SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA
CAMPUS BOA VISTA CENTRO
DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO
CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
EMBRIOLOGIA
PROFESSOR ILZO COSTA PESSOA
2015.2
Herança genética
Organismos procariotos e eucarioto
Eucariotos Procariotos
2
Núcleo como transmissor do material genético experimentos em
Acetabularia
3
Reprodução e sexo
Reprodução: processo que envolve a formação de novos indivíduos
Sexo: processo que envolve a combinação de genes de dois indivíduos
em novos arranjos.
4
Tipos de Reprodução
Reprodução assexuada: sem sexo
Reprodução sexuada: com sexo
A forma de sexo sem reprodução (apenas trocas de informações genéticas)
antecedeu a reprodução sexuada.
A reprodução assexuada é uma adaptação para os animais sésseis que não podem
se mover em busca de seu parceiro, ou para os animais que se movem, quando a
densidade é baixa e o encontro com os pares é inviável.
5
Tipos de reprodução
6
Tipos de reprodução assexuada
Fissão: ex. ameba
7
Tipos de reprodução assexuada
Brotamento: ex. esponjas e cnidários.
8
Tipos de reprodução assexuada
Regeneração: ex. estrela-do-mar
9
Tipos de reprodução assexuada
Partenogênese(desenvolvimento virgem): ex. alguns moluscos, algumas
espécies de crustáceos, alguns insetos (abelhas e vespas) e determinados
répteis.
10
Reprodução sexuada
A maioria dos animais e das plantas se reproduzem sexuadamente por
de células especializadas para esse fim – os gametas.
11
Reprodução dos protista
Primeiros exemplos de células eucarióticas surgidas na natureza.
Todos os protistas passam por duas fases no seu ciclo de vida – reprodução e dispersão.
A dispersão é alcançada de várias maneira. Algumas formas livres, protistas móveis,
nadam. Outras espalham-se como cistos de sementes, estruturas fechadas que contém as
células reprodutivas.
Ainda há outras que infectam hospedeiros móveis, como insetos, pássaros ou mamíferos.
A reprodução dos protistas pode ser tanto assexuada como sexuada, dependendo da espécie.
12
Ciclo do Plasmodium
13
Conceitos básicos
Fecundação externa e interna;
Desenvolvimento externo e interno;
Desenvolvimento direto e indireto;
Ovulíparos;
Ovíparos;
Ovovivíparos;
Vivíparos.
14

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reprodução aula 05 de luzia
Reprodução aula 05 de luziaReprodução aula 05 de luzia
Reprodução aula 05 de luzialuziabiologa2010
 
Biologia reproducao
Biologia reproducaoBiologia reproducao
Biologia reproducaoMarcos Elias
 
Reproduçao 8 ano
Reproduçao 8 anoReproduçao 8 ano
Reproduçao 8 anokelymota
 
Divergência e Convergência
Divergência e ConvergênciaDivergência e Convergência
Divergência e ConvergênciaAna Paula Garcia
 
8 ano reprodução E sistema reprodutor
8 ano reprodução E  sistema reprodutor8 ano reprodução E  sistema reprodutor
8 ano reprodução E sistema reprodutorGiselle Marques Goes
 
Reprodução e desenvolvimento dos animais
Reprodução e desenvolvimento dos animaisReprodução e desenvolvimento dos animais
Reprodução e desenvolvimento dos animaisIvaristo Americo
 
Primeiras idéias para a hereditariedade
Primeiras idéias para a hereditariedadePrimeiras idéias para a hereditariedade
Primeiras idéias para a hereditariedadeIuri Fretta Wiggers
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011Roberto Bagatini
 
O que é reprodução assexuada
O que é reprodução assexuadaO que é reprodução assexuada
O que é reprodução assexuadaMágico Julian
 
2S_Classificação e nomenclatura__fev_2013
2S_Classificação e nomenclatura__fev_20132S_Classificação e nomenclatura__fev_2013
2S_Classificação e nomenclatura__fev_2013Ionara Urrutia Moura
 
Os seres vivos se reproduzem e evoluem
Os seres vivos se reproduzem e evoluemOs seres vivos se reproduzem e evoluem
Os seres vivos se reproduzem e evoluemGil Cunha
 

Mais procurados (19)

TIPOS DE REPRODUÇÃO
TIPOS DE REPRODUÇÃOTIPOS DE REPRODUÇÃO
TIPOS DE REPRODUÇÃO
 
Reprodução aula 05 de luzia
Reprodução aula 05 de luziaReprodução aula 05 de luzia
Reprodução aula 05 de luzia
 
Meiose reprodução sexuada
Meiose reprodução sexuadaMeiose reprodução sexuada
Meiose reprodução sexuada
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Biologia reproducao
Biologia reproducaoBiologia reproducao
Biologia reproducao
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Reproduçao 8 ano
Reproduçao 8 anoReproduçao 8 ano
Reproduçao 8 ano
 
