SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Liberalismo pode ser definido como um
conjunto de princípios e teorias políticas,
que apresenta como ponto principal a
defesa da liberdade política e econômica
 os  liberais são
 contrários ao forte
 controle do Estado
 na economia e na
 vida das pessoas.
   Embora sejam compatíveis, não são a
    mesma coisa. O Liberalismo se
    preocupa com a intervenção maior ou
    menor do Estado. O oposto do
    liberalismo é o totalitarismo. O oposto
    de democracia é o autoritarismo.
   século XVII, através dos
    trabalhos sobre política
    publicados pelo filósofo
    inglês John Locke.
No século XVIII, o
    liberalismo
econômico ganhou
força com as idéias
  defendidas pelo
      filósofo e
economista escocês
   Adam Smith.
. Autor de A riqueza das nações, Smith defendia a
necessidade da divisão do trabalho para que
houvesse o crescimento da produção e do mercado.
Segundo ele, também a livre concorrência seria
essencial ao Liberalismo, pois ela forçaria o
empresário a ampliar a produção, buscando novas
técnicas, aumentando a qualidade do produto e
baixando ao máximo os custos de produção. A
conseqüente diminuição do preço final favoreceria a
“lei da oferta e da procura”, viabilizando um sucesso
econômico generalizado. Ao Estado, portanto, caberia
somente a função de zelar pela propriedade e pela
ordem, não sendo necessário interferir na economia.
As teses liberais, em função de
defenderem uma ordem social que
privilegiaria     a  classe     dominante,
receberam diversos contrapontos ao
longo da História. Karl Marx talvez tenha
sido o teórico que mais se destacou em
dirigir     críticas    qualificadas     e
contundentes ao Liberalismo. Segundo
os princípios marxistas, a divisão do
trabalho proposta por Smith agia no
sentido de alienar o trabalhador. A livre
concorrência, por sua vez, em função de
impelir o burguês a reduzir os custos de
produção, culminaria na exploração do
trabalhador e num processo que
recebeu a nomenclatura de mais-valia.
Quanto à tese malthusiana, Marx
rebateu-a afirmando que não é o
aumento populacional o gerador da
pobreza, mas que é a pobreza o gerador
do aumento populacional. Ainda no que
diz respeito a Malthus, o marxismo não          Karl Marx: Teórico alemão, autor de
admite que o sofrimento e a miséria          importantes obras como o Manifesto do
sejam      considerados     inerentes    à
sociedade humana. Em suma, pode-se
                                                 Partido Comunista, Manuscritos
dizer que Marx ataca praticamente todos       Econômico-Filosóficos e O Capital, foi,
os pontos das teorias liberais, alertando     indubitavelmente, quem teceu as mais
e impelindo o proletariado à luta contra o        duras e qualificadas críticas ao
Liberalismo.
 Defesa da propriedade privada;
 Liberdade econômica (livre mercado);

 Mínima participação do Estado nos assuntos
  econômicos da nação (governo limitado);
 Igualdade perante a lei (estado de direito);
Na década de 1970
  surgiu o neoliberalismo,
  que é a aplicação dos
  princípios liberais numa
  realidade econômica
  pautada pela
  globalização e por
  novos paradigmas do
  capitalismo.
   Política de privatização de empresas estatais;
   Livre circulação de capitais internacionais e ênfase
    na globalização;
   Abertura da economia para a entrada de
    multinacionais;
   contra o controle de preços dos produtos e serviços
    por parte do estado;
   a base da economia deve ser formada por empresas
    privadas;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
2° ano - Brasil Império: Segundo Reinado
2° ano  - Brasil Império: Segundo Reinado2° ano  - Brasil Império: Segundo Reinado
2° ano - Brasil Império: Segundo Reinado
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democraticaBRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
BRASIL 1945 a 64 - Republica populista - democratica
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
Revolucao russa
Revolucao russaRevolucao russa
Revolucao russa
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial
 
Socialismo
SocialismoSocialismo
Socialismo
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º AnoImperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
 
A Era das Revoluções
A Era das RevoluçõesA Era das Revoluções
A Era das Revoluções
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
 

Destaque

Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russamarcosfm32
 
00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sj00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sjRafael Noronha
 
Ferdinand de saussure
Ferdinand de saussureFerdinand de saussure
Ferdinand de saussureDiana Barbosa
 
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2edsonfgodoy
 
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...Washington Souza
 
Colecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituaisColecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituaisclaudia murta
 
1 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 19291 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 1929Fábio Ribeiro
 
Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoAEDFL
 
Estado e mercado power point
Estado e mercado power pointEstado e mercado power point
Estado e mercado power pointsaaah10
 
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietesDa Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietesJoão Camacho
 
PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917josafaslima
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slideIsabel Aguiar
 
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1edsonfgodoy
 
A RevoluçãO Russa De 1917
A  RevoluçãO  Russa De 1917A  RevoluçãO  Russa De 1917
A RevoluçãO Russa De 1917guestd47650
 

Destaque (18)

Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russa
 
00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sj00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sj
 
