REVOLUÇÃO
FRANCESA
Nayara Hadad e Pedro Lima – 8° ano AITV - 2015
Revolução Francesa - O Início
Em 1789, a França atravessava uma grave crise econômica, cujo efeitos
recaiam sobre o povo.
...
Assembléia dos Estados Gerais
A Assembleia dos Estados Gerais reuniu-se no palácio de Versalhes .
Eles entraram em conflit...
Convenção Nacional
Após a proclamação da república os revolucionários se dividiram em:
Girondinos: Majoritário, representa...
O Diretório e o Golpe do 18 de
Brumário
O poder executivo foi dado a cinco diretores escolhidos por uma
assembléia com vot...
NAPOLEÃO BONAPARTE
Nayara Hadad e Pedro Lima – 8° ano AITV - 2015
Governo Napoleônico
Em 1799, o Diretório convocou Napoleão Bonaparte para participar
do governo. No dia 9 de novembro dess...
O Consulado
No consulado o poder executivo era exercido por três cônsules, e o
legislativo ficava a cargo das assembléias....
O Império
Em 1804, Napoleão fez realizar novo plebiscito, no qual 60% dos
votantes confirmaram a instituição do regime pol...
O fim do Império Napoleônico
Em 1812, Napoleão empreendeu a Campanha da Rússia, mobilizando um
exército de quase 600 mil h...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima

319 visualizações

Publicada em

Feito por Nayara Hadad Soares e Pedro Augusto Lima Magalhães.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima

