Era napoleônica primavera dos povos

580 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Era napoleônica primavera dos povos

  1. 1. A ERA NAPOLEÔNICA (1799-1815)
  2. 2. O DIRETÓRIO E NAPOLEÃO  Os interesses da burguesia nesse período eram reorganizar a sociedade, controlar a administração pública e superar a crise econômica.  Controlar o avanço das classes populares que buscavam melhores condições de vida e maior participação na política.
  3. 3. Golpe do 18 Brumário Napoleão com este golpe derrubou o governo do Diretório e governou França por cerca de 15 anos. A Era Napoleônica pode ser dividida em três fases: Consulado (1799-1804) Império (1804-1814) e Governo dos Cem Dias (1815).
  4. 4. Consulado (1799-1804) Principais mudanças:  Para a composição deste governo existiam 3 cônsules: Napoleão, Roger Ducos e Sieyès.  Napoleão como primeiro-cônsul:  Centralização administrativa.  Banco da França (1800): Crescimento industrial e comercial.  Concordata com a Igreja (1801):  Clero submisso ao Estado.  Napoleão se torna cônsul vitalício (1802).  Código Civil Napoleônico (1804):  consagra as aspirações da burguesia de propriedade privada, igualdade de todos perante a lei, liberdade individual e economia livre.
  5. 5. Império (1804-1815) Em 1804 houve uma consulta popular e 60% dos votantes confirmou a vontade de que a França voltasse a ser uma monarquia e de que Napoleão fosse seu imperador.
  6. 6. Construção do Império Francês  Acabar com a hegemonia inglesa sobre a Europa (Revolução Industrial).  Implantação do Bloqueio Continental (1806)  bloqueio econômico à Inglaterra, qualquer país que fizesse comércio com a Inglaterra seria tomado como inimigo da França.  Investimentos na guerra externa.  O Império, foi marcada por guerras contínuas para expandir os domínios da França.
  7. 7. Expansão Militar  Por terra, Napoleão assumiu o controle de boa parte da Europa até 1812, desmontando o Sacro-Império Romano-Germânico  Intervenção sobre a Espanha.  Intervenção sobre Portugal .  1810 a Rússia rompe o Bloqueio Continental e em 1812 Napoleão invade a Rússia.
  8. 8. Apogeu do Império Napoleônico - Territórios anexados por Napoleão - Estados Vassalos
  9. 9. Reação contra Napoleão  1814 é formada uma coligação militar entre Inglaterra, Áustria, Rússia e Prússia.  Quebra de Portugal e Rússia do bloqueio continental.  Portugal e Rússia foram invadidos pelos franceses. A família real portuguesa, nesta ocasião, mudou-se para o Brasil e o governo russo lutou contra os franceses.
  10. 10. Derrota de Napoleão  A primeira derrota de Napoleão ocorreu na Rússia em 1812, devido ao rigoroso inverno que o exército francês teve que enfrentar.  A derrota final francesa ocorreu em virtude do ataque de um rigoroso exército formado por ingleses, austríacos, russos e prussianos que tomou Paris em 1814.  Nesse conflito, Napoleão foi derrubado do poder e enviado para Ilha de Elba e o trono foi assumido por Luís XVIII, da dinastia Bourbon.
  11. 11. Governo dos Cem Dias  Muitos franceses não estavam satisfeitos com o governo de Luis XVIII. Quando Napoleão fugiu de Elba e retornou a França uniram-se a ele para expulsar a família real.  Diante da expulsão de Luís XVIII, os exércitos estrangeiros organizaram uma nova aliança e derrotaram, definitivamente, Napoleão na Batalha de Waterloo, na Bélgica, em 18 de junho de 1815.  Exilado na Ilha de Santa Helena, no Atlântico Sul, Napoleão morre, em 1821.
  12. 12. Consequências do Período Napoleônico  Propagação de ideais liberais e incentivou o nacionalismo nas áreas ocupadas.  Incentivou a independência da América Espanhola, assim como o Haiti, colônia francesa, quando Napoleão restabeleceu a escravidão colonial.
  13. 13. Congresso de Viena e a Santa Aliança  Após a Revolução Francesa e a Era Napoleônica, os diplomatas queriam restabelecer o perfil conservador e absolutista do continente europeu.  Para isso, promoveram a reorganização do território conforme os governos que existiam antes destes acontecimentos e tiveram como critério o princípio de legitimidade. Ou seja, os governos de cada um dos países europeus seria devolvido aos herdeiros das antigas monarquias absolutistas.  A Santa Aliança foi uma medida proposta pelo czar russo Alexandre I. Esta aliança era uma política de solidariedade e de defesa mútua entre algumas monarquias (Áustria, Rússia e Prússia).
  14. 14. O Século XIX A Primavera dos Povos  Aumento das insatisfações do o antigo regime  Liderança da burguesia  Expansão do Estado burguês  Nacionalismo e industrialização  Expansão da industrialização pela Europa  O Capitalismo europeu
  15. 15. A classe operária  O avanço das conquistas operárias  Greves e reivindicações  O Ludismo (Quebra de máquinas)  O Socialismo Utópico  Saint-Simon  Charles Fourier  Louis Blanc  Robert Owen
  16. 16. O Socialismo Científico  Manifesto do Partido Comunista 1848  Karl Marx  Friedrich Engels  A ditadura do proletariado  Ideologização da luta operária  Luta de classes  Críticas e abolição da propriedade privada  Controle dos meios produtivos pelo proletariado
  17. 17. O Anarquismo  Críticas ao Estado  Defesa das livres associações  Críticas a exploração capitalista  Defesa das classe operária  William Godwin   Joseph Pierre Proudhon   Mikhail Bakunin   Max Stirner

×