•Apurou-se que o esquema foi planejado em 2002, durante a campanha presidencialde Lula.•Na época, o PT precisava fazer uma...
•Mas, para isso acontecer, o presidente doPL, Valdemar Costa Neto, teria pedido R$10 milhões ao PT. Os dirigentes do PTter...
•Nos dois anos seguintes, o esquema beneficiou outros partidos e se transformou emum pagamento regular aos políticos da ba...
•Em maio de 2005, o ex-diretor dos Correios, Maurício Martinho, foi mostrado emuma reportagem da revista Veja recebendo pr...
•Jefferson detalhou o funcionamento do mensalão na CPI dos Correios. Ele tambémfoi acusado de receber R$ 4 milhões das emp...
•Atividade •Faça em seu caderno     um fichamentotentando relacionar osprincipais acusados aos   crimes cometidos.
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
Mensalão - Para não esquecer.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mensalão - Para não esquecer.

2.936 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.936
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.814
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mensalão - Para não esquecer.

  1. 1. •Apurou-se que o esquema foi planejado em 2002, durante a campanha presidencialde Lula.•Na época, o PT precisava fazer uma aliança com o PL para lançar a chapa de Lula àPresidência, tendo como vice o senador José Alencar (PL). A união do sindicalistacom o empresário era uma estratégia para ganhar a confiança dos setores maistradicionais da sociedade.
  2. 2. •Mas, para isso acontecer, o presidente doPL, Valdemar Costa Neto, teria pedido R$10 milhões ao PT. Os dirigentes do PTteriam então procurado Marcos Valério,que havia montado um sistema definanciamento clandestino semelhante,segundo a investigação, para o PSDB deMinas Gerais, durante a campanha deEduardo Azeredo.
  3. 3. •Nos dois anos seguintes, o esquema beneficiou outros partidos e se transformou emum pagamento regular aos políticos da base aliada.
  4. 4. •Em maio de 2005, o ex-diretor dos Correios, Maurício Martinho, foi mostrado emuma reportagem da revista Veja recebendo propina de R$ 3 mil. Martinho era ligadoao PTB. O então presidente do partido, Roberto Jefferson, sentindo-se acuado pelospetistas, denunciou o caso em 6 de junho ao jornal Folha de S. Paulo.
  5. 5. •Jefferson detalhou o funcionamento do mensalão na CPI dos Correios. Ele tambémfoi acusado de receber R$ 4 milhões das empresas de Marcos Valério e se tornouréu no processo.
  6. 6. •Atividade •Faça em seu caderno um fichamentotentando relacionar osprincipais acusados aos crimes cometidos.

×