SlideShare uma empresa Scribd logo
Orientadora: Dra. Suely de S. Lima
PATOS-PB
2014.1
FUNDAÇÃO FRANCISCO MASCARENHAS
FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS
LICENCIATURA PLENA EM LETRAS
LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: desafios no
ensino-aprendizagem
MAIRÂNE WANDERLEY DANTAS
PARAGUAI
OBJETIVOS
•Estudar os processos de leitura e interpretação
textual, enfocando a importância da leitura para o
desenvolvimento da habilidade interpretativa no
processo de ensino-aprendizagem dos educandos;
•Pesquisar metodologias que facilitem a formação de
leitores no ambiente escolar;
•Incentivar o trabalho de leitura e interpretação
textual na sala de aula, mostrando a sua importância
na formação de leitores críticos.
JUSTIFICATIVA
Os processos de leitura e interpretação textual são
indispensáveis no ensino-aprendizagem. A atividade de
leitura não é apenas uma decodificação,ela precisa ser
compreendida e interpretada.
Neste contexto, justifica-se a escolha do tema em
evidência, decorrente da necessidade de aprofundar o
conhecimento da temática, visando a formação de
leitores críticos.
METODOLOGIA
Para o aprofundamento do tema, foi realizada uma
pesquisa de caráter teórico-bibliográfica, com abordagem
qualitativa. O instrumento de coleta da pesquisa foram:
fichamentos, resumos, pesquisas , leituras, enfocando-se
autores como: Bechara (2010), Chamadoeira Neto e
Ramadan (1998), Jouve (2002), Oliveira (2003), dentre
outros teóricos que abordam a importância da leitura e
interpretação textual no ensino-aprendizagem.
INTRODUÇÃO...........................................................................................................
1 LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL............................................................
1.1 Conceitos e papel da leitura no ensino aprendizagem........................................
1.2 O QUE É INTERPRETAR: definição e caracterização........................................
2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR...........................................................
2.1 Concepções de texto...........................................................................................
2.2 Gêneros textuais como elementos articuladores da prática de leitura................
2.2.1 Narração............................................................................................................
2.2.2 Descrição..........................................................................................................
2.2.3 Dissertação.......................................................................................................
3 O ESPAÇO PARA LEITURAS E INTERPRETAÇÕES NO ENSINO
DE LÍNGUA PORTUGUESA.....................................................................................
3.1 Como despertar nos educandos o gosto pela leitura: sequências didáticas.......
3.2 Como desenvolver a habilidade interpretativa dos educandos...........................
CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................................................................
REFERÊNCIAS..........................................................................................................
SUMÁRIO
1 LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
1.1 Conceitos e papel da leitura no ensino- aprendizagem
[...] E, por ser um instrumento de aquisição,
transformação e produção do conhecimento, a
leitura, se acionada de forma crítica e reflexiva dentro
ou fora da escola, levanta-se como um trabalho de
combate à alienação, capaz de facilitar às pessoas e
aos grupos sociais a realização da liberdade nas
diferentes dimensões da vida. (SILVA, 2008 p.24).
1 LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
1.2 O QUE É INTERPRETAR: definição e caracterização.
Bechara (2010, p.693) destaca que “compreensão ou
intelecção de textos consiste em analisar o que realmente
está escrito. Interpretar é entender o que está escrito, é a
mensagem do autor”.
2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR
2.1 Concepções de texto
De acordo com Savioli e Fiorin (1999, p.16) “Um texto
é, pois um todo organizado de sentido”.
2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR
2.2. Gêneros textuais como elementos articuladores da
prática de leitura
Becharra (2010) destaca que a tipologia textual pode
ser classificada quanto a sua estrutura em: narrativos,
descritivos e dissertativos.
2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR
2.2.1 Narração
Segundo Souza e Carvalho (2010, p. 113) “O que
caracteriza um texto narrativo é a presença de uma
sequência de ações que se sucedem através do
tempo e do espaço”.
Conforme Chamadoeira Neto e Ramadan (1998, p.40)
“Os elementos que integram um texto narrativo são as
personagens, os fatos, o tempo, o espaço e o foco
narrativo”.
2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR
2.2.2 Descrição
Conforme Savioli e Fiorin (2001, p.297) “Descrição é o
tipo de texto em que se relatam as características de
uma pessoa, de um objeto ou de uma situação qualquer,
inscritas num certo momento estático de tempo”.
2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR
2.2.3 Dissertação
Um texto dissertativo não obedece a uma ordem cronológica. Sua
ordenação obedece às relações lógicas entre seus enunciados.
Apesar de não obedecer a uma ordem cronológica, os enunciados
de um texto dissertativo não devem ser alterados, devem obedecer
as seguintes partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. O
texto dissertativo deve ser estruturado dessa maneira para que haja
uma relação de lógica entre os seus enunciados. (SAVIOLI; FIORIN,
2006,p.81).
3 O ESPAÇO PARA LEITURAS E INTEPRETAÇÕES DO ENSINO DE
LÍNGUA PORTUGUESA
3.1 Como despertar nos educandos o gosto pela leitura: sequências
didáticas
De acordo com Gomes (2009, p.143) “Leitores
competentes e interessados só se farão na prática
constante da leitura de textos variados”.
3 O ESPAÇO PARA LEITURAS E INTEPRETAÇÕES DO
ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA
3.2 Como desenvolver habilidade interpretativa dos
educandos
Segundo Fiorin e Savioli (2006, p.14) “[...] o sentido do todo
não é mera soma das partes, mas é dado pelas múltiplas
relações que se estabelecem entre elas”.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
A leitura como uma atividade transformadora, é geradora de
oportunidades no processo de crescimento do aluno como cidadão,
favorecendo o desenvolvimento do próprio aprendiz como leitor.
Diante da sociedade,ela gera oportunidades de crescimento
havendo assim o desenvolvimento do indivíduo como leitor.
Ler e interpretar são desafios a serem vencidos no ensino-
aprendizagem, pois percebe-se que, muitas vezes, existe falta de
motivação tanto por parte dos alunos como pelos próprios
professores para a realização de atividades de leitura e
interpretação de textos. Tanto os alunos como os professores
precisam despertar para a importância dessas atividades na vida de
uma pessoa.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
O professor deve proporcionar boas condições de ensino aos
seus alunos, buscando as melhores metodologias para incentivá-los,
despertando o interesse dos mesmos. Desenvolver o interesse dos
educandos pela leitura não é tarefa fácil, mas é possível de ser
realizada, para isso, é necessário muito planejamento, esforço,
criatividade e motivação por parte do professor.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
A leitura e interpretação textual são práticas essenciais no
processo de formação de futuros profissionais e cidadãos críticos.
Quanto mais se lê, mais conhecimentos são adquiridos e mais
habilidade interpretativa é adquirida. Ler desenvolve o raciocínio,
tornando o ser humano mais informado e consciente do mundo que o
cerca, desenvolvendo as suas habilidades reflexivas e comunicativas.
REFERÊNCIAS
BAMBERGER, Richard. Como incentivar o hábito de leitura. 7 ed. São Paulo: Ática,
2006.
BECHARA, Evanildo. Gramática Escolar da Língua Portuguesa. 2 ed. Ampliada e
atualizada pelo Novo Acordo Ortográfico. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010.
CHAVES, Thárcia de Caly. Leitura e escrita: dois caminhos para a eficácia da
comunicação. Patos, 2008. 15 p. Monografia (Licenciatura Plena em Letras).
Fundação Francisco Mascarenhas.
CHAMADOEIRA NETO, João Batista; RAMADAN, Maria Ivoneti Busnardo. Língua
Portuguesa: pensando e escrevendo. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1998.
CHIAPPINI, Lígia (coord.). Aprender e ensinar com textos. 4 ed. São Paulo: Cortez,
2002.
FAULSTICH, Enilde L. de J. Como ler, entender e redigir um texto. 21 ed. Petrópolis:
Vozes, 2009.
FIORIN, José Luiz; SAVIOLI, Francisco Platão. Lições de texto: leitura e redação. 4
ed. São Paulo: Ática, 1999.
_____________________________________. Licões de texto: leitura e redação. 5
ed. São Paulo: Ática, 2006.
_____________________________________. Para entender o texto: leitura e
redação. 11 ed. São Paulo: Ática, 1995.
GOMES, Maria Lúcia de Castro. Metodologia do ensino de Língua Portuguesa. São
Paulo: Saraiva, 2009.
REFERÊNCIAS
  