Revolução russa 9 ano
Revolução russa 9 anoRevolução russa 9 ano
Revolução russa 9 ano
 
Ferdinand de saussure
Ferdinand de saussureFerdinand de saussure
Ferdinand de saussure
 
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 2
 
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
 
Fordismo
FordismoFordismo
Fordismo
 
Colecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituaisColecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituais
 
1 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 19291 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 1929
 
Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 ano
 
Estado e mercado power point
Estado e mercado power pointEstado e mercado power point
Estado e mercado power point
 
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietesDa Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
 
PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917
 
Fordismo
FordismoFordismo
Fordismo
 
Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
 
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1
Taylorismo, fordismo e toyotismo 3 1
 
A RevoluçãO Russa De 1917
A  RevoluçãO  Russa De 1917A  RevoluçãO  Russa De 1917
A RevoluçãO Russa De 1917
 

Semelhante a Aula liberalismo

Capitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e Liberismo
Capitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e LiberismoCapitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e Liberismo
Capitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e LiberismoInês Oliveira
 
Liberalismo 2° Fase (Eja)
Liberalismo 2° Fase (Eja)Liberalismo 2° Fase (Eja)
Liberalismo 2° Fase (Eja)guest147da1
 
Aula 5 AZ - Capitalismo e Nova Ordem
Aula 5 AZ - Capitalismo e Nova OrdemAula 5 AZ - Capitalismo e Nova Ordem
Aula 5 AZ - Capitalismo e Nova OrdemCADUCOC1
 
Aula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro anoAula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro anoCADUCOC
 
A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...
A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...
A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...Fernando Alcoforado
 
Estado e mercado power point
Estado e mercado power pointEstado e mercado power point
Estado e mercado power pointsaaah10
 
Resumo Capitalismo
Resumo CapitalismoResumo Capitalismo
Resumo CapitalismoCADUCOCMED
 
Socialismo 9º Ano
Socialismo 9º AnoSocialismo 9º Ano
Socialismo 9º AnoLucas Weiby
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoAbner de Paula
 
As três fontes _Lenin
As três fontes _LeninAs três fontes _Lenin
As três fontes _Leninujcpe
 
Karl max e as teorias socialistas
Karl max e as teorias socialistasKarl max e as teorias socialistas
Karl max e as teorias socialistasespacoaberto
 

Semelhante a Aula liberalismo (20)

Capitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e Liberismo
Capitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e LiberismoCapitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e Liberismo
Capitalismo, Comunismo, Socialismo, Marxismo, Anarquismo e Liberismo
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
L I B E R A L I S M O
L I B E R A L I S M O L I B E R A L I S M O
L I B E R A L I S M O
 
Liberalismo 2° Fase (Eja)
Liberalismo 2° Fase (Eja)Liberalismo 2° Fase (Eja)
Liberalismo 2° Fase (Eja)
 
AULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docxAULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docx
 
Aula 5 AZ - Capitalismo e Nova Ordem
Aula 5 AZ - Capitalismo e Nova OrdemAula 5 AZ - Capitalismo e Nova Ordem
Aula 5 AZ - Capitalismo e Nova Ordem
 
Aula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro anoAula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro ano
 
A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...
A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...
A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ECONÔMICO E SEUS EFEITOS SOBRE A ECONOMIA MUNDIAL AO...
 
Liberalismo divisão
Liberalismo divisãoLiberalismo divisão
Liberalismo divisão
 
( Espiritismo) # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo
( Espiritismo)   # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo( Espiritismo)   # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo
( Espiritismo) # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo
 
( Espiritismo) # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo
( Espiritismo)   # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo( Espiritismo)   # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo
( Espiritismo) # - ademar a c reis - neoliberalismo x espiritismo
 
Estado e mercado power point
Estado e mercado power pointEstado e mercado power point
Estado e mercado power point
 
Economia politica 2
Economia politica 2Economia politica 2
Economia politica 2
 
Resumo Capitalismo
Resumo CapitalismoResumo Capitalismo
Resumo Capitalismo
 
Liberalismo (1)
Liberalismo (1)Liberalismo (1)
Liberalismo (1)
 
Socialismo 9º Ano
Socialismo 9º AnoSocialismo 9º Ano
Socialismo 9º Ano
 
Aulão Humanas.pptx
Aulão Humanas.pptxAulão Humanas.pptx
Aulão Humanas.pptx
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 
As três fontes _Lenin
As três fontes _LeninAs três fontes _Lenin
As três fontes _Lenin
 
Karl max e as teorias socialistas
Karl max e as teorias socialistasKarl max e as teorias socialistas
Karl max e as teorias socialistas
 

Mais de Over Lane

Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.Over Lane
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna Over Lane
 
Arte romana para blog
Arte romana para blogArte romana para blog
Arte romana para blogOver Lane
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 anoOver Lane
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 anoOver Lane
 
Felicidade 3 ano
Felicidade 3 anoFelicidade 3 ano
Felicidade 3 anoOver Lane
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blogOver Lane
 
