Fundamento Hardware - Aula 005

57.820 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Fundamento Hardware - Aula 005

  1. 1. Aula 005 Fundamentos da Informática PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  2. 2. PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  3. 3. 20. A PLACA MÃE (MOTHERBOARD) • Também chamada: Placa de CPU, Placa do Sistema ou Motherboard • É a placa de circuito mais importante do computador uma vez que interliga todas as peças do computador: processador, memórias principal (RAM/ROM) e secundárias (HD,CD-ROM, PenDrive), dispositivos de entrada e saída, portas de comunicação • Fazendo uma analogia seria como se a placa mãe fosse nossa “Coluna Vertebral” que faz a conexão de todo o corpo • É através dela que o processador comunica com todos os recursos do computador e também por ela trafegam todos os dados quando o computador está ligado • Se a placa não funciona bem, dados podem chegar corrompidos ao processador e causar “travamentos”
  4. 4. 21. A PLACA MÃE (MOTHERBOARD) • A placa mãe possui os conectores “slots” onde serão conectadas as placas adaptadoras dos dispositivos a serem usados no computador • Um slot pode ser: de memória, de placa adaptadora de dispositivo, de placa de vídeo, de processador, de fonte • Os slots de processadores tem um nome específico, são os Soquetes (sockets) e existem no mercado vários modelos de acordo com os processadores existentes, cada soquete se presta a um tipo de processador. • Uma placa mãe de segunda linha pode comprometer todo o funcionamento do computador portando ao montar um computador melhor é não poupar nela.
  5. 5. 22. MODELOS DE PLACA MÃE • Existem dois tipos: AT e ATX • As placas AT são menores e mais antigas e devem ser evitadas se possível • As placas ATX são maiores e mais modernas por serem maiores aquecem menos e organizam melhor o posicionamento dos CI´s • Os modelos de placa também determinam o tipo do Gabinete do Computador: Gabinete AT serve para placas AT e Gabinete ATX serve para placas ATX, muito cuidado ao montar um computador escolher o Gabinete correto para a placa mãe adequada. • Outra peça que a placa mãe define o tipo é a “Fonte de Alimentação”. As Fontes AT são “burras” no sentido que somente servem para ligar ou desligar pelo pressionamento de um botão externo. As fontes ATX são “inteligentes” e “conversam” com a placa mãe que pode ligar/desligar o computador por software. • Fontes AT possuem 12 contatos, as ATX tem 20. • Nas fontes AT o botão liga/desliga fica direto na fonte. Nas ATX o botão se conecta na placa mãe no jumper “Power Switch” • No modelo ATX um toque no botão faz o micro entrar em suspensão, para desligar deve-se mantê-lo pressionado por 5 segundos.
  6. 6. 23. VARIAÇÕES DO ATX • Os modelos ATX também podem ser: Tradicional, Micro ATX e WATX. A micro-ATX tem tamanho reduzido mas é um ATX • Um gabinete para Micro-ATX não irá comportar uma placa mãe ATX Tradicional. • Placa WATX são maiores e usadas principalmente em Servidores que previsam de muitas conexões e muitos dispositivos • A diferença entre elas é principalmente na quantidade de slots. As micro-ATX tem muito poucos slots impedindo muitos dispositivos serem conectados.
  7. 7. 24. CHIPSET • Componente mais importante da Placa Mãe, é ele quem comanda todo fluxo de dados entre processador, memória e demais componentes. • A placa mãe compõe-se de diversos “barramentos” que são as trilhas dos slots que saem das placas adaptadoras para conexão ao processador. • Tipos de barramento: ISA, PCI, AGP, IDE, Micro-PCI, portas Paralelas, portas Seriais. • O Chipset tem a função de controle de todos os barramentos, das memórias e do processador • O chipset é porque dentro do seu CI existem diversos micro CI´s para cada função, assim um “conjunto” de funções – em inglês “set” = chip set • Existem hoje no mercado vários modelos de chipset disponíveis geralmente variam acompanhando a evolução dos processadores.
