SlideShare uma empresa Scribd logo
EXERCÍCIOS DE COMPARAÇÃO – 12ºano
A. GUERRA FRIA
Doc. 1. Cartaz francês da organização Paz e Liberda
PAZ. Jo-Jo, A Pomba
Doc. 2. Cartaz Soviético
Viva a URSS!
Os povos do mundo não querem a repetição do desastre da guerra
B. PORTUGAL, MARCELISMO
DOC.3 – OS MOVIMENTOS DE LIBERTAÇÃO DAS COLÓNIAS PORTUGUESAS, SEGUNDO MARCELLO CAETANO
(1970)
DOC.4 – OS MOVIMENTOS DE LIBERTAÇÃO DAS COLÓNIAS PORTUGUESAS, SEGUNDO AGOSTINHO NETO
(1971)
1. Compara os documentos A. 1 e 2. Encontra três tópicos de comparação e apresenta as perspetivas, para
cada tópico, expressas em cada documento.
2. Compara os documentos B. 1 e 2. Encontra três tópicos de comparação e apresenta as perspetivas, para
cada tópico, expressas em cada documento.
O presente exercício deve ser devolvido à professora até sexta feira, 20 de março.
maria.godinho@esqm.pt
Os vários movimentos chamados libertadores, que nos dão combate na Guiné, em Angola e em Moçambique,
foram formados no estrangeiro, com dirigentes que o estrangeiro sustenta e apoia, e é de territórios estrangeiros
que nos desferem os ataques e enviam os guerrilheiros. Uma vasta organização de países africanos, asiáticos e
socialistas conspira contra Portugal, acoitando* quantos se apresentem como nossos inimigos, subsidiando as
atividades terroristas, fornecendo armas, material e instrutores às guerrilhas e movimentando no mundo a
propaganda antiportuguesa, que na tribuna das Nações Unidas encontra o seu púlpito de eleição, mas que depois
se insere nos meios informativos através da falsa notícia e do comentário insidioso, quando não do ataque
impudico.
Marcello Caetano, Razões da Presença de Portugal no Ultramar, Lisboa, Secretaria de Estado da Informação e
Turismo1973
[adaptado].
*dando abrigo
O nosso Movimento pode orgulhar-se de se ter estruturado do Norte ao Sul do País, englobando todas as classes e
todas as camadas sociais, numa união fraternal de luta pela independência e pela dignidade. […] O apoio do
exterior é um fator importante na nossa luta. Nos últimos anos a base de apoio internacional à luta do nosso povo
alargou-se consideravelmente. Praticando uma política independente, o nosso movimento não se subordina à
política de um ou outro país ou bloco. [...] Assim, a manutenção de relações de amizade com a União Soviética, a
China, a Jugoslávia, a Suécia ou a Holanda não significa que o MPLA alinha mecanicamente a sua política ou a sua
ideologia com um destes países […]. Não podemos deixar de considerar como propaganda para enganar o nosso
povo a campanha do inimigo e dos seus lacaios, pretendendo que o MPLA seja uma organização comunista, e
apresentando-a umas vezes ligada à União Soviética e outras à China.
Angola Information, 10/12/1971, Centro de Documentação 25 de Abril – Universidade
de Coimbra.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014
Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014
Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014
Elisio Estanque
 
Biografia de salazar sara
Biografia de salazar saraBiografia de salazar sara
Biografia de salazar sara
Ana Barreiros
 
Público 12 passos troikados ee_16.09.2012
Público 12 passos troikados ee_16.09.2012Público 12 passos troikados ee_16.09.2012
Público 12 passos troikados ee_16.09.2012
Elisio Estanque
 
Do autoritarismo à Democracia
Do autoritarismo à DemocraciaDo autoritarismo à Democracia
Do autoritarismo à Democracia
Carlos Vieira
 
Hgp salazar 6º f
Hgp salazar 6º fHgp salazar 6º f
Hgp salazar 6º fRui Pinto
 
Biografia de antónio salazar
Biografia de antónio salazarBiografia de antónio salazar
Biografia de antónio salazar
Anabela Sobral
 
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar
andreaires
 
O poder e a sociedade no século xvii esquema comentado história oito (novem...
O poder e a sociedade no século xvii   esquema comentado história oito (novem...O poder e a sociedade no século xvii   esquema comentado história oito (novem...
O poder e a sociedade no século xvii esquema comentado história oito (novem...
Maria Cerqueira
 
