TRABALHO DE HISTORIA PARQUE  DR. BARBOSA DE OLIVEIRA Alunas do 3º c de Pedagogia 2011 Maria Neusa Maria das Graças Marilen...
INTRODUÇÃO <ul><li>A proposta deste trabalho é de levar o conhecimento aos nossos alunos do ensino fundamental, a importân...
JUSTIFICATIVA   <ul><li>H istoria é a ciências que se ocupa em  </li></ul><ul><li>estudar o passado para melhor  </li></ul...
OBJETIVOS <ul><li>-Conscientizar nossas crianças. </li></ul><ul><li>-preservar e respeitar os  patrimônios </li></ul><ul><...
METODOLOGIA   <ul><li>Localização do parque. </li></ul><ul><li>Entrevista com a historiadora Olga Rodrigues. </li></ul><ul...
DESENVOLVIMENTO   <ul><li>A historia do parque de acordo com as informações colhidas e fotos encontradas. </li></ul>O parq...
Em um outro momento da historia, com a necessidade do transporte das mercadorias e passageiros, foi construído a estrada d...
Quando era um passageiro ilustre como: Senhor Bom Jesus de Tremembé, políticos como Rui Barbosa e Getulio Vargas ou religi...
Bancos, coreto para concertos, em fim o Jardim da Estação torna-se um lugar bonito para se passar horas agradáveis para a ...
ATIVIDADES   <ul><li>Antes da visita ao parque houve a necessidade de: </li></ul><ul><li>Pedir autorização aos pais dos al...
AVALIAÇÃO   <ul><li>Verificar tudo que se aprendeu e o que mais gostaram. </li></ul><ul><li>E,se as perguntas foram respon...
GALERIA DE FOTOS
 
- Em outros tempos
- O parque nos tempos de hoje
-  - Obelisco (monumento em comemoração do centenário da independência)
<ul><li>Obelisco e Brasão: nos dias de hoje (restaurado em 2006 e colocação de  </li></ul><ul><li>mosaicos no brasão).  </...
 
 
 
- Esfinge de D. Pedro I
- Esfinge de Tiradentes
- Esfinge de José Bonifácio (Patriarca da Independência)
 
- Coreto nos tempos de hoje (2011).
- Coreto em outros tempos.
- Biblioteca no parque.
- Lago e Fonte artificial nos dias de hoje.
- Ponte sobre o lago, tempos atuais.
- Ponte sobre o lago em outros tempos.
- Vista atual da Estação Ferroviária.
- Estação Ferroviária em outros tempos.
- Vista do Parque e da Estação Ferroviária em outros tempos.
- Escultura do Jeca Tatu.
- Estação Rodoviária.
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PARQUE DR. BARBOSA DE OLIVEIRA

