A DITADURA E A RESISTÊNCIA NOS  “ANOS DE CHUMBO” A Saga de um povo em busca da Liberdade Fonte da Imagem: ibade.org
INTRODUÇÃO <ul><li>O Que você faria se fosse proibido de se expressar? Se não pudesse ouvir as músicas que gosta, falar as...
TAREFA <ul><li>A proposta é que, a partir da divisão da sala em equipes de cinco alunos, cada qual, tem uma tarefa especif...
PROCESSO <ul><li>A principal fonte de pesquisa dos alunos será a Internet, utilizando a lista de sites indicados pelo prof...
FONTES DE INFORMAÇÃO <ul><li>As fontes subseqüentes foram indicadas pela ex – guerrilheira Criméia Alice Schimidt Almeida,...
AVALIAÇÃO <ul><li>Os critérios de avaliação dos grupos tomarão por base os critérios abaixo elencados: </li></ul><ul><li>A...
CONCLUSÕES <ul><li>O que se pode concluir através dessa proposta de trabalhar com o período dos chamados  “Anos de Chumbo”...
CRÉDITOS <ul><li>JOSÉ, Emiliano;MIRANDA, Oldack Lamarca: O Capitão da Guerrilha. - São Paulo;Ed. Global, 2004; 16ª Edição;...
UNIVERSIDADE DE GUARULHOS <ul><li>TECNOLOGIAS E LINGUAGENS NO ENSINO DE PESQUISA DE HISTÓRIA </li></ul><ul><li>WEBQUEST : ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Webquest 2

865 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
865
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
113
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Webquest 2

