O CONECTIVISMO NAS
REDES SOCIAIS
Paulo Roberto de Azevedo Souza
Aviso
• Inteligência Coletiva
• Sugestões são bem vindas
• Construção da Monografia
Metodologia
• Elaborar uma pesquisa exploratória
/descritiva
• Detectar é que já é conhecido sobre
objeto de estudo
• Prop...
Objetos de Estudo
• Redes Sociais com foco educacional
o Kodu Game Lab Brasil
Redu
Motivação
• “Precisamos ouvir suas vozes e perceber que o que
eles chamam de aula interessante, de aprendizado
legal está ...
Justificativa
• Analisar e avaliar a cooperação na
comunidade
• Entre as teorias de aprendizagem que
privilegiam o desenvo...
Um Mundo, Uma Escola: A
Educação Reinventada
Profundidade do
Conectivismo
Aluno Professor
• Avança rápido nos
temas que tem
facilidade.
• Turmas misturadas
• Material ...
Coleta e análise
das amostras
• Coletar os dados com ética e transparência, sem
“incomodar” o usuário.
• https://www.faceb...
Memória
• “Sistemas colaborativos atuam na Gestão
do Conhecimento e na construção da
Memória de Grupo” [SOUZA et al, 2012]...
Ferramentas para
Educadores
• Leituras
• Do Computador ao Tablet: Vantagens
Pedagógicas na Utilização de Dispositivos Móve...
Produto destas Ferramentas
• O conhecimento é “uma permanente
aventura para a qual a educação deve
fornecer apoio indispen...
Ousadia
• “O ator é a entidade social que participa de
determinada rede e é capaz de agir e
formar ligações com outros ato...
Conclusão
• O economista Michio Kaku [2007], apontou o
capitalismo intelectual como a nova riqueza das
nações no seu artig...
Referências
• CASTANHA, D.; CASTRO, M. B. de. (2010). A necessidade de refletir sobre as
necessidades pedagógicas para ate...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho Final da disciplina Inteligência Coletiva - PPGI

513 visualizações

Publicada em

Trabalho Final da disciplina Inteligência Coletiva - PPGI
Paulo Roberto de Azevedo Souza

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Trabalho Final da disciplina Inteligência Coletiva - PPGI

  1. 1. O CONECTIVISMO NAS REDES SOCIAIS Paulo Roberto de Azevedo Souza
  2. 2. Aviso • Inteligência Coletiva • Sugestões são bem vindas • Construção da Monografia
  3. 3. Metodologia • Elaborar uma pesquisa exploratória /descritiva • Detectar é que já é conhecido sobre objeto de estudo • Proporcionar uma nova visão sobre esta realidade já existente
  4. 4. Objetos de Estudo • Redes Sociais com foco educacional o Kodu Game Lab Brasil
  5. 5. Redu
  6. 6. Motivação • “Precisamos ouvir suas vozes e perceber que o que eles chamam de aula interessante, de aprendizado legal está associado à sua participação efetiva no processo de aprendizagem”. [Castanha e Castro, 2010, p. 33] • Os jogos são uma mídia forte e a ideologia “faça seus próprios jogos” do software Kodu Game Lab é muito atraente para uma geração de aprendizes que busca constantemente aplicações práticas em seus em seus estudos. [WINDHAM,2005]
  7. 7. Justificativa • Analisar e avaliar a cooperação na comunidade • Entre as teorias de aprendizagem que privilegiam o desenvolvimento cognitivo, por meio da interação social, destacamos a teoria proposta por Siemens (2004) conceituada como conectivismo.
  8. 8. Um Mundo, Uma Escola: A Educação Reinventada
  9. 9. Profundidade do Conectivismo Aluno Professor • Avança rápido nos temas que tem facilidade. • Turmas misturadas • Material didático no computador ou tablet • A lição de casa pode ser um jogo ou exercício numa plataforma on-line. • A aula deixa de ser expositiva • Guiada pelo ritmo dos alunos • Livros digitais, vídeos e jogos • Algoritmos sofisticados farão uma avaliação contínua dos alunos Khan [2012]
  10. 10. Coleta e análise das amostras • Coletar os dados com ética e transparência, sem “incomodar” o usuário. • https://www.facebook.com/kodubr
  11. 11. Memória • “Sistemas colaborativos atuam na Gestão do Conhecimento e na construção da Memória de Grupo” [SOUZA et al, 2012] • Categoria do Grupo: Computadores/Tecnologia • As aulas estão divididas por álbuns: • www.facebook.com/kodubr/photos_albums
  12. 12. Ferramentas para Educadores • Leituras • Do Computador ao Tablet: Vantagens Pedagógicas na Utilização de Dispositivos Móveis na Educação • Microblogs e seu potencial de uso na educação • Guia Twitter • Guia Facebook para Educadores
  13. 13. Produto destas Ferramentas • O conhecimento é “uma permanente aventura para a qual a educação deve fornecer apoio indispensável.” (MORIN, 2000, p. 31) • Twitter, Facebook e a co-construção do conhecimento • http://breltchat.wordpress.com/
  14. 14. Ousadia • “O ator é a entidade social que participa de determinada rede e é capaz de agir e formar ligações com outros atores. Pode ser um indivíduo, uma corporação ou um coletivo social [...].” (LABSPACE, 2011, p.1) • http://www.classtools.net/fb/29/2Z3BbH
  15. 15. Conclusão • O economista Michio Kaku [2007], apontou o capitalismo intelectual como a nova riqueza das nações no seu artigo homônimo. Segundo [Kaku, 2007] “a estrada para a prosperidade não é tão difícil de ser vislumbrada. O problema é que somente algumas poucas nações irão trilhá-la”. • “A prosperidade das nações, das regiões, das empresas e dos indivíduos depende da sua capacidade para navegar no espaço do saber. A força é conferida de agora em diante pela gestão ótima dos conhecimentos “ [Levy, 2011]
  16. 16. Referências • CASTANHA, D.; CASTRO, M. B. de. (2010). A necessidade de refletir sobre as necessidades pedagógicas para atender as necessidades da geração Y. Revista de Educação do Cogeime. Ano 19. Nº 36. Jan./Jun. • MORIN, E. (2000) Sete saberes para a educação do futuro. Disponível em http://www.juliotorres.ws/textos/textosdiversos/SeteSaberes-EdgarMorin.pdf • KAKU, M. (2007). A nova riqueza das nações. Disponível em: http://veja.abril.com.br/especiais/tecnologia_2006/p_076.html. Acesso em: Agosto 2013 • KHAN, S. (2012). Um Mundo, Uma Escola: A Educação Reinventada. Intrínseca. São Paulo, SP - Brasil • LABSPACE, (2011), disponível em http://labspace.open.ac.uk/mod/resource/view.php?id=378262 • LÉVY, Pierre. (2010). Cibercultura. 3ª Edição. Editora 34. São Paulo, SP - Brasil • LÉVY, Pierre. (2011). A Inteligência Coletiva. 8ª Edição. Editora Loyola. São Paulo, SP – Brasil. • SOUZA, P.R.A; DIAS, L.R. (2012). Kodu Game Lab: Estimulando o Raciocício Lógico através de Jogos. Disponível em : http://www.br- ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/1733. Acesso em Stembro de 2013. Anais do 23º Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBIE • WINDHAM, C. (2005). The Student's Perspective, in D Oblinger & JL Oblinger (eds) Educating the Net Generation, EDUCAUSE, Ch 5, pp. 5.1–5.16. Disponível em: http://net.educause.edu/ir/library/pdf/pub7101e.pdf. Acesso em: Agosto de 2013.

×