Tcc - Estruturas de ação para aprendizagem

1.188 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tcc - Estruturas de ação para aprendizagem

  1. 1. FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE SANTA CATARINA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSOANÁLISE DAS ESTRUTURAS DE AÇÃO PARA APRENDIZAGEM DA NECON ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL MAYARA FILGUEIRAS Orientadores: Ramiro Zinder da Silva, Mestre. Larissa Christina Leifer Nunes, Especialista. São José, 2010
  2. 2. PROBLEMA DE PESQUISAQuais são as estruturas de ação para aprendizagem utilizadas pela Necon Organização Contábil?
  3. 3. OBJETIVO GERALAnalisar as estruturas de ação para aprendizagem da empresa Necon.
  4. 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOSa) Produzir uma revisão literária sobre os temas relacionados a empresas que aprendem;b) Caracterizar a organização em estudo;c) Elaborar um instrumento de coleta de dados sobre o tema em estudo;d) Aplicar o referido instrumento com os gestores da Necon Organização Contábil;e) Apresentar e analisar os dados coletados por meio do instrumento;f) Sugerir melhorias para a organização em estudo.
  5. 5. JUSTIFICATIVA Interesse pessoal;Relevância organizacional,Relevância social;Relevância acadêmica (científica).
  6. 6. REVISÃO DE LITERATURA SIGNIFICADOS DO TRABALHO Braverman (1987), Lorio (2004) e Lacombe (2005) GESTÃO DE PESSOAS Gil (1994), Marras (2002) e Girardi (2008) COMPORTAMENTO HUMANO NAS ORGANIZAÇÕES Bergamini (1982, 1997), Bowditch e Buono (1999, 2000) e Cohen e Fink (2003) ORGANIZAÇÕES DE APRENDIZAGEM Senge (2002), Frano e Ferreira (2007) e Miguel e Teixeira (2009) ESTRUTURAS DE APRENDIZAGEM Garvin (1993), Silva (2001) e Garvin, Edmondson e Gino (2008)
  7. 7. PROCEDIMENTOSMETODOLÓGICOS Método: Indutivo Abordagem: Qualitativa Entrevista: Semi-Estruturada. Tipos e técnicas de pesquisa: Aplicada, bibliográfica, exploratória,documental , descritiva e observação simples
  8. 8. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  INSTRUMENTO DE COLETA:Total de perguntas: Período de aplicação: 8 20/09/2010 à 30/09/2010 Número de pessoas que responderam: 4
  9. 9. CARACTERIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO Missão: “Trabalhar da melhor forma utilizando os melhores recursos e o que há de mais moderno no mercado, sendo totalmente informatizado para melhor proporcionar tranquilidade a seus clientes”. Visão: “Abrir uma filial na parte litorânea de Santa Catarina até o final de 2010”. Valores: “[...] a empresa preza pelo trabalho em equipe de forma que todos contribuam além do seu papel uns com os outros na busca da excelência na prestação de serviços e consequentemente da plena satisfação dos clientes”.
  10. 10. CARACTERIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃOTotal de funcionários: DezRamo de atividade: Assessoria contábilEndereço: Barreiros, São José/SC
  11. 11. ANÁLISE DOS DADOS SUGESTÕES E PROPOSTAS AOMODELO ESTUDADO CONCLUSÃO
  12. 12. Resolver problemas de forma sistêmicaEntrevistado A “Planejando para não ocorrer o problema, caso ocorra a decisão do grupo auxilia na resolução do problema”Entrevistado B “Para obtermos uma melhor resolução dos problemas buscamos sempre a opinião de todos dentro da organização, para que todas as idéias sejam confrontadas e analisadas”Entrevistado C “Todos os conflitos que ocorrem na Necon são resolvidos através do diálogo, todas as partes envolvidas no problema são ouvidas para que desse modo, além de buscar compreensão sobre o problema ocorrido”Entrevistado D “A opinião de cada um é sempre analisada [...] todos apresentam seu ponto de vista e sugerem práticas e serem realizadas” Uma solução tomada de forma conjunta possibilita e agrega maior valor a comunicação interna no âmbito organizacional.
