SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Taylorismo,
Fordismo e
Toyotismo
Alessandro Lindman, Douglas Metzner, Estevan Aurelio,
Mulryelynn Tavare e Yanca Porto;
Prof° Edson
TAYLORISMO
• É uma concepção de produção, baseada em um
método científico de organização do trabalho;
• Foi desenvolvido pelo americano Frederick W.
Taylor (1856-1915);
• Em 1911, o engenheiro Taylor publicou “Os
princípios da administração”.
FrederickW.Taylor
Criador do Taylorismo
Características do Taylorismo:
• Racionalização da produção;
• Economia de mão-de-obra;
• Aumento da produtividade no trabalho;
• Corte de “gastos desnecessários de energia” e de
“comportamentos supérfluos” por parte do
trabalhador;
• Acabar com qualquer desperdício de tempo.
• A organização foi hierarquizada e sistematizada e
o tempo de produção passou a ser
cronometrado.
FORDISMO
• Fordismo é um sistema de produção, criado pelo empresário
norte-americano Henry Ford, cuja principal característica é a
fabricação em massa.
• Henry Ford criou este sistema em 1914 para sua indústria de
automóveis, projetando um sistema baseado numa linha de
montagem.
HenryFord
Criador do Fordismo
Características do Fordismo
• Reduzir ao máximo os custos de produção e assim baratear o
produto, podendo vender para o maior número possível de
consumidores;
• Não era necessária utilização de mão-de-obra muito
capacitada, pois cada trabalhador executava apenas uma
pequena tarefa dentro de sua etapa de produção.
TOYOTISMO
• Toyotismo é um sistema de organização voltado para a
produção de mercadorias.
• Criado no Japão, após a Segunda Guerra Mundial, pelo
engenheiro japonês Taiichi Ohno, o sistema foi aplicado na
fábrica da Toyota (origem do nome do sistema).
• O Toyotismo espalhou-se a partir da década de 1960 por
várias regiões do mundo e até hoje é aplicado em muitas
empresas.
TaiichiOhno
Criador do Toyotismo
Características do Toyotismo
• Mão-de-obra multifuncional e bem qualificada. Os
trabalhadores são educados, treinados e qualificados para
conhecer todos os processos de produção, podendo atuar em
várias áreas do sistema produtivo da empresa.
• Sistema flexível de mecanização, voltado para a produção
somente do necessário, evitando ao máximo o excedente. A
produção deve ser ajustada a demanda do mercado.
• Uso de controle visual em todas as etapas de produção como
forma de acompanhar e controlar o processo produtivo.
• Implantação do sistema de qualidade total em todas as etapas
de produção. Além da alta qualidade dos produtos, busca-se
evitar ao máximo o desperdício de matérias-primas e tempo.
• Aplicação do sistema Just in Time, ou seja, produzir somente o
necessário, no tempo necessário e na quantidade necessária.
• Uso de pesquisas de mercado para adaptar os produtos às
exigências dos clientes.
ANTECEDENTES DOS
MODELOS DE PRODUÇÃO:
• Os modelos de produção antes do fordismo, toyotismo e
taylorismo eram de indústrias que tinham acabado de sair da
revolução industrial e da maneira de produção manufatureira.
• Com as mudanças impostas pelos três novos modelos de
produção criou-se varias novas maneiras de produção nas
indústrias, assim como novas áreas de consumidores
mundiais.
POSTERIORMENTE AOS
MODELOS DE PRUDUÇÃO:
• Produção diversificada, com diversas opções de produtos para
o consumidor;
• Estabelecimento da carga horaria de trabalho;
• Hierarquia de trabalho;
• Aumento na qualidade dos produtos;
• Produção em massa;
• Divisão de tarefas;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e ToyotismoTaylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Fordismo
FordismoFordismo
Fordismo
 
Fordismo e pós fordismo
Fordismo e pós fordismoFordismo e pós fordismo
Fordismo e pós fordismo
 