 
JOUVE, Vicent. A leitura. São Paulo: UNESP, 2002.
KOCH, Ingendore G.Vilaça.O texto e a construção dos sentidos.São Paulo: Contexto, 1998.
MARCUSCHI, L.A. 2005. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. A.P. Dionísio et al. (eds)
Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna. 2010. 3ª edição).
MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Leitura produção de textos e a escola. Campinas, SP:
Mercado de Letras, 2010.
MORAN, José M. A integração das tecnologias na educação. Disponível
emhttp://www.planetaeducacao.com.br/ambientevirtual/conteudo/conteudomensagem.asp?
ID_POSTAGEM=112&siteArea=64&assuntoid=41. Acesso em 9 jul 2014.
OLIVEIRA, João Batista Araújo e. ABC do alfabetizador. Belo Horizonte: Alfa Educativa, 2003.
SILVA, Ezequiel Theodoro da. Elementos da pedagogia da leitura. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes,
2008.
SILVA, Ezequiel Theodoro da. O ato de ler: fundamentos psicológicos para uma nova pedagogia
da leitura. 10 ed. São Paulo: Cortez, 2005.
SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6 ed. Porto Alegre: Artes Medicas, 2001.
SOUZA, Luiz Marques de; CARVALHO, Ségio Waldeck de. Compreensão e produção de textos. 14
ed. Petrópolis: Vozes, 2010.
MUITO OBRIGADA!
MAIRÂNE WANDERLEY DANTAS
PARAGUAI