  1. 1. REVOLUÇÃO FRANCESA Nayara Hadad e Pedro Lima – 8° ano AITV - 2015
  2. 2. Revolução Francesa - O Início Em 1789, a França atravessava uma grave crise econômica, cujo efeitos recaiam sobre o povo. Nessa época, a sociedade francesa estava dividida em três ordens ou estados: O primeiro estado constituído pelo clero, proprietário de 10% das terras da França, não pagavam impostos . O baixo clero, porem, vivia na miséria. O segundo estado era formado pela nobreza, proprietária de mais de 20% das terras do pais. Gozava de amplos privilégios, inclusive de não pagar impostos. O Terceiro estado era formado pelos burgueses, trabalhadores urbanos e camponeses, estes últimos representado 80% da população. Viviam na miséria e, muitas vezes a sua situação era agravada por secas, enchentes e más colheitas. A burguesia estava descontente. Reivindicava a redução de taxas que provocavam o encarecimento de seus produtos . O rei convocou os estados gerais a uma assembleia formada pelos representantes dos três estados.
  3. 3. Assembléia dos Estados Gerais A Assembleia dos Estados Gerais reuniu-se no palácio de Versalhes . Eles entraram em conflito , enquanto o primeiro e o segundo estado defendiam o voto por ordem social , o terceiro estado reivindicava o voto por cabeça. O terceiro estado se retirou e formou a assembleia nacional constituinte e se iniciou a Revolução Francesa. Em 13 de julho, o povo tomou as ruas de Paris e foi a Queda da Bastilha o marco histórico da Revolução Francesa. Foi formado a assembléia Nacional Constituinte e os membros republicanos acusaram o Rei Luís. O rei foi deposto e a assembleia elegeu a convenção nacional, no dia 22 de setembro foi proclamada a República.
  4. 4. Convenção Nacional Após a proclamação da república os revolucionários se dividiram em: Girondinos: Majoritário, representava a alta burguesia Jacobinos: Liderado por Robespierre, representava a média e baixa burguesia. Planície: Também representava a alta burguesia. Nesse tempo, a frança passou por uma série de crises e nesse ambiente se instalou o período do terror chefiado por Robespierre. Em 1794 Robespierre foi guilhotinado e os girondinos voltaram ao poder e instalaram o diretório.
  5. 5. O Diretório e o Golpe do 18 de Brumário O poder executivo foi dado a cinco diretores escolhidos por uma assembléia com voto censitário. No dia 18 de brumário (9 de novembro) Napoleão Bonaparte foi chamado a França e deu um golpe de estado , tomando o poder e instalando o Consulado, esse fato foi conhecido como o golpe do 18 de brumário. A revolução francesa chegava ao fim.
  6. 6. NAPOLEÃO BONAPARTE Nayara Hadad e Pedro Lima – 8° ano AITV - 2015
  7. 7. Governo Napoleônico Em 1799, o Diretório convocou Napoleão Bonaparte para participar do governo. No dia 9 de novembro desse mesmo ano, com o golpe do 18 de Brumário, foi elaborada nova Constituição, que instaurava o Consulado como forma de governo, inaugurando a era napoleônica. A chamada Era Napoleônica envolveu dois períodos: ● Consulado (1799-1804): Caracterizado pela recuperação econômica da FRANÇA e também pela estabilização do poder político. ● Império (1804-1815): Napoleão Bonaparte desenvolveu sua corrida imperialista e dominou grande parte da Europa.
  8. 8. O Consulado No consulado o poder executivo era exercido por três cônsules, e o legislativo ficava a cargo das assembléias. Napoleão era o primeiro cônsul e tinha em suas mãos amplos poderes. Napoleão promoveu a reforma do direito, elaborando o código civil napoleônico, o que consolidou as conquistas da burguesia ocorridas durante a revolução francesa, tais como a laicização do estado, a igualdade entre todos perante a lei, a propriedade privada, a liberdade econômica, a proibição das greves e da organização sindical e o restabelecimento da escravidão nas colônias. Com o apoio da burguesia, em 1802, Napoleão fez um plebiscito e tornou-se cônsul vitalício.
  9. 9. O Império Em 1804, Napoleão fez realizar novo plebiscito, no qual 60% dos votantes confirmaram a instituição do regime político monárquico, e ele tornou-se imperador da França. No plano interno, ocorreu o incentivo a agricultura e a indústria. No plano externo, Napoleão disputou com a Inglaterra a hegemonia política e econômica da Europa. Em 1805, enfrentou a terceira coligação contra a França, formada pela Inglaterra, pela Áustria e pela Rússia. Para derrotar a Inglaterra, em 1806, Napoleão promulgou o Decreto de Berlim, fechando todos os portos europeus aos navios e às mercadorias que vinham da Inglaterra, ato conhecido como Bloqueio Continental. Os países que não aderiram ao bloqueio sofreram intervenção de Bonaparte. Napoleão dominava praticamente toda a Europa, com exceção da Inglaterra. Tornou-se senhor absoluto da política europeia.
  10. 10. O fim do Império Napoleônico Em 1812, Napoleão empreendeu a Campanha da Rússia, mobilizando um exército de quase 600 mil homens para invadir esse país. A desastrosa Campanha da Rússia estimulou os países europeus a se rebelar contra a dominação francesa. Formou-se uma nova coligação contra a França, constituída por Áustria, Prússia, Rússia e Inglaterra. Em 1813 em Leipzig, Napoleão foi derrotado. Assinou o Tratado de Fontainebleau, abdicando do trono francês, Luís XVIII, da dinastia. Bourbon foi convidado a retomar o poder. Napoleão recebeu a soberania da ilha de Elba, no Mediterrâneo, mas não foi muito longo no seu exilio. Em fevereiro de 1815 consegui fugir da ilha, foi para Paris e retomou o poder, sendo novamente aclamado o Imperador. O rei Luís XVIII, fugiu para a Bélgica. Napoleão realizou o Governo dos Cem Dias. Foi definitivamente derrotado pelo Duque de Wellington, na Batalha de Waterloo, na Bélgica. Aprisionado foi deportado para a ilha de Santa Helena, onde faleceu em 1821. Com a derrota definitiva de Napoleão, a monarquia absolutista foi restaurada na França, sob o governo de Luís XVIII.

×