  1. 1. A DITADURA E A RESISTÊNCIA NOS “ANOS DE CHUMBO” A Saga de um povo em busca da Liberdade Fonte da Imagem: ibade.org
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>O Que você faria se fosse proibido de se expressar? Se não pudesse ouvir as músicas que gosta, falar as coisas que pensa. </li></ul><ul><li>Essas pessoas pegaram em armas, organizaram guerrilhas e lutaram por nossa liberdade de expressão. </li></ul><ul><li>Se você pensa que eram pessoas diferentes de você? Se engana. Muitos eram estudantes, jovens, assim como você. </li></ul><ul><li>E então, vamos conhecer essa aventura em busca da liberdade? </li></ul><ul><li>Assim como houve didatura, ouve resistência e é disso que vamos falar. </li></ul>Fonte da Imagem:dichavador.wordpress.com
  3. 3. TAREFA <ul><li>A proposta é que, a partir da divisão da sala em equipes de cinco alunos, cada qual, tem uma tarefa especifica. Assim sendo, dois alunos irão pesquisar sobre o período em questão, para que os outros possam entender o que ocorreu no Brasil nesse período. Outros dois irão pesquisar sobre a ação de grupos revolucionários no período em destaque; sendo que, um irá pesquisar a formação, integrantes, objetivos e o outro como esses grupos agiam. Protestos, formas de conseguir dinheiro, treinamento. </li></ul><ul><li>.O quinto aluno ficará encarregado de pesquisar imagens de integrantes grupos guerrilheiros, sendo que, com fonte legítima. </li></ul><ul><li>Após a realização da pesquisa todos os alunos deverão se reunir em sala de aula para a produção do trabalho. Assim, o professor poderá verificar se cada um cumpriu o seu papel dentro da atividade proposta . </li></ul>
  4. 4. PROCESSO <ul><li>A principal fonte de pesquisa dos alunos será a Internet, utilizando a lista de sites indicados pelo professor para que possam realizar a pesquisa, de forma a obter informações o mais confiáveis possível. </li></ul><ul><li>A partir dessas diretrizes, os grupos deverão analisar a doutrina teórica, ideologia e modos de operação dos grupos a serem estudados durante o período ditatorial no Brasil, bem como, seus modos de operação. </li></ul>
  5. 5. FONTES DE INFORMAÇÃO <ul><li>As fontes subseqüentes foram indicadas pela ex – guerrilheira Criméia Alice Schimidt Almeida, combatente na Guerrilha do Araguaia em 1972, viúva de José Carlos Grabois, filho de Maurício Grabois, todos eles, militantes do PC do B, sendo Maurício, o comandante da Comissão Militar das FORGA (Forças Guerrilheiras do Araguaia) e membro de suma importância na Constituinte de 1946. </li></ul><ul><li>A Entrevista foi concedida a esses graduandos em 06 de março de 2010, na residência da mesma, no Centro da cidade de São Paulo: </li></ul><ul><li>http://www.torturanuncamais-rj.org.br/ </li></ul><ul><li>http://www.desaparecidos.org/brazil/ </li></ul><ul><li>http://www.desaparecidospoliticos.org.br/ </li></ul><ul><li>http://www.cliohistoria.hpg.ig.com.br/bco_imagens/ditadura/1964_68 . htm / </li></ul><ul><li>http://www.planalto.gov.br/ccivil_03Constituicao/principal/htm </li></ul><ul><li>www.usp/br/proin/inventario/ </li></ul><ul><li>www.arquivoestado.sp.gov.br </li></ul><ul><li>http://www.arquivonacional.gov.br </li></ul>
  6. 6. AVALIAÇÃO <ul><li>Os critérios de avaliação dos grupos tomarão por base os critérios abaixo elencados: </li></ul><ul><li>A-) Trabalho em equipe; </li></ul><ul><li>B-) A maneira como as equipes trabalharão as informações levantadas dentro da proposta de trabalho; </li></ul><ul><li>C-) O conjunto do material produzido: apresentação, o texto em sua totalidade, coerência das aplicações das informações, envolvimento com a temática proposta, finalização dos slides, ou ainda, a maneira com que virão a apresentar o trabalho à classe, seja por meios áudio – visuais ou outra forma de divulgação. </li></ul>
  7. 7. CONCLUSÕES <ul><li>O que se pode concluir através dessa proposta de trabalhar com o período dos chamados “Anos de Chumbo” , é que o processo político atual é uma resultante dos desdobramentos históricos daquele período, e ainda, aclarar as mentalidades acerca da falsa retórica disseminada pelos veículos de imprensa, televisiva, escrita ou virtual, sobre o caráter apático e passivo do povo brasileiro frente a temas de grande relevância e peso social referentes ao caminhar da nação e seu destino. </li></ul>Fonte: movebr.wikdot.com
  8. 8. CRÉDITOS <ul><li>JOSÉ, Emiliano;MIRANDA, Oldack Lamarca: O Capitão da Guerrilha. - São Paulo;Ed. Global, 2004; 16ª Edição; </li></ul><ul><li>GABEIRA, Fernando; O que é isso companheiro. – São Paulo, Ed. Companhia de Bolso, 2009; </li></ul><ul><li>ALMEIDA, Criméia Alice Schmidt – Entrevista a Carlos Cesar da Silva e Silvânia Soares dos Santos, graduandos em História pela Universidade de Guarulhos em 06/03/2010,São Paulo – SP. </li></ul>
  9. 9. UNIVERSIDADE DE GUARULHOS <ul><li>TECNOLOGIAS E LINGUAGENS NO ENSINO DE PESQUISA DE HISTÓRIA </li></ul><ul><li>WEBQUEST : A DITADURA E A RESISTÊNCIA NOS “ ANOS DE CHUMBO” </li></ul><ul><li>A SAGA DE UM POVO EM BUSCA DA LIBERDADE </li></ul><ul><li>ALUNO: Carlos Cesar da Silva RA: 2007132928 </li></ul><ul><li>ALUNA: Silvânia Soares dos Santos RA: 2007122892 </li></ul><ul><li>PROFª: Fabiana Moutinho </li></ul><ul><li>01.junho.2010 </li></ul>

×