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Leitura
Leitura Leitura
Texto délia conteúdos de leitura
Texto délia conteúdos de leituraTexto délia conteúdos de leitura
Texto délia conteúdos de leitura
franiris
 
Capacidade de leitura e escrita
Capacidade de leitura e escritaCapacidade de leitura e escrita
Capacidade de leitura e escrita
Glauco Roberto Bertucci
 
3 ª ReplicaçãO Leitura
3 ª ReplicaçãO    Leitura3 ª ReplicaçãO    Leitura
3 ª ReplicaçãO Leitura
maxteles2004
 
Concepções de leitura
Concepções de leituraConcepções de leitura
Concepções de leitura
Fabiana Esteves
 
Estratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textualEstratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textual
ma.no.el.ne.ves
 
Leitura e produção de texto gêneros textuais
Leitura e produção de texto   gêneros textuaisLeitura e produção de texto   gêneros textuais
Leitura e produção de texto gêneros textuais
maria das dores
 
As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...
As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...
As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...
Elis Silva
 
Um
 Um Um
Projeto patricia original
Projeto patricia originalProjeto patricia original
Projeto patricia original
LuanaPaulinha
 
Concepções de leitura e implicações pedagógicas
Concepções de leitura e implicações pedagógicasConcepções de leitura e implicações pedagógicas
Concepções de leitura e implicações pedagógicas
Magda Aparecida Lombardi Ferreira
 
Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...
Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...
Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...
Diana Pilatti
 
Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)
Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)
Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)
Adriana Santana
 
As técnicas de leitura na aula de língua portuguesa
As técnicas de leitura na aula de língua portuguesaAs técnicas de leitura na aula de língua portuguesa
As técnicas de leitura na aula de língua portuguesa
Universidade Pedagogica
 