Biografia De AntóNio De Oliveira Salazar
Biografia De AntóNio De Oliveira SalazarBiografia De AntóNio De Oliveira Salazar
Biografia De AntóNio De Oliveira Salazar
Sílvia Mendonça
 
Salazar
SalazarSalazar
Plano de Aula - A Crise de 29
Plano de Aula - A Crise de 29Plano de Aula - A Crise de 29
Plano de Aula - A Crise de 29
Leonardo Lira
 
Cadernos Opção Socialista - Edição 1
Cadernos Opção Socialista - Edição 1Cadernos Opção Socialista - Edição 1
Cadernos Opção Socialista - Edição 1
Sofia Cavedon
 
Plano de Aula - Maratona de Jogos PIBID
Plano de Aula - Maratona de Jogos PIBIDPlano de Aula - Maratona de Jogos PIBID
Plano de Aula - Maratona de Jogos PIBID
Leonardo Lira
 
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar
Alexandre Vilão
 
Mocidade Portuguesa
Mocidade PortuguesaMocidade Portuguesa
Mocidade Portuguesa
Sílvia Mendonça
 
Um olhar sobre Abril
Um olhar sobre AbrilUm olhar sobre Abril
Um olhar sobre Abril
João Camacho
 
Política contemporanea
Política contemporaneaPolítica contemporanea
Política contemporanea
heitornaylla
 
PS? Jamais!
PS? Jamais!PS? Jamais!
PS? Jamais!
Miguel Moreira
 
Ps, Jamais!
Ps, Jamais!Ps, Jamais!
Ps, Jamais!
Rui Guimarães lima
 
Salazar
SalazarSalazar

Mais procurados (20)

Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014
Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014
Ps, pc e a esquerda desavinda publico 01.10-2014
 
Biografia de salazar sara
Biografia de salazar saraBiografia de salazar sara
Biografia de salazar sara
 
Público 12 passos troikados ee_16.09.2012
Público 12 passos troikados ee_16.09.2012Público 12 passos troikados ee_16.09.2012
Público 12 passos troikados ee_16.09.2012
 
Do autoritarismo à Democracia
Do autoritarismo à DemocraciaDo autoritarismo à Democracia
Do autoritarismo à Democracia
 
Hgp salazar 6º f
Hgp salazar 6º fHgp salazar 6º f
Hgp salazar 6º f
 
Biografia de antónio salazar
Biografia de antónio salazarBiografia de antónio salazar
Biografia de antónio salazar
 
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar
 
O poder e a sociedade no século xvii esquema comentado história oito (novem...
O poder e a sociedade no século xvii   esquema comentado história oito (novem...O poder e a sociedade no século xvii   esquema comentado história oito (novem...
O poder e a sociedade no século xvii esquema comentado história oito (novem...
 
Biografia De AntóNio De Oliveira Salazar
Biografia De AntóNio De Oliveira SalazarBiografia De AntóNio De Oliveira Salazar
Biografia De AntóNio De Oliveira Salazar
 
Salazar
SalazarSalazar
Salazar
 
Plano de Aula - A Crise de 29
Plano de Aula - A Crise de 29Plano de Aula - A Crise de 29
Plano de Aula - A Crise de 29
 
Cadernos Opção Socialista - Edição 1
Cadernos Opção Socialista - Edição 1Cadernos Opção Socialista - Edição 1
Cadernos Opção Socialista - Edição 1
 
Plano de Aula - Maratona de Jogos PIBID
Plano de Aula - Maratona de Jogos PIBIDPlano de Aula - Maratona de Jogos PIBID
Plano de Aula - Maratona de Jogos PIBID
 
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar
 
Mocidade Portuguesa
Mocidade PortuguesaMocidade Portuguesa
Mocidade Portuguesa
 
Um olhar sobre Abril
Um olhar sobre AbrilUm olhar sobre Abril
Um olhar sobre Abril
 
Política contemporanea
Política contemporaneaPolítica contemporanea
Política contemporanea
 
PS? Jamais!
PS? Jamais!PS? Jamais!
PS? Jamais!
 
Ps, Jamais!
Ps, Jamais!Ps, Jamais!
Ps, Jamais!
 
