Pdf saber em gel

583 visualizações

Publicada em

experiências adaptadas do projeto Newton gostava de ler

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
583
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
246
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pdf saber em gel

  1. 1. Lavoisier também gostava de ler... “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.” Saber em gel Chocolate Joanne Harris
  2. 2. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel - Nasceu em Barnsley, no Yorkshire, em 1964. - Estudou Línguas Modernas e Medievais no St Catharine’s College de Cambridge. - Foi professora durante quinze anos. - Escritora. - Escreveu Chocolate em 1999.
  3. 3. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel “Some books you read. Some books you enjoy But some books just swallow you up, heart and soul” Joanne Harris
  4. 4. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel “(…) Uma alquimista domesticada, ter-me-ia ela chamado com amável desdém, dedicando-se à magia doméstica quando podia operar maravilhas. Mas eu gosto desta gente. Gosto das suas preocupações miúdas e introvertidas. Posso ler-lhes tão facilmente os olhos, a boca – esta, com o seu toque de amargura, apreciará os meus torcidos de laranja; aquela, de sorriso doce, os corações recheados com creme de alperce; esta rapariga, de cabelo tocado pelo vento, vai adorar os mendiants; esta mulher, cheia de alegria e vivacidade, os bombons com castanha-do-maranhão.
  5. 5. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel Para Guillaume, os florentinos, meticulosamente comidos num prato na sua casa arrumada de solteirão. O apetite de Narcisse por trufas de dois tipos de chocolate revela o coração gentil por trás da aparência rude. Claire Clairmont sonhará esta noite com caramelos com brande e acordará esfomeada e irritadiça. E as crianças…Caracóis de chocolate, pastilhas brancas com vermicelli; pain d’épices com cobertura dourada, frutos de maçapão aninhados em forminhas de papel franzido, crocante de amendoim, cachos dechocolate, biscoitos secos, disformes restos sortidos em caixas de meio quilo… Vendo sonhos, pequenos mimos, doces tentações inofensivas…(…) ” Joanne Harris, Chocolate, Edições ASA, maio de 2004 (página 47)
  6. 6. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel “De tão absorta nos meus planos e no arranjo da montra, perdi a noção do tempo. Anouk fez sandes para os amigos na cozinha, depois desapareceram todos em direcção ao rio. Liguei o rádio e cantei para mim enquanto trabalhava, dispondo cuidadosamente os chocolates em pirâmides. A montanha mágica abre-se para revelar um espantoso recheio, um breve vislumbre de riquezas: montes multicores de cristais de açúcar, frutas cristalizadas e doces que cintilam como pedras preciosas.(…) ” Joanne Harris, Chocolate, Edições ASA, maio de 2004 (página 96)
  7. 7. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel CAVIAR DE NABO E DE GROSELHA/GOMAS Material: • Alginato de sódio • Cloreto de cálcio • Xarope de Groselha • Nabo • 1 Colher ou vareta • 4 Copos altos • 1 Taça • 2 Coadores • 2 Bisnagas para molhos • Guardanapos • 1 Pacote de gelatina em pó neutra • 1 Pacote de gelatina de sabor à escolha • Açúcar (sacarose) • Formas de silicone • Copo medidor Material extra: • Placa de aquecimento • Tacho pequeno • Colher para mexer • Água • Varinha mágica
  8. 8. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel CAVIAR DE NABO Preparação prévia da mistura de alginato e NABO: 1. Cozer um nabo pequeno (150g), partido em pequenos pedaços, em 600ml de água; 2. Adicionar 7g de alginato de sódio; 3. Misturar bem com a ajuda da varinha mágica; 4. Deixar repousar durante pelo menos meia hora; 5. Encher uma bisnaga com a mistura preparada.
  9. 9. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel CAVIAR DE GROSELHA Preparação prévia da mistura de alginato e GROSELHA: 1. Num recipiente juntar 100 ml de água, 230 ml de groselha e 3,3 g de alginato de sódio; 2. Misturar bem com a ajuda da varinha mágica; 3. Deixar repousar durante pelo menos meia hora;
  10. 10. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel CAVIAR DE GROSELHA Preparação prévia da mistura de alginato e GROSELHA: 4. Encher uma bisnaga com a mistura preparada
  11. 11. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel Caviar de nabo e de groselha Confeção do caviar de nabo e de groselha: 1. Adicionar, num copo alto, 3,6 g de cloreto de cálcio a 180 ml de água (até cerca de 3cm do topo); 2. Agitar até que todo o cloreto de cálcio se tenha dissolvido na água;