Análise de livros didáticos de língua portuguesa
Análise de livros didáticos de língua portuguesaAnálise de livros didáticos de língua portuguesa
Análise de livros didáticos de língua portuguesa
Thê Tavares
 
Produção de textos ano 2
Produção de textos ano 2Produção de textos ano 2
Produção de textos ano 2
Aprender com prazer
 
Análise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesaAnálise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesa
Nágila De Sousa Freitas
 
Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)
Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)
Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)
Felipe Coura
 
Leitura e escrita
Leitura e escritaLeitura e escrita
Leitura e escrita
Jusêni Lopes
 
Analise de livro didático
Analise de livro didáticoAnalise de livro didático
Analise de livro didático
Dhemison Montenegro
 

Mais procurados (20)

Leitura
Leitura Leitura
Leitura
 
Texto délia conteúdos de leitura
Texto délia conteúdos de leituraTexto délia conteúdos de leitura
Texto délia conteúdos de leitura
 
Capacidade de leitura e escrita
Capacidade de leitura e escritaCapacidade de leitura e escrita
Capacidade de leitura e escrita
 
3 ª ReplicaçãO Leitura
3 ª ReplicaçãO    Leitura3 ª ReplicaçãO    Leitura
3 ª ReplicaçãO Leitura
 
Concepções de leitura
Concepções de leituraConcepções de leitura
Concepções de leitura
 
Estratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textualEstratégias de leitura e de compreensão textual
Estratégias de leitura e de compreensão textual
 
Leitura e produção de texto gêneros textuais
Leitura e produção de texto   gêneros textuaisLeitura e produção de texto   gêneros textuais
Leitura e produção de texto gêneros textuais
 
As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...
As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...
As contribuições do Ensino de literatura para a formação do leitor no ensino ...
 
Um
 Um Um
Um
 
Projeto patricia original
Projeto patricia originalProjeto patricia original
Projeto patricia original
 
Concepções de leitura e implicações pedagógicas
Concepções de leitura e implicações pedagógicasConcepções de leitura e implicações pedagógicas
Concepções de leitura e implicações pedagógicas
 
Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...
Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...
Implicações metodológicas do processo de formação do leitor e do produtor de ...
 
Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)
Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)
Avaliação em língua portuguesa beth marcuschi e livia suassuna (1)
 
As técnicas de leitura na aula de língua portuguesa
As técnicas de leitura na aula de língua portuguesaAs técnicas de leitura na aula de língua portuguesa
As técnicas de leitura na aula de língua portuguesa
 
Análise de livros didáticos de língua portuguesa
Análise de livros didáticos de língua portuguesaAnálise de livros didáticos de língua portuguesa
Análise de livros didáticos de língua portuguesa
 
Produção de textos ano 2
Produção de textos ano 2Produção de textos ano 2
Produção de textos ano 2
 
Análise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesaAnálise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesa
 
Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)
Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)
Análise e Resenha dos Livros Didáticos de Língua Inglesa (Ens. Fundamental)
 
Leitura e escrita
Leitura e escritaLeitura e escrita
Leitura e escrita
 
Analise de livro didático
Analise de livro didáticoAnalise de livro didático
Analise de livro didático
 

Destaque

Complemento teórico interpretação de texto
Complemento teórico   interpretação de textoComplemento teórico   interpretação de texto
Complemento teórico interpretação de texto
Rafael Vieira
 
Publicaçao 2010 EBOOK UERJ
Publicaçao 2010 EBOOK UERJPublicaçao 2010 EBOOK UERJ
Publicaçao 2010 EBOOK UERJ
Helio de Sant'Anna
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
Tércio De Santana
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Cláudia Heloísa
 
PEX- Novo Acordo Ortográfico
PEX- Novo Acordo OrtográficoPEX- Novo Acordo Ortográfico
PEX- Novo Acordo Ortográfico
Tércio De Santana
 