Salazar
SalazarSalazar
Salazar
 

Semelhante a 12 f

Hist a623 p1_2011-2
Hist a623 p1_2011-2Hist a623 p1_2011-2
Hist a623 p1_2011-2
Escoladocs
 
(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)
(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)
(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)
Ana Cristina F
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
Pedro Goethe Paiva
 
prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaprova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
adriani23
 
Bss entrevista istoé
Bss entrevista istoéBss entrevista istoé
Bss entrevista istoé
jlexeni
 
Era prosperidade (guardado automaticamente)
Era prosperidade (guardado automaticamente)Era prosperidade (guardado automaticamente)
Era prosperidade (guardado automaticamente)
Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve
 
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Alex Pinheiro
 
11 a guerra_fria
11 a guerra_fria11 a guerra_fria
11 a guerra_fria
Vítor Santos
 
12 o após_guerra_fria_e_a_globlização
12 o após_guerra_fria_e_a_globlização12 o após_guerra_fria_e_a_globlização
12 o após_guerra_fria_e_a_globlização
Vítor Santos
 
12º ano lh1 2ºt 2º p
12º ano lh1 2ºt 2º p12º ano lh1 2ºt 2º p
12º ano lh1 2ºt 2º p
Ana Cristina F
 
Folhas Soltas do GAP nº 5
Folhas Soltas do GAP nº 5Folhas Soltas do GAP nº 5
Folhas Soltas do GAP nº 5
GAP
 
Sondagem de história para o nono ano do ensino fundamental
Sondagem de história para o  nono ano do ensino fundamentalSondagem de história para o  nono ano do ensino fundamental
Sondagem de história para o nono ano do ensino fundamental
StfaniSousa1
 
Descomplica ENEM 2012: Ciências Humanas
Descomplica ENEM 2012: Ciências HumanasDescomplica ENEM 2012: Ciências Humanas
Descomplica ENEM 2012: Ciências Humanas
Descomplica Videoaulas
 
Historia
HistoriaHistoria
Historia
emersonks
 
H9 4 bim_aluno_2013
H9 4 bim_aluno_2013H9 4 bim_aluno_2013
H9 4 bim_aluno_2013
Icobash
 
Historia
HistoriaHistoria
Historia
emersonks
 
Do salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abrilDo salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abril
Maria Isabel Sousa
 
Hist a 623_p2_2011
Hist a 623_p2_2011Hist a 623_p2_2011
Hist a 623_p2_2011
Escoladocs
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Patrícia Costa Grigório
 
A miséria da esquerda que anda por aí. um “case study”, a cimeira da nato
A miséria da esquerda que anda por aí.  um “case study”, a cimeira da natoA miséria da esquerda que anda por aí.  um “case study”, a cimeira da nato
A miséria da esquerda que anda por aí. um “case study”, a cimeira da nato
GRAZIA TANTA
 

Semelhante a 12 f (20)

Hist a623 p1_2011-2
Hist a623 p1_2011-2Hist a623 p1_2011-2
Hist a623 p1_2011-2
 
(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)
(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)
(12º ano lh2 3 1º t 2º p 2011-12)
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaprova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
 
Bss entrevista istoé
Bss entrevista istoéBss entrevista istoé
Bss entrevista istoé
 
Era prosperidade (guardado automaticamente)
Era prosperidade (guardado automaticamente)Era prosperidade (guardado automaticamente)
Era prosperidade (guardado automaticamente)
 
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
 
11 a guerra_fria
11 a guerra_fria11 a guerra_fria
11 a guerra_fria
 
12 o após_guerra_fria_e_a_globlização
12 o após_guerra_fria_e_a_globlização12 o após_guerra_fria_e_a_globlização
12 o após_guerra_fria_e_a_globlização
 
12º ano lh1 2ºt 2º p
12º ano lh1 2ºt 2º p12º ano lh1 2ºt 2º p
12º ano lh1 2ºt 2º p
 
Folhas Soltas do GAP nº 5
Folhas Soltas do GAP nº 5Folhas Soltas do GAP nº 5
Folhas Soltas do GAP nº 5
 
Sondagem de história para o nono ano do ensino fundamental
Sondagem de história para o  nono ano do ensino fundamentalSondagem de história para o  nono ano do ensino fundamental
Sondagem de história para o nono ano do ensino fundamental
 