  12. 12. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel Caviar de nabo e de groselha Confeção do caviar de nabo e de groselha: 3. Com o auxílio da bisnaga para molhos, colocar várias gotas da mistura de alginato na solução de cloreto de cálcio; 4. Coar as bolinhas, fazendo passar a mistura através de um coador, para o outro copo alto; 5. Mergulhar o coador com as bolinhas na taça que contém água; 6. Colocar o caviar em papel absorvente; 7. Provar o resultado da experiência.
  13. 13. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel GOMAS Gomas 1. Colocar os ingredientes num tacho e mexer bem: • 35 g de Gelatina em pó neutra; • 1 Saqueta de gelatina de sabor à escolha; • 200 g de açúcar (125ml); • 200 ml de água. 2. Levar a lume brando e deixar ferver durante 5min., mexendo de vez em quando;
  14. 14. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel GOMAS 3. Colocar a mistura nas formas de silicone; 4. Levar ao frigorífico durante cerca de 1 hora; 5. Desenformar as gomas e passá-las por açúcar; 6. Provar o resultado.
  15. 15. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel SABIAS QUE… CAVIARES DE FRUTA Caviares de fruta A técnica da “esferificação”, usada na gastronomia molecular, permite a elabo- ração de pequenas esferas a partir de xaropes e sumos de vários alimentos. Para tal, basta dissolver alginato no líquido que se pretende esferificar e deixá-lo cair numa solução rica em cálcio, que promoverá a formação de um gel. Os alginatos são hidratos de carbono (polissacarídeos: moléculas longas formadas pela interligação de moléculas de açúcares simples) que se extraem de algumas algas castanhas, e que lhes conferem muita flexibilidade.
  16. 16. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel Na formação do gel, origina-se uma rede tridimensional que retém a água no interior, pois, na presença de iões cálcio as longas cadeias dos alginatos ligam-se entre si. Obtém-se imediatamente uma película externa gelificada, que retém o líquido no seu interior. A este tipo de esferificação chama-se "esferificação direta" e, neste caso, o resultado são pequenas esferas que se assemelham a caviar. Se não forem retiradas da solução de cálcio, irão gelificar também por dentro pois o cálcio migrará para o interior da esfera. http://upscalelivingmag.com/wp- content/uploads/2013/08/Almas-Caviar.jpg
  17. 17. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel Fig. 1- Esquema representativo da formação do gel de alginato de cálcio: a) ligação entre as cadeias de ácido algírico através dos iões cálcio situados entre os grupos com carga negativa; b) formação da rede de gel. Fig 1 O resultado desta experiência tem este nome pois possui a forma de pequenas bolinhas, semelhantes às ovas de esturjão, ou seja, ao verdadeiro caviar.
  18. 18. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel O nabo Conhecido cientificamente como Brassica Rapa, é uma planta crucífera de raiz tuberosa e folhas comestíveis rica em sódio, potássio, cálcio e vitaminas, e possui poucas calorias. http://www.fotosantesedepois.com/wp- content/uploads/2012/04/nabo.jpg
  19. 19. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel A groselha É o fruto da groselheira, um arbusto cuja altura varia de 1 a 3m, cujos frutos crescem em cachos. Contém vitamina C, potássio, antioxidantes e é uma fonte de vitamina A. O xarope é feito a partir da mistura do sumo da groselha com açúcar. https://pixabay.com/static/uploads/photo/2014/ 01/10/19/04/currant-241760_640.jpg
  20. 20. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel Gomas A gelatina é, em geral, extraída dos ossos e tecido conetivo de animais. É ainda possível extrair gelatina de algumas algas, sendo esta classificada como vegetal. A gelatina começou a perder o seu mistério depois de 1920, quando o físico-químico Staudinger introduziu o conceito de macromolécula (molécula muito longa, formada por pequenas unidades que se repetem). Podemos imaginar estas moléculas (no caso da gelatina, proteínas) como fios, capazes de se dobrar sobre si mesmas ou de se desenrolarem, segundo as características do meio em que se encontram. SABIAS QUE GOMAS http://www.sobiologia.com.br/conte udos/jornal/noticias3/gelatina2.jpg
  21. 21. Lavoisier também gostava de ler… Saber em gel As proteínas da gelatina, quando dissolvidas em água quente e arrefecidas, ligam-se entre si para formar uma rede tridimensional que se estende por todo o líquido. É necessário um número muito pequeno de moléculas, assim ligadas, para imobilizar uma grande quantidade de água. A firmeza de um preparado com gelatina depende das proporções gelatina/líquido, da temperatura da mistura e de outros ingredientes que tenham sido adicionados. Gelatina em quantidade insuficiente irá gerar um produto mole, demasiada gelatina um produto muito rijo. Podemos dizer que as gomas são um gel, ou seja, um líquido com comportamento de sólido. Experiências baseadas na proposta de “Newton gostava de ler”, saber em gel2ª série | módulo V, com adaptações SABIAS QUE GOMAS

×