O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Saneamento
Gestão sustentável de recursos
hídricos no Brasil
Hamilton Amadeo | 2015
SANEAMENTO
E TRATAMENTO DA ÁGUA
nos Pr...
Seminário:
Saneamento e Tratamento de Água
FGV – 7/maio/2015
Painel III - Gestão Sustentável de Recursos Hídricos no Brasil
Portfólio de negócios
A Aegea está presente atualmente em 38 municípios situados em 8 estados:
 2,7 milhões de pessoas at...
Estrutura organizacional
Fonte: 1 - População Estimada para 2013 pelo IBGE 2010.
3
24
Índice
Este material foi preparado pela Aegea Saneamento e Participações S.A. (“AEGEA“ ou “Companhia”) e pode incluir decl...
5
Promover a Indução Financeira
 Melhorando a medição do volume consumido pelos clientes
 Reduzindo fraudes em clientes ...
6
Indução ao Consumo Racional da Água
Tipologia e Incidência de Fraudes
Durante a execução das ações de combate à fraudes ...
7
Indução ao Consumo Racional da Água
136
162
121 123
112
176
119 113113
177
119
98
Niterói Rio de Janeiro São Paulo Campo...
8
Redução de perdas e conservação de energia
CONHEÇA SEU SISTEMA
BALANÇO
HÍDRICO
REDE DE
ABASTECIMENTO
9
Redução de perdas e conservação de energia
60%
38%
28%
24%
19%
2000 2009 2010 2013 2014
Perdas na distribuição
41.923 43...
10
Custo da água
Cobertura de Esgoto — % População
Tratamento de Esgoto — % Esgoto Gerado(1)
Fonte: SNIS 2013
(¹) Consider...
Redes Sociais
www.facebook.com/aegeasaneamento
www.twitter.com/aegeasaneamento
www.youtube.com/aegeasaneamento
Aegea Sanea...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hamilton Amadeo - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de Abastecimento Público e Produtivo no Brasil

776 visualizações

Publicada em

A revista Conjuntura Econômica do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/IBRE) realizou o seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de Abastecimento Público e Produtivo no Brasil. O evento aconteceu no dia 7 de maio de 2015, quinta-feira, das 9h às 16h, no auditório da IBE/FGV em Campinas, São Paulo.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Hamilton Amadeo - Seminário Saneamento e Tratamento da Água nos Processos de Abastecimento Público e Produtivo no Brasil