Divergência e Convergência
Divergência e ConvergênciaDivergência e Convergência
Divergência e Convergência
 
8 ano reprodução E sistema reprodutor
8 ano reprodução E  sistema reprodutor8 ano reprodução E  sistema reprodutor
8 ano reprodução E sistema reprodutor
 
Reprodução nos animais
Reprodução nos animais Reprodução nos animais
Reprodução nos animais
 
Reprodução Assexuada
Reprodução AssexuadaReprodução Assexuada
Reprodução Assexuada
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
 
Reprodução e desenvolvimento dos animais
Reprodução e desenvolvimento dos animaisReprodução e desenvolvimento dos animais
Reprodução e desenvolvimento dos animais
 
Primeiras idéias para a hereditariedade
Primeiras idéias para a hereditariedadePrimeiras idéias para a hereditariedade
Primeiras idéias para a hereditariedade
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
O que é reprodução assexuada
O que é reprodução assexuadaO que é reprodução assexuada
O que é reprodução assexuada
 
2S_Classificação e nomenclatura__fev_2013
2S_Classificação e nomenclatura__fev_20132S_Classificação e nomenclatura__fev_2013
2S_Classificação e nomenclatura__fev_2013
 
Os seres vivos se reproduzem e evoluem
Os seres vivos se reproduzem e evoluemOs seres vivos se reproduzem e evoluem
Os seres vivos se reproduzem e evoluem
 

Semelhante a IFRR Campus Boa Vista Embriologia

A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasprofessoraludmila
 
A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasprofessoraludmila
 
Neodarwinismo
NeodarwinismoNeodarwinismo
Neodarwinismorickmatos
 
Em humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDF
Em humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDFEm humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDF
Em humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDFFranklindeOliveira6
 
www.AulasParticulares.Info - Biologia - Evolução
www.AulasParticulares.Info - Biologia -  Evoluçãowww.AulasParticulares.Info - Biologia -  Evolução
www.AulasParticulares.Info - Biologia - EvoluçãoAulasPartInfo
 
16 sistema reprodutor
16   sistema reprodutor16   sistema reprodutor
16 sistema reprodutorRebeca Vale
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiLusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiLusiane Carvalho da Silva
 
O quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notícias
O quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notíciasO quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notícias
O quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notíciasRoberto Degenhardt
 
Uab – universidade aberta do brasil biologia
Uab – universidade aberta do brasil   biologiaUab – universidade aberta do brasil   biologia
Uab – universidade aberta do brasil biologiaBellLima
 
segundo W Inglesh trablho Sifa.docx
segundo  W Inglesh trablho Sifa.docxsegundo  W Inglesh trablho Sifa.docx
segundo W Inglesh trablho Sifa.docxabondio
 
Insetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção natural
Insetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção naturalInsetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção natural
Insetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção naturalmarciofdias
 
Distribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato preto
Distribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato pretoDistribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato preto
Distribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato pretoLais Valente
 
Telecurso 2000 aula 45 perpetuando a espécie
Telecurso 2000 aula 45   perpetuando a espécieTelecurso 2000 aula 45   perpetuando a espécie
Telecurso 2000 aula 45 perpetuando a espécienetoalvirubro
 
Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02
Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02
Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02António Custódio
 

Semelhante a IFRR Campus Boa Vista Embriologia (17)

A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantas
 
A sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantasA sexualidade nos animais e nas plantas
A sexualidade nos animais e nas plantas
 
Neodarwinismo
NeodarwinismoNeodarwinismo
Neodarwinismo
 
Em humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDF
Em humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDFEm humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDF
Em humanos, o sexo é binário e imutável por Georgi K(1).PDF
 
www.AulasParticulares.Info - Biologia - Evolução
www.AulasParticulares.Info - Biologia -  Evoluçãowww.AulasParticulares.Info - Biologia -  Evolução
www.AulasParticulares.Info - Biologia - Evolução
 
16 sistema reprodutor
16   sistema reprodutor16   sistema reprodutor
16 sistema reprodutor
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
O quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notícias
O quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notíciasO quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notícias
O quebra cabeça evolutivo da homossexualidade - bbc brasil - notícias
 
Uab – universidade aberta do brasil biologia
Uab – universidade aberta do brasil   biologiaUab – universidade aberta do brasil   biologia
Uab – universidade aberta do brasil biologia
 
segundo W Inglesh trablho Sifa.docx
segundo  W Inglesh trablho Sifa.docxsegundo  W Inglesh trablho Sifa.docx
segundo W Inglesh trablho Sifa.docx
 
Insetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção natural
Insetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção naturalInsetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção natural
Insetos eusociais e o desafio para a idéia de seleção natural
 
Reprodução nos animais
Reprodução nos animaisReprodução nos animais
Reprodução nos animais
 
Distribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato preto
Distribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato pretoDistribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato preto
Distribuição do tamanho e do sexo na prole em fêmeas de cobras rato preto
 
Telecurso 2000 aula 45 perpetuando a espécie
Telecurso 2000 aula 45   perpetuando a espécieTelecurso 2000 aula 45   perpetuando a espécie
Telecurso 2000 aula 45 perpetuando a espécie
 
Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02
Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02
Genticaeevoluo mecanismosdeespeciao2010-121204115816-phpapp02
 

Mais de IFRR

2. citologia
2. citologia2. citologia
2. citologiaIFRR
 
Destino dos folhetos germinativos
Destino dos folhetos germinativosDestino dos folhetos germinativos
Destino dos folhetos germinativosIFRR
 
13h15 francisco-norbeto
13h15 francisco-norbeto13h15 francisco-norbeto
13h15 francisco-norbetoIFRR
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populaçõesIFRR
 
Aula colégio de aplicação
Aula colégio de aplicaçãoAula colégio de aplicação
Aula colégio de aplicaçãoIFRR
 
MetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSC
MetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSCMetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSC
MetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSCIFRR
 
IlzoCostaPessoa
IlzoCostaPessoaIlzoCostaPessoa
IlzoCostaPessoaIFRR
 

Mais de IFRR (7)

2. citologia
2. citologia2. citologia
2. citologia
 
Destino dos folhetos germinativos
Destino dos folhetos germinativosDestino dos folhetos germinativos
Destino dos folhetos germinativos
 
13h15 francisco-norbeto
13h15 francisco-norbeto13h15 francisco-norbeto
13h15 francisco-norbeto
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
 
Aula colégio de aplicação
Aula colégio de aplicaçãoAula colégio de aplicação
Aula colégio de aplicação
 
MetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSC
MetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSCMetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSC
MetodologiadaPesquisa3aedicaoPPGEP.UFSC
 
IlzoCostaPessoa
IlzoCostaPessoaIlzoCostaPessoa
IlzoCostaPessoa
 

Último

geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 

Último (20)

geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 

IFRR Campus Boa Vista Embriologia

  • 1. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA CAMPUS BOA VISTA CENTRO DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS EMBRIOLOGIA PROFESSOR ILZO COSTA PESSOA 2015.2
  • 2. Herança genética Organismos procariotos e eucarioto Eucariotos Procariotos 2
  • 3. Núcleo como transmissor do material genético experimentos em Acetabularia 3
  • 4. Reprodução e sexo Reprodução: processo que envolve a formação de novos indivíduos Sexo: processo que envolve a combinação de genes de dois indivíduos em novos arranjos. 4
  • 5. Tipos de Reprodução Reprodução assexuada: sem sexo Reprodução sexuada: com sexo A forma de sexo sem reprodução (apenas trocas de informações genéticas) antecedeu a reprodução sexuada. A reprodução assexuada é uma adaptação para os animais sésseis que não podem se mover em busca de seu parceiro, ou para os animais que se movem, quando a densidade é baixa e o encontro com os pares é inviável. 5
  • 7. Tipos de reprodução assexuada Fissão: ex. ameba 7
  • 8. Tipos de reprodução assexuada Brotamento: ex. esponjas e cnidários. 8
  • 9. Tipos de reprodução assexuada Regeneração: ex. estrela-do-mar 9
  • 10. Tipos de reprodução assexuada Partenogênese(desenvolvimento virgem): ex. alguns moluscos, algumas espécies de crustáceos, alguns insetos (abelhas e vespas) e determinados répteis. 10
  • 11. Reprodução sexuada A maioria dos animais e das plantas se reproduzem sexuadamente por de células especializadas para esse fim – os gametas. 11
  • 12. Reprodução dos protista Primeiros exemplos de células eucarióticas surgidas na natureza. Todos os protistas passam por duas fases no seu ciclo de vida – reprodução e dispersão. A dispersão é alcançada de várias maneira. Algumas formas livres, protistas móveis, nadam. Outras espalham-se como cistos de sementes, estruturas fechadas que contém as células reprodutivas. Ainda há outras que infectam hospedeiros móveis, como insetos, pássaros ou mamíferos. A reprodução dos protistas pode ser tanto assexuada como sexuada, dependendo da espécie. 12
  • 14. Conceitos básicos Fecundação externa e interna; Desenvolvimento externo e interno; Desenvolvimento direto e indireto; Ovulíparos; Ovíparos; Ovovivíparos; Vivíparos. 14