ECOLOGIA       Ecologia (do grego oikos, casa; logos, ciência) é aparte da biologia que estuda o relacionamento dos seresv...
Espécie
População
Comunidade
Ecossistema
Alelobiose       Designa, exclusivamente, as relações dos seresvivos entre si.       Divide-se em:        Cenobiose, que c...
Relações entre seres vivos - cenobioses       As diversas associações e rela-ções entre seresvivos são as cenobioses, que ...
 Relações harmônicas ou bila-terais - sem prejuízo  para nenhum dos associados, que trocam benefí-cios  mútuos. Relações...
RELAÇÕES INTRAESPECÍFICAS             HARMÔNICASColônias        Associações entre indivíduos de mesma espécie, cominterdep...
Sociedades Agrupamentos permanentes de animais de mesma espécie; Não interligados morfologicamente; Trabalham para o be...
Competição intra-específica                     Competição e o princípio de Gause         Segundo essa premissa, os nichos...
RELAÇÃO INTRAESPECÍFICA                    DESARMÔNICACanibalismo          Fêmea de aranha da espécie Nephila clavata devo...
RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS           HARMÔNICASProtocooperação
Mutualismo
Comensalismo        O indivíduo aproveita os restos da alimentação de outro deespécie diferente.
Epibiose       A associação caracterizada pelo desenvolvimento decertos organis-mos sobre o corpo de outro ser vivo é a ep...
Inquilinismo          Associação em uma espécie busca abrigo ou substrato nocorpo de outra, sem causar prejuízos e sem rel...
Saprobiose        Fenômeno pelo qual o organis-mo sapróbio se nutre dematéria or-gânica em decomposição no meio, sem causa...
ForésiaTransporte de um indivíduo per-tencente a uma espécie por outro de espéciediferente é forésia ou diaco-mismo.Transp...
RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS                 DESARMÔNICASPredatismoA propor-ção corpórea presa-predador é im-portante para o ...
Esclavagismo ou sinfiliaAl-gumas formigas fazem pilhagens de outras sociedades, roubando larvas(ninfas) que, ao atingirem ...
Antibiose ou amensalismo          O fungo Penicyllium sp elabora a penicilina (bactericida).Os dinoflagelados, pertencente...
Competição interespecíficas
ParasitismoÉ o caso dos vírus da Aids, da tuberculose e da ascaridíase.Hóspede ou bionte - nome genérico que se dá ao para...
VALEU GALERA, MUITO OBRIGADO! NÃO DEIXEM DE CURTIR A PÁGINA!https://www.facebook.com/professorilzo?ref=hl
Aula colégio de aplicação
Aula colégio de aplicação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula colégio de aplicação

775 visualizações

Publicada em

Relações intra e interespecíficas,

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
775
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula colégio de aplicação