Slide leitura-escrita-aritmetica
Slide leitura-escrita-aritmeticaSlide leitura-escrita-aritmetica
Slide leitura-escrita-aritmetica
estudosacademicospedag
 

Destaque (6)

Complemento teórico interpretação de texto
Complemento teórico   interpretação de textoComplemento teórico   interpretação de texto
Complemento teórico interpretação de texto
 
Publicaçao 2010 EBOOK UERJ
Publicaçao 2010 EBOOK UERJPublicaçao 2010 EBOOK UERJ
Publicaçao 2010 EBOOK UERJ
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
 
PEX- Novo Acordo Ortográfico
PEX- Novo Acordo OrtográficoPEX- Novo Acordo Ortográfico
PEX- Novo Acordo Ortográfico
 
Slide leitura-escrita-aritmetica
Slide leitura-escrita-aritmeticaSlide leitura-escrita-aritmetica
Slide leitura-escrita-aritmetica
 

Semelhante a Slides monografia Um (Re)Pensar no Processo de A

Portugues 5
Portugues 5Portugues 5
Portugues 5
jesusejustoefiel
 
Projeto de leitura
Projeto de leituraProjeto de leitura
Projeto de leitura
Daniel Campos
 
Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011
Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011
Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011
Ivanir Marcelina
 
Cirene Sousa E Silva
Cirene Sousa E SilvaCirene Sousa E Silva
Cirene Sousa E Silva
waleri
 
Projeto de Leitura
Projeto de LeituraProjeto de Leitura
Projeto de Leitura
Jomari
 
Modalidades didáticas(25jun09)
Modalidades didáticas(25jun09)Modalidades didáticas(25jun09)
Modalidades didáticas(25jun09)
franiris
 
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
myrianlaste
 
ideias principais das secudnarias.pdf
ideias principais das secudnarias.pdfideias principais das secudnarias.pdf
ideias principais das secudnarias.pdf
KarlianaArruda1
 
Lucimeire cavalcanti dias semear leitura.docx
Lucimeire cavalcanti dias  semear leitura.docxLucimeire cavalcanti dias  semear leitura.docx
Lucimeire cavalcanti dias semear leitura.docx
Lucimeire Cavalcanti
 
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino MédioOT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
Claudia Elisabete Silva
 
Cbc anos finais - língua portuguesa
Cbc   anos finais - língua portuguesaCbc   anos finais - língua portuguesa
Cbc anos finais - língua portuguesa
Antônio Fernandes
 
Aprender a ler e a escrever uma proposta construtivista
Aprender a ler e a escrever uma proposta construtivistaAprender a ler e a escrever uma proposta construtivista
Aprender a ler e a escrever uma proposta construtivista
Deusrieta M1)
 
A interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundo
A interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundoA interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundo
A interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundo
Mitsa Toledo Danielli
 
Proposta Pedagógica da Prefeitura de São Paulo
Proposta Pedagógica da Prefeitura de São PauloProposta Pedagógica da Prefeitura de São Paulo
Proposta Pedagógica da Prefeitura de São Paulo
AlessandroRubens
 
Projeto de pesquisa
Projeto de pesquisaProjeto de pesquisa
Projeto de pesquisa
viviprof
 
As concepções de ensino e de linguagem
As concepções de ensino e de linguagemAs concepções de ensino e de linguagem
As concepções de ensino e de linguagem
Lilian Buzato
 
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoPráticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Fernanda Tulio
 
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2sCaderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
E.E. Mario Martins Pereira
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
josivaldopassos
 
Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02
Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02
Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02
Kelly Arduino
 

Semelhante a Slides monografia Um (Re)Pensar no Processo de A (20)

Portugues 5
Portugues 5Portugues 5
Portugues 5
 
Projeto de leitura
Projeto de leituraProjeto de leitura
Projeto de leitura
 
Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011
Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011
Leitura e escrita 1º e 2º anos iza_locatelli_2011
 
Cirene Sousa E Silva
Cirene Sousa E SilvaCirene Sousa E Silva
Cirene Sousa E Silva
 
