Administração de Medicamentos
Via Subcutânea
Enfª Profª Viviane D. da silva
Via Subcutânea
• A medicação é introduzida na tela subcutânea /
hipoderme
• Absorção lenta, através de capilares, ocorre d...
• Realizar antissepsia do local, sempre com algodão
embebido em alcool a 70% virando os lados do
algodão;
• Com a mão não ...
Via Subcutânea
• O local de aplicação deve ser
revezado, quando utilizado por
período indeterminado
• Não realize massagem...
Gestantes
Via Subcutânea
• Complicações
– Infecções inespecíficas ou abscessos
– Formação de tecido fibrótico
– Embolias – por lesão...
O Diabetico pode reutilizar agulha?
• Podem ser reutilizadas até 2 vezes, porém, jamais devem ser
compartilhadas. Segundo ...
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Administração  medicamentos via subcutanea
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Administração medicamentos via subcutanea

13.952 visualizações

Publicada em

aula administração de medicamentos via subcutânea

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Administração medicamentos via subcutanea

  1. 1. Administração de Medicamentos Via Subcutânea Enfª Profª Viviane D. da silva
  2. 2. Via Subcutânea • A medicação é introduzida na tela subcutânea / hipoderme • Absorção lenta, através de capilares, ocorre de forma contínua e segura, prolongando o efeito da medicação • O volume indicado é de 0,5ml até 2ml • Usada para administração – Vacinas (rábica e sarampo) – Anticoagulante (heparina) – Hipoglicemiantes (insulina)
  3. 3. • Realizar antissepsia do local, sempre com algodão embebido em alcool a 70% virando os lados do algodão; • Com a mão não dominante segure a pele ao redor do local da injeção para formar uma prega. • Ângulo da agulha – 90 °C – agulhas hipodérmicas – 45°C – Agulhas normais • Só não aspire no caso de heparina pois pode ocorrer hematoma no local da aplicação • Para outras medicações, inclusive insulina, aspire após a introdução da agulha certificando-se que não houve punção de vaso sanguineo. Caso tenha ocorrido, interompa a aplicação, despreze o medicamento, prepare e administre outro.
  4. 4. Via Subcutânea • O local de aplicação deve ser revezado, quando utilizado por período indeterminado • Não realize massagem no caso de insulina (irá acelerar o processo de absorção) e de heparina (irá ocorer hematoma).
  5. 5. Gestantes
  6. 6. Via Subcutânea • Complicações – Infecções inespecíficas ou abscessos – Formação de tecido fibrótico – Embolias – por lesão de vasos e uso de drogas oleosas ou em suspensões – Lesão de nervos – Úlceras ou necrose de tecidos
  7. 7. O Diabetico pode reutilizar agulha? • Podem ser reutilizadas até 2 vezes, porém, jamais devem ser compartilhadas. Segundo o Ministerio da saude, pode ser adequada sua reutilização por até 08 aplicações, sempre pela mesma pesso a • A recomendação é a da NÃO reutilização porque quanto mais as agulhas e lancetas são utilizadas maior vai sendo o desgaste e os prejuízos para quem usa. • Entre esses desgastes podemos citar: • Diminuição da lubrificação: a maioria das agulhas são envoltas com silicone, em cada aplicação o silicone vai sendo removido, o que dificulta o deslizamento da agulha tornando a aplicação mais dolorosa. • Obstrução: a insulina que fica nas paredes da agulha pode cristalizar, bloqueando a passagem adequada da insulina. Pode chegar ao ponto de entupir a agulha. • Alteração da ponta: a ponta da agulha vai adquirindo o formato de anzol. Como na figura abaixo

×