Aula 02 artesanato, manufatura e indústria
Aula 02   artesanato, manufatura e indústriaAula 02   artesanato, manufatura e indústria
Aula 02 artesanato, manufatura e indústria
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
 
Conceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxConceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl Marx
 
01 historia do trabalho
01 historia do trabalho01 historia do trabalho
01 historia do trabalho
 
Sociologia - O que é o trabalho
Sociologia - O que é o trabalho Sociologia - O que é o trabalho
Sociologia - O que é o trabalho
 
O mundo do trabalho
O mundo do trabalhoO mundo do trabalho
O mundo do trabalho
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Modulo 11 - O modo de produção industrial
Modulo 11 - O modo de produção industrialModulo 11 - O modo de produção industrial
Modulo 11 - O modo de produção industrial
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
3 revolução industrial
3   revolução industrial3   revolução industrial
3 revolução industrial
 
Modos de Produção
Modos de ProduçãoModos de Produção
Modos de Produção
 

Destaque

Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoAEDFL
 
Séc xix o mundo em transformação - socialismo - liberalismo
Séc xix   o mundo em transformação - socialismo - liberalismoSéc xix   o mundo em transformação - socialismo - liberalismo
Séc xix o mundo em transformação - socialismo - liberalismoDouglas Barraqui
 
Colecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituaisColecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituaisclaudia murta
 
Aula liberalismo
Aula liberalismoAula liberalismo
Aula liberalismoOver Lane
 
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...Washington Souza
 
1 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 19291 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 1929Fábio Ribeiro
 
Estado e mercado power point
Estado e mercado power pointEstado e mercado power point
Estado e mercado power pointsaaah10
 
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietesDa Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietesJoão Camacho
 
00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sj00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sjRafael Noronha
 
Ferdinand de saussure
Ferdinand de saussureFerdinand de saussure
Ferdinand de saussureDiana Barbosa
 
Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russamarcosfm32
 
PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917josafaslima
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slideIsabel Aguiar
 
A RevoluçãO Russa De 1917
A  RevoluçãO  Russa De 1917A  RevoluçãO  Russa De 1917
A RevoluçãO Russa De 1917guestd47650
 

Destaque (17)

Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 ano
 
Séc xix o mundo em transformação - socialismo - liberalismo
Séc xix   o mundo em transformação - socialismo - liberalismoSéc xix   o mundo em transformação - socialismo - liberalismo
Séc xix o mundo em transformação - socialismo - liberalismo
 
Colecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituaisColecao de mapas_conceituais
Colecao de mapas_conceituais
 
Aula liberalismo
Aula liberalismoAula liberalismo
Aula liberalismo
 
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
O embate entre as correntes liberais e os socialismos no século XIX. http://b...
 
Fordismo
FordismoFordismo
Fordismo
 
1 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 19291 liberalismo e crise de 1929
1 liberalismo e crise de 1929
 
Estado e mercado power point
Estado e mercado power pointEstado e mercado power point
Estado e mercado power point
 
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietesDa Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
Da Rússia dos czares à Rússia dos sovietes
 
00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sj00 revolução russa – 9º ano sj
00 revolução russa – 9º ano sj
 
Ferdinand de saussure
Ferdinand de saussureFerdinand de saussure
Ferdinand de saussure
 
Revolução russa 9 ano
Revolução russa 9 anoRevolução russa 9 ano
Revolução russa 9 ano
 
Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russa
 
PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917PPT - Revolução Russa de 1917
PPT - Revolução Russa de 1917
 
Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
 
A RevoluçãO Russa De 1917
A  RevoluçãO  Russa De 1917A  RevoluçãO  Russa De 1917
A RevoluçãO Russa De 1917
 

Semelhante a Modelos de produção Taylorismo, Fordismo e Toyotismo

Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXIFormas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXIMatheus Rodrigues
 
Taylorismo e Fordismo
Taylorismo e FordismoTaylorismo e Fordismo
Taylorismo e FordismoMelissa Porto
 
Principais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalhoPrincipais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalhodantasrdl
 