1.321 visualizações

Publicada em

PARQUE DR. BARBOSA DE OLIVEIRA- Taubaté

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

PARQUE DR. BARBOSA DE OLIVEIRA

  1. 1. TRABALHO DE HISTORIA PARQUE DR. BARBOSA DE OLIVEIRA Alunas do 3º c de Pedagogia 2011 Maria Neusa Maria das Graças Marilene Stela
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>A proposta deste trabalho é de levar o conhecimento aos nossos alunos do ensino fundamental, a importância de se fazer parte da Historia de nossa cidade </li></ul>
  3. 3. JUSTIFICATIVA <ul><li>H istoria é a ciências que se ocupa em </li></ul><ul><li>estudar o passado para melhor </li></ul><ul><li>entendermos o presente. </li></ul><ul><li>Baseado nisso é que perguntamos </li></ul><ul><li>-Quantos de nos conhecemos o parque DR. </li></ul><ul><li>-Barbosa de Oliveira? </li></ul><ul><li>-Como era esse parque em outros tempos? </li></ul><ul><li>-Porque ele é importante para nos? </li></ul>
  4. 4. OBJETIVOS <ul><li>-Conscientizar nossas crianças. </li></ul><ul><li>-preservar e respeitar os patrimônios </li></ul><ul><li>sócio-culturais </li></ul><ul><li>-Conhecer e se orgulhar de nossa historia. </li></ul>
  5. 5. METODOLOGIA <ul><li>Localização do parque. </li></ul><ul><li>Entrevista com a historiadora Olga Rodrigues. </li></ul><ul><li>Visita ao Museu de Historias Naturais. </li></ul><ul><li>Pesquisas na internet. </li></ul><ul><li>Entrevista com freqüentador do parque. </li></ul>
  6. 6. DESENVOLVIMENTO <ul><li>A historia do parque de acordo com as informações colhidas e fotos encontradas. </li></ul>O parque Dr.Barbosa de Oliveira se localiza no centro da cidade de Taubaté, entre a avenida Marginal e a avenida Nove de Julho. Na Avenida Marginal se encontra a Estação Ferroviária e na avenida Nove de Julho o prédio do Departamento de Ciências Jurídicas da UNITAU. Também fica entre a Rua Dona. Chiquinha de Mattos onde se encontra o terminal Rodoviário Intermunicipal e a Rua Anízio Ortiz Monteiro . Em épocas bastante remotas o parque Dr. Barbosa de Oliveira era local de descanso para os viajantes que seguiam rumo a São Paulo, vindo da capital do pais, Rio de Janeiro, ou vice-versa. O local era um referencial, pois a trilha que ligava as duas cidades passava por ali. Na época a cidade de Taubaté já era a cidade mais importante da região, era trilha pois somente passava por ali viajantes a pé,em cavalos ,mulas ou carros de bois . A comitiva de D.Pedro I e sua guarda de honra não era diferente, acampavam também ali, e muitas das decisões em prol da independência do país foram discutidas no local e parte de sua guarda era formada por um grupo de cidadãos taubateanos.
  7. 7. Em um outro momento da historia, com a necessidade do transporte das mercadorias e passageiros, foi construído a estrada de ferro, ligando São Paulo ao Rio de Janeiro, e então a construção da Estação Ferroviária de Taubaté. Inaugurada por D. Pedro I.I. Os grandes fazendeiros da época, da cidade de Tremembé aproveitaram e construíram um braço na linha férrea para o transporte de suas produções ,que na época era o café.O parque passa a ser local muito freqüentado por fazendeiros e negociantes de café, tanto que a seu redor foi construído varias casa como;casas do comissariado , casas de contrato,de torrefação e algumas residências de fazendeiros ricos como o Visconde de Tremembé, então avô do escritor Monteiro Lobato. O parque se torna o centro financeiro de toda a região. Segundo a historiadora Olga Rodrigues o parque era também local de lazer, e muito freqüentado pelo então menino Lobato e que um de seus personagens nasceu ai. Conta a historiadora que Lobato gostava de ver um certo cidadão ,que passava todos os dias pelo parque,o mesmo, mandava uma negra ,criada da casa, ficar de plantão para avisa-lo quando o homem estava vindo.Este homem era alto, magro, usava casaca, cartola e um livro grande que levava debaixo do braço; a Gramática. Esta pessoa tão admirada era então o professor Quirino, que por ser uma pessoa espigada (como falavam das pessoas altas e magras),mais tarde passa a ser o querido Visconde de Sabugosa. O local não era cheio de arvores e bichos como muitos imaginavam,.era um descampado onde montavam circos e parquinhos de diversões;aqueles com carrocel,balanços e dangues .Tambem era local de concentração popular a espera de embarque e desembarque de passageiros.