  1. 1. Saneamento Gestão sustentável de recursos hídricos no Brasil Hamilton Amadeo | 2015 SANEAMENTO E TRATAMENTO DA ÁGUA nos Processos de Abastecimento Público e Produtivos no Brasil Seminário
  2. 2. Seminário: Saneamento e Tratamento de Água FGV – 7/maio/2015 Painel III - Gestão Sustentável de Recursos Hídricos no Brasil
  3. 3. Portfólio de negócios A Aegea está presente atualmente em 38 municípios situados em 8 estados:  2,7 milhões de pessoas atendidas  + de 2.250 colaboradores  + de 1,1 milhão de Economias (Água e Esgoto)  Operação em estados que representam mais de 50% PIB brasileiro 17% 83% Participação de Mercado no Setor Privado 2014 AEGEA Outros 2
  4. 4. Estrutura organizacional Fonte: 1 - População Estimada para 2013 pelo IBGE 2010. 3 24
  5. 5. Índice Este material foi preparado pela Aegea Saneamento e Participações S.A. (“AEGEA“ ou “Companhia”) e pode incluir declarações expectativas, planos de crescimento, projeções de resultados e estratégias futuras sobre a AEGEA. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico, e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Estes são fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos do setor, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas, intenções e outros fatores. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores, e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Indução ao Consumo Racional da Água Redução de perdas e conservação de energia Custo da água
  6. 6. 5 Promover a Indução Financeira  Melhorando a medição do volume consumido pelos clientes  Reduzindo fraudes em clientes e usuários clandestinos  Notificando clientes com vazamentos particulares  Atualizando o cadastro comercial  Recebendo dos inadimplentes Induzindo os clientes a reduzirem seu consumo a partir da cobrança do volume de água efetivamente consumido por eles. Indução ao Consumo Racional da Água
  7. 7. 6 Indução ao Consumo Racional da Água Tipologia e Incidência de Fraudes Durante a execução das ações de combate à fraudes nas nossas unidades as irregularidades são contabilizadas por tipo. Com base nos dados acumulados, temos a seguinte distribuição:  Violação de Corte: reconexão do abastecimento do abastecimento cortado por inadimplência;  Danos no HD: ação depredatória sobre o hidrômetro de forma a prejudicar o registro do consumo;  By-Pass: desvio da água para que ela seja consumida sem o registro pleno através do hidrômetro;  Ligação Clandestina: conexão na rede da concessionária sem medição do consumo. 48% 24% 16% 12% Violação Corte Danos HD By Pass Ligação Clandestina TIPOLOGIA DE FRAUDES
  8. 8. 7 Indução ao Consumo Racional da Água 136 162 121 123 112 176 119 113113 177 119 98 Niterói Rio de Janeiro São Paulo Campo Grande Volume de água produzido per capta - SNIS (m³/hab·ano) 2000 2007 2012 Redução do Volume de Água Produzido Per Capita Os resultados mostram que existe uma relação direta na indução ao consumo racional da água a medida que as irregularidades na apuração do volume micromedido (consumo) são corrigidas e o cliente passa a pagar pelo volume que ele verdadeiramente consome. O gráfico abaixo demonstra o resultado obtido na nossa unidade de Campo Grande – MS, onde o programa está implantado e em operação. 24,5°C 24,0°C 20,2°C 23,7°C Temperatura Média
  9. 9. 8 Redução de perdas e conservação de energia CONHEÇA SEU SISTEMA BALANÇO HÍDRICO REDE DE ABASTECIMENTO
  10. 10. 9 Redução de perdas e conservação de energia 60% 38% 28% 24% 19% 2000 2009 2010 2013 2014 Perdas na distribuição 41.923 43.339 46.477 49.883 51.499 54.130 350 335 297 277 287 268 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Eficiência Energética Volume faturado água (´000) Consumo (kWh/mês) / Economia Ativa Escolha da melhor fonte de captação: • Captação Superficial (Distância da Cidade = >50 Km) = 1,28 Kwh/m3 • Poços super profundos = 1,25 Kwh/m3 • Poços = 0,55 Kwh/m3 Método e Novas tecnologias: • Metodologia Alemã de redução de perdas • Takadu – Inteligência artificial aplicada ao Saneamento BALANÇO HÍDRICO REDEDE ABAST.
  11. 11. 10 Custo da água Cobertura de Esgoto — % População Tratamento de Esgoto — % Esgoto Gerado(1) Fonte: SNIS 2013 (¹) Considerando que o total de esgoto é igual ao consumo de água Fonte: SNIS 2013 (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) 6,5% - Norte 22,1% - Nordeste 38,0% - Sul 42,2% - Centro-Oeste 77,3% - Sudeste Média Brasil: 48,6% 14,7% - Norte 28,8% - Nordeste 35,1% - Sul 45,9% - Centro-Oeste 43,9% - Sudeste Média Brasil: 39,0% Tratamento de esgoto: Pelos dados do SNIS 2013, 39% da população tem acesso ao tratamento de esgoto. O volume total de esgoto gerado e não tratado é de aproximadamente 5 bilhões de metros cúbicos por ano. Esse volume, que seria suficiente para atender 93 milhões de habitantes por dia, está poluindo os mananciais. O tratamento do esgoto para devolução aos mananciais, dentro dos padrões de qualidade, consome aproximadamente 0,13 kwh/m3. O consumo de energia para produção de água de reuso é de aproximadamente 2,60 kwh/m3.
  12. 12. Redes Sociais www.facebook.com/aegeasaneamento www.twitter.com/aegeasaneamento www.youtube.com/aegeasaneamento Aegea Saneamento e Participações S.A.

×