  13. 13. Experimentar abordagens de trabalho Entrevistado A “Implementação de sistema contábil, treinamento e parte de legislação que têm alteração constante [...] sempre é passando para os funcionários se houve a informação de mudança na legislação” Entrevistado B “Conhecer significa conversar com profissionais que já a utilizam, saber como esta funciona e principalmente seu custo beneficio. Uma ferramenta que vem agregar valor ao trabalho exercido no dia-a-dia é sempre interessante e bem vinda” Entrevistado C “Isso aconteceu quando mudamos para a nova sede, e toda a nossa estrutura de atendimento mudou. Todos trabalhavam em um único ambiente, depois da mudança, todos tiveram que sentar e repensar como seria o funcionamento a partir da nova estrutura, onde cada setor ocuparia um espaço separado do outro. Nossa comunicação em um único ambiente era muito boa e não poderíamos perder isso em virtude dessa separação física” Entrevistado D “Cada funcionário avalia a inovação de acordo com aquilo que necessita dentro do seu setor” O foco não está em resolver os problemas e sim expandir-se perante as exigências do mercado crescente.
  14. 14. Aprender com experiências passadasEntrevistado A “Não lembro me de casos que tenham ocorrido quanto a este respeito. Mas caso houvesse, tomaria conhecimento de que aquela pratica é ou não é boa para a organização”Entrevistado B “Cada acontecimento ensina algo para a organização. Fizemos dessas experiências um trampolim para alcançarmos nossos objetivos”Entrevistado C [“...] é justamente esse acúmulo de experiências, que gera um tipo de conhecimento empírico na área empresarial que permite uma visão mais ampla do negócio”Entrevistado D “Todo tipo de aprendizado é válido [...] eu diria que as boas experiências são revigorantes e nos impulsionam a bons caminhos, contudo, os erros marcam mais, mobilizam mais” Tais experiências se bem utilizadas podem ser vistas como fonte de inspiração ou renuncia para novos métodos ou frente a problemas conhecidos.
  15. 15. Aprender com os outros Entrevistado A “Conhecimento de sistemas contábil através da análise da concorrência, bem como novidades na legislação e forma de contratação e alocação de clientes” Entrevistado B “A organização tem sua própria forma de pensar e agir. Com certeza é sempre bom conhecer aqueles que estão ao nosso lado. No entanto, nada faz com que pensemos de forma diferente e alteremos nossos objetivos” Entrevistado C “A empresa sempre incentivou a essa discussão de idéias, de assuntos entre si, visando um crescimento pessoal do integrante, bem como da Necon” Entrevistado D “[...] mas nós também possuímos vários amigos que são colegas de classe e estamos sempre trocando informações tanto legais, contábeis, quanto as pertinentes ao trabalho e funcionamento da empresa [...] às vezes um já implantou e o outro ainda está em andamento, aquele que já fez dá dicas ao outro e vice- versa”Muitas vezes empresas tomam preferência em adquirir uma técnica já utilizada e que funciona em outras organizações, do que inventar uma nova sem ter sido testada antes.
  16. 16. Transferir conhecimento Entrevistado A “[...] as informações de mercado são passadas diariamente de setor para setor, quando há uma mudança no mercado essas informações são compartilhadas a todos, independente do setor a transferência de conhecimento é feita” Entrevistado B “Sempre que se tem conhecimento de algo novo e interessante, compartilhamos através do e-mail essa informação” Entrevistado C “A empresa sempre incentivou a essa discussão de idéias, de assuntos entre si, visando um crescimento pessoal do integrante, bem como da Necon. Pois é importante que cada uma saiba um pouco sobre cada setor e sobre o todo em geral” Entrevistado D “A cultura da empresa é de sempre ouvir os seus colaboradores” A falha de comunicação pode ser crucial para a transferência doconhecimento entre grupos e indivíduos, podendo ocasionar problemas organizacionais.