  8. 8. Quando era um passageiro ilustre como: Senhor Bom Jesus de Tremembé, políticos como Rui Barbosa e Getulio Vargas ou religiosos de renome a sociedade taubateana os recebiam com grande festa. Enfeitavam a rua que saia de frente a estação até a igreja matriz .(que passou a ser conhecida como Rua das Palmeiras,devido as palmeiras Imperiais plantadas dos dois lados da rua). Os enfeites eram arcos decorados com flores e bandeiras. Havia banda de musica e o povo abanavam bandeirolas. No caso do Senhor Bom Jesus era acompanhado por uma procissão ate a igreja. Um outro cidadão ilustre que desceu na estação e foi aclamado pelo povo foi Dom Epaminondas vindo para ser bispo da cidade. Em 1922 na comemoração do centenário da Independência do Brasil foi erguido na praça um obelisco em memória a D.Pedro I e sua guarda de honra os taubateanos que participaram do grito do Ipiranga. São eles; Bento Vieira de Moura, Adriano Gomes Vieira de Almeida, Francisco Xavier de Almeida, Fernando Gomes Nogueira, Rodrigo Gomes Vieira de Almeida, Vicente da Costa Braga e João José Lopes. Foi construído também o Brasão da Independencia. Com a chegada do automovel a antiga trilha passa a ser estrada. A estrada São Paulo-Rio. Com a industrialização da cidade, que foi a chegada das fabricas, proximas as estradas de ferro e de rodagem como CTI(Companhia Taubaté Industrial), JUTA Fabril , Fabrica de botões Corosita, Fabrica de doces Embare, e outras.Das quais somente a Corosita resistiu ao tempo , o local do parque é urbanizado e passa a ser um jardim com muitas arvores ,das quais muitas existem ate os dias de hoje,lagos com peixes e aves aquáticas,animais silvestres como:preguiças, macacos coelhos e ate um casal de pavãos.
  9. 9. Bancos, coreto para concertos, em fim o Jardim da Estação torna-se um lugar bonito para se passar horas agradáveis para a população e passageiros. Foi tambem neste jardim que os nossos pracinhas esperaram pelo trem que os levariam para embarcar rumo a Europa onde participariam da 2ªGrande Guerra Mundial. Com o fim da era cafeeira e a construção da rodovia Presidente Dutra, a estrada velha São Paulo-Rio é desativada e a Ferrovia tambem sofre com a modernização acabando os trens de passageiros, desativando o braço que ligava a Tremembé, com isso diminuindo os freqüentadores do parque que passa a ser marginalizado. Com o crescimento e desenvolvimento da cidade o Jardim da Estação passa por varias mudanças, acabaram-se os animais, foi construído uma biblioteca municipal, um prédio para o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a desapropriação de grande área verde para a construção do Terminal Rodoviário. A cada gestão o parque sofria uma mudança, coloca grade, tira a grade, coloca de novo, tira de novo e assim ele foi resistindo ao tempo ate que em 2006 ele passa por uma revitalização com: criação do SIM (Sistema Informatizado Municipal) na biblioteca municipal tornando-a digitalizada com serviços digitais e internet gratuita. Pinturas dos personagens de Monteiro Lobato nas paredes da biblioteca, do IBGE, na entrada do parque, pelo pintor Toninho. Criação do Centro de Informações Turísticas. Restauração do Obelisco e colocação de mosaicos no Brasão. Escultura do Jeca-Tatu. Mais recentemente uma rua que separa o parque de sua entrada e do Centro de Informações Turísticas para ligar a Avenida Marginal com a Nove de Julho. Catalogação das arvores. Adesão da UNITAU para a preservação da área. UNITAU na praça todas as quarta-feira com programas sociais de vários Departamentos como: Odontologia, Direito, Medicina, Nutrição, etc. com o objetivo de orientar e ajudar a população gratuitamente de acordo com suas necessidades. Pista para caminhada e ainda mais recente a colocação de aparelhos de ginástica.
  10. 10. ATIVIDADES <ul><li>Antes da visita ao parque houve a necessidade de: </li></ul><ul><li>Pedir autorização aos pais dos alunos. </li></ul><ul><li>Prepara-los para o passeio. </li></ul><ul><li>Conscientiza-los do propósito. </li></ul><ul><li>Durante o passeio mostrar a eles os fatos que ocorreram no local. </li></ul><ul><li>Depois do passeio faremos uma roda de conversa para discutirmos a importância do passeio. </li></ul>
  11. 11. AVALIAÇÃO <ul><li>Verificar tudo que se aprendeu e o que mais gostaram. </li></ul><ul><li>E,se as perguntas foram respondidas. </li></ul><ul><li>Finalizando com fotos antigas e recentes do parque,e redondezas. </li></ul>
  12. 12. GALERIA DE FOTOS
  13. 14. - Em outros tempos
  14. 15. - O parque nos tempos de hoje
  15. 16. - - Obelisco (monumento em comemoração do centenário da independência)
  16. 17. <ul><li>Obelisco e Brasão: nos dias de hoje (restaurado em 2006 e colocação de </li></ul><ul><li>mosaicos no brasão). </li></ul>
  17. 21. - Esfinge de D. Pedro I
  18. 22. - Esfinge de Tiradentes
  19. 23. - Esfinge de José Bonifácio (Patriarca da Independência)
  20. 25. - Coreto nos tempos de hoje (2011).
  21. 26. - Coreto em outros tempos.
  22. 27. - Biblioteca no parque.
  23. 28. - Lago e Fonte artificial nos dias de hoje.
  24. 29. - Ponte sobre o lago, tempos atuais.
  25. 30. - Ponte sobre o lago em outros tempos.
  26. 31. - Vista atual da Estação Ferroviária.
  27. 32. - Estação Ferroviária em outros tempos.
  28. 33. - Vista do Parque e da Estação Ferroviária em outros tempos.
  29. 34. - Escultura do Jeca Tatu.
  30. 35. - Estação Rodoviária.
  31. 36. FIM

×