. 45. GUAYAQUILEstações de corredor
  46. 46. GUAYAQUIL Estações no centroEntrada da estação. Via exclusiva para o transporte coletivo.Operação porta esquerda, 1 faixa/sentido sem ultrapassagem.
  47. 47. GUAYAQUIL Estações no centroBilheteria e linha de bloqueio.
  48. 48. GUAYAQUIL Estações no centroEquipamentos com informações sobre o sistema de transporte e publicidade.
  49. 49. GUAYAQUIL Estações no centroControle na saída da estação.
  50. 50. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularVista das plataformas e travessias.
  51. 51. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularBilheteria e linha de bloqueio.
  52. 52. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularCentro de atendimento da TACOM próximo à bilheteria e linha de bloqueio.
  53. 53. GUAYAQUIL Terminal Bastion Popular Operação das linhas troncais.Plataforma elevada e porta a esquerda.
  54. 54. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularOperação das linhas alimentadoras. Plataforma baixa e porta a direita.
  55. 55. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularOperação das linhas troncais e alimentadoras na mesma plataforma. Painéis e mídia eletrônica.
  56. 56. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularTravessia da pista e acesso a plataforma.
  57. 57. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularTravessia central e rampas de acesso.
  58. 58. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularCentro de Controle Operacional do Sistema MetroVia.
  59. 59. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularÁrea de estocagem e manutenção da empresa operadora.
  60. 60. GUAYAQUIL Terminal Bastion PopularPassarela de acesso ao terminal com estrutura estaiada.
  61. 61. GUAYAQUIL Tratamento viárioPassarela para transposição de avenidas.
  62. 62. GUAYAQUIL Tratamento viárioOs pilares dos viadutos são revestidos com material cerâmico, com desenhos artísticos.
  63. 63. GUAYAQUIL Escritório da Fundación Municipal TransporteEquipe PBH com Federico presidente da fundação e a diretora Paola.
  64. 64. Experiência e Desafio da Implantação do BRT em Belo Horizonte Congreso SIBRT - Guayaquil, 25 a 28/04/2011
  65. 65. • Segregação da via para operação de ônibus articulado • Embarque e desembarque em plataformas niveladas com o piso dos ônibus • Pré-pagamento da passagem em estações • Controle informatizado da operação no corredor • Informação em tempo real ao passageiro O que é um BRTBRT BH – O modelo adotado
  66. 66. Estações de embarque
  67. 67. BRT BH – Soluções evolutivas
  68. 68. Análise Crítica e Recomendações1) Conhecer soluções técnicas, operacionais e tecnológicas implementadas em cada localidade: Modelos de Estações de Transferência (ventilação, postos de vendas, estribos), Terminais de Integração (solução em desnível), Projetos de Comunicação Visual, Estrutura de treinamento operacional, Rede de transportes (simplificação do nº de linhas).2) Conhecer e vivenciar a operação de sistemas de BRT de diferentes portes: BRT Full, Pleno e Light (Modelo padronizado, mas dimensionado conforme necessidade e possibilidades)3) Conhecer os CCO s dos três Sistemas: CCO BHTRANS integrado com software de gestão4) Conhecer e avaliar solução adotada para portas automáticas em BRT com aclive/declive (Quito): Revisão do sistema de abertura e fechamento5) Avaliar sistema de “SITBus” de Guayaquil: SITBus BH com multi fornecedores
  69. 69. OBRIGADO!

×