AULA 02 - Evolução da produção.pptx
AULA 02 - Evolução da produção.pptxAULA 02 - Evolução da produção.pptx
AULA 02 - Evolução da produção.pptxPauloFernandes233509
 
APRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .ppt
APRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .pptAPRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .ppt
APRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .pptAgnaldo26
 
Geografia das indústrias
Geografia das indústriasGeografia das indústrias
Geografia das indústriasestevaolima
 
Taylorismo e Fordismo
Taylorismo e FordismoTaylorismo e Fordismo
Taylorismo e FordismoAriana Guides
 
GRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptx
GRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptxGRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptx
GRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptxPOLYANAGALVAO
 
Os seguidores das idéias de taylor aula 06-03-012
Os seguidores das idéias de taylor  aula 06-03-012Os seguidores das idéias de taylor  aula 06-03-012
Os seguidores das idéias de taylor aula 06-03-012Helena Reis
 
Aula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptxAula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptxPedro Luis Moraes
 
aula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptx
aula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptxaula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptx
aula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptxPedro Luis Moraes
 
Aula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptxAula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptxPedro Luis Moraes
 
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptx
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptxADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptx
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptxAna Carolina de Avila
 
Aula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.ppt
Aula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.pptAula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.ppt
Aula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.pptAna Carolina de Avila
 
Aula 2.2 administração cientifica
Aula 2.2  administração cientificaAula 2.2  administração cientifica
Aula 2.2 administração cientificaJose Angelo Ferreira
 

Semelhante a Modelos de produção Taylorismo, Fordismo e Toyotismo (20)

Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXIFormas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
 
Taylorismo e Fordismo
Taylorismo e FordismoTaylorismo e Fordismo
Taylorismo e Fordismo
 
Principais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalhoPrincipais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalho
 
AULA 02 - Evolução da produção.pptx
AULA 02 - Evolução da produção.pptxAULA 02 - Evolução da produção.pptx
AULA 02 - Evolução da produção.pptx
 
APRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .ppt
APRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .pptAPRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .ppt
APRESENTAÇÃO DE GESTÃO INDUSTRIAL .ppt
 
Geografia das indústrias
Geografia das indústriasGeografia das indústrias
Geografia das indústrias
 
Modelos de produção
Modelos de produçãoModelos de produção
Modelos de produção
 
Toyotismo
ToyotismoToyotismo
Toyotismo
 
Taylorismo e Fordismo
Taylorismo e FordismoTaylorismo e Fordismo
Taylorismo e Fordismo
 
GRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptx
GRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptxGRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptx
GRUPO1_ADMCIENTIFICA OFICIAL.pptx
 
Racionalização
RacionalizaçãoRacionalização
Racionalização
 
Racionalização
RacionalizaçãoRacionalização
Racionalização
 
Os seguidores das idéias de taylor aula 06-03-012
Os seguidores das idéias de taylor  aula 06-03-012Os seguidores das idéias de taylor  aula 06-03-012
Os seguidores das idéias de taylor aula 06-03-012
 
Aula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptxAula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de TGA - Tema_2_Abordagem classica.pptx
 
aula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptx
aula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptxaula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptx
aula de TGA Atualizada - Abordagem classica.pptx
 
Aula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptxAula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptx
Aula de Teoria Tema_2_Abordagem classica.pptx
 
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptx
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptxADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptx
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO - Aula 01.pptx
 
Ta i ud ii
Ta i   ud iiTa i   ud ii
Ta i ud ii
 
Aula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.ppt
Aula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.pptAula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.ppt
Aula 1 - Administração da Produção - Histórico e Conceitos da Produção.ppt
 
Aula 2.2 administração cientifica
Aula 2.2  administração cientificaAula 2.2  administração cientifica
Aula 2.2 administração cientifica
 

Mais de edsonfgodoy

Guerra do Paraguai
Guerra do Paraguai Guerra do Paraguai
Guerra do Paraguai edsonfgodoy
 
Economia e modernização no século XIX
Economia e modernização no século XIXEconomia e modernização no século XIX
Economia e modernização no século XIXedsonfgodoy
 