Projeto de Leitura
Projeto de LeituraProjeto de Leitura
Projeto de Leitura
 
Modalidades didáticas(25jun09)
Modalidades didáticas(25jun09)Modalidades didáticas(25jun09)
Modalidades didáticas(25jun09)
 
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
 
ideias principais das secudnarias.pdf
ideias principais das secudnarias.pdfideias principais das secudnarias.pdf
ideias principais das secudnarias.pdf
 
Lucimeire cavalcanti dias semear leitura.docx
Lucimeire cavalcanti dias  semear leitura.docxLucimeire cavalcanti dias  semear leitura.docx
Lucimeire cavalcanti dias semear leitura.docx
 
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino MédioOT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
 
Cbc anos finais - língua portuguesa
Cbc   anos finais - língua portuguesaCbc   anos finais - língua portuguesa
Cbc anos finais - língua portuguesa
 
Aprender a ler e a escrever uma proposta construtivista
Aprender a ler e a escrever uma proposta construtivistaAprender a ler e a escrever uma proposta construtivista
Aprender a ler e a escrever uma proposta construtivista
 
A interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundo
A interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundoA interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundo
A interpretação de texto como ferramenta de leitura do mundo
 
Proposta Pedagógica da Prefeitura de São Paulo
Proposta Pedagógica da Prefeitura de São PauloProposta Pedagógica da Prefeitura de São Paulo
Proposta Pedagógica da Prefeitura de São Paulo
 
Projeto de pesquisa
Projeto de pesquisaProjeto de pesquisa
Projeto de pesquisa
 
As concepções de ensino e de linguagem
As concepções de ensino e de linguagemAs concepções de ensino e de linguagem
As concepções de ensino e de linguagem
 
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoPráticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
 
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2sCaderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
 
Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02
Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02
Produooralcomdestinoescrito 120628130227-phpapp02
 