Descomplica ENEM 2012: Ciências Humanas
Descomplica ENEM 2012: Ciências HumanasDescomplica ENEM 2012: Ciências Humanas
Descomplica ENEM 2012: Ciências Humanas
 
Historia
HistoriaHistoria
Historia
 
H9 4 bim_aluno_2013
H9 4 bim_aluno_2013H9 4 bim_aluno_2013
H9 4 bim_aluno_2013
 
Historia
HistoriaHistoria
Historia
 
Do salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abrilDo salazarismo ao 25 de abril
Do salazarismo ao 25 de abril
 
Hist a 623_p2_2011
Hist a 623_p2_2011Hist a 623_p2_2011
Hist a 623_p2_2011
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
 
A miséria da esquerda que anda por aí. um “case study”, a cimeira da nato
A miséria da esquerda que anda por aí.  um “case study”, a cimeira da natoA miséria da esquerda que anda por aí.  um “case study”, a cimeira da nato
A miséria da esquerda que anda por aí. um “case study”, a cimeira da nato
 

Mais de Marquês de Pombal

11 hca 1 matriz
11 hca 1 matriz11 hca 1 matriz
11 hca 1 matriz
Marquês de Pombal
 
10 hca 1 matriz
10 hca  1 matriz10 hca  1 matriz
10 hca 1 matriz
Marquês de Pombal
 
Matriz 7 1 20 21
Matriz 7 1 20 21Matriz 7 1 20 21
Matriz 7 1 20 21
Marquês de Pombal
 
Tarefa 2 10 h
Tarefa 2 10 h Tarefa 2 10 h
Tarefa 2 10 h
Marquês de Pombal
 
12 f tarefa 2
12 f tarefa 212 f tarefa 2
12 f tarefa 2
Marquês de Pombal
 
11 f meu
11 f meu11 f meu
Cidadania desenvolvimento tarefa 2 9 b
Cidadania desenvolvimento tarefa 2 9 bCidadania desenvolvimento tarefa 2 9 b
Cidadania desenvolvimento tarefa 2 9 b
Marquês de Pombal
 
Tarefa 2 11 g
Tarefa  2 11 gTarefa  2 11 g
Tarefa 2 11 g
Marquês de Pombal
 
Tarefa 2 10 g
Tarefa 2 10 gTarefa 2 10 g
Tarefa 2 10 g
Marquês de Pombal
 
Tarefa 3 8 ano
Tarefa 3   8 anoTarefa 3   8 ano
Tarefa 3 8 ano
Marquês de Pombal
 
Tarefa 3
Tarefa 3Tarefa 3
Dac
DacDac
11 f
 11 f 11 f
9
99
7
77
Tarefa 2 8 ano
Tarefa 2   8 anoTarefa 2   8 ano
Tarefa 2 8 ano
Marquês de Pombal
 
Ficha trabalho 9 a
Ficha trabalho 9 aFicha trabalho 9 a
Ficha trabalho 9 a
Marquês de Pombal
 
Quadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriaisQuadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriais
Marquês de Pombal
 
Quadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriaisQuadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriais
Marquês de Pombal
 
Tarefa 2 10 f
Tarefa 2   10 fTarefa 2   10 f
Tarefa 2 10 f
Marquês de Pombal
 

Mais de Marquês de Pombal (20)

11 hca 1 matriz
11 hca 1 matriz11 hca 1 matriz
11 hca 1 matriz
 
10 hca 1 matriz
10 hca  1 matriz10 hca  1 matriz
10 hca 1 matriz
 
Matriz 7 1 20 21
Matriz 7 1 20 21Matriz 7 1 20 21
Matriz 7 1 20 21
 
Tarefa 2 10 h
Tarefa 2 10 h Tarefa 2 10 h
Tarefa 2 10 h
 
12 f tarefa 2
12 f tarefa 212 f tarefa 2
12 f tarefa 2
 
11 f meu
11 f meu11 f meu
11 f meu
 
Cidadania desenvolvimento tarefa 2 9 b
Cidadania desenvolvimento tarefa 2 9 bCidadania desenvolvimento tarefa 2 9 b
Cidadania desenvolvimento tarefa 2 9 b
 