Abolição da escravidão
Abolição da escravidãoAbolição da escravidão
Abolição da escravidãoedsonfgodoy
 
Trabalho a cruzada
Trabalho a cruzadaTrabalho a cruzada
Trabalho a cruzadaedsonfgodoy
 
Orientações para composição do grêmio
Orientações para composição do grêmioOrientações para composição do grêmio
Orientações para composição do grêmioedsonfgodoy
 
Barão de montesquieu
Barão de montesquieuBarão de montesquieu
Barão de montesquieuedsonfgodoy
 
Ditadura Militar
Ditadura MilitarDitadura Militar
Ditadura Militaredsonfgodoy
 
Estratificação social 3 ii
Estratificação social 3 iiEstratificação social 3 ii
Estratificação social 3 iiedsonfgodoy
 
Globalização e as novas relações de trabalho 3 I
Globalização e as novas relações de trabalho 3 IGlobalização e as novas relações de trabalho 3 I
Globalização e as novas relações de trabalho 3 Iedsonfgodoy
 
Estratificação e hierarquia social 3 I
Estratificação e hierarquia social 3 IEstratificação e hierarquia social 3 I
Estratificação e hierarquia social 3 Iedsonfgodoy
 
Estado, sociedade e poder 3 II
Estado, sociedade e poder 3 IIEstado, sociedade e poder 3 II
Estado, sociedade e poder 3 IIedsonfgodoy
 
Sociologia no brasil e seus principais representantes
Sociologia no brasil e seus principais representantesSociologia no brasil e seus principais representantes
Sociologia no brasil e seus principais representantesedsonfgodoy
 
O trabalho na sociedade moderna capitalista
O trabalho na sociedade moderna capitalistaO trabalho na sociedade moderna capitalista
O trabalho na sociedade moderna capitalistaedsonfgodoy
 
Republica Velha Ed
Republica Velha EdRepublica Velha Ed
Republica Velha Ededsonfgodoy
 
Sociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervososSociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervososedsonfgodoy
 
Filosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimentoFilosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimentoedsonfgodoy
 

Mais de edsonfgodoy (20)

Guerra do Paraguai
Guerra do Paraguai Guerra do Paraguai
Guerra do Paraguai
 
Economia e modernização no século XIX
Economia e modernização no século XIXEconomia e modernização no século XIX
Economia e modernização no século XIX
 
Abolição da escravidão
Abolição da escravidãoAbolição da escravidão
Abolição da escravidão
 
Trabalho a cruzada
Trabalho a cruzadaTrabalho a cruzada
Trabalho a cruzada
 
Filme a cruzada
Filme a cruzadaFilme a cruzada
Filme a cruzada
 
A cruzada
A cruzadaA cruzada
A cruzada
 
Cruzada
CruzadaCruzada
Cruzada
 
Orientações para composição do grêmio
Orientações para composição do grêmioOrientações para composição do grêmio
Orientações para composição do grêmio
 
Barão de montesquieu
Barão de montesquieuBarão de montesquieu
Barão de montesquieu
 
Ditadura Militar
Ditadura MilitarDitadura Militar
Ditadura Militar
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Estratificação social 3 ii
Estratificação social 3 iiEstratificação social 3 ii
Estratificação social 3 ii
 
Globalização e as novas relações de trabalho 3 I
Globalização e as novas relações de trabalho 3 IGlobalização e as novas relações de trabalho 3 I
Globalização e as novas relações de trabalho 3 I
 
Estratificação e hierarquia social 3 I
Estratificação e hierarquia social 3 IEstratificação e hierarquia social 3 I
Estratificação e hierarquia social 3 I
 
Estado, sociedade e poder 3 II
Estado, sociedade e poder 3 IIEstado, sociedade e poder 3 II
Estado, sociedade e poder 3 II
 
Sociologia no brasil e seus principais representantes
Sociologia no brasil e seus principais representantesSociologia no brasil e seus principais representantes
Sociologia no brasil e seus principais representantes
 
