Profª. Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio 
e-mail – marlete54@gmail.com
EPISTEMOLOGIA 
Etimologia: estudo da verdade 
“ epistheme” = verdade 
“ logos” = conhecimento 
“ ia” = arte de 
Atualmente...
A EPISTEMOLOGIA IMPLICA: 
a) CONCEPÇÃO DE MUNDO:como a realidade é 
definida; como é explicada pelas ciências. 
b) CONCEPÇ...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
SOCIEDADES PRIMITIVAS ORIENTAIS: (entre os séculos XXX e X a.C) 
Visão animista: acreditava-se que tod...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
OBJETIVOS DA CIÊNCIA – Estavam voltados para : 
-à sabedoria 
-à ordem natural 
-à vida em harmonia co...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
CONCEPÇÃO TEOCÊNTRICA 
Deus como centro do universo. “ ... os seres são 
dirigidos por algo cognoscent...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio 
RENASCIMENTO 
(entre os séculos XV e XVII aprox.) 
INÍCIO DE GRAND...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
IDADE MODERNA( fins do século XVII aos fins século XIX) 
CONCEPÇÃO MECANICISTA: passou-se a 
pensar qu...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio 
(CONCEPÇÃO MECANICISTA) 
OBJETIVO DA CIÊNCIA: a busca do domínio e...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
IDADE CONTEMPORÂNEA (século XX) 
CONCEPÇÃO ORGÂNICA e ECOLÓGICA: É a 
limitação da concepção mecanicis...
CONCEPÇÃO DE MUNDO 
AS TEORIAS CIENTÍFICAS DEIXAM DE DITAR AS 
VERDADES ETERNAS E PASSAM A 
DEMONSTRAR AS VERDADES PROVISÓ...
CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO 
ANTIGUIDADE até o século XVII aproximadamente 
ABORDAGEM INATISTA 
O conhecimento encontra-se n...
CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO 
Fins do século XVII aos fins do século XIX 
ABORDAGEM EMPIRISTA SENSORIAL 
O conhecimento começ...
CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO 
Século XX (3 abordagens se evidenciam) 
ABORDAGEM EMPIRISTA (não sensorial) 
Vai além da preocu...
CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO 
ABORDAGEM INATISTA 
Valoriza a percepção como função básica para o 
conhecimento da realidade. ...
CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO 
ABORDAGEM DIALÉTICA 
Ultrapassa a compreensão que o conhecimento vem 
da experiência e, que é p...
CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO 
IDÉIA DE REDE 
É uma abordagem super atual que entende o 
conhecimento como uma rede de signifi...
CONCEPÇÃO DE HOMEM 
PARADIGMA EMPIRISTA Ser passivo 
PARADIGMA INATISTA Ser ativo 
PARADIGMA DIALÉTICO Ser interativo 
Drª...
TEORIAS NÃO EXPERIMENTAIS (Antigüidade até o fim do Século XIX) 
Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio 
Teorias da Disciplin...
Muito Obrigado e 
Boa sorte a todos nós! 
Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Epistemologia um olhar didático

434 visualizações

Publicada em

Material utilizado para a formação de professores na Graduação e Pós-graduação.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Epistemologia um olhar didático