Slides monografia Um (Re)Pensar no Processo de A

  • 1. Orientadora: Dra. Suely de S. Lima PATOS-PB 2014.1 FUNDAÇÃO FRANCISCO MASCARENHAS FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS LICENCIATURA PLENA EM LETRAS LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: desafios no ensino-aprendizagem MAIRÂNE WANDERLEY DANTAS PARAGUAI
  • 2. OBJETIVOS •Estudar os processos de leitura e interpretação textual, enfocando a importância da leitura para o desenvolvimento da habilidade interpretativa no processo de ensino-aprendizagem dos educandos; •Pesquisar metodologias que facilitem a formação de leitores no ambiente escolar; •Incentivar o trabalho de leitura e interpretação textual na sala de aula, mostrando a sua importância na formação de leitores críticos.
  • 3. JUSTIFICATIVA Os processos de leitura e interpretação textual são indispensáveis no ensino-aprendizagem. A atividade de leitura não é apenas uma decodificação,ela precisa ser compreendida e interpretada. Neste contexto, justifica-se a escolha do tema em evidência, decorrente da necessidade de aprofundar o conhecimento da temática, visando a formação de leitores críticos.
  • 4. METODOLOGIA Para o aprofundamento do tema, foi realizada uma pesquisa de caráter teórico-bibliográfica, com abordagem qualitativa. O instrumento de coleta da pesquisa foram: fichamentos, resumos, pesquisas , leituras, enfocando-se autores como: Bechara (2010), Chamadoeira Neto e Ramadan (1998), Jouve (2002), Oliveira (2003), dentre outros teóricos que abordam a importância da leitura e interpretação textual no ensino-aprendizagem.
  • 5. INTRODUÇÃO........................................................................................................... 1 LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL............................................................ 1.1 Conceitos e papel da leitura no ensino aprendizagem........................................ 1.2 O QUE É INTERPRETAR: definição e caracterização........................................ 2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR........................................................... 2.1 Concepções de texto........................................................................................... 2.2 Gêneros textuais como elementos articuladores da prática de leitura................ 2.2.1 Narração............................................................................................................ 2.2.2 Descrição.......................................................................................................... 2.2.3 Dissertação....................................................................................................... 3 O ESPAÇO PARA LEITURAS E INTERPRETAÇÕES NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA..................................................................................... 3.1 Como despertar nos educandos o gosto pela leitura: sequências didáticas....... 3.2 Como desenvolver a habilidade interpretativa dos educandos........................... CONSIDERAÇÕES FINAIS................................................................................... REFERÊNCIAS.......................................................................................................... SUMÁRIO
  • 6. 1 LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL 1.1 Conceitos e papel da leitura no ensino- aprendizagem [...] E, por ser um instrumento de aquisição, transformação e produção do conhecimento, a leitura, se acionada de forma crítica e reflexiva dentro ou fora da escola, levanta-se como um trabalho de combate à alienação, capaz de facilitar às pessoas e aos grupos sociais a realização da liberdade nas diferentes dimensões da vida. (SILVA, 2008 p.24).
  • 7. 1 LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL 1.2 O QUE É INTERPRETAR: definição e caracterização. Bechara (2010, p.693) destaca que “compreensão ou intelecção de textos consiste em analisar o que realmente está escrito. Interpretar é entender o que está escrito, é a mensagem do autor”.
  • 8. 2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR 2.1 Concepções de texto De acordo com Savioli e Fiorin (1999, p.16) “Um texto é, pois um todo organizado de sentido”.
  • 9. 2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR 2.2. Gêneros textuais como elementos articuladores da prática de leitura Becharra (2010) destaca que a tipologia textual pode ser classificada quanto a sua estrutura em: narrativos, descritivos e dissertativos.
  • 10. 2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR 2.2.1 Narração Segundo Souza e Carvalho (2010, p. 113) “O que caracteriza um texto narrativo é a presença de uma sequência de ações que se sucedem através do tempo e do espaço”. Conforme Chamadoeira Neto e Ramadan (1998, p.40) “Os elementos que integram um texto narrativo são as personagens, os fatos, o tempo, o espaço e o foco narrativo”.
  • 11. 2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR 2.2.2 Descrição Conforme Savioli e Fiorin (2001, p.297) “Descrição é o tipo de texto em que se relatam as características de uma pessoa, de um objeto ou de uma situação qualquer, inscritas num certo momento estático de tempo”.