Tarefa 2 11 g
Tarefa  2 11 gTarefa  2 11 g
Tarefa 2 11 g
 
Tarefa 2 10 g
Tarefa 2 10 gTarefa 2 10 g
Tarefa 2 10 g
 
Tarefa 3 8 ano
Tarefa 3   8 anoTarefa 3   8 ano
Tarefa 3 8 ano
 
Tarefa 3
Tarefa 3Tarefa 3
Tarefa 3
 
Dac
DacDac
Dac
 
11 f
 11 f 11 f
11 f
 
9
99
9
 
7
77
7
 
Tarefa 2 8 ano
Tarefa 2   8 anoTarefa 2   8 ano
Tarefa 2 8 ano
 
Ficha trabalho 9 a
Ficha trabalho 9 aFicha trabalho 9 a
Ficha trabalho 9 a
 
Quadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriaisQuadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriais
 
Quadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriaisQuadro comparativo regimes ditatoriais
Quadro comparativo regimes ditatoriais
 
Tarefa 2 10 f
Tarefa 2   10 fTarefa 2   10 f
Tarefa 2 10 f
 

Último

05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 

Último (20)

05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 

12 f

  • 1. EXERCÍCIOS DE COMPARAÇÃO – 12ºano A. GUERRA FRIA Doc. 1. Cartaz francês da organização Paz e Liberda PAZ. Jo-Jo, A Pomba Doc. 2. Cartaz Soviético Viva a URSS! Os povos do mundo não querem a repetição do desastre da guerra
  • 2. B. PORTUGAL, MARCELISMO DOC.3 – OS MOVIMENTOS DE LIBERTAÇÃO DAS COLÓNIAS PORTUGUESAS, SEGUNDO MARCELLO CAETANO (1970) DOC.4 – OS MOVIMENTOS DE LIBERTAÇÃO DAS COLÓNIAS PORTUGUESAS, SEGUNDO AGOSTINHO NETO (1971) 1. Compara os documentos A. 1 e 2. Encontra três tópicos de comparação e apresenta as perspetivas, para cada tópico, expressas em cada documento. 2. Compara os documentos B. 1 e 2. Encontra três tópicos de comparação e apresenta as perspetivas, para cada tópico, expressas em cada documento. O presente exercício deve ser devolvido à professora até sexta feira, 20 de março. maria.godinho@esqm.pt Os vários movimentos chamados libertadores, que nos dão combate na Guiné, em Angola e em Moçambique, foram formados no estrangeiro, com dirigentes que o estrangeiro sustenta e apoia, e é de territórios estrangeiros que nos desferem os ataques e enviam os guerrilheiros. Uma vasta organização de países africanos, asiáticos e socialistas conspira contra Portugal, acoitando* quantos se apresentem como nossos inimigos, subsidiando as atividades terroristas, fornecendo armas, material e instrutores às guerrilhas e movimentando no mundo a propaganda antiportuguesa, que na tribuna das Nações Unidas encontra o seu púlpito de eleição, mas que depois se insere nos meios informativos através da falsa notícia e do comentário insidioso, quando não do ataque impudico. Marcello Caetano, Razões da Presença de Portugal no Ultramar, Lisboa, Secretaria de Estado da Informação e Turismo1973 [adaptado]. *dando abrigo O nosso Movimento pode orgulhar-se de se ter estruturado do Norte ao Sul do País, englobando todas as classes e todas as camadas sociais, numa união fraternal de luta pela independência e pela dignidade. […] O apoio do exterior é um fator importante na nossa luta. Nos últimos anos a base de apoio internacional à luta do nosso povo alargou-se consideravelmente. Praticando uma política independente, o nosso movimento não se subordina à política de um ou outro país ou bloco. [...] Assim, a manutenção de relações de amizade com a União Soviética, a China, a Jugoslávia, a Suécia ou a Holanda não significa que o MPLA alinha mecanicamente a sua política ou a sua ideologia com um destes países […]. Não podemos deixar de considerar como propaganda para enganar o nosso povo a campanha do inimigo e dos seus lacaios, pretendendo que o MPLA seja uma organização comunista, e apresentando-a umas vezes ligada à União Soviética e outras à China. Angola Information, 10/12/1971, Centro de Documentação 25 de Abril – Universidade de Coimbra.