O trabalho na sociedade moderna capitalista
O trabalho na sociedade moderna capitalistaO trabalho na sociedade moderna capitalista
O trabalho na sociedade moderna capitalista
 
Republica Velha Ed
Republica Velha EdRepublica Velha Ed
Republica Velha Ed
 
Sociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervososSociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervosos
 
Filosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimentoFilosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimento
 

Último

BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 

Último (20)

BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 

Modelos de produção Taylorismo, Fordismo e Toyotismo

  • 1. Taylorismo, Fordismo e Toyotismo Alessandro Lindman, Douglas Metzner, Estevan Aurelio, Mulryelynn Tavare e Yanca Porto; Prof° Edson
  • 2. TAYLORISMO • É uma concepção de produção, baseada em um método científico de organização do trabalho; • Foi desenvolvido pelo americano Frederick W. Taylor (1856-1915); • Em 1911, o engenheiro Taylor publicou “Os princípios da administração”.
  • 4. Características do Taylorismo: • Racionalização da produção; • Economia de mão-de-obra; • Aumento da produtividade no trabalho; • Corte de “gastos desnecessários de energia” e de “comportamentos supérfluos” por parte do trabalhador; • Acabar com qualquer desperdício de tempo. • A organização foi hierarquizada e sistematizada e o tempo de produção passou a ser cronometrado.
  • 5. FORDISMO • Fordismo é um sistema de produção, criado pelo empresário norte-americano Henry Ford, cuja principal característica é a fabricação em massa. • Henry Ford criou este sistema em 1914 para sua indústria de automóveis, projetando um sistema baseado numa linha de montagem.
  • 7. Características do Fordismo • Reduzir ao máximo os custos de produção e assim baratear o produto, podendo vender para o maior número possível de consumidores; • Não era necessária utilização de mão-de-obra muito capacitada, pois cada trabalhador executava apenas uma pequena tarefa dentro de sua etapa de produção.
  • 8. TOYOTISMO • Toyotismo é um sistema de organização voltado para a produção de mercadorias. • Criado no Japão, após a Segunda Guerra Mundial, pelo engenheiro japonês Taiichi Ohno, o sistema foi aplicado na fábrica da Toyota (origem do nome do sistema). • O Toyotismo espalhou-se a partir da década de 1960 por várias regiões do mundo e até hoje é aplicado em muitas empresas.
  • 10. Características do Toyotismo • Mão-de-obra multifuncional e bem qualificada. Os trabalhadores são educados, treinados e qualificados para conhecer todos os processos de produção, podendo atuar em várias áreas do sistema produtivo da empresa. • Sistema flexível de mecanização, voltado para a produção somente do necessário, evitando ao máximo o excedente. A produção deve ser ajustada a demanda do mercado. • Uso de controle visual em todas as etapas de produção como forma de acompanhar e controlar o processo produtivo. • Implantação do sistema de qualidade total em todas as etapas de produção. Além da alta qualidade dos produtos, busca-se evitar ao máximo o desperdício de matérias-primas e tempo.
  • 11. • Aplicação do sistema Just in Time, ou seja, produzir somente o necessário, no tempo necessário e na quantidade necessária. • Uso de pesquisas de mercado para adaptar os produtos às exigências dos clientes.
  • 12. ANTECEDENTES DOS MODELOS DE PRODUÇÃO: • Os modelos de produção antes do fordismo, toyotismo e taylorismo eram de indústrias que tinham acabado de sair da revolução industrial e da maneira de produção manufatureira. • Com as mudanças impostas pelos três novos modelos de produção criou-se varias novas maneiras de produção nas indústrias, assim como novas áreas de consumidores mundiais.
  • 13. POSTERIORMENTE AOS MODELOS DE PRUDUÇÃO: • Produção diversificada, com diversas opções de produtos para o consumidor; • Estabelecimento da carga horaria de trabalho; • Hierarquia de trabalho; • Aumento na qualidade dos produtos; • Produção em massa; • Divisão de tarefas;