  1. 1. ECOLOGIA Ecologia (do grego oikos, casa; logos, ciência) é aparte da biologia que estuda o relacionamento dos seresvivos entre si e deles com seu meio ou ambiente.
  2. 2. Espécie
  3. 3. População
  4. 4. Comunidade
  5. 5. Ecossistema
  6. 6. Alelobiose Designa, exclusivamente, as relações dos seresvivos entre si. Divide-se em: Cenobiose, que compreende as relações entreindi-víduos da mesma espécie; Aloiobiose, em que se estudam as relações entreindivíduos de espé-cies diferentes.
  7. 7. Relações entre seres vivos - cenobioses As diversas associações e rela-ções entre seresvivos são as cenobioses, que podem ser harmônicas oudesarmônicas e intraespecíficas ou interespecíficas.
  8. 8.  Relações harmônicas ou bila-terais - sem prejuízo para nenhum dos associados, que trocam benefí-cios mútuos. Relações desarmônicas ou unilaterais - um dos associados leva vantagem, e outro, desvantagem (vantagem unilateral). Intraespecíficas ou homotípi-cas - ocorrem entre seres de uma mesma espécie. Interespecíficas ou heterotípi-cas - ocorrem entre seres de es-pécies diferentes.
  9. 9. RELAÇÕES INTRAESPECÍFICAS HARMÔNICASColônias Associações entre indivíduos de mesma espécie, cominterdepen-dência orgânica e continuidade morfológica. Tais indivíduosnão podem viver isoladamente.
  10. 10. Sociedades Agrupamentos permanentes de animais de mesma espécie; Não interligados morfologicamente; Trabalham para o bem da comunida-de, havendo ou não especialização funcional.
  11. 11. Competição intra-específica Competição e o princípio de Gause Segundo essa premissa, os nichos ecológicos são mutuamenteexclusivos e a coexistência de duas ou mais espécies em um mesmo habitatrequer que seus nichos sejam suficientemente diferentes, se não duas ou maisespécies ocuparem exatamente o mesmo nicho ecológico, a competição entreelas será tãosevera que não poderão conviver.
  12. 12. RELAÇÃO INTRAESPECÍFICA DESARMÔNICACanibalismo Fêmea de aranha da espécie Nephila clavata devora o macho após a cópula. Ocanibalismo sexual é bastante comum em aranhas e escorpiões. (foto: flickr.com/kumon - CC BY 2.0). Entre mamíferos também é frequente o canibalismo; ratos, porexemplo, devoram os próprios filhos recém-nascidos.
  13. 13. RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS HARMÔNICASProtocooperação
  14. 14. Mutualismo
  15. 15. Comensalismo O indivíduo aproveita os restos da alimentação de outro deespécie diferente.
  16. 16. Epibiose A associação caracterizada pelo desenvolvimento decertos organis-mos sobre o corpo de outro ser vivo é a epibiose.Quando um organismo se desenvolve sobre um vegetal, a relação é deepifitismo.Quando o desenvolvimento se faz sobre um animal, há epizoísmo.
  17. 17. Inquilinismo Associação em uma espécie busca abrigo ou substrato nocorpo de outra, sem causar prejuízos e sem relações de naturezafisiológica, é o inquilinismo. Peixes do gênero Fierasfer e pepino-do-mar; anêmona-do-mar e alguns peixinhos.Obs: O epifitismo é considerado um caso geral de inquilinismo.
  18. 18. Saprobiose Fenômeno pelo qual o organis-mo sapróbio se nutre dematéria or-gânica em decomposição no meio, sem causar danosa outro organis-mo. São saprobiontes alguns protozoá-rios, certos fungos e algumas bac-térias.
  19. 19. ForésiaTransporte de um indivíduo per-tencente a uma espécie por outro de espéciediferente é forésia ou diaco-mismo.Transporte dos pseudo-escorpiões por moscas, formigas e besouros;Exem-plos: transporte de grãos de pólen, sementes e frutos, pelos animais;Trans-porte da actínea pelo bernardo (ere-mita).Outro exemplo é o da mosca Neivamia lutzi (neiva), que transporta ovos deoutra mosca, a Dermatobia hominis (berne).
  20. 20. RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS DESARMÔNICASPredatismoA propor-ção corpórea presa-predador é im-portante para o rendimento e a efi-ciência dacaçada.Isso não se aplica aos animais peçonhentos.
  21. 21. Esclavagismo ou sinfiliaAl-gumas formigas fazem pilhagens de outras sociedades, roubando larvas(ninfas) que, ao atingirem o estado adulto, servem de escravas.
  22. 22. Antibiose ou amensalismo O fungo Penicyllium sp elabora a penicilina (bactericida).Os dinoflagelados, pertencente ao grupo das microalgas chamadas pirrófitas.
  23. 23. Competição interespecíficas
  24. 24. ParasitismoÉ o caso dos vírus da Aids, da tuberculose e da ascaridíase.Hóspede ou bionte - nome genérico que se dá ao parasita.Hospedeiro ou biosado - -nome genérico do ser parasitado.
  25. 25. VALEU GALERA, MUITO OBRIGADO! NÃO DEIXEM DE CURTIR A PÁGINA!https://www.facebook.com/professorilzo?ref=hl

×