“Nós e o Mundo”

EMRC
6º ano
Sumário
A alimentação na cultura bíblica.
A Última Ceia.
A alimentação na cultura bíblica
A

cultura hebraica vê os alimentos como
dádiva de Deus.
 No Antigo Testamento, nem tod...
Simbologia Judaico-Cristã
 Na

Bíblia, os alimentos têm uma grande
importância na vida do povo e na relação
com Deus.
 A...
Simbologia Judaico-Cristã
 Maçã:

é a primeira referência que a
Bíblia faz à alimentação. Deus deu
ao ser humano o que er...
Simbologia Judaico-Cristã
 Leite

e Mel: o leite é o nosso primeiro
alimento
(mamíferos).
A
Terra
Prometida (Canaã) refer...
Simbologia Judaico-Cristã
 Pão:

é o alimento essencial. No
Antigo Testamento o pão ázimo (sem
fermento) representa as pr...
A Última Ceia
A

Última Ceia foi a última refeição de
Jesus com os apóstolos, na noite em
que foi preso no Jardim das Oli...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Emrc 6º aula 18

2.122 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.122
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
524
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Emrc 6º aula 18

  1. 1. “Nós e o Mundo” EMRC 6º ano
  2. 2. Sumário A alimentação na cultura bíblica. A Última Ceia.
  3. 3. A alimentação na cultura bíblica A cultura hebraica vê os alimentos como dádiva de Deus.  No Antigo Testamento, nem todos os alimentos são apropriados para o consumo humano – devido a normas de caráter religioso.  Os fariseus do tempo de Jesus respeitavam as regras que orientavam as refeições. Jesus teve conflitos, pois chamou a atenção para o essencial, dizendo que Deus criou os alimentos para o bem de todos.
  4. 4. Simbologia Judaico-Cristã  Na Bíblia, os alimentos têm uma grande importância na vida do povo e na relação com Deus.  A abundância de alimentos é sinal de bênção divina.  No livro do Génesis, a Terra Prometida surge como um local paradisíaco com abundância de alimentos.  O Povo vive nesta esperança de que chegará o tempo em que terão alimento em abundância.
  5. 5. Simbologia Judaico-Cristã  Maçã: é a primeira referência que a Bíblia faz à alimentação. Deus deu ao ser humano o que era necessário, mas proibiu que comessem da árvore do conhecimento do bem e do mal.  Azeite: sinal de bênção divina (missão importante e sacramentos). Simboliza a alegria, fraternidade, riqueza e abundância. Tinha como fim curar, temperar e iluminar.
  6. 6. Simbologia Judaico-Cristã  Leite e Mel: o leite é o nosso primeiro alimento (mamíferos). A Terra Prometida (Canaã) refere-se à «terra onde corre leite e mel», ou seja, é uma terra fértil e abundante.  Figueira: é um dos principais alimentos do povo bíblico. Adão e Eva cobriram-se com folhas de figueira quando perceberam que estavam nus. A parábola da figueira estéril representa o fracasso humano.
  7. 7. Simbologia Judaico-Cristã  Pão: é o alimento essencial. No Antigo Testamento o pão ázimo (sem fermento) representa as privações do povo. O maná do céu alimentou o povo. Jesus é o novo maná, o pão que desceu do céu.  Vinho: é associado ao sangue. Na Bíblia simboliza a alegria. Em S. João aparece junto ao pão (Eucaristia). Representa a vinda do Reino de Deus.
  8. 8. A Última Ceia A Última Ceia foi a última refeição de Jesus com os apóstolos, na noite em que foi preso no Jardim das Oliveiras.  Jesus deu um novo significado:   Pão: distribuiu-o aos discípulos e disse «isto é o meu corpo». Vinho: deu graças e disse aos discípulos «isto é o meu sangue».  Jesus disse que se encontra presente no pão e no vinho. Ele prometeu que ficaria presente neles.  Jesus torna-se alimento daqueles que n’Ele acreditam.

×