  8. 8. 25. BIOS/CMOS • CMOS – Chip onde ficam as configurações do PC • As BIOS mais conhecidas são: AMI, Award e Phoenix. A metade dos micros usam a AMI. • As CMOS podem ser configuradas e existem diversas formas de entrar na sua configuração mas a mais conhecidas são pressionar a tecla DEL (delete) ou F2 quando ligar o comutador • Geralmente nessa opção o mais usado é escolher o modo de inicialização do computador: HD, CD-ROM, DVD-ROM, Flash mostrando qual unidade é a Master. • Outro recurso também é a alteração física da Data e Hora do sistema. Uma maneira interessante de saber se a bateria da CMOS está fraca é verificar que a data e hora do sistema estão se perdendo quando desligado da energia. Nesse caso é hora de trocar a bateria da CMOS • Também existem opções de controle da velocidade dos coolers, quando o computador faz muito barulho pode-se diminuir manualmente as velocidades de rotação dos motores dos coolers, mas com cuidado que superaquecimento pode travar o processador • Para resetar uma CMOS e voltar ao seu estado original de fábrica
  9. 9. 26. Componentes da Placa Mãe • Cache L1 – memória cache que fica interna ao processador • Cache L2 – memória cache localizada na própria placa mãe (mais recentemente com os Pentiuns passou a integrar também o núcleo do processador) • Slots ISA,IDE: servem para conectar cabos que vão ligar drivers como CD, DVD, HD ou SSD. • Conector SATA: conectam cabos SATA para HD,DVD,SSD • Slots PCI: conectam placas adaptadoras controladoras de dispositivos: de som, de vídeo, de captura de TV, de HD SCSI, etc. • Slots Micro-PCI: pouco usados mas conectam geralmente fax/modem e placas de rede • Slots USB: para conectar os dispositivos Universal Serial Bus: pendrives,impressoras, webcam,mouse, etc. (pode ser 1.0, 2.0 ou 3.0) • Slots AGP: conectar placas de vídeo com aceleradores gráficos • Conector Mini-DIM: para teclados de conectores arredondado • Conector Mouse serial: para mouse com conector arrendondado • Slot da Fonte: conector para ligar os cabos de força da fonte de alimentação
  10. 10. 27. OnBoard X OffBoard • As placas mãe pode ter componentes OnBoard que já vem integrados por CI na sua própria carcaça, geralmente são placas de custo mais baixo para uso pessoal. • Dê preferência sempre aos componentes OffBoard pois geralmente essas placas mãe tem mais slots livres para que você adquira as controladoras independentes da placa mãe o que faz uma grande diferença na performance do processador. • Exemplos de componentes Onboard: Placa de Rede, Placa de Som, Placa de Vídeo – se puder evita-los melhor • As placas mãe vem com um CD contendo os drivers dos dispositivos onboard caso você queira utiliza-los. • Se não quiser usar os dispositivos onboard poderá
  11. 11. 28. Modelos de placa-mãe atuais • Asus: considerada uma das melhores tem uma nomenclatura por códigos: 2 primeiras letras indicam a família do processador, depois 1 ou 2 letras indicando o chipset usado e a seguir as letras indicam algum recurso adicional ou diferencial da placa mãe • Exemplo: A7N8X-X é uma placa mãe Asus para processadores AMD socket 775(A7) com chipset NForce (N) com slot AGP de 8X e “-X” indica que é o modelo básico dessa linha que pode variar: A7N8X-VM , A7N8XE, A7N8X-Delux, cada uma com algum recurso a mais. • As placas: TX-Pro, VX-Pro, BX-Pro, SX-Pro, PC100, Viagra, PC-Chips devem ser evitadas na compra • Procure pelas já conhecidas: ASUS, Intel ou Gigabyte
  12. 12. 29. Nomenclatura ASUS - Intel
  13. 13. 30. Nomenclatura ASUS - AMD

×