A semana de arte moderna
A semana de arte modernaA semana de arte moderna
A semana de arte modernaOver Lane
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e éticaOver Lane
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeOver Lane
 
Linguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 anoLinguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 anoOver Lane
 
Patristica e escolastica
Patristica e escolasticaPatristica e escolastica
Patristica e escolasticaOver Lane
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoOver Lane
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoOver Lane
 
Artes pre-historia para blog
Artes   pre-historia para blogArtes   pre-historia para blog
Artes pre-historia para blogOver Lane
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 anoOver Lane
 
Socrates 1 ano
Socrates 1 anoSocrates 1 ano
Socrates 1 anoOver Lane
 

Mais de Over Lane (20)

Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna
 
Arte romana para blog
Arte romana para blogArte romana para blog
Arte romana para blog
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Felicidade 3 ano
Felicidade 3 anoFelicidade 3 ano
Felicidade 3 ano
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blog
 
A semana de arte moderna
A semana de arte modernaA semana de arte moderna
A semana de arte moderna
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Linguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 anoLinguagem e pensamento 2 ano
Linguagem e pensamento 2 ano
 
Patristica e escolastica
Patristica e escolasticaPatristica e escolastica
Patristica e escolastica
 
Arte naif
Arte naifArte naif
Arte naif
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 ano
 
Aula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 anoAula ideologia 3 ano
Aula ideologia 3 ano
 
Artes pre-historia para blog
Artes   pre-historia para blogArtes   pre-historia para blog
Artes pre-historia para blog
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 ano
 
Durkhein
DurkheinDurkhein
Durkhein
 
Socrates 1 ano
Socrates 1 anoSocrates 1 ano
Socrates 1 ano
 

Aula liberalismo

  • 1. Liberalismo pode ser definido como um conjunto de princípios e teorias políticas, que apresenta como ponto principal a defesa da liberdade política e econômica
  • 2.  os liberais são contrários ao forte controle do Estado na economia e na vida das pessoas.
  • 3. Embora sejam compatíveis, não são a mesma coisa. O Liberalismo se preocupa com a intervenção maior ou menor do Estado. O oposto do liberalismo é o totalitarismo. O oposto de democracia é o autoritarismo.
  • 4. século XVII, através dos trabalhos sobre política publicados pelo filósofo inglês John Locke.
  • 5. No século XVIII, o liberalismo econômico ganhou força com as idéias defendidas pelo filósofo e economista escocês Adam Smith.
  • 6. . Autor de A riqueza das nações, Smith defendia a necessidade da divisão do trabalho para que houvesse o crescimento da produção e do mercado. Segundo ele, também a livre concorrência seria essencial ao Liberalismo, pois ela forçaria o empresário a ampliar a produção, buscando novas técnicas, aumentando a qualidade do produto e baixando ao máximo os custos de produção. A conseqüente diminuição do preço final favoreceria a “lei da oferta e da procura”, viabilizando um sucesso econômico generalizado. Ao Estado, portanto, caberia somente a função de zelar pela propriedade e pela ordem, não sendo necessário interferir na economia.
  • 7. As teses liberais, em função de defenderem uma ordem social que privilegiaria a classe dominante, receberam diversos contrapontos ao longo da História. Karl Marx talvez tenha sido o teórico que mais se destacou em dirigir críticas qualificadas e contundentes ao Liberalismo. Segundo os princípios marxistas, a divisão do trabalho proposta por Smith agia no sentido de alienar o trabalhador. A livre concorrência, por sua vez, em função de impelir o burguês a reduzir os custos de produção, culminaria na exploração do trabalhador e num processo que recebeu a nomenclatura de mais-valia. Quanto à tese malthusiana, Marx rebateu-a afirmando que não é o aumento populacional o gerador da pobreza, mas que é a pobreza o gerador do aumento populacional. Ainda no que diz respeito a Malthus, o marxismo não Karl Marx: Teórico alemão, autor de admite que o sofrimento e a miséria importantes obras como o Manifesto do sejam considerados inerentes à sociedade humana. Em suma, pode-se Partido Comunista, Manuscritos dizer que Marx ataca praticamente todos Econômico-Filosóficos e O Capital, foi, os pontos das teorias liberais, alertando indubitavelmente, quem teceu as mais e impelindo o proletariado à luta contra o duras e qualificadas críticas ao Liberalismo.
  • 8.  Defesa da propriedade privada;  Liberdade econômica (livre mercado);  Mínima participação do Estado nos assuntos econômicos da nação (governo limitado);  Igualdade perante a lei (estado de direito);
  • 9. Na década de 1970 surgiu o neoliberalismo, que é a aplicação dos princípios liberais numa realidade econômica pautada pela globalização e por novos paradigmas do capitalismo.
  • 10. Política de privatização de empresas estatais;  Livre circulação de capitais internacionais e ênfase na globalização;  Abertura da economia para a entrada de multinacionais;  contra o controle de preços dos produtos e serviços por parte do estado;  a base da economia deve ser formada por empresas privadas;