  1. 1. Profª. Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio e-mail – marlete54@gmail.com
  2. 2. EPISTEMOLOGIA Etimologia: estudo da verdade “ epistheme” = verdade “ logos” = conhecimento “ ia” = arte de Atualmente: é a área do conhecimento humano que estuda os critérios de verdade das ciências. Ponto de partida: parte do conhecimento do conhecimento (gnosiologia) e vai em direção às construções sistemáticas deste conhecimento feitas pelo Homem: as ciências (Franco, 1997). 2 Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  3. 3. A EPISTEMOLOGIA IMPLICA: a) CONCEPÇÃO DE MUNDO:como a realidade é definida; como é explicada pelas ciências. b) CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO: como o conhecimento tem sido compreendido na história da humanidade. c) CONCEPÇÃO DE HOMEM: como como o HOMEM tem sido compreendido na história da humanidade. 3 Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  4. 4. CONCEPÇÃO DE MUNDO SOCIEDADES PRIMITIVAS ORIENTAIS: (entre os séculos XXX e X a.C) Visão animista: acreditava-se que todas as coisas (pedras, árvores, animais) possuíam uma alma igual à do Homem. ANTIGUIDADE: (entre os séculos X a.C a V d.C) Visão mítica: as ações humanas eram influenciadas pelo sobrenatural (interferência divina). Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  5. 5. CONCEPÇÃO DE MUNDO OBJETIVOS DA CIÊNCIA – Estavam voltados para : -à sabedoria -à ordem natural -à vida em harmonia com a natureza A CIÊNCIA ERA ORGANIZADA PARA MAIOR GLÓRIA DE DEUS. ERA UMA CIÊNCIA CONTEMPLATIVA Baseada na lógica e na razão Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  6. 6. CONCEPÇÃO DE MUNDO CONCEPÇÃO TEOCÊNTRICA Deus como centro do universo. “ ... os seres são dirigidos por algo cognoscente e inteligente, como a flecha é dirigida pelo arqueiro. Por conseguinte, existe um ser inteligente pelo qual as coisas naturais são ordenadas, visando a um fim; e a esse ser denominamos Deus” (Santo Tomás de Aquino apud Aranha, 1996:75) . Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio IDADE MÉDIA (entre os séculos V e XV)
  7. 7. CONCEPÇÃO DE MUNDO Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio RENASCIMENTO (entre os séculos XV e XVII aprox.) INÍCIO DE GRANDES TRANSFORMAÇÕES! CONCEPÇÃO ANTROPOCÊNTRICA: o Homem passa a ser o centro do universo. As experiências e/ou valores humanos passam a reger o universo.
  8. 8. CONCEPÇÃO DE MUNDO IDADE MODERNA( fins do século XVII aos fins século XIX) CONCEPÇÃO MECANICISTA: passou-se a pensar que: “ a matéria era a base de toda a existência, e o mundo material era visto como uma profusão de objetos separados, montados numa gigantesca máquina. Tal como as máquinas construídas por seres humanos, achava-se que a máquina cósmica também consistia em peças elementares” ( Capra, 1982:44). A explicação para a realidade passa a ser dada principalmente pela física e pela matemática (ciência cartesiana-newtoniana). Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  9. 9. CONCEPÇÃO DE MUNDO Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio (CONCEPÇÃO MECANICISTA) OBJETIVO DA CIÊNCIA: a busca do domínio e do controle da natureza A CIÊNCIA ERA DETERMINADA PELA COMPROVAÇÃO MATEMÁTICA (DESCARTES) A NATUREZA FOI ENTENDIDA COMO UMA MÁQUINA PERFEITA, GOVERNADA POR LEIS MATEMÁTICAS
  10. 10. CONCEPÇÃO DE MUNDO IDADE CONTEMPORÂNEA (século XX) CONCEPÇÃO ORGÂNICA e ECOLÓGICA: É a limitação da concepção mecanicista. Surge outra possibilidade de explicar a realidade, não de certeza finita. “ O universo deixou de ser visto como uma máquina, composta de uma profusão de objetos distintos, para apresentar-se agora como um todo harmonioso e indivisível, uma rede de relações dinâmicas que incluem o observador humano e sua consciência de um modo essencial” (Capra, 1982:44).Profª. Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  11. 11. CONCEPÇÃO DE MUNDO AS TEORIAS CIENTÍFICAS DEIXAM DE DITAR AS VERDADES ETERNAS E PASSAM A DEMONSTRAR AS VERDADES PROVISÓRIAS E APROXIMADAS. O QUE ESTAVA CRISTALIZADO SE DILUIU. Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio IDADE CONTEMPORÂNEA
  12. 12. CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO ANTIGUIDADE até o século XVII aproximadamente ABORDAGEM INATISTA O conhecimento encontra-se na mente de cada pessoa, basta apenas desenvolvê-lo. É valorizado a natureza humana. O CONHECIMENTO ESTÁ NO SUJEITO - O SUJEITO MODIFICA O MEIO !!! Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  13. 13. CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO Fins do século XVII aos fins do século XIX ABORDAGEM EMPIRISTA SENSORIAL O conhecimento começa ser compreendido a partir de um acúmulo de impressões sensoriais (associacionismo). A mente era como um receptáculo destas impressões e as organizava a partir da comparação, generalização e discriminação. Só assim seria possível conhecer o objeto. Começa a ser valorizado o ambiente. É O MEIO QUE FAZ O INDIVÍDUO. Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  14. 14. CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO Século XX (3 abordagens se evidenciam) ABORDAGEM EMPIRISTA (não sensorial) Vai além da preocupação com a associação de idéias. O interesse no Empirismo Moderno está no comportamento de todo o corpo em relação às influências do ambiente. - O conhecimento é visto como um produto da experiência. - O conhecimento está na natureza, basta descobri-lo. - O ambiente (objeto) é que determina o sujeito. Relação O Þ S Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  15. 15. CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO ABORDAGEM INATISTA Valoriza a percepção como função básica para o conhecimento da realidade. -O conhecimento é anterior à experiência. -O sujeito é que determina o ambiente (objeto). -Relação S Þ O Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  16. 16. CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO ABORDAGEM DIALÉTICA Ultrapassa a compreensão que o conhecimento vem da experiência e, que é preciso processos internos para que o conhecimento se torne possível, indo na direção, também, de uma outra relação: S Û O, ou seja, é na interação entre o sujeito e o objeto que se constrói o conhecimento. - O sujeito age e sofre a ação do ambiente (objeto). - É valorizada a interação do sujeito cognoscente (que conhece) com o objeto cognoscível (possível de ser conhecido). Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  17. 17. CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO IDÉIA DE REDE É uma abordagem super atual que entende o conhecimento como uma rede de significados. “ Esta nos parece ser a chave para a emergência, na escola ou na pesquisa, de um trabalho verdadeiramente interdisciplinar: a idéia de que o significado de A constrói-se através das múltiplas relações que podem se estabelecidas entre A e B, C, D, E, X, T, G, K, W, etc.” (MACHADO, 1996:190). Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  18. 18. CONCEPÇÃO DE HOMEM PARADIGMA EMPIRISTA Ser passivo PARADIGMA INATISTA Ser ativo PARADIGMA DIALÉTICO Ser interativo Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio
  19. 19. TEORIAS NÃO EXPERIMENTAIS (Antigüidade até o fim do Século XIX) Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio Teorias da Disciplina Mental: Teoria da Disciplina Mental Humanista Teoria da Disciplina Mental Teísta Teoria do Crescimento Natural Teoria da Apercepção TEORIAS DE TRANSIÇÃO Teoria da Tábula Rasa de John Locke Teoria da Apercepção de Johann F. Herbart Teoria de John Dewey TEORIAS EXPERIMENTAIS (Século XX) Empirismo Inatismo BEHAVIORISMO GESTALTISMO Comportamentalismo Cognitivismo conhecimento: objetoÞsujeito conhecimento: sujeitoÞobjeto Dialética INTERACIONISMO Construtivismo conhecimento: sujeitoÛobjeto
  20. 20. Muito Obrigado e Boa sorte a todos nós! Drª. Marlete dos Santos Dacoreggio

×