  • 12. 2 OLHAR, IMAGINAR, LER, INTERPRETAR 2.2.3 Dissertação Um texto dissertativo não obedece a uma ordem cronológica. Sua ordenação obedece às relações lógicas entre seus enunciados. Apesar de não obedecer a uma ordem cronológica, os enunciados de um texto dissertativo não devem ser alterados, devem obedecer as seguintes partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. O texto dissertativo deve ser estruturado dessa maneira para que haja uma relação de lógica entre os seus enunciados. (SAVIOLI; FIORIN, 2006,p.81).
  • 13. 3 O ESPAÇO PARA LEITURAS E INTEPRETAÇÕES DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.1 Como despertar nos educandos o gosto pela leitura: sequências didáticas De acordo com Gomes (2009, p.143) “Leitores competentes e interessados só se farão na prática constante da leitura de textos variados”.
  • 14. 3 O ESPAÇO PARA LEITURAS E INTEPRETAÇÕES DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.2 Como desenvolver habilidade interpretativa dos educandos Segundo Fiorin e Savioli (2006, p.14) “[...] o sentido do todo não é mera soma das partes, mas é dado pelas múltiplas relações que se estabelecem entre elas”.
  • 15. CONSIDERAÇÕES FINAIS A leitura como uma atividade transformadora, é geradora de oportunidades no processo de crescimento do aluno como cidadão, favorecendo o desenvolvimento do próprio aprendiz como leitor. Diante da sociedade,ela gera oportunidades de crescimento havendo assim o desenvolvimento do indivíduo como leitor. Ler e interpretar são desafios a serem vencidos no ensino- aprendizagem, pois percebe-se que, muitas vezes, existe falta de motivação tanto por parte dos alunos como pelos próprios professores para a realização de atividades de leitura e interpretação de textos. Tanto os alunos como os professores precisam despertar para a importância dessas atividades na vida de uma pessoa.
  • 16. CONSIDERAÇÕES FINAIS O professor deve proporcionar boas condições de ensino aos seus alunos, buscando as melhores metodologias para incentivá-los, despertando o interesse dos mesmos. Desenvolver o interesse dos educandos pela leitura não é tarefa fácil, mas é possível de ser realizada, para isso, é necessário muito planejamento, esforço, criatividade e motivação por parte do professor.
  • 17. CONSIDERAÇÕES FINAIS A leitura e interpretação textual são práticas essenciais no processo de formação de futuros profissionais e cidadãos críticos. Quanto mais se lê, mais conhecimentos são adquiridos e mais habilidade interpretativa é adquirida. Ler desenvolve o raciocínio, tornando o ser humano mais informado e consciente do mundo que o cerca, desenvolvendo as suas habilidades reflexivas e comunicativas.
  • 18. REFERÊNCIAS BAMBERGER, Richard. Como incentivar o hábito de leitura. 7 ed. São Paulo: Ática, 2006. BECHARA, Evanildo. Gramática Escolar da Língua Portuguesa. 2 ed. Ampliada e atualizada pelo Novo Acordo Ortográfico. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010. CHAVES, Thárcia de Caly. Leitura e escrita: dois caminhos para a eficácia da comunicação. Patos, 2008. 15 p. Monografia (Licenciatura Plena em Letras). Fundação Francisco Mascarenhas. CHAMADOEIRA NETO, João Batista; RAMADAN, Maria Ivoneti Busnardo. Língua Portuguesa: pensando e escrevendo. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1998. CHIAPPINI, Lígia (coord.). Aprender e ensinar com textos. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2002. FAULSTICH, Enilde L. de J. Como ler, entender e redigir um texto. 21 ed. Petrópolis: Vozes, 2009. FIORIN, José Luiz; SAVIOLI, Francisco Platão. Lições de texto: leitura e redação. 4 ed. São Paulo: Ática, 1999. _____________________________________. Licões de texto: leitura e redação. 5 ed. São Paulo: Ática, 2006. _____________________________________. Para entender o texto: leitura e redação. 11 ed. São Paulo: Ática, 1995. GOMES, Maria Lúcia de Castro. Metodologia do ensino de Língua Portuguesa. São Paulo: Saraiva, 2009.
  • 19. REFERÊNCIAS      JOUVE, Vicent. A leitura. São Paulo: UNESP, 2002. KOCH, Ingendore G.Vilaça.O texto e a construção dos sentidos.São Paulo: Contexto, 1998. MARCUSCHI, L.A. 2005. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. A.P. Dionísio et al. (eds) Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna. 2010. 3ª edição). MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Leitura produção de textos e a escola. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010. MORAN, José M. A integração das tecnologias na educação. Disponível emhttp://www.planetaeducacao.com.br/ambientevirtual/conteudo/conteudomensagem.asp? ID_POSTAGEM=112&siteArea=64&assuntoid=41. Acesso em 9 jul 2014. OLIVEIRA, João Batista Araújo e. ABC do alfabetizador. Belo Horizonte: Alfa Educativa, 2003. SILVA, Ezequiel Theodoro da. Elementos da pedagogia da leitura. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008. SILVA, Ezequiel Theodoro da. O ato de ler: fundamentos psicológicos para uma nova pedagogia da leitura. 10 ed. São Paulo: Cortez, 2005. SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6 ed. Porto Alegre: Artes Medicas, 2001. SOUZA, Luiz Marques de; CARVALHO, Ségio Waldeck de. Compreensão e produção de textos. 14 ed. Petrópolis: Vozes, 2010.