  17. 17. Fornecer suporte ao ambiente de aprendizagem Entrevistado A “A empresa esta sempre aberta a novas idéias e opiniões diferentes, sempre foram de fato muito importante para a Necon, pois é através dessas opiniões que mudanças foram feitas e geraram melhorias” Entrevistado B “Todos conhecem os seus afazeres e onde devem chegar. O caminho a ser percorrido é escolha individual” Entrevistado C “Cada um trabalha dentro dos prazos legais estipulados sem que seja necessária uma cobrança interna. A única cobrança que sofremos é por parte de nossos clientes externos” Entrevistado D “Esse processo de confiabilidade e liberdade responsável, funcionam muito bem na Necon. Todos têm esse hábito de compartilhar informações, dar opiniões, idéias, é desse modo que a empresa estimula o seu pessoal a dizer o que pensa sobre tudo, desde a empresa em geral até as informações do trabalho [...] a Necon tem consciência do quanto é importante ouvir o que os nossos colaboradores têm a dizer, faz parte do nosso processo de crescimento pessoal e profissional” Uma empresa eficaz atualmente é constituída por uma gestão voltada para o seucliente interno, fornecendo um ambiente de total segurança, valorização das diferenças, abertura para novas idéias e tempo para reflexão.
  18. 18. Criar processos de aprendizagemEntrevistado A “[...] quando a mudança é só interna, operacional, é verificado internamente e fazer a parte de controle, se não for eficaz troca-se de ferramenta e assim até encontrar uma compatível com a que organização almeja. Quanto à parte externa, os clientes, há sempre conversa com ao vivo para saber se aquela é a melhor forma de fazer e geralmente tende a perguntar para o cliente se aquele processo esta bom através de ”Entrevistado B “Cada funcionário percorre seu caminho e busca aquilo que será melhor para o seu trabalho e também para a organização”Entrevistado C “Através da análise das tendências e desenvolvimento de mercado a Necon visualiza inovações que podem ou não fazer parte de seus processos”Entrevistado D “As mudanças ocorrem constantemente numa rápida freqüência, o que também exige a constate reavaliação de processos, para poder acompanhar todas essas alterações” A eficiência de um processo consiste principalmente na análise realizada após a sua aplicabilidade
  19. 19. Liderar para reforçar o processo de aprendizagemEntrevistado A “A organização faz com que os indivíduos interajam entre si trocando sempre de informações, e principalmente trabalhando em equipe [...] a parceria entre os colaboradores é o que move a organização”Entrevistado B [“...] vale lembrar, que todos dispõem de grande conhecimento e valor, e que a partir disso, não só os gestores hão de estar dispostos a ensinar, mas também todos que influenciam na grande caminhada e no valor da organização”Entrevistado C “O gestor geral da Necon sempre foi uma pessoa muito aberta a tudo. A tudo que agregue valor e crescimento profissional, pois ele tem consciência do quanto isso é importante, Pois sabe que tudo isso refletirá na empresa, na qualidade do serviço prestado, pois o profissional se torna cada vez mais capacitada e apta no seu trabalho”Entrevistado D “Vivemos compartilhando conhecimentos uns com os outros [...] todos estão sempre dispostos a passar informações e agregar valores sempre que tem interesse ou sentem necessidade, fazem a proposta de um novo curso para aperfeiçoamento, a Necon avalia caso a caso e então, na maioria deles, concede o pedido ao colaborador. A função liderança numa organização de aprendizado, tem comoobjetivo proporcionar a seus colaboradores um ambiente de segurança quando forem abordar sobre determinado assunto. (GARVIN; EDMONDSON; GINO, 2008)
  20. 20.  Implementação da ISO 9001; Criação de um site; Análise dos concorrentes; Quadro de horários e tarefas;Dias disponíveis para viabilização de novos projetos; Ambiente de estudo.
  21. 21. Objetivos alcançados;Resposta ao problema de pesquisa;Facilidades e dificuldades;Trabalhos futuros.

×